um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

David Platt – Deus Odeia e Ama Pecadores

Você já ouviu o chavão “Deus ama o pecador, mas odeia o pecado”? Isso parece tentar equilibrar textos que dizem que Deus odeia o pecado – como Apocalipse 2:6:  “Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.” – com textos que declaram o amor de Deus – como João 3:16: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”; e Romanos 5:8: “Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”.

Mas e este versículo: “Os arrogantes não são aceitos na tua presença; odeias todos os que praticam o mal.” (Sl 5:5), onde ele se encaixa nesse chavão?

Neste vídeo, David Platt fala sobre o fato de Deus tanto odiar como amar pecadores e nos convida a não negarmos nenhuma dessas verdades bíblicas.

Além de não considerar todo o conselho de Deus, o chavão “Deus ama o pecador, mas odeia o pecado” pode levar um crente a ter uma impressão e até passá-la em seu evangelismo de que Deus não é “um juiz justo, um Deus que manifesta cada dia o seu furor” (Sl 7:11). Nosso evangelismo não deve ser focado somente no amor de Deus, mas também na justiça de Deus. Devemos lembrar o pecador que

“Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus.” (João 3:36)

Por David Platt. © Copyright Verge Network 2012 , Todos os direitos Reservados. Original: David Platt – God Hates & Loves Sinners

Tradução: voltemosaoenvangelho.com

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

27 Comentários
  1. Anderson Teles Diz

    Como é boa a Santa miserícordia de nosso Deus, quanto mais conheço a Deus, mais me surpreendo, é uma surpresa de tal maneira que chega a me constranger, é um Amor tão imenso que chega a ser indescritível, como o pregador falou: Isso é um escândalo!!!!. Muito bom esse site, continuem assim abençoando vidas com esses vídeos. A Paz !!!!

  2. Daniel Costa Diz

    Escandalosa mensagem… Aguardando gente dando piti aqui daqui a pouco. Detalhe: Paul Washer já falou sobre isso em outras pregações.

  3. sidney Diz

    Ele se satisfez na cruz, e a nossa satisfação é a cruz! oo Aleluias :D

  4. julio Diz

    Deus amava adão ,quamdo ele desobedeceu ;e fez vestimenta para ele ,o deixou viver…..

    mas não ama o pecador e o tirou do jardim ea viva eterna!!

  5. Vinícius Lage Diz

    Mais interessante e relevante é que Deus no Dia do Juízo irá manifestar sua glória pela sua misericórdia em salvar homens e pela sua justiça em condenar a homens. Ele não é menos glorificado por fazer um ou outro, detalhe, são homens e não práticas que terão destinos eternos, as práticas apenas os acompanharão.

  6. Danilo Diz

    Ei perai, quero fazer uma ressalva.Esse versículo do salmos 5:5, na parte em negrito “…Odeias os que praticam o mal”…Em outra versão da bíblia está “Odeia os que praticam a maldade”.Esse salmo é de Davi, quando estava sendo perseguido.Não sou teólogo nem seminarista, mas pelo ocntexto do texto(acho que é isso que se chamam de hermeneutica), não da pra afirmar que Deus odeia a todos, pois o autor(Davi) estava se referindo aos homens cruéis que queriam matar a ele, ao tipo de homens que eles eram, assassinos, mentirosos, fraudulentos, astutos enfim.Posso ta enganado, mas esse é meu ponto de vista, que possui um fundamento.Talvez vocÊs digam, “mais um que pensa que Deus ´so é amor”, mas não, se Deus odeia o pecador, ou me odeia, eu não ligo.Esse mundo é uma selva, e a única coisa que importa é sobreviver.Afinal, como vocês, deste site, a maioria é calvinista que que eu sei, ja ta tudo predestinado mesmo, então que direfença faz.A única coisa que importa neste mundo é conseguir realizar algo significativo, no qual se possa dizer:valeu a pena ter vivido!, pois já ta tudo predesitnado mesmo, inclusive quem será salvo, então ser odiado, amado, não faz diferença alguma.É isso que espero fazer, coisas significativas em minah vida, para que uqando ela chegue ao fim , possa dizer: Valeu a pena!

    1. Fillip Diz

      que merda !!

    2. Gabriel Furtado Diz

      Infelizmente não é bem assim, Danilo. Ser predestinado, isto é, salvo, faz uma grande diferença pra quem é. Não sei você, mas acredito que existe uma grande discrepância entre os que estão sob a ira de Deus e os que foram alcançados pela Sua Graça. O que não faz diferença é o que fazemos, pois isso não interfere em nada na nossa salvação.Fazer coisas significativas na vida não torna ninguém merecedor do céu. Deus não salva uma pessoa porque ela é caridosa ou porque tem certos valores moralistas cristãos. Ele salva o pecador porque Ele quer, pra Sua própria glória, e o regenera. O mesmo vale para os que lançam ao inferno. De uma forma ou de outra, o que realmente importa é a Glória de Deus. Ele não existe para nós, mas nós existimos para Ele.

    3. Danilo Diz

      E o que eu disse? pra quem não é salvo, não faz a menor diferença.Se ele fizer algo de bom nesta terra, pelo menos viveu e fez algo significativo, já que ele já foi predestinado a ser não salvo, como o calvinismo diz, e nada do que ele fizer mudará isso.Para quem é salvo pode fazer diferença, mas para quem não é não.Então, pelo menos aqui na Terra, que ele tenha uma vida digna que tenha algo significativo, afinal vc mesmo disse que isso não torna ninguem merecedor do céu, alias, eu nem falei em céu.Pelo menos aqui na Terra ele poderá aproveitar basntante.Como não se sabe quem realmente é salvo ou não, então é melhor aproveitar essa vida, ainda que curta de boa maneira.Pior é um sujeito que num aproveitou nada a vida, viveu cheio de repressões e no fim descobrir que nem é salvo.Isso sim é um desperdício.

    4. Alexia Diz

      Cara, seu pensamento está tão errado! Quem está salvo não fica alheio a isso. Os salvos testificam dessa salvação produzindo frutos. O Espírito Santo de Deus opera a regeneração do homem e a sua transformação. Quem diz aceitar a Cristo, porém mantém um mesmo estilo de vida indiferente a Deus, achando ser predestinado, de fato não foi alcançado pela Graça de Deus e, consequentemente, ainda não está salvo. O capítulo 15 do evangelho de João pode ser bem esclarecedor.

      OBS.: ainda n aderi a corrente calvinista ou arminiana. Glória a Deus q a nossa salvação não depende dessas discussões, mas tão somente da fé que temos em Cristo Jesus e na sua obra na Cruz.

    5. Marcelo Victor Diz

      Nobre Danilo,
      Como diz o pastor Elias Soares de Moraes, isso se chama a INCONGRUÊNCIA do pensamento calvinista que diz que Deus odeia, com razão, os pecadores que Ele próprio decretou que fossem dessa maneira, e tudo isso, pasmem os senhores, para Sua glória. Perdoe-me, mas isso beira a uma terrível blasfêmia.
      O triste é ver os pobres calvinistas lançarem mão da soberania divina para se livrarem dessa INCONGRUÊNCIA, tornando o seu deus o grande responsável, em última análise, por todos os males e malignidade presentes no mundo.
      Mas, como o deus calvinista não é o Deus de Israel (boníssimo, justíssimo, amorosíssimo e perfeitíssimo), creio que essas pobres almas ainda têm chance de salvação, se tão somente se arrependerem das suas incredulidades e blasfêmia, e amarem o Deus verdadeiro das Escrituras, em quem não habita trevas algumas (males, injustiças), muito menos nos Seus decretos.
      Deus te ilumine.

  7. Cleber Diz

    É muito precioso pertencer a este Deus!

  8. Flávio Gonçalves Diz

    Acho sinceramente que tratar de um assunto desses com ar de superioridade com a qual esse preletor trata e de forma jocosa é patético. Se Deus odeia pecadores, a esses mesmos pecadores Jesus nos manda amar (Lc 6.27-36; Mt 5.43-44).

    Fica a reflexão

    1. Jefferson Luiz da Rosa Diz

      Olá Flavio. PAz, Se viu o vídeo inteiro, creio que viu também a parte em que o próprio pregador deixa claro que aparece ao menos 15 vezes esta mesma observação, e na maioria das vezes pelo salmista Davi. onde Deus “ABOMINA” o pecador. e também citado no N.T., Ele deixa um paradoxo que é respondido na Cruz, Deus que Odeia e Ama o Pecador, elimina sua Ira Santa .. com seu Amor Santo. Existe a Ira, ela está no cálice, somos “de essência pecadora”. abraço irmão.

  9. Flávio Gonçalves Diz

    Acho esse site edificante, mas fica aqui uma sugestão: Acredito que temos boa prata na casa (Brasil) para usarmos, Penso que a reprodução de material (vídeos, textos, etc) de pastores norte-americanos, como se eles fossem os heróis da verdade, entre eles muitos fundamentalistas, não é algo louvável.

    1. Raphael Diz

      Concordo com o irmão. Em especial pregações do Josemar Bessa, um dos maiores pregadores da atualidade, do mundo!!

    2. Aniely Costa Diz

      Concordo. Aldery Nelson Rocha, por exemplo, traduziu, editou e comentou textos bíblicos direto do hebraico e outras línguas em sua bíblia revelada. Juliano Son também é muito usado por Deus, quando assisti uma pregação dele mudei meu modo de ver as coisas… Entre outros pregadores brasileiros que são muito bons…

    3. Lucas Teles Diz

      Qual é maior, a mensagem ou o mensageiro?

  10. DAY Diz

    boa pregação c Deus não odiac o pecador os céus não teriam escurecido e Jesus não teria dito porque me abandonaste…
    ps:SÓ achei q o exemplo no finaal não foi bom a histórinha me pareceu uma tática para não admitir q a empresa havia cometido um erro ao dizer q o carro naum quebrava quando quebrou sem nenhum registro disso ninguém poderia dizer o contrário

    1. Day Diz

      continuando… o amor de Deus é maior ele próprio é o verbo amar por isso o desejo Dele é q todos sejam salvos e por isso Cristo morreu por nós mas c Deus não odiasse o pecado não teria pq Jesus morrer e também não haveria lago de fogo, imagina ficar vendo pessoas queimando por toda eternidade isso é ódio e ira…Graças a Deus por Jesus Day

  11. Regiane Fernandes Diz

    A salvaçao é para todos,nao passará uma pessoa sem ouvir do evangelho ,entao quer dizer ,todos ouvirão.Mas,nem todos serao salvos ?porque?porque rejeitaram a Cristo, e nao porque foram predestinados,ah entao Deus seria mentiroso ,claro que nao ,a biblia diz que o pai da mentira é o diabo. Judas esteve a um passso de ser salvo,ele via ,ele andava com Jesus,mas ele resolveu rejeitar e ele.Entao a salvaçao é para todos.Mas poucos o receberiam.

  12. Regiane Fernandes Diz

    Deus ama o pecador ,mas nao o pecado!

  13. Regiane Fernandes Diz

    “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo Ele dito, não o fará? ou, havendo falado, não o cumprirá?” ( Números 23:1

  14. Pedro Henrique Diz

    Certamente é uma afirmação intrigante.

    Acima foi afirmado que: “A salvação é para todos”, “Mas, nem todos serão salvos? Porque? Porque rejeitaram a Cristo”

    A primeira sentença entre aspas afirma que a salvação é para todos, a segunda sentença
    afirma um critério: receber (oposto de rejeitar) a Cristo.

    É fundamental entender que a vinda de Cristo é para salvar pecadores, e não apenas para
    tornar possível a salvação para aqueles que o receberiam. Ele realizou isto na cruz de maneira eficaz, ou seja, salvou muitos na cruz, reconciliando-os em sua morte. Ao morrer Cristo reconcilia-nos com Deus (Rm 5.10). Ele salva-nos na cruz.

    Portanto, se Deus ao manifestar seu amor por todos, salvando-os na cruz (conforme foi dito) deixa em última instância a salvação destes por suas próprias decisões, e aquela pobre alma por quem Cristo morreu estaria perdida eternamente no inferno, que amor é este? E as promessas onde estariam? Deixe-me ir mais adiante. Como os céus permaneceriam diante da incerteza de que os lugares preparados para os santos ficariam vazios por que a decisão final diz respeito ao
    homem? A salvação é realizada por Cristo em toda sua extensão. Somos por Ele motivados e incitados a crer e desejá-lo de todo o coração.

    Alguns podem argumentar que não somos bonecos nas mãos de Deus e que há uma questão de
    “livre arbítrio”. Acerca desta questão, pergunto: Não é o livre arbítrio de um escravo do pecado também escravo? É preciso entender que ainda que a decisão do homem por Cristo afirme muito no sentido de que ele é responsável por suas ações, que Deus o regenera para tal.

    Acima também foi dito: “Se Deus odeia pecadores, a esses mesmos pecadores Jesus nos
    manda amar” (Lc 6.27-36; Mt 5.43-44).

    Sim, somos chamados para amar nossos inimigos, não retribuir o bem com o mal, amar
    nossos irmãos. Não somos juízes, e se fossemos nossas justiças seriam (são) imundas. Jesus amou judas, seria absurdo imaginar que Cristo agiu falsamente com Judas. Mas Jesus não o salvou. Cristo ama a sua igreja, o seu amor sacrificial se dá por ela (Ef 5.25-27). É
    em Cristo que somos agradáveis a Deus (Ef 1.6). Não há amor fora de Cristo, Deus ama Cristo, portanto Deus nos ama. É por sua vida que somos salvos da ira, tendo sido por Ele reconciliados.

    Nós acreditamos que um dia Deus irá condenar os homens no inferno, e que apenas neste dia
    Deus irá acender a sua ira implacável. Quanto a condenação, estão condenados, pois não creem no filho de Deus. Quanto a ira, o cálice desde o princípio foi derramado, mas com misericórdia.

    Um Deus Santo tem que odiar o pecado e o pecador, pois é o autor do pecado. Não há
    imposição alguma sobre Deus para que seja misericordioso, fazê-lo foi meramente uma questão de graça e da Sua vontade. Não podemos desassociar o pecado de quem o cometeu, se não teríamos que desassociar a punição. O pecado é inerente e a mãe da vontade dos
    homens destituídos da glória de Deus.

    A cruz torna-se gloriosa, porque Deus mostrou seu amor sendo nós ainda pecadores, e
    de que maneira? Reconciliando-nos consigo mesmo através da morte de Cristo. Quando pecamos Deus não deixa de irar-se pelo pecado cometido. É Cristo quem interceder por nós por que pagou o preço pelos nossos pecados.

    Há muitas lacunas no conhecimento que precisamos preencher, todos nós. Há pontos no
    texto que podem causar questionamentos. Espero ter sido claro para edificar qualquer um que ler. Estamos todos na mesma corrida, e devemos nos ajudar, sem querer ser dono da verdade, pois a verdade foi igualmente disponível e revelada para todos. Graças a Deus
    pelos que entendem, e todos nós devemos crescer no conhecimento de Deus. A Paz de Cristo irmãos!

    1. Pedro Henrique Diz

      Uma correção:

      não retribuir o bem com o mal -> não retribuir o mal com o mal.

  15. Lucas Jesus Diz

    muito boa mensagem que Deus continue abrindo os nossos olhos para a verdade das escrituras

  16. Erika Santos Diz

    VOLTEMOS AO EVANGELHO, AO EVANGELHO PURO E SIMPLES ONDE A GRAÇA POR SI SÓ É SULFICIENTE!!!

Comentários estão fechados.