Evangelismo não é: entretenimento (1/3)

Nessa série de textos retirados do livro “Deliberadamente Igreja” (Editora Fiel), iremos analisar mais de perto o que é e o que não é o evangelismo:

Evite o entretenimento

Muitas igrejas nos Estados Unidos têm usado métodos de evangelização fundamentados em entretenimento — alguns tem chamado isso de “teotretenimento” — para compartilhar o evangelho tanto a adultos como a crianças. No caso dos adultos, o método geralmente envolve uma forma de pesquisa do público-alvo e a criação de um culto evangelístico em que tudo, desde a música até ao sermão, é estruturado com o propósito de fazer com que as pessoas se sintam bem — uma abordagem do tipo “sente-se e aprecie o show”. No caso das crianças, o método assume a forma de grupos ou de Escola Dominical que gastam maior parte do tempo pensando em atividades engraçadas que introduzirão disfarçadamente o evangelho.

Não há nenhuma razão para argumentarmos contra a comunicação do evangelho de um modo compreensível, criativo e provocativo. Mas a evangelização que assume a forma de entretenimento tem algumas conseqüências perigosas. Lembre-se: aquilo com o que você ganha as pessoas é aquilo para o que você as ganha. Se as ganha com entretenimento, elas serão ganhas para o show, e não para a mensagem; e isso aumenta a probabilidade de falsas conversões. No entanto, ainda que elas não sejam ganhas para o show, métodos de evangelização fundamentadas em entretenimento tornam o arrependimento quase impossível. Não somos desafiados a abandonar nosso pecado quando nossos sentimentos são afagados e nossas preferências, estimuladas. O evangelho é inerente e irredutivelmente confrontador. Ele ataca a nossa justiça própria e nossa auto-suficiência, exigindo que abandonemos o pecado que amamos e creiamos em Alguém outro para nos justificar. Portanto, o entretenimento é um instrumento problemático de comunicação do evangelho, porque ele quase sempre obscurece os aspectos mais difíceis do evangelho — o preço do arrependimento, a cruz do discipulado, a estreiteza do caminho. Alguns discordarão, argumentando que a dramatização pode dar aos incrédulos uma imagem visual do evangelho. Mas já possuímos essas imagens. São as ordenanças do batismo e da Ceia do Senhor e as vidas transformadas de irmãos e irmãs em Cristo.

Isso não significa que temos de abafar toda a criatividade nos empreendimentos evangelísticos. Desejamos encorajar a criatividade em descobrir maneiras de compartilhar o evangelho. Isso significa que devemos ter cautela contra a dependência do entretenimento para a “eficiência” da evangelização, especialmente quando a evangelização acontece em nossas reuniões semanais para adoração.

As igrejas são mais saudáveis quando o evangelho é apresentado com mais clareza; e o evangelho é apresentado com mais clareza quando nossos métodos de evangelização são mais nítidos.

Texto retirado do livro Deliberadamente Igreja, do capítulo 3 “Evangelização com Responsabilidade“, trecho “Evite o entretenimento” (Pg 67 e 68).

Copyrigh © Editora FIEL

Autores: Mark Dever e Paul Alexander

Do original: “The Deliberate Church” (Pg 54 a 57).

Tradução: Francisco Wellington Ferreira

122 Comentários
  1. Julio Cesar Guimarães Diz

    Não vejo base bíblica pra criticar o uso do entretenimento como um meio de evangelização, acho que há uma distorção do entendimento, o que ocorre hoje é que muitas pessoas usam o entretenimento no lugar do evangelho e isso é fruto de mentes vazias a apóstatas, quando não mortas espiritualmente,… falar sobre pecado, corrupção do mundo, e inferno é apenas o início da pregação porque o Boa Nova (Evangelho) é que Cristo nos livra de tudo isso. Conheço muitas pessoas que foram alcançadas pelo Evangelho atrávez dessa ferramenta,… creio que se deve levar em conta a cultura, os costumes dos povos antes de menosprezar os métodos,…

  2. Genilda Maria Diz

    Boaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!1

  3. Julio Cesar Guimarães Diz

    Genilda Maria, obrigado pelo boa, to esperando ser linchado, rsrsrs

  4. Elber Cardoso Diz

    Julio Cesar Guimarães não vi no texto algo que seja diferente do que você comentou, vi o alerta para que o entretenimento nao seja o principal, e sim o evangelho, ainda o texto incentiva a criatividade para expor o evangelho e a cruz de Cristo, e também acho que "evangelho" que é bonitinho demais não é evangelho, evangelho é para confrontar nosso carater e quem somos, e sobre as culturas que você citou acima, devemos entender isso e inserir a Cristo.

    Entendo também que nenhum tipo de exposição do evangelho gere fruto reais se não for pelo Espírito Santo, já que Ele é o único que convence do pecado.

    Um Abraço irmão e que Deus te abençõe.

  5. Julio Cesar Guimarães Diz

    Creio que é assim que Deus vê, Elber Cardoso. Deus o abençoe, também!

  6. Jean Carlo Favaratto Diz

    O problema é a consequência do entretenimento.Tornar o evangelho divertido é uma ilusão porque a santificação(sem a qual ninguém verá o Senhor) requer renúncia, e talvez não seja esse o entendimento de entretenimento, penso até que talvez distancie ainda mais do verdadeiro propósito do evangelho.

  7. Emerson Alves Maia Diz

    Certo!

  8. Thiago M Vieira Diz

    Estarei acompanhando… muito boa a mensagem!

  9. Samuel Gomes Da Silva Filho Diz

    Até pq vida espiritual é renúncia… "as coisas velhas já passaram…" ou Jesus se torna o primeiro em tudo na nossa vida, ou apenas calamos nossa consciência usando o evangelho como entretenimento.

  10. Victor Diz

    Claro e simples. Não tinha como explicar melhor!

  11. Jeandro Fagundes. Diz

    Queridos, nos anos de caminhada Cristã, tenho acompanhado em especial de uns 4 anos para cá, muitas modificações por parte de determinados grupos e igrejas, ao qual com os meios de entretenimento tem tornado a mensagem de Cristo quanto ao arrependimento de pecados e conversão de vida, reconhecimento do Senhorio de Cristo sobre vossas vidas, morte espiritual, céu, inferno e salvação tão banal quanto as minimas coisas de nossos cotidianos dia a dia. Não sou contra o uso de algumas metodologias para se pregar a palavra, mas temos que ter muita cautela para com tais métodos, pois o que esta acontecendo nestes últimos tempos com as igrejas, é que o culto a divindade esta deixando de ser um culto aos moldes bíblicos, para parecer mais a um Show um espetáculo; onde a maior motivação é satisfazer, preenchendo aquelas horas com algo que as pessoas vão gostar e se agradar para então continuar assíduas naquele determinado grupo. Não vou muito longe no exemplo, citando apenas um entre vários, basta analisarmos com sinceridade os “Shows gospel” onde se leva multidões de pessoas, e nos cultos de oração e intercessão ou estudo bíblico as salas das igrejas estão vazias. Qual é a verdadeira motivação ??

    Jeandro Fagundes.

    1. Julio Guimarães Diz

      Perfeito Jeandro Fagundes. Mas o que aconteceu com a igreja para chegar e esse ponto, em que estamos vivenciando? Talvez eu tenha uma das respostas: faltou Bíblia, ensino, discipulado, a igreja da geração passada excluia crentes de seus templos por causa da roupa, futebol, cabelo, do estilo de musica, por assistir tv, somos frutos de uma geração que dizia ser doutrina um conjunto de regras inventadas por homens, mas a doutrina mesmo (evangelho) não havia,…pra mim essa é a raiz do problema,… uma geração que não conhece o Evangelho não tem capacidade de discernir, é precisa ensinar Bíblia pra essa geração,…

    2. Jeandro Fagundes. Diz

      Concordo Julio Guimarães, sua posição é fato. Por isso temos que ter sempre em mente Lei e Graça, e viver a moderação dos ensinos de Cristo, onde a liberdade Cristã a qual o Espirito Santo nos falou através de Paulo aos Gálatas não seja deturpada por um extremo da legalidade ou o extremo da graça barata ou libertinagem. Temos somente uma vida aqui dada por Deus, e esta temos que vive-la como Cristão, e para sermos Cristão temos como bem colocado pelo amigo conhecer e viver aos ensinos bíblicos. Graça e paz querido.

  12. Maria Santana Diz

    Voltemos ao Evangelho! O poder transformador de Jesus!
    Excelente sabedoria!

  13. Elidio Diz

    entretenimento NÃO É MÉTODO evangelístico… Se você lê a Bíblia, ó Júlio César Guimarães, vai observar que o entretenimento não é nem forma, nem sistema e muito menos método de evangelismo… Isaías bem profetisa a respeito e nunca foi tão contemporâneo o que afirma: “Quanto ao meu povo, CRIANÇAS são os seus opressores, e MULHERES dominam sobre eles. Ah, povo meu! os que te guiam te ENGANAM, e DESTROEM o CAMINHO das tuas veredas”.

    1. Julio Guimarães Diz

      Dizer que entretenimento não é método evangelístico é um critério pessoal do irmão tão somente. Conheço muitas pessoas alcançadas pelo evangelho por esses métodos,…
      Quanto ao texto citado de Isaías, o contexto é muito interessante, leia Isaías 1, você vai ver que Deus tem nojo, dos rituais, das orações e de todos os “métodos” empregados pelo judeus para servir a Deus, não por causa dos métodos e rituais mas o coração deles cheio de pecado,… logo pra Deus o método, forma é pouco relevante, o Evangelho genuíno pratica vivido no dia a dia é o importante.

    2. Kel Diz

      Com a licença do irmão Paul Washer, não foram alcançados por causa desses “métodos”, mas sim APESAR deles.

    3. Julio Guimarães Diz

      Como o próprio Pr Paul Washer disse a contra gosto então, realmente o método não importa, o que importa é a mensagem genuína, esse é o ponto, pelo menos Pr Washer foi honesto, do outro lado a moeda está o perigo de valorizar o “bom método” ao invés do evangelho genuíno, novamente o foco sempre é a Palavra,…

  14. Maria Santana Diz

    Julio Cesar Guimarães Ferramenta perigosa, entretenimento e evangelismo! Isso tem acontecido em muitas igrejas. Aquele que tem falta de sabedoria peça a Deus que dá liberalmente… Paz do Senhor!

  15. Julio Cesar Guimarães Diz

    Maria Santana, vai depender muito da visão da igreja, creio que o perigo que a irmã teme é a troca do evangelho pelo entretenimento, e a igreja ao invés de ser igreja se tornar um clube,… temo isso também, mas muitas igrejas hoje são clubes fechados, que não saem das 4 paredes, não se importam com as pessoas, e se acham santos porque não se "contaminam", … o Evangelho nos ensina o contrário, Jesus em seu ministério participava de qualquer evento seja festa, seja culto, seja almoço, seja pesca, acho que é assim que devemos fazer,… mas tudo cai por terra se o evangelho não for anunciado.

  16. Jose Carlos Pires Diz

    O evangelho é poder de Deus.

  17. Edelcio de Azevedo Diz

    O texto foi certo na mensagem. O apóstolo Paulo fala sobre crentes carnais e os espirituais. Se ganharmos os crentes por meios carnais, eles serão carnais, mas nossas armas TEM que ser armas espirituais, e aí que habita o perigo do entretenimento gospel.
    Lembro-me de cruzadas evangelísticas onde Deus encontrava pecadores nestes lugares e elas se rendiam ao evangelho. Hoje, vemos milhões de reais sendo gastos em eventos gospel e nenhuma alma se rende, mas somente vãoouvir os “ídolos” gospel por gostar das músicas deles porque elas “fazem bem”. Esta mesmo faltando PODER nas vidas de nossos ministros, e se o Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que CRÊ…. Não estamos pregando o evangelho da forma que deveríamos prega-lo.

    1. João Ricardo Gomes Guttiérrez Diz

      Concordo plenamente, Edelcio. Estava pensando exatamente nisso. Vemos que os avivamentos que ocorreram na sociedade e na igreja vieram puramente pela Palavra do Evangelho, desde os descritos no livro de Atos até a Reforma Protestante e o Grande Despertamento. Mas é curioso que eu não conheça um verdadeiro servo do Senhor que tenha entregado a sua vida para toda e qualquer perseguição por amor ao nome de Cristo e que tenha se convertido num Show Gospel. E aos que dizem conhecer, com toda humildade e sinceridade peço que me apresentem um como Jim Elliot que tenha se convertido de tal forma!

      “Eu olho para a cruz e para a cruz eu vou… Pela cruz [e somente pela cruz!] me chamou, gentilmente me atraiu e eu, sem palavras, me aproximo quebrantado por seu amor [e não pelo mantra de músicas ‘gospel’]”

    2. Deny Diz

      Espiritualidade, religião, religiosidade.
      Entretenimento, show gospel.
      Nem liberal, nem legalista, o ideal é ser uma igreja saudável onde podemos olhar para o outro com amor de Cristo, amparar, doar-se sem co-dependência, enfim que nossa vida seja o exemplo.Creio que assim não será necessário tantos métodos, simples assim.

    3. Julio Diz

      Entendo que a forma (método) é uma coisa, e pregar o evangelho é outra. A questão está ai: o problema é resolvido quando o evangelho é pregado fielmente, o método pouco importa,… se importar mais que a mensagem voltamos a cometer os mesmos erros que apontamos.

    4. marcos Diz

      corcordo com o irmão, vejo um distanciamento incrivél do evangelho nestes metodos, quando isaque no cap. 26 de Gn. queria água para beber e dar a sua familia a seus gados , ele não cavou outros poços , ele foi aos poços que seu pai Abraão cavou e os poços que Abraão cavou foram entulhados pelos filisteus: Vejo esta geração sedenta de agua , e devemos voltar aos poços que nossos pais cavaram esta em atos dos apostolos que eram os únicos meios ; PODER , PALAVRA E ORAÇÃO , hoje estes metodos são puros entulhos de filisteus que precisam ser tiradeos para que jorrem aguas, o nosso Deus é o mesmo ontem hoje e sempre . prega a palavra no poder do evangelho não tem quem resista. que Deus nos abençoe em Cristo.

    5. miriam Diz

      haja oferta ou ingressos, para bancar o show

  18. Leandro Suzart Correia Diz

    a Cruz é muito divertida

  19. Leandro Suzart Correia Diz

    Deve ser por isso que Paulo dizia que era espetáculo para o mundo. Agora entendi. Ele estava tentando entreter os incrédulos se expondo a tantos perigos.

  20. Leandro de Andrade Diz

    Um certo pastor falou sobre sua própria experiência a respeito de sua maneira de pregar de forma descontraída: " Uns me chamam de engraçado, outros de palhaço, mas há outro grupo, mais intelectual, que me chama de lúdico." Não há problema em entretenimento se entender o fundo da mensagem. E isso só é possível por meio de uma visão mais profunda e crítica das coisas. Ou seja, só é possível para aqueles que não sabem viver sem aprender alguma coisa todos os dias.

  21. Matheus Braga Diz

    sabias palavras!

  22. Julio Cesar Guimarães Diz

    Arauto De Cristo Jamerson, mas opinião de Charles Spurgeon para evangelização, sem levar em conta cultura, costume, linguagem, e tempos? Vou ler, mas Spurgeon escreveu para seu povo, sua cultura, sua época, o evangelho é imutável, mas a cultura, costume não,…

  23. Eder Ragassi Diz

    Elber Cardoso sabe qual meu maior medo? É que hoje um evangélico é facilmente confundido moralmente com uma pessoa sem compromisso com Deus. Gostamos da mesmas coisas (Entretenimento), hoje é balada gospel, show gospel… até MMA na igreja ja fiquei sabendo … estamos substituindo o evangelho como se ele não fosse suficiente. Afinal de contas o evangelho não foi criado pra agradar as pessoas, mas sim confrontação de caráter, mudança. Eu tenho os meus medos sobre isso de gerar pessoas artificiais e depois ter que responder por isso. Deus abençoe é minha opinião!

  24. Roque Arcanjo Diz

    o que vejo é que vc não leu a matéria toda e se leu não entendeu. me diga quando foi que Jesus precisou entreter o pública para ganha-los? se Jesus nunca fez isso por-que devemos fazer? e outra se vc dizer que os tempos mudaram eu vou te dizer a segunite coisa…. eu o senhor não mudo…disse Deus por intermédio do profeta Zacarias. porque temos que mudar se deus nem sua palavra não muda? O evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que nele crer(em Jesus) primeiro do Judeu e também do Grego.

  25. Julio Cesar Guimarães Diz

    Roque Arcanjo, não sei o seu conceito de entretenimento, mas Jesus era criticado pelos fariseus porque comia e bebia com os "pecadores",… Jesus não fez nenhum evento desse tipo mas participava de todos que era convidado e usava esses episódios para pregar a Palavra,…sigamos o exemplo Dele.
    Leia Atos 2 e Atos 17, lá você vai encontrar 2 pregadores, (Pedro e Paulo), pregando pra 2 tipos de cultura (Judaica, monoteísta fundamentalista e grega, politeísta e liberal), o evangelho pregado é o mesmo, a maneira como Pedro e Paulo prega é adaptado ao entendimento dos seus ouvintes,… é isso que estou tentado dizer, a pessoas dizem que o mundo está entrando na igreja, mas não estão se referindo ao pecado, estão falando de usos e costumes,… o problema não é o tipo de programação é a motivação da programação,… Do outro lado queria perguntar pra igreja de 40 anos atrás que excluia quem jogava futebol, ou fosse pego assistindo tv, se eles vão dar conta das almas lançadas fora da igreja por eles,…

  26. Arauto De Cristo Jamerson Diz

    Julio Cesar Guimarães

    Amado, creio que, apesar de ter escrito o sermão há mais de um século, Spurgeon(usado pelo Espírito Santo) deixou-o para a nossa geração, pois ele é ATUAL, apesar de velho!!

    Isso não nos surpreende, pois a Palavra nos foi deixada há séculos e continua ATUAL! O mesmo Espírito Santo que trabalhou nos escritores da Bíblia, trabalhou em Spurgeon na Pregação que citei anteriormente!

    E ele nos exorta a não "diluirmos" o Evangelho, como tem sido feito, afim de que se torne palatável para os homens naturais e carnais….

    Como já foi citado pelos amados anteriormente, o Evangelho vem para nos confrontar e não divertir!!

    Paz……..

  27. Arauto De Cristo Jamerson Diz

    Julio Cesar Guimarães

    Certamente darão conta… ;)

  28. Eder Ragassi Diz

    Julio Cesar Guimarães eu entendo a posição do irmão, mas não tem como comparar o entretenimento dos dias atuais, estamos poluídos demais. Vi uma colocação da irmã e Missionária EDMEIA no morro no rio de janeiro. Ela encontrou cerca de 6 jovens com fuzil na mão vendendo droga ouvindo musica gospel. Aquilo Era normal pra eles, ao questiona-los, eles responderam que todos eram desviados. Certamente a intenção deles e expectativa foi depositada erradamente quando foram a igreja. E isso gera um membro sem tatos, perde a percepção do puro e impuro. Um líder pode até ter sua consciência e aplicação tranquila em relação ao entretenimento. Mas as pessoas podem ter expectativas diferentes do líder. Meu pai sempre dizia: Remédio amargo é que faz efeito! abraços ao irmão!!!

  29. Davyson Gustavo de Moura Diz

    Concordo com o Elber. Assim como gostei do post, tenho que ter gostado da resposta do Julio Cesar.
    As estratégias são válidas, mas não podem sobrepor a mensagem do Evangelho.

  30. Edson Barros Dos Santos Diz

    O autor está então dizendo que o "método" pelo qual o evangelho é comunicado que definirá a real conversão do neófito. Isto tira a conversão da soberania divina.

  31. Valter Mendonça Diz

    A palavra de Deus diz em Hebreus 4:12, que ela é viva e eficaz e mais penetrante que faca alguma de dois gumes…éla não precisa de nossa"adequação" para ser mais eficaz. Deus pediu que pregássemos, sem fazer "adaptações. Já merecíamos o inferno, se joão 3:16 não for suficiente, não são nossas estratégias humanas que o farão. E iremos para o inferno com tudo aquilo que nos agradava na igreja, pois Jesus disse que "aquele que quiser ganhar a sua vida, perdê la á…

  32. Andreia Oliveira Diz

    O Evangelho é Jesus Cristo sendo apresentado, como tratar nosso Senhor como se fosse para nos entreter ?

  33. Julio Cesar Guimarães Diz

    Arauto De Cristo Jamerson , é o que tenho dito, o Evangelho é imutável conforme Spurgeon e outros pregadores idôneos proclamaram, mas quando o assunto é método, o assunto é outro, trazer doutrina do século passado sem problemas porque ela é a mesma desde o princípio, trazer costumes, rituais, ou cultura de outra nação, situação como se fosse doutrina é tão mortífero qdo o a liberalidade que vivemos hoje,…

  34. Julio Cesar Guimarães Diz

    Eder Ragassi eu não discordo do irmão, conheço situações como essa como a missionária enfrentou, mas não acho que seja o método o problema, mas o discipulado (o remédio amargo), ou seja o Evangelho não foi bem aplicado e por isso não compreendido,… dentro das nossas igrejas vamos encontrar pessoas vivendo um evangelho estranho,… Fique na paz, espero que você tenha me compreendido.

  35. Eder Ragassi Diz

    Julio Cesar Guimarães. Amém estamos tendo um debate sadio! Deus abençoe!

  36. Victor Hugo Paiva Diz

    Não Edson. Ele mesmo falou que devemos incentivar maneiras criativas para compartilhar o evangelho. O que ele fala contra é a maneira perigosa que o evangelho levado como entretenimento tem, de perverter o seu significado. Você fazer um show inteiro, alimentando o gosto de uma pessoa, só pra ela ouvir um "Jesus te ama" sem ter nenhuma noção do significado das boas novas, não é evangelismo. Ela não irá se arrepender com um "Jesus te ama" apenas. Foi apenas um entretenimento. Você explicar o evangelho, como Pedro fez logo depois do Pentencostes…aí com certeza, independente da pessoa querer, o Espírito Santo vai agir. Aí está a soberania de Deus.

  37. Julio Cesar Guimarães Diz

    Arauto De Cristo Jamerson , acabei de ouvir o texto de Spurgeon e de fato ele percebeu perigo que o evangelho estava ou está passando nos EUA, concordo com ele. A questão a que me refiro é que sendo o evangelho pregado genuinamente, integralmente, pouco importa o método, desde que esse método seja eficaz, para comunicação, pois é o evangelho o agente transformador tão somente,…

  38. Albertino Moura Diz

    ótima a sua colocação, parabéns

  39. Fabiana Cruz Diz

    Como se deu a sua conversão? por certo, vamos acabar chegando ao mesmo denominador…”eu nasci de novo quando o evangelho me confrontou, me mostrou que sou aceita pelo Sangue de Cristo…uma pastora usada por Deus confrontou os meus pecados e o Espirito Santo me convenceu, aconteceu um profundo arrependimento pois enfim soube como minha vida de pecado era desastrosa..depois disso nunca mais fui a mesma”… Quanto ao texto, a criatividade é “inspiração” e quando Deus nos inspira Ele mesmo se responsabiliza, não creio em inspiração divina sem vida oração e comunhão com Deus…vejo lideres sentarem em poltronas luxuosas e com trocadilhos, risadas e pensamos filosóficos de pensadores mortos tentarem definir uma visão para “sua igreja” se baseando em conceitos meramente humanos..creio que o escritor esta correto quando chama isso de entretenimento, pois é gerado na CARNE e NÃO no Espirito!!!!

    1. Julio Diz

      Perfeita leitura Fabiana! Seu testemunho é um exemplo prático que os métodos pouco importa, deste que o evangelho seja confrontado, alguns poderiam abrir a bíblia e questionar sua experiência com Deus porque Deus usou uma pastora pra falar do amor de Cristo a vc, e não há pastoras no texto bíblico, é ai que tá, quem somos nós pra criticar os métodos, desde que o evangelho é pregado genuinamente? Fique na Paz e na Graça de Jesus nosso Senhor e Salvador.

  40. Estevao Acioli Diz

    Julio o texto na realidade faz uma crítica ao uso exagerado do entretenimento no evangelismo em detrimento do uso da pregação pura, simples e objetiva. No texto não existe afirmação contra o uso do artifício do entretenimento, mas existe sim uma recomendação para que se use com moderação e cuidado. Paz irmão.

  41. Estevao Acioli Diz

    Não há nenhuma razão para argumentarmos contra a comunicação do evangelho de um modo compreensível, criativo e provocativo. Mas a evangelização que assume a forma de entretenimento tem algumas conseqüências perigosas. (Retirado do Próprio Texto)

  42. Renan Domingos Diz

    Então, em momento algum eu percebi no texto, que houve menosprezo ao entretenimento e sim, apenas a busca do equilíbrio ou alerta a situação atual. Por sinal, muito pertinente ao que estamos vivendo.

  43. Renan Domingos Diz

    Normalmente, na atualidade, a banalização das questões centrais de nossa fé, chegam por meio do entretenimento inconsequente.

  44. Julio Cesar Guimarães Diz

    Estevao Acioli entendi que o texto critica a substituição do evangelho pelo método, criticando o método, mas o problema não é o método em si, mas como é exposto o evangelho,…desde que o evangelho seja pregado na íntegra o método e a variação ou intensidade do uso do método empregado entendo que não importa nem é relevante,… o evangelho é suficiente e esta acima disso, não sei se o irmão entendeu minha ponderação,…

  45. Rafael Cavalcante Diz

    Julio Cesar Guimarães assista a pregação abaixo do Leonard Ravenhill:
    http://www.youtube.com/watch?v=MIZZUaBqDbg

    O entretenimento é o substituto do Espírito Santo.

  46. Julio Cesar Guimarães Diz

    Estevao Acioli ,… o texto diz que não há problema, "mas" no caso do método de entretenimento tem más consequências, ai que está, haveria alguma má consequência se o entretenimento o evagenlho fosse pregado integralmente? Creio que não. Logo não é o método o problema é a diluição do evangelho em prol do método.

  47. Julio Cesar Guimarães Diz

    Rafael Cavalcante vou assistir sim, depois gostaria de comentar a preleção contigo,…

  48. Fabio Formagini Diz

    Concordo com o que o Julio Cesar está querendo dizer. Apesar de o texto também ser totalmente coerente com o que vemos atualmente. Temos que diferenciar também o que é método e o que é entretenimento, pois os dois são diferentes um do outro. “Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo.” (Habacuque 2:2) – O cuidado que temos que ter se deve ao fato de a própria cultura, que é mutável, estar totalmente afetada pelo pecado, sendo assim, há um perigo quando tentamos conformar o evangelho a essa cultura caída. Porém, como cristãos, somos chamados também para transformar essa cultura caída à vontade de Deus. Um exemplo disso, é todos aqui estarem usando uma mídia digital, típica da cultura da época, para divulgarmos o evangelho.
    O que quero dizer é que o método é valido desde que não se torne entretenimento. A pregação do evangelho não deve arrancar aplausos e sorrisos, mas profundo arrependimento pelo pecado.

    Deus abençoe a todos!

  49. Wanda E Renato Diz

    O problema é que o fundamentalista só lê e escuta os "gurus americanos" que são fundamentalista, eles se negam a escutar outra editora que não seja a FIEL.

    Ultimato, VIDA, ABU, entre tantas editoras que merecem serem lidas e escutadas.

    Ser fundamentalista não é ser Bíblico, ser fundamentalista é ser fundamentalista.

  50. Isa Caroline Diz

    Voltemos ao Evangelho…. Métodos criativos com a verdade da Cruz!! Nunca esquecermos da obra expiatória que nos salva da ira vindoura e nos dá vida eterna!

  51. Edson Barros Dos Santos Diz

    Irmão Vitor, graça e paz!
    Concordo meu irmão, e o meu post foi para enfatizar isso mesmo. A pregação do Evangelho é muito sério, muito além do que se pratica em alguns cultos. Não é o pregador quem convence o pecador, mas ele tem uma função muito importante na cominicação do Evangelho! Há um sinergismo entre DEUS e o homem na comunicação do Evangelho, como bem argumenta o Padre Antônio Vieira no seu sermão da Sexagésima.

  52. Edson Barros Dos Santos Diz

    DEUS é quem salva, mas Ele usa homens nesta tarefa, e temos responsabilidade nesta empreitada, tanto em aceitar, como em comunicar! Abraços.

  53. Marcos Normando Diz

    e nem vejo base bíblica para fazer show dentro das igrejas hoje!
    O verdadeiro evangelho não é moda, nem diversão, nem entretenimento mas é renúcia, transformação de vida pela palavra de Deus. Lucas 9.24

  54. Julio Cesar Guimarães Diz

    Toda vez que um cristão expõe o evangelho, seja o método que for ele estará sofrendo e perseguições, começando pelos os da própria comunidade. Isso é fato. Hoje a dificuldade está em os cristãos misturarem tradições, costumes, culturas com evangelho, confundem tudo,…se preocupam o com o método mas desprezam o conteúdo, sem preocupam com as trajes mas não se preocupam com a fofoca, se preocupam coma liturgia mas não se preocupam com os ensinamentos da palavra,…

  55. Leandro Suzart Correia Diz

    Julio Cesar Guimarães
    Minha mensagem e minha pregação não consistiram de palavras persuasivas de sabedoria, mas consistiram de demonstração do poder do Espírito,
    para que a fé que vocês têm não se baseasse na sabedoria humana, mas no poder de Deus.
    Entretanto, falamos de sabedoria entre os maduros, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada.

    1 Coríntios 2:4-6

  56. Leandro Suzart Correia Diz

    a proclamação do evangelho não carece de ornamentos para torná-la mais aceitável, Paulo bem sabia disso.

  57. Leandro Suzart Correia Diz

    se Paulo não usava artifícios de linguagem, veja lá entretenimento.

  58. Leandro Suzart Correia Diz

    O QUE ESTÁ EM QUESTÃO NÃO É O QUE ACHO ACHO OU PENSO. QUEM SOMOS PARA QUERER DAR UMA AJUDINHA A DEUS. PREFIRO SEGUIR O APÓSTOLO PAULO. O ÚNICO MÉTODO ESCOLHIDO POR DEUS PARA SALVAÇÃO É A PREGAÇÃO.
    Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que crêem por meio da loucura da pregação.
    1 Coríntios 1:21

  59. Leandro Suzart Correia Diz

    Na Igreja em atos, a Escritura diz que eles estavam todos espantados, mas hoje, todo mundo só quer se divertir.
    Leonard Ravenhill

  60. Leandro Suzart Correia Diz

    Não sejam idólatras, como alguns deles foram, conforme está escrito: "O povo se assentou para comer e beber, e levantou-se para se entregar à farra". 1 Coríntios 10:7

  61. Julio Cesar Guimarães Diz

    Marcos Normando amém ! Perfeito seu testemunho e é isso que Deus quer de nós. Mas só um detalhe, tome cuidado em separar o que é doutrina, de cultura e costume. No caso dos shows concordo com você, a maioria são feitos pra ganhar dinheiro, mas há bandas, cantores, desse meio que tem suas vidas pautadas na Palavra e encaram seus trabalhos como meio de ganhar almas, e ganham mesmo. Base bíblica pra métodos de evangelização não tem, o que temos são diretrizes e exemplos,… eu cito muito Paulo, sabia transmitir como ninguém o evangelho pra qualquer etnia e cultura,… vejo o exemplo do Areópago, (Atos 17) talvez algum pregador iria falar da idolatria e da licenciosidade dos gregos, mas Paulo começa elogiando, dizendo ver neles o desejo que conhecer a verdade e ele começa usando altar escrito ao Deus desconhecido,… leia la que coisa fantástica é Palavra na boca de Paulo! Ele termina exortando ao arrependimento!
    Quero dizer que desde que o evangelho seja pregado fielmente, o método tem pouco importância.
    Fica na paz meu querido, eu me alegrei por ler o que você postou, que a Graça e a Paz de Cristo esteja sobre sua vida!

  62. Caique Ambrósio Diz

    O Evangelho é o suficiente! As pessoas precisam ser ensinadas sobre Deus, precisa ser confrontada pelo Espirito Santo, na verdade nem precisamos de entretenimento, nem do uso moderado, nem nada, as pessoas só precisam ouvir a verdade, não precisa ser agressivo, não precisa ser engraçado, mas temos que amar as pessoas (como?) dizendo a verdade para que elas sejam salvas… eu sou jovem, tenho muito o que aprender, mas o que aprendi nestes últimos meses é que o Evangelho é o suficiente (os natureza santa de Deus, a natureza má do homem, Jesus Cristo recebendo a ira de Deus pra que não recebessemos) OBRIGADO DEUS, OBRIGADO PAI, AMIGO, DONO! Obrigado Jesus!

  63. Julio Cesar Guimarães Diz

    Leandro Suzart Correia
    Nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas;
    E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação;
    Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós;
    Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos; como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.
    Sendo nós, pois, geração de Deus, não havemos de cuidar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens.
    Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;

    Atos 17:25-31
    Destaco o método de Paulo na pregação aos gregos, ele chegou a usar os poetas gregos pra apresentar o evangelho de uma maneira que eles entendessem, (v.28) sem distorções nem modificações, sem linguagem estranha (judaica no caso) é o mesmo Paulo de I Cor 2:4-6,…

  64. Leandro Suzart Correia Diz

    Julio Cesar Guimarães
    MAS NÃO FOI NADA PARECIDO COM OS MÉTODOS MODERNOS. ALIÁS NÃO FUNCIONOU MUITO BEM. OS RESULTADOS NÃO FORAM OS MELHORES.

  65. Leandro Suzart Correia Diz

    EM QUASE TODAS AS PASSAGENS QUE ENCONTRAMOS NO LIVRO DE ATOS, A PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO FOI SIMPLES E MUITA DAS VEZES "IMPROVISADAS" E O RESULTADO BEM MELHOR.

  66. Caique Ambrósio Diz

    Não disse que não pode, disse que não é necessário! (que não distorçam minhas palavras)

  67. Julio Cesar Guimarães Diz

    Rafael Cavalcante , muito bom o vídeo, entendo que ele critica a igreja que ignora a Palavra de Deus ou pior, molda a Palavra a sua maneira, desprezando-a,… é ai que está o lance o foco deve ser, e sempre será a Palavra de Deus! Concordo que igrejas tem substituído a ação do Espirito por entretenimento, mas muitas outras fazem a mesma coisa com a liturgia, com doutrinas de homens, o efeito devastador é o mesmo, então o que importa não é o método, a mas a Palavra, senão estaremos matando as almas como nossos pais fizeram qdo excluiam mulheres que cortavam cabelo, pelo futebol, por causa da tv,… O erro é dar valor ao método perfeito. Isso não existe o método perfeito estaria no lugar do Espirito Santo?
    Graça e Paz, espero ter explicado melhor o que tenho exposto aqui,…

  68. Rafael Cavalcante Diz

    Julio Cesar Guimarães o entretenimento na Igreja tem como objetivo fazer com que as pessoas prestem mais atenção nos cultos ou para atrair mais pessoas, mas isso não está certo. Para atrair mais pessoas para a Igreja devemos orar para que o Espírito Santo desça na Igreja! Ficar inventando maneiras de atrair pessoas acaba destruindo a Igreja, pois para atrair as pessoas do mundo usando somente esforço humano é precisa deixar a Igreja mais mundana.
    Hoje vivemos na pior época da Igreja. Dificilmente vemos alguém que prega o verdadeiro ensinamento de Deus e um dos causadores disto é o fato de a Igreja tentar parecer mais "normal" diante do mundo!
    A Igreja deve ser diferente do mundo! Para que haja um avivamento precisamos do Espírito e não de novas formas de pregação. Usar métodos mundanos para melhorar a Igreja implica em deixar a Igreja espiritualmente fraca!

  69. Paulo Henrique Diz

    Eu vejo essas pessoas que fazem esse tipo de coisa, como aqueles que querem simplesmente o dinheiros dos fiéis, pois fica claro que o objetivo é atrair pessoas e os jovens que não tem conhecimento ainda do que é certo ou errado e são influenciados pelos pais a seguirem tais dogmas!
    Desculpe aos que não concordam, mas rejeito todas as religiões e aos Deuses! Principalmente o Deus cristão que nada mais é na minha opinião do que um genocida! Acredito que as pessoas devem fazer o bem indiferente de sua crença ou pela ameaça de "se não for bom,vai para o inferno/ umbral /limbo ou parecidos" isso só faz as pessoas seguirem regras, não a serem boas! Porem é somente minha opinião! não é preciso crer em um ser superior para ser bom!

  70. Caique Ambrósio Diz

    Paulão, se vc acha que o evangelho é para as pessoas serem boas, vc não entendeu nada.

  71. Caique Ambrósio Diz

    Paulo Henrique Você me conhece, não quero que o seu mal, vc pode me dizer: "Eu estou muito bem". Mas quando quiser sentar pra conversar, só conversar, eu escuto tudo o que vc tem a me dizer e vc a mim, seria muito bom. Abraço Paulão, qualquer dia eu apareço ai.

  72. Paulo Henrique Diz

    Não é isso Caique você me entendeu mal! o que eu disse não é a regra e sim o que acontece com pessoas acima da reportagem! São por causa desses que evangélicos passam por intolerantes!! não tenho nada contra a religião e livre pensamento religioso desde que não fira ninguém ! mas as vezes as pessoas acham que aqueles que são bons são somente aqueles que possuem alguma religião! quando você é ateu, agnóstico, espírita ou uma religião que não seja o cristianismo que é o que rege no Brasil, há aqueles intolerantes que te tratam diferente ou com preconceito! Alguns ainda se espantam quando você responde algo do tipo, dizem que você vai pro inferno e tal! mas ainda bem que não são todos… você mesmo é uma pessoa que nunca desrespeitou coisa do tipo!

  73. Caique Ambrósio Diz

    Desculpe Paulão, não havia entendido, e é bem isso mesmo (infelizmente =( ). De qualquer forma a gente conversa mais pessoalmente. Temos muito o que conversar. Abraço

  74. Julio Cesar Guimarães Diz

    Leandro Suzart Correia eu sou obrigado a discordar se você está se referindo ao evangelismo de Paulo no Areópago como ineficaz ou que não funcionou muito bem, pelo contrário, funcionou muito bem, na verdade as pessoas precisam entender o evangelho, essa é a nossa parte, a conversão não se dá pelo método é o Espírito que realiza. Aqueles gregos ouviram entenderam a parte de crer e se arrepender não nos cabe.

    Com relação aos episódios de Atos, realmente eu não acho simples explicar o evangelho de Cristo disputando com os judeus nas sinagogas, também não acho simples explicar o evangelho para uma cultura politeísta e liberal como a grega, leia as cartas de Efésios, Colossenses e Romanos, são cartas de discipulado para as igrejas como são profundas e intensas e como precisamos de mita oração pedindo a Deus sabedoria e discernimento para entendê-las,.. Ter a vida nas mãos de Deus o que chamamos e 'improviso" pra Deus é o "plano A", se você estudr a vida de Paulo ele tinha uma equipe que o ajudava nas viagens missionárias, que socorriam igrejas com problemas, Tiquico, Timoteo, Epafrodito, Febe e mutos outros

    Ressalto metodologia é uma coisa, evangelho é outra. Precisamos de evangelho a metodologia não importa desde que o evangelho seja anunciado integralmente. Criticar um método sigificando que a outro método melhor, pod significar que esse método melhor está no lugar do evangelho, é isso que estou tentando dizer,…

  75. Leandro Suzart Correia Diz

    Julio Cesar Guimarães
    uma coisa é falar para igreja "Os judeus pedem sinais miraculosos, e os gregos procuram sabedoria;
    nós, porém, pregamos a Cristo crucificado, o qual, de fato, é escândalo para os judeus e loucura para os gentios
    mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus.

    1 Coríntios 1:22-24

    essas cartas são dirigidas a pessoas crentes. O que esta em questão aqui é evangelismo. E quando se trata de evangelismo o que impera é a maneira como Deus deseja falar em cada circunstância especifica.
    Volto a mencionar o livro de Atos. A maior parte mostra Deus se utilizando de diversas situações que jamais seriam
    um plano bem estratégico por parte dos homens.

  76. Leandro Suzart Correia Diz

    Que metodo estevão usou em sua argumentação? O livro de Atos diz que não podiam resistir a sabedoria e ao Espirito que ele falava. que estrategia Pedro usou no pentecostes, ou quando discursou apos curar o coxo. De onde veio a a admiração dos mestres da lei sabendo que eram indoutos? E no caso de cornélio que antes que Pedro terminasse a pregação o Espírito ja estava descendo sobre aqueles gentios?
    O problema é que tem muitos simãos hoje em dia que usam truques para iludir e poucos Filipes cheios de poder do Espírito.

  77. Leandro Suzart Correia Diz

    o que resto é pragmatismo barato

  78. Julio Cesar Guimarães Diz

    Leandro Suzart Correia se Estevão fizesse o mesmo discurso que fez para os gregos, eles nem pegariam em pedras para o matarem e nem entenderiam toda essa história de Messias, lei, cordeiro etc,.. todo o discurso de Estevão foi exclusivo para os judeus, até chegar no ponto no evangelho de Cristo, eles entedenram mas negaram,…

    Pedro em Atos 2 pregou para judeus, simples e direto a exposição clara e genuína do evangelho de Cristo como o próprio texto diz com sabedoria e unção do Espírito Santo, como já disse não existe improviso o que existe é plano A de Deus,… Jesus já tinha dito a Pedro que ele deveria apascentar as ovelhas, isso te parece improviso? Voce acha que foi coincidência Paulo ser judeu e criado na cultura grega e romana, ser ele justamente o apóstolo dos gentios?

    Sabe qual foi o grande dúvida na época? Se o evangelho era para os gentios ou só pra judeus. Pedro precisou passar pela experiência com Cornélio (Atos 10)pra entender isso, ele precisou ver Cornélio falando em línguas pra testificar que o Espírito Santo estava nele porque ele creu,… diga se de passagem que Cornélio era uma seguidor do judaísmo (prosélito) ou seja o discurso de Pedro em Atos 2 pra ele era entendido.

    O problema maior é se ater a paradigmas, costumes, culturas e não se ater ao evangelho,… bom exemplo o de Filipe que pregou e batizou um eunuco (escravo castrado que cuidava do harém, muitos eram gays mesmo) é verdade que tem muito picareta ganhando dinheiro com shows e entretenimento, mas também tem muitos que param seus "shows' abrem a bíblia e pregam o evangelho de Cristo, é um engano achar que o Espírito Santo vai trazer o viciado, o travesti, a prostituta, o morador de rua pra igreja pra ele ouvir o pastor pregar, somos nós irmão que temos que ir até eles,… vestido de palhaço, com café quente, com roupas limpas, com reggae, com rock, com musica erudita, com qualquer coisa que faça a pessoa parar pra te ouvir, OUVIR O EVANGELHO, reflita nisso irmão,…

  79. Sandra Valéria Diz

    Julio César Guimarães, já leu o sermão Pecadores nas Mãos de um Deus Irado de Jonhatan Edwards? Onde está o espaço ali pro entretenimento?

  80. Julio Cesar Guimarães Diz

    Sandra Valéria há espaço pra qualquer método, inclusive o entretenimento desde que o EVANGELHO seja anunciado. Não li o sermão, mas pregar o evangelho na íntegra consiste em primeiro revelar que somos pecadores que vamos para o inferno, pois somos alvos da ira de Deus, mas dai apresentamos a Boa Noticia (evangelho) que Cristo nos reconcilia com DEus pelo seu sangue,… Creio que Jonhatan seja reformado então essa deveria ser a linha,… não vejo problema nenhum portanto em usar o entretenimento.

  81. Julio Cesar Guimarães Diz

    Rafael Cavalcante entendo que a igreja é que deve buscar os pecadores e não o opsoto.

  82. Rafael Cavalcante Diz

    Julio Cesar Guimarães sim, você está certo. Mas não devemos usar entretenimento, e sim o Espírito Santo.
    Jonathan Edwards e John Wesley não usaram o entretenimento, mas mesmo assim eles conseguiram causar um avivamento.
    Será que a Igreja precisa de métodos mundanos para atrair pecadores? Não será o Espírito suficiente?

  83. Entretenimento é método do quê? Entretenimento faz parte da vida! Dê uma rápida olhada aqui no face e você verá: "Chega logo sexta! Vem ni mim FDS! Quero fériaaaaaas!" Tudo isto porquê? Divertir-se, descansar, ficar e bobeira, entreter-se! O IDE de Jesus foi bem claro: IR por todo mundo e pregar a toda a criatura.Não tem exceção ou condições . É em todos os lugares e para todos. É natural nos atermos às pessoas que estão em situação de perigo, ou precária, mas todos precisam de Jesus. Até que está bem e se divertindo. Amigos, onde tem gente VIVA, este é o lugar de evangelizar.

  84. Julio Cesar Guimarães Diz

    Netanias De Mesquita Sacramento ai você levou o assunto pra uma reflexão melhor, com certeza!

  85. Fábio Damasceno Diz

    PEÇO LICENÇA A TODOS OS MEUS CONTATOS DO FACEBOOK PARA COMENTAR ESTE VÍDEO (O assunto em questão começa aos 04:20s e vai até os 05:50s do vídeo.)

    Ver piada no jardim do Éden, no getsêmani e em meio a um dos milagres de Jesus é completamente desproporcional com a verdade bíblica, na minha opinião. Essas relações feitas pelo Cláudio foram ridículas. Me parece uma tentativa de "diluir" e distorcer o evangelho a pessoas que já não o compreendem da maneira correta, apenas mais uma tentativa (como a teologia da prosperidade e a teologia da missão integral, versão evagélica da teologia da libertação "comunista-cristã" católica). Uma heresia, quanto mais pregada, pior para todos.

    O evangelho é algo sério, e esse tipo de tentativa de conexão com o humor se mostrou desconexo com a seriedade da revelação bíblica (revelação da nossa salvação) e, até com as bases da realidade. Jesus não estava tentando ser engraçadinho no getsêmani. Na bíblia existe o registro de que o nosso Deus transpirou sangue, além de ter sido consolado por um anjo, mas continuou angustiado e perseverando em oração (Lucas 22.43,44). Se isso for senso de humor, não sei mais o que é evangelho.

    No versículo 38 do capítulo 26 do evangelho de Mateus Jesus afirma aos seus discípulos "A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo". Isso não me parece o início de um show de humor stand up.

    No versículo 45b Ele afirma: "eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores". Até hoje eu não tinha ouvido um homem falar sobre ver um mini show de humor no getsêmani. Aquele foi um momento de dor, o cálice da ira de Deus estava transbordando, e Jesus pagaria (e pagou) todo o preço por nós. ISSO NÃO É PIADA, CLÁUDIO!

    Fico por aqui.

    http://www.youtube.com/watch?v=jLox_XUF8Yc

  86. Fábio Damasceno Diz

    Creio que este meu comentário tem muito a ver com o assunto discutido.

  87. Kevin Vilas Boas Diz

    A base bíblica, meu caro irmão, é que a igreja primitiva só se preocupava pregar a Palavra e não métodos de persuasão.

  88. Thiago Silva Diz

    Julião, com toda a liberdade goxxxpel q Deus me deu, QUE SE DANEM OS CRITICOS, mas toda a maneira, ferramenta, meios e estrategias que existem para evangelismo sao validas……ja vi "mundano" misteriosamente pregando a Palavra enquanto um "crente" do lado ficava de boca calada….nao existem regras qdo o assunto é evangelismo…

  89. Rafael Cavalcante Diz

    Thiago Silva "QUE SE DANEM OS CRITICOS"????
    Você não é cristão, pois se fosse nunca teria dito que disse.
    Em Mateus 7:20 está escrito: "Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.", portanto não adianta você falar que é de Deus se você professa palavras que mostra que você é indiferente para com outros.

    Estamos na PIOR época da Igreja. Nunca ouve tanta pouca fé!
    Curiosamente o ensinamento nas Igrejas ficaram mais fracos depois que esses métodos apareceram.
    NENHUM grande cristão usaram o entretenimento para pregar a Palavra de Deus. John Wesley, Robert Murray M'Chayne, Jonathan Edwards, Leonard Ravenhill e David Wilkerson NUNCA usaram entretenimento para melhorar a pregação.
    Quem usa o entretenimento para melhorar a pregação deve estar sem o Espírito Santo, pois quando o Espírito Santo está presente ninguém liga para o entretenimento e sim para a Palavra.

  90. Leandro Suzart Correia Diz

    Grande paradoxo. Cruz e entretenimento

  91. Leandro Suzart Correia Diz

    Muitos pregadores modernos
    se mostram de tal modo determinados a compreender a cultura, que
    desenvolvem a mente da cultura, e não a mente de Cristo. Começam a pensar
    como o mundo, e não como o Salvador.
    JONH MCARTHUR

  92. Leandro Suzart Correia Diz

    Paulo alerta a Timoteo acerca das dificuldades de se ministrar a Palavra nos últimos dias 2 Tim 3.1-5, onde encerra caracterizando as pessoas desse tempo como mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus. Usar o entretenimento que nada mais é oferecer algo divertido a uma cultura que esta em inimizade com Deus visando ganha-las para Deus é algo totalmente absurdo e contraditório. O mesmo Paulo nos recomenda a não tomarmos a forma do mundo, mas a deixarmos nos moldar não por uma mente contextualizada ou culturalmente aceitável, mas sermos a semelhança de Cristo, com um entendimento renovado pelo Espírito.

  93. Julio Cesar Guimarães Diz

    Kevin Vilas Boas na verdade fiz uma pergunta retórica, porque não existe base bíblica pra métodos de evangelização. Método de persuasão concordo plenamente com você irmão, quem persuade é o Espírito Santo.

    "Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns." I Coríntios 9.2

    Traduz-se "meios" por método. Você nãovai encontrar um método de envagelizar, porque realmente o método não importa, o que importa é o evangelho ser pregado, e pregado de maneira compreensiva para o ouvinte, essa é a função dos meios (método), atrair, e facilitar a compreensão e mais nada,…é o evagelho que tem que ser pregado.

  94. Julio Cesar Guimarães Diz

    Rafael Cavalcante acho que você está misturando metodologia com teologia. O método é a maneira de ter acesso a público,… por exemplo quando prego pra crianças nas ruas, montamos um teatro de fantoches nas praças,… isso faz chover crianças e pais pra ver e ouvir as "historinhas", é ai que entra o evangelho, coisa mais linda é ver crianças e alguns pais se decidindo por Cristo. Agora pra melhorar a pregação, você tem que além de orar, tem que estudar a bíblia, como os pregadores que você listou,… mas se prepare pra ser confrontado com muitos conceitos que você tem como bíblicos,…

    Fique na paz, sugiro textos que fala de pregação expositiva, Pr Hernames dias Lopes é um bom,…

  95. Rafael Cavalcante Diz

    Julio Cesar Guimarães Por que a Igreja hoje em dia está espiritualmente fraca?
    Hoje temos tantos métodos e tecnologia para espalhar a Palavra de Deus, mas mesmo assim a Igreja está em sua pior fase.
    Convido você a assistir de novo aquele vídeo do Leonard Ravenhill.

    O verdadeiro problema não está simplesmente no entretenimento. Vou tentar explicar da melhor forma a minha opinião!

    Hoje vivemos a pior época da Igreja. Quase todos os "cristãos" estão se misturando com o mundo e eles estão sem o Espírito Santo.
    Para mudar a Igreja precisamos fazer o que Jonathan Edwards e outros fizeram: pregar "pesados" sermões. Quando Jonathan Edwards pregou seu sermão "Pecadores nas Mãos de um Deus Irado" todos na Igreja começaram a chorar e se arrependeram de seus pecados e depois ouve um avivamento.
    O avivamento só acontece quando todos se arrependem dos pecados e voltam para o Senhor. Geralmente você provoca um avivamento pregando com palavras duras e foi assim que grandes homem de Deus fizeram.
    Ao usar o entretenimento você deixa o ambiente da Igreja mais leve, uma igreja mais agradável. Assim, as pessoas não se arrependerão pois elas estão sempre ouvindo palavras agradáveis aos seus ouvidos. As pessoas cheias de pecado vão à Igreja e ao invés de ouvir um grande sermão elas ouvem doces sermões com um pitada de entretenimento. Depois elas saem da Igreja dando risada!

    Se Jonathan Edwards tivesse pregado seu sermão usando entretenimento provavelmente ao invés de as pessoas chorarem elas dariam risada e sairiam felizes e pronto para um vida contínua de pecados!

  96. Julio Cesar Guimarães Diz

    Rafael Cavalcante entendo e concordo com você. Até porque o Espírito Santo não trabalha com o pecado, todo começo de avivamento precede o quebrantamento com confissão de pecados, acho que nisto pensamos igual irmão, rsrs

    Mas veja que o público já não é mais os de fora (os não alcançados), mas os de dentro (a igreja), a metodologia é pros de fora entendo eu, e quando os de fora abrem a oportunidade ai é a hora de entrar com o evangelho como John Weslei, Billy Graham,…

    Concordo plenamente que a falta do evangelho dentro da igreja produz um crente fraco, apóstata, e a coisa piora quando o líder acha que precisa entreter de alguma forma, pra segurar esses crentes zumbis.

  97. Thiago Silva Diz

    Rafael Cavalcante foi mais ou menos isso q Jesus disse para os fariseus: "que se danem vcs….raca de viboras, etc e tal"….. "que o evangelho seja pregado, nao importa a maneira"……vc diz q atualmente é a epoca q a igreja se encontra mais fraca espiritualmente….eu nao sei se isso é verdade, pq nao nasci no primeiro seculo…rs

  98. Thiago Silva Diz

    Julio Cesar Guimarães Julião, perca de tempo debater isso com gente q nao sabe diferencia teologia de metodologia…o cara disse q eu nao sou cristão pq disse "q se danem os criticos", sendo q Jesus abominou hipocritas e advertiu varios fariseus…enfim, nao da pra perder tempo com quem lança pedras ao inves de entrar num dialogo…..ele deve ser inexperiente…

  99. Rafael Cavalcante Diz

    Julio Cesar Guimarães achei um versículo que expressa minha opinião:

    "E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder" 1 Coríntios 2:4

  100. Tania Regina Nunes Faustino Diz

    Elber Cardoso falou tudo!

  101. Tania Regina Nunes Faustino Diz

    Muito bom…gostei desta observação

  102. Leandro Suzart Correia Diz

    “A tarefa do pregador consiste em pregar a fé, e não em prover entretenimento para os incrédulos – em outras palavras, alimentar as ovelhas, e não divertir os bodes”. — J. I. Packer

  103. Daniel Clós Cesar Diz

    Cara, o texto em nenhum momento é contrário a seu pensamento. Você entendeu o texto?

  104. Julio Cesar Guimarães Diz

    Daniel Clós Cesar essa é a contradição eu não fui contra o texto, apenas argumentei a mesma coisa que o evangelho não é entretenimento, mas acrescentei que o entretenimento pode ser sim uma "ferramenta" para o evangelismo. Pedi que me desse base bíblica, até agora não achei ninguém que provassem na bíblia que o entretenimento não pode ser usado para evangelismo. Todos os textos, e pregações foram de evangelho, teologia, aquilo que precisamos transmitir as pessoas, ninguém me deu um texto bíblico que explicasse "como" transmitir o evangelho, porque não existe! A metodologia é aplicável a época, cultura, para expressar de maneira clara aquela povo,… Minha critica é que misturam teologia, com cultura e outras coisas. O evangelho não se adapta a cultura, mas a cultura se adapta ao evangelho. O que é bom ou ruim pra americano, não necessariamente é bom ou ruim pro brasileiro, enquanto isso, os pastores brasileiros vão usando terno no calor de 40 graus,…

  105. Julio Cesar Guimarães Diz

    Tania Regina Nunes Faustino sim falou tudo, pelo menos ele não taxou o entretenimento como método ruim, pois na verdade é o Espírito Santo que faz a obra, logo o método, desde que o evangelho seja pregado não importa.

  106. Luciana McCrary Diz

    Há algum tempo venho questionando se é válido esse entretenimento todo. Pois hoje em dia é armado um circo pra chamar a atenção das pessoas. Tem gente cuspindo fogo, gente vestido de palhaço, gente fazendo malabarismo, peças teatrais com uma mensagem, e tudo mais que a imaginação quiser fazer pra atrair olhares. Obrigada por terem respondido essa questão. Amei!

  107. Vandeilton Costa Diz

    “A tarefa do pregador consiste em pregar a fé, e não em prover entretenimento para os incrédulos – em outras palavras, alimentar as ovelhas, e não divertir os bodes”.
    — J. I. Packer | Entre os Gigantes de Deus

  108. Leandro Suzart Correia Diz

    Agora já sei onde encontraram "base bíblica" para o uso do entretenimento.
    foi na história de Sansão. Ele usava esse método

    Com o coração cheio de alegria, gritaram: "Tragam-nos Sansão para nos divertir! " E mandaram trazer Sansão da prisão, e ele os divertia. Quando o puseram entre as colunas,
    Sansão disse ao jovem que o guiava pela mão: "Ponha-me onde eu possa apalpar as colunas que sustentam o templo, para que eu me apóie nelas".
    Homens e mulheres lotavam o templo; todos os líderes dos filisteus estavam presentes, e no alto, na galeria, havia cerca de três mil homens e mulheres vendo Sansão, que os divertia.

    Juízes 16:25-27.

  109. Leandro Suzart Correia Diz

    "O diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo". Spurgeon

  110. Andre Prado Diz

    evangelismo é relacionamento, é amor, é se doar, é servir , é ser cristo na vida de alguem!

Comentários estão fechados.