Uma conversa sobre a Bíblia, a igreja e os homossexuais | #VEcast 5

No dia 18 de junho, aconteceu em São Paulo a Parada Gay, em sua 21ª edição, com todas as suas provocações à igreja cristã. Não é de hoje que a igreja não está preparada para lidar com a questão da homossexualidade.

Assim, neste 5º VEcast converso com Alexandre (Sacha) Mendes, um dos pastores da Igreja Batista Maranata em São José dos Campos, sobre a Bíblia, a igreja e os homossexuais, dando continuidade à entrevista que gravamos: Um cristão pode ser gay? Ou ter atrações homossexuais?

Diante do fato de que a igreja evangélica brasileira não está preparada para responder de forma amorosa, o intuito de nossa conversa foi ajudá-la nessa questão. Trabalhamos três tópicos: (1) definindo os termos do debate; (2) como um membro de igreja deve interagir com homossexuais; e (3) como a igreja deve tratar membros com tentações homoafetivas.

Confira e deixe sua opinião. Se você acredita que este conteúdo será útil para a igreja brasileira, curta e compartilha.

Inscreva-se para acompanhar o #VEcast

Por: Vinicius Musselman. © Voltemos ao Evangelho. Original: Uma conversa sobre a Bíblia, a igreja e os homossexuais | #VEcast 5

5 Comentários
  1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

    Agradeço ao Jackson Jaques pelo insight “culpado e vítima do pecado”.

  2. Odenil Czaro Diz

    O grande problema é que a igreja quer trabalhar com o problema usando uma mascara.Eu defino essa mascara como os seguintes pontos:
    1-Não levar em consideração o passado em que ela foi perseguidora e que cometeu abusos com pessoas homossexuais.(E com outras pessoas também).A instituição precisa admitir suas culpas e corrigir -se.
    2-Sabem tudo sobre homossexualismo, sabem sobre a bíblia e nada sobre homossexuais.A maioria dos contextos que eles consideram como “Cura” são isolados e casos individuais próprios de cada um.Caso pessoal.Quanto a questão de ser amigo de gays a maioria dos crentes usam esse argumento como acessório.De repente é só uma pessoa que senta do lado que não troca intimidade.
    Enfim, são muitos os problemas das igrejas e pouco homossexuais que a querem frequentar uma vez que é uma ambiente de imaturidade onde pessoas fingem que sabem ajudar, que querem ajudar, que querem ser irmãos….A igreja é problemática e ela também precisa de cura para entender todos os problemas relacionados a pecados… Principalmente dos pecados dos outros.Eu concordo que ninguém tem um interruptor dentro do coração, porém quem pode ajudar diante de um ambiente problemático e doente?Com relação aos conflitos é verdade que a igreja faz errado, os pregadores fazem errado.
    Eu fico a disposição para retorno e parabéns pelo vídeo… achei bom porém, pouco reflexivo….

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Odenil, bons pontos. Obrigado por comentar!

  3. Junior Diz

    Olha é difícil lidar com essa situação quando você tem essa disposição homossexual, o medo de ceder, o medo de procurar alguém da igreja. A igreja não está preparada para isso. Sou seminarista, lido com isso e vivo suplicando a Deus por socorro e buscando alguém que possa me ouvir, aconselhar.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Junior, é por essa dificuldade que gravamos este cast, esperando preparar as igrejas. Por mais difícil que seja, recomendo que NÃO mantenha isso só para você. Não arraste este problema para o ministério. Procure seu pastor, até mesmo um bom professor ou o capelão do seminário. Se o rejeitarem, lembre-se que, se você crê, você é aceito em Cristo… e procure outra pessoa.

      Em Cristo,
      Vinicius

Comentários estão fechados.