O melhor de Novembro/Dezembro de 2012 [retrospectiva]

1. O Que Acontece com Aqueles que Nunca Ouviram o Evangelho? (vídeo)

O que acontece com as pessoas que nunca ouviram o evangelho? Elas serão condenadas ao inferno? Mas isso é justo? E se elas fizeram o melhor com o que tinham? E se fosse uma boa pessoa? Neste vídeo, David Platt responde a essas perguntas com base em Romanos de 1 a 3. Esse texto da Escritura é o melhor texto a tratar desse assunto.

2. Porque Deus nos Criou? (vídeo-devocional)

Neste devocional, John Piper fala sobre o porquê Deus nos criou com base em Isaías 43:6,7 e 1 Coríntios 10:31.

3. Notas Sobre Batalha Espiritual (artigo)

“Parece-me que muitos (a maioria?) dos crentes teologicamente conservadores da Bíblia (incluindo eu) não pensam muito sobre a batalha espiritual. Talvez seja porque há alguns cristãos malucos que parecem falar apenas sobre a batalha espiritual, da maneira como alguns jovens calvinistas malucos apenas falam sobre predestinação e eleição. Ou, talvez seja porque tudo isso soe um pouco fantasmagórico ou assustador.”

4. Deus Odeia e Ama Pecadores (vídeo)

Você já ouviu o chavão “Deus ama o pecador, mas odeia o pecado”? Isso parece tentar equilibrar textos que dizem que Deus odeia o pecado – como Apocalipse 2:6: ”Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.” – com textos que declaram o amor de Deus – como João 3:16: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”; e Romanos 5:8: “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”. Mas e este versículo: “Os arrogantes não são aceitos na tua presença; odeias todos os que praticam o mal.” (Sl 5:5), onde ele se encaixa nesse chavão? Neste vídeo, David Platt fala sobre o fato de Deus tanto odiar como amar pecadores e nos convida a não negarmos nenhuma dessas verdades bíblicas.

5. Tabela com os Livros da Bíblia (teologia visual)

Tim Challies começou uma série chamada “Visual Theology” [Teologia Visual], tentando exibir teologia usando uma combinação de palavras e imagens.

primeira postagem da série foi um infográfico sobre a ordem da salvação do cristão, o que é conhecido como “Ordo salutis” (correspondente latim para “a ordem da salvação”), que se refere a sequencia de etapas conceituais envolvidos na salvação do cristão.

Hoje, trazemos uma tabela (não ela não é periódica – os químicos e engenheiros químicos me entenderão) com os livros da Bíblia. Bom na verdade trazemos duas imagens. Uma que fizemos em parceria com o Challies e outra que achamos na internet (possivelmente da Sociedade Bíblica do Brasil).

O intuito é fornecer visualmente conteúdo bíblico. Então, sinta-se a vontade para imprimir bem grande e colocar em seu grupo pequeno, sua EBD, na porta do quarto do seu filho. Enfim, use!

6. Em 100 anos você estará morto (pregação completa)

“Em 100 anos, todos vocês estarão mortos. Alguns de vocês, talvez poucos, ouvirão as palavras: “Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” Alguns de vocês, talvez a maioria, ouvirão as palavras mais terríveis que um ser humano pode ouvir: “Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.”

7 Comentários
  1. Matheus Diz

    David Platt não foi meio contraditório no final do video “Deus Odeia e Ama Pecadores”?
    Ele diz que o Deus onisciente sabe de nossos pecados mas depois cita a história(ou estória) do Rolls Royce dizendo que não há absolutamente nenhum registro. Confesso que fiquei boiando.

    Não quero criticar, já que não tenho certeza se compreendi bem, alguém discorda? alguém me explique por favor?

    Seria essa contradição o tal “escândalo”?

    1. Anderson Clayton Diz

      Olá Matheus, Graça e Paz.

      Aparenta contradição, mas não, não é. Deus é onisciente e conhece todos os nossos pecados e naturalmente teríamos que prestar conta de cada um deles. Mais especificamente, todo homem é pecador e Deus conhece todos os pecados cometidos por cada um e haverá um juízo onde cada um destes pecados será apontado, não para que se chegue a um veredicto de culpado, antes, as escrituras nos ensinam que já somos culpados, pois cada um de nós já sabe que peca, logo, a apresentação destes pecados seriam provas da culpa.

      Quanto ao Rolls Royce, ali ele está tratando daqueles que tem suas vestes antes sujas pelo pecado, lavadas pelo sangue de Cristo para purificação, através da fé confessada nEle, do arrependimento verdadeiro e da confissão à Deus destes pecados para perdão.

      Todos somos culpados, todos devemos pagar e o preço estabelecido por Deus, que é tanto o Juiz quanto o ofendido por estes pecados, é a morte. Mas Deus por seu infinito amor manifestou sua misericórdia (que significa que Ele não dá aquilo que é merecido, isto é, a morte) e sua Graça (que significa que Ele dá aquilo que não é merecido, isto é, o perdão) isto é a salvação de Deus, onde aquele que alcança este benefício tem seus pecados, plenamente conhecidos por Deus, apagados, destes Ele não se lembrará mais e estas pessoas não recebem a punição da morte, mas recebem a vida eterna.

      Ainda assim, Deus é santo e não tolera o pecado e também é Justo e não pode permitir que o culpado fique impune, para que a salvação seja possível sem que Deus entre em contradição, o preço anteriormente cobrado pelos nossos pecados, a morte, precisa ser pago. É assim que recebemos o maravilhoso Evangelho de Jesus Cristo, evangelho que significa verdadeiramente boas novas, Cristo foi oferecido pelo próprio Pai e Ele mesmo se ofereceu para pagar o preço em nosso lugar, então Deus derramou sobre o Ele o castigo que a nós estava reservado, Jesus Cristo morreu em nosso lugar para que o preço fosse pago e então os nossos pecados fossem esquecidos, como no caso do Rolls Royce.

      Porém, novamente nem todos tem acesso a esta salvação, apenas aqueles que crerem que Jesus Cristo é este salvador e reconhecendo seus pecados, se arrependam e confessam os mesmos e entreguem suas vidas a Jesus, pois antes, enquanto pecávamos, eramos escravos do pecado, pois ele dominava nossas vontades, mas uma vez depositada a fé em Jesus e por Ele libertos, somos libertados do pecado, mas somos neste caso comprados por Ele, logo, imagine que você deve àquele que pagou o seu preço, neste caso devemos entregar nossas vidas a Ele para viver como Ele, como nosso novo Senhor nos ordenar.

      Resumindo, Deus esquece os pecados que os crentes haviam cometido e ainda podem vir a cometer, pois para estes não há mais dívida, para os descrentes, Deus não se esquecerá de nenhum sequer e esse terá que pagar um por um.

      Espero ter respondido e também não ter sido detalhista de mais, mas é bom para todos que lerem. Referências bíblicas para tudo isto, entre em contato: [email protected]

      Deus abençoe.

  2. Deyvison Rabelo Nunes Diz

    paul washe tem sido um grande referencial

  3. Anderson Ribeiro da Silva Diz

    MARAVILHA …BENÇÃO DE NOSSO DEUS

  4. Mauricio Duarte Diz

    REMANESCENTE…

  5. Alex Dantas Diz

    Deus é bom e justo.

  6. Antonia Rodrigues Diz

    Glória a Deus.

Comentários estão fechados.