um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Tim Conway – A Ira de Deus é Contra o Pecador

Tim Conway, amparado por uma gama de textos da Escritura, mostra que a noção de que a ira de Deus não é contra o pecador, mas só contra o pecado não está de acordo com o testemunho da Palavra de Deus.

Por Tim Conway © Grace Community Chruch | gccsatx.com

Tradução: I’ll Be Honest (Português)

Revisão: voltemosaoevangelho.com

Respostas à possíveis dúvidas:

1) Mas Deus não é amor?
Sim. Só que Ele não é só amor. Nem o fato de Deus ser amor significa que Ele ama todos igualmente (Rm 9). Não há nenhuma oferta de salvação para Satanás e seus anjos. “Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado” (Romanos 11:22).

2) Mas Tim Conway só usou versículos do Velho Testamento, o Novo Testamento apresenta um Deus de graça e amor?
Espero que com isso você não esteja sugerindo que há dois deuses na Bíblia ou que deus evoluiu com o tempo. Isso é heresia. Apesar de existir a revelação progressiva, toda Escritura é inspirada por Deus (2 Tm 3:16) e se você ler atentamente o Novo Testamento verá que há inúmeras passagens sobre a ira e a justiça de Deus (Jo 3:36). Apocalipse apresenta imagens bem vívidas sobre a ira do Cordeiro sendo derramado na terra e o sofrimento dos que lá estavam (Ap 6 e 14).

3) Vocês só falam da ira de Deus e se esquecem do amor.|

Não é verdade e basta você pesquisar o blog. Contudo, tendo em vista os modismos e as heresias modernas, faz-se necessário defendermos a ira do nosso Pai.

Por fim, antes de enviar um comentário chamando isso de ‘heresia’ ou algo assim, pare um pouco, leia os versículos que o Tim citou e escreva um comentário para cada um deles nos explicando como esses versos não pregam a ira de Deus contra pecadores.

52 Comentários
  1. Felipe(Soldado de Cristo) Diz

    Sobre a questão do novo testamento, um dos versículos que fala mais fortemente sobre o ódio de Deus está em romanos 9:13: ”Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú.”(ACF)

    A maioria das versões traduzem esse e outros versículos que falam sobre o ódio como o aborreceu, mas se for traduzido literalmente é odiar

  2. Rogério Diz

    Louvo a Deus porque ele não está falando somente comigo, mas levantando o remanescente fiel para mostrar a importância do sacrifício de Jesus. A ira de Deus é terrível sim e será tão profunda que as pessoas vão pedir aos montes para que caiam sobre elas. Parabéns ao Voltemos ao Evangelho por disponibilizar esses vídeos, como também os do Paul Washer, que mostram que devemos orar, nos arrepender e aceitar a vida dada por Jesus a nós! Graça e Paz!

  3. Jr Diz

    Heresia… sim, não há dois Deuses, mas duas alianças e a forma como as duas tratam o homem é bem diferente, uma segundo o sacerdócio de Arão, outra o de Melquesedeque.
    Mas quem liga para essas bobagens, já que “Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” Rm 8:35

    1. Vini Diz

      Não foi Moisés salvo pela fé no Cordeiro Pascal? Assim como todo povo do Egito? Não veio para eles primeiro a libertação pelo sangue do Cordeiro e depois veio a Lei? Algum homem foi salvo pela Lei em qualquer testamento? Não é Cristo o cumprimento das promessas (aliança) Abraâmicas? Não somos nós, gentios, enxertados na oliveira da aliança Abraâmica?

      E esta é a aliança de toda Escritura: Eu serei o seu Deus e vocês serão o meu povo.

      De Adão a João Batista e de Pedro a nós, todos somos salvos pela graça através da fé.

    2. Jr Diz

      Rm4:14-16 “Porque, se os que são da lei são herdeiros, logo a fé é vã e a promessa é aniquilada.
      Porque a lei opera a ira. Porque onde não há lei também não há transgressão.
      Portanto, é pela fé, para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a posteridade, não somente à que é da lei, mas também à que é da fé que teve Abraão, o qual é pai de todos nós,”

      Logo, se é pela FÉ, mediante a GRAÇA que sou SALVO, e não na LEI, que opera a IRA, não está mais sobre nós a IRA de DEUS, pois como 1Jo2:2 diz, o sacrifício Dele (Jesus) tirou a inimizade entre Deus e o Homem…

    3. Vini Diz

      Ninguém afirmou que a ira de Deus permanece sobre os salvos… Não permanecia nem sobre os salvos do velho, nem do novo testamento.

    4. Jr Diz

      Porém na velha aliança a ira de Deus acontecia em homens vivos, e na graça apenas para aqueles que rejeitarem a graça e morrerem sem ela.
      No mais, o pecado trás consequências na carne( em vida), mas não chamaria isso de ira de Deus, nada mais que o caminho natural do pecado que é a morte.

    5. Vini Diz

      Não entendi direito seu primeiro parágrafo. Parece dizer que a ira de Deus só é derramada sobre os mortos no novo testamento. Você tem algum embasamento bíblico para afirmar isso? Sem contar do caso explícito de Ananias e Safira.

      A morte que o pecado trás é uma consequência do pecado? Sim. É uma consequência natural? Sim. Por quê? Porque Deus determinou. A morte que o pecado causa é consequência do julgamento/ira de Deus.

      Com isso não quero dizer que a ira ou o julgamento de Deus repousa sobre um cristão genuíno, pois Cristo levou no madeiro tudo sobre si.

    6. Jr Diz

      Então…
      “A morte que o pecado causa é consequência do julgamento/ira de Deus”
      O julgamento não é após a morte? Ou eu estou enganado é durante a vida?

    7. Jr Diz

      Segue o embasamento bíblico: Ap 20: 12 “E vi os MORTOS, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.”

      e a Ira de Deus, para os mortos: Ap 20:14,15 “E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte. E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.”

    8. Vini Diz

      A morte como julgamento de Deus está na queda de Adão.

      Acho que julgamento está com sentidos diferentes em nossa conversa. Haverá o grande julgamento, onde todos responderam diante de Deus.

      Mas isso não significa que não haja outros julgamentos ou condenações ou iras.

      As pragas do Egito foram um julgamento. A morte de Ananias e Safira também. A morte consequência do pecado de Adão também.

      Os textos que você deu não falam que só há julgamento para os mortos. Você está adicionando algo que não está no texto. O texto fala que os mortos foram julgados no último julgamento.

  4. Felipe Mello Diz

    Quem não se lembra de Ananias e Safira?

    Creio que estamos distantes de Deus e por isso essa ira de Deus não se manifesta entre nós…
    Imagina se Deus matasse os que roubam das ofertas?

    Tanto no monte pós-egito e no caso de Ananias e Safira, o povo decidiu se afastar de Deus por causa de medo.

    O pecado nos trás medo de nos relacionarmos com Deus.
    Quanto mais perto dEle, mais perigoso, menos comodo…

    É possível nos aproximarmos de Deus, mas tem um preço…
    Assim como também tem um preço de não nos aproximarmos dele…

    A Ira pode não ser manifesta agora, mas será.
    Como diz em Apocalipse: Quando ele vier, todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele (Ap 1:7)

    Precisamos despertar!

    1. Jr Diz

      “É possível nos aproximarmos de Deus, mas tem um preço…”

      Sim, e já foi pago, pelo ÚNICO que podia pagar! Jesus Cristo!
      Paz

    2. Sebastião viana Santana Diz

      É verdade meu irmão, ha um preço para estar próximo de Deus, e estamos.

      Lendo a sua resposta ao nosso irmão felipe mello me lembrei de Jesus dizendo; “Deus meu Deus meu por que me desamparaste?”. Deus disse para Jesus; a minha mão tem que pesar, para que nunca volte a pesar até o arrebatamento da igreja. e realmente a mão de Deus pesou sobre Jesus Cristo, então o preço foi pago.

      paz de cristo jesus.

    3. Felipe Mello Diz

      Amigo, deixe o crentanhes de lado…

      Quem ouve o evangelho e o aceita não é semelhante à um homem que encontra um tesouro no campo, vai, vende tudo o que tem e compra aquele campo?

      Quem quiser salvar sua vida, perde-la-a, mas aquele que perder por causa do meu nome, esse a ganhará.

      Convém que eu diminua e que ele cresça

      Não há um preço a se pagar? A morte do seu ego, morte para o mundo, o recusar do banquete da babilonia?

      Paulo diz que se a recompensa de Cristo não for real, somos dentre os homens, os mais miseráveis.

      Por acaso Elias não teve que “orar fervorosamente”?
      Moisés não abriu abriu mão de sua vida para cumprir seu chamamento?

      Por favor irmão…
      É claro que há um preço!

      “ninguém pode servir a dois senhores”…

      Pra escolher um, você tem que abrir mao do outro, e isso é custa.

      Estou enganado?

    4. Paulo de Faria Neto Diz

      Falou tudo, Felipe Mello… Concordo com vc…

  5. Diego Monteiro Diz

    E como disse certo pregador:

    ” Um dia estaremos todos, sem exceção, perante o tribunal de Deus. Todos estarão prostrados em reconhecimento de que ele é Senhor e Soberano sobre tudo e sobre todos. Seus desígnios não estão abertos a questionamentos ou discussão de nossa cega e deturpada mente. Ou estaremos prostrados perante Sua Glória pois a visão dela nos constrangeu e nos impactou de tal modo que não pudemos ficar de pé e prostramo-nos perante o Cordeiro, ou estaremos prostrados pois a rótula de nossos joelhos foi esmagada pela Ira do Cordeiro.”

    A realidade do “céu” não é superior à realidade do “inferno”. O Céu é a plenitude do perdão e da aceitação e da remissão de pecados dada gratuitamente ao homem. O Inferno é a pura, visível e palpável Ira de Deus sobre todo aquele que vive na iniquidade.

    Que o temor e o tremor sobre a realidade do Inferno para a humanidade, seja levado a sério tanto quanto a realidade do Céu para a humanidade.

    Concluindo, os homens criam seus próprios deuses imaginários para suprir uma necessidade de seu próprio egocentrismo. Deus existe por mim, Deus existe para mim, eu sou o centro. Sendo que na verdade, eu existo para Deus e seus desígnios e decretos inquestionáveis.

    Louvado seja o único Deus!

    1. Jr Diz

      Espero realmente que o temor do inferno não seja a mola que move o Cristão, mas o amor e gratidão a Cristo, pois João diz: “Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.
      No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor.”1Jo 4:18,17
      Quem ama, anda em amor, não precisa temer o inferno…

    2. Vini Diz

      Amém. A gratidão é nossa mola propulsora. E quando olhamos para o inferno, tememos não como aqueles que irão para lá, mas um santo temor do que merecíamos, misturado com gratidão pelo livramento.

    3. Jr Diz

      Amém!!

    4. Diego Monteiro Diz

      Sim, quando cito o temor perante a realidade do inferno não é que acredito que mesmo que por medo do inferno os homens deviam se voltar a Deus, mas sim que deviam ser ainda mais gratos e constrangidos por Deus, por reconhecerem que mereciam o inferno e não a salvação!

      Louvado seja o ùnico Deus!

    5. Esmeraldo de Luna Batista Diz

      Nisso consiste o verdadeiro evangelho, pois Deus não tem prazer naquele que se achega  a Ele tão somente para isenção da culpa, mas pela gratidão. Pois Ele pagou nossa conta quando ainda éramos pecadores. Quando atentamos ao que está escrito para obedecermos, (falo como homem),  verificamos que realmente não há um justo sequer. O único que foi exaltado por Cristo como homem foi João Batista mas Jesus afirmou que o menor no reino dos céus é maior que João. E só NASCENDO DE NOVO é que pode entrar no reino de  Deus. É aí que me conscientizo que não tem ninguém que possa por esforço carnal cumprir os mandamentos, e mesmo que consiga,se julgar salvo. Não devemos confiar na letra pois ela mata. (a letra eu traduzo como lógica de raciocínio). Se o senhor não edificar a sua casa, em vão vigia o sentinela.

  6. Bruno Diz

    Excelente postagem!
    Sempre que comento este assunto as pessoas ficam chocadas: “Ow, mas Deus não é amor? Não acredito nisso!! Me ensinaram desde criancinha que “Deus ama o pecador mas odeia o pecado”, tá na Bíblia!” Quando pergunto aonde isso tá escrito na Bíblia, elas não podem responder.

    Por Deus ser Amor, Ele tem de odiar aqueles que praticam a maldade, não apenas o ato de pecar. Deus é santo 3x. As trevas não podem co habitar com a Luz.
    E a cruz de Cristo é a maior prova disso. Cristo morreu para satisfazer a ira de Deus pra que Ele mesmo pudesse salvar os Seus eleitos. Se não fosse assim, por que Cristo teria que morrer? Não seria bem mais fácil Deus salvar os eleitos sem sacrificar o Seu próprio filho? Mas isso não poderia acontecer. Justamente porque Deus é Justo. Todos nós estávamos sob a ira de Deus, até que Cristo veio pagá-la em nosso lugar. E todos que estão fora dEle, estão sob a ira de Deus!

    Abç

  7. Victor Renan Diz

    Tinham me questionado sobre isso, e a Teologia da Prosperidade tem dificultado bastante o assunto.
    Louvo a Deus pela vida de homens que pregam O Único Deus Verdadeiro ou como diria Tozer: “O Deus que já não é mais conhecido”.

    “Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre OS FILHOS da desobediência.” (Efésios 5:6)

    Deus abençoe a todos do VE.

  8. Eduardo Diz

    “não está de acordo com o textemunho da Palavra de Deus.”
    Não é crítica, só um toque pelo “textemunho”.
    Abraços!

    1. Vini Diz

      Valeu, Eduardo.

    2. Pr Alexandre Costa Diz

      Prova clara do justo juízo de Deus, para que sejais havidos por dignos do reino de Deus, pelo qual também padeceis;
      Se de fato é justo diante de Deus que dê em paga tribulação aos que vos atribulam,
      E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder,
      Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo;
      Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder, 2 Tess1

  9. Pr. Cleilson Diz

    Quando eu prego sobre isso na igreja, as pessoas ficam espantadas, alguns até me dizem que sou o responsável por visitantes não voltarem à igreja, e muitos que frequentavam se afastam. Não gostam de ouvir falar sobre o Deus de ira. Nestes últimos dias se torna necessário falar, visto que já existem muitos omitindo essa verdade.

    Olha, só uma opinião: troca essa fonte, que fica horrível pra ler… rsrs. Valeu.

  10. Wanderson Nascimento Diz

    Realmente a Ira de Deus nunca é um assunto doce para muitos de nós.Estou incluso nessa categoria.Tenho que pedir sempre ajuda do Espirito para não negligenciar essa realidade, e sim abraçá-la com amor.

    Tem uma abordagem muito boa do DA carson no livro a Dificil doutrina do amor de Deus que ele comenta sobre isso.
    No site abaixo possui um bom trecho:

    http://theologicalmeditations.blogspot.com/2011/07/carson-on-gods-love-and-hate.html

    Abraçs;;;

  11. Edi Diz

    Graça e Paz, estou mesmo cansada desse evangelho poético e romântico que tem se pregado hoje em dia, a Palavra de Deus diz que Ele reprende e disciplina a todos que amam, por que se somos filhos de Deus devemos ser disciplinados por Nosso Pai celeste, e louvo a Deus por que ainda existem os que se preocupam em pregar a verdadeira mensagem do evangelho de Jesus Cristo, que vai muito além das bençãos materiais que muitos tem procurado.
    E porque Deus é Amor e Deus é Bom, alguns “cristãos” acham que tudo bem se cometer um pecadinho de vez em quando, Deus perdôa..sim ele perdoa.. o problema é que as pessoas ja nem conseguem mais se constranger com seus pecados, por que vivemos na era do tudo é normal..
    Louvado seja Deus por sua misericórdia que se renova a cada dia!

    A Paz!

  12. Pedro Medeiros Diz

    Quanto ao embate que o Vini teve com o Jr. Um estudo detalhado mostrará que nao sao duas alianças, apenas uma. A Lei veio para nos conduzir a Graça. Mas como disse o Vini, em todas as eras, somos justificados pela fé. E segundo Romanos 3:23-26 isto só é valido porque Deus sendo tolerante com os pecados passados (nao de todos, mas daqueles que tiveram fé), foi justo ao justifica-los por meio de Cristo. Portanto, a graça sempre reinou. Mas isto nao exclui a ira de Deus. É fato que no AT esta ira se manifesta mais vezes. Mas vemos no NT o caso citado de Ananias e Safira; caso do homem que ficou cego; caso das Palavras dura de Pedro ao mágico; as exortaçoes de Hebreus 6, 10 e 12; casos das exortaçoes de Pedro em sua carta (nao me lembro qual). Mostram que há uma terrivel ira e julgamento vindo. E quando se diz sobre ira de Deus sobre o pecador, é obvio, e ficou bem claro pelos comentários do Vini, que nao se diz que essa ira está sobre o salvo, nao! Jo 3:36 diz que quem confia no Filho nao passará por julgamento, já aquele que nao confia, a IRA de Deus permanece sobre Ele. A Ira de Deus esteve no pecado e continuará a estar, caso este nao se arrependa.
    Isto nao diz que Deus nao é amor. Pelo contrário, Deus é tao amor, que decidido em nos salvar, envia o Seu Filho, para sofrer da Sua Ira em nosso lugar, para que nós, assim, nao experimentemos da ira, mas da misericórdia de Deus. E Claro! Isto é valido para os vasos de honra que Deus criaste.

    1. Pedro Medeiros Diz

      Quero completar dizendo, que Deus, segundo as Escrituras é tardio em irar-se. Isto fica claro quando vemos que todas as manhas Deus tem dado a oportunidade de impios rebeldes acordarem e viverem mais um dia. Isto é obra da misericórdia de Deus. E Deus tem extendido os dias e a chamada do Evangelho para que os impios se arrependam. Isto é misericórdia. Porém, nao signfica também, que a ira de Deus nao está sobre o impio; sim está, só nao vemos isto claramente, ainda. Também nao significa que o impio nao esteja acumulando para si mais e mais ira; sim, ele está, a menos que se arrependa. Porém, a Ira está sendo reservada para o dia da ira/Dia do Senhor/dia do juizo/dia de Cristo.

  13. Vinícius S. Pimentel Diz

    Graça e Paz!

    Algum irmão já comentou sobre o ótimo livro do D.A. Carson, “A Difícil Doutrina Do Amor De Deus”. Esse livro realmente traz a mais equilibrada perspectiva que eu já li sobre o assunto, a partir de uma distinção entre quatro aspectos do amor de Deus:

    1) O amor intratrinitariano de Deus;
    2) O amor geral de Deus por sua criação;
    3) O amor pactual (eletivo) de Deus;
    4) O amor condicional de Deus pelos fiéis.

    Entendo o amor de Deus dessa forma complexa, não é difícil entender que Deus “ama” (quanto ao aspecto genérico) e “odeia” (quanto ao aspecto pactual) um mesmo pecador, ao mesmo tempo. Pode ser paradoxal, mas não é contraditório.

    Em Cristo,
    Vini 2

    1. Vinícius S. Pimentel Diz

      Onde escrevi “Entendo”, leia-se “Entendendo”…

  14. Alexandre Borges Diz

    Adorei a esplanação do Pr. Tim e acho também , que muitos de nós estamos nos apoiando na “dispensação da Graça” que estamos vivendo e achando que podemos continuar a viver de forma irresponsável no que tange ao pecado. Se queremos o amor de Deus, precisamos ser obedientes a Ele, incondicionalmente. Ai teremos sobre nós o verdadeiro amor incondicional de Deus.

    1. Vini Diz

      Se o amor de Deus é incondicional como ele pode depender da sua obediência? E sua obediência não possui condições, parte de você mesmo ou é Deus que age tanto no querer como no efetuar?

      Cuidado com o legalismo, irmão.

      Sugiro que você aprenda sobre o amor de Deus nesta postagem: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2011/08/john-piper-incondicional-e-o-fundamento-do-condicional/

    2. wagner Diz

      amados em Cristo PAZ seja com todos não penso ser legalismo termos responsabilidades depois de aceitarmos a fé, ainda sou adepto do sinergismo, por inumeras razões, aprendi muito com os irmãos principalemente no que tange a questão da regeneração, tenho lido muitas obras de teologia sistematica de grandes homens de Deus e orando para que ele me de a compreenção correta das escrituras tenho ainda certa resistencia como relação a monergismo principalmente por causa desse versiculo mais tb de tantos outros, Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.
      1 Timóteo 4:10

      porque amados fiz um pergunta a muito tempo porém não respondida, se Deus é o agente de todas as coisas, para que lutarmos contra o diabo, apenas deixemos Deus agir, e porque serei responsabilizado por fazer o que não devia e não fazer o que devia, pecados de omissão e comissão, entende, sei que romanos 9 é bem forte no que diz respeito a esse assunto e confesso que a passagem me incomoda muito, mais tenho estudado mais e orado tb, reforçando que aprendi muitos com os irmãos, principalmente hj me preocupo mais na busca pelo conhecimento de Deus, vim da escola de pregadores pentecostais, mais vendo paul, tim, voddie, john piper, me apaixonei pela forma como pregam, e me apaixonei tb pela pregação expositiva, tinha mais que flar mais aguardo respostas dos irmãos

    3. Vini Diz

      Wagner,

      O fato de termos responsabilidades (como perseverar na fé e andar em santidade) não implica em sinergismo. Faço a você a pergunta de Paulo aos Gálatas:

      Será que vocês são tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, querem agora se aperfeiçoar pelo esforço próprio? Gálatas 3:3

      Considere estes versículos e veja a relação da graça e da ação de Deus com nossas “responsabilidades”:

      Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. Romanos 6:14
      Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo. 1 Coríntios 15:10

      Há outros. A verdade é que a graça provedora de Deus está fundamentando toda ação que fazemos. Isso porque de Deus e por Deus e para Deus realizamos toda santificação.

      A realidade é que nos esforçamos, mas não nós, mas a graça de Deus em nós.

      Leia este texto se já não leu. O princípio dele irá ajudá-lo a entender a relação das condições da Bíblia (as quais concordo absolutamente, como, sem santidade ninguém verá a Deus) e a ação incondicional de Deus: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2011/08/john-piper-incondicional-e-o-fundamento-do-condicional/

      Paz

    4. wagner Diz

      amem vini nunca cheguei a duvidar que é pela graça que sou o que sou, pois a graça me proporcionou o Espirito Santo que é o agente que opera em mim, fazendo com que eu tenha poder de resistir a minha natureza pecaminosa, amado ja que citou galatas façamos tb uma citação, O Espirito LUTA contra a carne e a carne luta contra o Espirito, ANDAI em Espirito e não cumprireis a concupisciencia da carne, se não houvesse a oportunidade de isso acontecer Paulo ao menos se quer teria citado isso, como em Efésios 5:18, ENCHEI-VOS do Espirito Santo, essa é minha dificuldade, pq no monergismo, vemos o ato que ele nos enche, e aki a ordem de nós nos enchermos, outra e não extingais o Espirito, veja vini tenho muitas duvidas e as escrevo pq se pelas Escrituras sou convencido então aceito.

    5. Vini Diz

      Wagner, você leu o artigo? Creio que ele responde sua dúvida.

    6. wagner Diz

      antes de mais nada não quero que pense que estou discutindo vini ok?, não é espirito de contenda que esta em mim , mais são coisas que aprendi desde o inicio de minha conversão que são dificeis de deixar, mais que antes que eu mude não sera por admiração do site e dos pregadores, mais quero fazer como os crentes de bereia, o artigo fala a respeito do favor de Deus não ser incondicional, mais quero lhe fazer uma pergunta vini, a obediencia não era para adão uma condição, e msm depois da depravação e quando somos regenerados tb não é uma condição para caminharmos com Deus, é nesse ponto creio que nos separamos, mais digo isso usando passagens como 2Co 6:14, Jo 15:7, atos 15: 19-20. Creio que o amor de Deus é incondicional, mais não seu favor.

    7. Vini Diz

      Wagner,

      Tranquilo, brother, também não estou. Já passei dos 6 meses iniciais que todo “calvinista” deve ficar trancado numa jaula kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Quanto a Adão, a situação era bem diferente. De fato com Adão há o que chamou-se de Pacto das Obras. Todo ser humano falhou, em Adão, neste pacto e somente o Pacto da Graça pode nos salvar e nos levar até Deus.

      Quanto ao artigo, creio que você não o entendeu plenamente. Na bíblia vemos claramente duas questões: as condições que Deus coloca e as afirmações incondicionais que Ele faz. E isso vale inclusive para o amor de Deus. Eu e o outro Vinícius Pimentel explicamos um pouco nos comentários. Creio que se você ler vai elucidar melhor.
      Também acho que você está entendendo errado a minha posição. Eu afirmo com todas as palavras: sem santificação ninguém verá a Deus. E também afirmo com a mesma intensidade: desenvolvei a vossa salvação. Mas eu sei que por baixo de tudo isso, fundamentando e levando a cabo, está a ação de Deus tanto no querer, como no efetuar e que Ele vai me apresentar irrepreensível naquele grande dia. Afirmo com todas as palavras: aquele que não perseverar na fé não será salvo (e nunca o foi). E também declaro: minha fé é um dom de Deus e que “para meu próprio senhor estou de pé ou caio. Mas estarei de pé, porque poderoso é Deus para me firmar.”
      Uma coisa não excluí a outra e é justamente isso que o artigo explica.

      Quanto a sua afirmação “Creio que o amor de Deus é incondicional, mais não seu favor”, você tem alguma base para isso?
      Depende o que você quer dizer por amor e favor posso concordar ou discordar. Se por amor você afirma o amor pactual em Cristo, então, dependendo do que você quer dizer por favor, creio que discordo. Se por favor, você quer dizer aceitação, então afirmo: toda minha aceitação diante de Deus vem do mérito de Cristo e não do meu, então o favor de Deus sempre está voltado para o que tem fé.

      Paz, meu amado irmão em Cristo.

    8. wagner Diz

      e quando digo favor, não estou dizendo com relação a salvação, mais sim a presença e lembrando tb Is 59:1e2. e fiquei pensando no texto que vc escreveu com relação a paulo aos galatas, o contexto me diz que os galatas estavam se deixando influenciar pela falacia dos judeus, que diziam que eles teriam que se circuncidar caso contrario não seriam salvos, eu nem de longe creio e confio na carne para ser salvo, pratico boas obras não para me salvar, mais como evidencia de que sou salvo, pois creio que a melhor maneira de mostrar que creio em Cristo é praticando o que ele ensinou, fé sem obras morta.

    9. Vini Diz

      Amém.

      Então, vem a questão. Essas boas obras fluem da graça que você recebeu ou você pela sua força deve se manter salvo?

    10. wagner Diz

      as boas obrs fluem da graça somente pelagianos pensam que usam suas forças, vini me responde umas coisas que ainda tenho duvidas,por exemplo quando pedro diz que alguns naufragaram na fé?,quando paulo diz que Demas amou o presente século e o deixou? na parabola do semeador, não foram varios que creram ou estou interpretando errado, na repreensões as igrejas da Asia o Senhor Jesus usando seu apostolo,algumas diz que se eles não se arrependessem perderiam o galardão, seria riscado o nome no livro da vida, por isso não creio que uma vez salvo sempre salvo, quanto ao favor vini, quando eu o disse, não menciono o favor da salvação pois esse é incondicional, Deus nos deu sem ser expremido ou forçado a isso, foi um ato de sua livre e soberana vontade,qdo menciono favor eu com relação ao dia-a-dia, proteção contra os inimigos etc…, como diria um bom pentecostal as bençãos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é isso que penso ser condicional e deixei varias passagens la em cima que afirmam isso. Quanto ao ouvir nossas orações depende exclusivamente da obediencia certo? separei alguns trechos de romanos 11

      Pois quê? O que Israel buscava não o alcançou; mas os eleitos o alcançaram, e os outros foram endurecidos.
      Como está escrito: Deus lhes deu espírito de profundo sono, olhos para não verem, e ouvidos para não ouvirem, até ao dia de hoje.
      E Davi diz: Torne-se-lhes a sua mesa em laço, e em armadilha, E em tropeço, por sua retribuição;
      Escureçam-se-lhes os olhos para não verem, E encurvem-se-lhes continuamente as costas.
      Digo, pois: Porventura tropeçaram, para que caíssem? De modo nenhum, mas pela sua queda veio a salvação aos gentios, para os incitar à emulação.
      E se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude!
      Porque convosco falo, gentios, que, enquanto for apóstolo dos gentios, exalto o meu ministério;
      Para ver se de alguma maneira posso incitar à emulação os da minha carne e salvar alguns deles.
      Porque, se a sua rejeição é a reconciliação do mundo, qual será a sua admissão, senão a vida dentre os mortos?
      E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.
      E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira,
      Não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti.
      Dirás, pois: Os ramos foram quebrados, para que eu fosse enxertado.
      Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé. Então não te ensoberbeças, mas teme.
      Porque, se Deus não poupou os ramos naturais, teme que não te poupe a ti também.
      Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado.
      E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar.
      Porque, se tu foste cortado do natural zambujeiro e, contra a natureza, enxertado na boa oliveira, quanto mais esses, que são naturais, serão enxertados na sua própria oliveira!
      Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado.
      E assim todo o Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o Libertador, E desviará de Jacó as impiedades.
      E esta será a minha aliança com eles, Quando eu tirar os seus pecados.
      Assim que, quanto ao evangelho, são inimigos por causa de vós; mas, quanto à eleição, amados por causa dos pais.
      Porque os dons e a vocação de Deus são sem arrependimento.
      Porque assim como vós também antigamente fostes desobedientes a Deus, mas agora alcançastes misericórdia pela desobediência deles,
      Assim também estes agora foram desobedientes, para também alcançarem misericórdia pela misericórdia a vós demonstrada.
      Porque Deus encerrou a todos debaixo da desobediência, para com todos usar de misericórdia.
      O profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!
      Porque quem compreendeu a mente do Senhor? ou quem foi seu conselheiro?
      Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado?
      Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.

      Fala de duas coisas interessantes, nós que somos o zambujeiro bravo,podemos ser contados da oliveira verdadeira, e eles se não permanecerem na incredulidade poderam ser novamente colocados la.

      Irmãos amo vcs em Cristo amo este site vini vc não sabe o quanto esta contribuindo para minha formação espiritual, Graças a Deus pela vida de vcs.

  15. Vinícius S. Pimentel Diz

    Irmãos, apenas um comentário:

    Estava lendo Romanos 1 e, no versículo 18, Paulo diz que “a ira de Deus se revela dos céus contra toda impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça”. Depois, no v. 32, ele diz que “são passíveis de morte os que tais coisas praticam”. Portanto, na linguagem das Escrituras, parece-me correto fazer as duas afirmações: a ira de Deus é tanto contra o pecado como o é contra o pecador.

    Graça e Paz!

    1. Vini Diz

      Amém!

  16. Guilherme Diz

    Sugiro uma correção: A ira de Deus é contra o pecador QUE NÃO FOI REMIDO PELO SANGUE DE CRISTO. Porque pecador é quem peca e nós pecamos (Tg 1:10). Mas como somos justicados gratuitamente em Cristo (Rm 4) somos acobertados da ira de Deus pela propiciação perfeita de Cristo, sendo santos perante Ele. Mas ainda pecamos, infelizmente, sendo pecadores, remidos, mas pecadores

  17. Bryan Temple de Almeida Gomes Diz

    Excelente vídeo. A meu ver, Conwey mostra uma dedicada disposição por expor a Palavra de Deus como ela realmente é e, não como ela nos agrada ser.

  18. Eliezer Moraes Diz

    Há muitos ensinamentos sobre Deus amar o pecador e abominar o pecado, mas o que seria do pecado sem o pecador? Que Deus continue levantando pessoas que pregue a verdade de Deus como ela é.

  19. Vanderlei Souza Diz

    “Se alguém não admite sua condição diante de Deus como pecador, culpado e debaixo de justa
    condenação, não verá razão para confiar na morte e nos méritos de Jesus”.(Brian Schwertley)

  20. Eric Cunha Diz

    Minhas considerações sobre esse tema e minha trava com os reformismos:

    http://eric-cunha.blogspot.com.br/2011/10/deus-odeia-o-pecado-mas-ama-ao-pecador.html

Comentários estão fechados.