um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

O que é teologia sistemática e por que ela é importante?

Uma importante parte da minha tarefa como professor de teologia sistemática para alunos da Reformation Bible College, familiarizá-los com a gramática das nossas conversas teológicas. Sou chamado a apresentá-los não apenas às questões com as quais teólogos têm dificuldade, mas à linguagem que eles usam quando batalham para entender essas questões. No mundo evangélico mais amplo, temos dificuldade o suficiente para fazer as pessoas se interessarem por qualquer estudo de teologia, quanto mais adicionando esse adjetivo um tanto bizarro: sistemática. A expressão é tão estranha à nossa gramática quanto o conceito é estranho à nossa cultura. Todos nós, profissionais e leigos, precisamos aprender os abecês da teologia sistemática.

Teologia Sistemática é um Estudo Ordenado da Bíblia

Nós começamos com a seguinte premissa básica: teologia sistemática é teologia que é sistemática. É menos narrativa, menos história, menos orgânica, todos os termos-chave da nossa era pós-moderna. É o estudo das coisas de Deus de uma maneira sistemática e ordenada, onde não apenas consideramos o que esse e aquele texto dizem, mas onde consideramos tudo o que a Palavra diz sorbe a revelação, depois tudo o que a Palavra nos diz sobre quem Deus é, depois tudo o que a Palavra nos diz sobre quem Jesus é, e depois tudo o que ele fez por nós. Depois, a teologia sistemática prossegue para considerar a doutrina do homem, do pecado, da santificação, dos sacramentos, da igreja e do fim dos tempos.  Teologia sistemática é uma maneira de olhar para a revelação de Deus que fortemente afirma a coerência e consistência de tudo o que Deus revela. É uma tentativa de colocar todos os textos em seu contexto último — todos os outros textos.

Entender Teologia nos Mantém Mais Seguros

Sua importância é dupla. Primeiro, ela nos mantém mais seguros. Por ser a Bíblia verdadeira em tudo o que ela ensina, por ela ser um livro, uma maneira pela qual podemos saber se estamos entendendo incorretamente parte dela é analisando se o nosso entendimento contradiz o entendimento de outra parte dela. A sistemática é como a polícia da verdade, nos parando na estrada quando as nossas conjecturas nos levam em direção ao perigo. É a cerca que impede que as ovelhas vaguem por aí.

Entender Teologia nos Ajuda a nos Alegrarmos na Glória de Deus

A segunda razão pela qual a sistemática é importante é frequentemente negligenciada mesmo por aqueles que amam teologia sistemática. Quando feita devidamente, a teologia sistemática tem a capacidade de abrir os nossos corações e mentes para que possamos ver mais plenamente e nos alegrarmos mais profundamente na glória de Deus. Quando estamos mais interessados na engenhosidade do nosso sistema do que na glória do Theos, estamos fazendo errado. Em outras palavras, a santidade de Deus é uma boa coisa a se estudar. Mas se o nosso estudo termina com uma orgulhosa postura intelectual, se saímos do estudo nos achando muito inteligentes, nós fizemos um péssimo estudo. Enquanto o resto do mundo evangélico parece estar sujeito e determinado a buscar zelo sem conhecimento, temo que nós tenhamos aprendido a ser céticos quanto ao zelo ao invés da ignorância. A resposta ao zelo sem conhecimento nunca é conhecimento sem zelo, mas zelo inspirado, orientado e informado pelo conhecimento.

Estudar a santidade deve levar ao arrependimento. Estudar a salvação deve levar à gratidão. Estudar o fim dos tempos deve levar à esperança.  Precisamos estudar para nos aperfeiçoarmos, isto é, para que produzamos o fruto do Espírito. A sistemática não é um esforço árido, mas em vez disso deve ser um fertilizante para o fruto do Espírito. Conhecer a Deus é vida. Estudá-lo, portanto, é saúde.

Por: R. C. Sproul Jr. © Highlands Ministries. Website: highlandsministriesonline.org. Traduzido com permissão. Fonte: What is systematic theology & why is it important?

Original: O que é teologia sistemática e por que ela é importante? © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Tradução: Alan Cristie.

16 Comentários
  1. Claudimir de Morais Diz

    Acho que o irmão Sproul foi infeliz em usar a expressão “Todos nós, profissionais e leigos…” Seria essa expressão a continuação da ideia católica de clero x leigos??? Espero que tenha sido erro de tradução.

  2. Rodrigo Moreira Diz

    Caro Claudimir, penso que o profissional neste caso se deve ao fato do irmão Sproul exercer a profissão de professor de Teologia Sistemática. Só isso. Com todo respeito, ir além disso é procurar pêlo em ovo.

  3. Ademir Borba Cordeiro Diz

    Mesmo que ele seja professor ou mestre, jamais pode ser um profissional da área, pois ensino no Reino de Deus é ministério, conforme Paulo ensina a Igreja em Éfeso(Efésios 04:07), mas creio que o irmão, conhecedor e mestre da Palavra, não quis dizer ser um profissional da área!!!!

  4. Claudimir Diz

    Olha irmão Rodrigo, concordo com o fato dele ser professor da área. Mas temos de ser cuidadosos com as palavras. Nós temos 500 anos de protestantismo, para provar que essa sombra de “clero x leigos” insiste em permanecer entre nós. É só olhar à volta para perceber a influência dessa idéia romanista. Como disse alguém, “somos protestantes na teoria e católicos romanos na prática.

  5. Claudimir de Morais Diz

    Acho que o irmão Sproul foi infeliz em usar a expressão “Todos nós, profissionais e leigos…” Seria essa expressão a continuação da ideia católica de clero x leigos??? Espero que tenha sido erro de tradução.

  6. Donato Silva Diz

    O diabo só vence apelando pelo zelo sem conhecimento, pois as tolices só existe no meio cristão por falta de conhecimento e entendimento Oséias: 4:6… todos querem ser filhos de DEUS para isso
    tem que conhecer o pai que nos chama para o seu reino de santidade Hebreus 4:12

  7. Claudimir de Morais Diz

    Acho que o irmão Sproul foi infeliz em usar a expressão "Todos nós, profissionais e leigos…" Seria essa expressão a continuação da ideia católica de clero x leigos??? Espero que tenha sido erro de tradução.

  8. Rodrigo Moreira Diz

    Caros irmãos Claudimir e Ademir, entendo a preocupação de vocês. E concordo que à luz da Palavra o irmão Sproul exerce um ministério de ensino. Só acho que se apegar isso num texto que trata do assunto é excesso de zelo. Mas, respeito as vossas opiniões e dou glória a Deus pelo zelo de vocês para com as coisas do Reino. Fiquem na paz.

  9. Muito bom este estudo.

  10. Claudimir de Morais Diz

    Olha irmão Rodrigo, concordo com o fato dele ser professor da área. Mas temos de ser cuidadosos com as palavras. Nós temos 500 anos de protestantismo, para provar que essa sombra de "clero x leigos" insiste em permanecer entre nós. É só olhar à volta para perceber a influência dessa ideia romanista. Como disse alguém, "somos protestantes na teoria e católicos romanos na prática".

  11. Victor Lucas Diz

    Idai que ele é ou não professor, o importante foi os pontos que ele tratou sobre a teologia, pouco me importa se é ou não docente, o que importa é se ele trata Deus como alguém que está perto e não longe e se ele está acrescentando nas nossas vidas, tenho 17 anos e vejo que discutir o profissionalismo disso ou daquilo é em vão, o que importa é sabermos mais de Deus e voltarmos a ser simples. um pão, um peixe e ir pregar aos pescadores, prostitutas, ladrões, e a nós mesmos.

  12. Hiagoo Martins Diz

    Concordo plenamente, não temos uma gota de protestantismo na nossa atual igreja evangélica.

  13. Muito bom este estudo.

  14. Osvaldo Barbosa Diz

    Hiagoo Martins verdade, mas o exerci-o do dom do ensino tem que ser aplicado, mesmo sem que a pratica desse dom não seja exercida na vida do que ensina, mas produzi no coração de quem quer aplicar na sua vida. a visão da cobrança para quem esta ensinando sempre é grande, pois da a ideia de quem ensina tudo, vive tudo, e jamais alguém pode ensinar tudo é viver tudo, a bíblia toda, a palavra toda, ou seras perfeito, somos misticos, somos palpáveis, somos idolatras do visível, mesmo sabendo que temos que focar somente em cristo.

  15. Muito bom este estudo.

  16. Hellen Oliveira Diz

    Ao ler onde diz que "depois tudo o que a Palavra nos diz sobre" esperava que estaria também o Espírito Santo, mas não li.Não podemos esquece-lo.

Comentários estão fechados.