um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Até onde nosso coração ainda é enganoso?

Até onde nós podemos dizer que nosso coração ainda é enganoso? Após a obra da regeneração em nossas vidas, quanto da minha velha natureza ainda está presente na nova? Heber Campos Jr. responde a essas perguntas na entrevista feita pelo VE durante a Conferência Fiel para Pastores e Líderes 2013, com a ajuda do voluntário, Yago Martins:

[dt_call_to_action content_size=”normal” text_align=”left” background=”fancy” line=”true” style=”2″ animation=”right”]

Conferência Fiel

Esse vídeo foi gravado na Conferência Fiel Pastores e Líderes 2013.

Conheça a Conferência Fiel para Pastores e Líderes[/dt_call_to_action]

Por: Heber Campos Jr. © 2013 Ministério Fiel.

Vídeo gravado durante a Conferência Fiel para Pastores e Líderes 2013. © 2013 Ministério Fiel. Website: www.voltemosaoevangelho.com; Original: Até onde nosso coração ainda é enganoso?

5 Comentários
  1. Sérgio Martes Diz

    Vale a pena ler… e meditar a respeito.

  2. Waldir Ferro Diz

    Duas coisas não se misturam: A Lei e a Graça. – Cada uma tem seu período e função. A Lei serviu de aio para nos conduzir a Cristo (por quem veio a Graça). O dízimo existiu antes da Lei, e portanto não é da Lei. Foi incorporado a ela. O dízimo era Lei para o Judeu, mas não para a igreja. Ele não era imposto antes da Lei e também não o é para aqueles que estão debaixo da Graça (a igreja). Não encontramos qualquer ensino neste sentido no novo testamento (evangelhos ou cartas). Abraão deu o dízimo, assim como Jacó, mas o fizeram voluntariamente. Esse deve ser o parâmetro para o crente nos dias atuais.

  3. Manoel Gomes da Silva Diz

    A lei dos dízimos criada por Deus contém quatros códigos de leis que favoreciam as famílias da tribo de Levi, as viúvas, os órfãos e os estrangeiros necessitados existente na nação de Israel. Os sacerdotes levitas deveriam ser fiel a Deus, na distribuição dos dízimos com esses quatro grupos de pessoas que padeciam grande necessidade entre as famílias de Israel. Nos capítulos 1; 2; 3 e 4, do livro do profeta Malaquias, está bem claros,que os sacerdotes roubavam os dízimos da casa do tesouro, desobedecendo os códigos divinos
    escritos por Moisés no livro de Deut. Outro sim! Só os sacerdotes descendentes de Levi, podiam recolher os dízimos no templo do Senhor Deus. Segundo essa determinação divina, quem não era descendente da tribo de Levi não podia recolher os dízimos nas sinagogas existentes na nação de Israel. Agora, nós já sabemos por que Deus foi tão severo sobre a questão dos dízimos para o sustento dos necessitados citados acima. Quanto a nós, que somos gentios convertidos ao Evangelho do Senhor Jesus Cristo, como Deus nos vê nos dias de hoje, usando uma lei que foi dado por Ele à nação de Israel, e unicamente usado pelo sacerdócio levítico; e por ultimo, uma lei que morreu quando Jesus estabeleceu na cruz, o seu eterno sacerdócio???? No livro de Mateus 10.1,5-10.,as leis sobre as ofertas e os dízimos estabelecidas por Jesus, aos seus ministros, tem sido rejeitadas pelas igrejas através dos séculos; e trocadas pelas leis que morreram na cruz com o sacerdócio levítico.

  4. Rosivaldo Pompeu Diz

    muito bom esti pequeno en cino

  5. Rafaella Souza Diz

    Bela resposta!

Comentários estão fechados.