Um blog do Ministério Fiel  Um blog do Ministério Fiel

Desenvolva as suas habilidades em investigar o coração – Ginger Plowman

plowman-contar

A fim de ajudar seus filhos a compreender o que está em seus corações, você precisa desenvolver suas habilidades em investigar o coração.

Você deve aprender a ajudar seus filhos a expressar o que estão pensando.

Você deve aprender a ajudar seus filhos a expressar o que estão sentindo.

Você deve aprender a como discernir problemas do coração de ações e palavras.

Extrair os problemas do coração não é uma tarefa fácil. É preciso muita prática para se tornar um hábil investigador do coração. Provérbios 20.5 diz: “Como águas profundas, são os propósitos do coração do homem, mas o homem de inteligência sabe descobri-los”.

Nosso objetivo em sondar o coração da criança é trazê-la à avaliação sóbria de si mesma como uma pecadora, ajudá-la a reconhecer sua necessidade de Cristo, e ensiná-la a agir, pensar e ser motivada como um cristão. Não é tão difícil ensinar nossos filhos a agir como cristãos. Nós teremos realmente conseguido realizar alguma coisa quando os ensinarmos a pensar como cristãos. Pensar como um cristão os ajudará a crescer em sabedoria e os preparará para governar seu próprio comportamento de uma maneira que glorifique a Deus. Nós os encorajamos a crescer em sabedoria ao discutir a perspectiva de Deus em todas as situações. As crianças não conseguem fazer isso sem nossa ajuda parental.

Como podemos desenvolver as habilidades de investigação do coração? Seguindo o exemplo do Rei dos corações. Jesus Cristo é o mestre da sondagem do coração. Ao longo das Escrituras, ele nos apresentou exemplo após exemplo como chegar ao cerne da questão. Ele foi capaz de olhar palavras e comportamentos passados e extrair os problemas do coração. Como Ele fez isso? Em vez de apenas dizer a alguém o que era certo e errado, Jesus muitas vezes usou questões que instigavam o pensamento. Para que as pessoas pudessem responder a essas questões, precisavam avaliar a si mesmos. Ele perguntava de tal maneira que era necessário retirar o foco das circunstâncias ao seu redor e colocar sobre o pecado em seus próprios corações.

Nós todos sabemos que quando se descobre algo por conta própria, está-se menos propenso a esquecer do que se alguém lhe disser a resposta. É como resolver problemas de matemática, nós aprendemos e entendemos mais ao descobrirmos por conta própria. Se alguém nos dá a resposta, nós nos tornamos dependentes deles para resolver futuros problemas para nós. Mas, se somos obrigados a resolver o problema por conta própria, estamos melhores equipados para solucionar outros problemas, extraindo do conhecimento pessoal adquirido e aplicando o que aprendemos a outros problemas também.

Da mesma forma, quando seu filho aprende a reconhecer o que está em seu próprio coração, ele está mais propenso a demonstrar reações piedosas por conta própria. Ao fazer isso, ele está crescendo em sabedoria. Mas quando você simplesmente lhe diz qual é o seu problema e o que ele deveria fazer sobre isso, você está impedindo-o de aprender a pensar como um cristão, e ele se tornará deficiente em discernir os problemas do seu próprio coração.

Este artigo é parte do livro “Não me Faça Contar até Três!”, lançamento de Julho da Editora Fiel

Não me Faça Contar até Três! - Ginger Plowman

Ginger Plowman - Não me Faça Contar até Três!Você encontra-se ameaçada, repetindo as mesmas instruções ou levantando a voz para os seus filhos na tentativa de fazê-los obedecer? Você está desanimada porque parece não conseguir alcançar o coração do seu filho? Através da experiência pessoal e aplicação prática das Escrituras, Ginger Plowman encoraja e prepara as mamães a lidarem não somente com o comportamento dos seus filhos, mas a mergulharem profundamente nas questões do coração. Através de uma abordagem franca, Ginger vai ajudar as mamães a vencerem as frustrações da desobediência e a educarem seus filhos de forma equilibrada e confiante.

Conheça a autora

Ginger Plowman, fundadora do ministério Preparing The Way, é autora de vários livros, como Wise Words for Moms e No More Whining, e artigos premiados, publicados em diversos veículos de comunicação nos EUA, como Focus on the Family, Baptist Press, HomeLife Magazine, P31 Woman e Crosswalk.com. Reconhecida em todo o território americano, Ginger ministra em diversos eventos para mulheres e conferências para pais, além de ser frequentemente entrevistada em programas de televisão, como The 700 Club, The Harvest Show e Primary Focus, bem como em programas de rádio, incluindo Family Life TodayRevive Our Hearts e Focus on the Family Weekend Magazine.





  • Varao

    Alguem pode me indicar alguns bons livro de Cristologia?

    • Jucielde Pereira

      CRISTOLOGIA A DOUTRINA DE JESUS CRISTOESEQUIAS SOARES – Editora HAGNOS
      CRISTOLOGIA DO NOVO TESTAMENTOOSCAR CULLMANN – Editora HAGNOS

      esses eu recomendo

  • Varao

    Ola , bom dia. Posso fazer uma pergunta para o pessoal do VE ? Eu tenho um pai que
    acha que é salvo, ele nao bebe, nao fuma, nao adultera, trabalha
    bastante, ja ajudou a construir algumas igrejas, ele diz ter se eu nao
    me engano mais de 35 ou 40 anos de cristão evangelico e ele tem um
    monte de versiculos biblicos que cita de cabeça. Mas observando
    diariamente a vida dele eu estou duvidando SERIAMENTE da salvação dele,
    ele nao ora, nao le sua biblia, ama a televisão, as vezes fala mal de
    irmãos em Cristo. Antes eu achava que ele poderia ser salvo e ter apenas
    falhas como todos, mas tenho achado estranho, porque observando sua
    vida notei que ele vive DIARIAMENTE aborrecido, sendo agressivo,
    irritadiço por qualquer coisinha. E quando eu olho para a quantidade de
    anos que ele diz ser cristão, acho que ele deveria estar em uma
    estatura maior em Cristo, caminhando em Espirito, e isso que me confunde

    O que voce acha que voces acham que eu deveria fazer?

    • Emerson Amancio

      Ore, interceda e tenha a sua Vida como principal exemplo de evangelho dentro da sua casa. A Nossa família não quer admoestações ou exortações, você pode falar 24 horas consecutivas, mas se não der o exemplo de que vive o que prega, eles não vão respeitar você(o profeta não tem honra na sua propiá casa!). Como ele tem vários versículos na cabeça e cita-os toda vez que alguém o repreende, ele possivelmente cauterizou a mente e criou um paradigma de “como ser cristão”. Com isso, volto a repetir: Ore, interceda e tenha a sua Vida como principal exemplo de evangelho dentro da sua casa.

      Espero ter ajudado!
      Emerson Amancio

      • Levy

        Varão, nunca teremos como afirmar ou desafirmar a salvação de alguém, nós preferimos crer que os irmãos que estão ao nosso lado são salvos, por isso prefira crer que seu pai é salvo e desenvolva um relacionamento de desenvolvimento no conhecimento de Cristo com ele, antes também se preocupe mais com a sua salvação e cuide dela com todo seu zelo e forças.

        • Vara

          Levy nao é ruim nós duvidarmos da salvação de alguem e nem da nossa mesmo em 2 corintios 13:5 diz para examinarmos a nós mesmo para ver se estamos realmente na fé, para examinar a nós mesmo para ver se somos cristãos genuinos ou apenas professamos com a boca fé no unico Deus verdadeiro.

          Dessa vez eu acho que eu estou salvo, nao sou a mesma pessoa que era antes. Só estou com medo de estar me reformando moralmente. mateus 12:44

      • Vara

        O problema Emerson que eu só vim conhecer a Cristo a pouco tempo. Antes eu ia a igreja mas a igreja nao ensinava a biblia, nao pregava a sã doutrina, nao falava o evangelho, eu nao era salvo, era um hipocrita, foi por intermedio das pregações de Paul Washer, Steven Lawson e outros que vim ao verdadeiro conhecimento do evangelho e ainda tenho MUITA COISA PRA APRENDER. entao eu nao era salvo, eu era um hipocrita e fazia coisas abominaveis e meu pai via e sabe de tudo tudo isso. Como eu do nada vou testemunhar a ele? Eu estou triste porque estou achando que meu pai pode estar indo ao inferno como o pessoal de mateus 7 que chegaram até discutir com o Senhor sobre a sua salvação. Que ele pode estar como romanos 9 ter zelo mas nao ter entendimento.

        Eu fico achando que trabalhar bastante, nao adulterar, nao cometer
        alguns pecados ja era algo da graça comum de Deus na vida dele, eu nao sei, eu vou perguntar pra ele como foi a sua conversão pra saber melhor . Eu aprendi que frutos do novo nascimento é que voce vive em comunhao com Deus, voce ama a santidade e justiça e começa a odiar o pecado e isso vai crescendo cada vez mais, voce ama o seu irmao em Cristo, voce ama a palavra de Cristo e quando voce começa a pecar Deus vem como seu pai amoroso e te disciplina. Voce realmente é uma nova criatura e as coisas antigas se foram.
        Agora quando vejo que ele nao le mais a biblia, nao ora, vive irritadiço, vive na televisão eu fico duvidando de sua salvação.

        • Emerson Amancio

          …leia o Evangelho de Lucas, agora preste atenção nas ordens que Jesus deu, foram pouquissimas ordenanças, a Vida D´Ele foi mais exemplos, as vezes ele fazia uma observação, uma dica, mas toda a sua Vida foi feita de ATITUDES E EXEMPLOS, eu acho que essa é uma excelente oportunidade para você colocar o que Lê na Biblia em pratica! – UM CONSELHO: Leia o Livro: O monge e o Executivo…de James C. Hunter, tenho plena certeza que irá te ajudar muito irmão! Caso queira me adiciona no Facebook: Emerson Amancio

    • Ricardo Lima

      Varao,
      O ir. Emerson tem razão, ore bastante pois esta é uma obra que só o Espírito Santo pode fazer, convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo – mas como o Emerson bem falou, parentes só ganhamos com bom testemunho, e isso nos é passado pela própria Palavra de Deus – Os irmão de Jesus somente se renderam ao Cristianismo após a morte e ressurreição de Cristo.

      Deus te abençoe!

  • Nicole

    Boa tarde.
    Sou de um lar cristão onde meu pai é pastor e minha mãe é uma missionária. Ambos tem trabalho secular, meu pai é chefe em uma loja da qual consume muito o tempo dele e minha mãe é advogada. E antes de me converter e ir para um seminário biblíco onde passei 1 ano, nós tinhamos muitos problemas como familia, e claro que sei que fui o motivo das discussões pois era rebelde. Mas hoje, a situação é muito diferente. Cristo tem me moldado e me ajudado principalmente nessa questão de honrá-los. Meu pai é muito ausente, e sempre tem algo para fazer não tem tempo para conversarmos, e minha mãe tem um problema sério em ser submissa, em ter paciencia e demonstrar humildade. Minha mãe acha que temos muitos conflitos pois eu sou o problema da vida dela, ela disse que por minha causa a pressão dela aumenta e que desde que voltei do seminário tenho sido um fardo,e o trabalho dela no escritório não está rendendo , pois sou uma PEÉÉÉÉÉSSSIMMMAA filha. Eu tenho sérios problemas em me expressar, mas gostaria de poder em amor falar do meu coração para eles, tem sido dificil a volta pra casa e te-los envolta. Queria alguma explicação de Ef 6.4 e Cl 3.21 …para que eu possa com a palavra de Deus exortá-los pelas tantas iras em seu coração e pela forma de falar, não suporto as gritarias e dedos apontados me dizendo o quanto tudo que eu faço os irrita. Tem sido dificil suportar calada e honrá-los. Acho que devo exortá-los pois sendo ou não sendo filha deles, ainda somos cristãos e devemos temer a Deus e tratar com honra as pessoas e não menosprezar. Amar a Deus e amar ao próximo, e o mais próximo de mim são eles…quero fazer o certo diante do Senhor. Obrigada, porfavor, aguardo uma resposta.