um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

#ConferênciaFiel 2011 – Stuart Olyott: Jonas, o missionário bem sucedido que fracassou (1 – de costas)

Texto base: Jonas 1

Estou chamando esta série de exposições de “o missionário bem sucedido que fracassou”. E iremos analisar o capítulo 1 de Jonas, onde vemos este missionário de costas para Deus. A pergunta deste capítulo é:

Você sabe o que Deus quer que você saiba?

Deus opera mesmo quando não o sabemos. Ele estava operando em Nínive. Deus opera em todos os lugares, mesmo onde não o amam. Pense, se você fosse procurar o Deus encarnado, você procuraria na pequena cidade de Nazaré? Portanto, não olhe para os olhos de uma criança e a despreze. Deus age onde menos esperamos. Deus age nos lugares mais surpreendentes. Você é pastor de uma pequena igreja? Deus opera nos lugares mais surpreendentes.

Deus não diz o que você espera que Ele diga. Jonas queria a destruição de Nínive, mas ele sabia que Deus era misericordioso. Deus não disse que devemos pregar o Evangelho para todas as pessoas? TODAS as pessoas? Então, não ache que alguém não pode ouvir o Evangelho e se converter. Deus opera nos lugares mais surpreendentes.

1º ponto: Deus não diz o que você espera que Ele diga (vs 1-3)

Jonas entra no barco em desobediência a Deus e Deus não faz nada em um primeiro momento. Nem uma palavra de encorajamento, nem de repreensão. Mas o pecado de Jonas afetou o entendimento dele e o levou a fazer coisas tolas.

Talvez você esteja trabalhando para o Reino e esteja esperando de Deus alguma palavra de encorajamento, mas lembre-se: Deus não diz o que você espera que Ele diga.

2º ponto: Deus reina (vs. 4-7)

Deus reina sobre ventos e mares. Se por um lado Deus enviou um vento poderoso sobre Jonas, em Cristo, Deus parou o vento poderoso sobre os discípulos. Até os marinheiros, acostumados às tempestades, temeram aquela extraordinária tempestade. Eles sabiam que era algo sobrenatural e ficou notável que algo estava errado. Mas Jonas estava tão insensível que estava dormindo.

Deus reina inclusive nas conversas humanas. O vento e as ondas não acordaram Jonas, mas uma pergunta o acordou: “Que tens, dorminhoco? Levanta-te, clama ao teu Deus; talvez assim ele se lembre de nós para que não pereçamos.”

Deus governa inclusive sobre a sorte. Deus governa sobre toda coisa inanimada, inclusive sobre um lançar de cara ou coroa.

3º ponto: Deus restaura (vs. 8-12)

Mas Deus restaura da forma dEle. Deus não restaurou o apóstata Jonas em um instante. Muitas vezes ele usa palavras de lábios humanos para isso. Deus usa palavras e frequentemente perguntas. Jesus usava perguntas. Pregador, você se conecta com sua congregação através de perguntas?

Deus usa nossas respostas. E Jonas acaba dando uma resposta que 30 min atrás ele nunca sonharia em dar: “Levantai-me, e lançai-me ao mar, e o mar se vos aquietará; porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta grande tempestade.” E o homem que não queria que Deus demonstrasse misericórdia para pagãos, decidiu sacrificar sua vida para o bem de pagãos. Deus usa palavras. É por isso que o púlpito deve ficar no meio do salão e o tempo de pregação deve ser maior que o tempo de música, pois Deus usa palavras e acreditamos na centralidade da Palavra.

4º ponto: Deus salva (vs. 13-17)

Deus com todo o episódio do quase naufrágio ensinou uma preciosa lição aos marinheiros pagãos. Primeiramente, eles reconheceram o poder do Deus de Israel, e foram levados a temê-Lo e adorá-Lo, quando a tempestade cessou ao jogarem Jonas. Além disso, foi notório que nada do que eles fizeram aplacou a ira de Deus e conteve a tempestade. Para serem salvos, outra vida teve que ser sacrificada, mostrando que a salvação é pela graça e apontando para o verdadeiro sacrifício, Cristo Jesus.

O próprio Jesus usa a história de Jonas em Mt 12:38-41 afirmando que os ninivitas, que se arrependeram mesmo sendo evangelizados de forma tão precária e por um missionário indisposto como Jonas, irão testemunhar contra aqueles que não se arrependeram com a mensagem superior do Missionário e Salvador do mundo. Lembre-se, tudo que Deus faz, em toda parte, é para focar nossa atenção para a cruz de Cristo.

Então, por fim, Jonas, o missionário bem-sucedido que fracassou, que não queria a salvação dos pagãos foi levado a se oferecer pelo bem deles e serviu como testemunho evangelístico para os mesmos.

Por Stuart Olyott

Resumo por voltemosaoevangelho.com

4 Comentários
  1. Roberto Louzada Dias Diz

    Se, como discípulos de Cristo, não discernirmos, semelhantes a Jonas, a urgência dos campos que estão brancos para a colheita, poderemos nos achar lutando contra Deus sem percebermos … e isso é terrível!

  2. Ana Paula leite Diz

    Maravilhoso este resumo, eu estava lá e vcs conseguiram por em poucas palavras as pérolas proferidas pelo Stuart. A pregação em Jônas nos mostrou como sómos pequenos diante da grandeza, sabedoria e misericórdias do nosso Deus.

  3. Leonardo Machado Avelar Diz

    Estive lá no auditório com minha esposa e dois amigos, e jamais esquecerei a série de mensagens que Stuart pregou. Deus o usou sobremaneira. Entre lampejos de bom humor refinado, firmeza bíblica e paz contagiante, este pastor Galês foi um instrumento poderoso do Pai para a Sua Igreja. Muito bom. Deus seja louvado!

  4. Daniel Passos Soares Diz

    O cerne the mensagem é: obediência e submissão ao Grande e Soberano Deus!
    I Pedro 5: 6 e 7. Porque grande é o Senhor Deus em poder, majestade e glórias. Aleluia!

Comentários estão fechados.