Perseverando em meio às dificuldades do ministério pastoral

Na semana passada, um dos meus mestres e heróis ministeriais, Bill Hughes, disse adeus para sua amada esposa, com quem esteve casado por 60 anos. Ela foi para a glória, onde se encontrou com seu Salvador, e seu sofrimento chegou ao fim. Bill passou a maior parte do seu longo e fiel ministério servindo na Escócia. Durante a semana, enquanto eu pensava no Bill e orava por ele, lembrei-me de uma verdade simples, mas profunda que eu aprendi com ele sobre como perseverar em meio às constantes lutas do ministério pastoral. Em uma exposição de 2 Coríntios 4 que eu ouvi Bill Hughes pregar, ele fez a seguinte observação para responder à persistente questão: “O que eu faço para perseverar em meio às dificuldades do ministério pastoral?”

“Nunca se esqueça da dívida que temos com a misericórdia”.

Entendeu o que eu quero dizer? É uma verdade simples e impressionante. Contudo, quando aplicada a qualquer coisa que nós, como pastores, estamos sujeitos a enfrentar, é capaz de produzir perseverança em cada tribulação, luta e dificuldade. Bill ensinou que quando nos lembramos de quem éramos e da imensa dívida que temos com a misericórdia de nosso Salvador, seremos mais pacientes, graciosos e misericordiosos até mesmo em meio aos conflitos e às reclamações mais teimosas e insignificantes que experimentamos na igreja. Do mesmo modo, se esquecermos de quem éramos e subestimarmos a dívida que temos com a misericórdia no evangelho, essas mesmas pessoas e questões nos consumirão, nos destruirá e destruirá o nosso ministério.

Queridos irmão, se você se sentir desencorajado, com raiva, se perguntando porque algumas pessoas da sua igreja dizem as coisas que dizem e agem da maneira que agem, e você não consegue mais suportar… não se esqueça da dívida que você tem com a misericórdia. É uma dívida maior do que você e eu seríamos capazes de quitar. É uma dívida que deve ter mais peso em nossos corações alegres do que a pessoa mais difícil de nossa igreja. Aplique essa poderosa verdade, que eu aprendi com esse homem agradável e fiel, e descubra se você é capaz de encontrar a esperança e a perspectiva que você precisa para aquela pessoa ou circunstânica difícil que você precisa enfrentar em seu ministério.

Por: Brian Croft. © Practical Shepherding, Inc. Website: practicalshepherding.com. Traduzido com permissão. Fonte: How do I endure through the difficulties of pastoral ministry?

Original: Perseverando em meio às dificuldades do ministério pastoral. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Tradução: Frank Brito. Revisão: Filipe Castelo Branco.

Comentários estão fechados.