Reprise / Resumo – Conferência Fiel para Pastores e Líderes – A Presença de Deus na Vida do Homem – Clodoaldo Machado

Acompanhe conosco a Conferência Fiel para Pastores e Líderes de 2013! Assista às reprises e leia os resumos das mensagens aqui no blog. Nesse post, veja a mensagem “A Presença de Deus na Vida do Homem”, por Clodoaldo Machado:

Reprise

Resumo

O ENCONTRO COM DEUS CAUSA IMPACTO NA VIDA DO HOMEM

Isaías 6.1-8

Introdução.

Numa época em que existe um evangelho que fala tanto sobre sentir a presença de Deus, o que significa de fato saber que Deus está presente? O que acontece com uma pessoa que tem uma experiência real com a presença de Deus?

 

Pessoas que dizem ter tido experiência com a presença de Deus falam pelo que sentiram. Suas emoções prazerosas parecem comunicar que de fato Deus esteve presente.

 

Precisamos primeiro compreender que Deus está sempre presente.

 

Isaías 6.1-8.

 

Isaías um profeta proeminente em Israel.

 

No capítulo 6 Isaías registra seu encontro com o Senhor.

 

No ano da morte do rei Uzias.

 

Uzias foi um rei que trouxe segurança para o povo de Judá.

 

Ele trouxe prosperidade para Judá

 

Foi amigo da agricultura (2Cr.26.10). Abriu muitas cisternas porque tinha muito gado. Possuía vinhas e lavradores.

 

Possuía um exército com 307.500 homens habilidosos na guerra.

 

Não havia ameaças de inimigos e não havia fome.

 

Apesar de toda a segurança e prosperidade o povo estava longe de Deus. 2Cr.27.2

 

Quando se tornou forte Uzias se exaltou no coração para sua própria ruína. 2 Cr.26.17.

 

Quando morreu Isaías foi ao templo.

 

A nação havia se afastado de Deus, o rei havia morrido, mas o Senhor continuava sentado no seu alto e sublime trono.

 

O rei humano estava morto, mas o Rei eterno estava no seu trono. Não havia motivo para pânico, Deus é Rei.

 

Isaías vai ao templo e vê o Senhor.

 

Ao ver o Senhor Isaías é profundamente impactado.

 

Serafins estavam por cima do Senhor. A descrição das seis asas demonstra o Seu caráter.

 

Com duas asas eles cobriam o rosto. Ninguém pode ver a face de Deus e sobreviver.

Com duas cobriam os pés. O lugar onde Deus está é santo, não há pés dignos de tocá-lo.

Com duas voavam. Eles mantinham-se suspensos na presença de Deus. Uma atitude de prontidão, de voluntariedade. Isto indica também que ninguém fica relaxado na presença de Deus. Isto é verdadeira reverência.

 

A presença de Deus fez estremecer o lugar. Era algo terrível.

 

Diante de Deus ninguém fica indiferente. Todo aquele que tem um verdadeiro encontro com Deus é profundamente impactado.

 

Isaías demonstra que O ENCONTRO COM DEUS CAUSA UM PROFUNDO IMPACTO NA VIDA DO HOMEM.

 

Por que isso acontece? Por que o encontro com Deus causa impacto na vida homem?

 

Por que razões ele é impactado?

 

 

 

  1. ELE VÊ A SANTIDADE DE DEUS. V.3.

 

  1. Isaías contemplou os serafins clamando uns para os outros: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos.

 

  1. Por que Santo, Santo, Santo?

 

  1.  Nossa grande necessidade é compreender a santidade de Deus.

 

  1. Quando não compreendemos a Santidade de Deus cultuamos a nós mesmos.
  1. Deus é Santo significa que Ele é separado de tudo que conhecemos.
  2. A quem, pois, me compararei para que eu lhe seja igual, diz o Santo. Is.40.25.
  3. Temos dificuldade de explicar a trindade. Não há nada para comparar.

 

  1. A atitude dos serafins demonstra a reverência que tinham perante a santidade de Deus.

 

  1. Diante de um Deus santo, ninguém pode ficar relaxado.

 

 

A Bíblia mostra o que acontece quando as pessoas têm um verdadeiro encontro com Deus.

 

Desde o primeiro pecado a reação diante de Deus sempre envolveu algum grau de medo.

 

De Gênesis a Apocalipse temos reações de medo diante da presença de Deus.

 

Adão, Jacó, Manoá, Habacuque, os discípulos…

 

No encontro verdadeiro com Deus o homem vê Sua santidade.

 

 

 

  1. ELE VÊ O PRÓPRIO PECADO. V.5.

 

  1. Após perceber a santidade de Deus, Isaías vê seu próprio pecado.

 

  1. Isaías enxergou a si mesmo diante de Deus.

 

  1. Os profetas usavam expressões específicas para julgamento e para bênçãos.
  2. Quando pronunciavam bênçãos eles diziam bem-aventurados.
  3. Quando pronunciavam um julgamento eles diziam “ai”.

 

  1. Isaías profere uma palavra de maldição sobre si mesmo.

 

  1. O encontro com Deus faz-nos ver nosso estado de perdição.

 

  1. Quando a pessoa vê a Deus, vê também a si mesma.

 

  1. Como Isaías viu sua pecaminosidade?

 

  1. O profeta cujo principal instrumento é sua boca reconhece que a tem suja, impura.

 

  1. Ele proferiu um julgamento sobre seus lábios.

 

  1. Isaías reconheceu que não havia bem nenhum em si mesmo.

 

Paulo reconheceu seu pecado de maneira profunda. Principal dos pecadores. 1 Tm.1.15.

 

  1. Isaías reconheceu que o pecado é uma questão de natureza.

 

Quando Isaías viu a Deus, Isaías viu a Isaías.

Quando vemos a santidade de Deus, vemos nossa pecaminosidade.

 

 

 

  1. ELE VÊ O PECADO À SUA VOLTA. V.5.

 

  1. Isaías viu não somente o seu pecado, mas o de seu povo.

 

  1. Isaías tirou primeiro a trave de seu olho.

 

  1. Quem tem a visão da santidade de Deus tem uma visão do pecado à sua volta.

 

  1. A pergunta para nós é: como vemos o mundo à nossa volta?

 

  1. Paulo orava para que o amor dos filipenses aumentasse mais e mais em pleno conhecimento e percepção, para aprovardes as coisas excelentes. Fl.1.10

 

 

 

  1. ELE É TRANSFORMADO. V.6,7.

 

  1. Isaías estava destruído ao ver seu pecado e o pecado à sua volta.

 

  1. Deus não deixa um coração quebrantado sem consolo.

 

  1. Um dos serafins veio até Isaías e tocou seus lábios com uma brasa viva.

 

  1. Isaías sentiu nos lábios o que precisava ser feito para que seu pecado fosse perdoado.

 

  1. Deus perdoou o pecado de Isaías.

 

  1. O processo de purificação envolve dor.

 

Pedro diz que as provações têm um efeito purificador em nós. Ele compara a nossa fé com o ouro que para ser purificado precisa ser passado pelo fogo. 1Pe.1.6,7.

 

 

  1. Deus sempre vem em direção do coração contrito.

 

  1. Aquele que experimenta o Deus presente é profundamente transformado.

 

 

 

 

  1. ELE É CHAMADO A SERVIR. V.8.

 

  1. Deus chamou Isaías a servir.

 

  1. Deus queria usá-lo como sua vós para a nação.

 

  1. Devemos responder a Deus ao chamado para servir.

 

  1. Se fomos tocados pela brasa somos chamados para servir.

 

Pedro escreveu: Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu. 1Pe.4.10.

 

Muitos querem servir, mas nada sabem sobre a santidade de Deus, sobre o seu próprio pecado. Pulam as primeiras etapas.

 

O que Isaías fez depois disso?

 

Ele  falou sobre Deus como poucos. As pessoas precisam ouvir sobre o caráter santo de Deus. Por boca de Isaías Deus definiu a si mesmo.

Is.44,45,46

 

Ele falou sobre a distância entre Deus e nós.

 

Mas também falou sobre como Deus veio até nós por meio de seu filho.

 

As pessoas precisam conhecer a Deus. Isaías foi servir falando sobre Deus e seu propósito salvador.

 

As pessoas precisam saber sobre Deus como ele é de fato.

 

A brasa aponta para a cruz.

 

Quando a mensagem da cruz toca o coração, ele é queimado.

 

A santidade de Deus é revelada.

 

O pecado é revelado.

 

O pecado é perdoado.

 

E o transformado é chamado a servir.

 

Diante da cruz devemos temer como Isaías e diante da cruz somos chamados a servir como Isaías.