Como é uma Vida Resgatada – Devocionais sobre a Glória de Deus (4/5)

No devocional de hoje, John Piper medita sobre como se parece a vida que foi resgatada por Cristo – uma vida de fé e contemplação da glória de Deus

[dt_call_to_action content_size=”normal” text_align=”left” background=”fancy” line=”true” style=”2″ animation=”right”]Acompanhe os demais devocionais:

  1. Porque Deus nos Criou
  2. Nossa Falha em Vivermos de Acordo
  3. Jesus Veio ao Mundo
  4. Como é uma Vida Resgatada
  5. A Consumação de Todas as Coisas

[/dt_call_to_action]

Meditando sobre o assunto

Para tornar esta série de devocionais mais participativa, meditaremos sobre alguns pontos em cada devocional.

Ponto 1: A fé glorifica a Deus e humilha o homem

Dentre todos os meios possíveis para o homem ser salvo, Deus escolheu a fé. Por que você acha que a salvação pela graça (Sola Gratia) somente, através da fé somente (Sola Fide), com base nos mérito de Cristo somente (Solus Christus), conforme nos ensina a Escritura somente (Sola Scriptura), exalta a Deus somente (Soli Deo Gloria)?

Ponto 2: Transformados de glória em glória pela contemplação

2 Coríntios 3:8 nos mostra que somos transformados de glória em glória ao contemplarmos a glória do Senhor. Quanto mais você meditar e contemplar a glória de Deus na cruz de Cristo, através da Escritura e capacitado pelo Espírito, mais você crescerá em santidade (ou seja, se tornará cada vez mais como Cristo). O contrário também é verdade. O puritano Thomas Watson afirmou que “‎”o amor a Deus é uma armadura poderosa contra o erro. Pela falta de corações cheios de amor, os homens têm as cabeças cheias de erro; opiniões profanas existem pela falta de afeições santas.”

Quero incentivá-lo a fazer duas coisas: (1) meditar, nem que sejam 3 minutos, sobre as glórias e as bênçãos da cruz e (2) deixar sua reflexão nos comentários abaixo.

Transcrição

Seja bem vindo de volta ao nosso devocional de cinco dias sobre a glória de Deus. Eis onde estivemos: Deus nos criou para Sua glória e, portanto, é nosso dever e destino viver para Sua glória. Segundo dia: nós falhamos – todos nós, sem exceção. Nós amamos mais a glória do homem do que a glória de Deus. Terceiro dia, Deus fez algo a respeito disso. Ele não nos jogou fora. Ele enviou o Seu Filho ao mundo para carregar as nossas falhas de vivermos para a glória de Deus, ou seja, nosso pecado e para vindicar a Sua própria glória.

E agora, estamos no quarto dia: como vivemos em vista dessa salvação? Você confia nele. Você confia nele. Somos justificados pela fé, independentemente das obras da lei. Colocamos a nossa fé em Jesus. Tiramos os nossos olhos de todas as nossas falhas de viver para a Sua glória e dizemos “Jesus, Tu és a minha única esperança” e confiamos nele.

Então, analisamos o exemplo de Abraão em Romanos 4.20, o qual diz que ele “não duvidou, por incredulidade… mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus” e aprendemos que confiar em Jesus glorifica a Deus. Quando você tem que se agarrar a alguém como sua única esperança, você mostra que ela é forte e você, fraco, ela é rica e você, pobre. Certo? Então, queremos que Deus seja exibido como grandioso e queremos viver para Sua glória e, agora, sabemos que confiar em Suas promessas é como Abraão glorificou a Deus.

E mais uma coisa. Quando você pergunta: o que significa confiar nele? O que está no cerne e na essência da confiança? E aqui está uma parte crucial dela: confiar em Deus é vê-Lo como glorioso e estar satisfeito nele. Então, vamos para 2 Coríntios 3:18: “e todos nós, com o rosto desvendado, contemplando… a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória”. Logo, é assim que sua vida começa a mudar. Isso é chamado de santificação.

Sendo assim, confiamos em Jesus, isso é, vemos, nos apegamos e valorizamos a Sua glória e, pouco a pouco, nos tornamos semelhante àquilo que valorizamos, semelhante àquilo que adoramos. Ver a glória de Jesus na cruz, o salvando, ver a glória de Deus em e através da obra da salvação começa a transformá-lo em um tipo de pessoa que ama a glória de Deus mais do que tudo. E isso, portanto, o levará a cortar as raízes do pecado e o manterá em um caminho de amor e santidade.

Então, terminaremos amanhã com a consumação de todas as coisas para a glória de Deus. Porém, hoje, medite na glória do Senhor. Agarre-se a ela e a valorize para que você se conforme cada vez mais à imagem dele.

Por: John Piper © 2012 Desiring God Foundation. Usado com permissão. Website em português: www.satisfacaoemdeus.org. Original: How the Rescued Life Looks.

Tradução: Vinícius Musselman Pimentel – Editora Fiel © Todos os direitos reservados.