um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

[Ministério de Jovens] Voddie Baucham – A Sub-Cultura do Ministério Jovem

Por: Voddie Baucham © Voddie Baucham Ministries | web.me.com/voddieb/vbm/home

Tradução: voltemosaoevangelho.com

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

11 Comentários
  1. Pedro Issa Diz

    Estou de acordo, principalmente em vista das igrejas emergentes.
    Acho que os ministérios jovens precisam ter uma dose maior de seriedade e comprometimento com as tradições e formatações da igreja, e não estar sempre buscando algo diferente da própria igreja para atrair mais jovens. Certamente o número de jovens não será tão substancial, mas serão cristãos minimamente maduros.

    Fazer o que, se o caminho é estreito?

  2. Pr. Marcos Pires Diz

    Paz amados

    A igreja é como uma casa…. se o pai e a mãe permitem tudo…a criança não terá limites!
    Devemos educar os filhos, ensinando, incentivando, ajudando e protegendo e desta forma teremos uma família normal, feliz e sadia onde tem um comandante e um timoneiro!

    “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.” Oseias 4: 6

    Só que as vezes é menos desgastante deixar ao ” Deus dará” e é ai que pagamos o preço:

    O profeta Jeremias mostra que a maldição é reservada aos ministros negligentes: “Maldito aquele que fizer a obra do Senhor negligentemente” (Jr 48:10).

    1. eric Diz

      Não respondeu nada irmão!!

  3. Geyson Andrade Diz

    Olá.

    Creio que realmente hoje em dia, o ministério de longas datas, tido por nós como ministério de jovens e adolescentes está fadado a morrer se não fizermos nada a respeito. Esses ministérios exigem muito das pessoas que está na frete, na liderança, tendo como alvo, sempre ativar, aguçar, o desejo de estar na igreja, não para conhecer a Deus, mas para simplesmente, fazer círculos de relacionamento, ”twittar, etc. É incrível, a tamanha força com que temos que recorrer sempre ao pragmatismo, como arma de tentar conter os jovens dentro da igreja. Só fico pensando, como eram os jovens de antigamente, como eles reagiam no tempo em que não tinham que twittar, ao invés de irem na casa de outros jovens.

    Realmente…eu não sei. Creio sinceramente, que a perseguição da igreja, nem começará do lado de fora, mas de dentro. Imagine a cena: Tire, os encontros de jovens das igrejas. Usem apenas os cânticos antigos, sem mistura do rock, do samba, da bossa; Tirem os animadores de púpitos, e o que é que vamos ter na igreja? advinhem!!!

    Solução? não meu amigo, eu não tenho a solução, a raiz é profunda demais! Aprendemos errado e crescemos com isto. Quem quiser salvar a sua vida perde-la-á, mas quem, por amor de mim a perder, a salvará! (Jesus).

    1. Stéfani Caroline Diz

      Bom..Concordo com vc!!! Aprendemos errado…

      Eu tenho 17 anos e já tive mais experiências com igrejas do q muitos adultos..Conheci igrejas de todos os tipos..
      E o q eu pude concluir??
      Bom,…O q eu pude concluir é q todas ás igrejas que pregavam o liberalismo estavam lotadas de jovens..
      Será que isso é errado??
      Em um mundo cm hoje..concerteza não, nós cm jovems temos grande cede de diversão,temos cede de nos relacionar com outros..Nossos hormônios palpitam 24 horas por dia…
      Más,O q eu tenho percebido tmbm..é q LIBERALISMO demais, trás pouca INTIMIDADE…
      90% desses jovens ñ sabe o q é ter compromisso com Deus ,e sim com á igreja e seus líderes..

      Nossos jovens ñ precisam somente de diversão..precisam de Capacitação!!

  4. José Santiago Diz

    Infelizmente maioria dos jovens não sabe o significado da SALVAÇÃO, por falhas dos líderes que ao invés de pregar o significado da morte de CRISTO JESUS, ficam pregando alguma espécie de ENTRETENIMENTO.
    Estamos frequentando um CLUBE não mais uma IGREJA.
    Que a justiça do GRANDIOSO DEUS venha sobre nossa vidas, e nos coloque no nosso devido lugar.
    Paz do SENHOR.

  5. Pr. José Galvão Diz

    Consigo entender o ponto de vista do articulador, o qual, indiscutivelmente, traz um relevante tema contemporâneo para a igreja dos nossos dias. Sua abordagem, embora pequena, reverte à necessidade de aprofundar em todas as faixas etárias das membresias eclesiais uma discussão analítica para elaboração de idéias e práticas contendoras do vazamento dos jovens antes mesmo da idade adulta, ou, quando não, mesmo de adultos sem juventude.
    Penso que metodologias e estratégias poderiam surgir após a utilização e desenvolvimentos das idéias, ainda que embrionárias, resultantes dos foruns sobre o tema. Afinal, dá para fazer tudo para não perdermos aqueles que foram tão caros para conquistar, só não podemos é fazer nada.
    Portanto, parabéns!
    Pr. José Galvão (www.nlmbrasil.com ou http://www.nlmportugal.com)

  6. Daniel Souto Diz

    Entendo que o desafio realmente é profundo. As palavras de Paulo me vêem à mente:

    “A ele quis Deus dar a conhecer entre os gentios a gloriosa riqueza deste mistério, que é Cristo em vocês, a esperança da glória.”

    Cristo em nós… Se isso fosse uma verdade, o mundo nem as portas do inferno prevaleceriam. Não é um desafio coletivo. É o meu desafio.

    Quando cada um se colocar na posição que o Senhor requer, a pergunta de Adão (Onde estás?)não ecoará mais no coração dos homens.

    Eu sou o ministério de jovens. Cada um de nós o é. Não precisamos de diplomas (não sou contra ninguem se preparar, desenvolver-se e crescer), mas uma coisa jamais mudará: Cristo é suficiente.

    Um abraço a todos

  7. Guga Barros Diz

    Acho que o grande está na falta de evidências bíblicas para que as igrejas sejam segregadas. A igreja do N.T. não tinha ministério de crianças, adolescentes e jovens – todos adoravam juntos. Recomendo esse vídeo: http://vimeo.com/13467660
    Que voltemos ao Sola Scriptura! Quando as igrejas pararem com a segregação – com certeza a igreja se tornará mais saudável, pois se tornará bíblica!
    Abcs
    Guga

    1. Jennifer Diz

      Não sou contra ter ministério infantil, ou de jovens. Acho que isso reflete quando Deus repartiu o “peso” que estava sobre moisés a outros homens para que uns cuidassem de 50 outros de 100 e por aí vai. Mas sou contra a líderes não preparados para isso, qua não sabem dizer “não” ou “isso não pode”. Por exemplo na minha igreja tem uma líder que assisti novela! Olha que absurdo…Eles estão colocando qualquer um para liderar

  8. leydyana castro Diz

    realmente fui muito edificada.
    não só os jonens devem ouvir da palavra ,mas os de mais tbm.
    DEUS seja louvado por estar usando pessoas que querem realmente busca-lo, servi-lo e espalhar do seu amor.

Comentários estão fechados.