30 de Dezembro – Amados até à Perfeição

Versículo do dia: Tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim. (João 13.1)

Em essência, esta afirmativa é uma promessa; pois aquilo que nosso Senhor era, ainda Ele é. E aquilo que Ele era para aquelas pessoas com as quais Ele esteve na terra, isso mesmo Ele será para todos os seus amados, enquanto a lua permanecer.

“Tendo amado” – essas palavras constituem uma maravilha! O fato de que o Senhor amou homens é realmente uma maravilha. O que havia naqueles discípulos insignificantes que levou o Senhor a amá-los? E o que existe em mim?

Mas, quando o Senhor começa a amar, sua natureza O leva a continuar agindo assim. O amor de Cristo transformou aqueles discípulos em “os seus” – que título especial! Ele os comprou com seu próprio sangue; eles se tornaram o tesouro do Senhor. Pertencendo ao próprio Senhor, Ele não os perderá. Sendo os amados do Senhor, Ele nunca deixará de amá-los. Ó minha alma, o Senhor Jesus nunca cessará de amar-te.

O versículo está corretíssimo, quando afirma:” Até ao fim”. Mesmo até à sua morte, a maior paixão do amor de nosso Senhor reinava em seu coração sagrado. Estas palavras também significam até ao ponto máximo. O Senhor não os podia amar além desse ponto; Ele se entregou pelos discípulos. Alguns lêem essas palavras assim: “Até à perfeição”. Verdadeiramente, o Senhor Jesus derramou sobre os discípulos um perfeito amor, no qual jamais houve qualquer imperfeição, mácula, tolice, infidelidade e restrição.

Este é o amor de Jesus por todos os membros de seu povo. Cantemos uma adoração ao nosso Bem-Amado.

Por: Charles Spurgeon. © 2020 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados.

Promova a Promessas Preciosas em seu blog/site. Clique aqui e pegue o código.