O Filho Pródigo – David Murray

Através de uma profunda análise sobre a história do filho pródigo, David Murray nos ajuda a entender, aprender e recordar as lições presentes nessa parábola:

Infelizmente, eu posso escrever sobre o filho pródigo por experiência própria. Felizmente, eu posso escrever sobre o filho pródigo por experiência própria. Vamos juntos entrar na mente e no coração deste jovem homem e ouçamos os seus pensamentos e palavras em vários estágios de sua imprudência e arrependimento.

Estou farto (versículo 12)

Papai é um cara legal, um cara sábio e, felizmente, um cara que perdoa. Ele é gracioso e generoso com todos em nossa família, especialmente comigo, e até mesmo com seus servos. Eu não deveria ter queixas, e eu não tenho, fora o fato de que, bem, a vida aqui é bastante chata.

Meus amigos voltam dos seus trabalhos na cidade com experiências tão incríveis e histórias emocionantes para contar. Eu não tenho nada disso. A vida aqui é tão previsível, tão rotineira, tão comum, tão chata.

Mas isso tudo vai mudar, e hoje é o dia. Pedirei ao Papai para me dar um adiantamento da minha parte na herança, e depois eu vou partir para uma vida maior e melhor. Provavelmente ele vai dizer não, mas eu tenho algumas cartas na manga.

Estou livre (versículo 13)

Não acredito. Estou na estrada. Até que enfim, livre. Sem culto no domingo, sem devocionais familiares, sem “volte para casa à meia-noite”, sem o Papai me vigiando, sem tédio…

Estou Faminto (versículos 13-14, 16)

Tenho certeza que eu tinha mais dinheiro naquela bolsa. Onde foi parar? Não posso ter gasto tudo já, não é? Espero não ter emprestado as minhas economias para o Joe. Eu não o vi mais desde aquela época. Pense comigo, eu não vi mais ninguém desde que comecei a ter que fazer cortes nos gastos na semana passada…

Estou imundo (versículos 15-16)…

Leia o artigo completo

Dezembro2012David Murray serviu como pastor da Locharron Free Church of Scotland de 1995 até 2000 e, posteriormente, na Stornway Free Church of Scotland entre 2000 e 2007. David Murray é professor de Antigo Testamento e Teologia Prática no Puritan Reformed Theological Seminary, em Grand Rapids, Michigan. Murray escreve no blog “Head, Heart, Hand: Leadership for Servants.”

Por David Murray. Extraído do site www.ligonier.org. © 2013 Ligonier Ministries. Original: The Prodigal Son

Este artigo faz parte da edição de Dezembro de 2012 da revista Tabletalk.

Tradução: Isabela Siqueira. Revisão: Renata do Espírito Santo – © Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: www.MinisterioFiel.com.br. Original: O Filho Pródigo – David Murray

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Veja mais artigos desta revista

Comentários estão fechados.