Como corrigir um filho adulto que ainda mora com os pais?

Transcrição

No caso de filhos adultos que moram em nossa casa, é apropriado que os pais digam:

“Essa casa é nossa de uma maneira que não é sua casa. Você mora conosco por nossa generosidade e nós temos padrões que estabelecemos para a nossa família que nós esperamos que você obedeça. Então, em termos do tipo de música que ouvimos e até coisas como frequentar a igreja conosco no dia do Senhor, é assim que nossa família funciona e se você escolher morar em nossa casa como um jovem adulto, esperamos que você seguirá nossa maneira de fazer as coisas. Um dia, você terá sua própria casa e você estabelecerá os padrões da casa e, quando formos visitar você, não tentaremos mudar nada. Aceitaremos os padrões que você terá estabelecido para sua casa. Essa é nossa casa e se você quiser morar conosco, se for conveniente para você, ficamos felizes por isso, nós amamos você, mas nós esperamos que você respeite os padrões que estabelecemos em nossa casa.”

Eu creio que é importante que os pais de jovens adultos não tentem controlar suas vidas ou opinar sobre todas as decisões que tomam. Por exemplo, se eles decidem comprar um carro e nós achamos que não é uma decisão sábia, a decisão é deles. Se eles pedirem nosso conselho, nós podemos dar. Se eles cometerem um erro, o erro é deles. Eles podem aprender com o erro. Não temos que ficar dizendo o que devem fazer como faríamos com uma criança pequena. Eu creio que é extremamente arrogante quando um jovem diz: “Eu sou um adulto. Você não pode mandar em mim. Eu sou um adulto, então eu posso tomar minhas próprias decisões”.

Enquanto isso, eles moram na minha casa, na casa que eu comprei, são meus dependentes no plano de saúde, lavam suas roupas na minha máquina de lavar, às vezes é até a mãe que lava suas roupas, eles comem na nossa casa e nós compramos a comida, mas ainda querem dizer: “Sou um adulto. Você não pode mandar em mim”. “Se você é um adulto, consiga um apartamento e viva como um adulto. Se você quer morar na nossa casa, ficamos felizes com isso, mas reconheça que a casa é nossa. Se você é capaz de morar em nossa casa de uma maneira que respeita os nossos padrões, você é bem-vindo aqui. Se você acha que é um fardo muito grande para você, teremos prazer em ajudá-lo a encontrar um apartamento”.

Por: Tedd Tripp. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: Como corrigir um filho adulto que ainda mora com os pais?

Comentários estão fechados.