Curso de História da Igreja [33] – Martinho Lutero

Veja a introdução e relação de aulas postadas.

Juliano Heyse leciona no curso de “História da Igreja” sobre “Martinho Lutero”, falando sobre: O Soldado / Altos e Baixos / Inimigos / A Palavra Fez Tudo / Família / Erros | Solas / Romanos 1:17 / Metodologia / Melanchton.

 

Download – Parte 1 Download – Parte 2

 

Por Juliano Heyse © Bom Caminho. Website: bomcaminho.com

6 Comentários
  1. Duarte Rego Diz

    Alguém me consegue o email do  Juliano Heyse. Gostaria de poder colocar-lhe algumas questões. Muito obrigado desde já.

  2. Sônia Luiza Diz

    Lutero deveria ter prestado mais atenção às palavras de Paulo em sua Epístola aos Romanos (como todos nós devemos), que ele conhecia tão bem: “Pergunto, pois: terá Deus, porventura, rejeitado o seu povo? De modo nenhum! […] Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério (para que não sejais presumidos em vós mesmos): que veio endurecimento em parte a Israel, até que haja entrado a plenitude dos gentios. E, assim, todo o Israel será salvo…” (Romanos 11.1,25-26).

  3. Sônia Luiza Diz

    Como é triste ver que um dos pais da Reforma estava cego para esta verdade e acabou se voltando ferozmente contra os judeus, em vez de revestir-se da humildade que Paulo recomenda em suas cartas: “Não te glories contra os ramos; porém, se te gloriares, sabe que não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz, a ti” (Romanos 11.18).
    Desse modo, por causa de seu próprio preconceito anti-semita, Lutero – cuja Reforma originou-se de uma rebelião contra a influência pagã de Roma sobre a fé cristã – foi incapaz de levar a igreja de volta às suas raízes judaicas e à sua origem em Jerusalém. Curiosamente, em vez de Jerusalém e os ensinos dos apóstolos terem se tornado o ponto central da Reforma, Genebra e os ensinos de Calvino e outros reformadores ocuparam o centro do Protestantismo.
    Portanto, Lutero abortou a Reforma da qual tanto desejava ser instrumento. Em vez de afastar a igreja das influências pagãs de Roma e fazê-la retornar às suas origens bíblicas em Jerusalém – onde a igreja verdadeira está arraigada e enxertada – ele tirou-a da direção de Roma e apontou-a na direção de Genebra. E, hoje em dia, com Israel habitando novamente em sua terra, pela graça de Deus, a atitude arrogante e crítica da maior parte da igreja em relação a Israel demonstra que ela está mais longe do que nunca de Jerusalém. Enquanto isso, Genebra está voltando às suas origens, em nome de um falso espírito ecumênico que devorará os frutos da Reforma numa igreja mundial unida, cuja capital será Roma.

  4. Day Diz

    muito estranho alguém q lutou pela causa de Deus mas q também foi o precursor de uma futura obra homicida de satanás concluida por hitler que inclusive menciona lutero, realmente como o pregador falou ai lutero ficava entre Deus e o diabo claramente uma hora na luta pela palavra e outra praticando obras erradas, (não q a gent naum faça isso porém nossas obras não tem destaque na história na mesma proporção, todos as vezes praticamos obras de Deus e logo depois praticamos obras malignas) mas enfim todos estão sujeitos a quedas, e até hoje vemos homens tremendamente usados por Deus mas que porém caem em enganos terríveis, mas isso só demonstra que o homem é falível e q nossa confiança deve estar somente em Deus, por toda a bíblia vemos os homens falhando e também vemos a misericórdia do nosso Deus.

  5. MichaelAbreu Diz

    Por que não falou: De sua infância perturbada?; Dos seus sonhos com demônios?; Do possível assassinato de seu amigo?; Sua vida de alcoólatra e blasfêmica?.

Comentários estão fechados.