Baixe gratuitamente o e-book “Desejo e Engano” de Albert Mohler Jr.

Baixe o livro “Desejo e Engano” no formato PDF. Boa leitura!

Prefácio

Hoje, a sexualidade é um fator importante na vida pública dos Estados Unidos e da maior parte do mundo. De algum modo, isso não é algo novo. Afinal de contas, a sexualidade é um dos principais aspectos da existência humana – uma dinâmica complexa, inevitável e potencialmente perigosa de nossa vida. Contudo, a sexualidade é agora um assunto público – a prioridade e o centro de alguns dos maiores e mais disputados debates desta época.

DesejoEngano700x700

Sexo e sexualidade norteiam muito das propagandas, entretenimentos e temas culturais que o povo usa em sua conversa regular. A revolução sexual dos anos 1960 foi, em retrospectiva, somente um sinal do que estava por vir. Nestes primeiros anos do século XXI, assuntos sobre sexualidade são aparentemente inevitáveis. Alunos do ensino fundamental estão sendo apresentados a currículos sobre “diversidade familiar”, e os principais jornais noticiam o fenômeno da promiscuidade sexual em asilos para idosos. Parece não haver nenhuma parte de nossa cultura que não esteja lidando, de uma maneira ou de outra, com a sexualidade – envolvendo, frequentemente, significativa controvérsia.

Os cristãos têm um papel e um dever especial em meio a esta confusão. Em primeiro lugar, eles sabem que o sexo tanto é mais como menos importante do que a cultura de sexualidade liberal pode entender. Diferente dos evolucionistas naturalistas, os cristãos acreditam que as realidades de gênero e sexualidade são dons intencionais do Criador, que os deu aos seres humanos como bênção e responsabilidade. Diferente dos relativistas pós-modernos, os cristãos não podem aceitar a afirmação de que os padrões sexuais são meras construções sociais. Cremos que somente o Criador tem o direito de reveler sua intenção e ordens concernentes à nossa administração desses dons. Diferente dos gênios e gurus de marketing e publicidade, não cremos que a sexualidade deve ser usada como um ardil para atrair a atenção e criar demanda no consumidor. Diferente dos complacentes produtores de entretenimento sexualizado, não cremos que o sexo consiste primariamente em diversão e prazer. Diferente dos revolucionários sexuais das décadas recentes, não cremos que a sexualidade é o meio de libertar o ego da opressão cultural. Em outras palavras, cremos que o sexo é menos importante do que muitos desejam que creiamos. A existência humana não se centraliza, primeira e principalmente, no prazer sexual e na demonstração de sexualidade. Há muito mais para a vida humana, realização e alegria. O sexo não pode cumprir as promessas feitas por nossa sociedade hipersexualizada.

 

  Download

Primeiro capítulo do livro “Desejo e Engano” de Albert Mohler Jr., publicado pela Editora Fiel.

Este livro é uma tentativa de considerar, com base na perspectiva do cristianismo bíblico, vários assuntos controversos e problemáticos sobre a sexualidade.

3 Comentários
  1. Giovanni Maria Diz

    muito bom

  2. Ademar Andrade Diz

    Explendido gostei do esclarecimento .

  3. Deizimara Dambrosio Diz

    INTERESSANTE

Comentários estão fechados.