um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Os Atributos de Deus

O que é essencial?

Jeremias 9: 23, 24

“Assim diz o SENHOR: “Não se glorie o sábio em sua sabedoria nem o forte em sua força nem o rico em sua riqueza, mas quem se gloriar, glorie-se nisto: em compreender-me e conhecer-me, pois eu sou o SENHOR e ajo com lealdade, com justiça e com retidão sobre a terra, pois é dessas coisas que me agrado”, declara o SENHOR.”

Vivemos em uma sociedade com tantos supérfluos que constantemente as pessoas se perguntam o que é essencial para a existência do Homem. Alguns dizem saúde, outros família, outros ainda amigos. Todos estes estão errados. O essencial, o principal, o mais importante é conhecer e compreender a Deus. Não há nada acima, nada ao lado e nem podemos falar que há algo abaixo disso, porque não há como comparar o conhecimento de Deus com qualquer outra coisa.

Deixe-me esclarecer algo (principalmente tendo em vista a degradação da pregação moderna em auto-ajuda): conhecer a Deus não é aprender alguns princípios para você ter “o melhor de sua vida hoje”. Não é ensinar a nós mesmo uma pretensa “sabedoria” para aplicarmos em nossa vida e termos sucesso. Conhecer a Deus não é um meio para alcançarmos nosso bem-estar egocêntrico. É o mais majestoso de todos os fins. Nós fomos criados para conhecer a Deus e nos gloriarmos nele.

Entretanto, também não é conhecimento somente pelo conhecimento. Não é nos gloriarmos em termos uma teologia correta. Não é buscar só a verdade. É buscar a realidade dessas verdades em nossas vidas. Um papagaio pode repetir palavras corretas. Um computador pode ler sermões. A verdade tem que formar raízes firmes que crescem e frutificam para a glória de Deus. Não é tudo sobre verdade! É tudo sobre Deus! A. W. Pink sintetizou magistralmente isso em seu livro “Os Atributos de Deus”:

“Necessitamos algo mais que um conhecimento teórico de Deus. Só conhecemos verdadeiramente a Deus em nossa alma, quando nos rendemos a Ele, quando nos submetemos à Sua autoridade e quando os Seus preceitos e mandamentos regulam todos os pormenores da nossa vida.”

O conhecimento, o orgulho e a humildade. Lendo o texto vemos que ele fala para o sábio não se orgulhar na sua sabedoria, nem o forte na sua força, nem o rico na sua riqueza. Mas, por quê? Se ele falasse ‘não se orgulhe o tolo em sua sabedoria’ seria de fácil compreensão já que este não a possui.

O que creio que o texto quer dizer é o seguinte: o sábio não deve se orgulhar porque se sua sabedoria é humana então ela é vaidade, “porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens” (1 Coríntios 1: 25), contudo, se sua sabedoria vem de Deus então ele não tem do que se orgulhar, afinal, vem de Deus e não dele próprio.

1 Coríntios 4: 7

“Porque, quem te faz diferente? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houveras recebido?”

Porque se gloriar em sabedoria? Glorie-se naquele que dá sabedoria à pequena mente humana. Não há nada em você mesmo que você possa se gloriar. Nada!

Ademais, quem em sã consciência alegaria ter contado todas as estrelas do céu ou as areias do mar? Quanto mais quem se gloriará em dizer que conhece tudo de Deus? A verdade é que quanto mais de Deus você souber mais você saberá que nada ou muito pouco realmente sabe. Esse texto não nos encoraja a nos gloriarmos em nosso conhecimento de Deus, e sim naquilo que Ele revelou de si mesmo a nós.

João 3: 27

“João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu.”

Não é o tipo de homem que diz: “todos os olhos foquem em mim e eu irei falar desse Deus”, como se ele fosse um mediador; mas, sim, o homem que diz: “olhem o que esse grande Deus fez na história; olhem o que Deus fala de si mesmo” e reconhece que sem Deus ele é absolutamente nada, que entendeu o que o conhecimento de Deus produz no ser humano. Este segundo tipo de pessoa fica apontando e apontado e apontando somente para Cristo e, em concordância com João Batista, afirma:

João 3: 30

É necessário que ele cresça e que eu diminua.

Portanto,

Oséias 6:3

“Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor…”

Bibliografia

– PINK, A. W. Os Atributos de Deus. Trad. Odayr Olivetti, S.Paulo, PES, 1990. (para baixar o e-book clique aqui)

– WASHER, Paul David. Sermão “The Knowledge of God –Introduction”, pregado na HeartCry Conference 2005 – The Attributes of God (para baixar clique aqui)

6 Comentários
  1. Junior Diz

    Parabéns pelo Blog!!

    Seus posts estão muito edificantes.
    Louvado seja Deus pela sua vida.
    Quando puder, dê uma passadinha em nosso Blog e deixe sua contribuição.

    Fraternalmente
    Junior

  2. Juber Donizete Gonçalves Diz

    Vinícius,

    Artigo maravilhoso esse sobre os atribuitos de Deus. Muito bem analisado biblicamente.

    Parabéns pelo blog e pelos artigos,

    Abraço.

    Juber

  3. Clóvis Diz

    Vinicius,

    Pelo jeito, você também gosta do Arthur Pink. Eu o acho incrível, ele diz verdades profundas com uma simplicidade surpreendente.

    Pena que seja tão pouco publicado em português.

  4. zizi Diz

    blessed ;)

  5. NacionalBlog Diz

    Olá, irmãos! Graça e paz!

    Vocês tem a mesma visão que nós, da Igreja Batista Nacional de Areia Branca-RN, temos. Por isso, com muita satisfação, gostaríamos de fazer um convite a vocês:

    Gostaríamos que participassem do nosso fórum. Seria uma honra tê-los em nosso meio escrevendo mensagens tão edificantes para o povo de Deus. Estou escrevendo através de um comentário, pois não vi outra forma de falar com vocês. O endereço do nosso fórum é http://www.batistanacional.forumeiros.com. E o nosso e-mail é: [email protected].

    Com certeza, faremos questão de divulgar este blog. Será uma honra!

    Então, isso é tudo, irmãos. Aguardo resposta, seja pra sim ou pra não. Meu nome é Filipe de Souza.

    Um forte abraço, fiquem com Deus.

    PS.: Não aceite esse comentário. Só estou falando por aqui em virtude de não possuir o e-mail de vocês.

  6. Izah Borges Diz

    Glória a Deus por isso!
    Cada dia desejo ser fiel à Deus, e como disse João: q E’le cresça e eu diminua.
    Somente sua beleza e glória será vista!
    Amém, obrigada pelos artigos, sempre são muito edificantes!

Comentários estão fechados.