Marta e Maria se reconciliam

Ainda estamos no meio do ano e as férias estão longe. No entanto, quando perguntamos para as pessoas como elas estão passando a primeira exclamação que ouvimos geralmente é: — Estou cansada, tenho muitas coisas a fazer. Tenho as crianças para cuidar, o ministério na igreja para programar, as aulas de um novo curso que iniciam esse mês, a preparação da viagem que o marido vai fazer a trabalho.

A segunda pergunta em seguida a essa é: — E como está sua relação com o Senhor?

Então, ouvimos aquelas mesmas palavras que muitas vezes dizemos a nós mesmas tentando minimizar nossa negligente vida espiritual:

— Ah, sabe, com todas essas atividades intensas não tenho tido muito tempo, nem mesmo muita disposição para estar com Deus.

O que está acontecendo conosco? Temos tanta tecnologia e equipamentos domésticos e outras facilidades para nos ajudar a lidar com as tarefas da vida e no entanto estamos sempre entulhadas de atividades e coisinhas para resolver.

E disse Jesus:

“— Marta, Marta, andas inquieta e se preocupas com muita coisas.” (Lc 10.42a)

A nossa boa parte

“Entretanto pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria Pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.” (Lc 10.42b)

Ovelha, se temos feito coisas demais em nossas vidas e isso está nos impedindo de ter o que é mais importante para nossa alma eterna, então, devemos examinar a “Marta” que há em nós e avaliar com sinceridade onde estamos colocando nossos valores, expectativas e desejos.

Como estamos servindo ao Senhor com nosso tempo? Será que o nosso conhecimento de Deus é suficiente para reconhecermos e confiarmos em sua soberania e dar a ele as primícias de nosso tempo?

Para nos rendermos aos pés de nosso Senhor, o lugar onde mais importa que estejamos, precisamos conhecer quem é nosso Senhor e ouvir o seu convite:

“— Vinde a mim, todos que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e achareis descanso para a vossa alma.” (Mt 11.28-29)

Quando Jesus disse a Marta que só uma coisa importa: estar aos pés do Mestre e aprender dele, ele estava afirmando a ela que podemos descansar nele, sem receio de deixarmos muitas coisas por fazer!

Quando buscamos o Senhor ele nos dá repouso:

“Pois temos buscado ao Senhor, nosso Deus; temo-lo buscado, e ele nos deu repouso de todos os lados.” (2Cr 14.7b)

É Deus quem nos restaura as forças.

“Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.” (Is 40.29)

O Príncipe da Paz nos dá o privilégio de fazermos menos coisas para podermos estar com ele, aprender dele e descansar nele.

Podemos, em Cristo, ter a Marta e a Maria, que existe em cada uma de nós, reconciliadas e equilibradas, fazendo o que é necessário e também o que mais importa: estar com Jesus e aprender dele.

Martas e Marias, avante, ovelhas, Deus é convosco.

Por: Renata Gandolfo. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: Marta e Maria se reconciliam.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.