um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

O Inferno É Necessário

“A coisa mais maravilhosa do céu é que Deus está lá.
A coisa mais terrível do inferno é que Deus também está lá.”

Este vídeo não é uma questão de gosto pessoal e sim uma questão de temor.

Pense nisso antes de comentar.

Transcrição

Quantos de vocês acham que irão para o inferno?

O mundo tem se convencido de que este é um lugar para o qual eles não vão. Ninguém quer acreditar que vai pra lá. Alguns de vocês que leram este texto, eu sei, eu sei baseado no que a Palavra de Deus me diz, alguns de vocês neste lugar que ouvem minha voz irão para o lugar que eu descrevo hoje.

Alguns de vocês estão indo em direção para lá, você acha que não, mas agora mesmo você provoca Deus com sua própria presença no Seu culto hoje, porque você não tem Cristo. Você não tem esperança. Você está sem Deus. Mas você acha que não vai pra lá. Você acha que de alguma forma você vai argumentar, que você vai encontrar uma solução por causa de algo que você fez ou tem feito, ou tem esperança de fazê-lo no futuro. De alguma você planeja escapar deste lugar.

Três pessoas a cada segundo estão entrando na eternidade (estalando os dedos). Estas almas estão rapidamente saindo deste mundo e entrando num inferno eterno ou numa alegria eterna. E a Palavra de Deus diz que a maioria destes, estão no caminho largo que conduz a perdição, Cristo é o único caminho para o Pai. Aqueles que são Budistas neste mundo estão entrando em condenação. Aqueles que estão morrendo em práticas Mulçumanas estão indo. Católicos praticantes, se eles estão adorando Maria, eles não são adoradores de Cristo. Seu nome está em um destes estalos. Pense nisso, outro e mais outro e mais outro e mais outro e mais outro. Eles estão entrando na eternidade agora mesmo. E mais outro e mais outro. A cada respiração sua, neste exato momento mais almas estão entrando na eternidade.

Se pudéssemos trazer os condenados do inferno agora mesmo o que eles nos diriam? “Eu nunca pensei estar aqui, eu nunca pensei, eu nunca pensei que o inferno me tragaria. Eu achei que estava tudo resolvido. Fui tragado num só momento. Fui tragado num momento que eu não esperava.” E outro e mais outro, eles estão entrando na eternidade, eles não estão esperando serem tragados pelo inferno, mas ele os traga.

Se você está sem Cristo, seus pecados estão aumentando, e está chegando o momento quando Deus não vai mais suportar sua estada aqui.

É glorioso, é terrível, e é aterrorizante. Porque nos revela um lado Deus que geralmente não gostamos de admitir que seja real e que existe. Mas é necessário. Nós amamos falar sobre o amor de Deus, a bondade de Deus, a misericórdia de Deus, a compaixão de Deus, a paciência de Deus. As tenras misericórdias de Deus. Oh como é bom, como é bom. Bom é dar graças a Deus por estas coisas. Mas quando pensamos na severidade do inferno você começa a entender que isso não é um tapinha nas costas.

Inferno é temível. É horrível. Nós lemos nossas Bíblias e podemos passar por estes textos tão livremente, tão facilmente. “Choro e ranger de dentes”. Em Mateus 18, fala sobre o inferno de fogo. Inferno é um lugar de fogo. E você abre aquela porta e há uma ira infernal dentro daquela fornalha. E Cristo descreve o inferno como uma fornalha ardente. Imagine sendo empurrado por aquele pequeno buraco e a porta sendo fechada! E nunca será aberta. Nunca será aberta.

Deveria afetar profundamente nossas mentes saber que o inferno é um lugar de dor inimaginável. O homem em Lucas 16, clamou em seus tormentos se ele poderia ter apenas uma gota de água em sua língua. Mas nem isso lhe seria concedido. O que é mais terrível sobre o inferno não é que ele é apenas uma fornalha ardente. Não apenas como Isaías diria: “Deus que pode habitar com fogo consumidor, mas quem pode habitar com chamas eternas?” (Is 33:14). Eternas… Isto é o horror dos horrores sobre o inferno. É que ele nunca acaba. É doloroso, é torturante, é angustiante. Nossa geração sabe muito pouco sobre a dor. Nós temos muitos medicamentos, tantos para aliviar a dor, mas aqui não haverá nada para aliviá-la. Deus não aliviará sua dor não importa o quanto você grite, não importa o quanto você chore.

Você irá chorar, penso nisso, chorar para sempre. Você irá chorar, se você for para inferno, você irá chorar mais do que todo o choro de todo as épocas de todo o planeta terra. Você encherá a medida do choro de cada indivíduo que passou pela vida. Porque você vai chorar e chorar e chorar. E há a idéia do ranger de dentes… Não só na sua insuportável dor excruciante. Mas há lugares nas Escrituras que o ranger de dentes é associado ao ódio também. O ódio! Contra os outros, o ódio contra você mesmo, e ainda ódio contra Deus. Inferno não é o que alguns o fazem ser, como o purgatório. Inferno não melhora ninguém. A doutrina do inferno é sobre destruição eterna. Não melhora, destrói tudo que tenha qualquer aparência de bom. A imagem de Deus que está sobre você será eternamente desfigurada e manchada, você se torna mais e mais desprezível com o passar das eras.

Deus diz em Ezequiel 8:18 “Pelo que também eu os tratarei com furor, os meus olhos não pouparão, nem terei piedade. Ainda que me gritem aos ouvidos em alta voz, nem assim os ouvirei”. Ele te odiará com um ódio perfeito. Ele te odiará e terá você. Está é a coisa mais terrível do inferno. O texto que lemos diz que aqueles que estão no inferno serão atormentados onde? Na presença dos santos anjos e do Cordeiro (Ap. 14:10). A coisa mais terrível do inferno não é a total ausência de Deus e sim a total ausência de Suas bênçãos. Você consegue imaginar nunca mais nenhuma alegria, mais nenhum conforto? Mas Deus estará lá. Uma das coisas mais terríveis sobre Deus é que horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo. Ele é um fogo consumidor.

Você vem a um texto como João 3:36, a ira de Deus permanece sobre você, se você não for um crente em Jesus Cristo. Já permanece! Isto não significa que Deus anda por aí com um sorriso perpétuo sobre você. Significa o que realmente diz: A ira Dele está sobre você. Se vocês podem ter essa idéia em suas mentes, em suas almas, em seus pensamentos, que há alguns de nós neste lugar agora mesmo que sentam aqui com relativa facilidade. Deus odeia você. A ira de Deus, a indignação de Deus, o ódio de Deus é direcionado a você.

Isto não é uma brincadeira. Se você não tem certeza… Se… alguma coisa soa ser verdadeiro em sua consciência. Que você está em grande perigo. Cristo está pronto a perdoar. Hoje é um dia de misericórdia. Hoje é um dia de graça. Hoje a voz de Cristo te chama: “Venham, venham vocês que estão cansados e sobrecarregados. Eu darei descanso para vossas almas. Venham.” Hoje é: “Venham,venham, venham”. Mas depois será: “Apartai-vos, apartai-vos, apartai-vos”. “Apartai-vos…” E a porta será fechada. Estará tudo acabado. Não haverá mais esperança, não mais.

Seja qual for o pecado que você tem de abandonar, Ele diz: “É melhor ficar cego do que com dois olhos ir para o fogo eterno”. Você pode ter alguns amigos. Você pode ter alguém que exerça pressão sobre você. Você anda com amigos que ririam de você, se você fizesse isso. Não deixe ninguém ser responsável pela condenação de sua alma. Há muita coisa em jogo. E não acredite, como alguns dizem, que há uma grande festa no inferno. Não é assim. Você vai olhar e vai ranger os dentes contra eles se ambos estiverem encerrados no inferno. Você dirá: “Maldito. maldito. Eu estou aqui por sua causa. Você me levou a esse pecado.” Isso não é uma brincadeira. Sua alma está em jogo. Sua alma está em jogo. Oh que Deus te ajude.

Vídeo Inédito do Voltemos ao Evangelho.

Gostaria de aproveitar e informar a todos que a página do YouTube do VE mudou. Nesta nova página conto com a colaboração de Joelson Galvão, um amado irmão em Cristo e quem sabe, futuramente, de outros. Creio que esta parceria será muito produtiva. O vídeo acima é o resultado disso, sendo que a maior parte do trabalho foi do irmão Joelson..

27 Comentários
  1. Ednaldo Diz

    Paz Vini,

    Obrigado por mais um jam traduzido.

    Ednaldo.

  2. Vitor Cid Diz

    Cara, vi seu comentário em meu blog sobre o Paul Washer e obrigado pelo convite ao seu site: está muito completo e bonito! + 1 pérola encontrada nas ondas cibernéticas, assinei o feed.

    1 abraço

    Vitor

  3. Anonymous Diz

    Os vídeos são bons, mensagens muito sérias, solicito que coloquem mais vídeos, mais vídeos, espero que sempre estejam traduzindo e colocando para serem vistos. Paz.

  4. Jonathan Oliveira Diz

    Realmente, o que que temos feito pelo evangelho? Ou melhor, o que temos feito pelas pessoas? Como podemos dizer que gostamos de alguém, se não lhe mostramos o perigo que corre sem ter CRISTO como seu único Senhor e Salvador? Devemos orar,devemos viver, devemos ser cristão no sentido mais literal da palavra. Não vamos perder a oportunidade de livrar pessoas deste lugar terrível que é o inferno! Não temos autoridade para dizer que alguém é salvo, mas temos a autoridade de pregar o evangelho, pois é a ordem do SENHOR (Mc 16.15)

    Que DEUS nós ajude em tal intento,
    pois Dele dependemos para levar este evangelho.

    Jonathan Oliveira

    PS: Vini, que o SENHOR abençoe ricamente a tua vida. Tenho orado por você. Você tem sido usado através deste site para DEUS falar poderosamente ao meu coração. Abraços fraternais

  5. Anonymous Diz

    ola irmao vini realmente seu site é uma bençao que o senhor colocou ao meu a alcance,que o senhor possa te abençoar cada vez mais e mais.OBS;irmao sera que,voce poderia postar mais pregaçoes do pastor david wilkerson,ja traduzidos.abraços!

  6. Anonymous Diz

    tudo aqui declarado não só em tua palavra,mas do Evangelho" é pura verdade!
    precisamos acordar. pois a vinda do Rei Jesus esta proxima, ele quer salvar …

  7. Priscila Diz

    Nunca havia visto antes uma pregação sobre o inferno como esta.Realmente me fez acordar.Onde posso encontrar a pregação inteira?

  8. (-V-) Diz

    Priscila,

    Estamos ainda traduzindo a pregação completa.

    Paz

  9. Thaissa Diz

    Palavra muito boa. Muito rica. Porém, existem alguns pontos a serem comentados. Me incomoda e idéia de que muitos voltarão a cristo por esse video, ou seja, por medo do inferno. Isso não é certo. Eu não posso servir e ser fiel a Deus simplesmente por que não quero ir ao inferno! Eu preciso servir e ser fiel a Deus por que o amo e tenho prazer e satisfação em segui-lo. ''se for pra te adorar por medo do inferno, queima-me no inferno. Se for pra te adorar pelo paraíso, excluia-me do paraiso. Mas se for pra te adorar por quem tu és, não esconda de mim a tua face''. A partir de hoje, tente pensar diferente sobre o inferno e elucidar á você mesmo, se o seu amor por cristo é real. Pense dessa maneira: '' Foi declarado e provado que o inferno não existe… e aí, você continuaria servindo, renunciando o pecado e sendo um cristão integro?'' Se não, é por que você não ama verdadeiramente a critso e apaixonado em servi-lo. Se sim, é por que você é um verdadeiro cristão! Não me importa se o o inferno exista ou não, se eu estou sujeito a conhece-lo ou não, o que me importa é agradar á Deus, indepente do que eu ganhe com isso ! Eu quero servir á Deus não por medo do inferno, mas por que há um desejo ardente em conhêce-lo mais e mais! Que vocês amados, pensem sobre isso!
    A paz de cristo.

  10. (-V-) Diz

    Thaissa,

    Apesar de concordar com boa parte do que você disse, quero ressaltar alguns pontos:

    1) Cristo foi quem mais falou do inferno, falando que as pessoas devem "temer a Deus que pode jogar no inferno tanto corpo como alma".
    2) O medo do inferno nos leva a Cristo, contudo não para aí. Quem tem a Cristo somente como um ticket para o céu não é um verdadeiro cristão.
    3) Saber que Cristo nos livrou dos terrores eternos do inferno nos leva a apreciar mais a graça de Deus e a amá-lo mais, pois nos lembra de quanto nós fomos perdoados; e quem foi mais perdoado, mais amou.

    Em Cristo,
    Vini

  11. Luis Henrique Diz

    Pura palhaçada . Aposto que irão apagar este comentário pois não querem que saibamos desta verdade , que se trata apenas de um discurso barato . Mas não há problema , pois este comentário se propagará da mesma forma , quer apareça no site ou não . Tudo isso é demagogia , e o que estes oportunistas mais querem é manipular os outros com o medo .

    Se não tivermos medo do inferno , que importância terá este site? Que importância terá aquele coitado que aparece neste vídeo? Eu diria que quem está precisando de salvação são as pessoas que se deixam levar por estes comentários idiotas. O mundo só será mais feliz quando as religiões deixarem de existir . Quando os “religiosos” pararem tentar colocar medo nas pessoas . Caso contrário , a humanidade está destinada a apenas viver no medo : medo do inferno ; medo da condenação ; medo da vida ; medo de tudo . . .

    Agora eu pergunto : será que vale a pena viver assim ? Não devemos nos amedrontar diante destes pobres diabos . Eles sim são o nosso inferno.

    1. Vini Diz

      Não é tola uma mãe que diz ao seu filho: não pule do precipício senão você irá morrer.

  12. Denielle Diz

    Fico um pouco temerosa sobre a pregação. Diz que a única salvação está na própria religião do pregador, quando o próprio Cristo no deixou que a salvação está no amor a Deus e em nossos semelhantes. A cada um segundo a sua obra. Nunca foi falado que a religião salvaria, e sim os nossos atos que confirmariam o nosso amor a Deus. Como amar a Deus induzindo a intolerância? Não creio e nunca irei crer nesse deus que castiga eternamente seus filhos, se nós pobres imperfeitos aprendemos muitas vezes a perdoar. Em nossa imensa falta de humildade(ao contrário do Cristo que declaramos seguir) nos perdemos julgando erradas as decisões alheias e esquecemos de trilhar o caminho da caridade, que era a máxima de Jesus. Julguem correto o caminho que escolheram pra si, mas deixem que cada qual escolha corretamente o seu caminho ao Pai Eterno. “Há muitas moradas na casa de me Pai.”

    1. Vini Diz

      Denielle,

      Aqui vão algumas coisas para pensarmos juntos:

      1) Jesus foi quem mais falou do inferno e da eternidade da condenação na Bíblia inteira. Aqui vão 3 exemplos, sinta-se a vontade para ver o contexto:
      Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei. Lucas 12:5
      Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno. Mateus 5:22
      E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. Mateus 25:46

      2) A salvação está em Cristo. Somente através do sacrifício dEle na cruz é que pecadores dignos do inferno e da condenação eterna, podem, pela fé, serem tidos como justos diante de Deus e assim ter paz com Deus.

      3) Um justo Juiz não pode simplesmente “perdoar” um pecado. A bíblia fala que “O que justifica o ímpio, e o que condena o justo, tanto um como o outro são abomináveis ao SENHOR” (Provérbios 17:15). Se Deus justificasse o ímpio Ele seria abominável aos Seus próprios olhos. Então, nisso nós vemos o grande amor de Deus em oferecer ao homem um caminho de salvação em Cristo; porque aqueles que creem em Cristo tem a justiça perfeita de Cristo como deles e a condenação deles, Cristo a sofreu.

      4) Nossas obras não podem nos salvar. Como disse assim, Deus seria injusto se deixasse um menor pecado impune. E lhe pergunto: você já pecou sequer uma vez? E o problema é ainda maior, porque nós estamos sempre pecando, porque quem aqui pode afirmar que ama a Deus sobre todas as coisas e com tudo e em todo momento. Nós não amamos e honramos a Deus como Ele é digno. Até nossas boas obras estão manchadas por inúmeros pecados. Como podemos oferecer essas obras imperfeitas para um Deus perfeito e esperar que Ele aceite? É por isso que Cristo ofereceu um sacrifício perfeito em favor daqueles que creem.

      Paz, que só Cristo, o único caminho, pode dar.

    2. Denielle Diz

      Vini, que Deus justo então deixaria uma criança viver um tempo em que não poderia cometer pecado, enquanto outros vivem tempo bastante pra cometer esse pecado? Então mais fácil seria viver menos pra não ter tempo de pecar e já ser salvo. Deus é justo, infinitamente bom e benevolente, criador de tudo Onipotente, não deixaria uma criatura (diabo) solto simplesmente por capricho pra nos testar. A maldade é algo criado pro nós e cabe a nós vencê-la, dandonos Deus o tempo quer precisarmos, como Pai Amoroso que é. Juizes da terra dão castigos, Deus nos deixa em aprendizado.

    3. Vini Diz

      Daniela,

      1) Devemos entender o que Deus faz a partir da Bíblia e não de nosso próprio entendimento. Você simplesmente deu o que você acha. Se assim for, teremos um deus pessoal para cada um. Não devemos confiar em nossas pequenas mentes em achar o que Deus deve ou não fazer. Devemos olhar para a Revelação de Deus: a Bíblia.

      2) Eu não entendi porque você duvida da justiça de Deus. Se aprouve Deus mostrar graça com uma criança e não mostrar com um adulto, a graça dele é livre. Quem somos nós para chamar a graça de Deus de injusta?

      3) Como mostrei, Jesus afirmou que Deus irá castigar os ímpios eternamente, e não admoestá-los como um pai.

      4) Para entender o papel do diabo veja este vídeo: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2010/03/pve-por-que-deus-permite-que-satanas-viva/

    4. Denielle Diz

      Adorei a reflexão desse Pastor
      batista:

      “Parece mentira, mas foi verdade. No dia 1°/Abr/2010, o elenco do Santos atual campeão paulista de futebol foi a uma instituição que abriga trinta e quatro pessoas. O objetivo era distribuir ovos de Páscoa para crianças e adolescentes, a maioria com paralisia cerebral.

      Ocorreu que boa parte dos atletas não saiu do ônibus que os levou.

      Entre estes, Robinho (26a), Neymar (18a), Ganso (21a), Fábio Costa (32a), Durval (29a), Léo(24a), Marquinhos (28a) e André (19a) todos ídolos super-aguardados.

      O motivo teria sido religioso: a instituição era o Lar Espírita Mensageiros da Luz, de Santos-SP, cujo lema é Assistência à Paralisia Cerebral.

      Visivelmente constrangido, o técnico Dorival Jr. tentou convencer o grupo a participar da ação de caridade. Posteriormente, o Santos informou que os jogadores não entraram no local simplesmente porque não quiseram.

      Dentro da instituição, os outros jogadores participaram da doação dos 600 ovos, entre eles, Felipe (22a), Edu Dracena (29a), Arouca (23a), Pará (24a) e Wesley (22a), que conversaram e brincaram com as crianças.

      Eis que o escritor, conferencista e Pastor (com P maiúsculo) ED RENÉ KIVITZ, da Igreja Batista de Água Branca (São Paulo), fez uma análise profunda sobre o ocorrido e escreveu o texto “No Brasil, futebol é religião”, que abaixo tenho o prazer de compartilhar.
      ____________ _________ _________ _________
      No Brasil, futebol é religião por Ed Rene Kivitz

      Os meninos da Vila pisaram na bola. Mas prefiro sair em sua defesa. Eles não erraram sozinhos. Fizeram a cabeça deles. O mundo religioso é mestre em fazer a cabeça dos outros. Por isso, cada vez mais me convenço que o Cristianismo implica a superação da religião, e cada vez mais me dedico a pensar nas categorias da espiritualidade, em detrimento das categorias da religião.

      A religião está baseada nos ritos, dogmas e credos, tabus e códigos morais de cada tradição de fé. A espiritualidade está fundamentada nos conteúdos universais de todas e cada uma das tradições de fé.

      Quando você começa a discutir quem vai para céu e quem vai para o inferno; ou se Deus é a favor ou contra à prática do homossexualismo; ou mesmo se você tem que subir uma escada de joelhos ou dar o dízimo na igreja para alcançar o favor de Deus, você está discutindo religião. Quando você começa a discutir se o correto é a reencarnação ou a ressurreição, a teoria de Darwin ou a narrativa do Gênesis, e se o livro certo é a Bíblia ou o Corão, você está discutindo religião. Quando você fica perguntando se a instituição social é espírita kardecista, evangélica, ou católica, você está discutindo religião.

      O problema é que toda vez que você discute religião você afasta as pessoas umas das outras, promove o sectarismo e a
      intolerância. A religião coloca de um lado os adoradores de Allá, de outro os adoradores de Yahweh, e de outro os adoradores de Jesus. Isso sem falar nos adoradores de Shiva, de Krishna e devotos do Buda, e por aí vai.
      E cada grupo de adoradores deseja a extinção dos outros, ou pela conversão à sua religião, o que faz com que os outros deixem de existir enquanto outros e se tornem iguais a nós, ou pelo extermínio através do assassinato em nome de Deus, ou melhor, em nome de um deus, com d minúsculo, isto é, um ídolo que pretende se passar por Deus.

      Mas, quando você concentra sua atenção e ação, sua práxis, em valores como reconciliação, perdão, misericórdia, compaixão, solidariedade, amor e caridade, você está no horizonte da espiritualidade, comum a todas as tradições religiosas. E quando você está com o coração cheio de espiritualidade, e não de religião, você promove a justiça e a paz. Os valores espirituais agregam pessoas, aproxima os diferentes, faz com que os discordantes no mundo das crenças se deem as mãos no mundo da busca de superação do sofrimento humano, que a todos nós humilha e iguala, independentemente de raça, gênero, e inclusive religião.

      Em síntese, quando você vive no mundo da religião, você fica no ônibus. Quando você vive no mundo da espiritualidade que a sua religião ensina ou pelo menos deveria ensinar, você desce do ônibus e dá um ovo de páscoa para uma criança que sofre a tragédia e miséria de uma paralisia mental.

      Ed René Kivitz, cristão, pastor evangélico, e santista desde pequenininho “

  13. andre Diz

    somos filhos de Deus..inferno nao existe…
    o que chamam de inferno é o mundo das ilusões…
    Deus nao pune ninguem..e sim somos regidos pela lei da causa e efeito (cada um colhe oq planta)
    se vc pensa em doença ela aparece…
    se vc pensa em saude ela vem
    nos somos filhos de DEUS…somos como imãs e atraimos para nos tudo que pensamos e falamos…
    leiam os 40 volumes da verdade da vida do professor massaharu taniguchi e libertem-se
    somos seres divinos, viemos aqui para evoluir..

    1. Vini Diz

      André,

      Jesus discorda de você:

      Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei. Lucas 12:5
      E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. Mateus 25:46

      Só para citar duas das inúmeras vezes que Jesus fala do inferno. Aliás, foi Ele quem mais falou sobre o assunto.

      Sem contar que Jesus diz que nem todos são filhos de Deus, mas somente aqueles que o recebem como Deus, Senhor e Salvador:

      Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. João 8:42-44

      Sem contar, que seres divinos não precisam evoluir. Pois ser Deus significa ser perfeito.

  14. Felipe Santos Diz

    essa frase nao ficou legal não VE…

    A coisa mais maravilhosa do céu é que Deus está lá.
    A coisa mais terrível do inferno é que Deus também está lá.

  15. Felipe Santos Diz

    A coisa mais maravilhosa do céu é que Deus está lá.
    A coisa mais terrível do inferno é que Deus também está lá.

    talvez assim ficasse melhor… (com todo respeito)

    O Inferno não é algo ruim porque lá haverá dores e ranger de dentes, mas porque Deus não estará lá.

    Por favor não diga que Deus estará lá, talvez seus olhos estejam, mas sua presença não!!!
    Muito cuidado com essas palavras, não procure pôr frases prontas e de efeitos como essa a não ser que eles tenham total verdade em seus significados e sejam totalmente autoexplicativas. Obrigado

    1. Vini Diz

      Felipe,

      A questão é o que de Deus estará lá. O inferno não é um tormento criado pelo diabo. É um castigo infligido pelo Supremo Juiz de Toda Terra. Todo ira de Deus está no castigo.
      Lógico, que sua graça e amor e compaixão não estão.

      O inferno é a ausência da graça e da bondade de Deus, mas não da totalidade de Deus, pois sua ira estará lá.

      Esclareceu?

      Paz

  16. Luiz Felype Almeida Diz

    Antes de tudo, gostaria de dar os parabéns àqueles que têm se esforçado para manter vivo e ativo esse site que, pelo próprio nome aponta para a grandeza de seu propósito. Certamente voltar ao Evangelho, às boas novas de Cristo, deve ser sempre nosso foco.
    Sobre o assunto do vídeo, contudo, tenho um ponto de vista discordante ao apresentado, com base no que afirma a palavra de Deus. O primeiro deles tem que ver com o estado do homem após a morte. Não entendo quando Tim Conway afirma que:
    “Pense nisso, outro e mais outro e mais outro e mais outro e mais outro. Eles estão entrando na eternidade agora mesmo. E mais outro e mais outro. A cada respiração sua, neste exato momento mais almas estão entrando na eternidade. Se pudéssemos trazer os condenados do inferno agora mesmo o que eles nos diriam? “Eu nunca pensei estar aqui, eu nunca pensei, eu nunca pensei que o inferno me tragaria. Eu achei que estava tudo resolvido. Fui tragado num só momento. Fui tragado num momento que eu não esperava.” E outro e mais outro, eles estão entrando na eternidade, eles não estão esperando serem tragados pelo inferno, mas ele os traga.”
    Ora, essa suposição vai contra a Bíblia (tendo como base a compreensão compreensiva e não isolada do texto bíblico) O livro de Eclesiastes 9:5 afirma que:
    “Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tampouco terão eles recompensa, mas a sua memória fica entregue ao esquecimento.”
    Findou-se na morte todo o conhecimento por parte do ser, sejam aqueles que caminharam e aceitaram a Cristo sejam os que O rejeitaram. Estão mortos e nada sabem.
    Paulo no livro de Tessalonicenses 4:13-14 também trata do tema:
    “Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.”

    Comparando assim a morte a um sono no qual o corpo aguarda pela ressurreição para vida ou morte eterna na ocasião do segundo advento de Cristo (para mais sobre o assunto ver: Mateus 24, Apocalipse 20, Atos 1). Deus os tornará, no futuro, a trazer com Ele e não imediatamente.
    Ainda no livro de Eclesiastes, capítulo 12:7:
    “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.”
    Qual espírito? Todos, sejam dos que morreram ou não em Cristo Jesus, pois o sentido da palavra aqui não relaciona-se a uma noção de espírito autônomo, separado do corpo, independente. O original bíblico aponta para uma compreensão de espírito como o “fôlego de vida” relatado em Gênesis, ou em palavras, como o direito à vida dada por Deus ao homem. Entendo que como cristãos não temos brechas para crer na existência autônoma de espíritos, corpos ou almas. O homem existe pela junção entre a matéria e o fôlego dado por Deus que pertence unicamente a Ele. Aproximar-se de uma concepção reificada da alma como algo que pode sofrer e padecer ou viver e desfrutar de algo é mais espiritismo que cristianismo. Digo isso como forma de contrapor a frase: “Estas almas estão rapidamente saindo deste mundo e entrando num inferno eterno ou numa alegria eterna.” Assumir uma posição imediatista como essa significa excluir a posição bíblica a respeito da existência do homem como outros ensinamentos claros na Bíblia como o segundo advento de Cristo e a existência de um juízo final, bem como o estado do homem após a morte. Definitivamente, não me sinto seguro e amparado biblicamente para crer na imortalidade da alma.
    Bem, tratado o tema do estado pós morte faltaria falar sobre a questão do tempo, da duração do inferno. Aceito plenamente que a primeira análise de muitas das palavras de Cristo sobre o tema conduzem ao entendimento de que o sofrimento do homem será eterno. Contudo, quando passo a refletir nas Escrituras em sua totalidade fica complicado manter essa opinião.
    O primeiro aspecto que gostaria de levantar tem que ver com a natureza da morte, já discutido anteriormente. Quer dizer, não se faz possível admitir a noção tanto da imortalidade da alma como da punição/redenção logo após a morte.
    Em segundo lugar aparece a questão da natureza de Deus. Ezequiel 33:11 aponta que:
    “Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois, por que razão morrereis, ó casa de Israel?”
    Ora, um Deus que não tem prazer nem mesmo na morte do pecador, que é Amor em essência poderia observar, estar presente em constante vigia ao sofrimento dos homens pela eternidade?
    Por fim, o terceiro aspecto diz respeito ao salário do pecado, qual seja, conforme apontado em Romanos 6:23:
    “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.”
    Morte é o destino dos pecadores, enquanto vida eterna àqueles que aceitarem um dom gratuito que vem de Deus e não dos homens. A noção de inferno eterno destrói essa ideia de dom de Deus e de salvação pela fé em Cristo Jesus e não pelas obras, pois afirma categoricamente que àquele que peca em elevado grau deve pagar proporcionalmente, sofrendo mais, angustiando-se mais, pois fez pra merecer. Isso não aparece a mim como justiça de Deus, mas sim dos homens.
    Do outro lado, os que conquistam a salvação, o fazem por seu merecimento, pois foram fiéis. Nesse sentido, do que valeu a morte de Cristo se continuamos justificados ou condenado pelas obras? Concordo com Tim no ponto em que diz que a coisa mais terrível do inferno é a total ausência das bênçãos de Deus. Até acho essa afirmação contraditória ao resto do texto, pois para que então o sofrimento, a agonia, a dor eterna se não pode haver maior castigo do que não desfrutar aquilo que Ele tem preparado pra nós (João 14:1-3)? Não é preciso castigar pela eternidade, basta apenas ao homem compreender o quão ruim, o quão grandiosa será a perda por meio da morte das maravilhas preparadas por Deus a nós. Acredito que essa perspectiva alcance as pessoas menos pelo medo e mais pela esperança produzida em nós.
    Mas como ficam as palavras de Cristo e os outros textos sobre o sofrimento eterno? Nesse sentido, é preciso entender que a palavra “eterno” e “para sempre” na bíblia estão mais ligadas à noção de permanência do resultado do que a duração do processo. É o caso dos versículos que tratam sobre a destruição de Sodoma e Gomorra no livro de Judas, versículo 7:
    “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.”
    Ou como a fala de Davi que afirmava que seria rei em “Israel para sempre”. Claro que em ambos os casos a eternidade no sentido que entendemos diretamente não foi cumprido. Sodoma não continua a queimar e Davi não continua sendo rei de Israel, mas as cidades permanecem destruídas e Davi permanecia rei no coração do povo, porém seu reinado literal teve fim em sua morte.
    O interessante é que o próprio Judas alguns versículos depois (13) falava sobre o castigo dos ímpios:
    “estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.”
    Eternamente em trevas, em morte. Na explicitação de Cristo em Mateus 25:46
    “E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.”
    Permanência de vida, pelo dom gratuito de Deus, ou de morte (tormento), o salário do pecado.
    Finalizando, é preciso entender que as palavras de Cristo não se resumem às descritas nos 4 evangelhos. Todo o livro de Apocalipse, conforme apontado em seu primeiro versículo como no décimo primeiro é a revelação e a narração do próprio Cristo ao profeta João, ou seja, são também Suas próprias palavras dirigidas ao homem e à humanidade.
    O capítulo 20 de Apocalipse é o que mais aponta para o último momento da história. O versículo 10 afirma:
    “E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde está a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre.”
    Mais uma vez aparece a noção de eternidade aparentemente literal. Porém, um versículo antes o apóstolo afirma ter visto Satanás com seus anjos ajuntando guerreiro infiéis pelos quatro cantos da terra (esses que até então estavam mortos segundo os versículos 4 e 5 do capítulo, mas ressuscitam no fim de tudo para atacar os santos de Deus – 2º ressurreição) que recebem o castigo final por parte de Deus. Que castigo é esse?
    “E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou.” Apocalipse 20:9

    Em outras versões a palavra devorou é traduzida como consumiu, o que não altera o sentido. Devorados, consumidos, eliminados plenamente. Esse é o resultado final dos que negam a Cristo. O diabo, da mesma forma, pelos “séculos dos séculos” (em termo de permanência de resultado) é destruído, consumido. O inferno é menos, ou nada de um lugar (até mesmo porque se ele é um lugar, surgiu do nada, não há a mínima indicação de sua formação) e mais de um estado pleno de morte.
    O capítulo 21 afirma ainda que após essa ocasião, Ele fará novas todas as coisas. Nada será como antes, é o fim pleno da morte, da dor e do sofrimento para todo o Universo. Não imagino Deus renovado todas as coisas, mas deixando ali em constante ardor um fogo que consome eternamente os pecadores.
    Considerando a revelação em Apocalipse e as palavras ditas nos Evangelhos, temos duas escolhas. Ou assumimos a Bíblia como contraditória aceitando uma parte e negando outra, ou através de uma análise mais profunda, que vai desde o entendimento original da Escritura até consideração de outros fatores que não a leitura e interpretação isolada do texto, tomarmos uma posição.
    Bem, minhas desculpas pelo longo discurso. Não sei se esse espaço é apropriado para isso e nem mesma pelas consequências que uma manifestação como essa possa produzir (má interpretação, discussões sem propósito, etc.). Fica claro que adoto uma postura (versão aniquilacionista) totalmente inversa à apresentada a respeito do inferno e me senti motivado a apresentá-la como forma de contribuir para o assunto.
    A despeito das discordâncias, que estejamos com os olhos fixos em Cristo, o Autor e Consumador de nossa fé. Obrigado e parabéns mais uma vez pelo trabalho no site.

  17. Mateus Borges Diz

    Vinícius M. Pimentel, vc é sempre solicito em responder as dúvidas e questionamentos aqui apresentados, o comentário do rapaz aí, Luiz Felype está aqui a meses e nenhuma frase ou parecer…será que não leram pela extensão do comentário? Sinceramente, foi o mais coerente que vi sobre o assunto, a bíblia lançando luz sobre ela mesmo, elucidando versos objetivos e pontuais. E pra ser sincero, chega a ser irritante ou até presunçoso quando diz: ”
    Jesus discorda de você”, cuidado isso pode valer pra vc tb. 

    Paz e espada!

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Claro que pode. Não disse que não. Mas mostrei que Jesus afirma o contrário do que certas pessoas creem.

      Não me lembro de ter lido aquele “livro” rsResponderei com mais calma em breve.

  18. Ingredpreis Diz

    Acho que o comentário do irmão Luiz Felype merece a atenção de todos, especialmente do responsável por esse blog. Até agora, o melhor esclarecimento sobre o assunto foi dele.

    1. Eliamar Maria Diz

      Talvez nao foi bem esclarecida pela intençao enfatica ao dizer ‘Deus Está lá”
      Deus pode estar em algum lugar de duas maneiras atraves da sua onipresença
      Ele Pode estar em algum lugar na forma CIENTE ou na forma OPERANTE..

Comentários estão fechados.