um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Martírio de cristãos pelo Estado Islâmico: uma reflexão bíblica

A maioria de nós leu a história dos 21 cristãos egípcios sequestrados na Líbia. Um vídeo do Estado Islâmico mostrou cerca de 12 deles sendo decapitados, e é quase certo que todos eles foram assassinados.

Não estamos surpresos

Jesus nos disse para esperar perseguição, ensinando os seus discípulos que os incrédulos nos odiariam assim como o odiaram (João 15.18-20).

Jesus previu que alguns daqueles nos matariam, pensariam estar oferecendo serviço a Deus (João 16.2).

Embora a maioria de nós não venha a perder a própria vida em nome de Cristo, não devemos ficar surpresos se isso acontecer. Todos nós precisamos estar prontos para entregar as nossas vidas por Cristo. “Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo” (Lucas 14.26).

Somos mais que vencedores

Jesus nos chama a ser fiéis até a morte para receber a coroa da vida (Apocalipse 2.10).

Jesus também nos chama a nos alegrarmos quando perseguidos, pois é grande honra morrer pelo nosso Senhor e Salvador, e a nossa recompensa excederá em muito o nosso sofrimento (Mateus 5.10-12; Atos 5.41). Naturalmente, podemos ficar temerosos e assustados com tal possibilidade, preocupados de que não tenhamos a força para sofrer. E não temos a força em nós mesmos, mas Deus promete ser conosco no fogo e na água (Isaías 43.2), e promete nos dar graça para suportar o que há de mais difícil. “Deus pode fazer-vos abundar em toda graça, a fim de que, tendo sempre, em tudo, ampla suficiência, superabundeis em toda boa obra” (2 Coríntios 9.8).

Ao morrer em nome de Cristo, ao não amar as nossas próprias vidas mesmo mediante a morte, não somos perdedores, mas vencedores; não somos vencidos pelo mal. Pelo contrário, somos “mais que vencedores” (Romanos 8.37; Apocalipse 12.11). Aqueles que são mortos em nome de Cristo ressuscitam e reinam com Jesus Cristo (Apocalipse 20.4).

Choramos com os que choram

Paulo diz que “o viver é Cristo, e o morrer é lucro” (Filipenses 1.21). Ainda assim, a questão não é simplista, e a vida não é fácil. Nós choramos com aqueles que choram (Romanos 12.15). Paulo disse que se Epafrodito tivesse morrido, ele teria experimentado “tristeza sobre tristeza” (Filipenses 2.27). A tristeza enche os corações daqueles que ficam.

Oramos tanto pelos nossos inimigos quanto pelos nossos irmãos e irmãs que sofrem

Precisamos de uma graça especial para orar pela salvação daqueles que praticaram tamanho mal.

Também oramos pelos nossos irmãos e irmãs que sofrem ao redor do mundo; pedimos que Deus conceda a eles alegria, força e perseverança para suportar até o fim.

Oramos para que Deus os proteja e sustente a sua igreja.

Oramos pelo justo juízo de Deus

Ao mesmo tempo, assim como os mártires debaixo do altar em Apocalipse 6.9-11, nós clamamos: “Até quando, ó Soberano Senhor?” Quando tu agirás com justiça para com este mundo? Quando tu vindicarás os teus santos e julgará os perversos por amor ao teu grande nome?

O dia do juízo está chegando, o dia em que tudo será ajustado. Enquanto isso, Deus está chamando muitos mais para serem seus filhos, mesmo dentre aqueles que nos perseguem. Nós louvamos a Deus tanto pelo seu amor salvador quanto pelo seu justo juízo, e oramos: “Vem, Senhor Jesus” (Apocalipse 22.20).

[dt_call_to_action content_size=”normal” text_align=”left” background=”fancy” line=”true” style=”2″ animation=”right”]

#povodacruz #naçãodacruz

Os assassinos afirmaram que aquela atrocidade era “uma mensagem assinada com sangue para a nação da cruz”. Criamos a capa de Facebook abaixo para declaramos nas redes sociais nossa fé naquele que foi fiel até a morte e morte de cruz.

Povo da Cruz

Compartilhe no Facebook

Clique para baixar

[/dt_call_to_action]

Por: Tom Schreiner. © 2015 The Gospel Coalition. Original: Tom Schreiner: A Biblical Meditation on the ISIS Execution of 21 Christians.

Tradução: Alan Cristie. Revisão: Vinícius Musselman Pimentel. © 2015 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: MinisterioFiel.com.br.

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

15 Comentários
  1. Vagner Amitay Diz

    Eu acredito que tudo isso seja louvável, pois a palavra nos exorta e consola em toda e qualquer circunstâncias. Porém, percebo a igreja Brasileira Expert em falácias, dividida em si mesma, cheia de razões, seria muito mais louvável se se vocês que representam a liderança neste pais se juntassem e fizessem algo pelos nossos irmãos perseguidos. Voltemos ao Evangelho.

  2. Anderson Pereira Diz

    Falar é fácil! Quero ver o autor levar a família dele lá pro Oriente e ficar observando aquele monte de tarados em cima das crianças dele!!! Será que esse tipo de covardia é bíblico?

  3. Filipe Ivo Diz

    Anderson, você realmente interpretou corretamente João 15.18-20? Aliás você já leu essa passagem?

  4. Anderson Pereira Diz

    Filipe Ivo , conheço essa passagem!!! Agora, coloque-se no lugar de quem está lá! Do fundo do coração, o que você faria? Ficaria parado, emanando amor para com o seus inimigos enquanto eles arrancam as cabeças de seus filhos e esposa, ou iria pra cima? Digo isso porque acabei de receber um artigo de um irmão batista, bravo toda a vida, porque cristãos sírios estão montando grupos armados para defenderem suas famílias!!! Segundo esse irmão, essa atitude comprova de que esses sírios não são cristãos coisíssima nenhuma! Eu pelo menos, tiraria minha família daquele lugar. Não creio que o objetivo do Evangelho seja a eliminação completa dos cristãos!!!

  5. Anderson Pereira Diz

    (Mateus 10:22-23) – E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até o fim será salvo. Quando, pois, vos perseguirem nesta cidade, fugi para outra…
    O quê a igreja do Ocidente pode fazer para ajudar todos aqueles irmãos que estão morrendo porque não têm condições financeiras para fugir? Seguir o conselho do autor e ficar orando por elas?
    É só um breve questionamento, sem intenção beligerante!!!

  6. André Cordeiro Diz

    Irmão Vagner Amitay, concordo com a reflexão que sugeriste, pois realmente, como uma Igreja dividida pode atuar eficazmente dentro deste contexto real e cruel, acrescento ainda que, o combate contra o E.I. deve partir tão somente dos Governos, já que estes, recebem autoridade e uma grande comissão a serviço de Deus e dos homens, que é de ser Espada, e estes criminosos devem pagar pelos seus atos. O que as Igrejas Locais Brasileira, ou ocidental devem fazer, além de orar, é interceder, quem sabe, montar um plano estratégico de resgate, com o apoio dos Governos, contudo, como não sou expert neste assunto, porém, creio que algumas Igrejas ou Organizações, como a Portas Abertas, tenham algumas estratégias para resgatar parte destes irmãos. Quando falamos em Obras pela Fé, entramos no campo do sobrenatural atuando sobre o físico, sobre nós, e ai que esta a complexidade, principalmente para nós Cristãos “Brasileiros” ou ocidentais, que vivemos numa realidade totalmente diferente. Que a Paz de Cristo seja com todos.

  7. André Cordeiro Dos Santos Diz

    Irmão Vagner Amitay, concordo com a reflexão que sugeriste, pois realmente, como uma Igreja dividida pode atuar eficazmente dentro deste contexto real e cruel, acrescento ainda que, o combate contra o E.I. deve partir tão somente dos Governos, já que estes, recebem autoridade e uma grande comissão a serviço de Deus e dos homens, que é de ser Espada, e estes criminosos devem pagar pelos seus atos. O que as Igrejas Locais Brasileira, ou ocidental devem fazer, além de orar, é interceder, quem sabe, montar um plano estratégico de resgate, com o apoio dos Governos, contudo, como não sou expert neste assunto, porém, creio que algumas Igrejas ou Organizações, como a Portas Abertas, tenham algumas estratégias para resgatar parte destes irmãos. Quando falamos em Obras pela Fé, entramos no campo do sobrenatural atuando sobre o físico, sobre nós, e ai que esta a complexidade, principalmente para nós Cristãos "Brasileiros" ou ocidentais, que vivemos numa realidade totalmente diferente. Que a Paz de Cristo seja com todos.

  8. Stella Alexandre Diz

    muito boa a sua colocação

  9. Rafael Avelino Diz

    «Então lhes disse: Agora, porém, o que tem bolsa, tome-a, como também o alforge; e o que não tem dinheiro, venda a sua capa e compre espada.» (Lucas 22:36)…O pacifismo "bovino" que muitos tentam incutir nas mentes cristãs é ridículo…Jesus Cristo nos diz para sermos "mansos" em termos religiosos, não devemos buscar a conversão ou o convencimento dos demais de seu evangelho através the força..Porém..Pouco antes de ser executado na cruz o Senhor instrui a seus discípulos que se protejam, e de que forma..Que vendam suas capas e peguem em espadas, pois isto trata-se de um assunto não religioso e sim de um assunto de esfera civil…Em momento nenhum a passividade cristã conota que você deva ser "imolado" sem qualquer tipo de reação..Não existe qualquer apoio bíblico para este tipo de atrocidade que o EI trás ao povo de Deus…Acho que os cristãos/ocidente deveria reagir contra estes bárbaros como forma de legitima defesa…

  10. Gilson Sousa Diz

    Caro irmão, leia Lucas 22:36 no contexto(35-38), e atento a cada palavra de Jesus. Depois leia Mateus 26:51-54, e por ultimo Apocalipse 13:10. O diferencial do cristão, é que ele tem a mente de cristo (I Co 2:16), não deve agir por impulso ou para satisfazer o nosso desejo de justiça (Mesmo que em nosso ser, queiramos aliviar a nossa dor, e defendermos nossas vidas, só o Espírito Santo pode nos ajudar ), pois a vingança é do Senhor!! e aquele que tem sede de justiça, serão saciados.
    Abraços, A Paz do Senhor.

  11. Marcos Falcão Diz

    Observando o exemplo destes homens, vejo o quão superficial e egoísta é o evangelho que temos vivido em nosso país..começando por mim.

  12. Pr Fábio Meireles Diz

    Boa reflexão !!! Não se surpreender, mas também não aceitar.
    O que sei é que breve a GLÓRIA DE DEUS se manifestará nesse mundo e aí eles ficaram surpresos tarde de mais…

  13. Marco Antonio Diz

    Vocês não deveriam fazer, muito menos divulgar e pedir que se divulgue uma imagem como esta, tentando fazer parecer que isso possa lembrar o Senhor Jesus. Vai contra a Palavra de Deus. Ofereçam uma ajuda aos cristãos perseguidos sem ofender a Deus.Isto parece idolatria da ‘Babilônia’ esta religião que adora imagens e escultura e imagens de escultura.

  14. Epson J Diz

    Eu sou um cristão e defenderia a minha família!
    Muito simples essa questão, se coloque no contexto de um cristão que vive no oriente médio. Aquele radicais estuprá as mulheres e matam toda a família cristã. Jamais vou ficar a joelhado ante tal atrocidade.

Comentários estão fechados.