um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

John Piper — Os Cristãos Deveriam Celebrar o Natal?

Eu compreendo aqueles que querem ser rigorosamente e distintamente Cristãos. Que querem ser libertos do mundo e qualquer raiz pagã que possa repousar sob nossa celebração do Natal, mas não me posiciono da mesma maneira nesta questão porque penso que chega um ponto onde as raízes já estão distantes de tal forma que o significado presente não carrega mais nenhuma conotação pagã. Fico mais preocupado com um novo paganismo que se sobreponha a feriados cristãos.

Eis um exemplo que eu uso: Todo idioma tem raízes em algum lugar. A maioria dos nossos dias da semana [em inglês] —se não todos— saíram de nomes pagãos também. Então deveríamos parar de usar a palavra “Sunday” (domingo) porque ela pode ter estado relacionada à adoração ao sol em um tempo distante? No inglês moderno, “Sunday” (domingo) não carrega aquela conotação, e é a própria natureza do idioma. De certa forma, os feriados são como a linguagem cronológica.

O Natal agora significa que marcamos, no meio cristão, o nascimento de Jesus Cristo. Nós achamos que o nascimento, a morte e a ressurreição de Cristo são os eventos mais importantes na história humana. Não marcá-los de alguma forma, através de uma celebração especial, me parece que seria insensatez.

Eu lembro de ter sido vizinho de um casal nos tempos de seminário que não celebrava os aniversários de seu filho. A ideia era, em parte, que todos os dias eram especiais para o menino. Mas se todos os dias são especiais, então provavelmente significa que não há dias especiais. Contudo, algumas coisas são tão boas e preciosas — como aniversários e até mesmo mortes — que são dignas de serem marcadas. Quão mais o nascimento e a morte de Jesus Cristo!

Realmente vale o risco, mesmo que a data de 25 de Dezembro tenha sido escolhida por causa de sua proximidade com algum tipo de festival pagão. Vamos apenas tomá-la, santificá-la e fazer o melhor com ela, porque Cristo é digno de ser celebrado em seu nascimento.

Não há motivo para escolher outra data. Não vai funcionar.

Por John Piper. © Desiring God. Website:desiringGod.org

Tradução: voltemosaoevangelho.com

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que adicione as informações supracitadas, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

36 Comentários
  1. jurandir alves Diz

    Eis um pensamento que nutro por anos e defendo, mas a brilhante exposicao do nosso amado pregados carregou com mais peso a defesa daquilo que nos faz sorrir, ainda que nao em data oficializada por "anjos", celebramos o nascimento de JESUS. Feliz Navidad

  2. Anonymous Diz

    concordo plenamente…

  3. Anonymous Diz

    Amigos do V.E.,

    Tenho concordado com a maioria dos artigos e vídeos que esse site nos oferece. Tenho sido grandemente abençoado por esse projeto, o qual também tenho divulgado entre aqueles que amo. Todavia, quero mais uma vez, como fiz no ano passado, me posicionar contrário à festividade chamada Natal. É triste saber que homens do conhecimento e nobreza de John Piper aprovam essa festividade. Amo as pregações de John Piper, mas não estou com ele nesse ponto.

    Não quero muito entrar nessa discusão. Quero apenas me posicionar de forma contrária à aceitação do Natal no meio dos cristãos autênticos – como creio que seja o meu irmão amado John Piper. Não quero polemizar muito a coisa, só creio que esse artigo não comprova e evidencia absolutamente nada! Ele apenas fala de um posicionamento pessoal – infundado – de um estimado líder/autor cristão. Nada mais. A Palavra de Deus é que é a Lei incontestável, e não a palavra de um homem estimado.

    Deus abençoe a todos!!
    Paulo Victor.

    1. jeferson rodrigues de souza Diz

      estou junto com jonh piper, o que importa nao é o que era comemorado no dia 25 de dezembro e sim o que vc comemora no dia 25 de dezembro, jesus diz, se seus olhos forem bons todo o seu corpo terá luz, veio entao sim jonh piper esta certo devemos comemorar o nascimento de nosso senhor, com muita alegria e felicidade.

  4. Eric Oliveira Diz

    Fico com a palavra tb, natal é uma festa pagã!!!

  5. rita maia Diz

    Olá irmãos: olhando para traz, para a história, esta é uma festa política que nasceu da necessidade de agradar "gregos e troianos", fazendo a desprezível mistura do santo com o profano.
    Olhando para o presente, vejo eventos que trazem muitos a JESUS, uma data que lembra ao mundo que JESUS veio e está vivo entre nós, uma festa que frustra as tentativas pagãs em esquecer o Messias Judeu.
    Se deixarmos de comemorar o nascimento de JESUS nesta data há muito consagrada para isso, estaremos cooperando para que o mundo vença e ELE seja cada vez mais esquecido.
    Gostaria que tivesse começado diferente mas realmente mudar agora não daria certo, então não desperdicemos a oportunidade de glorifica-lo.

  6. Diogo Carvalho Diz

    Concordo com o Pr. John Piper.
    O natal, em si, não é uma maldição. Maldição seria se a comemoração fosse do nascimento do anticristo. Vejo o natal como um "altar ao deus desconhecido". Honram a Jesus, mas não o conhecem.
    Devemos aproveitar o evento para proclamar o nascimento, a morte e a ressurreição de Cristo. Fora com guirlandas, árvores e papai noel!
    Radicalismos à parte, o que sobra é uma grande oportunidade evangelística.

  7. Eduardo S. Barros Diz

    Estou com a Rita.

  8. Anonymous Diz

    Concordo com o Diogo Carvalho e Rita Maia e consequentemente com John Piper.
    Temos no natal uma grande oportunidade de evangelizar e comemorar como John Piper disse: "Algumas coisas são tão boas e preciosas — como aniversários e até mesmo mortes — que são dignas de serem marcadas. Quão mais o nascimento e a morte de Jesus Cristo!"

  9. Prg. Douglas Wesley Diz

    Concordo com John Piper, com o Diogo Carvalho e com a Rita.
    Vamos deixar de bobagem e comecemos a nos mexer e a proclamar que Jesus nasceu para salvar a humanidade! Que tal nós falarmos da PALAVRA e não de palavra de homens? Essa história de que é pecado celebrar o natal é conversa de fariseu!

  10. Anonymous Diz

    Deixar de comemorar o Natal porque ele é originário de uma festa pagã não passa de uma falácia genética: tenta-se "provar" que é falso celebrar o Natal porque, na sua origem, ele tem elementos pagãos.

    John Piper demonstrou muito bem o erro desse raciocínio. Qualquer que seja a forma como o Natal tenha começado, quaisquer que sejam os elementos pagãos que ainda permaneçam nele, isso de maneira nenhuma substitui toda a riqueza musical, iconográfica e prática que, ao longo de todos esses séculos, deram ao Natal um sentido inerradicavelmente cristão.

    Ademais, cabe lembrar que mesmo a tal "origem pagã" do Natal, mesmo isso pode ser falso. Na verdade, o contrário pode ser verdadeiro: é possível que o paganismo tenha estabelecido um feriado numa data já importante para os cristãos romanos, exatamente para fazer frente ao avanço do Cristianismo. Para os argumentos em favor dessa tese, recomendo-lhes a leitura de dois artigos:

    http://www.touchstonemag.com/archives/article.php?id=16-10-012-v (em inglês)

    http://www.e-cristianismo.com.br/pt/teologia/apologetica/127-natal

    Abraços a todos e boas festas!

    Rodrigo

  11. Gabriel Lucas Diz

    Concordo com o Paulo Vitor no 3º comentario .. ao invés de celebrar o Natal deveriamos celebrar o Nascimento de Jesus (isso nao é uma redundancia rsrs)

    irmaos, se devemos celebrar o Nascimento de Jesus, e não celebrar o Natal pagão, sugiro q nao nos juntemos aos mundanos celebrando o nascimento do (falso) deus Sol, e comemoremos o encarnação da Palavra em outra data, tipo em abril por exemplo, q tal?

    Celebro o Nascimento da Estrela da Alva (que é Jesus veja 2pedro 1:19) mas nunca o Natal.

    Peço perdao por nao poder responder aos comentarios, mas estou sem internet.
    Abraços irmaos e que vcs tenha um otimo 2011 .. Pazz

  12. Patrick Denucci Diz

    Concordo com o Piper, mas precisamos ser um pouco mais críticos. Tudo o que não se celebra no natal é o nascimento de Cristo, até mesmo dentro das igrejas. O deus do natal é o papai noel. Nossos filhos só se sentem alegres no natal se ganhar presentes, e dos caros. O que eu quero dizer é que muitas vezes perdemos o foco e acabamos por celebrar um natal pagão.

  13. Beca^^ Diz

    Apesar de não ter lido todos, estou com o Paulo Victor. É isso aê.
    Paz de Cristo!

  14. Albano Diz

    Jesus deve ser adorado sempre, o natal só é mais uma oportunidade de jogar o holofote no único digno de honra,glória e louvor…

    No mais… falemos mal do papai noel e das suas renas…

  15. Vinícius Santos Albuquerque Diz

    A questão não é paganismo. Paulo fala em suas cartas sobre comidas sacrificadas a ídolos (paganismo) e diz que a pessoa pode comer, de acordo com a sua consciência (I Coríntios 8). Então o meu pensamento é o seguinte: "Quer comais, quer bebais, fazei tudo para a glória de Deus" (I Coríntios 10.31). Se você glorificar mais a Deus deixando de festejar o natal, não festeje. Se você glorificar mais a Deus festejando o natal, festeje.

    No meu caso, festejo o natal. Na minha vida, Deus é mais glorificado assim. É mais glorificado porque é uma oportunidade de ter comunhão com a minha família no propósito de Cristo. É uma ocasião onde posso compartilhar o evangelho com quem jamais me ouviria, porque os corações estão mais sensíveis. Olho para os campos e vejo que estão brancos, por isso passo a foice!

    1. tadeu Diz

      “conciencia!!!” a consciência deve estar ligada as Escrituras. Quando o apostolo escreve sobre dias, comida, bebida, ao que ele se refere, se não as Escrituras? e onde nas escrituras está se referindo ao dia 25 de dezembro, ao peru, a champanhe aos cultos, a esta festa? Perdoe-me pela falta de compreensão, pois só tenho 14 anos.
      .

  16. Anonymous Diz

    sabemos biblicamente k Jesus não nasceu em dezembro,pelo relato da historia do seu nascimento, os pastores estavam a noite a pastorear suas ovelhas, conseguentemente era verão e bem sabemos k nesta época de dezembro é inverno pra la, neva, chove mto, e Jesus nasceu por volta das festas dos tabernáculos, k biblicamente seria entre setembro e outubro, não tem data certa, então pk comemorar algo sem certeza, creio k isto é compactuar com mentiras, e é isso k o pai da mentira gosta, desculpe irmãos mas vamos ser cristão autenticos.

  17. anonimo Diz

    a festa que chama natal nao tem nada a ver com a Palavra creio que Cristo nasceu mas comemorar oq ? so diz: arrependa-se e creia em Cristo e produza frutos dignos de arrependimento

  18. Emerson Drayer Diz

    Prefiro comemorar a ceia que Ele ordenou, sofrer com Sua morte e me alegrar com Sua ressurreição. Arvore de Natal, Noel, Presentes, Gula, Hipocrisia, Demagogia e infinitas mentiras não são algo que eu queira cultivar. Graças a Deus o Piper não é perfeito!!!! Estava esperando ler um fora dele, rsrs. Benção de pot.

    1. Alexandre Gonçalves Diz

      O que faz pensar que sua opinião é perfeita? Dogmas, paradigmas e pura religião.

  19. Felipe soldado de cristo Diz

    Concordo…O natal é uma festa cristã. Representa a vinda da luz ao mundo!!!

  20. Fernando Diz

    De acordo com o almanaque romano, a festa já era celebrada em Roma no ano 336 d.C.. Na parte Oriental do Império Romano, comemorava-se em 7 de janeiro o seu nascimento, ocasião do seu batismo, em virtude da não-aceitação do Calendário Gregoriano. No século IV, as igrejas ocidentais passaram a adotar o dia 25 de dezembro para o Natal e o dia 6 de janeiro para Epifania (que significa “manifestação”). Nesse dia comemora-se a visita dos Magos.
    Segundo estudos, a data de 25 de dezembro não é a data real do nascimento de Jesus. A Igreja entendeu que devia cristianizar as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do solstício de Inverno.
    Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao “nascimento do deus sol invencível”, que comemorava o solstício de inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.
    Assim, em vez de proibir as festividades pagãs, forneceu-lhes um novo significado, e uma linguagem cristã.
    As evidências confirmam que, num esforço de converter pagãos, os líderes religiosos adotaram a festa que era celebrada pelos romanos, o “nascimento do deus sol invencível” (Natalis Invistis Solis), e tentaram fazê-la parecer “cristã”. Para certas correntes místicas como o Gnosticismo, a data é perfeitamente adequada para simbolizar o Natal, por considerarem que o sol é a morada do Cristo Cósmico. Segundo esse princípio, em tese, o Natal do hemisfério sul deveria ser celebrado em junho.
    Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não-bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.

  21. Danusa Petra Diz

    Creio que Romanos 14 nos esclarece sobre esse assunto. Ainda assim, eu optei por não celebrar a data, ao ler Dt 12:29-31, onde Deus alerta seu povo a não adorá-lO da mesma forma que os pagãos adoravam aos seus deuses. Por isso, nessa data (25 de dezembro) prefiro não comemorar o Natal. Mas como Paulo disse em Rm 14, não julguemos os irmãos que o fazem, se é para glorificar a Deus.

  22. Juliana Almeida Diz

    Bom d+! Aplausos para Jesus nesta data querida… :-)

  23. Fellyp Cranudo Vieira Diz

    Kara, que maneiro.

    Ano retrasado foi uma onda de vídeos de uma canal chamado “Prapare-se” criticando o natal e todos os supostos contatos com o paganismo que este tem, mas no geral era mais um alarmismo tolo e histérico.

    Que palavra do Piper.

    1. Fellyp Cranudo Vieira Diz

      Só agora li e terminei de ler os comentários anteriores; creio que os vídeos do Prepare-se influenciaram mesmo a 2 anos atrás.

      Glória a Deus por ter “7mil que não se prostaram à Baal”

  24. Um Cristão Pode Comemorar o Nascimento de Cristo? | Apologia Cristã

    […] Leia a íntegra […]

  25. phillfelix Diz

    Realmente, é tentar tirar um cisco de um olho e permitir a trave que está no outro olho. Considerar o natal uma festa pagã e permitir tanto paganismo de outras maneiras é hipocrisia. Vou pedir direção à Deus…

  26. Alexandre Gonçalves Diz

    Para mim, mesmo que todo o mundo adore há um deus com atitudes promíscuas em uma data discutível, não influência minha decisão de adorá-lo mesmo que não haja altar, seje em data teologicamente correta de seu nascimento ou não, sempre haverá um coração inclinado longe de doutrinas, dogmas e paradigmas.

  27. EMERSONPQD Diz

    emerson, concordo com você e ainda coloco mais uma observação. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. Romanos 12:2. a Biblia unica base e regra de fé de um verdadeiro cristão, nos diz que: Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como:Colossenses 2:20. Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;Colossenses 2:8. E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.Atos 1:7. as pessoas estao mais interessadas no dia do que o motivo, por exemplo a pascoa comemoração da saida do povo do Exito, EXODO 12:27.

  28. […] e é a própria natureza do idioma. De certa forma, os feriados são como a linguagem cronológica. Leia a íntegra Frank Brito postou recentemente algo sobre o assunto, mostrando que até os objetos de culto a […]

  29. […] 2010 postamos um texto de John Piper onde ele trata sobre a relevância da origem pagã do Natal. John MacArthur respondendo a […]

  30. Claudia Silva Diz

    Eu acredito no nascimento do Salvador, mas não creio que Deus usaria uma data pagã para estabelecer este acontecimento.
    Sei que todos tem dificuldades de romper com a cultura e tradições, mas é necessário, pois, o Natal é um grande engano e a maioria dos estudiosos sabem disso.
    Precisamos romper (Efésios 2:2) nós ensina assim.
    Este é mais um grande bezerro de ouro que tem que ser destruído .

  31. Claudia Silva Diz

    Natal festa pagã.

  32. Claudia Silva Diz

    O paganismo anula o cristianismo .
    Festa com fins lucrativos .

Comentários estão fechados.