27 Comentários
  1. Vitor Diz

    Glorifico à DEUS’ pela sua vida amigo…

    Sim, voltemos juntos ao Evangelho!

    Vitor

  2. Anonymous Diz

    Incluir o pecado desde a fundação, seria o mesmo que pré destinar um
    homem a ser um estuprador, ou um pedófilo. por favor me responda poruq
    Deus faria isso? se nem mesmo um homem comum faria.
    Se quiser pode me responder por email [email protected].

    1. Debora Diz

      É impossível nossa mente imperfeita, pecadora e LIMITADA compreender um DEUS totalmente PERFEITO, SANTO e ILIMITADO!

  3. Jovens Discípulos Diz

    Não sei se é bem assim como o Piper está dizendo, Pois Deus havia dito para não comerem do fruto, ou seja, Deus não queria que o homem pecasse (Gênesis 2.16-17). (O pecado não foi o ato de comer o fruto, mas a rebeldia e o desejo de ser independente). Deus havia dado livre arbítrio ao homem pq queria uma adoração espontanea e não uma imposta. Mas o homem deixou-se seduzir pelas ofertas do diabo e quis ser igual a Deus. Não acho que Deus tenha feito isso, mas sei que permitiu que isso acontecesse e usou esse fato(a queda do homem) para a Sua glória. Penso tb que algo premeditado dessa forma seria de um valor de glória menor de que se fosse algo retomado por sacrifício. Bom… é isso que eu penso. Nunca me aprofundei nesse assunto e não sei se fui bem claro, mas tentei. Já tenho vc add no msn vini, só q vc nunca fica on. =P. Deus nos encha de graça. [email protected]

  4. (-V-) Diz

    Daniel,

    Você pode me mostrar o versículo que diz que Deus dotou o homem de livre-arbítrio (e por livre-arbítrio entende-se uma vontade totalmente independente de Deus) para que o homem o adorasse espontaneamente?

    Em Cristo,
    Vini

  5. Anonymous Diz

    Não exixte referencia biblica com as palavras Livre Arbítrio, Vini.. Mas não vamos nos alongar em um debate. Vamos apenas crer na palavra, que Piper citou: RM 11:34-36 e não tentar decifrar totalmente a mente de Deus. Quando chegarmos no céu agente pergunta ;).

    Deus abç brother.

    Daniel

  6. Lucas Rolim Diz

    Olha
    creio que o Piper apenas se enrolou na forma como tratou do assunto
    Ele é um pastor e, sendo assim, autoridade sobre a minha vida, então nao quero de forma alguma criticá-lo aqui, mas o propósito de Deus nao teve nada haver com o pecado, isto é, Deus sabia que o homem ia pecar porque ele é onisciente e soberano sobre todas as coisas, mas nao criou o homem com o intuito de superabundar a Sua graça sobre o pecado. Colocou no Éden as árvores e o fruto pra que o homem pudesse escolher o que ele queria seguir, assim como hoje podemos.
    A morte de Jesus não era o plano de Deus, mas um meio para alcançá-lo.

    Que o Senhor os abençoe grandemente e nos dê graça e revelação para compreender a Sua palavra. Lembremos que o Senhor a revelou para os pequeninos e não aos sábios entendidos, por isso não tentemos decifrá-la, apenas seguí-la debaixo da revelação dada por Deus a cada um.

    Abraços,
    Lucas Rolim

  7. (-V-) Diz

    Lucas,

    O Piper não se enrolou não. Ele quis falar exatamente o que Ele quis falar:

    "A morte e glorificação de Jesus Cristo na cruz pelo pecado não foi um plano B para Deus"

    E isso está baseado no versículo:

    "E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo." (Apocalipse 13:8)

    Levantaram-se os reis da terra, E os príncipes se ajuntaram à uma, Contra o Senhor e contra o seu Ungido. Porque verdadeiramente contra o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste, se ajuntaram, não só Herodes, mas Pôncio Pilatos, com os gentios e os povos de Israel; Para fazerem tudo o que a tua mão e o teu conselho tinham anteriormente determinado que se havia de fazer. (Atos 4:26-28)

    A glorificação do Filho é o plano A de Deus.

    Em Cristo,
    Vinícius
    VoltemosAoEvangelho.com

  8. John Diz

    O homem, criado à imagem de Deus, pecou. Seu pecado erigiu uma
    barreira entre ele e seu Criador. Em consequência do pecado do
    homem, o sofrimento entrou no mundo. Mas, mesmo depois do
    homem se mostrar desobediente, o Senhor não desistiu dele. Começou a
    falar dos seus planos para salvá-lo do pecado e da morte.
    O primeiro casal pecou no jardim do Éden (Gênesis 3:7). Deus falou das
    consequências, e até comentou sobre a solução. De fato, ele tinha
    preparado seu plano para a redenção do homem antes de criar o
    mundo (Efésios 1:4-5).
    Antigo Testamento contém centenas de profecias da vinda do
    Salvador e Rei. Quando você lê os livros do Antigo Testamento,
    preste atenção para ver outros. Quando estuda o Novo Testamento,
    observe as referências às profecias messiânicas do Antigo. Vamos destacar
    alguns exemplos de profecias sobre o Salvador no Antigo Testamento.
    Gênesis 3:15 – No mesmo dia em que o primeiro casal pecou, Deus já
    falou do descendente da mulher que esmagaria a cabeça do Inimigo. O
    homem precisaria de muito mais esclarecimento para apreciar e
    compreender o significado desta profecia, mas as palavras de Deus neste
    versículo já nos mostram que ele estava preparado para salvar o homem
    dos seus pecados.
    Gênesis 12:1-3; 18:18; 22:18 – Estes e outros versículos incluem
    promessas feitas a Abraão e outros patriarcas sobre o descendente que
    traria bênçãos para todas as famílias da terra.
    Deuteronômio 18:18-10 – Moisés falou que viria um profeta com
    autoridade. Assim nasceu a expectativa judaica da vinda do grande
    Profeta, o Messias.
    2 Samuel 7:12-13 – Deus prometeu estabelecer a casa do descendente
    de Davi. O Novo Testamento frisa a linhagem davídica de Jesus.
    Deus realmente sabia que o homem ira pecar,e com isso iria morrer tanto fisicamente(A morte física é a separação entre o corpo
    e o espírito; Eclesiastes 12:7; Tiago 2:26).como espiritualmente(A morte espiritual é a separação
    entre Deus e o homem pecador;Gênesis 3:23a; Efésios 2:5,12).Graças a misericordia e o amor de Deus, para que ouvece uma esperança para nós, Ele resolveu envia Jesus para morrer em nosso lugar, para a remissão dos pecados e assim glorificando tanto o seu nome como o do seu Filho Jesus, não que Deus seja um Deus aproveitador, mas sim que Ele é um Deus misericordioso, gracioso e que nos ama com um amor insondavel. "Ò profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondaveis são os seus juízos, e quãoinescrutaveis os seus caminhos!" rom 11: 33

  9. anderson Diz

    O homem, criado à imagem de Deus, pecou. Seu pecado erigiu uma
    barreira entre ele e seu Criador. Em consequência do pecado do
    homem, o sofrimento entrou no mundo. Mas, mesmo depois do
    homem se mostrar desobediente, o Senhor não desistiu dele. Começou a
    falar dos seus planos para salvá-lo do pecado e da morte.O primeiro casal pecou no jardim do Éden (Gênesis 3:7). Deus falou das
    consequências, e até comentou sobre a solução. De fato, ele tinha
    preparado seu plano para a redenção do homem antes de criar o
    mundo (Efésios 1:4-5)"–não estou dando base para a doutrina da predestinação".
    Deus falou que aconteceria no mesmo dia do pecado. Mas o homem não
    morreu fisicamente naquele dia. Por isso, compreendemos que a morte que
    vem em consequência do pecado não é a simples morte física. No dia do
    primeiro pecado, o homem foi expulso da presença de Deus (Gênesis 3:23-
    24). A morte é uma separação. A morte física é a separação entre o corpo
    e o espírito (Eclesiastes 12:7; Tiago 2:26). A morte espiritual é a separação
    entre Deus e o homem pecador (Gênesis 3:23a; Efésios 2:5,12).Após o primeiro pecado do homem, os seres humanos se tornaram sujeitos
    à morte física, também.
    O Antigo Testamento contém centenas de profecias da vinda do
    Salvador e Rei. Quando você lê os livros do Antigo Testamento,
    preste atenção para ver outros. Quando estuda o Novo Testamento,
    observe as referências às profecias messiânicas do Antigo. Vamos destacar
    alguns exemplos de profecias sobre o Salvador no Antigo Testamento.
    1-Gênesis 3:15 – No mesmo dia em que o primeiro casal pecou, Deus já
    falou do descendente da mulher que esmagaria a cabeça do Inimigo. O
    homem precisaria de muito mais esclarecimento para apreciar e
    compreender o significado desta profecia, mas as palavras de Deus neste
    versículo já nos mostram que ele estava preparado para salvar o homem
    dos seus pecados.
    2-Gênesis 12:1-3; 18:18; 22:18 – Estes e outros versículos incluem
    promessas feitas a Abraão e outros patriarcas sobre o descendente que
    traria bênçãos para todas as famílias da terra.
    3-Deuteronômio 18:18-10 – Moisés falou que viria um profeta com
    autoridade. Assim nasceu a expectativa judaica da vinda do grande
    Profeta, o Messias.
    Realmente Deus sabia que o homem iria pecar contra Ele e sendo Ele um Deus misericordioso, amoroso e gracioso, providenciou o envio de seu Filho Jesus para morrer em nosso lugar e para a remisão dos nossos pecados, e com a queda do Homem Deus glorificou tanto o seu nome como o nome de seu Filho Jesus.
    Ó profundesas das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!Rom11:33

  10. Raíssa Gabriela Diz

    Creio no que diz a Palavra, lá está escrito que antes de tudo ser criado Jesus sabia que Ele deveria fazer o que fez. Estava dentro do plano de Deus esse ministério antes que nós existíssemos.
    Portanto, como Jesus ia cumprir o seu grande propósito, se não houvesse o pecado?
    Fico com o nosso amigo ali, creio que jamais poderemos entender a mente de Deus, por mais que quebremos nossas cabeças. Isso não muda nada em minha vida, continuo crendo nEle, e sei que a vontade dEle é muito boa, muito PERFEITA e muito agradável. Glórias ao Rei!

  11. Joao Diz

    Acreditar na pré-determinção é acreditar que Deus, que é amor, criou pessoas para irem pro inferno. Isso seria completamente contra quem Deus é. Todos temos um destino sobre nós, um propósito para qual fomos criados, um chamado. E podemos escolher seguir esse destino ou não. Quando Jesus estava no jardim, Ele pediu para o Pai “afastar o cálice”, ou seja, Ele pediu, ao Pai, para não morrer. Mas mesmo assim, Ele soube qual era a vontade do Pai (morrer na cruz) e fez isso.

    Finalizando, dizer que Deus criou pessoas para morrerem e sofrerem no inferno por toda eternidade mostra uma falta de conhecimento de quem Deus é. Não estou dizendo que não existe inferno, existe sim, e quem nao crer certamente sera condenado. Mas é da vontade de Deus que TODOS sejam salvos. como diz em 2 Pedro 3:9

    “O Senhor não demora em cumprir a sua promessa, como julgam alguns. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento.”

    Isso mostra que Deus quer que TODOS cheguem ao arrependimento e que nínguem pereça. Se é da vontade Dele que ninguem pereça mas as pessoas estao morrendo sem ser salvas, a palavra de Deus ta errada? O sacrificio de Cristo não foi o suficiente? Claro que não! Ele preferi nos usar para realizar a vontade Dele. Por isso ele nos Deus a grande comissao.

    se alguem tiver algum comentario, duvida ou quiser conversar, pode me mandar email ou addicionar no msn.
    [email protected]
    abraco!

    1. Vini Diz

      João, paz.

      Há vários pontos que eu poderia acentuar na sua argumentação que a torna falha. Esse debate é extenso, mas tentarei ser breve.
      Escrevo em amor cristão.

      1) Deus não é só amor
      A Bíblia declara que Deus é amor (I João 4:8,16) e com a mesma ênfase declara que Deus é fogo consumidor (Deut 4:24; Heb 12:29). A Bíblia declara que Deus é Espírito (João 4:24), luz (I João 1:5) e amor (I João 4:8,16).
      Ou seja, resumindo, porque você escolheu que Deus é amor” acima de “Deus é fogo consumidor”? Ou luz?
      Deus não é divisível e todos seus atributos são harmônicos. Você não pode pegar um em detrimento de outro. Fazer isso é um ato de idolatria, de criar um deus com nossa mente.

      2) Definição amor
      Por favor, não me entenda mal. Eu me alegro no fato que Deus é amor! E muito! Nossa salvação depende disso. Mas tenho que reconhecer que o amor de Deus antes de ser um amor demonstrado a nós seres humanos, é um amor mútuo na Trindade. Deus ama Deus sobre todas as coisas. Nosso amor apesar de ser reflexo do amor de Deus não é idêntico ao de Deus. Por exemplo, nosso amor não é vingativo. Já Deus é o “Deus de vingança” (Salmos 94:1, Hebreus 10:30, Naum 1:2, Romanos 12:19).
      Ou seja, não presuma sobre o amor de Deus, mas veja o que a Bíblia diz sobre ele.

      3) Deus deixa de ser amor?
      Não há salvação para os anjos caídos. Deus deixa de ser amor por isso? Logicamente, deixou de demonstrar amor e misericórdia para com eles, mas os atributos de Deus são intrínsecos a sua natureza. Sendo assim, se Deus não salvasse uma alma, Ele continuaria sendo amor.

      3) O atributo mais citado
      Se formos ressaltar um atributo de Deus este teria que ser a Santidade transcendente e moral de Deus. É o atributo mais citado e o único com repetido três vezes (técnica hebraica para ressaltar algo).

      Bom, nisto refuto sua idéia: predestinação e amor não casam.

      Agora, provarei que casam:
      A cruz é a maior demonstração do amor de Deus. Contudo a própria cruz foi um ato pré-determinado por Deus antes da fundação do mundo e as pessoas que fizeram parte do trama, também tiveram seus atos anteriormente determinados por Deus. É o que Pedro revela em Atos 4:27,28

      Porque verdadeiramente contra o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste, se ajuntaram, não só Herodes, mas Pôncio Pilatos, com os gentios e os povos de Israel; Para fazerem tudo o que a tua mão e o teu conselho tinham anteriormente determinado que se havia de fazer.

      Eis na cruz, a Soberania e o Amor de Deus!

      Seus outros questionamentos como 2Pe3:9 e a liberdade e responsabilidade humana dariam um livro. rs
      Minha sugestão é que você leia Romanos 8-11 e Efésios 1. Estes textos são bem claros quanto a predestinação. Aliás, o próprio Jesus também falou bastante.

      Paz

  12. eudes silveira Diz

    Entendo perfeitamento John Piper e quero acrescentar que no Eden, ocorreu o pecado somente do homem, e por isto a biblia fala que o pecado entrou no mundo, logo ele já existia fora de nosso mundo, mas se levarmos em consideração que santanas ja havia se rebelado contra Deus, logo ali foi criado o pecado, neste rebeldia de satanas, a morte era algo que de fato já exitia também, pois Deus da ao homem a referêcia de algo que o homem pudesse temer, ele diz ao homem, certamente morrereis, a morte então também jah havia sido criada, pois morte significa separação e no Eden o diabo e seus anjos já estavam separados de Deus! porém a morte ainda não havia atingido o homem! Mas se pensarmos que fomos predestinados antes da fundação do mundo para Cristo, e que antes da fundação do mundo nós também ressucitaríamos assim como ele ressucitou, antes da fundação do mundo estava pre determinado que morreríamos!! Mas que tudo isto nunca seria como uma demontração de falha ou fraqueza, e sim somente como instrumento da Glorificação de nosso Cristo, para que assim como ele será glorificado, o também sejamos Nele glorificados!

  13. VItor Ávila Diz

    glóriaaaa a Deus! =D

  14. Abraão Diz

    “Deus planejou MAGNIFICAR a
    misericórdia, graça, paciência,
    amabilidade, bondade, ira e justiça
    de Seu Filho antes de Adão existir.”

    Sim! Mas isso não significa que o pecado estava incluido no Seu plano. Com toda a certeza o irmão está sendo antibíblico.

    Outro ponto, o irmão pode se esforçar oq for, mas não vai produzir cristãos fortes nem cristãos fracos, pq quem faz a obra não é ele.

    E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas.

    1 João 1:5

    1. Vini Diz

      A morte de Cristo então é um plano B para uma falha no plano A da criação?

    2. Abraão Diz

      Não! Sabendo de todas as coisas DEUS já criou o seu plano perfeito, incluindo a redenção do homem através do Senhor Jesus Cristo, mas isso não siginifica que ele incluiu o pecado em Seu plano, Ele sabia do pecado mas não queria o pecado. DEUS nunca desejou que o homem viesse a pecar, é o que vc está querendo que eu acredite, que Ele queria isso.

    3. Vini Diz

      Então, Cristo morrer na cruz sempre foi o plano de Deus mesmo antes dele criar a humanidade?

    4. Abraão Diz

      Sim!

    5. Luiz Henrique Diz

      irmão abraão, convido o senhor a ler apocalipse 13;8. e depois me responda com toda sinceridade o que o dado versículo quer dizer. ele vai ratificar o que john Piper esclarece no vídeo.

    6. Vini Diz

      Cristo morrer na cruz é um plano feito na mente de Deus antes ou depois de Deus ver que a humanidade ia cair?

    7. Abraão Diz

      Antes, mano, DEUS criar o plano de Salvação antes,
      não siginifica que Ele tenha incluido o ato de pecar no
      Seu plano.

    8. Vini Diz

      Ele ia salvar de que, então?

    9. Abraão Diz

      É simples Vini, se vc sabe que algo vai acontecer,
      se prepara com antecedência. Não é exatamente isto,
      mas da para vc ter uma ideia do que estou querendo
      te falar. Por exemplo, se vc SABE que uma pessoa
      vai sofrer um acidente, tipo tropeçar numa pedra,
      e quebrar uma perna, vc se prepara antes para
      quando isso ocorrer, até mesmo avisa a ela
      sobre isso, mas não é vc que vai colocar a pedra
      para que ela tropece. Você esta querendo dizer que DEUS,
      colocou a pedra e ainda por cima empurrou o homem
      para que ele caisse, só para MAGNIFICAR Seu Filho.
      DEUS não precisa disso para ser Quem Ele é,
      nem para MAGNIFICAR seu Filho. DEUS permitiu
      o pecado, mas não o intentou, e é isso que vc quer
      que eu acredite, que DEUS intentou o pecado,
      me soa até blasfemo uma coisa dessas.

    10. Vini Diz

      Mas você falou que o plano da morte de Cristo foi antes de Deus “visualizar” que a humanidade iria cair.

      Então, na sua concepção Cristo é o plano B de urgência para a queda que Deus sabia que ia acontecer.

    11. Abraão Diz

      Não amado, isso é pq vc quer insistir que DEUS intentou
      o pecado para fazer o plano A.
      DEUS não visualizou antes oq aconteceria com o homem,
      simplemente Ele já sabia, para DEUS não há tempo,
      então não há antes.
      DEUS odeia o pecado, não tem comunhão com o pecado.
      Não vou delongar muito com isso,
      mas por fim continuo crendo que DEUS não precisa intentar
      o pecado para fazer seu plano perfeito, Cristo sempre foi
      e será o plano A, mas DEUS não precisa do pecado
      para isso embora o tenha permitido.

      A Paz do nosso Senhor Jesus Cristo.

Comentários estão fechados.