um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

[Teologia Visual] Os Atributos de Deus – Infográfico

Quem é Deus? Como ele é? A Bíblia é o caminho que nós temos para responder essas perguntas. Ela nos revela seu caráter quando nos apresenta quais são os atributos de Deus. No infográfico a seguir, podemos aprender um pouco mais sobre Os Atributos de Deus.

atributos-deus

Por: Tim Challies. Copyright: © www.challies.com.  Usado com permissão. Design: www.joshbyers.com. Original: Visual Theology – The Attributes of God

Tradução: Alan Cristie; Diagramação: Luis Henrique. © 2014 Voltemos ao Evangelho. Website: www.voltemosaoevangelho.com. Original: [Teologia Visual] Os Atributos de Deus – Infográfico

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

54 Comentários
  1. Renata Machado Gandolfo Diz

    Vini, Obrigada por traduzir O/

  2. Paulo Elias Menezes Diz

    Pena que a visibilidade do painel está muito ruim!

  3. Paulo Elias Menezes Diz

    Pena que a visibilidade do painel está muito ruim!

  4. Paulo Elias Menezes Diz

    Pena que a visibilidade do painel está muito ruim!

  5. Paulo Elias Menezes Diz

    Pena que a visibilidade do painel está muito ruim!

  6. Patricia Sousa Diz

    só é clicar que ele abre em uma nova guia :)

  7. Diogo Alves Diz

    muito bom e muito bem produzido. para resolver o problema do tamanho eu baixei a imagem e dei um zoom pelo editor de imagens. parabens

  8. Danilo Melo Diz

    Ficou bacana. Mas só faltou as referências bíblicas de cada atributo. O mais importante.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Motivos por que não tem:

      1) O original do qual foi traduzido não tinha, não temos permissão para tal.

      2) Texto prova não prova muita coisa, pois texto fora de contexto pode dar margem para interpretações equivocadas.

      3) Muita gente se sentiria por satisfeita com um (XXXXX XX:XX) mas nunca abriria o texto bíblico.

      4) Há referência bibliográfica para um estudo profundo do assunto.

    2. Ana Carolina Cordeiro Diz

      Ainda acho que seria interessante colocar as referências, mesmo que o pessoal não abra, mesmo que no original não tenha (é só informar que foi adicionado por sua conta, não é errado), mesmo esse argumento de texto fora de contexto que eu não achei válido.

  9. Fabio Moreira Diz

    e a onisciencia?

  10. Marcelo Portela Diz

    A Paz a todos, gostaria que alguém me explicas sobre o atributo "ciúme" [email protected]

  11. Lucas Freitas Diz

    Eu estou com uma dúvida.

    Quando você definiu "onipresença" como "presente em todos os lugares com o seu ser", o que voce quer dizer especificamente? Sei que você não pretende falar que isso seria como se Deus estivesse estendido espacialmente em todos os pontos do espaço, mas o que quer dizer com esta definição "presente em todos os lugares"?

  12. Rafael O Diz

    “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” – Gênesis 1:26

    Como conciliar o versículo acima com o atributo onipresença? Pois se Deus não tem forma, logo nós não somos semelhantes a ele!

    1. Thalita Freire Diz

      Ele se apresentou em forma humana através de Jesus e este é nosso padrão

    2. Missionário Thiago F. Alves Diz

      Maravilha Thalita, que Deus te abençoe!

    3. Maykon Renner Diz

      Rafael, quando o versículo diz que somos feitos à “imagem” do Eterno significa que fomos criados à partir dEle, à partir de Suas características, não de suas formas, que Ele não possui. E quando fala de “semelhança”, quer dizer que somos parecidos (ou seja,não iguais), e significa que possuímos “apenas alguns” dos atributos do Eterno, atributos que nos permitem a comunicação com o Ele, como os morais: paz, espiritualidade, vontade ira etc. Mas não possuímos aqueles que revelam as características especiais do ser Divino como: onipresença, onipotência etc.

      Espero ter ajudado.

  13. Paulo Gondim Diz
  14. Paulo Gondim Diz
  15. Salvador Martinez Sapucaia Diz

    Mas é exatamente isso que quer dizer "ONIPRESENTE". Deus está presente espacialmente em todos os lugares do universo. (Não só do Planeta Terra).

  16. Lucas Freitas Diz

    Obrigado. Eu não tenho dúvidas que Deus está espiritualmente em todos os lugares. A questão mesmo era entender exatamente o que é "estar espiritualmente em todos os lugares".

    A minha dúvida com relação a onipresença de Deus é a relação dela com o espaço. Se onipresença é "estar em todos os lugares", como pode esse atributo ser natural em Deus sendo que depende de que um mundo existe para que possa "estar espiritualmente"? Sem espaço, Deus não poderia ser onipresente, o que parece indicar que Deus se torna dependente de sua criação (uma vez que espaço e tempo são criação de Deus). Essa é minha dúvida, não sei se entendeu. ;)

  17. Lucas Freitas Diz

    para que possa "estar espiritualmente em todos os lugares?" ****

  18. Lucas Freitas Diz

    Salvador Martinez Sapucaia

    Deus estar estendido espacialmente significa que Deus não seja imaterial, o que vai contra a definição bíblica: πνεῦμα ὁ θεός ("Deus é espírito") o assim como o próprio Jesus declarou em Lucas 24:39-43.

  19. Paulo Gondim Diz

    Lucas Freitas Seu questionamento reafirma, pelo menos pra mim, que questões teológicas deveriam mesmo ser, apenas estudadas em termos de reuniões, pois o imediatismo das redes sociais, nos impulsiona quase sempre a um resumo daquilo que que não cabe resumo rss. Mas veja se isso ajuda. Wayne Gruden definiu onipresença como: “Deus não tem tamanho nem dimensões espaciais e está presente em cada ponto do espaço com todo o seu ser; ele, porém, age de modo diversos em lugares diferentes”. Perceba que a ideia não é de que parte de Deus está num lugar, e outra parte dele noutro lugar. Deus está por completo em todos os lugares! Deus, diz a Bíblia, é Senhor do espaço e não pode ser limitado pelo espaço. Até porque, a criação do mundo material implica também na criação do espaço.
    Por mais difícil que seja, evite pensar no Criador em termos de tamanho ou de dimensões espaciais. Deus é um ser que existe sem tamanho nem dimensões no espaço. Pense no seguinte, antes que Deus criasse o universo, não havia matéria nem material. Logo, também não havia espaço, no entanto, Deus existia mesmo assim. Onde estava Deus? Não se encontrava num lugar onde poderíamos chamar “onde”, afinal, não havia nem “onde”, nem “espaço”. Mas Deus ainda assim existia! Esse fato nos faz perceber que Deus se relaciona com o espaço de uma maneira bem diferente da nossa ou de qualquer coisa criada.
    Embora para nós seja necessário dizer que todo o ser de Deus está presente em toda parte do espaço, é também necessário dizer que Deus não pode ser contido por espaço nenhum, por maior que seja este espaço. Salomão em sua oração de consagração do Templo disse o seguinte: “Habitaria Deus na terra? Eis que os céus e até o céu dos céus não te podem conter, quanto menos esta casa que edifiquei”. (I Re. 8:27)

  20. Jean Felix Diz

    Onipotência e Onisciência são atributos "INcomunicáveis"? Porque não estão marcados em azul?

  21. Lucas Freitas Diz

    Paulo Gondim Concordo com o que você disse. Obrigado pela resposta.

    Mas o que Gruden disse mostra bem o que quero dizer: Se Deus é onipresente no sentido de que ele ocupa espiritualmente todos os lugares do espaço,é pressuposto que EXISTA espaço! Mas sabemos que o espaço é uma criação de Deus, portanto contingente. Se é contingente, por definição não é necessário. Mas Deus e seus atributos são necessários por natureza! Então minha pergunta: Como Deus pode ser onipresente em sua natureza?

  22. Paulo Gondim Diz

    A Paz irmão, por falta de tempo agora eu te resumo assim: Uma das formas da palavra ciúme no grego é ZELOS, e temos de traduzir por ciúme mesmo; mas entenda como Um deus ZELOSO no lugar de CIUMENTO.

  23. Giselle Teixeira Diz

    E você dá um zoom fica melhor ainda!!

  24. Sandro Barros Diz

    pode salvar imagem e visualizar com um visualizador do windows tbm. fiz isso.

  25. Anderson Freitas Diz

    Em relação a INVISIBILIDADE,será correto afirmar que "a total essência de Deus,nunca será visível a nós" ?
    uma vez que está escrito Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
    1 Coríntios 13:12 e ainda Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. 1 João 3:2

  26. Martinho Diz

    Me alegro pela vossas vidas por labutarem dia e noite em prol do reino de Deus.

  27. Ana Lúcia Louback Diz

    Mas podemos aumentar com um click.

  28. Paulo Gondim Diz

    Lucas Freitas qual sua definição de contingente? qual sua definição de espiritual?
    Se vc entende contingente como efêmero logo por contaminação! Se, indeterminado! Por quem? Por um conceito metafísico? mas aí vc precisa responder o próprio conceito do que é inteligível pra vc. pq se vc parte de uma analogia do que VC entende por Deus saiba que essa é uma analogia e é falha visto que espiritualmente ele não se pode entender , então qualquer conceito metafísico será limitado a condição humana que, naturalmente rejeita o divino. O que vc entende por espiritual?
    Esse é o cerne! Outro problema, tentar equacionar os atributos divinos usando algo que é limitado
    física quântica, ou outro matéria humano! Qual Deus tentamos equacionar? O do teísmo aberto?
    Bom, o próprio conceito de contingente pode ser a chave na sua visão; Se eu creio que é contingente, portanto indeterminado, como posso querer determinar a não existência da causa (DEUS) se não posso determinar o efeito (espaço)? Mas se compreendo que o espaço é material, de alguma forma, e Deus espiritual – observo que ele preenche todo o espaço como tambem o que não seria espaço – fora daquilo que ele criou! Entramos em onipotência.. rss

  29. Lucas Freitas Diz

    Paulo Gondim Quando falo "contingente" digo o que "não é necessário", o que depende da vontade de Deus, e não do que Ele é por natureza. Por exemplo, Deus ser autoexistente é algo necessário porque não existe a possibilidade contraria, não depende da vontade de Deus dEle ser eterno. Ele é eterno por natureza e definição. Agora ele criar o mundo é totalmente dependente da vontade dEle.Isto que quero dizer por contingente. Agora a segunda pergunta é mais dificil. Definir espírito seria algo como a definição bíblica de espírito, isto é, algo imaterial, invisivel (Jo 4:24;Lc 24:39-43; 1Tm 1:17;6:15) conforme a via negationis.

    A onipresença seria algo como a presença espiritual(portanto imaterial) de Deus em todos os pontos do espaço. Ou seja, Deus estende sua onisciencia, onipotencia, soberania a todos os pontos do espaço. Isso que digo por presença espiritual e creio que seja a definição dada pela própria Biblia (Salmos 139:1-11). Assim, para existir onipresença é necessário existir espaço pela própria definição do termo. Se criação do mundo é algo não-necessário, algo que depende da natureza de Deus, e o espaço foi criado por Deus, como poderia sua onipresença ser um atributo (portanto essencial e NECESSÁRIO)?

    Agora, pode ser que na verdade não queiramos dizer que onipresença seja um atributo necessário de Deus, mas sim que o atributo necessário de Deus seja a sua Infinidade. Mais uma vez, como homem, não consigo ir além da via negationis. Essa doutrina da Infinidade de Deus diz que ele somente transcende a noção de espaço e tempo, assim como quando queremos dizer que Deus é eterno não é que ele tenha uma duração prolongada (uma vez que agora Deus viveria no tempo, e se fosse um atributo necessário dele, a criação própria seria necessária e o tempo não seria criado) mas sim que ele seja atemporal (não limitado pelo tempo). Creio que o que seja atributo de Deus seja a sua Imensidade(que ele não é limitado pelo espaço),e não a onipresença( que Ele preencha todos os lugares).

  30. Lucas Freitas Diz

    Paulo Gondim Quando falo "contingente" digo o que "não é necessário", o que depende da vontade de Deus, e não do que Ele é por natureza. Por exemplo, Deus ser autoexistente é algo necessário porque não existe a possibilidade contraria, não depende da vontade de Deus dEle ser eterno. Ele é eterno por natureza e definição. Agora ele criar o mundo é totalmente dependente da vontade dEle.Isto que quero dizer por contingente. Agora a segunda pergunta é mais dificil. Definir espírito seria algo como a definição bíblica de espírito, isto é, algo imaterial, invisivel (Jo 4:24;Lc 24:39-43; 1Tm 1:17;6:15) conforme a via negationis.

    A onipresença seria algo como a presença espiritual(portanto imaterial) de Deus em todos os pontos do espaço. Ou seja, Deus estende sua onisciencia, onipotencia, soberania a todos os pontos do espaço. Isso que digo por presença espiritual e creio que seja a definição dada pela própria Biblia (Salmos 139:1-11). Assim, para existir onipresença é necessário existir espaço pela própria definição do termo. Se criação do mundo é algo não-necessário, algo que depende da natureza de Deus, e o espaço foi criado por Deus, como poderia sua onipresença ser um atributo (portanto essencial e NECESSÁRIO)?

    Agora, pode ser que na verdade não queiramos dizer que onipresença seja um atributo necessário de Deus, mas sim que o atributo necessário de Deus seja a sua Infinidade. Mais uma vez, como homem, não consigo ir além da via negationis. Essa doutrina da Infinidade de Deus diz que ele somente transcende a noção de espaço e tempo, assim como quando queremos dizer que Deus é eterno não é que ele tenha uma duração prolongada (uma vez que agora Deus viveria no tempo, e se fosse um atributo necessário dele, a criação própria seria necessária e o tempo não seria criado) mas sim que ele seja atemporal (não limitado pelo tempo). Creio que o que seja atributo de Deus seja a sua Imensidade(que ele não é limitado pelo espaço),e não a onipresença( que Ele preencha todos os lugares).

  31. MARCOS Diz

    REFERENCIAS BIBLICAS PRA FICAR 100% DE VOLTA AO EVANGELHO.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Motivos por que não tem:

      1) O original do qual foi traduzido não tinha, não temos permissão para tal.

      2) Texto prova não prova muita coisa, pois texto fora de contexto pode dar margem para interpretações equivocadas.

      3) Muita gente se sentiria por satisfeita com um (XXXXX XX:XX) mas nunca abriria o texto bíblico.

      4) Há referência bibliográfica para um estudo profundo do assunto.

      Abraço

  32. Welandro Damasceno Ramalho Diz

    Pelo que percebi sobre visibilidade, mesmo o conhecendo e o vendo face a face, não será possível ver tudo, conhecer tudo, ter na nossa limitada inteligência a visão total do altíssimo. Eu posso te ver e saber que você existe, mas não enxergar uma série de coisas que apenas você sabe dentro de você.
    – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – – –
    Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.
    1 Coríntios 2:11

  33. Malena Izel Diz

    nunca veremos a Deus, nem mesmo no céu. Mas veremos a Jesus seu retrato perfeito.

  34. Aldefran Fátima Diz

    Lucas Freitas Primeiro devemos ter cuidado para não confundir, e sei que não é esta discussão aqui que você levanta, mas é apenas para deixar claro, não confundir o Criador com a criação, ai seria panteísmo. Depois vamos entender que a nossa compreensão de espaço e tempo é limitada como também do que convencionamos chamar de universo, Deus subsiste eternamente, então implica dai que haverá sempre um lugar na eternidade para Deus estar, ele não depende deste momento da criação para existir. A bíblia orienta: "O que está oculto pertence ao Senhor, nosso Deus; o que foi revelado é para nós e para nossos filhos, para sempre, a fim de que ponhamos em prática todas as palavras desta lei. Deuteronômio 29:29'" É importante e necessário sabermos o máximo sobre o nosso Deus, isso nos dá alento e tranquilidade, saber que Ele domina e controla todas as coisas, mas a compreensão exata nos será revelada paulatinamente na eternidade, dai termos a necessidade de por em pratica toda palavra, para alcançarmos este dia.

  35. Aldefran Fátima Diz

    Malena Izel a concepção de "VER" é limitada a nossos olhos, Deus será conhecido, penso que será algo como telepatia. Veja que nossa limitação nos impede de compreender com exatidão a totalidade das coisas de Deus, por isso que Paulo diz: Agora conhecemos em parte, mas quando houver a transformação nossa condição de compreensão será totalizada ai deixaremos de ver em parte e veremos o todo, a i o adoremos com inteireza na beleza de sua santidade.. Aleluia…

  36. Lucas Freitas Diz

    Aldefran Fátima Concordo que não possamos entender a natureza de Deus completamente, pois uma vez que para compreender o Onisciente teríamos que também ser oniscientes.

    Sobre o panteísmo, a minha preocupação é exatamente mostrar que os atributos de Deus não dependem da sua criação.

    Agora, com relação ao que você disse por :

    "Deus subsiste eternamente, então implica dai que haverá sempre um lugar na eternidade para Deus estar, ele não depende deste momento da criação para existir"

    É exatamente o que eu quero dizer. se ele não depende da criação (Sl 50:9-13; Jo 5:26; At 17:25) os seus atributos também não dependem. Se onipresença é estar presente espiritualmente na criação, então onipresença depende da criação, pois de outra maneira não teria como estar presente nela! Eu acho que o certo seria que o atributo de Deus fosse a Imensidade, pois revelaria que ele não é limitado pelo espaço, mas eu sei que essa definição pressupõe a existencia de espaço para não ser limitado por ele, mas como eu disse anteriormente, tenho que temporariamente como homem me satisfazer com a via negationis. Positivamente, não sei o que Deus é na doutrina de sua imensidade, só sei dizer o que Ele não é. Isaias declara algo muito interessante:

    Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos.
    Isaías 57:15

    Eu creio que isso mostre que a imensidade de Deus seja algo com o cerne dentro de sua ontologia. Não sei dizer o que é. Vendo isso creio que Ele "habita" em si mesmo. Por isso não dependeria da criação.

  37. Adao Mesquita Mendes Diz

    Lucas Freitas PARA QUE QUISER SE APROFUNDAR A RESPEITO DA ONIPRESENÇA DE DEUS, AQUI VAI UM EXELENTE VIDEO EXPLICATIVO…. http://www.youtube.com/watch?v=WQjRmF6Rz70

  38. Carlos Silva Diz

    Patricia Sousa Obrigado pela informação.

  39. Vinícius Musselman Pimentel Diz

    Jean, o poder e o conhecimento que Deus possui são comunicáveis (obviamente não em sua inteireza). Para mais, confira a Teologia Sistemática do Grudem.

  40. Roberto Carlos Carmona Diz

    Aldefran Fátima Muito bem, penso que é tudo uma questão de ponto de vista, no sentido de que somos criaturas limitadas a este mundo e ao pecado, mas quando formos glorificados, a percepção será diferente, não mais limitada… mas eterna e infinita. Blessings

  41. Anderson Freitas Diz

    Creio que nossos olhos físicos não poderão mesmo contemplar a Deus, porém quando isso que é mortal,se revestir da imortalidade, aí sim poderemos conhecer como somos conhecidos (I Cor. 15.54) e (I Cor. 13.12) Quem pode conhecer a mente de nosso Senhor ? pergunta o apóstolo, e ele mesmo responde: Mas nós porém temos a mente de Cristo! (I Cor. 2.16) e a passagem que diz: E vós tendes a unção do Santo, e sabeis todas as coisas. (I João 2.20) ?…Mas por agora ainda não se manifestou o que havemos de ser…(I João 3.2) Mas na eternidade,tendo nossos corpos transformados,veremos a Deus face a face, e conheceremos Ele como Ele nos conhece.

  42. Malena Izel Diz

    Jo 1:18 Ninguém JAMAIS VIU a Deus, mas o Deus Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido. 1Tm 1:17 Ora, ao Rei dos séculos, imortal, INVISIVEL, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém. Deus é espírito,ninguém jamais o verá. Veremos a Jesus sua expressão exata, sua imagem perfeita. Somente.

  43. Grijalva Duarte Diz

    É EXATAMENTE ISTO QUE ESTÁ NA PALAVRA DE DEUS. ALELUIA!

  44. Grijalva Duarte Diz

    CONCORDO COM VOCÊ Welandro Damasceno Ramalho

  45. Marcos Diz

    Ficou joia, porém faltou referencia!

  46. Valtenor Dourado Diz

    Veremos a Deus em Cristo. Ele (Cristo) é a imagem do Deus invisível (Col 1.15). Ele (Cristo) é a expressão exata de Deus (Hb 1.3).

  47. Valtenor Dourado Diz

    Veremos a Deus em Cristo. Ele (Cristo) é a imagem do Deus invisível (Col 1.15). Ele (Cristo) é a expressão exata de Deus (Hb 1.3). "Jesus Cristo foi plenamente Deus e plenamente homem em uma só pessoa e assim o será para sempre" Wayne Grudem

Comentários estão fechados.