um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

David Platt – O Que Acontece com Aqueles que Nunca Ouviram o Evangelho?

O que acontece com as pessoas que nunca ouviram o evangelho? Elas serão condenadas ao inferno? Mas isso é justo? E se elas fizeram o melhor com o que tinham? E se fosse uma boa pessoa?

Neste vídeo, David Platt responde a essas perguntas com base em Romanos de 1 a 3. Esse texto da Escritura é o melhor texto a tratar desse assunto.

Confira também: [PVE] Se os gentios não possuem a Lei, como Deus pode condená-los? ou E aqueles que nunca ouviram falar do Evangelho?

Transcrição

Verdade número um: Todas as pessoas conhecem o Deus Pai. Todas as pessoas o conhecem, todas têm conhecimento do Deus Pai. Paulo, em seus comentários introdutórios, faz a preparação nos primeiros 17 versículos, e então no versículo 18 [Rm. 1] ele começa a falar da “ira de Deus que se revela do céu contra a impiedade e perversão dos homens que detêm a verdade pela injustiça, porquanto o que de Deus se pode conhecer”, ouça o que ele diz, “é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.” Desde a criação do mundo, os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, claramente se veem e são percebidas por meio do que foi criado. Portanto, os homens são indesculpáveis. Ele diz isso lá no versículo 21: “porquanto, tendo conhecimento de Deus”…

Pressuposição fundamental. Deus revelou a Si mesmo a todo homem. Cada pessoa no mundo, quer seja o homem na selva africana, em um vilarejo asiático, em qualquer lugar do mundo, cada pessoa tem conhecimento do Deus Pai que é claro, suficiente, e manifesto para que o homem seja indesculpável. Verdade fundamental número um.

Verdade número dois: Todas as pessoas rejeitam o verdadeiro conhecimento de Deus. Versículo 21: “Porquanto tendo conhecimento de Deus não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se por sábios, tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível por imagem à semelhança de homem corruptível, bem como de aves, quadrúpedes e répteis. Por isso Deus os entregou à impureza sexual, aos desejos pecaminosos dos seus corações, para desonrarem seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira.” E esses somos nós. “Adorando a criaturas ao invés do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!” Eles rejeitaram o Deus Pai. E essa é a condição humana de todos nós. Nós neste lugar, as pessoas na África, Ásia, Oriente Médio, Austrália, todos nós rejeitamos o Deus Pai.

Deixe-me falar sobre essa pergunta que surgiu em um grupo de estudantes universitários, certa vez. Uma garota me perguntou: “E quanto, por exemplo, aos índios astecas? Índios astecas que não tinham a Bíblia, mas fizeram o melhor que podiam com o que eles tinham. Talvez eles tenham adorado o sol. Chamavam-no de deus sol. Mas isso foi o melhor que eles puderam com o que eles tinham. Isso não é bom o suficiente?” E eu penso que essa é uma boa pergunta. Mas a realidade é, Paulo diz muito claramente em Romanos: Certamente isso não é bom o suficiente. Essa é a essência do que todos nós fizemos. Nós tomamos a criatura e a adoramos no lugar do Criador. Idolatria não é bom o suficiente diante do Deus do Universo. Todas as pessoas rejeitam o verdadeiro conhecimento de Deus.

O que nos leva à verdade número três: Não há nenhuma pessoa inocente no mundo. Você lê de Rm 1:18 a 2:16 e vê uma acusação contra os gentios que não tinham a lei. Você quase pode ouvir os judeus cristãos dizendo amém a cada linha. Até quando ele chega ao capítulo 2, versículo 17 e diz: “Tu que te chamas judeu e repousa na lei e te glorias em Deus…” ele explode em cima deles. E então, no capítulo 3, versículo 9 até o versículo 20, ele entrega a terrível acusação colocando texto após texto do Velho Testamento dizendo: não há nenhum justo. Nenhum sequer. Ninguém que entenda ou busque a Deus. Todos se extraviaram. À uma se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem. Nenhum sequer.

Então, aqui vai… Se você me perguntasse: “David, o que acontece com o homem inocente na África que nunca ouviu o evangelho?” Minha resposta a você, baseada no que a Palavra de Deus ensina muito claramente, seria que esse homem indubitavelmente vai para o Céu. Sem dúvida. Ele iria para o Céu mesmo não tendo ouvido o Evangelho. O único problema é: tal homem não existe. O que acontece com o homem inocente na África? Esta pergunta é feita com muita frequência. A realidade é: não há nenhuma pessoa inocente na África. Se eles fossem inocentes, eles não teriam necessidade de ouvir o evangelho!

A razão pela qual eles precisam ouvir o evangelho é porque neste momento eles permanecem culpados diante de um Deus Santo. E é por isso que levamos o evangelho até eles. Estão me entendendo? Estou vendo vocês olhando um para o outro como: “Esse cara será apedrejado na capela!” Nós sempre inclinamos essa pergunta em nosso favor e contra a santidade de Deus. Enquanto procuramos por oportunidades de apontar a injustiça de Deus, a realidade é que cada um de nós neste lugar é culpado diante de um Deus Santo. Infinitamente culpados diante de um Deus Santo. Nenhuma pessoa inocente no mundo.

O que nos leva à verdade número quatro: Portanto, todas as pessoas são condenadas por rejeitar a Deus. Romanos 1:18 até 3:20 tem de ser uma das mais impressionantes partes da Bíblia toda. Depravação em cada frase. E Paulo resume tudo isso no capítulo 3, versículo 19, dizendo que: “Tudo o que a lei diz, diz aos que vivem na lei para que se cale toda boca, e todo o mundo seja culpável perante Deus.” Paulo diz que ninguém será justificado diante de Deus por observar a lei. Pela lei vem o conhecimento do pecado, em outras palavras, todos nós permanecemos condenados, e nossos esforços, todo “bom” esforço que temos em vencer nossa condenação, nos afunda em maior condenação. Nosso melhor esforço nos condena ainda mais.

Agora, neste ponto pensamos sobre uma ideia comum não só em nossa cultura, mas eu diria em nossas igrejas. Existe essa ideia de que se as pessoas nunca tivessem ouvido o evangelho, Deus certamente não as permitiria, ou de uma maneira mais ativa, não as enviaria ao Inferno. Elas nunca ouviram. Então, certamente, por elas nunca terem ouvido, elas não podem ser responsabilizadas e portanto irão para o Céu. É uma ideia que em essência nos faz pensar que por eles não terem ouvido, há um tipo de passe para o Céu. Mas pense sobre isso. Se isso fosse verdade… Em primeiro lugar, não achamos a evidência disso em nenhum lugar das Escrituras. Mas mesmo em nível prático, se lhes fosse garantido irem ao o Céu, simplesmente pelo fato de nunca terem ouvido o evangelho, então qual é a pior coisa que você e eu podemos fazer pelo estado eterno dessa pessoa? Levar a eles o evangelho! “Valeu por ter semana de missões!” “Estávamos muito bem, indo para a eternidade no Céu com Deus, até que esse missionariozinho chegou aqui e estragou tudo.” “Pare de fazer missões!” Obviamente isso mina toda a iniciativa evangelística da igreja. Mesmo aqui em nosso país, você vai a um campus universitário e inevitavelmente terá estudantes internacionais com pouco ou nenhum conhecimento do evangelho. Imagine dizer a um deles: “Você já ouviu falar do evangelho? Já ouviu falar de Cristo?” E eles olham para você e dizem: “Não.” E se você crê que essa pessoa vai para o céu justamente por nunca ter ouvido o evangelho, então o que você diria a ela? “Se alguém tentar lhe falar disso, coloque os dedos nos ouvidos, grite alto e corra.” Isso não faz sentido.

Por David Platt. Copyright © Southeastern Baptist Theological Seminary Original: David Platt – What Happens to Those Who Never Hear the Gospel. Pregação Completa:  David Platt – What Happens to Those Who Never Hear the Gospel – Romans 15:20-24

Tradução: voltemosaoenvangelho.com. Original: David Platt – O Que Acontece com Aqueles que Nunca Ouviram o Evangelho?

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

125 Comentários
  1. Natanael N. Oliveira Diz

    Muito bom.

  2. Ricardo Luís Ferreira Diz

    A certeza da existência de um “Criador” é intrínseco ao ser humano. Inegável.
    Me diverti com o final do texto, imaginar tal situação é engraçado.

  3. Evandro E. Patrícia Salvi Diz

    o que faremos então com a passagem de João 5:28-29???

    1. Ricardo Diz

      Evandro, mas Romanos 3:12 diz que “não há quem faça o bem, não há nem um só.” Ou sejá, quem fizer o bem sairão para a ressurreição da vida (como dito em João 5:29), porém não há nem um só. Mas caso houvesse, esse iria para o a vida eterma, mas não há. E como apostolo Pedro responde ao Senhor Jesus quando Ele pergunta se eles querem abandona-Lo também, e ele diz: “Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.” João 6:68

    2. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Evandro, primeiro, espero que você não esteja afirmando salvação pelas obras. Isso é heresia.

      Segundo, tanto Jesus, como até Paulo (defensor ferrenho da justificação pela fé somente) mostraram que aqueles que foram justificados pela fé, por serem novas criaturas, irão fazer o bem e buscar glória, honra e incorrupção (Romanos 2:6,7).

      Agora, será que podemos dizer que um idólatra persevera em fazer o bem? Podemos dizer que alguém que nega dar a Deus a devida glória faz o bem?

    3. Felipe de Souza Diz

      Eu acho que um ponto importante não foi dito durante o texto, contudo fica a critério de todos julgar se o que estou dizendo é verdadeiro segundo o texto que vou citar.

      Em Romanos 2:12 diz que os que sem lei pecaram sem a lei também perecerão. de fato acredito que este versículo diz respeito aos que não conhecem o evangelho. Então me pergunto: “se eles não tem lei, como sabem que estão pecando?” isso condena todos os homens independente de onde estejam, contudo o juízo reto de Deus dirá se um homem é condenável ou não sem lei.

      o versículo 14 diz que quando os gentios, que não tem lei, fazem naturalmente as coisas que são da lei, não tendo eles lei, para si mesmos são lei. ou seja, Deus garante que todos os homens sejam julgados com justiça quando dá aos que não conhecem o evangelho uma conduta a seguir até que o evangelho seja lhe pregado. essa conduta mostra que a lei esta escrita em seu coração e testificam junto com sua consciência contra ou a seu favor. (versículo 15)

      Isso entra em acordo com as palavras do pregador do texto, quando ele diz que todos os homens conhecem a Deus na medida necessária, o que eu acredito que leva-os a saber (sem a letra) oque é justo e reto e o que não é ao ponto que este possa conduzir suas atitudes. Dessa forma quando um homem sabe o que é reto e justo e não pratica, ele se condena, pois segundo o versículo 14, se tal homem não tem a lei, sua conduta justa (as coisas que são da lei) serviram para ele como lei.

      por isso independente de onde um homem esteja na face da terra, seu conhecimento de Deus (na medida necessária e garantida por Deus), o ensinará a justiça que a Ele agrada e a retidão que Ele deseja.

      a pregação do evangelho, dá a todo homem que desconhece os planos de Deus, um escape a condenação da lei, a graça por meio de Cristo.

      e por fim, o versículo 13 conclui estas palavras dizendo que o ouvir a lei não justifica um homem e sim pratica-lá, dessa forma a conduta do homem que não ouviu o evangelho irá determinar seu juízo, então, será como o Evandro lembrou em João 5:28-29.

      Não creio que caiba a nós discutir se todos que não conhecem a lei serão condenados ou se serão salvos, o único que julga com retidão é o Senhor Deus, ele é quem tem o controle de todas as coisas, Ele é quem mostra o Caminho ao homem, e a decisão de obedece-lo é particular, e isso mostra que ninguém faz o bem se Deus não conduzi-lo.

    4. Nilo Diz

      Excelente Análise.

    5. Felipe de Souza Diz

      obrigado Nilo.

    6. Thiago Wally Diz

      Felipe esta foi a explanação que mais atestou o que o Biblia diz, pois realmente não somos capazes de dizer que com toda certeza os que não conheceram o evangelho irão perecer. Fico com sua explicação que realmente faz sentido.

    7. Vinícius S. Pimentel Diz

      Felipe e demais irmãos,

      Nós temos evidência bíblica mais do que suficiente para entender que ninguém pode ser salvo sem ouvir e crer no Evangelho. Eu apresentei alguns argumentos bíblicos em comentário acima, dirigido ao Nilo. O que fica claro, nas passagens ali citadas, é isto: foi o próprio Deus quem decidiu que a única maneira pela qual Ele salva pecadores é pela instrumentalidade da pregação do Evangelho.

      Peço que leiam o meu comentário anterior e ponderem. :)

      Em Cristo,
      Vinícius

    8. Thiago Wally Diz

      Vinicius lí sua explicação e com toda certeza me leva a pensar que realmente o Senhor não salva pessoas sem a pregação do Evangelho, mas pensando em alguns casos/pessoas, que não encontrei evidencias sobre eles terem recebido uma pregação fiquei confuso. Ex: Enoque andava com Deus quando ninguem mais andava, quem pregou para ele? Noe não existia pregadores em sua época, quem pregou para ele? Jó parece que sua história teve inicio antes da divisão das tribos, quem pregou para ele? Abrão vivia em um mundo onde todos tinham ao menos um deus, quem pregou para ele? Balaão, apesar de resistir e desobedecer, conhecia Deus, não era de Israel e sabia como transgredir sua lei, quem ensinou e pregou isso a ele?
      Deus pode fazer do mesmo jeito para salvar pessoas, pois ele faz do jeito que bem entende quando quer salvar alguem ou um povo.
      Antes estes também não conheciam o caminho do Senhor e “não tinham” Jesus e sua palavra.
      Os outros povos também podem receber a visitas de Deus, ou mesmo, Deus pode falar com eles ou transformá-los em pregadores como fez na época passada. Nãos descartando que o sacrificio de Jesus deve ser conhecido como ele fez no caso de Cornélios, mas dizer que não existe evidencia biblica de pessoas que conheceram ou talvez tenham sido salvas sem ouvir o evangelho, não podemos.

      Se eu estiver errado me corrija, sou muito grato pelos estudos deste site, talvez eu não tenha lido o suficiente ou essas histórias por estar em outro contexto, são diferentes do que existe hoje.

      Um grande abraço.

    9. Vinícius S. Pimentel Diz

      Thiago,

      Seu questionamento é muito interessante e pertinente. Mas é preciso observar algumas coisas:

      Primeiro, há uma clara distinção entre a maneira como Deus se revelava na Antiga Aliança e como Ele se revela agora, na Nova: “Havendo Deus, outrora, falado muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho…” (Hebreus 1.1-2a). O Cristo que era anunciado de maneira sombria no AT agora é apresentado de maneira clara, e sem o conhecimento de Jesus e de Sua obra ninguém pode ir ao Pai.

      Segundo, é preciso observar que os exemplos que você deu são de homens considerados “profetas” (inclusive Enoque, cf. Judas 14-15), o que significa que tais homens haviam sido chamados pelo próprio Deus para ouvirem pessoalmente a Sua voz e a transmitirem a outros. Portanto, esses exemplos não refutam a ideia de que a pregação é indispensável – pelo contrário, eles a confirmam! Enoque, Noé, Jó e Abraão foram, cada um ao seu modo, pregadores do Evangelho em sua época.

      Veja, por exemplo, que Paulo se refere às promessas de Deus a Abraão como um “preanúncio do evangelho” em Gálatas 3.8. Parece que essa também é a ideia envolvida em 1Pedro 3.18-22: através de Noé, a “longanimidade de Deus” (isto é, o Evangelho) foi anunciada aos ímpios (os “espíritos em prisão”). O que fica claro é que as boas-novas do Evangelho vêm sendo anunciadas desde a queda aos homens, e é por esse anúncio que Deus salva pecadores.

      Terceiro, é importante registrar que Deus sempre tem preservado, na história, um remanescente fiel. Desde a queda, Deus não ficou sem um povo que O represente na terra, pelo contrário, Ele tem uma “semente”, uma linhagem santa que vai desde a expulsão do jardim até a entrada da igreja no descanso eterno. Enoque não foi o primeiro a “andar com Deus”; pelo contrário, ele é apenas um dos ilustres membros de uma genealogia de crentes, “homens dos quais o mundo não era digno”.

      Quarto, eu me esqueci de mencionar o exemplo dos magos que vão adorar Jesus quando ainda menino. De algum modo (não sabemos exatamente qual), Deus fez com que aqueles homens anelassem pela salvação, atraindo-os ao lugar onde o pequeno Salvador estava. Mas perceba: eles foram salvos pelo Evangelho, ao ponto de que vieram de muito longe para adorar “o rei dos judeus”.

      Em resumo: Deus sempre salva através da pregação do Evangelho. Essa verdade é válida também na Antiga Aliança, embora de uma maneira ainda sombria, mas ela fica clara como água no Novo Testamento.

      Sinceramente, espero estar ajudando. Grande abraço!

    10. Thiago Wally Diz

      Vinicius, muito obrigado pelo esclarecimento.
      Realmente estou convencido que não existe outra maneira de Deus salvar pessoas, pois levanta pregadores para anunciar seu evangelho aos povos ou leva as pessoas onde o evangelho está sendo anunciado (como Cornélios e os magos).
      Obrigado pelo tempo dedicado para tirar esta dúvida.
      Abraços!

    11. Nilo Diz

      Esse é um X da questão.Primeiro vc disse sobre os magos.Como que os maos irião saber que aquela estrela, indicava a existência, ou o nascimento do Salvador, se eles eram magos(magos mechem com magia, e isso é pecado), e estavam longe de Deus naquela época, pois naquela época, Deus praticamente só atuava em Israel.Como fica isso?como eles chegaram ao conhecimento de Deus(no caso a estrela)? a bíblia não informa que alguem chegou e pregou para eles.E se esse fosse o caso, não poderia mser chamado de magos, pois ser mago é pecado.

    12. Filipe Diz

      A persistência no erro é algo trágico… aff

      Vamos ao basico do evangelho:
      1. Em Adão, todos pecaram e carecem da glória de Deus conforme o Apóstolo Paulo fala nos capitulos 3 e 5 de Romanos (este inclusive mostra que Adão, sendo o representante federal da humanidade, adquire a culpa e a corrupção, as quais são transmitidas hereditariamente aos filhos de Adão, sendo que a corrupção pela semente corruptível, relacionada a natureza humana no estado de pecado, e a culpa oriunda do fato de sermos solidários no ato adãmico – porque Deus lida objetivamente com a humanidade; diferente do tratamento subjetivo dado aos anjos, em que a guarda de seu estado original dependeu individualmente de seguirem ou não a rebelião dos anjos caídos – isso nos é indicado na carta de Judas e em 2Pedro 2.). Vale ressaltar que há boa razão de acreditar que o que Paulo esta explicando no capítulo 1 de Romanos, estaria “em paráfrase” com a narrativa de Genesis até o capítulo 6 onde mostra a total depravação da humanidade, agora destituída da glória de Deus. A questão da semente corruptível é tão clara nas Escrituras que este é o cerne do nascimento virginal de Cristo, isto é, Jesus não é segundo a semente de Adão, mas foi gerado em Maria por concepção sobrenatural. Outro exemplo que aponta para a questão da semente corrompida é a circuncisão praticada na Antiga Dispensação, a qual anuncia que os crentes seriam cortados da semente (vinda do prepúcio) da velha humanidade, para uma nova humanidade, a saber, a de Jesus Cristo.
      2. Visto que Deus é Eternamente Santo, e que não pode suportar o pecado, o qual pode ser definido como transgressão a lei de Deus e por isso OFENSA a sua Eterna Santidade, o pecado que nós cometemos em Adão é suficiente para gerar DÍVIDA eterna com a JUSTIÇA Divina.
      3. Nenhum homem é capaz de quitar essa DÍVIDA, posto que é uma dívida eterna e o homem não alcança o Eterno, sendo necessário que Deus apaziguasse a ofensa com o próprio Deus.
      4. Isso é proposto no evangelho, pelo pacto da graça, onde o Verbo Eterno se encarna, a fim de assumir a nossa humanidade sendo mediador, ou seja, agora ele pode nos representar e pagar a dívida ao mesmo tempo. São os três aspectos basicos do sacrifício de Cristo: expiatório, propiciatório e vicário ( substituitivo). Sendo que esta última característica anula completamente essa interpretação errônea de Romanos 2, porque mesmo que um pagão procurasse agir corretamente segundo a sua consciência (esse é o termo mais adequado do que está sendo tratado naquele capítulo: consciência – algo da graça comum), ainda sim, uma só ofensa que ele tenha cometido (e certamente cometeu, ainda que em Adão, conforme item 1.) seria necessário alguém para substituí-lo ante a Justiça Divina. Isso fez Cristo na cruz por todos aqueles que creêm, porque o texto é claro: Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito, PARA QUE TODO O QUE CRÊ NÃO PEREÇA…); Cabe ressaltar aqui que ao longo de todo o evangelho segundo João, este usa o termo “mundo” em contrasta a concepção judaica de que o Messias era estritamente nacional. Mostrando assim que o evangelho é que é o poder de Deus para a salvação tanto do judeu como do gentio. Todavia, o texto não é universalista, e sim claro: deu seu Filho Unigêncito para os que CREÊM.
      5. A salvação é unicamente pela fé conforme o apostolo Paulo ensina em efésios 2 e Romanos 4. Essa fé é no testemunho de Cristo, e esse testemunho tem por base a promessa dada a Abraão, latente na Lei Mosaica, proclamada pelos profetas, conforme o apóstolo Paulo ensina na carta aos gálatas e o apóstolo Pedro diz em sua primeira carta no cap. 1, e finalmente, vista, ouvida e presenciada pelos apóstolos – Cristo – conforme o João ensina no capitulo 1 da primeira carta. A fé é somente no testemunho, e o testemunho foi dado e preservado e manifestado por esse meio ora descrito, e registrado somente nas Escrituras, conforme o Joao escreve no capitulo 4 de sua primeira carta. Esse testemunho é proclamado pela pregação conforme cap. 10 da epistola a igreja de Roma. Esse capítulo é importante para que niguém diga que existe a possibilidade de alguém conhecer o evangelho (único meio de salvação dos homens, de acordo com a introdução paulina da carta aos Romanos cap. 1) sem a pregação, visto que o apóstolo usa um recurso da retórica perguntando como alguém poderia conhecer o evangelho sem a pregação e como haveria pregação sem pregador, e ainda afirma que a fé vem pela pregação e a pregação da palavra/testemunho de Cristo.
      6. E por fim, a fé é um dom exclusivamente de Deus, e não me venha com aquela falácia de que Deus da fé a todos em medidas diferentes, usando-se de texto fora do contexto para afirmar absurdos, como se o apóstolo não estivesse escrevendo aos que já pertenciam a igreja de Deus, com respeito aos seus dons. Recebem a fé aqueles que são objetos da graça; aqueles a quem Deus diz: terei misericórdia de quem me aprouver, e compadecer-me-ei de quem eu quiser”. E o apóstolo Tiago diz que toda boa dádiva e todo dom perfeito (como a fé, inclusive) vem do Pai das luzes, e não pode ser produzido por tentativa humana. Pelo todo exposto, entendemos que aqueles para os quais Deus providenciou a Cristo, isto é, todos aqueles que creêm, assim ocorre, devido a providência de Deus, que não só da a fé, mas movimenta os homens/pregadores, e a própria história, no sentido de alcançar aqueles de quem Ele quis ter misericórdia. Afinal, qual é mais dificil de alcançar o coração de um pagão nos confins da Africa, a pregação providenciada por Deus e trazida pelo pregador ou a fé? Nenhum dos dois é difícil para Deus, que misteriosamente salva homens imundos levando Jonas até Nínive e dando a fé aos ouvintes!!! Como nos testemunha o livro de Jonas: A Salvação pertence ao Senhor!!! Glória a Deus nas maiores alturas!!!. Que nós possamos ficar firmes nas claras doutrinas do evangelho.

    13. Vinícius S. Pimentel Diz

      Thiago, fico feliz =] Que o Senhor continue a abençoá-lo e a conduzi-lo em Seus caminhos justos e verdadeiros!

    14. Vinícius S. Pimentel Diz

      Felipe,

      Nós temos evidência bíblica mais do que suficiente para entender que ninguém pode ser salvo sem ouvir e crer no Evangelho. Eu apresentei alguns argumentos bíblicos em comentário acima, dirigido ao Nilo. O que fica claro, nas passagens ali citadas, é isto: foi o próprio Deus quem decidiu que a única maneira pela qual Ele salva pecadores é pela instrumentalidade da pregação do Evangelho.

      Peço que leia o meu comentário anterior e pondere. :)

      Em Cristo,
      Vinícius

    15. Levy Barreto Diz

      Caríssimos Irmãos, venho para dizer que seguir essa linha de raciocínio de que há alguém em algum lugar do mundo que mesmo sem ouvir o evangelho será salvo porque seu bom comportamento – comportamento tomado diante do conhecimento sobre Deus adquirido somente pela revelação divina na Criação – dizer que esse comportamento seria por Deus considerado suficiente para satisfazer a justiça dEle não é viável e é perda de tempo, porque não há nenhum homem que diante da revelação divina na Criação tomou esse partido e ainda sim não seria o suficiente para satisfazer a justiça de Deus, seria como dizer que se eu morresse na cruz exatamente como Jesus morreu seria o suficiente para satisfazer a justiça de Deus pelos meus pecados e assim me abrir acesso aos céus, e isso também não é cogitável.
      Precisamos observar também que o objetivo dessa textos de Romanos é mostrar que TODOS PECARAM, e não que existe alguém em algum lugar do mundo que se justificou diante de Deus pelo seu próprio esforço.
      Se a Bíblia diz que algúem fez o bem e por ter feito esse bem será digno de gozar a eternidade, com certeza esse bem só foi considerado bem diante de Deus mediante a purificação do bemfeitor pelo sangue de Jesus, mesmo que seja subentendido isso, mas não tenha dúvida disso, por obras não, nunca, sempre e somente pela fé.
      Portanto meus amados irmãos nos lancemos aos pés de Cristo em arrependimento e fé crendo que a justiça de Deus foi satisfeita no sacrifício de Jesus e que seu derramamento de sangue foi eficaz e não precisará ser refeito pois alcançou seu objetivo que era redimir seus eleitos, descansemos nessas verdades.
      Segue texto que mostra que Deus satisfez sua justiça no sacrifício de Jesus, grifo nosso: Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do SENHOR prosperará na sua mão.
      Ele (O SENHOR) verá o fruto do trabalho da sua alma(O trabalho, obra, derramamento de sangue, de Jesus), e ficará satisfeito(Deus ficou satisfeito, está consumado. apaziguou a Ira divina); com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si.
      Isaías 53:10-11
      Aleluia!

  4. camila Diz

    muito bom, e necessário!

  5. Elisângela Diz

    Achei muito interessante a colocação, nunca tinha visto por este ângulo e isso só vem a reafirmar a palavra de Deus quanto ao nosso compromisso.

  6. Derval Alves Carneiro Diz

    Muito bom!

  7. Nilo Diz

    Discordo.Lembro de um texto no novo testamento inclusive que fallam de gentis que eram sem lei, não conheciam a lei, mas tornaram-se lei para si mesmo, pois buscavam fazer o bem, e pel oque parece foram salvos.Deus é o mesmo ontem hoje e eternamente.Como vocÊ mesmo afirmou, todos os seres humanos tem o conhecimento de Deus, ainda que de uma forma não perfeita, mesmo não tendo ouvido falar dele.Se uma pessoa busca ser reta diante do conhecimento desse Deus, em todos os seus caminhos, como jó fazia, será que Deus rejeitará essa pessoa por toda a eternidade, só pq ela nunca teve a chance de ouvir sobre Jesus?Alais, se Jesus é Deus, é o Filho de Deus, como você pode dizer que a pessoa nã otem o conhecimento de Jesus se ela nunca ouviu falar dEle, se Jesus é Deus?ela só num tem o conhecimento perfeito na maioria dos csos.Mas no fundo tem.E ainda que ela nunca tenha ouvido falar nele, mas com esse conhecimento, buscar conhecer a Deus verdadeiramente(veja que coloquei isso na 1ª ordem) e buscar seguir os caminhos retos(veja que isso é consequencia da ª opção), só pq ela num tem o conhecimento perfeito de Jesus, já que nunca ouviu falar, ela nao será salva?Deus julga cada um de acordo com seu conhecimento.Indo por essa lógica, os bebes abortados não serã osalvos, nem bebes que morrem, nem crianças pequenas, uma vez que eles num tem conciencia suficiente, e como vcs disseram, eles nascem mals, então vão para o inferno.Me desculpe, mas vocÊs parecem mais uns carniceiros que gostam de falar em inferno, postam mensagens sobre inferno, ameaçando as pessoas, querendo impor medo.É como as outras religiões, tentam dobrar as pessoas pelo medo.alais, vocês iriam mais longe ao dizer que Deus predestinou aos que nunca ouviram ao evangleho, para o inferno não é, para o louvor da sua glória, claro que ele predestinou vocês a irem para o céu nã oé mesmo?…outra ressalva.Usar o texto de salmos 5.5 para dizer que Deus odeia todos os pecadores é um erro, pois o salmista se referia a assassinos, homens mals naquele versiculo que o perseguiam, esse é o ocntexto dele, e nada tem haver com todos os pecadores.Não é bomtirar textos do contexto para satisfazer o desejo de dizer que Deus odeia todos os pecadores.Pode até ser que ele odeia, mas não baseado neste texto.

    1. Vitor Diz

      Concordo plenamente com vc nilo. gosto muito desse site pq os estudos sao muito bons mas oq é ensinado aqui sobre inferno é de amedrontar até eu que sou salvo. Acho que devemos ser mais humanos e pensar: uma pessoa vai ficar eternamente num lugar de sofrimento só pq ñ teve oportunidade de conhecer jesus?

    2. Matheus Sales Diz

      Se todos aqueles que dizem conhecer Jesus quisessem realmente espalhar mais e mais salvação, ao invés de nos preocuparmos tanto com as nossas coisas, iriamos nos preocuparmos mais com os outros (como as Escrituras mandam fazer) e assim, haveriam mais missões, o nome de Cristo seria propagado com maior facilidade e mais homens seriam salvos. Logo se alguém vai pro inferno por não conhecer a Cristo, é por que nós falhamos em levar Cristo até elas, a culpa não é de Deus e como as Sagradas Escrituras deixam bem claro que todos os homens praticaram o mal e destituídos estão da Glória de Deus e não podem ser salvos pelos seus próprios atos, mas somente mediante a graça revelada em Cristo Jesus. Como seria possível que alguém que nunca conheceu Jesus e só fez o mal fosse salvo?

      O que falhamos em entender, acredito eu, é isso: Rm 3.9-20. Pra tentar entender melhor essa passagem pense da seguinte maneira, imagine que fosse possível pegar todos os nossos pensamentos e por tudo em um DVD e então rodar nesse DVD tudo o que já pensamos, quando nós vissemos as pessoas assistindo, iriamos ficar com tanta vergonha, mesmo sabendo que todos ali são iguais a nós… só imagine isso, as pessoas assistindo toda a podridão que já passou pela nossa mente, sério, não importa o quão bom nós somos, nossos pensamentos podres seriam imperdoáveis e isso na frente de muitos semelhantes a nós. Agora, imagine isso diante de um Deus Santo e que nunca pensou nada mal nem podre! Assim será no julgamento final, um Deus Santo que saberá tudo o que fizemos fez irá nos julgar e como não podemos nos salvar, se não tivermos conhecimento de Jesus Cristo, que é o único que pode nos tornar justos diante do Pai (Rm 3.21-31), infelizmente será impossível alcançar o Reino dos Céus.

      Por isso, Jesus Cristo é a nossa ÚNICA esperança!!

    3. Nilo Diz

      Quem disse que é sem Jesus que eu falei la em cima?Quem disse que Jesus depende exclusivamente de missionários para salvar alguem, ou da pregação deles? eu na~odisse que alguem é salvo sem Jesus, ei disse que mesmo a pessoa nunca tendo ouvido falar dEle, como o próprio autor do texto afirmou, ela tem o conhecimento de Deus, ainda que imperfeito.Mesmo quando vc lê a bíblai, seu conhecimento de Deus nã oé perfeito, pois a bíblai não fala tudo sobre Ele.Assim, uma pessoa que nunca ouviu falar de Jesus, se tem o conhecimento imperfeito de Deus, tem de Jesus tb, posi Jesus é uma manifestação do próprio Deus, e se caso Deus quiser trabalhar de alguma forma para ela se salvar? Ele pode.Ela pode ser salva sim, mesmo nunca tendo ouvido, ela pode de alguma maneira chegar a esse conhecimento, ainda que de forma superficial.Indo por esse argumento, os bebes nunca ouvira mfalar de Jesus, então eles morrem e vã opara o inferno.Bom eu sei que vai ter gente pensando que eles vao mesmo.

    4. Matheus Sales Diz

      Bom, você pôs em um caso bem exclusivo, se Deus quiser trabalhar de uma outra maneira para salvá-los, significa que eles serão salvos sim, até por que a vontade de Deus é soberana, se ele decide salvar alguém, essa pessoa sera salva. Mas enfim, eu não quero começar uma discussão, até por que eu não conheço os caminhos de Deus, porém, quanto aos “pequeninos” (bebês e crianças), Jesus deixa bem claro que deles é o Reino dos Céus (Mt 19.14).

      Mas vale lembrar que Deus nunca negará sua própria justiça que só é satisfeita em Cristo Jesus, se Deus quiser salvar alguém (e de acordo com as Escrituras, todos seremos salvos igualmente por que Deus quer, Ele mesmo nos escolheu antes de nascermos para sermos salvos; Ef 1.3-6), a este terá que ser apresentado o Evangelho de Cristo Jesus. Realmente é como você disse, Deus não precisa de homens para isso, Ele mesmo pode fazê-lo, porém, o Evangelho é sim necessário para a salvação. Logo, por lógica, quem não conhecer o evangelho, não tem como ser salvo.

      Se for salvo, de alguma forma teve contato com o Evangelho, seja este apresentado por mãos humanas ou por mãos divinas.

    5. Nilo Diz

      Exatamente Amigo, é isso que eu to querendo dizer entende.Até peço desculpas pela maneira e pel otom que usei aqui.Deus não precisa necessárioamente de alguem ir pregar, para salvar as pessoas, ele pode muito bem fazer algo e salvar aquela pessoa que nunca ouviu o evangleoh(através de Jesus viu pessoal, nunca disse que a salvaçã oé fora dele ok!)…Querer achar que Deus só pode salvar alguem pela sua, pela minha pregação é limitar o poder dele.Independente disos, nós devemos pregar o evangelho, porque estes casos que ue citei, são bem específicos, e eu nunca disse que todos seriam salvos ok, e outra ressalva também;Deus julga a todos de acordo com seu conehcimento, significa que mesmo que ele mande alguem para o inferno, o que pecou menos, ou o que sabia menos da verade, o que tinah menos conhecimento do mal que praticava sofrerá menos do que o que pecou mais.Isso ta na bíblia também ok.
      Abraços, e desculpe qualquer coisa ai.

    6. Matheus Sales Diz

      Acho que entendi seu raciocínio e ele faz sentido, afinal, não sabemos os meios que o Criador tem para salvar suas ovelhas. Mas é necessário bastante cuidado nesse assunto, ou, como o pregador falou, tornamos a pregação do Evangelho em algo cruel e condenável. Mas enfim, tá tranquilo, amigo, não me senti ofendido em momento algum. :) Se de alguma forma fui grosseiro peço desculpas também e que a graça e a paz da parte de nosso Senhor seja contigo!

    7. Vinícius S. Pimentel Diz

      Nilo e demais irmãos,

      Não é que nós estejamos tentando limitar Deus; foi o próprio Deus quem decidiu que a única maneira pela qual Ele salva pecadores é pela instrumentalidade da pregação do Evangelho. Deixe-me mostrar alguns exemplos bíblicos:

      1) Quando Deus quis salvar a cidade de Nínive, Ele enviou Jonas. O profeta resistiu à voz de Deus, e o Senhor o tratou até que ele finalmente chegou a Nínive e pregou. Mas Nínive não podia ser salva até que a mensagem da justiça de Deus (isto é, o Evangelho, cf. Rm 1.18) chegasse até eles. E veja como Jesus reconta a história: Ele diz que os ninivitas se arrependeram “com a pregação de Jonas” (Mateus 12.41; Lucas 11.32). Ou seja, Deus usa a instrumentalidade da pregação (e somente ela) para salvar pecadores.

      2) Quando Jesus começa o Seu ministério na Galileia, Mateus explica que ali se cumpria uma profecia dada pelo profeta Isaías a respeito de um povo que vivia “em trevas” e “na região e sombra da morte” mas que, na plenitude do tempo, veria “grande luz”. O próprio Mateus explica que essa grande luz não era outra coisa senão a pregação de Jesus, do arrependimento e da fé em Cristo (Mateus 4.12-17). Ou seja, aqueles que nunca ouviram a pregação do Evangelho ainda estão em trevas e na região e sombra da morte…

      3) O caso mais emblemático: quando Deus quis salvar Cornélio, Ele usou meios bastante extraordinários (anjos, sonhos, visões etc.), mas, ainda assim, não dispensou a pregação do evangelho. E o que é mais interessante: quando Pedro reconta essa história posteriormente, ele explica que Deus falou a Cornélio por meio do anjo que Pedro seria o homem que falaria as palavras “por meio das quais” ele seria salvo (Atos 11.41; cf. todo o contexto). Ou seja, Deus se recusa a salvar um pecador (na verdade, muitos pecadores foram salvos naquele dia!) sem a instrumentalidade da pregação.

      4) Além desses exemplos fortes, temos o claro ensino de Paulo em Romanos 10. Numa série de perguntas retóricas, Paulo constrói o seguinte raciocínio: “Ninguém pode ser salvo sem invocar o nome do Senhor; ninguém pode invocar o nome do Senhor sem crer Nele; ninguém pode crer Nele sem ouvir a respeito Dele; ninguém pode ouvir a respeito Dele sem que haja alguém que pregue; e ninguém pode pregar sem ser enviado. Logo, ninguém pode ser salvo sem que, primeiro, um homem de Deus seja enviado para pregar o Evangelho, de modo que o pecador ouça, creia e invoque o nome do Senhor.”

      Em resumo: nós temos evidência bíblica mais do que suficiente para entender que ninguém pode ser salvo sem ouvir e crer no Evangelho. E, para ficar claro: o Evangelho é a mensagem de que Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados e ressuscitou (cf. 1Coríntios 15). Sem essa mensagem, não há a menor possibilidade de salvação.

      Em Cristo,

      Vinícius

      PS: Eu disse que não iria debater aqui, mas julguei necessário apontar essas passagens bíblicas que corroboram a doutrina ensinada por Platt.

    8. Gustavo Diz

      Ok, li todos os comentários, mas ninguém conseguiu dar uma resposta convincente a respeito daqueles povos que viviam na epoca em que Jesus foi crucificado e que nunca ouviram falar de Jesus como por exemplo indios ou sei lá, tribos muito distantes de Israel. Tudo bem todos pecaram, e mesmo que eles fossem povos que seguissem a prática do bem, precisariam de um Messias ( Jesus no caso) para que fossem redimidos, mas e aí, não tinha ninguém para lhes pregar o evangelho, ninguém para lhes falar de Jesus, não me parece coerente afirmar que esses povos iriam para o inferno com os argumentos colocados até agora nos comentários. Talvez o argumento mais coerente até agora seria o da predestinação, que essas pessoas foram predestinadas a nunca ouvirem o evangelho e a nunca conhecerem a Jesus. Lá vem assunto…..predestinação

    9. Henrique Batista Diz

      O problema é quando um Cristão chega e diz que Deus em sua soberania salva quem quer, mas desde o momento em que tal soberania afeta diretamente os atributos de Deus que mostram claramente na Bíblia que Deus é amor e não faz acepção de pessoas, aí é outra História. Se Deus favorece um “eleito” apresentando o evangelho a ele e a outro que não é “eleito” ele não apresenta nada e simplesmente o condena, para o “eleito” Ele foi amor, e para o não eleito ele não foi NADA. Logicamente a Bíblia estaria mentindo ao dizer que Deus amou ao mundo. No caso seria que Deus amou os ELEITOS.

      Realmente quem diz isso, acha que Deus o ama mas não ama aquelas pessoas ao ponto de levar a palavra até Elas, Deus é soberano, mas então a bíblia mente (principalmente nos escritos de joão) quando fala do amor de Deus. Se Deus age da forma como você descreve ele é incoerente e não age como diz que ele é.

    10. edson Diz

      e nao acredito que deus mande uma pessoa para o inferno deus nao e mal

    11. Fellipe de Miranda Diz

      Cuidado com o caminho que vc está indo meu irmão, tentar diminuir a santidade de Deus para que nela possa entrar toda a humanidade é um erro gravissimo! o nome dessa heresia é “universalismo” é tem sido muito frequente nas igrejas e literaturas cristãs( pra quem leu “A cabana”) !

    12. Nilo Diz

      Eu também gosto desse site amigo, mas como tudo na vida, não precisamos concordar com tudo, nem absorver tudo que nos falam, nem da maneira que nos falam.
      Abraços.

    13. Wesley Rodrigues Soares Diz

      Nilo – Concordo com você plenamente, só a verdade deve ser o nosso alvo.

    14. Daniel Costa Diz

      Não, ela vai ficar eternamente num lugar de sofrimento porque é pecadora.

    15. dileni Diz

      boa

    16. Joyce Diz

      Vitor, na bíblia, mas especificamente em Mateus 27.14 diz: “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim. ”
      ou seja, todos, absolutamente TODOS ouvirão sobre o evangelho de Jesus, e terão a oportunidade de conhcê-Lo, e só então virá o fim!

    17. Patricia Diz

      “Se alguem tentar lhe falar disso, coloque os dedos nos ouvidos, grite alto e corra”

    18. dileni Diz

      tipo assim: lálálálálá e bem alto? hahahaha, foi pra ri essa Patricia, mas foi bem empregado aqui o conselho, muito bom

    19. Neony dos Santos Diz

      Romanos 3: 23: Porque TODOS PECARAM, e destituídos estão da Glória de Deus.

    20. Nilo Diz

      Vocês estão muito enganados se acham que eu tenho medo de ir para o Inferno.Esse joguinho de ameaças nã ofunciona comigo e digo mais, se Deus achar melhor eu ir para lá, que eu vá para la.Me jogue la.Acham que podem me chocar com mensagens assim?que foi agora, vcs estão chocados agos pq eu disse que se Deus achar melhor eu ira pra la, que me jogue la então.Será que esse David Platt ou outros tem coragem de dizer isso?Não baseio minha vida pelo medo.Agora, vocês tomem cuidado com a segurança da salvaçã ode vocÊs, pois muitos acham que Deus predestinou a sua salvaçã oantes da criaçao do mundo, e isso é evidenicado pelos frutos da conversão, mas ele pode ter predestinado vc a se desviar tb.Ou vc pode achar que é salvo, mas não é.Enfim é isso!Quanto a esse versículo de romanos 3:23, de fato é verdade, mas é preciso analisar a passagem que eu digo, sobre gentis antes da vinda de Jesus, que não conheciam a Lei, mas tornaram-se lei para si mesmas, pois buscavam seguir um caminho reto.Não apenas uma passagem isolada.

    21. dileni Diz

      “ESSE DAVID PLATT”, que conversa é essa? o amado irmao David Platt seria mais adequado em minha opniao.

    22. Nilo Diz

      Seria + adequado sim, mas eu estava com pressa quando escrevi.O texto em si é + relevante do que a maneira que me referi a ele. Abraço

    23. Fellipe de Miranda Diz

      Se vc não gostou do site, tem uns Da Igreja universal do reino de Deus! lá eles só falam de coisas legais e bacanas que vão te fazer sentir muito bem! =D

    24. Nilo Diz

      Eu não disse que não gostei, até peço desculpas pelo tom que usei.Não estou precisando de igreja universal Obrigado.Se quiser tentar me rebater fique a vontade, mas caso nao queira, para que tentar ser sarcastico comigo?é perda de tempo…

    25. Fellipe de Miranda Diz

      é verdade, me perdoe pelo sarcasmo, não fui sábio ao fazer isso.

    26. Nilo Diz

      eu te perdoo somos falhos, eu também falhei no meu tom de expressão.Me desculpe, só expus um outro ponto de vista.Quer saber a verdade? posso estar errado sim.Mas pelo menos ouse ia questionar e analisar.As pessoas precisam parar de asorver tudo o que pastores falam, ainda que sejam pasores piedosos como Paul Washer, e questionar tudo o que ouvem, pois nem tudo o que as pessoas falam, é verdade, ou 100% verdade.Na igreja universal também tem verdades, mas tem mentiras(e muitas).Cabe a nós filtrarmos.

      Abraços.

    27. Vinícius S. Pimentel Diz

      Nilo,

      Infelizmente, este espaço de comentários é pouco adequado para debates mais complexos e discussões mais logas, motivo pelo qual eu não tentarei refutar os argumentos que você utilizou.

      O que posso fazer, em poucas linhas, é reconhecer que o ponto de vista defendido pelo David Platt no vídeo não é unânime na história da Igreja, embora seja, sem dúvida, a perspectiva mais coerente com (1) a mensagem de Jesus acerca da exclusividade do Evangelho, (2) o ensino de Paulo acerca da impossibilidade da salvação sem a pregação, e (3) a ênfase bíblica na grande comissão.

      Em outras palavras: se existe alguma possibilidade de um homem ser salvo sem ouvir o Evangelho, pregar Cristo se torna não apenas desnecessário, mas até mesmo perigoso para a sua alma – pois, depois de ouvir, ele se tornará indesculpável se recusar a oferta do Evangelho!

      Por fim, recomendo um texto que, talvez, possa ajudá-lo no aprofundamento do assunto: http://www.monergismo.com/textos/missoes/missoes-singularidade_gildasio.pdf

      Em Cristo,

      Vinícius

      PS: A questão da salvação dos que morrem na infância é igualmente complexa; porém, ela costuma ser travada em outros termos e, por isso, prefiro sequer mencionar a discussão nesta postagem…

    28. Nilo Diz

      Então pelo menos você admite uma certa destreza dos argumentos aqui apresentados.Sinto-me honrado por isso.Digo o mesmo para você, aqui é um espaço inadequado para mostrar uma argumentação completa sobre o que eu disse.

    29. Vinícius S. Pimentel Diz

      Cara, na verdade eu não enxergo qualquer consistência nos argumentos “inclusivistas”. O que eu fiz foi apenas um registro do ponto de vista histórico: você não é o primeiro a defender a possibilidade de salvação à parte da pregação, pois alguns teólogos respeitáveis já advogaram tal perspectiva. Contudo, repito, não vejo como extrair tal ensino a partir de uma exegese bíblica coerente.

      De toda forma, oro para que o Senhor, que é o Espírito, o guie a toda verdade.

      Sinceramente, em Cristo,
      Vinícius

    30. Nilo Diz

      …Vai precisar de mais provas do que as que você apresentou aqui então, para dizer isso.Não estou sendo inclusivo, só estou mostrando um ponto de vista um tanto diferente do seu, e mostrando meus argumento com base nisso.Já disse e repito, que indo pela sua lógia as crianças e os bebes abortados irã otodos para o inferno.De acordo co msua lógica, por já que todos os homens nascem mals, então estes bebes são mals e irão para o inferno.De acordo ocm a lógica desse David Patt, e de outros que concordam, isso é inevitável, uma vez que os bebes nunca viveram o suficiente para crer em Cristo.não tem diferença.Esse espaço é pequeno para debater isso como vocÊ falou, então acho que encerro aqui.Poderia falar mais, mas não vai mudar nada.

    31. Vinícius S. Pimentel Diz

      Então você não crê que todos os homens são pecadores desde a concepção?

    32. Nilo Diz

      creio.Mas acho que bebes mortos não irão necessariamente par o inferno.

    33. Vinícius S. Pimentel Diz

      Você disse: “De acordo co msua lógica, por já que todos os homens nascem mals, então estes bebes são mals e irão para o inferno.” Deu a entender que não concordava com a doutrina da universalidade do pecado.

      E lembre-se de que em nenhum momento eu disse que bebês mortos irão necessariamente para o inferno. Estamos discutindo a salvação de adultos que nunca ouviram falar em Jesus, e, nesse caso, a Bíblia é clara em afirmar a condenação dos tais. Com relação aos bebês, há outras passagens bíblicas que podem ser usadas para defender a salvação de todos os infantes, ou, no mínimo, dos filhos de pais crentes. Você está misturando as coisas e tentando levar meus argumentos a implicações que não são “boas” nem “necessárias” do ponto de vista lógico.

    34. Nilo Diz

      Não misturei nada.Só disse uma verdade.VocÊ é que insinua que estou sendo “mal carater”.Pense o que quiser, não vou mais ficar aqui discutindo com vc, já uqe vc insinuou isso…

    35. Vinícius S. Pimentel Diz

      Cara, em nenhum momento eu disse que você estava sendo mau-caráter ou qualquer coisa parecida com isso… Você me entendeu mal. Eu apenas disse que você cometeu um erro lógico ao tirar conclusões que não advém necessariamente dos meus argumentos. Eu critiquei as suas conclusões, não a sua pessoa. Não é assim que debatemos aqui no blog, com argumentos “ad hominem” ou ataques pessoais…

    36. Nilo Diz

      Ok!Tudo bem desculpa.Eu estou um pouco cansado agora de certas cosias na minah vida pesosal e preciso resolver.Então eu encerro aqui.
      Fique com Deus.

    37. Vinícius S. Pimentel Diz

      Que o Senhor conceda a você a graça de caminhar cada vez mais firmemente em Seus caminhos! Um abraço.

    38. Daniel Costa Diz

      Questionar o que está tão claro na Bíblia? Me desculpe a franqueza, mas isso me parece mais que ousadia, é rebeldia mesmo.

    39. Nilo Diz

      Andei observando um comportamento na pessoas.Muitos de nós professamos a inspiração e infabilidade da bíblia, mas não a conhecemos de fato.Falamos mal dos judeus por não aceitarem a Jesus, mas os judeus começam a leitura do velho testamento aos 12 anos.Pare se tornar um rabino, é cerca de 20 anos de estudo.Eles chegam a decorar grande parte do Tanakh.VocÊ falou em questionar a bíblia, mas a maiori aaqui, inclusive eu, não conhecemos a bíblia em seus mínimos detalhes.Quem sabe haja algum trecho da bíblia pouco conhecido, que nem mesmo eu saiba, que defende o que eu digo?Só porque você ouviu essas pessoas dizerem que é bíblico, não quer dizer que seja.Quer ver um exemplo:Paulo incentivou o uso do véu nas mulheres no culto, isso é bíblico.Quantos pastores, inclusive reformados, defendem isso?…
      Abraços Daniel Costa.

    40. Gracy Rios Diz

      não tem nada claro! E ainda bem que só parece rebeldia neh, afinal julgar é tão pecado quanro rebelar-se!

    41. Danilo Ribeiro Diz

      olá Nilo – peço licença para entrar na ” conversa” – concordo como vc. também –

      devemos como os irmãos de bereia (atos 17) conferir sempre nas sagradas Escrituras – o próprio apostolo Paulo pregava e os irmãos de Bereia conferiam –

      devemos fazer os mesmo seja quem for – seja Paul Washer, Augusto Nicodemos, Stevem Lawson – Joel Beeke. Hernandes Dias , Sproul , Piper , Roger E. Olson . Severino Pedro da Silva, Altair Germano, Solano Portela e tantos outros pastores –

    42. Fábio Josué Diz

      é isso ai mesmo!! Temos que ser como o povo de Beréia, que analisavam a tudo que era falado a eles, vendo se de fato era “biblico”.
      Nós temos a terrivel mania de pegar um abacate pra comer e tirar só a casca e ingulir com caroço e tudo. ANALISEMOS O Q ESTA SENDO DITO A NóS.

    43. Daniel Costa Diz

      “Lembro de um texto no novo testamento inclusive que fallam de gentis que eram sem lei, não conheciam a lei, mas tornaram-se lei para si mesmo, pois buscavam fazer o bem, e pel oque parece foram salvos.”

      É Romanos 2:14-16… Sugiro reler o texto, pois ele não fala que foram salvos, ao contrário, reforçam que NINGUÉM é inocente, nem mesmo o gentio que não teve acesso à revelação bíblica até a época da igreja. O texto termina que tanto estes quanto os judeus, terão os seus “segredos do coração” julgados de acordo com o Evangelho, ou seja, não importa se você teve acesso à Bíblia ou não, a lei de Deus está no seu coração pois você foi criado assim… Desta forma, qual a sua posição diante disto com relação ao Evangelho? É isso que será levado em conta naquele dia.

    44. Daniel Costa Diz

      “Não é bomtirar textos do contexto para satisfazer o desejo de dizer que Deus odeia todos os pecadores.Pode até ser que ele odeia, mas não baseado neste texto.”

      De fato… um texto bom para provar que Deus odeia pecadores (i.e., todos nós) é Salmos 5:5

    45. Nilo Diz

      Então prove, já que o testo de salmos 5.5 não fala de todos os pecadores no contexto.Dani estava sendo perseguido, e estava falando de homens mals, assassinos, fraudulentos, e etc.Sera´mesmo que ele estava pensando em todos, mesmo? de acordo com o contexto acho difícil.Dizer que o texto é bom para isso, não prova nada.Que provas você vai oferecer?(Deus pode até odiar a todos os pecadores, mas de acordo com esse texto, não estou vendo uma prova que mostre que Deus odeia a todos os pecadores)…

    46. Daniel Costa Diz

      Se você não está vendo a prova não serei eu a tirar as escamas dos seus olhos…

    47. Fábio Josué Diz

      DEUS AMA A TODOS OS PECADORES, O AMOR DELE É INCONDICIONAL… ELE NÃO AMA O PECADO, MAS ELE ME AMA MAIOR QUE O UNIVERSO… kkkkkkkkkk

    48. Eric Giovannini Diz

      Deus não odeia o pecador ele odeio o pecado. Se não você e eu já estaríamos condenados ao tormento eterno ,já que a bíblia fala todo o homem pecou e está destituído da gloria de Deus.

      O homem pode cometer o ato de pecar por um deslise e por não vigiar, mas não pode permanecer no pecado é isso que o Senhor ensina na Palavra.

    49. Felipe Araújo Diz

      Quando paulo fala nestes gentios ele não exata falando de pagãos, e sim de gentios que se converteram ao Cristianismo. Os judeus se achavam o único povo salvo, e a mensagem do cristianismo é que a Igreja é Católica, ou seja: Pessoas de todos os povos serão salvas. Paulo responde dizendo que os gentios que não haviam recebido a Lei, estavam sendo salvos.

      Você tem que entender que todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus, se houvesse algum outro caminho senão Cristo, não precisaríamos de um salvador. Cristo teve que vim ao mundo e pagar o preço pelos pecados daqueles que seria salvos.

    50. Enio J. Faria Diz

      Então para que evangelizar? Se sem o evangelho sou salvo e com ele corro o risco de perder a salvação. Então melhor ficar sem ele!

  8. Paulo Inokoshi Diz

    Então o que Paulo quer dizer em Romanos 10.13-15?

  9. Paulo Inokoshi Diz

    O que Paulo quer dizem em 1Co.15.34?

  10. Carlos Diz

    uuuhll como é bom ver cada vez mais Deus levantando reformadores

  11. Fellipe de Miranda Diz

    Não sei se concordo plenamente com o pregador, pois o conhecimento de Deus apenas não é suficiente para salvação, mas antes a crença no Messias. Posteriormente o autor do livro de Romanos cita casos do antigo testamento, como Abraão o qual mesmo sem lei, foi justificado pela fé no Messias que viria em sua descendência.

    O grande problema dessa questão é que nós estamos “obrigando” Deus a amar todos os seres Humanos, o que não existe, pois ele tem “misericórdia de quem quer….”(Rm 9.15) . Além disso existem os “vasos de ira, preparados para perdição…” (Rm 9.22) , Deus não deve explicações a nós por Ele ser Justo!

    1. Danilo Ribeiro Diz

      olá felipe – só lembrando ” os vasos de ira, preparados para perdição – são os que rejeitam o evangelho Cristo Deus

  12. Joshuakeys Diz

    A questão em admitir que – alguém quem não conhece Jesus pode ser salvo pelo simples facto de nunca lhe ter sido anunciado o evangelho – parece-me quanto a mim bastante naïve. Sabemos que a salvação vem apenas pelo conhecimento em Jesus. A questão deve ser colocada de outra forma. Sendo o evangelho (a boa nova) condição para a salvação, pode ou não, o pecador estar receptivo à revelação por parte de Deus? De alguma maneira, Deus pode ou não revelar-se? Não haverá casos na Bíblia que relatam essa situação? Pode Deus falar ainda hoje com quem quer e onde quer? Não estaremos nós a configurar o evangelho a um horizonte lógico e humano?
    Com isto não quero afirmar que o homem e mulher são bonzinhos. Mas onde fica o lugar da Graça em todo estes casos? Evangelho é propaganda ou é poder de Deus?

  13. Moises Diz

    Nilo, segundo seus argumentos, seria perfeito então, se Jesus não tivesse vindo, ninguém teria ouvido falar dele, e boas obras ou boas intenções salvariam a todos nós!!!!
    EVANGELHO DIFERENTE:

    Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens.Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo. Gálatas 1:6-12

    1. Nilo Diz

      Ou ou ou ou ou eu nã odisse nada sobre Ele não viesse.Não distorça o que eu digo.Nem disse que boas obras salvam.Leia tudo o que eu disse, da maneira que eu disse, e verá que eu disse que mesmo sem a pessoa nunca ter ouvido falar de Jesus, e ela é salva, é por Jesus, pelo sangue dele.Então, ela é salva porque ele veio.Leia atentamente e verá que não disse que não é Ele quem salva.Distorceram o que eu disse.

    2. Isaias Diz

      Nilo, você esta querendo ser mais justo que Deus?

    3. Nilo Diz

      rsrs Eu não disse nada.Só peguei em alguns pontos que sem querer ser arrogante, deixam a maioria dos que estão aqui, um pouco desconcertados, especialmetne na questão dos bebes mortos.Eu não falei nada sobre ser mais justo do que Deus, naõ sei da onde você tirou isso :) :).É um direito seu achar que os bebes abortados irão para o inferno se quiser.Você é livre para pensar o que quiser :).

  14. Moises Diz

    Foi perfeita a palavra do David Platt, muito de Deus, o evangelho bíblico, totalmente amparado pelas Escrituras !!!!

  15. Paulo Inokoshi Diz

    Acho que o ap. Paulo explica muito claramente tudo o que foi discutido aqui em Efésios 2. A salvação vem somente por Jesus Cristo e para isto as pessoas precisam conhece-lo. E para conhece-lo, devemos pregá-lo (ordenança Dele mesmo). Até Ele próprio veio para pregar, como Ele mesmo declara em João 17. Não podemos nos esquecer também que Deus é onisciente, portanto Ele sabe quem receberá as boas novas de coração e quem rejeitará deliberadamente.
    Em Judas está escrito: “alguns que já antes estavam escritos para este mesmo juízo”
    Isto não aconteceu com Lucifer? Com Judas? Então, a palavra diz para não jogar pérola aos porcos! O problema é que sempre queremos entender Deus rebaixando-o ao nível humano e desta forma transferimos para Ele as falhas que cometeríamos se estivéssemos em seu lugar! Se cremos e pregamos um Deus perfeito, por que achar que Ele condenaria pessoas ao inferno sem que elas mereçam estar lá? Temos que parar de transferir nossa humanidade para Deus e procurar conhece-lo mais, confiando na sua palavra. É como julgar meu pai (biológico) sem querer ouvi-lo, julgando tudo o que ele me diz sem me preocupar em entender o teor de suas palavras e colocando a frente todos os meus achismos. Dessa forma nunca ele estará certo! Se tem alguém culpado por pessoas estarem sendo lançadas ao inferno sem conhecer a Cristo, esse alguém somos nós! Como diz a Palavra: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus” – então se a salvação é dom de Deus, é algo que vem de Deus para o homem, portanto Ele concede a quem bem entender e não nos cabe julgar pq fulano foi ou não para o inferno! O que nos cabe é isto:

    “Edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo,
    Conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.
    E apiedai-vos de alguns, usando de discernimento;
    E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica manchada da carne.”

    Vamos discutir menos e fazer mais, sendo cristãos genuínos, dando bons frutos, respeitando e amando o próximo como a nós mesmos, orando, jejuando, santificando (sem a qual ninguém verá a Deus) pq a Palavra diz que deveremos ser apresentados IRREPREENSÍVEIS. Já pensaram o que significa ser irrepreensíveis aos olhos de Deus?

    1. Danilo Ribeiro Diz

      irmão paulo boa explanação – lembrando que Deus amou o mundo de tal maneira…….- a Salvação é para toda humanidade, Cristo morreu por todos , pois todos pecaram – toda humanidade esta depravada – como vc. diz acima – muitos rejeitam a Graça Divina

  16. Danilo Ribeiro Diz

    Paz – como diz a Palavra de Deus como ouviram se não há que pregue? – que Deus desperte sua igreja para fazer missões urgentes – que TODA a IGREJA pregue TODO EVANGELHO a TODA CRIATURA –

  17. Rafael Diz

    Gente, não esqueçamos o principal: Deus é justo! Ele fará justiça.
    Essa é certeza mais absoluta q temos.

  18. Paula Lima Diz

    Concordo com Platt. O apóstolo Paulo no livro de Romanos (até o capítulo 3) expõe que todos os homens tem o testemunho da existência de Deus na criação (cap. 1 a partir do v. 18) e preferiram dar honra às coisas criadas ao invés de prestar culto somente a Deus. Paulo diz que esses, homens são indesculpáveis porque Deus se manifestou a eles, mas mesmo assim perverteram a verdade em mentira. Essa é a origem de todas as religiões pagãs do mundo. Se tais homens preferiram a mentira, enganaram-se voluntariamente, negando a Deus e trazendo condenação eterna para si.
    A revelação de Deus através da natureza não é suficiente para a salvação, tanto é assim, que Ele enviou fisicamente Seu Filho para salvar os pecadores que cressem nEle. O próprio Jesus deixou isso bem expresso: “Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus” João 3:36.
    Paulo também coloca que o estado natural do homem é de inimizade contra Deus: “Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à Lei de Deus, nem mesmo pode estar” (Rm 8:7). Por isso Jesus disse: “Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” (Jo 3:3). O homem precisa de uma nova natureza, inclinada para Deus e isso só é possível pela regeneração do Espírito Santo, trazendo fé em Cristo e arrependimento de pecados. Não basta ter fé, a fé tem que estar na coisa certa. A fé salvífica é exclusivamente aquela que tem como fundamento o Filho de Deus.
    Se não houvesse a necessidade de remissão dos pecados da humanidade Cristo não teria morrido na cruz, não teria ordenado a pregação do Evangelho a todas as nações e todo o fundamento da igreja, que é a Bíblia, estaria sacudido por idéias universalistas e pluralistas de que Jesus se revela aos diferentes povos segundo suas culturas, crenças…
    O apóstolo Paulo ainda traz o argumento moral do testemunho de Deus aos gentios no capítulo 2 de Romanos e diz as seguintes coisas:
    “Assim, pois todos os que pecaram sem lei sem lei perecerão” (parte do v. 12), quem pecou? R=Todos, gentios e judeus, os que não tinham lei e os que tinham a lei mosaica, todos que pecaram vão perecer, porque a Escritura diz: “a alma que pecar, essa morrerá” (Ez 18:4).
    E ainda nesse capítulo, Paulo afirma que os gentios que tiverem a norma da lei gravada no seu coração e a praticarem, cuja consciência e pensamentos são seus acusadores ou defensores, serão julgados no dia do Senhor, de conformidade com o evangelho pregado pelo apóstolo, ou seja, o de Cristo. (Leia Rm 2: 12-16).
    O problema da humanidade é que ninguém foi capaz de cumprir a lei mosaica nem a lei moral colocada nos corações gentílicos, por isso todas as pessoas do mundo pecaram e precisam crer em Cristo para obter salvação. Como Platt diz não existe esse homem inocente, “não há um justo” e todos precisam da justiça satisfeita em Cristo para não enfrentarem a ira de Deus.

  19. Lucas Sabatier Diz

    Romanos 10:17
    “Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo.”

  20. Daniel Costa Diz

    Acabei de ver o video… Concordo com tudo… E o Platt ainda encontra tempo para trollar a platéia com a história do homem da África… hahaha

  21. Eliezer Diz

    O Que Acontece com Aqueles que Nunca Ouviram o Evangelho?

    Nada, com ou sem evangelho lá do outro lado ninguem tem certeza do que tem, é tudo especulação!!

    1. Isaias Diz

      Esse é o pensamento de pregadores como Rob Bell, mas não é biblico

  22. Felipe Fernandes Diz

    Se fosse possível alguém que não conhecesse Jesus chegar ao céu como seria? Como se faz para ir a um lugar onde você nunca escutou falar? Ir a casa de alguém que você não conhece???

    1. Geovan Diz

      E pro inferno, sem nem conhecer tbm?

  23. Juan Diz

    tenho achado interessante que ultimamente tenho visto muitos de nós homens, seres corrompidos, infinitamente inferiores a Deus em todos os quesitos, tentando criar regras, leis, padrões dentro dos quais é necessário que Deus aja! Por exemplo a questão da predestinação, obviamente há centenas de argumntos bíblicos para defendermos tal tese, porém igualmente há centenas de passagens para defedermos o livre arbítrio. E aí? obviamente Deus não se submete a leis criadas por nós homens! Deus é infinitamente superior, justo, amoroso! queremos inclusive, como na pregação acima, estabelecer, de uma maneira bem prática e racional quem será salvo ou não! e ai de Deus ir contra essa teoria! Deus seria chamado de herege no julgamento final por muitos de nós! galera tentar entender a mente de Deus é lindo, porém não devemos gastar esforços nisso! somos servos e não patrões de Deus! Deixem que ele julgue! a nós cabe o trabalho braçal da pregação das boas novas! e acreditem tenho visto como há trabalho para nós, e quanto tempo perdemos não cumprindo esse trabalho!

  24. Dalvan Diz

    PESSOAL DO VE, creio que todos nascemos separados de Deus, controlados pelo
    pecado e por Satanas, por isso não podemos salvar a nós mesmos e necessitamos
    da intervenção divina para sermos salvos.

    Em relação ao vídeo concordo que o destino daqueles que nunca ouviram o
    evangelho é o inferno, pois sem pregação não há salvação.

    Relacionando o vídeo com os bebes que morrem seja atraves do aborto ou de modo
    “natural”, NÃO TENHO OPINIÃO FORMADA. De um lado , os que creem que
    eles vão para o inferno dizem: “ Os bebes tbm vão para o inferno porque são
    pecadores, filhos de pecadores (herdaram o pecado) e estão separados de Deus.

    Porém sei que quem não pensa assim argumenta: “O inferno é tormento
    psicologico”. E ainda o princípio de Rm 1
    – de que todas as pessos conhecem a Deus e são indesculpáveis de não
    glorifica-lo, pois Ele se manifesta de várias maneiras… Ou seja, as pessoas
    que estão e vão p/ o inferno estão/estarão lá por que são indesculpaveis; são
    culpadas=responsabilizadas por causa do seu pecado e no inferno são
    atormentadas eternamente em sua consciencia por cometerm o mal/pecarem/por não
    darem ouvidos a Deus/por rejeitarem a Deus.

    SUPONDO (pois me falta entedimento sobre esse assunto) que os bebes e o até
    mesmo o feto vão para o inferno, que
    tipo de consciência terão os bebes que morrem e vão p/ lá? que tipo de tormento
    eles, que nunca ouviram o evangelho, sofrerão? o tormento que eles sofrerão
    será menor do aqueles que pensaram e agiram de modo pecaminoso?

    Nota: A Batista Reformada de Vila Nova tem um material ccujo tema é ” O
    que acontece com Bebês que morrem?” entrem no site da denominação e confiram.
    Se a resposta de vcs for extensa, podem enviar anexada p/ meu e-mail.

    1. Everton Filho Diz

      Eu não tenho tanto conhecimento , quanto vocês . Não leio a Bíblia tanto , confesso que deveria ler mais , pois eu creio que ali está contida as Palavras de Deus e um manual para vivermos melhor . Mais uma coisa eu lembro bem do que li , Jesus diz IDE E PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA . Não tem escrito ali sobre discutir a Bíblia , entrem em conflito . Me permitem se eu estou errado mais não é o Espírito Santo que dá o discernimento e a sabedoria para entender o Evangelho ? Não devemos pedir ao Espírito Santo para nos ajudar ?
      Seria certo ter estas opiniões ? Eu creio que falta humildade e busca a Deus , eu me senti foi confuso lendo estes depoimentos . Me desculpe se estou sendo orgulhoso mais eu me senti mal lendo tudo isso . Tanta desunião , me senti foi triste vendo homens e mulheres que deveriam transmitir esperança pela mensagem de Jesus Cristo reduzidos a intrigas e desuniões .

  25. Danilo Ribeiro Diz

    Olá irmãos em Cristo – lendo os comentários de Nilo e Vinicius – vou colocar um comentário do Pr. Ciro Zibordi – na qual, escreveu um ótimo livro “Erros que os pregadores Escatológicos devem evitar” Editora CPAD. – “apenas um resumo” abaixo –

    Crianças que morrem mentalmente imaturas. Não é de hoje que os cristãos acreditam na salvação das crianças que ainda não amadureceram o suficiente para crerem no Evangelho. Afinal, o Senhor Jesus afirmou que delas é o Reino de Deus (Mc 10.13-1.6). Nesse caso,crê-se que os tais infantes, caso venham a morrer; estarão protegidos pela graça preveniente e automaticamente salvos da condenação, haja vista não terem capacidade de atender à condição exigida para o recebimento da salvação (cf.16.16).
    Embora as crianças mentalmente imaturas não sejam inocentes posto que herdaram o pecado de no primeiros pais (Rm 3.23; 5.12) , elas são puras e vivem um “período de inocência”, por assim dizer. Elas não têm o conhecimento do bem e do mal . Quanto ao julgamento divino,
    portanto, faz-se necessário distinguir-se entre as pessoas maduras e imaturas.Permitiria o Justo Juiz que criaturas suas (crianças) entrassem no mundo por pouco tempo, com o único propósito de serem condenadas a sofrer por toda a eternidade?
    Marcos 10.14,15, está escrito:
    “Deixai vir os pequeninos a mim e não os impeçais, porque dos tais é o Reino de
    Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o Reino de Deus como
    urna criança de maneira nenhuma entrará nele”.Em outras palavras, as crianças são tão puras,simples, humildes, que foram tomadas para exemplificar como devem ser os adultos verdadeiramente convertidos (Mt 18.1-4). E, se os infantes são o padrão para os que hão de herdar o Reino de Deus, por que a alguns deles seria negada a entrada no céu?

    Deus é o Justo Juiz –

  26. Felipe Diz

    Gente, na boa. Quem o homem pensa que é ao querer tomar o lugar de Deus no que diz respeito ao julgamento das pessoas? Só há um juiz (o próprio Deus) e Ele é justo e bom. Acho desnecessário ficar discutindo se alguém é salvo ou não. Isso SOMENTE a Deus pertence pois SOMENTE Deus sonda os corações. O homem acha que pode se julgar apto perante os olhos de Deus, pode fazer isso, aquilo, crer nisso, não crer naquilo mas SOMENTE Deus julga o coração. Me refiro à situação dos bebês e crianças, ok? No tempo certo (entenda-se no Juízo) Deus irá julgar todos inclusive as crianças e certamente seu juízo será excelente, justo e bom. Agora, o que mais nos importa é o que nós, como indivíduos, fazemos com aquilo que aprendemos, lemos na Sua Palavra e temos revelado pelo Espirito Santo. Desenvolvemos a salvação que Paulo nos ensina ou não? Vamos parar de tomar o lugar no trono de Deus e vamos pregar o Evangelho (principalmente para nós mesmos diariamente) porque o evangelho é o poder de Deus para libertação da nossa natureza pecaminosa.

    Em cristo,
    Felipe

  27. dom Diz

    DEUS criou o ser humano para adoralo nao importa de que lugar seja e oque o ser umano faz troca DEUs por demonios o que vcs achariam de um fiho se te trcar por algo mau ? as misericordias de DEUS sao a forma de nao sermos consumidos pois elas se renovan mas um dia vira o fim e a ira de DEUS vira isso e certo

  28. Alex Diz

    É muito preocupante o foco que é dado nas pregações sobre esse texto, muitas vezes falamos que as pessoas nos povos não alcançados tem conhecimento de Deus e são indesculpáveis, mas nos omitimos de focar o texto e aplicá-lo na nossa obrigação de levar O Pleno Conhecimento de Cristo, que Paulo fala em suas cartas, à elas, esquecemos que Cornélio morava perto dos apóstolos (em Jope), era piedoso e temente à Deus, e mesmo assim o Anjo do Senhor o orientou para que ouvisse a pregação do evangelho através da boca de Pedro (palavras pelas quais serás salvo, disse ele), imaginem então o tamanho da necessidade de uma pessoa que mora entre um povo que nunca ouviu falar no nome de Jesus! Deveríamos dar uma maior ênfase que nós mesmos, os que ouviram, somos igualmente indesculpáveis se não anunciarmos essa tão grande salvação à eles, aos povos não alcançados, pois se não fizermos isso, creio que ficará claro que nossa vida não será espelho do que que está escrito nas Escrituras Sagradas, se não fizermos isso será muito claro que não temos evidência de salvação em nossas vidas, porque fé sem obras é morta como disse Tiago, Don Richardson fala sobre o Fator Gomorra e o Fator Melquisedeque, dizendo que Deus colocou a eternidade no coração do homem, citando Eclesiastes, e que em diversas culturas há algo apontando para o Evangelho (Fator Melquisedeque), mas enquanto nós demoramos para anunciar o Cristo, o diabo entra e distorce o que há na cultura e até mesmo no coração do homem, posso dizer (Fator Gomorra), e assim o homem abraça idolatria, adoração à falsos deuses, etc. Há inúmeros casos amplamente relatados no meio missionário, tanto entre presbiterianos, batistas, etc… de pessoas que oraram tentando buscar saber quem é o verdadeiro Deus, e qual foi a resposta? Via de regra eles tinham e ainda tem sonhos e visões onde lhes é relatado que alguém será enviado para anunciar a salvação, e quando esse alguém chega, via de regra é alguém que anuncia Cristo, isso acontece entre vários povos: árabes, povo Lisu, entre os Karen em Myamnar, etc, mas…. sempre alguém é enviado, mas e ai? Vamos nos omitir de enviar alguém até quando? Creio realmente que devemos mudar o foco nesse texto, aliás, mudar não, ajustar, e enfatizar que nós, os que cremos, se não enviarmos ninguém, também somos indesculpáveis, Deus nos ajude a mudar.

  29. Jacqueline Diz

    Prezados Senhores, sou evangélica e fiquei estarrecida com o que eu li. Com todo o respeito ao Sr. DAVID PLATT, pois todo cristão, temente a Deus merece nosso respeito, mas é esse tipo de retórica que alimenta os ateus e anti-cristãos. Senhores não tem como saber se irão para o inferno ou não quem nunca ouviu o evangelho . A vontade de Deus é que prevalecerá. E seja feita a Sua vontade. Amém!!!!

  30. wanessa Diz

    Li a pregação e li tbm alguns comentário…Acredito q devamos fazer o seguinte sempre: A palavra de Deus é viva e Ele fala conosco…não concorda irmão, ora para q Deus te revele a verdade presente na escritura… O melhor que podemos e devemos fazer: LEVAR O EVANGELHO QUE PELO JEITO TODOS AQUI CONHECEM BEM ÀQUELES QUE AINDA NÃO OUVIRAM PORQUE NÃO HÁ QUEM PREGUE….

    1. Nilo Diz

      Bom comentário.Parabens.

  31. Mizael Andrade Reis Diz

    Essa é a verdade que flui das Escrituras. O que precisamos entender é que sim, Deus quer salvar uma imensidão de pessoas, mas ele o fará por meio de sua lei, que lhe é imutável. Deus pensa de um jeito, nos dá uma doutrina, à qual temos que nos submeter. Hoje à tarde, em meio ao almoço, encontrei um colega de seminário, lugar onde estudei por dois anos, mas desisti em razão da vertente fortemente liberal. Ele, que permaneceu, se rendeu aos petiscos podres do liberalismo e tudo de ruim que ele nos traz. Como consequência, e na conversa pude perceber, eu estava diante de alguém disposto a alterar qualquer dogma ou doutrina para satisfazer o homem de um modo geral. Esse é o pior dos pragmatismos, visto que olha para a escritura e diz se abdicar do que há nela que costumeiramente é rejeitado pelo homem que é o seu alvo a ser alcançado. Cristo é o único caminho pelo qual os homens podem ser salvos, e não importa se a grande parte dos homens vê Buda ao lado de nosso Cristo. Os orientais e os homens de quaisquer lugares só serão salvos se crerem em Cristo, e eles só crerão se nós formos à ele, parafraseando Paulo aos Romanos. Não está ao nosso alcance burlar o conteúdo da mensagem para satisfazer as exigências “da clientela”.

    O texto analisado no artigo acima é claro, e distar-se dessa conclusão consiste em sentimentalizar demais as Escrituras para diluir a verdade indigesta ao pecador contumaz que há nela.

  32. Mizael Andrade Reis Diz

    Essa é a verdade que flui das Escrituras. O que precisamos entender é que sim, Deus quer salvar uma imensidão de pessoas, mas ele o fará por meio de sua lei, que lhe é imutável. Deus pensa de um jeito, nos dá uma doutrina, à qual temos que nos submeter. Hoje à tarde, em meio ao almoço, encontrei um colega de seminário, lugar onde estudei por dois anos, mas desisti em razão da vertente fortemente liberal. Ele, que permaneceu, se rendeu aos petiscos podres do liberalismo e tudo de ruim que ele nos traz. Como consequência, e na conversa pude perceber, eu estava diante de alguém disposto a alterar qualquer dogma ou doutrina para satisfazer o homem de um modo geral. Esse é o pior dos pragmatismos, visto que olha para a escritura e diz se abdicar do que há nela que costumeiramente é rejeitado pelo homem que é o seu alvo a ser alcançado. Cristo é o único caminho pelo qual os homens podem ser salvos, e não importa se a grande parte dos homens vê Buda ao lado de nosso Cristo. Os orientais e os homens de quaisquer lugares só serão salvos se crerem em Cristo, e eles só crerão se nós formos à ele, parafraseando Paulo aos Romanos. Não está ao nosso alcance burlar o conteúdo da mensagem para satisfazer as exigências “da clientela”.

    O texto analisado no artigo acima é claro, e distar-se dessa conclusão consiste em sentimentalizar demais as Escrituras para diluir a verdade indigesta ao pecador contumaz que há nela.

  33. Mizael Andrade Reis Diz

    Essa é a verdade que flui das Escrituras. O que precisamos entender é que sim, Deus quer salvar uma imensidão de pessoas, mas ele o fará por meio de sua lei, que lhe é imutável. Deus pensa de um jeito, nos dá uma doutrina, à qual temos que nos submeter. Hoje à tarde, em meio ao almoço, encontrei um colega de seminário, lugar onde estudei por dois anos, mas desisti em razão da vertente fortemente liberal. Ele, que permaneceu, se rendeu aos petiscos podres do liberalismo e tudo de ruim que ele nos traz. Como consequência, e na conversa pude perceber, eu estava diante de alguém disposto a alterar qualquer dogma ou doutrina para satisfazer o homem de um modo geral. Esse é o pior dos pragmatismos, visto que olha para a escritura e diz se abdicar do que há nela que costumeiramente é rejeitado pelo homem que é o seu alvo a ser alcançado. Cristo é o único caminho pelo qual os homens podem ser salvos, e não importa se a grande parte dos homens vê Buda ao lado de nosso Cristo. Os orientais e os homens de quaisquer lugares só serão salvos se crerem em Cristo, e eles só crerão se nós formos à ele, parafraseando Paulo aos Romanos. Não está ao nosso alcance burlar o conteúdo da mensagem para satisfazer as exigências “da clientela”.

    O texto analisado no artigo acima é claro, e distar-se dessa conclusão consiste em sentimentalizar demais as Escrituras para diluir a verdade indigesta ao pecador contumaz que há nela.

  34. Prinsklyn Diz

    Discordo categoricamente do texto. O mesmo é extremamente preconceituoso, superficial e reflete uma mente que só sabe apontar o erro dos outros e não sabe expor o amor de Deus para com a humanidade. Concordo em grande parte, ou até em sua totalidade com o Nilo. Neste texto verificamos como está sendo pregado o evangelho atualmente por muitas pessoas: sempre a condenação, o inferno, a ira. Nunca o amor, a compreensão, a justiça, o querer do nosso Pai divino para que todos os homens sejam salvos.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Agora, discorde argumentativamente. Mostre que a exposição de Romanos 1 e 2 está incorreta e que Paulo NÃO diz que as pessoas são inculpáveis diante de Deus.

      =]

  35. Pedro L.J.S. Diz

    É engraçados ver vcs discutindo sobre oque Deus faz ou pensa… Vc sabem oque eu vou dizer. E aos que discordam, digo; Não é por isso que a coisa muda. Não sei se vcs podem mudar, mas de qualquer forma, seria bom pedirmos por misericórdia, perdão e somente, pq nenhum de nós está certo.

  36. Loide Moura Diz

    Pensemos e creiamos na Soberania de Deus e no nosso papel de falar de Jesus a todos. Salvação é coisa de Deus e não de homens . A nós cabe agradecer a Deus pela salvação através de Sua graça e levar o Seu amor aos outros através de nossas vidas (ações e palavras).

  37. Loide Moura Diz

    Uma coisa é certa, ninguém pode ir ao céu, ou ao Pai se não for através de Jesus. Sem Ele somos inaceitáveis ao Pai, pois somos pecadores e maus. E sim Ele não pode amar o pecado pois é Santo e Perfeito, mas quando nos vê através de Seu filho que é igualmente Santo e Perfeito, podemos ser amados por Ele.

    1. Mizael Andrade Reis Diz

      É isso ai, só que Deus revelou os termos de sua salvação. Ele salva por Cristo. Pregar o evangelho esperançosamente não vai contra a crença de que Deus salva só e exclusivamente por meio de Cristo, do contrário, além de inúmeros textos que provam isso, a pergunta retórica de Paulo se diluiria de sua importância crucial: “Como crerão naquele de quem nunca ouviram?

  38. Leonardo Diz

    O nosso problema é que queremos ser “mais bons do que Jesus”. Jesus veio salvar a humanidade de um destino terrível, imutável e eterno. Se Ele veio nos salvar era porque estávamos perdidos (e Ele fez questão de afirmar isso). Se não estivéssemos, sua vinda teria sido inútil. Falar do inferno não é ser cruel, sádico e frio. Pelo contrário: se um amigo meu soubesse que tenho uma doença horrível (mas que pode ser curada caso o antídoto fosse administrado a tempo), mas não me falasse nada para eu não ficar triste ou chateado com meu estado, ele seria, na verdade, um grande inimigo.

  39. pr vinicio Diz

    discordo em parte qto a romanos 1.18-21…,Deus deu pleno conhecimento eles os homens ,entao nao se trata de alguem q nao conhece a Deus como diz o texto e sim serve para os pastores e pessoas q conhecem plenamente e desprezaram e nao pregaram a veredade ou reteram para si mesmo ou pregaram falsamente mais a cima no versiculo 16 paulo afirma q ele mesmo nao se envergonhou de pregar entao irmao david se trata de alguem como voçe e eu nao de um homem na africa sem conhecimento de Deus.a paz de nosso Senhor Jesus

  40. Eunice Dos Santos Diz

    Danilo, você ia muito bem na sua argumentação…. mas, estragou tudo no final.

    Se
    o mundo está predestinado a perecer, então o sacrifício de Cristo na
    cruz foi em vão; eu não me considero lixo, pois sou amada do Meu Pai,
    leia João 3:16: Pq Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho
    unigênito…. se não tivesse mais jeito, Deus acabaria com tudo e
    pronto, mas não, ele mandou o seu filho, sem a glória, na condição de
    ser humano para a remissão dos nossos pecados.

    Não existe essa de “é o destino”, temos livre arbítrio para aceitar ou rejeitar a Jesus Cristo como Salvador da nossa alma.

    Eu “tô” fora desse negócio de “saborear este destino”, sai prá lá com isso!

    Nós somos frutos das nossas escolhas, e, Deus nos dá, todos os dias a
    oportunidade de rever os nossos conceitos e procurar andar no caminho
    reto.

    A paz do Senhor Jesus em sua vida.

    Eunice dos SantosSG/RJ

    1. Nilo Diz

      Livre arbítrio? eu achei que isso não existia Eunice…Alias creio que a maioria aqui pense assim…A realidade infelizmente nem sempre é tão legal…Mas de qualquer forma, eu acho que no fundo vocÊ pode ter um pouco de razão.As vezes nós vamos ouvindo certas coisas, e absorvendo tudo, e ficamos assim, da maneira que vc viu nesse meu comentário.As vezes perdemos um pouco da sensibilidade para com a vida, para com o próximo, do amor.E eu sinto que perdi um pouco disso.Eu vou tentar seguir o seu concelho Eunice, e sim pretendo tomar decisões boas na minha vida :D, pois as consequencias dela dependem das minhas decisões.Acho que ficar vendo certas coisas no meio evangélico acabaram tirando a minah sensibilidade :(.Como eu te disse antes, não aceite tudo o que vc ouve como verdade absoluta, por isso eu quero que você pegue tudo o que eu disse de bom e aproveite, e rejeite tudo o que vocÊ ouviu de ruim de mim :D…Fique com Deus Eunice…

    2. Enio J. Faria Diz

      Sim. O homem pode escolher e planejar o que tiver
      vontade. Mas a sua vontade não é livre para realizar nada contrário à vontade
      de Deus. A Bíblia diz que nossa vontade não é livre, ao contrário, ela é
      escrava do coração. A capacidade de escolha do coração do homem é livre para
      escolher qualquer coisa que o coração ditar; assim, não existe qualquer
      possibilidade de um homem escolher agradar a Deus sem que haja a prévia
      operação da Graça Divina. Note o texto bíblico: “Nós O amamos
      porque Ele nos amou primeiro ” I Jo 4:19. Se carne fresca e
      salada de tomate fossem colocadas diante de uma leão faminto, ele escolheria a
      carne. É a natureza que dita sua escolha (Jr. 13:23). Por isto não existe livre
      arbítrio. O arbítrio humano, assim como toda a natureza humana, é inclinado só
      e continuamente para o mal. (Jr 13:23).

  41. MoisesDaMarcia Diz

    Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
    Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
    1 Coríntios 15:33-34

  42. Edmar Diz

    Ola amigo, meu nome é Edmar e vejo que vc tem um pouco de conhecimento da palavra, mais não entendimento, ore muito a Deus como faço todos os dias e com certeza Ele te dará, pois Ele é fiel.Paz do Senhor Jesus.

  43. Edmar Diz

    Eu acho que o que mais importa é a Soberania de DEUS, a todos ele predestinou, uns para misericórdia e outros para ira, Deus é Santo e não pode aceitar homens e mulheres no seu Reino sem ser pela porta estreita que é Cristo Jesus, os que nunca ouviram o evangelho é encaixado no texto de Romanos Cap.1.

  44. nina Diz

    Pois até à Lei, havia pecado no mundo; o pecado, porém, não é levado em conta quando não existe lei….(romanos 5:13)se as pessoas não ouviram a lei então não são condenadas???alguem pode me explicar??

  45. Marcelo Akil Diz

    a vida é assim… duvidas e etc, é para ser assim, por isso eu mesmo tiro minhas conclusões da escritura e não me base-o nas dos outros

  46. Marcelo Akil Diz

    a vida é assim… duvidas e etc, é para ser assim, por isso eu mesmo tiro minhas conclusões da escritura e não me base-o nas dos outros

  47. Eric Giovannini Diz

    Amigo você falou demais mas não respondeu a pergunta. Fez um rodeio no assunto e não chegou a resposta.

Comentários estão fechados.