Dois métodos de leitura bíblica

Trecho retirado com permissão do livro: David Helm, One-on-one Bible Reading (futuramente pela Editora Fiel).

Muitas pessoas têm considerado os dois métodos ou estruturas para a leitura da Bíblia a seguir muito úteis, especialmente para começar a leitura. Quando você é novo na leitura da Bíblia em duplas, usar um desses métodos geralmente ajuda você a entrar no texto e começar a extrair suas riquezas.

1. O método sueco

Essa é uma estrutura muito simples, com pequenos passos, para pessoas que se sentem inseguras sobre sua capacidade de começar a fazer uma leitura bíblica em dupla. Você pode começar com essa abordagem (talvez por um tempo) e então passar para o método COMA (veja abaixo), mais substancial quando tiver um pouco mais de confiança.

Essa maneira simples de ler a Bíblia foi aparentemente popularizada por Ada Lum, uma funcionária da International Fellowship of Evangelical Students [Fraternidade Internacional de Estudantes Evangélicos]. Ela o nomeou o método em referência ao grupo de estudantes suecos onde ela o viu ser usado pela primeira vez. Funciona assim:

1) Leiam a passagem em voz alta.

2) Cada pessoa então lê a passagem por conta própria e procura três coisas:

Uma lâmpada: qualquer coisa que brilha na passagem e chama a atenção; pode ser algo importante, ou algo que particularmente impressiona o leitor.

Um ponto de interrogação: qualquer coisa que seja difícil de entender; algo que o leitor gostaria de poder perguntar ao autor.

Uma seta: qualquer coisa que se aplique pessoalmente à vida do leitor.

3) Cada pessoa deve escrever pelo menos um item e não mais do que três em cada categoria. Se você se prepara para a sua reunião em dupla com antecedência, então isso constitui a preparação. Cada pessoa deve chegar à reunião com pelo menos uma lâmpada, um ponto de interrogação e uma seta retirados da passagem.

Se você não se prepara com antecedência, precisará permitir algum tempo para cada um reler a passagem e anotar sua lâmpada, ponto de interrogação e seta. Você precisará dar entre 5 e 10 minutos para isso, dependendo da extensão da passagem.

4) Cada um compartilha sua(s) lâmpada(s) e discute.

5) Cada um compartilha seu(s) ponto(s) de interrogação e, em seguida, faz o melhor possível para extrair as respostas da passagem (embora não importe se vocês não conseguirem encontrar uma resposta).

6) Cada um compartilha suas setas e discute.

7) Orem juntos sobre o que aprenderam.

Conforme você ganha confiança e cresce em familiaridade com a Bíblia, você pode expandir o leque de coisas a procurar ou considerar ao ler a passagem. Por exemplo, você pode procurar a ideia central da passagem (usando um símbolo de coração); ou pode escrever os nomes das pessoas que poderiam se beneficiar se você compartilhasse com elas o que aprendeu (usando um símbolo de balão de fala), com o objetivo de conversar com essas pessoas antes da próxima reunião. Cabe a você decidir quanto variar e expandir o método básico.

A grande força do método sueco é sua simplicidade. É uma maneira muito eficaz de começar a ler a Bíblia juntos, particularmente com pessoas que são novatas com a Bíblia ou que não confiam em sua capacidade de ler a Bíblia por si mesmas.

2. O método COMA

À medida que você se torna mais experiente na leitura da Bíblia, ou se estiver se encontrando com alguém que já é um cristão razoavelmente firme, sem dúvida descobrirá que deseja avançar um pouco mais na compreensão da passagem. O método COMA é uma excelente ferramenta para a leitura da Bíblia em duplas, tanto por causa de sua flexibilidade quanto porque ajuda as pessoas a integrar sua leitura bíblica pessoal com o quadro maior da Bíblia – o desenrolar da história do governo salvador de Jesus Cristo. Como resultado, esse método ajuda as pessoas a evitar armadilhas comuns na compreensão da Bíblia. E embora seja muito mais substancial do que o método sueco, o método COMA ainda pode ser usado facilmente por pessoas que não estão acostumadas a olhar para um texto bíblico com profundidade.

COMA significa:

Contexto

Observação

Mensagem

Aplicação

Esse é, de fato, um resumo de como lemos qualquer coisa. Mesmo quando pegamos um artigo de jornal, notamos que tipo de coisa estamos lendo e como ela se encaixa com outras coisas em torno dela (contexto); lemos as palavras, frases e parágrafos, tomando nota dos principais eventos, pessoas e conteúdo (observação); integramos o que observamos em nossas cabeças e formamos uma conclusão sobre o que o autor está tentando dizer (mensagem); e refletimos se a mensagem do autor tem alguma relevância para nossas vidas (aplicação).

Pode ser muito útil seguir o processo COMA conscientemente quando lemos a Bíblia, porque nos encoraja a fazer boas perguntas sobre o texto e a compreendê-lo clara e profundamente. Quando estamos lendo em duplas, ele também é muito útil em direcionar a conversa. Vocês podem fazer os quatro passos juntos e chegar a algumas conclusões, em vez de ficar rodeando com muitos pensamentos ou observações aleatórias diferentes.

Uma reunião de leitura da Bíblia em dupla usando o método COMA seria assim:

1) Leiam a passagem em voz alta.

2) Façam algumas perguntas sobre o contexto do texto:

  • Que tipo de escrita é essa (Uma carta, uma narrativa, um poema)?
  • Há alguma pista sobre as circunstâncias em que foi escrito?
  • O que aconteceu até agora?

3) Façam algumas perguntas de observação do texto:

  • Há alguma subseção ou quebra importante no texto?
  • Qual é o ponto principal (ou quais são)?
  • Que surpresas existem?
  • Quais são as palavras-chave?
  • Quais palavras ou ideias são repetidas?

4) Façam algumas perguntas sobre a mensagem do texto:

  • Como este texto se relaciona com outras partes do livro?
  • Como a passagem se relaciona com Jesus?
  • O que ele nos ensina sobre Deus?
  • Como podemos resumir o significado dessa passagem em nossas próprias palavras?

5) Façam algumas perguntas de aplicação do texto:

  • Como essa passagem desafia (ou confirma) meu entendimento?
  • Existe alguma atitude que preciso mudar?
  • Como esta passagem me chama a mudar a maneira como vivo?

6) Orem juntos sobre o que aprenderam.

Se você se prepara para as reuniões em duplas, esses quatro grupos de perguntas estabelecem a estrutura para a sua preparação. Cada pessoa se prepara para chegar à reunião com algo anotado em cada categoria: contexto, observação, mensagem e aplicação.

Uma das forças reais da abordagem COMA para a leitura da Bíblia é que ela é facilmente aplicável aos muitos gêneros diferentes de literatura que encontramos na Bíblia – Evangelhos, cartas, narrativas, poesia, profecia, provérbios e assim por diante. Para obter ajuda com a adaptação das perguntas do COMA para cada um dos principais gêneros literários que encontramos na Bíblia, veja o capítulo 10: “Ajuda para ler diferentes gêneros da Bíblia”.

Por: David Helm. © Editora Fiel. Website: editorafiel.com.br. Todos os direitos reservados.

Original: Dois métodos de leitura bíblica. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.