#ConferênciaFiel 2011 – Mauro Meister: A missão de Deus no Antigo Testamento: O princípio

Resumo

Texto base: Gênesis 1-6

Deus tem uma missão: glorificar seu próprio nome (veja o Piper expor esse tema com versículos aqui). Deus tem agido não só no Novo Testamento, mas desde a Criação e para entendermos a Missio Dei (Missão Divina) precisamos ter quatro princípios em mente:

1) Sola Scriptura: Só as Escrituras podem nos revelar o agir específico e salvífico de Deus. As Escrituras nos revelam conceitos como Evangelho e Missões.

Conceito: o que é o Evangelho?

Precisamos de um conceito correto do que é o Evangelho, do que são as boas novas. O Evangelho é uma boa notícia a respeito da redenção de Deus.

Conceito: o que é Missão?

Missões existem onde não há adoração, pois Deus é essencial e não o homem. Quando fazemos de missões um fim em si mesmo, a missão e o homem se tornam um alvo de idolatria.

2) Tota Scriptura: Todas as Escrituras nos ensinam sobre a missão divina. O Evangelho é a boa nova da salvação que é encontrada em toda a Bíblia, Antigo e Novo Testamento. Por todo Velho Testamento o Evangelho é prenunciado. A missão de Deus (a glória do seu próprio nome) é proposta desde o início do livro de Gênesis e não deve ser limitada a alguns textos isolados da Escritura e nem somente ao Novo Testamento.

3) Deus é global: A missão de Deus de glorificar Seu nome, envolve todas as nações.

4) Deus é o Deus do Universo: A missão de Deus de glorificar Seu nome será levada a cabo, pois poderoso é nosso Deus para cumprir o que propõe para Si próprio.

Tendo esses princípios em mente, vejamos como Deus conduziu Sua missão através de Gênesis:

A missão na criação (Gn 1)

Deus deu uma missão para o homem em um imperativo de levar a bênção divina do jardim para onde o homem fosse. Esse imperativo foi acompanhado da capacitação para povoar toda terra. Nós somos chamados a levar a glória de Deus através da santidade de nossa santidade, como povo de Deus.

A missão na queda (Gn 2-4)

Deus continua sua missão mostrando Graça e Evangelho no meio da narrativa da queda, quando Deus vem falar com o homem, Ele pergunta: onde estás? Este é o chamado do Evangelho! A graça está presente desde Gênesis 3! Então o “proto-evangelho” é anunciado primeiramente para a serpente, mas para ela é uma má nova e para nós, uma boa nova!

Como são amplas as evidências do Evangelho em todos os livros da Bíblia. Que tenhamos olhos para ver!

A missão no dilúvio (Gn 6)

Deus continua sua missão através da vida de Noé, o qual achou graça diante do Senhor. No tempo do juízo, Deus preserva seu povo pela graça para continuar a missão. E Deus deixa claro que não há uma terceira via. Ou você é a favor da missão de Deus (você ajunta) ou você se rebela contra ela (você espalha). Isso é exemplificado entre as duas sementes presentes por todo Genesis: serpente e mulher, Caim e Abel, Lameque e Enoque, Canaã e Sem.

Deus promete a vitória da sua missão, prometendo a extinção da Serpente: a exclusão de Caim e a servidão de Canaã. Este é o futuro que espera os que não se juntam a Deus em sua missão. Contudo, os que se ajuntam a Deus, como Enoque e Adão antes da queda, andam com Deus.

A missão de Deus: a glória de Deus nome

Por toda história bíblica vemos a humanidade com uma missão, depois Israel com uma missão, depois Jesus com uma missão e, por fim, a Igreja com uma missão.

Nós, a Igreja de Cristo, fomos chamados a continuar a missão de Deus. Quão glorioso alvo temos! Mas se você está desanimado saiba disso: a missão de Deus transcende nossas fraquezas, pois o Evangelho foi anunciado junto à narrativa da queda, pois o Evangelho é para homens caídos, para você! Junte-se a Deus  neste missão de glorificar o nome dele por toda terra!

Por Mauro Meister | tempora-mores.blogspot.com
Resumo por voltemosaoevangelho.com

 

Atualização: na mesa redonda o Mauro recomendou alguns livros, aqui estão eles:

Criação e consumação – vol. 1, 2 e 3 de Gerard Van Groningen

The Mission of God: Unlocking the Bible’s Grand Narrative de Christopher J. H. Wright

Lei e Graça de Mauro Meister (esgotado)

7 Comentários
  1. Neto Diz

    Amém, o Evangelho já foi concebido antes da queda do homem…antes de toda a criação Deus já sabia que o homem falharia em obedê-lo e mesmo com a queda já nos deu a redenção no Nome sobre todo Nome, a saber Jesus Cristo de Nazaré.

    É muito linda a explicação e profunda do querido Mauro Meister. Nunca tinha olhado desta forma, por este ângulo. Louvado seja Deus.

    Glórias a Deus Pai, Filho e Espírito Santo!

    Shalom!

  2. Vinícius S. Pimentel Diz

    Nosso Deus é maravilhoso e os Seus planos não podem ser frustrados!!! É por isso que o livro de Apocalipse fala em um “Evangelho eterno”a ser pregado. O Evangelho não é o “plano B”de Deus, como alguns parecem pensar. O Evangelho é a demonstração máxima da glória de Deus, na face de Cristo. É na cruz onde vemos com a máxima clareza o amor, a graça, a misericórdia e a paciência de Deus para com o Seu povo; e também a Sua santidade, a Sua justiça, a Sua ira e o Seu furor contra tudo e todos que se rebelam contra Ele.

    “Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro,
    seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio
    pelos séculos dos séculos.” (Ap 5.13)

    Em Cristo,
    Vinícius

  3. Felipe soldado de cristo Diz

    Rpz, foi uma pena que não pude ver a segunda pregação completa( estou ansioso para ver-la). Mauro Meister pregou de forma sensacional em gênesis

  4. Emiliano Diz

    Louvado seja o Senhor porque Ele é Deus!

  5. samuel silva Diz

    Louvado, Adorado, Exaltado a Majestade desse Deus Todo-Poderoso, como disse o apostolo Paulo em I Corintios 10.31 Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.

  6. Carlos E Lais Diz

    Explanação muito boa sobre Missões e a Glória de Deus.

  7. Carlos E Lais Diz

    Explanação muito boa sobre Missões e a Glória de Deus.

Comentários estão fechados.