O papel da atração física no namoro

Quão significativa deve ser a atração física na busca pelo casamento? Ou que papel, se houver, a aparência física deveria desempenhar no namoro cristão?

Rapazes têm vindo até mim ao longo dos anos perguntando sobre isso. Geralmente, ele respeita ou admira uma jovem crente (ou, talvez mais frequentemente, outras pessoas em sua vida acham que ele deveria admirá-la mais), e, no entanto, não se sente fisicamente atraído por ela. Ela não é o seu “tipo”, diz ele. “Eu ainda deveria procurá-la”?

O que você diria para ele?

Eu diria: “Não”. Ou, pelo menos, “Ainda não”. Dadas as premissas e práticas comuns em nossa sociedade hoje, incluindo a igreja, não acredito que um homem (ou mulher) deva iniciar um namoro com alguém por quem eles não sejam fisicamente atraídos. Se ele admira outras coisas nela ela, sou a favor dele fazer amizade com ela e conhecê-la de maneira segura, inequívoca e não somente em uma “paquera” (provavelmente em grupos). Mas acredito que a atração física, pelo menos na grande maioria dos casos, é uma peça crítica para ajudar a discernir se devemos namorar ou casar com alguém.

Dito isso, também acredito que a atração física seja muito mais profunda e dinâmica, até espiritual, do que pensamos. Não é estática ou objetiva. A atração real, significativa e durável é muito mais que física. A aparência física de um homem ou mulher desempenha o papel de torná-los atraentes ou cativantes. Seu papel inicialmente é enorme, ou seja, na primeira vez em que você vê alguém, quando tudo o que você sabe sobre essa pessoa é o que vê, antes mesmo de saber o nome ou ouvir a voz dela. Mas seu papel necessariamente evoluirá quanto mais você aprender sobre alguém. Depois de aprender mais sobre a pessoa – perguntando a seus amigos, ouvindo-os falar ou observando o modo como ela vive – você nunca mais a verá como apenas a pessoa que viu no início.

Quanto mais aprendemos sobre ela, mais sua aparência se completa, para o bem ou para o mal, com um significado novo e mais profundo – com sua personalidade, convicções, senso de humor e fé. A garota outrora deslumbrante pode perder a maior parte de seu charme, e a garota facilmente esquecida pode tornar-se inegavelmente bonita. Cada uma delas parece exatamente a mesma de antes e, no entanto, não. Você as vê, mesmo em sua aparência física, de maneira diferente agora.

A (Mutável) Atração Física

Não acredita em mim? Pergunte aos casais amorosos de sessenta anos se eles ainda estão “fisicamente atraídos” um pelo outro. Alguns deles estão mais atraídos um pelo outro do que nunca, e não porque estão ganhando peso, perdendo cabelo ou tendo mais problemas para se locomover. É porque a aparência deles, aos olhos de seus amados, é cada vez mais preenchida com uma apreciação cada vez maior pela beleza do outro. Eles veem algo diferente nos olhos um do outro. As mãos estão desgastadas, mas são familiares e seguras. As rugas são os anos de fidelidade e felicidade passados ​​juntos. O amor deles não apenas olha para além da superfície, mas vê a superfície com novos olhos.

Por outro lado, a celebridade que você acha tão intensa agora pode perder todo o seu encanto da noite para o dia, literalmente em uma manchete. O galã bate na namorada ou a mulher da capa de revista dorme com mais três caras. De repente, é mais difícil até mesmo ver fotos deles. Cada um deles parece exatamente o mesmo, mas não é. Você vê as mesmas fotos de maneira diferente agora – o mesmo cabelo, os mesmos olhos, a mesma figura – tudo subitamente desagradável, sem atrativos.

A atração física é real, mas mutável. Deus nos mandou apreciar a beleza que ele criou – encontrar homens (para mulheres) ou mulheres (para homens) fisicamente atraentes – e esse é um elemento real e importante em nossa busca pelo casamento e, eventualmente, em nosso progresso dentro da aliança. Deus nos deu sentidos físicos e desejos para o nosso bem. Mas isso é apenas uma parte e não é a peça principal do que torna as pessoas atraentes – nem de longe. A fé mútua em Jesus Cristo deve ser a coisa mais atraente em qualquer cônjuge em potencial.

A Beleza é Vã

Pode ser a coisa mais importante a aprender sobre a atração física (ou sexual): que, a sua riqueza e plenitude, não é apenas ou principalmente física (olhos, cabelos e imagem). “Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa será louvada”. (Provérbios 31.30). Por que Salomão precisa dizer isso? Porque a beleza e o charme físicos são naturalmente atraentes. Mas sem fé, eles desaparecem, e rapidamente.

Você pode ver uma foto em um anúncio ou aplicativo e decidir se a aparência física de alguém é atraente para você, mas é como comprar uma casa com base em uma foto do jardim da frente. A maioria das pessoas deseja apreciar a aparência da frente de sua casa, mas isso normalmente não descarta a lista das dez ou quinze principais coisas que eles procuram em uma casa. Quantos quartos e banheiros? Os aparelhos foram atualizados nos últimos cinco ou dez anos? Em que tipo de alicerce ela foi erguida? O exterior pode ser mais importante para algumas pessoas, mas provavelmente são para pessoas que nunca possuíram uma casa antes. O interior de uma casa – espaço, eletrodomésticos, design de interiores – pode cobrir uma infinidade de “pecados” aos olhos. Mas nenhuma quantidade de tinta e criatividade externa pode corrigir os sérios problemas internos.

Então, vamos fazer a pergunta de outra maneira. Um homem cristão deveria procurar uma mulher cristã por quem ele é fisicamente atraído? Eu poderia dizer: “Não”. Isto é, se tudo que você conhece ou gosta nela é o que vê. Gostaria de encorajá-lo a fazer amizade com ela e conhecê-la de maneira segura, inequívoca e não somente em “paqueras” (provavelmente em grupos), até que você saiba se existe uma verdadeira beleza por trás do rosto dela e tudo o mais que alguém possa ver. Você já viu o suficiente de sua fé, sua força e maturidade espiritual e sua semelhança com Cristo, para saber se sua beleza é real e durável, ou superficial e desbotada?

Melhor com os anos

Eu não encorajaria um homem a procurar uma mulher crente por quem ele não se sente atraído fisicamente, mas também não deixarei a conversa por aí. Vou fazer algumas outras perguntas para ele. Por exemplo, se ela realmente é uma mulher piedosa, por que você se sente mais atraído pela garota incrédula da sua aula de álgebra? Ou (para as mulheres), se ele realmente é um homem piedoso, por que você pode ser mais atraída pelo “cara” ímpio do trabalho?

Como homens e mulheres crentes, devemos achar a piedade incrivelmente atraente. De fato, aos nossos olhos e corações, deve ser a coisa mais atraente das pessoas mais atraentes. Isso não significa que, se você é cristão, deve achar todo homem ou mulher cristã atraente. Mas isso significa que há um padrão ou tendência em suas atrações.

Em nossos dias, parece sensato, em geral, homens e mulheres namorarem alguém por quem são atraídos. E homens e mulheres cristãos devem cultivar corações mais atraídos pela fé e pelo caráter do que qualquer outra coisa. O mundo ao nosso redor pregará que a beleza física é tudo, mas sabemos e desejamos melhor. De todas as pessoas no mundo, devemos ser os mais livres da escravidão para aparências físicas e excitação sexual. Nossos olhos devem ser cada vez mais atraídos pela modéstia, não pela falta de recato.

Ao colocarmos os olhos e o coração de Cristo, cada vez mais poderemos ver através de todas as aparências temporárias e desbotadas as coisas que são verdadeiramente belas – as qualidades em cada um que imitam Jesus e antecipam o céu. As qualidades que melhoram com a idade.

Minha esperança para os homens

Qual é a minha esperança para os homens cristãos? “E também faço esta oração: que o vosso amor aumente mais e mais em pleno conhecimento e toda a percepção, para aprovardes as coisas excelentes e serdes sinceros e inculpáveis para o Dia de Cristo, cheios do fruto de justiça, o qual é mediante Jesus Cristo, para a glória e louvor de Deus”. (Filipenses 1. 9–11).

Quero que nossos homens (e mulheres) sejam conhecidos por reconhecer e aprovarem o que é verdadeiramente excelente e belo, que há uma pureza singular e durável em nossas buscas por casamento. Que coisa incrível seria se o mundo estivesse confuso hoje pelo seu interesse em uma mulher cristã que eles acham menos atraente fisicamente, apenas para que faça todo sentido, vinte e cinco anos depois, quando vocês estiverem alegremente casados (e mais atraídos do que nunca um pelo outro) – enquanto  eles completam cinco meses do quinto casamento.

Se você é cristão e não é tão atraído pela piedade quanto deseja, ou se sente fixado na beleza física, o que deve fazer? Confesse isso a um irmão. Traga alguém para peneirar esses desejos com você, alguém que possa ajudá-lo a aplicar o evangelho com graça e verdade. E então comece a procurar evidências de graça em mulheres piedosas.

É fácil perceber características físicas – quase todo homem no mundo é capaz disso – mas discipline-se a perceber e apreciar a verdadeira beleza, que não é mostrada, mas escondida no coração de uma mulher e que se expressa em coisas como paciência, bondade e abnegação. Faça uma oração de agradecimento pelo que vê em mulheres assim e depois compartilhe com seu amigo. Transforme as mundanas conversas grosseiras de vestiário, elogiando a beleza verdadeira e duradoura com humildade e respeito.

Aprenda a vaidade da beleza física (por si só) e as mentiras que envolvem o charme e a bajulação, e treine seu coração e mente para louvar e desejar a mulher cujo coração é ardente por Jesus.

Por: Marshall Segal. © Desiring God Foundation. Website: desiringGod.org. Traduzido com permissão. Fonte: Isn’t She Beautiful?

Original: O papel da atração física no namoro. © Ministério Fiel. Website: MinisterioFiel.com.br. Todos os direitos reservados. Tradução: Paulo Reiss Junior. Revisão: Filipe Castelo Branco.