[Finalmente Vivos] Parte IV: Quais são os efeitos do Novo Nascimento? (2)

Veja todas as postagens e os novos sorteios deste especial.

John Piper – O Novo Nascimento e a Certeza da Salvação

Deus nos chama à plena segurança

Este livro foi escrito, disse João, para ajudar os crentes a terem segurança plena de que nasceram de novo — ou seja, de que têm dentro de si uma nova vida espiritual que nunca desaparecerá.

1 João 5,13: “Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus”.

As ações dos cristãos confirmam a sua nova natureza

João insiste que o ser espiritual deve ser validado pela ação física; do contrário, o ser espiritual simplesmente não é real.

1 João 3.7: “Filhinhos, não vos deixeis enganar por ninguém; aquele que pratica a justiça é justo, assim como ele é justo”.

Os regenerados não são impecáveis

1 João 1.8: “Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós”.

Não há cristão que não peque.

1 João 2.1: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”.

João não supõe que, se você pecar, não nasceu de novo, Ele supõe que, se você pecar, tem um Advogado.

Lidando com nosso pecado recorrente

Como as pessoas que experimentaram o milagre do novo nascimento lidam com sua própria pecaminosidade, enquanto tentam viver na plena certeza de sua própria salvação?

Fugindo da presunção, correndo para o Advogado

É comum os crentes se deixarem levar pela presunção pecaminosa (indiferença quanto pecaminosidade). Quando a pessoa nascida de novo experimenta esse tipo de afastamento, a verdade de 1 João 3.9 (“Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado”) tem, mediante o Espírito Santo, o efeito de despertá-la quanto ao perigo de sua condição, para que ela corra para seu Advogado e Propiciação em busca de misericórdia, perdão e justiça.

Fugindo do desespero, correndo para o Advogado

Também é comum os crentes se deixarem levar ao desespero (sua consciência o condena, e seus próprios atos lhe parecem tão imperfeitos que nunca poderiam provar que você nasceu de novo). Quando a pessoa que nasceu de novo experimenta isso, a verdade de 1 João 2.1 tem, por intermédio do Espírito Santo, o efeito de resgatá-la do desespero: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar temos Advogado, junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”.

O capítulo 12 é um dos melhores capítulos do livro. Piper trabalha a complexa relação entre “ter certeza da salvação”, “achar-se salvo e não o ser” e “nossos pecados recorrentes”. Difícil imaginar um cristão que não lute, eventualmente, com estes problemas. Se você está nesta situação, considere comprar o livro. Além disso, o autor também fala sobre heresias que levaram João a escrever sua primeira epístola.

Já no capítulo 13, ele elabora um dos temas principais de 1 João – o amor – relacionando-o com o novo nascimento e mostrando como nosso amor deve ser. Novamente, um dos melhores capítulos do livro.

Embora haja muitos cristãos que realmente nasceram de novo e lutam pela segurança que vem da certeza da salvação, há muitos que se acham cristãos, vão à igreja, onde alguém disse que eles são nova criatura, mas, na verdade, não o são. Piper explica no vídeo abaixo, um pouco, sobre como saber se você nasceu de novo. Fuja da presunção e do desespero e corra para Jesus.

Por John Piper © Desiring God. Website: desiringGod.org

Resumo extraído da Parte 4 (capítulos 12 e 13) do livro Finalmente Vivos, com trechos do mesmo.

Disponibilizado por: Editora Fiel

Vídeo legendado por: JvDap

4 Comentários
  1. Elen Diz

    É muito injusto, vocês colocarem só 3 min de uma pregação como está, é como quem está a muitos dias sem agua limpa e fresca para beber. de repente está agua aparece mas voce só pode beber 50 ml

    1. Vini Diz

      Injusto é uma palavra forte =/

      rs

  2. Davi Diz

    Também queria assistir o resto, é uma grande realidade e que têm acontecido com MUITOS.

  3. Claudia Siqueira Diz

    eu naum diria injusto, mas a verdade que vc nos deixaram com um gostinho de quero mais rsrs Paz do Senhor irmaos e que Deus em sua misericordia possa continuar abençoando a vcs e santificando a cada dia até Sua volta. 

Comentários estão fechados.