um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

A Igreja: O Evangelho Visível – Ryan Townsend – Fiel Jovens 2016

Qual é a primeira coisa que lhe vem a mente quando você pensa sobre a igreja? Algo positivo, negativo, indiferente ou uma combinação disso tudo? E se você perguntasse para sua família, seus amigos e seus colegas de trabalho? O que eles responderiam? A igreja é bela aos olhos deles? Ela honra o evangelho ou é praticamente imperceptível?

Se pensarmos no evangelho como um belo diamante, a igreja serve como o anel de metal precioso que o eleva, guarda e exibe. A igreja está no centro do plano de Deus para o discipulado e para honrarmos o evangelho. A Bíblia ensina que Jesus deu uma tarefa aos cristãos para realizarem na igreja. Nós temos um ofício bíblico, um trabalho, de representar a Cristo na terra, expandir o alcance do Reino de Deus e guardar o povo de Deus em santidade. Nossa tarefa é manter visível quem está dentro e quem está fora da igreja. Resumindo, o evangelho cria as igrejas e as igrejas, então, protegem e proclamam o evangelho.

Despreze a igreja e você verá o trabalho do evangelho rapidamente ser engolido pelo fogo inimigo. A obra do evangelho precisa das linhas de abrigo e de fornecimento de igrejas construídas sobre a rocha da Escritura.

E esta visão da igreja tem implicações enormes em como entendemos a Grande Comissão. Jesus disse para ensinarmos tudo que ele ordenou. E como fazemos isso? Pela igreja! Vemos que os discípulos de Cristo entenderam que sua comissão envolvia plantar igrejas e levantar líderes. Não há forma melhor de fazer discípulos do que uma igreja bíblica, saudável e vibrante.

Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. (1Jo 1.7)

Você vê a conexão? O sangue de Jesus nos limpa dos nossos pecados, e nós temos comunhão genuína com Deus e um com os outros (isso é, se andarmos na luz, ou seja, arrependermo-nos dos nossos pecados e crermos em Cristo). Que linda imagem: uma comunidade sobrenatural, comprada pelo sangue de Cristo que nos fundamenta em relacionamentos reais – com nosso Criador e um com os outros.

Infelizmente, essa não é a experiência de todos. Em muitos lugares, a igreja local é muitas vezes esquecida como parte central da vida cristã. Muitos jovens não vão à igreja, pois os ministérios universitários para-eclesiásticos são muitas vezes melhores.

Porém, a Bíblia, especialmente o Novo Testamento, pinta uma imagem diferente da igreja.

Quando olhamos a Bíblia com uma visão panorâmica vemos que Deus criou os homens para eles pudessem exibir a sua glória (Gn 1-2). Porém, o homem ao cair, deixou de refletir o caráter de Deus (Gn 3). Nem o povo de Israel (Antigo Testamento). Contudo, o Filho de Deus refletiu a imagem de Deus perfeitamente (os Evangelhos). E agora a igreja é chamada para refletir a imagem de Deus (Novo Testamento) e na glória, a igreja irá refletir o caráter e a glória de Deus para todo universo, testificando de sua sabedoria e salvação (toda a Bíblia).

E quando olhamos, de forma mais focada, em Efésios 3.10 vemos que Deus irá glorificar seu nome “através da igreja”. Talvez essa seja a última coisa que você pensaria em ler. Talvez através da beleza da criação. Mas aqui, a Palavra de Deus diz que ele escolheu a igreja para demonstrar a sua multiforme sabedoria aos poderes nas regiões celestiais. O alvo é claro (vs. 20-21): dar glória a Deus Pai em Jesus Cristo e através da igreja em todas as gerações.

Você vê a relevância disso? A igreja é, então, uma embaixada do céu, do lugar de habitação de Deus, e nós somos embaixadores do Rei Jesus, de um Reino que não irá cair nem será corrompido.

O que isso significa para você, como indivíduo cristão? Imagem é tudo – Nós refletimos a imagem de Deus ouvindo sua Palavra

1. Deus deseja usar a vida corporativa da igreja local para realizar os propósitos mostrar sua sábia, santa e amável imagem para o mundo.

2. O trabalho de evangelismo e missões da igreja local está ligado à ao fata dela ser distinta do mundo. Isso significa que se há um adúltero liderando um ministério de sua igreja, você poderia até parar o seu evangelismo.

3. Precisamos redefinir nossa definição de sucesso. Sucesso não é o número de conversões ou batismos ou de prédios ou ser popular, relevante ou inovador. Precisamos definir sucesso como fidelidade a Deus e sua palavra. O pragmatismo seduziu a igreja a se desviar daquilo que Deus disse e a machucou grandemente.

4. Membresia de igreja é importante porque realça o amor comprometido que a Bíblia nos chama a vivermos na igreja.

Irmãos e irmãs, quando cristãos vivem juntos em aliança, em comunhão genuína, essas amizades refletem bem o caráter de Deus e exibem o seu caráter, ao passo que o evangelho os une através das diversas barreiras culturais.

Comentários estão fechados.