Você está pregando o Evangelho?

É verdade que, onde abundou o pecado, superabundou a graça; então, “permaneceremos no pecado, para que seja a graça mais abundante?” A genuína pregação do evangelho da salvação somente pela graça sempre leva à possibilidade desta censura ser lançada contra a graça. Não existe melhor teste para sabermos se um homem está realmente pregando o evangelho do Novo Testamento: algumas pessoas o entendem mal e o interpretam de maneira errada, de modo que chegam à seguinte conclusão: visto que fomos salvos apenas pela graça, realmente não importa tudo que fazemos, podemos continuar pecando como queremos, pois isto redundará em mais glória da graça de Deus.

Este é um excelente teste para avaliarmos a pregação do evangelho. Se minha pregação deixa de expor o evangelho ao ponto de gerar este mal-entendido, realmente não estou proclamando o evangelho. Pretendo explicar o que estou afirmando. Se um homem anuncia a justificação por meio de obras, jamais teremos aquele entendimento errado. Se ele diz: “Você deseja ir ao céu? Então precisa parar de cometer pecados, viver um vida repleta de boas obras e observar certas coisas até à sua morte, deste modo será um cristão e irá ao céu, quando morrer”. O pregador da mensagem acima não será acusado de ter dito: “Continuemos a pecar, para que a graça seja abundante”. Mas todo fiel pregador que anuncia o evangelho tem sido acusado de anunciar uma mensagem que estimula a pecar! Todos eles têm sido acusados de “antinomianismo” (estar contra a lei). Eu poderia falar a todos os ministros do evangelho: “se a sua pregação do evangelho não tem sido entendida daquela maneira errada, você deve examinar seus sermões novamente; é melhor certificar-se de que está realmente proclamando a salvação anunciada no Novo Testamento aos ímpios, pecadores, mortos em seus delitos e pecados, inimigos de Deus. Existe um certo elemento de perigo na apresentação da doutrina da salvação.

Por: Martyn Lloyd-Jones. © Ministério Fiel. Website: ministeriofiel.com.br. Todos os direitos reservados. Original: Você está pregando o Evangelho?

17 Comentários
  1. Moisés Barros Diz

    Meu amado, respeito seu entendimento quanto a eleição, mas vc nunca lhe fez a seguinte pergunta: como que um Deus que é essencialmente amor, tendo desejo e poder de salvar a todos, escolheria uns para salvação e outros para a perdição? Não iria contra a sua essência??

    1. Rafael Diz

      Mas amigo, se a essência de Deus fosse apenas amor, não existiria nem inferno. Esse é o evangelho cor de rosa, com sabor de morango. Deus possui outros atributos que incluem justiça e santidade, o verdadeiro Evangelho não é difícil de entender, é difícil apenas de engolir.

  2. Roberto Diz

    Não porque Deus é Deus ele e soberano em sua ação ele é dono do homem então lhe apraz fazer oq quiser do q é dele ,por exemplo a casa é sua o carro e seu vc faz oq qiquis pinta a casa e coloca os móveis como vc qer e no carro faz o msm se quiser deixalod sujo vc deixa se qiquis limpar vc limpa e ninguém pode falar oq vc deve ou não fazer do q é seu , então qm somos nos para falar como Deus q é soberano e dobo de tudo deve fazer.

  3. Amanda Diz

    respeito seu posicionamento mas fico me perguntando: então Jesus morreu pelos salvos? E porquê Jesus disse para pregarmos o Evangelho a toda criatura? só iremos falar e nada mudar? mas a Palavra de Deus não volta vazia e Jesus disse que quem crer Nele será salvo. Não consigo enxergar uma compatibilidade de um Deus de amor também ser de exclusão, de seleção. Há uma diferença entre a pessoa querer e não querer Deus, para cada uma dessas coisas há uma consequência.

    1. Rafael Diz

      Olá Amanda, aí q está o grande problema de Deus; se Ele não tomar a iniciativa em transformar corações de pedra em corações de carne ninguém nunca iria querê-Lo. Devemos lembrar que Deus não deve absolutamente nada às pessoas, se elas merecem algo é apenas a Sua santa e justa ira (Ef 2.3). A eleição e a reprovação envolvem e protegem a glória de Deus, porque nos lembram de que Deus é absolutamente livre e soberano em seu eterno conselho.

  4. Aline Diz

    Nós merecíamos a morte, mas aprouve a Deus nos escolher. Precisamos ser gratos e ponto final. Não cabe a nós julgar os atos justos e soberanos de Deus. Todos condenados ao inferno, MAS ELE NOS ESCOLHEU.

    1. Paula Diz

      Perfeito! Romanos 9 mais Romanos 11.34!

  5. Paula Diz

    Leia Romanos 9 e que o Espírito Santo fale com vc. Romanos 11.34 tb!

  6. Paula Diz

    “Todavia, antes que os gêmeos nascessem ou fizessem qualquer coisa boa ou má—a fim de que o propósito de Deus conforme a eleição permanecesse, não por obras, mas por aquele que chama—, foi dito a ela: “O mais velho servirá ao mais novo”.

    E então, que diremos? Acaso Deus é injusto? De maneira nenhuma! Pois ele diz a Moisés: “Terei misericórdia de quem eu quiser ter misericórdia e terei compaixão de quem eu quiser ter compaixão”. Portanto, isso não depende do desejo ou do esforço humano, mas da misericórdia de Deus.

    Portanto, Deus tem misericórdia de quem ele quer e endurece a quem ele quer. Mas algum de vocês me dirá: “Então, por que Deus ainda nos culpa? Pois quem resiste à sua vontade?” Mas quem é você, ó homem, para questionar a Deus? “Acaso aquilo que é formado pode dizer ao que o formou: ‘Por que me fizeste assim?’ ” O oleiro não tem direito de fazer do mesmo barro um vaso para fins nobres e outro para uso desonroso? E se Deus, querendo mostrar a sua ira e tornar conhecido o seu poder, suportou com grande paciência os vasos de sua ira, preparados para a destruição? Que dizer, se ele fez isso para tornar conhecidas as riquezas de sua glória aos vasos de sua misericórdia, que preparou de antemão para glória,”
    ‭‭Romanos‬ ‭9:11-12, 14-16, 18-23‬ ‭NVI‬‬
    http://bible.com/129/rom.9.11-12,14-16,18-23.nvi

  7. Luciano Felício Diz

    ” Ele vos vivificou, estando vós mortos e vossos delitos e pecados, …Efésios 2:1 em dante. Em João 15:16 Não fostes vós que escolhestes a mim, ao contrário eu vos escolhi…. Não cabe a criatura questionar os métodos do criador. Louvado seja que Deus que nos escolheu!!! Devemos agora como eleitos de Deus testemunhar e anunciar as boas novas. abraço a todos!

  8. isac Diz

    muito bom os comentários;;; Deus é Deus…e ele faz o que quer;;;quem somos nos pra dizer algo ao contrario.
    Cafarnaum,porventura seras elevadas até o céu?até o hades desceras;porque se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se operara,teria ela permanecido até hoje. MT 11. 23. então Deus não quis que fosse feito os milagres lá;;;ponto;;

  9. Fabricio Gouvea Diz

    Não conseguir entender o texto… alguém poderia me ajudar a entender?

  10. […] Você está pregando o Evangelho? […]

  11. Miguel Valadão Diz

    A eleição não parte de uma escolha, ou de favoritismo da Parte de Deus ( Sua oniciencia o faz saber quem sao aqueles que vao abrir o coração e receber o evangelho) todos estaremos indisculpaveis diante de Deus pois todos foram salvos mas nem todos nasceram de novo para um vivo e novo caminho cristologico!!!!!

  12. Miguel Valadão Diz

    Ele é o princípio (Criador), Meio (salvador) e fim (Todo joelho se dodrará e toda língua confessará que Ele é Deus)!!!!!!#

  13. Rogério de Oliveira Diz

    A questão da eleição leva a seguinte didática, temos que nos doar pelos outros em amor como Cristo nos amou, anunciando a verdade e mostrando a fé viva em obras Nele e não enumerar o juízo de Deus como o nosso pensamento limitado faz, em parecer uma doutrina incompreensível. A muita distorção no evangelho por falta de conhecimento, então, muita gente define, aceitar Jesus e acabou…e aí as outras doutrinas são inaceitáveis por não compreenderam, mas, por isso, o que perseverar ( conhecer o seu Senhor ) até o fim será salvo. Essa é a certeza de ser eleito.

  14. IRONE Diz

    LEIAM JOAO 17: 03 .NAO DEVEMOS COMPLICAR AS COISA , É SIMPLES.

Comentários estão fechados.