18 de Dezembro – Defendidos e Protegidos

Versículo do dia: Como pairam as aves, assim o SENHOR dos Exércitos amparará a Jerusalém; protegê-la-á e salvá-la-á, poupá-la-á e livrá-la-á. (Isaías 31.5)

Com asas apressadas, as fêmeas dos pássaros dirigem-se urgentes aos seus ninhos para proteger seus filhotes. Elas não desperdiçam tempo em voar ao seu ninho, para trazer-lhes comida ou guardá-los do perigo. De maneira semelhante, como em asas de águia, o Senhor vem em defesa de seus eleitos; sim, Ele cavalgará sobre as asas do vento.

Com asas bem abertas, as aves cobrem seus filhotes no ninho. Elas os escondem interpondo seu próprio corpo sobre eles. A fêmea dos pássaros transmite seu próprio calor aos seus filhotes e torna suas asas em uma habitação em que eles podem sentir-se à vontade. De maneira semelhante, o Senhor mesmo se torna a proteção de seus eleitos. Ele mesmo é o refúgio, a habitação e o tudo deles.

Como pássaros que pairam ou que cobrem (a palavra significa ambas as coisas), assim será o Senhor para nós. E isto Ele o será repetida e sucessivamente. Seremos defendidos e preservados de todo o mal. O Senhor que se compara aos pássaros não será como eles em sua fragilidade, pois Ele é o Senhor dos Exércitos. Permitamos que esta verdade seja nossa consolação: aquele amor todo-poderoso será rápido em socorrer-nos e certo em proteger-nos. As asas de Deus são mais rápidas e mais amáveis do que as asas de uma ave. E nós colocaremos a nossa confiança sob a sombra das asas dEle, desde agora e para sempre.

Por: Charles Spurgeon. © 2020 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados.

Promova a Promessas Preciosas em seu blog/site. Clique aqui e pegue o código.