Por que Precisamos Nascer de Novo? – John Piper (1/4)

Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, 2 nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; 3 entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais. 4 Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, 5 e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, —pela graça sois salvos, 6 e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; 7 para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus. 8 Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; 9 não de obras, para que ninguém se glorie. 10 Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.
[Ef 2]

Um dos maiores livros já escritos sobre Deus, a saber, as Institutas de João Calvino, começa com esta frase: “Quase todo o conhecimento que possuímos, de que se possa dizer como verdadeiro e sólido conhecimento, consiste de duas partes: o conhecimento de Deus e o conhecimento de nós mesmos.” O que talvez precisemos relembrar em nossos dias não é que o conhecimento de Deus é difícil de ser compreendido e abraçado — isso é mais ou menos óbvio — mas que o conhecimento acerca de nós mesmos é semelhantemente difícil de compreender e abraçar. Na verdade, pode ser até mais difícil, primeiro porque um verdadeiro conhecimento de nós mesmos presume um verdadeiro conhecimento de Deus, e, em segundo lugar, porque tendemos a pensar que conhecemos a nós mesmos, quando, na verdade, a profundidade da nossa condição está além da nossa compreensão sem o auxílio de Deus.

Quem Pode Conhecer o Coração Humano?

O profeta Jeremias escreveu “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9). Davi disse no salmo 19:12 “Quem há que possa discernir as próprias faltas? Absolve-me das que me são ocultas.” Em outras palavras, nós nunca conhecemos a profundidade da nossa pecaminosidade. Se o nosso perdão dependesse da totalidade do conhecimento dos nossos pecados, todos nós pereceríamos. Ninguém conhece a extensão de sua própria pecaminosidade. Ela é mais profunda do que qualquer um conhece.

Porém a Bíblia não nos deixa sem auxílio para que nos conheçamos. O fato de que não podemos entender completamente o quão pecadores nós somos, não significa que não possamos conhecer profundamente o quão pecadores nós somos. A Bíblia tem uma mensagem clara e devastadora sobre o estado das nossas próprias almas. E a razão disto é para que saibamos do que é que precisamos, e gritar de alegria quando Deus nos dá.

Por que Nós Precisamos Nascer De Novo?

Estamos numa série de sermões sobre o novo nascimento. Nós ouvimos Jesus dizer em João 3:7 “Necessário vos é nascer de novo.” E em João 3:3 “Aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” Em outras palavras, ser nascido de novo é infinitamente importante. Céu e inferno estão colocados na balança. Nós não veremos o reino de Deus a não ser que tenhamos nascido de novo. Então, a questão hoje é Por que?Por que isto é tão necessário? Por que não há alguma outra coisa que seja suficiente, como um recomeço, ou um aperfeiçoamento moral, ou o auto-discipulado? Por que esta coisa radical, espiritual, sobrenatural chamada novo nascimento ou regeneração? Esta é a questão que tentaremos responder hoje e na próxima semana.

Diagnóstico: Nós Estamos Mortos

O texto por onde iniciamos é Efésios 2. Por duas vezes, nos versos 1 e 5, Paulo diz que estamos mortos em nossas transgressões. Verso 1: “estando vós mortos nos vossos delitos e pecados. . .” Versos 4-5: “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, — pela graça sois salvos.” Então, por duas vezes Paulo nos descreve como “mortos”.

Solução: “Deus Nos Deu Vida”

E a solução para isso no versículo 5 é: “Deus nos deu vida.” Você nunca experimentará a totalidade da grandeza do amor de Deus por você, se não enxergar o amor dele em relação ao seu estado de anterior de morte. Pois o verso 4 diz que a grandeza do seu amor é demonstrada exatamente nisso: que ele nos dá vida estando nós mortos. “​Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, ​e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo.” Por causa do seu grande amor por nós, ele nos deu vida. Se você não sabe que estava morto, você não conhecerá a totalidade do amor de Deus.

Eu considero este milagre, “ele nos deu vida”, como sendo virtualmente o mesmo que Jesus chama de novo nascimento. Antes nós não tínhamos vida espiritual, e então Deus nos levantou daquele estado de morte espiritual. E agora estamos vivos. Isto é o mesmo que Jesus dizer que necessitamos nascer do Espírito (João 3:5) e “o Espírito é o que vivifica” (João 6:63).

O Amor da Nova Aliança

Assim, podemos dizer, então, que a obra da regeneração, a obra do novo nascimento, a obra de ser vivificado, flui da riqueza da misericórdia de Deus e da grandeza do seu amor. “Mas Deus, (1) sendo rico em misericórdia, (2) por causa do grande amor com que nos amou,​ e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo.” Este é o amor da nova aliança. Este é o tipo de amor que Deus tem para sua noiva. Ele a encontra morta (Ezequiel 16:4-8), e ele dá o seu Filho para morrer por ela, e então ele lhe dá vida. E ele a mantém para sempre. “Eu lhes dou a vida eterna”, disse Jesus, “jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão” (João 10:28).

Por John Piper © Desiring God Foundation. Usado com permissão. Site em inglês: desiringGod.org | Português: satisfacaoemDeus.org |. Original: Por que Precisamos Nascer de Novo? Parte 1

Traduçãowww.VoltemosAoEvangelho.com. Original: Por que Precisamos Nascer de Novo? – John Piper (1/4)

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

11 Comentários
  1. Bruno Diz

    Glória a Deus por esse artigo. Graças a Deus por seu amor imenso.

  2. Joilson Pereira de Oliveira Diz

    Leituras que falam profundamente com nossa essência (nosso espírito), quem é que conhece o homem se não o espírito que nele habita! Obrigado!

  3. Joilson Pereira de Oliveira Diz

    Leituras que falam profundamente com nossa essência (nosso espírito), quem é que conhece o homem se não o espírito que nele habita! Obrigado!

  4. Jean Carlo Favaratto Diz

    Maravilhoso

  5. Presbítero Mitrione Diz

    MUITO BOM, PRECISAMOS REALMENTE VIVER O EVANGELHO NA SUA EXCELÊNCIA E PLENITUDE!!!!!!

  6. Fernando Krause Diz

    O novo nascimento em Jesus é tão necessário para a eternidade quanto o ar que respiramos para viver por aqui.

  7. Fernando Krause Diz

    O novo nascimento em Jesus é tão necessário para a nossa eternidade espiritual quanto o ar que respiramos para, naturalmente, estarmos vivos por aqui.

  8. Lucas Pereira Silva Diz

    o ideal tbm é que os cristãos explorem os indícios do novo nascimento em sua vida. Exemplo o amor para com o próximo (irmão) e a santificação, sem a qual ninguém verá a Jesus.

  9. Éderr Corrêa Diz

    Amem, muito bom

  10. XXXX Diz

    rssrs isso é texto do livro finalmente vivos de piper

  11. Nilton Jovino Diz

    Fernando, depois da foto,penso que tu és eletrotécnico assim como eu,ou não ? quanto ao galeto com pão ,somente, é uma brincadeira que faço com os amigos da familia. A proposito seja bem vindo…

Comentários estão fechados.