Teologia da Prosperidade

Você está aqui:

No vídeo abaixo, John Piper explica porquê a Teologia da Prosperidade é tão nociva a Igreja de Cristo.

Saiba mais sobre os argumentos do vídeo lendo os 12 apelos aos pregadores da prosperidade que Piper faz no e-book abaixo.

  1. Não Tornem o Céu Mais Difícil
  2. Salvem as Pessoas do Suicídio
  3. Advirtam Contra Investimentos Fracos
  4. Desenvolvam Donatários Generosos
  5. Promovam a Fé em Deus
  6. Eliminem os Perigos de Asfixia
  1. Preservem o Sal e a Luz
  2. Não Escondam o Custo
  3. Encorajem o Valor do Sofrimento
  4. Ensine-os o Ide
  5. Separem-se dos Mercadores
  6. Recomendem Cristo como Lucro

Baixe e distribua livremente o e-book abaixo. Há uma versão para impressão caso você queria imprimir folhetos e entregar.

Por John Piper. © Desiring God. Website:desiringGod.org

Original: To Prosperity Preachers

Tradução : voltemosaoevangelho.com

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que adicione as informações supracitadas, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Mais

 

 

FAQ – Perguntas Frequentes

Estamos abrindo essa seção para responder perguntas frequentes sobre este tópico. Se você tem alguma, por favor, poste um comentário e tentaremos respondê-la.

 1 – Devemos citar os nomes dos Pregadores da Prosperidade?

  • http://www.perdidospromundo.blogspot.com Jennifer

    Excelente, valeu VE.

  • Rafael Bastos

    tem como disponibilizar a imagem acima em uma maior resolução para ser compartilhada? e parabéns pelo post!

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vini

      Rafael,

      Você diz a primeira imagem? Quer em tamanho de wallpaper? Porque para compartilhar já está bem grande.

      Paz

      • calos

        II PEDRO 2

        Os falsos mestres, seu caráter, obras, e justo castigo

        1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

        2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;

        3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.

        4 Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo;

        • calos

          Por que as
          igrejas continuam cobrando dízimo como no tempo da Lei, visto que Paulo (Atos
          15) foi crítico em relação a ela?

          Hebreus 7;
          12 – “Pois quando há mudança de sacerdócio, necessariamente também há mudança
          de lei”.

          O sacerdócio no qual
          foi ordenado segundo a lei de Moisés para receber os

          dízimos é o
          sacerdócio levítico, dos filhos de Levi. Portanto a palavra

          é bem clara quando
          diz que, mediante a mudança de sacerdócio (cristo se

          tornou nosso mediador
          e sumo-sacerdote), automaticamente a lei anterior

          é abolida!
          Confirmando o que está no capítulo 8 e versículo 13:

          “Dizendo Nova
          aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado

          velho, e se
          envelhece, perto está de acabar”. Desse modo, a prática do

          dízimo pelo seguidor
          de Jesus é mais que uma heresia, é uma profanação

          do sangue da aliança
          superior feita por ele.

          Mais uma vez as
          escrituras sagradas não nos deixam dúvidas de que a antiga lei

          (dízimos) ordenada ao
          antigo sacerdócio (levítico) foi posta em

          obsolescência, em
          desuso, tornada inválida mediante á aliança superior

          advinda do novo
          sacerdócio de Cristo.

          Os pastores não são
          sacerdotes! Nem da tribo de Levi nem de tribo nenhuma, simplesmente

          porque não são
          judeus! Mas gentios (brasileiros, colombianos,

          argentinos…)

          De modo que se
          utilizarmos a lei ordenada ao sacerdócio antigo, negamos categoricamente o novo
          sacerdócio de Jesus,

          o seu sacrifício, a
          sua aliança, pois assim está escrito: Gálatas 5; 4

          – “Estais separados
          de Cristo, Vós que se justificam na lei. Da graça caístes”.

          No versículo anterior
          Paulo relata que todo aquele que se deixa

          circuncidar, está
          obrigado á observar a lei: (Gálatas 5:3) – “E de novo

          protesto a todo o
          homem, que se deixa circuncidar, que está obrigado a

          guardar toda a lei”.
          Se você se submete á doutrina do dízimo (elemento

          do sacerdócio antigo
          e abolido), está portanto obrigado á observar toda

          a lei! E portanto
          está separado de Cristo, da graça você caiu.

          Os que tomam o dízimo
          do povo, tornam á obedecer á ordenança dada ao

          antigo sacerdócio que
          por cristo foi abolido, desse modo profanam a

          aliança feita por
          ele: (Hebreus 10:29) – “De quanto maior castigo

          cuidais vós será
          julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o
          sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da
          graça?…

          Terrível coisa é cair
          nas mãos do Deus vivo!”. Se pedirmos orientação

          ao Espírito Santo e
          examinarmos ás escrituras, veremos que sobre juízo

          terrível estão os
          mentirosos e enganadores que profanam a nova aliança

          vivendo e ensinando
          os outros á viverem segundo a outra, e não os

          supostos ladrões que
          roubam o dízimo e as ofertas descritas no livro de

          Malaquias.

          Ladrão é quem não dá
          o dízimo, ou quem os recebe?

          Mais um cumprimento
          da palavra

          Esta forma de
          profanação já estava profetizada! Vejamos o que nos alerta o apóstolo Pedro (2
          Pedro 2; 1-3): “Assim como surgiram falsos profetas no meio do povo, também
          haverá entre vós falsos mestres que introduzirão secretamente, idéias
          destruidoras, chegando á renegar o soberano Senhor que os resgatou (Jesus). E
          muitos seguirão as suas doutrinas, e por causa deles será difamado o caminho da
          verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais
          já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não
          dormita”.

          – “introduzirão
          secretamente…”: Os falsos mestres introduziram, já há

          muito tempo idéias
          destruidoras na mente da Igreja de Jesus, entre elas

          á do dízimo.
          Precisamos estudar a história e verificar aonde ocorreram

          estes desvios. Eles
          estão localizados na institucionalização da Igreja

          (século IV; imperador
          Constantino e Flávio Teodósio em 391) e na

          reforma protestante;
          ambos movimentos pagãos.

          – “chegando á renegar
          o soberano Senhor que os resgatou”: Há muitas maneiras de se negar á

          Jesus. A cultura
          religiosa nos ensinou que somente se nega á ele como

          Pedro fez, ou se
          colocarem uma arma na nossa cabeça e nos abrigarem á

          renunciarem a nossa
          fé; errado! Negamos á Jesus quando pregamos outro

          evangelho diferente
          daquele que ele mesmo ensinou e também aos

          apóstolos. Negamos á
          ele quando colocamos ao lado de nome tudo o que

          lhe é contrário,
          quando ressuscitamos o antigo pacto, valorizando o que

          ele aboliu e
          menosprezando o que ele instituiu.

          – “e por causa deles
          será difamado o caminho da verdade”: De fato; o caminho da verdade foi

          blasfemado! Por causa
          do joio dentro do trigo, por causa dos lobos em

          pele de cordeiro.

          – “E por avareza
          farão de vós negócio com palavras fingidas”: essa frase diz que os falsos
          profetas iriam transformar tudo em

          mercadoria, e fazer
          do povo uma mercadoria, brincando de Deus,

          controlando as
          pessoas como gado. Como Deus já havia condenado no

          passado: (Miquéias 3;
          1-5) – “Escutai ó líderes de Jacó, e magistrados da casa de Israel … Eles
          comem a carne de meu povo, e arrancam a sua pele, quebram seus ossos para a
          panela, e carne para o caldeirão…

          O senhor diz assim
          sobre os profetas que fazem errar o meu povo;

          aqueles que têm algo
          para mastigar com os dentes clamam: paz! E os que

          nada põe em sua boca
          declaram guerra contra eles”. Bem… O sistema religioso é o mesmo ontem, hoje
          e sempre será; o que lemos acima fala por si mesmo.

          A origem do dízimo,
          no Antigo Testamento, se encontra no fato que a tribo de Levi, os levitas, não
          teve nenhuma herança; era um povo sem terra, sem condições de ganhar a própria
          vida. Por isso se ordena aos demais membros do povo que contribuam com a sua
          sobrevivência. Com isso sublinhamos que o dízimo, na sua origem, não é
          destinado aos sacerdotes, mas tem como intenção sanar uma disigualdade social:
          compensar a falta de propriedade que atingia os levitas. Os sacerdotes, invés,
          sobreviviam com os sacrifícios que o povo oferecia, que eram diferentes do
          dízimo. Frizamos, contudo, que existe uma grande confusão neste campo, pois,
          graças sobretudo ao livro de Números, os sacerdotes, descentendes de Aarão, são
          considerados Levitas. Porém, se lermos Ezequiel, por exemplo, existe uma nítida
          diferença entre sacerdotes e levitas. E depois, a confusão aumentou porque o
          dízimo era entregue no Templo e portanto, parece, que era controlado pelos
          sacerdotes. De qualquer forma o fato que a Lei obrigue que, a cada 3 anos, o
          dízimo não seja levado ao templo, mas pessoalmente aos levitas e pobres,
          ressalta a índole do dízimo.

          A situação é a
          seguinte:

          Na comunidade cristã
          de Jerusalém há pobres que passam por dificuldades. Por isso o apóstolos dos
          gentios promove uma coleta junto aos cristãos de Corinto que ajude
          materialmente esses cristãos, que ele chama de “santos”. Para
          motivá-los, com seu método retórico, Paulo, primeiro de tudo, descreve o
          exemplo de generosidade dado pela Igreja de Macedônia: uma comunidade pobre que
          deu mais do que podia para ser solidária com os cristãos de Jerusalém. Em
          seguida elenca os motivos pelos quais os cristãos de Corinto deveriam ser
          solidários com aqueles de Jerusalém: a generosidade de Cristo, que por nós se
          fez pobre; a necessidade que haja igualdade entre as comunidades (“o que
          para vós sobeja suprirá a carência”). Diante da eventual

          Quanto à coleta para o povo de Deus, façam como ordenei às
          igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma
          quantia, de acordo com a sua renda, reservando-a para que não seja preciso
          fazer coletas quando eu chegar.

          1 Coríntios 16:1-2

          Porque, se há prontidão, a contribuição é aceitável de acordo com aquilo que
          alguém tem, e não de acordo com o que não tem.

          2 Coríntios 8:12

          No presente momento, a fartura de vocês suprirá a necessidade deles, para que,
          por sua vez, a fartura deles supra a necessidade de vocês. Então haverá
          igualdade, como está escrito: “Quem tinha recolhido muito não teve demais,
          e não faltou a quem tinha recolhido pouco”.

          2 Coríntios 8:14-15

          Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por
          necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

          2 Coríntios 9:7

          Não lhe parece que o “espírito” de todos eles é o mesmo? Não lhe
          parece uma espécie de modus operandis da igreja? Eu lhe afirmo que em nenhuma
          das epístolas de Paulo, que foi o apóstolo que mais abriu igrejas no I século,
          há qualquer orientação sobre ofertar a Deus que não siga esta
          “cartilha”.

          Quando olho para as práticas vigentes em nossos dias, para o espólio dos
          incautos através da venda de “milagres”, do tráfico de influência, da venda de
          objetos supostamente imantados, das barganhas feitas com o “sagrado”, das
          manipulações calcadas em frases de efeito, dos cálculos que garantem o retorno
          sobre o “investimento”, fico imaginando o que pensa o Todo-Poderoso a respeito
          disso…

          O que temos aí é, na verdade, doutrinas de demônios! É o “pague e peque”, o “dá
          ou desce”, o “dê que cresce” e o “você merece”. Eu confesso que temo e tremo só
          de imaginar como o Pai tratará aqueles que estão profanando o Sangue do
          Cordeiro. Sim, é isto que estão de fato fazendo, uma vez que reeditam a
          necessidade de se realizar novamente sacrifício em prol de se alcançar todo
          tipo de benesse e, de quebra, até a salvação.

          E mais… Peca quem faz da igreja seu cabide ministerial, sua realização
          pessoal, quem retira financeiramente dela aquilo que ela não suporta, quem
          compromete quase que integralmente todas as receitas para viabilizar o salário
          de obreiro(s) e
          pastor(es).
          Eu sou pastor, servo da igreja, portanto, tenho autoridade para pregar o que
          prego!

          , a ajuda à igreja,
          não é, sobretudo hoje, o único modo de praticar tal empenho. Pode ser um deles.
          No período do Antigo Testamento não existia o estado, que se preocupava das
          questões sociais. Hoje, em muitos lugares, essa tarefa não é mais missão da
          igreja. Os fiéis devem garantir, com generosidade, sem dúvida, o funcionamento
          físico da assembleia, mas isso não pode absolutamente levar o cristão a
          influenciar economicamente sua vida, aquela de sua família.

          Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo
          meu, para que não sejas participante dos sete pecados, e para que não incorras
          nas suas pragas.Apocalipse 18:4

          Cada dia passa
          aumentando mais o comercio com a palavra de Deus,estão fazendo dos púlpitos nas
          igrejas um balcão de negócios,e nós não podemos nos conformar com essas coisas.

          Os caídos agem
          exatamente como Saul correm de um lado para outro buscando onde suas razões possam ser
          aceitas,estão preocupados em benefícios para está vida.

          Buscam ter um governo nas mãos para explorarem
          a fé Cristã. E ouvi outra voz do céu,
          que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus
          pecados, e para que não incorras nas suas pragas.

          Apocalipse 18:

          Para igreja fiel
          independente de idade crianças,adolescentes, jovens,mulheres e homens cheios do
          Espírito Santo,a palavra é:

          Deus vai a frente e
          se Deus é por nós quem será contra nós.

          Que diremos, pois, a
          estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?Romanos 8:31

          Quem intentará
          acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.Romanos 8:33

          O Senhor Jesus Vem!!!

  • http://www.aseducaodocristianismo.blogspot.com Pr. Bill

    Valeu esta coletânea! Só que eu tenho um problema visualizando algumas coisas no e-book. O problema é minha versão de Acrobat Reader, ou fizeram o upload assim?

  • tito monteiro

    Eu entendo que Deus é um SER próspero e dono de toda a riqueza. Ainda não entendo ser filho pobre de um Pai riquíssimo. A ” teologia da prosperidade ” ensinada hoje tem muitas distorções,mas as Escrituras confirmam as bênçãos. Não consigo entender o que os teólogos anti “teologia da prosperidade” andam dizendo que Deus prefere que o Seu povo viva na miséria,na pobreza, na mendicância e etc,etc.,e não apresentam uma proposta bíblica para e exemplos de homens ricos como Neemias e outros que possuindo riquezas serviram a Deus servindo aos necessitados. Mamon ou Deus ? Eu prefiro os dois. O dinheiro de Mamon deve ser usado para a glória de Deus, então eu preciso aprender o que significa o termo “para a glória de Deus”. Adorar a Deus é o grande mandamento, fazer de Mamon a mula de Deus é o que nós ainda não aprendemos. Tito from brasília.

    • http://caminhodesalvacao.blogspot.com Marco Antonio

      Caro irmão Tito, quando você diz que Deus é um Pai riquíssimo e nós como seus filhos temos que ser pobres, creio que você não prestou a devida atenção na passagem bíblica que diz que Jesus Cristo, presta atenção, não estou falando de nenhum profeta nem outro personagem bíblico, estou falando do próprio Jesus Cristo, nasceu em uma manjedoura, creio eu que você saiba o que isso representa né? Ele nasceu em um celeiro, no lugar mais pobre que poderia, junto dos animais, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, nasceu em um lugar desprezível e sujo, e sem nenhum pouco de regalias, e isso não tira a certeza que de Ele era e é realmente o Filho UNIGÊNITO do Deus Pai. Portanto quando você diz que é a favor dessa “teoligia da prosperidade” e diz ser a favor do dinheiro de Mamon, você deixa de ser filho de Deus para se tornar uma criatura de Deus( bem creio que você saiba o que é isso), e na propria palavra diz: “É IMPOSSÍVEL o homem servir a dois Senhores” e também fala “Onde a Luz, não a Trevas, e onde a Trevas, não há Luz”, portanto, a partir d momento em que você deixa de servir a Deus para servir a Mamon, você deixou de lado o bem mais precioso, mais que o dinheiro, que pode sim comprar o que você quiser aqui na terra, mais perdeu o direito de entrar nos portões celestiais. Espero que você leia isso e que Deus te ilumine para que este seu pensamento mude. Que Deus te abençoe.

      • André

        -gostaria apenas de parabenizá-los pelo difícil trabalho que estão fazendo ,combatendo a alienação religiosa, que está tomando conta da mente de muitos….

    • Alan de Oliveira

      Irmão Tito,

      eu não preciso de riqueza pra servir a Deus, a minha felicidade está em meu Senhor. Se não for assim, pode ter certeza, não temos parte com ele. É como Piper e a Bíblia diz, devemos aceitar Jesus com Senhor, Salvador e como nosso Tesouro. Qual é o nosso tesouro? Jesus não disse que não devemos ajuntar tesouros na terra?, e sim ajuntar tesouro nos céus onde a traça e a ferrugem não corroem?. Jesus também disse que é mais fácil um camelo entrar no fundo de uma agulha do que o rico entrar no reino dos céus? E té onde eu sei um camelo não entra no fundo de uma agulha.
      Irmão tito, espero que não esteja iludido com esses pregadores televisivos, a riqueza nunca fizeram parte da verdadeira igreja, no novo pacto, quem era rico? Pedro? Paulo? João?… todos eles sofreram muito, mas muito mesmo a ponto de passar fome, apanhar, ser preso, se Deus é um Deus riquíssimo, porque deixou seus filhos passarem por isso?
      Olha, não consigo assimilar de forma nenhuma a vida sofredora, pobre que não teve beleza nenhuma, de Jesus Cristo, com as bençãos que vc diz. Veja que bençãos financeiras são para o antigo pacto, com os Judeus, você sabia que os judeus são os mais ricos do mundo? não confunda a promessa deles com a nossa, a nossa é muito maior.

      que Deus te abençoe

    • Kennedy

      Se vc lesse mais a biblia e falace menos, entenderia o que signifaca.

      • Robson

        Concordo Kennedy.
        E se você, Kennedy, lesse mais a bíblia e escrevesse mais, entenderia o português melhor.
        kkkkkkkk

    • ReiDantas

      irmão Tito, em nome de Jesus, me mostre uma passagem na Bíblia na qual Deus instrua seus servos a usa Mamon como mula de Deus. É contraditório dizer que Deus é riquíssimo, dono do ouro e da prata, porém, dizer que ele precisa que usemos para sua obra o dinheiro de Mamon. Deus é riquíssimo e nos deu a mais rica das promessas: o céu! E nao é o fato de ser rico ou miserável que nos torna mais ou menos arovados por ele. O irmao comentou que o próprio Cristo foi pobre (e se vc reparar que sua família, ao apresentá-lo a Deus, ofertou um casal de rolinhas, verá que sua linhagem era miserável), Paulo sofreu com imensas perseguições, tribulações; Tiago foi deapitado; Pedro morreu em uma cruz, de cabeça pra baixo; Jesus teve o seu coração alegrado pela oferta de uma viúva pobre. Não é temos que denota a nossa fé. E Deus também não estar a nos oferecer dinheiro, cargos, casas, carros… prosperidade. Não, não! Ele nos oferece o Seu Filho, o maná de nosso dias é o próprio Cristo, crucificado, morto e eficaz para nos livrar da vida de pecados, nos resgatar do maligno, restaurar nosso ser, mudar completamente nossa alma, nosso espírito e corpo e nos transportar para o reino de sua maravilhosa luz. Os recursos? Ele tem! não precisa pegar de Mamon, nem buscar a Deus em troca de riquezas ou unções financeiras…

    • http://www.voltemosaoevangelho.com Airton Cláudio

      Sabe o que eu vejo nos corações dos pregadores da prosperidades, não só neles mais na membresia da igreja que vive escutando essas heresias?!

      Eu digo: Não importa o que recebemos, o importante é que Cristo nos salvou, se Ele quiser nos abençoar ou não já estamos gratos, porque até mesmo o ar que estamos respirando é Ele nos abençoando está vivo ainda. Então para mim o que importa é está em Cristo.
      Ai a pessoa diz:
      – Isso é verdade, mais por agente está em Cristo ele nos abençoa financeiramente entre outras coisas…

      Veja onde está o coração do sujeito! Falamos que nossa riqueza é Cristo, falamos que nosso tesouro é Cristo e o cara sempre coloca a prosperidade financeira no meio, o coração dessa pessoa é ou não é voltada ao dinheiro? Quer usar o dinheiro para a glória de Deus? http://www.portasabertas.org.br e doe sem o sentimento no seu coração de: “Estou doando, Deus está vendo.” PAZ!

    • Robson

      O que Deus diz para nós? Sejam pobres? miseráveis?
      Eis a resposta: Sejam ricos, mas ricos em boas obras.

      Leia este texto com atenção:

      I Timóteo 6:17 manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a sua esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que nos concede abundantemente todas as coisas para delas gozarmos;

      >> I Timóteo 6:18 que pratiquem o bem, que se enriqueçam de boas obras, que sejam liberais e generosos,

      I Timóteo 6:19 entesourando para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a verdadeira vida.

    • Alexandre Moreira

      Creio que ninguem quer ser pobre. Ser pobre é muito ruím. Creio que qualquer um concorda que ao longo da vida, estudamos, fazemos planos, trabalhamos, para ter em primeiro lugar: fonte de suprimento das necessidades basicas(moradia, roupas, saúde, alimentação,etc) e posteriormente conforto. É nesse ponto que o homem se perde. O excesso de conforto, cria uma ciranda de satisfação e insatisfação que se perde em um ciclo sem fim, que distrai, e transforma isso no centro da busca humana nessa terra. Deus então fica de fora disso. Dai o que foi que inventaram?? A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE, que aponta esse caminho de facilidades, felicidade, conforto. Nessa “visão”, Deus é quase um “genio da lampada”, que existe para satisfazer nossos sonhos, desejos e deleites. Enquanto a pregação primitiva era mudar o homem das inclinações e busca somente pelos prazeres e saciamentos sensuais e biológicos para que se reconectasse com as coisas do alto, de se relacionar com o Transcendente, agora convivemos com isso tudo, e mais: como a aprovação e ajuda de Deus! Deus passa a ser uma Força ou Fonte ou o “Universo” e a fé, se transforma um mecanismo magico de conecção com essa Fonte de todas as coisas. O Poder da Fé é comumente invocado, não é bem a Deus que invocam mas o exercício da Fé somente, da Determinação, da Afirmação Positiva e repetitiva, que atrai o que não é para que seja. O carro novo, agora não se compra, se adquire pela fé. Para o emprego, não se exige mais qualificação, se determina e pronto. É lamentavel a falta de conhecimento do povo que não percebem o engodo sutil, que nos pega em nossa indolência, preguiça e desespero.

    • Alexandre Moreira

      Ao sr Tito, comento apenas que as vezes erramos não em nosso raciocínio, que pode ser perfeito, porem na premissa do desenvolvimento do mesmo. Por ex: Deus não é rico. Não é prospero. Essa classificação é contextualizada em nossa realidade não na Dele. Derrubando conceitualmente esse primeiro pilar, derrubamos todo o discurso pró teologia da prosperidade.
      Ouro e prata, para Deus (e para qualquer geólogo humano) não tem “valor de mercado”. É apena minério. Num nível mais prescrutante – apenas arranjo de de átomos e elétrons. Preço das ações, Bolsa de Valores, pra isso tudo Deus não está nem ai. Deus não é um Homem Ricaço, lá nas nuvens e eu sou o filhinho “playboy”, do Papai, que não trabalha, e vive de “mesadas” do Paizão Milionário Celestial. Me parece que esse é o equivoco que todos que embarcam por essa corrente de pensamento, cometem. Não temos que provar para Deus que se enriquecemos, ele se alegrará mais conosco. Que temos que ser o primeiro lugar em tudo, para a “glória do seu Nome” (isso é mais para a nossa gloria não acha?). Quando o apóstolo Paulo fala de corrida e da necessidade de chegar em primeiro lugar, fala de esforço, determinação, e o contexto nem é na vida de sucesso econômico e sim do desespero de não perder o alvo, a salvação, o próprio Deus!

  • Francisco

    Nossa VE!!! vcs estão cada vez mais acessíveis
    Ebook, pdfs, videos, isso é demais!!!
    parabéns Continuem sendo um canal até Cristo
    Obrigado

    Francisco – Porto Alegre – RS

  • http://artsanalia.blogspot.com Anália

    Ótimo,muito obrigada!
    Estava precisando de algum material sobre este tema.valeu mesmo!

  • Prº William Cabral

    sinto-me extremamente feliz em poder me utilizar de um instrumento tão fantastico como este(internet) e fazer a defesa do verdadeiro evangelho,tenho tido muitas dificuldades doutrinarias dentro da minha Igreja, onde a evasão de irmãos é grande, irmãos estes que migram para as igrejas que pregam o evangelho falso da prosperidade,porem ainda existem cristãos comprometidos com a verdade e voltados para o evangelho cristocentrico e somos nós os remanecentes de Deus que batalharemos pela fé que uma vez foi dada aos santos(Jd 1.3), sempre revestidos com a armadura de Deus(Ef 3.10-) sabendo que em cristo somos mais que vencedores.

  • Alceu Petró Júnior

    Muito bom!!!

  • falkner

    Pessoal do VE, parabéns pela iniciativa! Glória a Deus por suas vidas.
    O vídeo e o e-book foi muito significativo para minha fé no plano de Cristo e na minha rejeição aos discursos, às vezes sutis, dessa falsa teologia ‘da moda’.

    Na Paz!

  • gilberto

    Nem perdi meu tempo vendo nada por aqui..

    NO HEBRAICO NUNCA EXISTIU ( ceu.. inferno e diabo )

    no intanto ja sabe o que poderia ser o novo testamento ne ?

    ABRAÇOS a quem quiser procurar a verdade …..

    • Daniel Lima

      Só eu não entendi?

  • kleber

    concordo com vcs meus queridos em Cristo até pq hoje tenho orado para que a igreja em que faço parte volta a essencia pois abriram as portas a teologia da prosperidade e nossa isso tem me encomodado muito e me entristecido
    paz boa tarde

  • Ivan S. Sampaio

    Ah, o Joel Osteen está nesta lista?!? Eu gosto dele, pois em suas orações ele diz uma frase mais ou menos assim: Nós sabemos que não te escolhemos, mas Tu nos escolheste…
    A doutrina da prosperidade cai por terra quando Paulo faz uma declaração de como foi sua vida aos filipenses (Fp. 4:10-13).
    A vida de Paulo, como ele próprio descreve, viveu uma vida muito instável. No versículo 11 ele faz uma declaração de contentamento com qualquer situação: seja elá fartura ou necessidade; seja ela com a ajuda dos investidores de seu ministério ou sem ela. E conclui com aquilo que todo deve tomar como origem de sua força: “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.”
    Amém

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vini

      Infelizmente, ele está =/

  • ZEDEQUIAS DE LIMA FIALHO

    Engraçado. Se eu perguntasse aqui no site: Quantos ficam felizes em receber bênçãos de Deus. Só os hipócritas diriam: eu não preciso das bênçãos de Deus. A salvação pra mim é o suficiente. É evidente que todos gostamos de ser agraciados pelo nosso pai celestial. Se nós pedirmos pão, Ele não vai nos dar uma pedra. Assim como existem bênção espirituais como a salvação, a libertação, a cura, a regeneração, a justificação, a glorificação, a redenção, que Jesus conquistou por nós na cruz, existem também as bençãos materiais. O salmista Davi uma vez disse: Deus tem prazer na prosperidade do seu servo. A Bíblia também afirma:: nunca vi o meu justo desamparado, nem a sua descedência mendigar o pão. Amados, o Senhor é a nossa fonte de provisão. Precisamos depender dele em todas as circuntâncias. Quando devolvemos os dízimos do Senhor e investimos na obra de Deus através das nossas ofertas, estamos nos aliançando com o Senhor e nos entregando totalmente ao Seu senhorio, crentes que Ele vai nos suprir em todas as nossas necessidades. Não é porque queremos ficar ricos, como afirmam alguns que criticam o discurso bíblico de prosperidade. Se houver algum propósito de Deus de fazer alguns crentes milionários, amém por isso. Esses terão a obrigação de contribuir mais com a propagação do evangelho no mundo e ajudar mais pessoas carentes. O problema é que muitos quando vão criticar, infelizmente dão um enfoque somente na questao da prosperidade material, e se esquecem que o desejo de Deus é que sejamos prósperos espiritualmente, prósperos na cura das nossas emoçoes e sentimentos, prósperos nos relacionamentos, prósperos na cura do nosso corpo. Lembrem-se: quando Jesus voltar, Ele quer nos encontrar irrepreensíveis no nosso espírito, alma e corpo. A fé que tens, tem-na para ti mesmo. Cada vive na luz que tem. Shalom Adonai.

    • Alan de Oliveira Silva

      Meu amigo, vc já leu todos os comentários? se leu, está julgando errado.
      Você não é satisfeito no que Deus te dá? eu sou, se me der pouco ou muito, deveremos estar satisfeito Nele. Veja os vídeos para depois comentar, aposto que não viu os vídeos…

    • http://caminhodesalvacao.blogspot.com Marco Antonio

      Caro ZEDEQUIAS DE LIMA FIALHO, quando você diz acima que seria hipócritas as pessoas que não gostariam de ganhar bens materiais de Deus, você esta redondamente enganado, pois como diz Jó, “NU eu vim ao mundo e NU voltarei” (1:20-22), portanto, se você “acha” que isso é ser hipócrita esta chamando a própria palavra de Deus de hipocrisia, mias como você deve ser uma pessoa muito estudiosa e tudo mais, esta falando dos tempos atuais e das pessoas que escreveram antes de você, pois bem vamos analisar, se você vai a igreja e tem o seu pastor e ele apenas cumpre com as obrigações vamos dizer sacerdotais, e é dali que ele tira o seu sustento e de sua família, você esta o chamando de hipócrita, porque se você não sabe, ele vive EXCLUSIVAMENTE do que Deus da para ele.Mais como assim?? Vou explicar, tanto eu como você trabalhamos e damos nosso dízimos para que o templo do Senhor seja zelado e isso inclui o nosso “professor espiritual” que seria o pastor da igreja, que esta ali para nos aconselhar. E quando você também diz que: ” A Bíblia também afirma:: nunca vi o meu justo desamparado, nem a sua descedência mendigar o pão.”, veja que estou usando suas palavras, mais você tem um pequeno equivoco, não é a BÍBLIA que diz isso, e sim Davi que no caso era o Rei no momento, você lê o texto mais não entende o contexto, vamos aos fatos da nossa realidade e essa “promessa de prosperidade”, levando em conta que na época de Davi NINGUÉM no seu reino e nenhum Judeu, pois naquele tempo não havia Cristão, se voltava contra Deus, pelo contrario, o adoravam de uma forma tão magnifica que ele se agradava dos louvores, e olha a nossa realidade hoje, vai na africa, onde MILHÕES de pessoas passam fome TODOS OS DIAS, ou mesmo na china onde Cristãos são PERSEGUIDOS, TORTURADOS e MORTOS por AMOR ao EVANGELHO.

      Gostaria apenas que a vossa pessoa tivesse mais consideração tanto com nossos irmãos que morrem em campo comunistas ou nas mãos dos Muçulmanos e procurasse ler e acima de tudo, pedir entendimento da palavra que você irá ou já leu, não basta pegar um versículo e fazer ele se transformar em uma promessa, o problema da Teologia da Prosperidade é que esse “pastores”(lobos) roubam as promessas dos outros para proveito próprio, apenas preste mais atenção no que você escreve e no que colocam na sua cabeça, procure saber e orar para Deus lhe dar sabedoria para com as coisas Dele.

      Que Deus te abençoe e lhe de discernimento entre uma coisa e outra.

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vini

      Zedequias,

      Só tenho uma simples pergunta: um cristão fiel pode passar por fome, nudez, doenças e sofrimentos?

      Paz

      • mirian

        que a salvacao eterna renucie a si mesmo amem shalom

      • DN

        SI VC ESTUDA BIBLIA NÃO FARIA ESTA PERGUNTA!! PORQUE EVIDENTEMENTE TODOS GENUINO CRISTAO TEM QUE PASSAR ,POR LUTAS ,PROBLEMAS ETC

  • DN

    A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE É NA REALIDADE UMA TEOLOGIA SEM FUNDAMENTOS BIBLICOS!!!

  • adriana siqueira

    precisamos buscar o reino dos céus e a sua justiça e as demais coisas serão acrescentadas.

    • Robson

      “Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, ‘e todas estas coisas’ vos serão acrescentadas.”
      Só para corrigir… Não são as demais, mas ‘todas estas’, aquelas as quais o contexto cita.
      http://www.youtube.com/watch?v=xDOKPLyvs6I

      Veja esse vídeo, é uma pregação do Juliano Son, do ministério Livres para Adorar. Nunca mais esqueci disso depois de vê-la.

      Deus te abençoe.

  • http://voltemosaoevangelho Lindomar William

    Prosperidade é ter dinheiro para ter tudo que se quer ou não precisar ter? A palavra Shalom significa fazer parte deste governo capitalista e mercadológico? Ser Filho Filho de Deus significa ter direito de possuir tudo que tem valor e riqueza neste mundo ou ter alma resgatada das mãos de sátanas? Qual é o sentido bíblico de próspero para o Apostolo Paulo?

  • Rozana Milhomem

    Parabéns VE por este trabalho, infelizmente a maioria dos brasileiros não tem o hábito de leitura e acabam se deixando levar por qualquer vento de doutrina, são tantas igrejas criadas com motivações erradas, por pessoas que fizeram de suas experiências pessoais uma regra de fé, esquecendo que a nossa única regra de fé e prática são as Sagradas Escrituras, que Deus nos abençoe, e vamos proclamar o evangelho como ele é, anunciado para o mundo da nossa suficiência em Cristo, e isso basta.

  • http://www.profetizamairnga.com.br Paulo Klingelfus

    gostaria muito de trazer o Jonh Piper para Maringá!

  • Carlos Ribeiro Jr.

    Prosperidade é não ter falta de nada. Por isso Paulo afirmou que, na abundancia ou na dificuldade, sua força estava em Cristo, pois em Cristo nada nos falta.

  • http://www.iapv.com.nbr Pr. Raphael Melo

    Louvado seja o Senhor por este Blog, tem sido fonte de alimento sólido para muitos e para mim. Hoje escrevi um artigo sobre este tema e citei Piper e Washer:

    A Vergonha do Evangelho da Prosperidade – prosperidade-evangelho

    Deus continue abençõando vocês!

    Pr. Raphael Melo

    Site da Igreja Apostólica Palavra Viva – Jesus-evangelho

  • Caio

    Eu gostaria de entender isso um pouco melhor… Estou muito confuso…
    É errado eu, sendo cristão, ter um carro importado? Ter uma casa com suíte e piscina? Fazer viagens internacionais? Fazer refeição em BONS restaurantes? Pagar bons cursos para meus futuros filhos? Enfim… Coisas do gênero… Coisas que o dinheiro pode proporcionar.
    Eu, por ser cristão, tenho que andar a pé? Morar de aluguel numa casa simples? Sem viagens? Ficar só no feijão com farinha em casa? Colocar meus futuros filhos em escolas públicas? Enfim…
    Não posso almejar ter um bom padrão de vida, trabalhar para isso?
    Digo isso porque sou empresário, tenho meu próprio negócio, e ele está crescendo. Como funciona essa relação em ser cristão e ser empresário? Entendo que tenho que ser generoso, liberal, voluntário em relação as minhas finanças, mas como relaciono isso? Preciso de ajuda em relação a isso, alguém que possa me explicar.

    Paz!

    • Caio

      Estou aguardando resposta (…) rs =/

      • Dimas Rodrigo

        Fala Caio, blz……

        Paz do Senhor Jesus.

        A Resposta é NÃO. Não é errado ter carro zero, casa boa, viajar, enfim.

        PORÉM, o pecado está no domínio que isto influenciará sobre sua vida. Nós não somos donos daquilo que temos, somos apenas mordomos.
        Deus confiou esses bens a voce, entao, como voce glorifica a Deus com seus bens???
        SUA SATISFAÇÃO NÃO PODE ESTAR NO SEU PADRAO DE VIDA, MAS NO SEU RELACIONAMENTO COM O SENHOR.

        Temos que possuir como se não possuísemos.
        Como seu coração ficará quando for preciso ajudar outras pessoas??
        Se seu amor a seus bens te impedir de ajudar a outros, aí acente a luzinha vermelha.
        Outra coisa relevante:
        VOCE SÓ SERÁ PRÓSPERO SE DEUS ASSIM PERMITIR, então: agradeça pelos seus bens e faça bom uso deles.
        Perdoe-me por não citar os versículos, mas estou certo que o Senhor iluminará seu coração.

        Abraço meu irmão

    • Leo Marinheiro

      Caro Caio,

      É óbvio que ter todas as coisas que vc listou em seu comentário e padrão de vida desejado por ti não é o problema. A grande questão em pauta é se os ensinos dessa teologia chamada da prosperidade tem respaldo nos ensinos de Jesus e dos apostolos. Aqui se expõe que não há fundamento nas Escrituras de forma coerente ás regras de interpretação do Texto e contextos bíblicos para tal teologia. Como vc pode perceber, existe um grande abismo entre o evangelho pregado em muitos meios de comunicação e igrejas, perto do evangelho histórico advindo basicamente da Reforma. Elementos novos de sincretismo capitalistas, materialistas e humanistas formam a base dessa teologia anti-neo-testamentária.

      O assunto é longo, porém só para te ajudar, como vc pediu, vc precisa apenas guardar seu coração de amar as riquezas, pois a Escritura diz que é o amor ao dinheiro que é a raiz de todos os males e não a princípio o dinheiro. Buscar as coisas que vc listou não é pecado, mas seria se essas coisas limitar sua vida e seu testemunho de cristão. Como empresário vc deve entender que tudo que vem para nossas mãos, vem pq Deus permitiu, e se permetiu é porque tem uma razão e essa razão é repartir, é suprir aqueles que não tem, é ajudar os que estão sofrendo a injustiça social.

      Agora eu te pergunto: será que você teria uma consciência leve dentro de um carro importado que poderia comprar três ou quatro carros populares 0 km, enquanto vc visse irmãos de sua igreja pegando onibus num dia de chuva com filhos no colo? Ou ter uma casa com piscina e suite enquanto um companheiro seu que mora num barraco feito num terreno invadido? E enquanto vc está num avião fazendo um viagem para a Disney vc se lembrar de crianças orfãs que nem sabem quem é o Mickey? Imagina vc enquanto está num restaurante “bom”? Durante a refeição vc pensa que naquela mesma mães viuvas pedem dinheiro num semáfaro pra poder comprar quem sabe um PF (prato feito),imagina?

      Pregar que Deus quer todo mundo rico, que o evangelho ensina que devemos comer o melhor dessa terra é uma deturpação do verdadeiro evangelho da graça e do amor de Deus.Isso é errado!

      Mas se vc que trabalhar pra poder dar uma boa qualidade de vida pra ti e os seus, lembre-se isso não vai lhe insentar de fazer ao proximo também, e em igualdade!

      Entenda Caio, que se como empresário, cuja a empresa está crescendo, vc souber que isso é um ministério para sinalizar o Reino de Deus para a vida de muitos injustiçados socialmente, que cada centavo que vc ganha não é porque vc trabalhou, e sim porque o Senhor te deu as condições para isso com a finalidade de adora-Lo e de ser como Jesus…creio que as riquezas nunca será um deus pra vc e que aquilo que vc possa chamar de qualidade de vida, vc verá que é tão supérfulo e vão perto da tão exelente obra de Deus em nós e através de nossas vidas.

      Sendo assim vc será um bom dispenseiro da Graça de Deus!

      Até + !

    • http://www.facebook.com/people/Mayrah-Felix-Moraes/100003315451080 Mayrah Felix Moraes

      A PAZ DO SENHOR!!!!!!!
            A SABEDORIA PARA O CRISTÃO LIDAR COM AS COISAS DESTE MUNDO SÓ VEM DE DEUS. RELACIONE-SE COM ELE E TE DARÁ SABEDORIA. 
             CADA UM É TENTADO EM UMA ÁREA DIFERENTE, OU SEJA, UMA FORMA PRÓPRIA DE SER CONDUZIDO AO PECADO DE ACORDO COM AS INCLINAÇÕES NATURAIS DA SUA MALDADE, POR EXEMPLO, TEM GENTE QUE É AMBICIOSA E POR ISSO ROUBA (A TENDÊNCIA À MALDADE LEVOU A ESSE TIPO DE ERRO). O PROBLEMA É SE A RIQUEZA TE AFASTA DE DEUS, É ADORADA NO LUGAR DELE, SE TE TRAZ CONFIANÇA EM VEZ DO SENHOR, SE TE DÁ SEGURANÇA EM LUGAR DO SENHOR.
            DEUS PROVA A NOSSA FÉ, FAZ COM QUE ENXERGUEMOS OS NOSSO PONTOS FRACOS E QUE NÃO TEMOS PODER PARA NOS TORNARMOS DIFERENTES. PERGUNTE-SE QUAL SERIA SUA POSTURA SE DEUS  TE PROVASSE TIRANDO TUDO QUE  TEM COMO JÓ. IRIA AMÁ-LO? CANTAR PRA ELE? CONFIAR QUE ELE SABE O QUE É MELHOR PRA VC MESMO QUE ESTEJA ATERRORIZADO, E NÃO TENDO  O QUE FAZER PARA MUDAR A SITUAÇÃO ? A PALAVRA DIZ “ONDE SUE CORAÇÃO ESTÁ AÍ ESTÁ O TEU TESOURO”. SE AMAR AO SENHOR ACIMA DE TODAS AS COISAS SERÁ OBEDIENTE E PACIENTE ESPERANDO O DIA EM QUE ELE MESMO VAI MUDAR TUDO, SUPORTANDO A DOR, O TERROR, ACUSAÇÕES, DIFAMAÇÕES; TUDO PELA FÉ. 
            IRMÃO, NA COMUNHÃO COM DEUS TEMOS TUDO POIS ELE NOS DESVIA DO CAMINHO MAU, DOS ENGANOS DA MENTE E CORAÇÃO. ELE SABE O QUE PODE FAZER COM QUE SEJA LANÇADO NO INFERNO E SE A RIQUEZA FOR UMA DELAS SÓ ELE PODE TE RESPONDER. DESCUBRA NELE QUAL A SUA MOTIVAÇÃO PARA SEGUÍ-LO, BUSQUE AMÁ-LO COM TODO CORAÇÃO, ENTENDIMENTO, ATITUDES. “CONFIA NO SENHOR O TEU CAMINHO E ELE TUDO FARÁ”.
       ESPERO TER AJUDADO E ME PERDOE SE NÃO FUI CLARA.
      DEUS NOS ABENÇOE.

  • Jorge Marques

    Prezados comentaristas, graça e paz da parte de Cristo Jesus. Talvez, o principal obstáculo em qualquer debate ou demanda, seja deixar com que a emoção prevaleça sobre a razão. Quando nos emocionamos ao extremo, deixamos de raciocinar e aí, passamos a trilhar um caminho perigoso. Sugiro que sempre nos submetamos à vontade de Deus, que é boa, perfeita e agradável, deixando todo nosso “ser” a Sua disposição, permitindo assim com que haja em nós discernimento vindo do Espírito e consequentemente a compreensão exata acerca daquilo que Deus tem e quer para cada um de nós como projeto de vida. Vamos pensar um pouco: O objetivo ou fim principal do gênero humano é “glorificar a Deus e gozá-lo para sempre”. Foi para isso que fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Como raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, foi determinado a nós um próposito “proclamar as virtudes Daquele que nos chamou das trevas para Sua maravilhosa luz”. Por mais limitado em termos de realizações que isto seja para alguns, é o que o Senhor tem para nós como projeto de vida. Somos peregrinos aqui e “ter para ser” ou plantar raiz nesta terra, não é a meta do Cristão e sim pregar o evangelho. Teu carro de última geração, tua mansão no condomínio de luxo, tua degustação no restaurante chique, tuas consultas de rotina no Hospital Albert Einstein (pra onde você vai de helicóptero quando precisa) e tuas constantes viagens à passeio para fora do Brasil (onde você fica hospedado em resort’s cujas diárias são equivalente a um ano de salário de um trabalhador comum), dizem respeito ao teu foro íntimo. A questão é: Tudo isto é benção na vida do teu semelhante, tudo isto glorifica a Deus ou simplesmente você tem necessidade destas coisas e situaçoes para sentir-se seguro, feliz e abençoado. Que significa para você saber que Jesus sendo Deus ( O tão citado dono do ouro e da prata) nasceu num estabulo fedorento, declarou não ter onde reclinar a cabeça (sequer um lugar para repousar) e se não não fosse pela ação de um homem que nem parente seu era, teria sido enterrado como indigente(só para contextualizar)?
    Essa coisa da “Prosperidade” Associa erroneamente a alegria da vida com Deus ao acúmulo de bens materiais e não ao prazer de ver uma alma render-se aos pés do Senhor. Essa coisa da “Prosperidade”, anda de mãos dadas com o consumismo desvairado, sem limítes e não dá nenhuma oportunidade para o “seu escravo” estar contente com o que tem, muito menos em toda situação pois as pessoas que se deixam envolver por esse “canto de sereia”, não querem apenas e cada vez mais do “bom e do melhor” por necessidade e sim por ostentação, ele precisa mostrar que é o mais abençoado. Na parábola do talentos, Jesus não diz: Muito bom servo bom e fiel, você ganhou mais cinco, fica com dois e me dá tres, mas diz: Muito bom, entra no gozo do Teu Senhor, apontando para a continuidade da existencia no céu de luz. O jovem rico, trocou a glória celeste pela terrestre, porque amou mais as riquezas materias, ou seja, o fruto da sua prosperidade. Somos responsáveis pelas nossas escolhas e suas consequencias. Que escolhas você tem feito. Finalmente, a palavra diz: Grande fonte de lucro é a piedade com contentamento. “SE PAZ A MAIS DOCE ME DERES GOZAR, SE DOR A MAIS FORTE SOFRER, OU SEJA O QUE FOR, TÚ ME FAZES SABER, QUE FELIZ COM JESUS SEMPRE SOU”!!!Deus abençôe a todos.

  • Tom

    Bom dia, na minha igreja está acontecendo o seguinte caso. Constantes pregações que tratam destes assuntos “Determinar pela fé”e as coisas acontecem. “A nossa palavra tem poder” ” Vamos determinar coisas ao nosso redor e elas irão acontecer”. “Elias orou e o sol parou, existe poder em nossas palavras”. “Se tivermos fé podemos dar ordens as montanhas”. Queria saber se isso biblicamente é uma verdade?

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

      Tom,

      Tais pregações são centradas no homem e não em Deus. Isso acontece principalmente porque as pessoas não entendem o que é fé. Fé não é declarar que algo irá acontecer (e Deus é obrigado a fazê-lo). Fé é confiar nas promessas de Deus. A fé só pode grandes coisas por causa da Pessoa em quem a fé confia.

      “Mas e a fé do tamanho de um grão de mostarda que move montanha?”

      Perceba que Jesus mostra quão insignificante a fé é: pequena como um grão de mostarda. Essa pessoa não pode dizer: “eu tive uma grande fé e por isso a montanha se moveu”. Essa pessoa poderá dizer: “eu tenho um grande Deus em quem confiei, mesmo que pouco, e Ele moveu a montanha”.

      A única Palavra que tem poder é a Palavra que criou o universo. Nossa palavra não tem poder em si mesmo, mas quando confiamos em Deus e em suas promessas, o poder da Palavra de Deus pode agir através de nossas palavras.

      Então, podemos fazer grandes coisas através da fé? Claro! Mas somente as coisas que Deus prometeu, porque fé é confiar em Deus e não naquilo que queremos que aconteça. É por isso que em Hebreus 11 o autor da epístola fala tanto de heróis da fé que fecharam a boca do leão e escaparam da espada, como daqueles que pela mesma fé foram mortos pela espada.

      • Jean

        A sua palavra não tem poder ? A palavra de Deus diz que a sua lingua gera vida ou morte ! Ou seja, o que voce diz tem poder de mudar as coisas tanto para o bem quanto para o mal. Se voce e uma nova criatura em Cristo voce tem poder de mover montanhas sim, essas montanhas falam dos seus problemas e dificuldades, quando voce esta em Cristo , Ele esta em voce. A biblia diz que morremos com Ele e tambem ressucitamos com Ele, ou seja, Ele vive em nos !! Vivemos na nova aliança !!

        • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

          Irmão, com todo respeito, mas você está tirando Provérbios de seu contexto. Lá Salomão diz que dependendo do que você falar diante do rei, você pode viver ou morrer. Nada fala que há poder sobrenatural em nossas palavras.
          O poder está em Deus! Nós confiamos no poder de Deus e não no nossa própria habilidade.

          • Jean

            Querido Vinicius, esse texto de proverbios fala do tempo de Salomão (o homem mais rico da terra, certo?) Ele foi pro inferno? Claro que não !! Mas nessa epoca Deus se relacionava com o homem atraves da lei, ou seja olho por olho e dente por dente. Hoje (graças a Jesus) Deus se relaciona atraves da graça=favor imerecido. Como voce podera realizar grandes feitos, ou ate maiores que Ele, Jesus disse, se voce não falar a montanha? (seus problemas, as circunstancias)? So mudara as circunstancias da sua vida se falar a elas com a autoridade que Deus te deu, no principio da criação (que foi perdida por Adão) mas recuperada por Jesus, na cruz para que voce desfrute do melhor dessa terra, esta escrito!!!

          • Victor Hugo

            Ok Vinicius. Mas se a pessoa confirma com Deus alguma palavra que recebeu, e ela fala aquilo com fé, e acontece alguma coisa sobrenatural, como uma cura ou um milagre? Já vi alguns desse tipo (nada com a Mundial, vale dizer) e aconteceram coisas maravilhosas. Claro que não foia nossa palavra, mas o poder de Deus que agiu pela fé, mas só ocorreu pelas palavras. Não é possíve, isso, de acordo com a bíblia?

          • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

            Sim, Deus pode curar através da oração da fé – é o que Tiago fala em sua epístola. Não estou negando isso.

    • http://www.facebook.com/wanderleisf Wanderlei Souza

      Tom, caia fora dessa igreja! Ela não é bíblica, e essa pregação dela é diabólica e não está de acordo com a Palavra de Deus! Saia fora enquanto é tempo!

  • isabela

    sabe oque eu não gosto? cristão que fica pregando pobreza! em toda a bíblia vimos que os servos de Deus tem tendencia a prosperar, o importante não é ficar e sim não perder sua humildade! nem ser soberbo!

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

      Isabela, em nenhum momento dissemos que o cristão tem que ser pobre, mas afirmamos o que a bíblia afirma:

      Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus (Lucas 12:20-21)

      Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. (1 Timóteo 6:10)

      Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos; (1 Timóteo 6:17)

      Você discorda disso?

      • Antonio castro

        você pode ver no conto de jó,Deus deu ele tirou bendito seja o nome do Senhor.

        • Alexandre Rabelo

          Oi Antonio Castro, a paz do Senhor! Não concordo com essas pregações de prosperidade mas também sou totalmente contra quem diz que temos que ser pobres. Deus tem o melhor dessa terra para seus filhos! Quando Ele permitiu que satanas tocasse na vida de Jó Ele como Deus já sabia que isso seria para que seu nome fosse glorificado. Mesmo passando por tudo que passou Jó em momento algum fraquejou falando mal do Senhor.

          Sendo assim Deus o retituiu tudo em dobro, Jó já era um dos homens mais ricos da epoca, depois então… Como seria bom se os mais abastados pudessem ajudar os de mais necessidade! Sou servo do Senhor e tenho passado por tanta dificuldade. Mas espero somente naquele que pode e vai me abencoar!

          LOUVAI ao Senhor. Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor, que em seus mandamentos tem grande prazer. A sua descendência será poderosa na terra: a geração dos justos será abençoada. Fazenda e riquezas haverá na sua casa, e a sua justiça permanece para sempre. Salmos 112:1-3 Creio nisso!

      • Ellen Sousa

        Verdade!! e a biblia diz que temos que ficar contentes em ter o que comer e o que vestir, até porque o proposito principal da vida do homem não é obter coisas, mas sim estar ligado a Deus e adorar o seu nome…
        O homem foi feito pra se relacionar com DEus!!!

        • Vitor

          Exatamente isso!!

        • Marcos

          Proponho uma coisa a todos nós “servos de Cristo”. O que tivermos em nossa posse que esteja acima de suprir nossa necessidades, vamos dividir com os que não tem? Se tem tens um carro e uma moto, doe sua moto ou quem sabe seu carro para quem não tem, se tem uma casa de praia e uma casa na cidade, doe uma para quen vive de aluguel, se vc ganha R$ 1000,00 e pra viver de forma a ter suas necessidades supridas precisa só de R$ 500,00 (só como exemplo), doe os R$ 500,00 excedentes, se tens dois ternos, dois pares de sapatos ou sandálias, dois vestidos, um celular para cada membro da familia, um notebook para cada filho, duas TV’s, mais de um relógio, algumas jóias, algumas panelas a mais, e tantos outros utensilhos par acada coisa que queremos fazer em nossas cozinhas, e tantas outras coisas que SOBRAM em nossas casas ….. vamos dividir com os nossos irmãos que só tem o básico dos básicos? Não seria uma boa? Ah … não esqueçamos também de entregar além dos 10% uma boa oferta para missões, ao invés de esmolas.
          Vamos parar de acusações e voltar para o foco que é amar o próximo com Amor de Deus e levar a ele o Evangelho da Salvação! Seja pentecostal ou tradicional, batista ou presbiteriano, defensor da prosperidade ou não, somos um só povo. Povo de Deus! Separar o joio do trigo não é tarefa nossa! Toda árvore que não produzir bom fruto é cortada fora, mas essa tarefa não compete a nós….. Deus é justo e haverá um dia em que tudo Ele julgará. Que o Senhor nos ajude na prática da Palavra.

    • J. C. dos Santos

      Deus tem muito mais do que dinheiro ou as coisas que a traça vai corroer para dar a voce,
      ngm esta dizendo que vc nao pode ser rico e viver bem, apenas temos que priorizar as coisas de Deus e nao dar seu dizimo/oferta em troca de uma bençao, com Deus nao existe barganha.

    • Antonio castro

      meu irmão não precisamos ser crentes para termos prosperidade financeira é só trabalhar-mos .,

    • Marcos

      Boa palavra Isabela!!! Pobreza não qualifica ninguém como verdadeiro discípulo de Jesus.

    • jorge

      Isabella vc esta errada!!!me responda algo segundo os nossos conceitos de felicidade e prosperidade qual personagem biblico foi prospero!!!!

  • Rodrigo Gomes

    Incrível esse ministério, esse site tem me ajudado muito. Baixei o E-book e já o li, e quanto mais eu lia, mais eu ficava triste, e alegre, porque realmente o evangelho não faz sentido desta forma, eu sempre pensei, porque eu compraria uma Ferrari, se eu poderia comprar um inferior e esse dinheiro em excesso usar para ajudar aos outros? E ficava com essa contradição corroendo a minha mente. Realmente é uma argumentação bem frágil, aonde está o ide, ajudai, vou me trancar em minha casa com segurança, jogar meu vídeo game e pronto? é claro que se a pessoa achar que depois de ter lido isso vai se livrar de tudo em relação ao dinheiro pode acabar se enganando, acredito que temos que traçar estratégias, crescer na fé, que é o que vou tentar fazer, amém!

  • Sara

    Cara, na moral, não aguento mais estes pregadoresda prosperidade ir nas igrejas, encher o povo de motivação com historias do antigo testamento, e depois no fim, pede ofertas, votos, um sacrificio para que Deus mova a mão sobre eles, mentira pura!! ..são uns safados interessados em sair com o bolso cheio de dinheiro, e deixa o povo com dívida, com esperança de que Deus vai abrir as portas do seu, porque ele deu dinheiro para estes pregadores, o único que prospera é o pregador, com o dinheiro dos ingenuos fieis ” ignorantes”. Isso tem que Parar!

    • Carl Pedro

      “…o único que prospera é o pregador…” Mas nós devemos honrar nossos líderes (por favor leia com um alto grau de ironia). Q coisa, não?

      • lucas

        talvez seja um dos motivos de eu ir a uma igreja batista,,, algumas vezes precisamos conhecer qual a ideologia que aquela igreja segue para nao sermos enganados por pessoas males

        • Carl Pedro

          Oh, Lucas, estão todos corrompidos. O que quero dizer? Vc vai numa Batista que é fiel a Palavra, mas vai em outra que adere a toda essa coisa. Vai numa Presbiteriana, numa Assembléia que é fiel a Palavra, mas outras que tbm aderem a td isso. Estamos vivendo um momento difícil. Aqui na minha cidade em qq esquina vc vê uma igreja. E é uma onda de ministério tal, ministério num sei o q… Tá difícil irmão. Tá difícil…

          • pr. JoNeS

            Bah, mas uma coisa é combater os difamadores do evangelho da paz, e outra ainda mais importante é combater os defensores do evangelho da pobreza…
            usar os batistas como referencia de bíblia é como usar um bolicho como lugar de culto… batistas tem fama total de falar muito sem viver nada… conheci muitos dessa turma, até invasão de terreno já vi fazerem para suas atividades…
            prosperidade é bíblica, independente dos argumentos que apresentem!
            O problema está quando isso se torna o foco, o alvo, o centro, aí houve um erro gravíssimo tal como há quando um pregador fala contra dons espirituais, contra a cura divina, contra milagres e contra o mover sobrenatural de Deus!!!
            Prosperidade é fundamental na igreja, pois quando um irmão entende e vive essa questão de modo bíblico, sincero e honesto, sua prosperidade será a ferramenta para que a igreja tenha mais força de missões, de evangelismo, de ajuda, de fazer qualquer projeto!
            Então, quando se fala sobre algum tema, precisa haver mais respeito e inteligência quanto aos diversos detalhes compreendidos nesses temas todos que são complexos, mas ainda assim nunca deixaram e nunca deixarão de serem bíblicos, autenticamente bíblicos!!!
            Deus abençoe Seu povo!!!

          • william cesar galvao

            Essa teologia da prosperidade não é bíblica , a prosperidade bíblica na da tem haver com essa teologia da ganancia que tem invadido a igreja de Jesus Cristo.Esses pregadores torcem os versículos para que suas heresias tomem uma roupagem bíblica. Deus promete suprir nossas necessidades e não nos enriquecer. Ele enriquece quem quer pois é soberano e ainda enriquece para que possa usar essa pessoa no seu Reino.

    • http://facebook.com/brilhodoevangelho Luis Fernando

      Não existe, realmente nenhuma obrigação em entregar dízimo nos dias da igreja de Cristo. Nenhum apóstolo, nem o próprio Senhor Jesus, cobrou dízimo alguma vez, pelo menos não existe registro nenhum no Evangelho. Oque acontece, é que os pregadores, líderes, da teologia da prosperidade de hoje, usam Malaquias 3.10 para intimidar os fiéis, dizendo que ‘o devorador vai consumir tudo que tem se não devolver o que é do SENHOR’. O devorador, o gafanhoto, nos tempos bíblicos que existia muito, era simplesmente pragas de insetos que devoravam lavouras inteiras e não demônios como se é colocado.
      Ora, isto é uma covardia! Terrorismo espiritual, emocional, psíquico. Não existe fundamento bíblico para obrigar ninguém a ser dizimista.
      O apóstolo Paulo, nos ensina como devemos contribuir na obra do Senhor. Não há limites para cooperarmos com esta tão importante obra, que é a da Salvação. Devemos oferecer nossa vida por amor a Cristo. 2ª Coríntios 9.7, o apóstolo Paulo ensina a cooperarmos ‘com alegria e sem necessidade segundo propôs no seu coração’.
      Não existe outra maneira.
      Concordo com você Sara, isso tem que parar!

  • Sheila Denega

    O que mais me preocupa não é a riqueza ou prosperidade. Deus nunca nos proibiu em suas Escrituras de sermos ricos, e sim de servir a dois senhores, o dinheiro e a Deus. Dinheiro sem Deus não é nada, e o pouco com Deus é muitíssimo. O que preocupa mais é a valorização do ter em detrimento do o ser.

    • http://asupremaciadecristo.blogspot.com.br/ Anderson Felix Loureiro

      o difícil é termos o discernimento de saber quando e o quanto as riquezas estão tomando conta do nosso coração…é muito sutil, acreditem, não é tão fácil de perceber…mesmo para aqueles que pregam contra a teologia da prosperidade. Ouço muitos irmãos criticando as igrejas da prosperidade, mas vejo estampado, na vida de cada um, o sonho americano…um conta cheia de dinheiro, uma casa grande e um carro zero…por isso repito, é sutil. Precisamos viver com teologia correta e com um coração correto também!

  • alex vander

    O problema é que temos, em primeiro lugar, conquistar o prêmio que é a salvação, o problema é que devemos em primeiro lugar ter princípios, a palavra diz, que quem padece nesta terra, tem galardão com Deus e será glorificado. Se você sempre teve tudo, que galardão tereis? Você tem fé em Deus, só pelo que ele pode dar? Muitos querem prosperidade, mas não tem nem educação financeira, nem se prepara, para chegar em lugares, que ele teria retorno de dinheiro.

  • Cassiano

    O problema não esta em ser rico, mas sim os meios que levam a isso, e as consequências do resultado.
    ex: se eu ficar rico, será q vou continuar andando na rua como eu ando? não.
    pq terei medo de ser sequestrado, só um exemplo.
    ou seja perderei minha liberdade de certa forma.
    e outra, devemos buscar a Deus em primeiro,e o resto será acrescentado. se lembram disso?
    mais um ponto, essa teologia nos impulsiona a sermos ricos msm sendo uma coisa sem sentido para a situações de muitas pessoas.
    ” Jesus então disse aos discípulos:
    – Eu afirmo a vocês que isto é verdade: é muito difícil um rico entra no Reino do Céu. E digo ainda que é mais difícil um rico entra no reino de Deus do que um camelo passar pelo fundo de uma agulha. (Mateus 19 : 23-24)

    .

    • samuel dos anjos santos

      olha eu acho que o problema é sim em ser rico por que no normal a porta ja é estreita e estreito o caminho que leva a vida e sao poucos que acertao com ele, muitos sao chamados mais poucos escolhidos e tudo que t6en mais , agora vamos falar do rico em si mesmo o senhor disse é dificil um rico entrar no reino dos seus agora junta tudo que foi dito antes com o que o senhor disse que é dificil o rico entrar para a vida entao é 99% entao nao erra nao irmao pois pra ser rico financeramente e rico para com deus tens que arca com muita responsabilidade tipo dividir todos os seus bens com os nescessitados faser todo tipo de caridade e tudo mais ai é claro vc nao vai ser mais rico financeiramente, alem do mais em um pais como o nosso é injusto até ser rico com tantas pessoas que nem um salario minimo ganha.

      • Jean

        Voce não e salvo pelas suas boas obras, mas pela fe.

        Esse fundo de uma agulha Jesus se referia a um dos portões de
        Jerusalem, que tinha esse nome naquela epoca. Entendeu ? Jesus usou esse
        portão como referencia porque o camelo tinha que se ajoelhar, ou
        diminuir em tamanho, para poder entrar ja que era um portão de baixa
        altura. Fica claro o que significa ficar de joelho ? Jesus se referia
        ao rico que não esta Nele.

    • Jean

      Cassiano, esse fundo de uma agulha Jesus se referia a um dos portões de Jerusalem, que tinha esse nome naquela epoca. Entendeu ? Jesus usou esse portão como referencia porque o camelo tinha que se ajoelhar, ou diminuir em tamanho, para poder entrar ja que era um portão de baixa altura. Fica claro o que significa ficar de joelho ? Jesus se referia ao rico que não esta Nele.

  • http://twitter.com/sandrabporto sandra porto

    Jesus disse q venceríamos, pq Ele venceu… Vencer é vencer em td. A salvação é nossa meta, mas envergonhar o nome de Jesus com uma vida de miséria é para fracos e derrotados, não é esse Deus q conheço… “O meu Deus é forte!”

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

      Sandra,

      Creio que o apóstolo Paulo discorda de você:
      E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. (2 Coríntios 12:9-10)

      Paulo, afirma que a força de Deus é mostrada quando ele, Paulo, passava por necessidades e não pela abundância.

      Minha pergunta é: você conhece o mesmo Deus de Paulo?

      • Ivo

        Muito bem Vinícius, pois parece que muitos de nossos irmãos e irmãs de fé, estão bebendo desta fonte chamada “Teologia da Prosperidade”, e infelizmente dá a entender que esta “fonte” tem “embriagado” a muitos, já que é tão simples a mensagem do verdadeiro Evangelho, a ponto de não entenderem o mesmo. Como podemos avaliar vida espiritual, por meio de uma situação financeira e/ou posição social? Como dizer que: “envergonhar o nome de Jesus com uma vida de miséria é para fracos e derrotados…”, isso é totalmente descabido, pois envergonhar o nome de Jesus está relacionados a ação pecaminosa e muitas vezes oculto; omissões diante das responsabilidade com a Sua Obra; além de viver uma vida cristã fora dos padrões bíblicos, enfim, ter uma vida insubmissa ao Espirito Santo e à Palavra de Deus.

      • Carl Pedro

        Minha sogra tem um recorte do jornal Folha Universal em que Edir Macedo declara que quem não é capaz de conquistar bens aqui na terra não tem a capacidade de conquistar o Reino de Deus. Ela guardou o recorte para nunca se esquecer desta heresia.
        Ou eu não tou batendo bem da cabeça, ou o bispo lá anda lendo a bíblia errada. Alguém aqui por acaso tem capacidade para conquistar o Reino de Deus? Nos é dado pela graça e misericórdia de Deus. E nós nem somos merecedores.

        Ser contra a Teologia da Prosperidade não é pregar voto de pobreza. Alguns confundem, né?

      • Jean

        Desculpe mas Paulo disse que aprendeu viver na abundancia e na escassez, cuidado pra não fugir do contexto e ir para o texto. A minha graça te basta fala do contexto do espinho na carne. Nada faltou a Paulo durante sua peregrinação.

        • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

          Tudo posso naquele que me fortalece está em Filipenses. O espinho em 2 Coríntios.

          Paulo em Filipenses diz: “Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.” (Filipenses 4:12-13)

          Paulo passou por fome, necessidade e abatimento. Por quê? Falta de fé? Ou:
          “Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.” (Atos 14:22)

      • Jean

        Paulo diz em 2 Corintios 8:9 Porque ja sabeis a graça do nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vos se fez pobre, para que por sua pobreza, enriquecesses. E nisso dou o meu parecer, pois isso vos convem a vos. Amigo o seu coração não pode estar no dinheiro, a raiz de todo mal, mas em Cristo e sua graça. Enriquecer não tem nada de errado, o errado e colocar o enriquecimento como prioridade de vida

    • Heverton Oliveira

      O Problema das pessoas é que são induzidas a acreditar em um Deus Papai Noel, que não permite que passem por nenhuma dificuldade. Vai dizer isto aos mártires cristãos, será que eles eram derrotados por serem pobres? É como foi dito por um homem uma vez: ”A mensagem do evangelho desapareceu de nosso meio, agora ir pro céu é ser rico, e ser pobre é viver em um inferno. ” O Deus da bíblia é forte, mas não promete vida de sucessos aos seus.

    • http://www.facebook.com/wanderleisf Wanderlei Souza

      Aqueles que servem a Deus e o amam, mesmo diante das privações, sabem que Deus cuidará deles e suprirá cada uma de suas necessidades! No entanto, mesmo diante das privaçoes e das necessidades, essas pessoas continuam fiéis a Deus! Deus é abençoador, mas Ele não está preso à obrigação de tornar seus filhos ricos e pósperos financeiramente! O que Ele quer são corações que o amam, sejam ricos ou pobres! O crente deve se alegrar em Deus, e não nas riquezas!

  • Anderson Felix Loureiro

    Gostaria de refletir com os irmãos sobre o uso que John Piper faz do texto do tesouro no campo em Mt 13.44 (folha 30 do livreto). Minha pergunta é: Qual o raciocínio para se concluir que, nesta passagem, o tesouro é Cristo?

    Não me entendam mal, Cristo é o meu tesouro, e espero que seja o tesouro de todos aqui, só estou focando a questão exegética…Um abraço a todos!

    • samuel dos anjos santos

      bom o primeiro tesouro que o senhor se refere é o material que o o homem
      acumula para si bens mais o tesouro que o senhos diz para acumular nos
      ceus jamais vai ser material e o tesouro é o evangelho que é as boas
      novas de cristo e sim é cristo mesmo. exegéticamente esta falando de
      tesouro material entao sub-se entende que cristo nos esta disendo para
      pegar tesouros materiais (ouro, prata, pedras presiosa, etc) e de alguma
      forma colocar la no céu , lugar espiritual que vai ser impossivel. ai
      eu nao posso concordar com voce meu irmao

    • http://www.facebook.com/wanderleisf Wanderlei Souza

      O tesouro é aquilo que voce tem de mais precioso! Se Cristo é o que voce tem de mais precioso, então Ele é o teu tesouro! Mas se o teu tesouro são as riquezas e os prazeres deste mundo mau, então Cristo não é mais o teu tesouro mais precioso! “Onde está o teu tesouro, aí está o teu coração”!

  • Anderson Felix Loureiro

    Gostaria de refletir com os
    irmãos sobre o uso que John Piper faz do texto do tesouro no campo em Mt
    13.44 (folha 30 do livreto). Minha pergunta é: Qual o raciocínio para
    se concluir que, nesta passagem, o tesouro é Cristo?

    Não me entendam mal, Cristo é o meu tesouro, e espero que seja o
    tesouro de todos aqui, só estou focando a questão exegética…Um abraço a
    todos!

    • samuel dos anjos santos

      bom se vc entende neste texto que exegéticamente esta falando de tesouro material entao sub-se entende que cristo nos esta disendo para pegar tesouros materiais (ouro, prata, pedras presiosa, etc) e de alguma forma colocar la no céu , lugar espiritual que vai ser impossivel. ai eu nao posso concordar com voce meu irmao

  • http://www.facebook.com/belandia.almeida Belandia Almeida

    Isso realmente significa: Tirar a trave do seu olho pra depois falar do sisco no olho do seu irmão. Deus abençoe o Pr. John Piper com mais e mais sabedoria e humildade para reconhecer suas falhas.

  • Carol

    Com certeza irei compartilha isso com mais gente. Temos que estar ligados nesse “evangelhos” que tentam empurrar para nos.
    Vocês poderiam fazer também uma postagem sobre aquele livro ” Destinados a Vencer” do Joseph Prince. Amados, é muita heresia, e infelizmente tem MUITOOOOOOOOS cristão acreditando em tudo o que ele diz. Numa parte do livro dele diz que NÃO precisamos pedir perdão a Deus, Como pode uma coisa dessa??? Fora outras coisas.
    Fica na paz, só queria alertar isso mesmo!!!

    • Carol

      Opa, desculpa o nome do livro é “Destinados a Reinar”

  • Sou De Jesus

    ”Jesus foi rico, assim como os seus discipulos , disso todos já sabem, ou tou mentindo?” …. se eu dissesse isso em uma igreja depois de um belo louvor e pregação, duvido que muito nao iriam acreditar nisso.
    a questao é … temos uma biblia com a palavra VIVA de DEUS, e se não lermos a biblia todos os dias, seremos enganados pelos lideres e pastores !!!!!
    Mas se querem ser evitados de serem enganados eu tenho uma resposta simples:
    Se proste de joelhos no chao e humilhe-se diante do DEUS Poderoso pedindo entendimento e sabedoria, mas nao apenas para vc mesmo, mas para que possa pregar o verdadeiro evangelho, e não seja egoista, faça como o centurião de carfanaum um lider que tinha tudo e ainda assim se humilhou para Jesus pedindo que um simples servo fosse curado… jesus se maravilhou com isso.
    tente maravilha-lo tbm, tenha em seu coração verdadeira humildade.
    Parem de criticar as pessoas, porque podem esta cometendo um erro e começarem a criticar verdadeiros servos de DEUS sem nem perceberem!!!
    que DEUS abençoe a todos voces e a todos que falaram mal de mim !!!!!
    Ore Ore !!

    Ore Ore !!

    Ore Ore !!

    Ore Ore !!

    Ore Ore !!

  • Ricardo

    Um certo dia ouvi uma voz berrando em minha cabeça: “Jesus veio te salvar, não te paparicar”. Nunca mais consegui pensar diferente disso, não consigo ir contra.

  • Paulo Souza

    Tudo aqui dito é apenas uma questão de fé…palavra pequena, mas que move a mão de Deus…

    Há a fé natural que todos tem ( por exemplo, se voce entra em um ônibus, tem fé que o motorista saiba dirigir, avião,etc ) e esta não gera nada, pois é apenas confiança…mas há a fé sobrenatural, que chama a existência as coisas que não existem…e o próprio Deus nos incentiva desde o início em suas escrituras a utilizá-la, como seus herdeiros ( mar abre, machado bóia, enfermo é curado, água amarga fica normal, desce fogo dos céus, multiplica azeite da viúva,multiplica pães e peixes para a multidão, transforma água em vinho, ressucita mortos, etc e mais muito muito mais )…

    Com relação á prosperidade é a mesma coisa, vejam que os pais da fé, através de sua ousadia e TRABALHO, deram seus dizimos, ofertas e fizeram sacrifícios a Deus e Ele mesmo lhes respondeu multiplicando suas posses ( Abrahão, Isaac, Israel ) , percebam o tamanho do sacrifício de Salomão…e a resposta imediata de Deus…as ovelhas malhadas de Jacó, etc…

    ” Assim como creres se sucederá…”

    “Tudo o que fizeres, faça-o para a glória de Deus..aquele que come, coma para a glória de Deus e o que não come, também o faça para a glória de Deus”…

    O mais importante é que não se deve NUNCA ter o coração nas riquezas, pois o amor ao dinheiro, a avareza e só para complementar…na verdade, o amor a tudo o que possa se tornar idolatria, à sua esposa, ao seu filho, a sua familia, a sua doutrina, à sua verdade, a sí mesmo, ou até á sua religião, exatamente por serem idolatria, são fatores determinantes da perda de sua Salvação, que esta sim, deve ser a riqueza única do cristão…dada direto a cada um pelo próprio Deus…

    Ah e lembrando, cristão passa sim por tudo neste mundo ( “… nada me faltará…” ), mas cuidado para não utilizar a situação como desculpa, idolatrando-a para não utilizar a fé para sair dela, pois covardia também não deve ser característica de cristão…

    Velho Testamento…” Porque clamas a Mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. E tu levanta a tua vara …”

    Novo Testamento…”Ele se levantou, reprendeu o vento, e disse ao mar:Cala-te, aquieta-te!…Jesus lhes disse: Por que sois tão medrosos?Como é que não tendes fé?

    Para pensar, finalizo com palavras do mestre sobre este assunto…

    Em Lucas 18:8b está escrito: “Mas quando vier o Filho do Homem, achará fé na terra?”, isto logo após ensinar sobre pedirmos insistentemente que Ele atenderá…porque será???
    PAZ, muita PAZ e renovação de nossas mentes…é preciso!!!

    • Jean

      Perfeita colocação !!

    • antonio

      primeiro que a fé que o irmão colocou essa que faz milagres e abre mar é um dom do Espírito santo e ele dá a quem busca, só que os dons são para aperfeiçoamentos dos santos e não pra ficar rica amigo ,,,

  • julio cesar

    obedecer à Deus éo centro do cristianismo

  • Frank Erickson

    “Teologia da Prosperidade” é a maneira que estes Lobos Gulosos encontraram de justificar os seus carrões e mansões e suas vidas luxuosas, pregam para pessoas que querem as coisas de Deus e não o DEUS de todas as coisas, que são em sua maioria mais capitalistas que CRISTÃS.

    • Jean

      A teologia da prosperidade fala da riqueza material somente como um dos componentes da verdadeira prosperidade que Deus ja nos deu. Jesus se fez pobre para que nos tornassemos ricos. Essa riqueza fala de dinheiro, saude fisica e emocional plena, casamentos bem sucedidos, cura, paz. harmonia, libertação, comunhão plena com Deus, etc. Um pai não pode desejar que seus filhos sejam pobres, doentes, depressivos, oprimidos, etc. Cuidado com pessoas que são usadas pra condenar o evengelho das boas novas, e boas novas não se resumem somente na salvação e vida eterna depois da morte fisica, a obra de Cristo na cruz foi muito maior e foi completa.

      • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

        Paulo então tinha pouca fé?

        – Deus colocou um espinho na carne dele.
        – Deus falou que Paulo saberia o que era sofrer pelo Evangelho.

        E Paulo disse:
        Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé,
        pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus. (Atos 14:22)

  • Luiz Carlos dos Santos

    A lleitura ideológica da Bbíblia, metodologia amplamente praticada na atualidade, cujo objetivo, é utilizar a leitura bíblica para justificar o capitalismo selvagem , as injustiças sociais, o fatalismo e tantas outras realidades negativas da vida.
    É interessante termos em mente que o fundamentalismo bíblico induz ao erro, pois a Bíblia foi escrito em outra época.Num contexto político, social e histórico completamente diferente do que vivemos na atualidade.

  • Felipe

    eu amo Deus e busco todos os dias da minha vida, eu faço engenharia de produção, então estou errado, em fazer uma boa faculdade? por que assim terei um bom emprego, não serei um milhonario mas terei uma vida boa, estou agindo errado?

  • Felipe

    eu amo Deus e busco todos os dias da minha vida, eu faço engenharia de produção, então estou errado, em fazer uma boa faculdade? por que assim terei um bom emprego, não serei um milhonario mas terei uma vida boa, estou agindo errado?

  • felipe

    Olá, estou com uma pequena duvida, eu faço engenharia de produção, logo vou me formar, não serei um milionário mas como engenheiro, terei um bom salário, meu principal foco é a salvação, e ser correto nos caminhos do Senhor mas eu peço com toda minha fé para que Deus guie meus caminhos e que eu possa ter um bom emprego conforme a vontade dele, e quando me tonar um engenheiro então vou ter uma vida digamos que confortável financeiramente, então estou agindo errado por isso?

    • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

      Não está. Mas não coloque seu coração no dinheiro. Siga a máxima de John Wesley: “Ganhe o máximo que puder, guarde o máximo que puder, doe o máximo que puder.”
      Agora, o quanto você irá guardar para usar em conforto, é algo que você tem que ver com Deus em oração.

  • felipe

    Olá, estou com uma pequena duvida, eu faço engenharia de produção, logo vou me formar, não serei um milionário mas como engenheiro, terei um bom salário, meu principal foco é a salvação, e ser correto nos caminhos do Senhor, mas eu peço com fé, para que ELE guie meus caminhos e que eu possa ter um bom emprego conforme a vontade dele, e quando me tonar um engenheiro então ter uma vida digamos que confortável financeiramente, então estou agindo errado por isso? Estou agindo errado em pedir a Deus para que eu possa ter uma casa própria e um bom carro?
    E que meu Pai seja próspero no Serviço dele, pois meu pai vive de vendas, não tem uma salário então não posso pedir que Deus abra as portas e que ele venha vender cada dia mais?

    Paz!

    • EDUARDO

      o problema e o que esta sendo pregado nas igrejas ,totalmente fora dos principios biblicos ,voce ir na igreja pra buscar encher o seu eu ,e nao para agradeçer a DEUS pelo que ele e e por que ele ja Fez ele me salvou da morte eterna morreu por mim sofreu pelos meus pecados coisa que nao sou digno que por mim mesmo nao merecia mas atraves do sangue puro sem macula me libertou da morte ,nao tem coisa mais linda do que ele fez por nos isso que e verdadeiro eterno onde meu tessouro nem traça nem ferrugem corroem

      nao pelo que voce quer ou que ele faça

      mas sim PELO QUE ELE E FOI E SEMPRE SERA

      nos ensinou a vencer o pecado a morte e nos vez ver o que realmente e real o que realmente existe ,tudo isso que vemos e temos vai se acabar MAS AQUELE QUE AMA OS SEUS MANDAMENTOS VIVERA

      TEM COISA MELHOR NAO TERA PLANTO ,DOR ,ODIO,INVEJA ,ORGULHO GANANCIA TUDO ISSO DA CARNE QUE SO CAUSA DOR

      PAREÇO UM RELIGIOSO MAS SE VOCE VER NAO SOU ESSES FANATICOS MAS LEIO A BIBLIA E PEÇO DISCERNIMENTO PARA COM DEUS ATRAVES DO NOME SANTO DE JESUS

    • Jean

      Claro que não tem nada de errado no que estas fazendo. ^Eu vim para que tenha vida em abundancia^ Jesus pagou o preço para que tenhas o melhor nessa vida aqui, so não pode colocar o seu coração nessas coisas corruptiveis, mas mantenha o seu foco em Cristo pois Ele e a fonte da vida abundante. Voce esta no caminho certo, não sinta culpada porque não e Deus que te julga mas o inimigo que não quer que voce prospere;

      • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

        Jean, se vida em abundância para você significa riqueza, então, você precisa ler melhor sua bíblia. No mesmo texto de João 10, Jesus diz:

        E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. (João 10:28)

        Essa é a vida abundante: vida eterna.

        Paulo diz:

        “Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé,
        pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.” (Atos 14:22)

        • Jean

          Caro Vinicius, a vida eterna começa aqui . A palavra de Deus e bastante clara quando diz que quando aceitamos Jesus, nos tornamos uma nova criatura em Cristo, tudo se faz novo. Não vivemos debaixo de condenação, morremos pra esse mundo e ressucitamos com Ele em novidade de vida (essa vida e Zoe ou seja a vida do proprio Deus) , vivemos Nele e Ele em nos. Esse nosso corpo e so uma casca, o nosso espirito ja vive eternamente pois ja entramos no reino de Deus. O nosso nome ja foi escrito, as tribulações são as circunstancias negativas desse mundo, mas apesar de estarmos nesse mundo, não somos dele ou seja, ja somos parte do reino de Deus que e dono do ouro e da prata.

          • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

            Sim, Jean. E mesmo assim, Paulo diz:

            “Confirmando os ânimos dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé,
            pois que por muitas tribulações nos importa entrar no reino de Deus.” (Atos 14:22)

            E mesmo assim Paulo passa por necessidade, fome e nudez. Havia algo de errado com ele?

          • Clark

            Mas Paulo também diz:

            “Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a
            esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos
            dá todas as coisas para delas gozarmos;” 1 Timóteo 6:17

            Pessoas ricas não estão livres de tribulações. Elas podem servir a Deus com suas riquezas. Não há heresia caso a riqueza seja dada por Deus. Não há teologia da prosperidade se uma pessoa vive o evangelho ao mesmo tempo que é relativamente próspera. Cornélio era um homem rico e praticava esmolas. Ele não foi exortado a dar o que tinha por Pedro. As tribulações, conceitualmente, são provocadas pela Vontade de Deus e não por uma espécie de auto-flagelação. Não existe explicitamente nenhuma razão pra que ele negue seu próprio salário, fruto de seus estudos, pois a mesma Bíblia diz: “Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário. 1 Timóteo 5:18

            Pela parábola dos talentos, vemos que Deus enxerga que cada um tem o direito de colher aquilo que planta. Se ele produz, tem o direito de colher. Isso é justo.

            Exorto aos irmãos que tenhamos cuidado. Nem “teologia da prosperidade” está correta, nem essa “teologia da pobreza santa” também.

          • http://voltemosaoevangelho.com/vinipimentel/ Vinícius Musselman Pimentel

            Ninguém está defendendo “teologia da pobreza”, estamos acusando a “teologia do acúmulo supérfluo”.

      • Marcos

        Estão vendo como todo extremismo é perigoso? Se por um lado alguns dão ênfase a TER como sinal de bênção, por outro alguns pregam que um verdadeiro discípulo de Jesus deve viver em abstinência de uma vida confortável e suprida. Meu irmão Felipe, claro que você não está errado como tem todo o direito e é abençoado em buscar uma boa formação que lhe dê um bom emprego com o melhor salário possível. E isso não é teologia da prosperidade e, sim, como servo de Deus buscar Nele Bênção e Graça para conseguir seus objetivos que são absolutamente normais. Pergunto: Como o Evangelho será financiado para que chegue em todos os locais se o povo de Deus não tiver recursos? Será que contaremos com os ricos deste mundo que não creem em Deus para financiar a obra? De certo que não são eles que irão financiar. Alguém sabe como, só como exemplo, o Ministério Portas Abertas consegue axiliar os irmão que vivem em locais de intensa perseguição a Igreja? Entre outras coisas é com grana oriunda de ofertas. E essas ofertas são nossas, dos filhos de Deus. Por isso, e muito mais, que se temos condições de buscar o melhor para nossas vidas, não vejo pecado, desde que isso não ocupe a primazia em nosso coração que deve pertencer somente a Deus. Digo ainda se nós vivêssemos o verdadeio Evangelho que também nos manda dividir, ter tudo em comum com aqueles que passam necessidades como faziam os primeiros crstãos em Atos, não precisaríamos estar sendo testemunhas de tanta apelação a TER somente para o seu bem estar. A igreja primitiva entendeu bem o que significa o Tudo em Comum a ponto de ninguém considerar como exclusivamente seu os bens que estavam sob sua mordomia. Que o Senhor nos abençoe na prática da Palavra!!

        • flavia

          Concordo a despeito da igreja primitiva, e se ainda temos irmãos passando necessidades do nosso lado nas nossas igrejas é por que somos todos jovens ricos…não abrimos mão das regalias em favor dos que passam necessidades do nosso lado, continua a mesma situação quando Paulo fala que muitos perecem pela ceia, que era a refeição em conjunto da igreja primitiva, uns comiam antes que os outros, e daí por diante alguém ficava na necessidade. A igreja têm que fazer a parte dela nas ajudas aos órfãos, viúvas e necessitados e o povo todo em sí precisam assumir as suas responsabilidades em relação aos nossos irmãos.

      • Jefferson Araujo

        Jean so um pequeno pormenor que eh importante salientar, com todo o respeito,quando diz que eu ”vim para que tenha vida em abundancia” esta relacionado com a vida eterna para os que creem Nele,ele pagou o preço unicamente para sermos salvos.Ser próspero não eh problema como vc disse e não precisamos nos sentir culpados se esse não eh nosso foco.

    • Paulo David

      O certo é fazer tudo para a GLÓRIA DE DEUS,na sua vida e na vida de todos ao seu redor. Pense sempre em como usar o seu conhecimento, o seu tempo o dinheiro e os bens que DEUS lhe da para que o nome de DEUS seja honrado e glorificado. Seja instrumento nas mãos de DEUS para abençoar pessoas com a sua riqueza pois foi ele quem deu. GRAÇA E PAZ

    • João Marcos

      Oi, Felipe
      Jesus nos disse em Lucas 10:7 – “…digno é o trabalhador do seu salário.”
      E Salmos 128:1-2 corroboram: “Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos! Do trabalho de tuas mãos comerás, feliz serás, e tudo te irá bem.”
      Nada de errado em gozar do bem do seu trabalho. Isso é benção!
      Errado é ir atrás da benção, ao invés de focar no Deus da benção (nosso alvo é viver pra Cristo). A crítica é contra a atitude de pregar um evangelho distorcido e que não levam as pessoas a Cristo, mas que mostram um pseudo-evangelho que mais afastam as pessoas da graça de Jesus do que qualquer outra coisa.
      O que Deus espera de nós é que confiemos que o Senhor vai suprir nossas NECESSIDADES, e não nossas vontades, muito menos nossos caprichos.
      Que vc seja o melhor profissional que puder, e mostre a glória de Deus através de um bom exemplo, pra dar testemunho do que é ser cristão, e levar pessoas a conhecê-lo através do seu dia-a-dia. É o ministério pro qual todos fomos chamados.
      Devolva ao Senhor os dízimos e as ofertas, e goze do bem do seu trabalho, o que alegra ao Senhor.
      Que o Senhor o abençoe,
      João Marcos

    • Sandra

      Querido irmão,
      O Evangelho não tem nada a ver com isso.
      Mas, não busque a resposta em homens.
      Pois se o Senhor, não nos der um coração para receber seu Evangelho, nada acontecerá conosco.
      Leia a Bíblia sozinho em seu quarto, ore antes e medite em Atos dos Apóstolos, depois vá para os Evangelhos.
      Tenha uma Bíblia de fácil interpretação e um bom dicionário de português, e se puder um dicionário Bíblico.
      Sabe, para sermos cheios de algo novo, precisamos de estar vazios, e muitas vezes não estamos só cheios, mas, sujos, contaminados.
      Então, persevere nesta busca e fica a dica: enquanto vc estiver lendo e orando a respeito do que vc está estudando, não ouça músicas, adoração, pregações motivacionais.
      Tenho fé de que se a sua busca for verdadeira, você terá sua vida completamente transformada para glorificar ao Senhor.

  • jarian

    Boa tarde, prezado Vinicius,
    estou passando um periodo de mudança que pessoas da minha casa mudaram para uma denominação que para mim prega com enfase essa area, gostaria se fosse possivel trocarmos umas ideias, grato. jariantauchen@hotmail.com

  • Thyago

    Parabéns pelo blog, pelo irmão que faz o trabalho nas escolas aqui em fortaleza vi ele no Ari de Sá, realmente agradeço muito ao senhor Jesus Cristo por ter me tirado das garras de pessoas como rr soares e silas malafaia, parabéns pelo blog. Temos que renunciar a nós mesmo, olho para João Batista da vontade de chorar porque eu sou tão ao contrário dele, ruth humilde e temente a Deus, eu pretendo fazer medicina e ter uma vida “confortável”, mas quero seguir os passos do meu senhor, sou jovem e agradeço muito pela igreja que tenho que é tradicional, mas as pessoas sempre erra. Os cristãos tem que saber que nós somos peregrinos e não devemos nos preocupar com coisas terrenas onde é corroída pelo tempo. Ligamos mais que as pessoas pensam de nós do que Deus pensa de nós, realmente a estrada para o céu é estreita e POUCOS vão passar, eu não determino nada e Deus não é obrigado a nada, tirem isso da cabeça de vocês. O meu desejo de ser médico já estava virando um ídolo no meu coração ou melhor já está e tantos outros ídolos que eu crei e quero destruir, como vai ter gente que se diz cristão no inferno, agradeço muito as pessoas do blog por traduzir os vídeos, fiquem na PAZ. Precisemos de gente como paul washer, john piper e outros em países do oriente médio.Esses tele pregadores a maioria acabam com a doutrina do dízimo, realmente cada vez mais eu acredito que pela Graça de Jesus é que somos salvos, porque eu mesmo tendo me convertido tava ainda cego, Paulo e João Batista homens de Deus.

  • Karla

    Quem muito ambiciona coisas aqui da terra, pouco ambiciona as do Céu!

  • anonimo

    DECIDI PARAR DE LER ESSES TIPOS DE BLOG E ME DEDIDAR EXCLUSIVAMENTE A PALAVRA DE DEUS QUE É INERRANTE, POIS TODOS INVARIAVELMENTE COLOCAM SUA VISÃO TEOLOGICA EM SEUS TEXTOS( BATISTAS, PREBITERIANOS, LUTERANOS, CALVINISTAS, ETC, COMO SE JESUS TIVESSE CRIADO TUDO ISSO aff. ISSO cansa).

    Jonh piper, paul wshar e tantos outros não são maiores que a palavra de DEUS, assim como eles existem muitos servos de DEUS. Parem de idolatrar o homem , essa busca por conhecimento, sem obediencia é morta.

    EX: jonh disse……….. e dai, o que a Biblia diz é mais importante e se o que ele disse estiver completamente de acordo, bom se não joga fora que é lixo!!!!!!!

    “Verdade é que alguns pregam a Cristo também por inveja e contenda, mas outros
    o fazem de boa mente; estes por amor, sabendo que fui posto para defesa
    do evangelho; mas aqueles por contenda anunciam a Cristo, não sinceramente,
    julgando suscitar aflição às minhas prisões. Mas que importa? contanto
    que, de toda maneira, ou por pretexto ou de verdade, Cristo seja anunciado,
    nisto me regozijo…” (Fil. 1:15-18).

    QUANTOS HOJE, ASSIM COMO JESUS ORAVA DE TRES DA MANHA ATÉ O DIA CLARIAR, OU TRABALHA NO REINO COMO ELE FAZIA É MUITO FACIO FALAR DO REINO E DISCUTIR TEOLOGIA, FALAR DE PAULO E OUTROS, QUANDO NEM SE CONHECE DE VERDADE O DEUS VIVO QUE PAULO CONHECIA.

    NO MAIS A PAZ DO SENHOR, E GRAÇAS A DEUS QUE ELE VEM BUSCAR UM POVO LAVADO E REMIDO NO SANGUE DO CORDEIRO, E NÃO TEOLOGOS OU DENOMINAÇÕES, OU AQUELES QUE SEGUEM A PIPER E PAUL WASHER.

  • Vitor.

    Na boa, quer prosperar financeiramente e materialmente? Primeiro pague tudo o que deve; segundo, gaste menos do que ganha; terceiro, estude e trabalhe duro; depois se humilhe e implore pra que Deus seja propício ao seu esforço e se mova ao seu favor, mas não envolva o nome de Deus nos seus negócios mesquinhos.
    Essa tal teologia da prosperidade simplesmente não é FIEL à palavra de Deus. Entendam, leiam e prefiram a palavra de Deus.
    Que Deus tenha misericórdia.

  • Alex

    Olha q interessante apagaram meu post!!
    Se nao concorda responde na palavra, mas apagar e deixar só o que voces querem é manipular opnioes!

  • Moi

    Eu quero saber o seguinte o verdadeiro evangelho é o seguinte ide ao mundo e pregai o evangelho, em quanto vocês discutem se deve ou não prosperar tem gente morrendo sem a salvação e nós somos coparticipantes deste trágico acontecimento. Vamos dar fruto e fruto de arrependimento.

  • tonne

    ola a Graca e Paz de Jesus cristo ^^

    o texto em questa retrata
    sobre salvação pois Jesus diz : o ladrão vem se não para matar, roubar e
    destruir , eu vim para que tenham vida e a tenham com abundâcia ….
    João 10:10 então não estava se referindo a bens , mas sim a vida eterna
    cujo nos espera pois satanas esta muito mais interesado em destruir
    nossa alma do q nos deixar “pobres”…..

    tudo que fizemos é pela fé ,

    Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
    Pois foi por meio dela que os antigos receberam bom testemunho.
    Pela fé entendemos que o universo foi formado pela palavra de Deus, de modo que o que se vê não foi feito do que é visível.
    Pela
    fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim. Pela fé ele
    foi reconhecido como justo, quando Deus aprovou as suas ofertas. Embora
    esteja morto, por meio da fé ainda fala.
    Pela fé Enoque foi
    arrebatado, de modo que não experimentou a morte; “ele já não foi
    encontrado porque Deus o havia arrebatado”, pois antes de ser arrebatado
    recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus.
    Sem fé é impossível
    agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e
    que recompensa aqueles que o buscam.
    Pela fé Noé, quando avisado a
    respeito de coisas que ainda não se viam, movido por santo temor,
    construiu uma arca para salvar sua família. Por meio da fé ele condenou o
    mundo e tornou-se herdeiro da justiça que é segundo a fé.
    Pela fé
    Abraão, quando chamado, obedeceu e dirigiu-se a um lugar que mais tarde
    receberia como herança, embora não soubesse para onde estava indo.
    Pela
    fé peregrinou na terra prometida como se estivesse em terra estranha;
    viveu em tendas, bem como Isaque e Jacó, co-herdeiros da mesma promessa.
    Pois ele esperava a cidade que tem alicerces, cujo arquiteto e edificador é Deus.
    Pela
    fé, Abraão — e também a própria Sara, apesar de estéril e avançada em
    idade — recebeu poder para gerar um filho, porque considerou fiel aquele
    que lhe havia feito a promessa.
    Assim, daquele homem já sem
    vitalidade originaram-se descendentes tão numerosos como as estrelas do
    céu e tão incontáveis como a areia da praia do mar.
    Todos estes ainda
    viveram pela fé, e morreram sem receber o que tinha sido prometido;
    viram-nas de longe e de longe as saudaram, reconhecendo que eram
    estrangeiros e peregrinos na terra.
    Os que assim falam mostram que estão buscando uma pátria.
    Se estivessem pensando naquela de onde saíram, teriam oportunidade de voltar.
    Em
    vez disso, esperavam eles uma pátria melhor, isto é, a pátria
    celestial. Por essa razão Deus não se envergonha de ser chamado o Deus
    deles, pois preparou-lhes uma cidade.
    Pela fé Abraão, quando Deus o
    pôs à prova, ofereceu Isaque como sacrifício. Aquele que havia recebido
    as promessas estava a ponto de sacrificar o seu único filho,
    embora Deus lhe tivesse dito: “Por meio de Isaque a sua descendência será considerada”.
    Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos; e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos.
    Pela fé Isaque abençoou Jacó e Esaú com respeito ao futuro deles.
    Pela fé Jacó, à beira da morte, abençoou cada um dos filhos de José e adorou a Deus, apoiado na extremidade do seu bordão.
    Pela fé José, no fim da vida, fez menção do êxodo dos israelitas do Egito e deu instruções acerca dos seus próprios ossos.
    Pela
    fé Moisés, recém-nascido, foi escondido durante três meses por seus
    pais, pois estes viram que ele não era uma criança comum, e não temeram o
    decreto do rei.
    Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó,
    preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo.
    Por amor de Cristo, considerou a desonra riqueza maior do que os tesouros do Egito, porque contemplava a sua recompensa.
    Pela fé saiu do Egito, não temendo a ira do rei, e perseverou, porque via aquele que é invisível.
    Pela fé celebrou a Páscoa e fez a aspersão do sangue, para que o destruidor não tocasse nos fihos mais velhos dos israelitas.
    Pela fé o povo atravessou o mar Vermelho como em terra seca; mas, quando os egípcios tentaram fazê-lo, morreram afogados.
    Pela fé caíram os muros de Jericó, depois de serem rodeados durante sete dias.
    Pela fé a prostituta Raabe, por ter acolhido os espiões, não foi morta com os que haviam sido desobedientes.
    Que mais direi? Não tenho tempo para falar de Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, Davi, Samuel e os profetas,
    os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas, fecharam a boca de leões,
    apagaram
    o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram
    força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos
    estrangeiros.
    Houve mulheres que, pela ressurreição, tiveram de volta
    os seus mortos. Alguns foram torturados e recusaram ser libertados,
    para poderem alcançar uma ressurreição superior.
    Outros enfrentaram zombaria e açoites, outros ainda foram acorrentados e colocados na prisão,
    apedrejados,
    serrados ao meio, postos à prova, mortos ao fio da espada. Andaram
    errantes, vestidos de pele de ovelhas e de cabras, necessitados,
    afligidos e maltratados.
    O mundo não era digno deles. Vagaram pelos desertos e montes, pelas cavernas e grutas.
    Todos estes receberam bom testemunho por meio da fé; no entanto, nenhum deles recebeu o que havia sido prometido.
    Deus havia planejado algo melhor para nós, para que conosco fossem eles aperfeiçoados.

    Hebreus 11:1-40

    Vejamos
    que no texto homens conquistaram mas muitos tambem não conquistarão
    mais hoje estao com Deus … o texto já diz tudo … muito obrigado pela
    atenção Deus abencoe a todos ^^

  • m2biam

    Meus queridos irmãos, a única maneira de não sermos enganados, é procurando estudar e conhecer com afinco a palavra de Deus. Aos saduceus ( que negavam a ressurreição), Jesus disse certa vez: “Errais por não CONHECER AS ESCRITURAS (grifo meu), nem o poder de Deus. Os enganadores sempre vão existir, mas a Bíblia nos diz também que o povo que conhece o seu Deus, se tornará forte!

  • Evangelho

    Deus em nenhuma parte da bíblia mencionou ou falou que nós éramos obrigados a dar tudo que temos, isso é um puro absurdo, deus falou e mencionou que nós teriamos que dar o dízimo que é somente 10 por cento, as pessoas que falam na teologia da prosperidade pegam nosso dinheiro sem praticamente gastar uma gota de suor com trabalho e nós que trabalhamos o dia todo para ganhar o pão, trabalhamos duro pra ganhar dinheiro temos que dar tudo pra recebermos benção. Os discípulos não tiveram que dar tudo o que tinham, só tinham que dar o dizimo, então essas pessoas que falam e continuam falando que temos que dar dinheiro pra ganhar um reino no céu é uma completa mentira, pois muita gente tá dando tudo que tem sem ler pelo menos uma página da bíblia ou ouvir um louvor. Pra ganhar a benção do senhor Jesus temos que orar, louvar ao senhor e ler a palavra de Deus, por isso ninguém tem que dar seu dinheiro pra ter uma vida boa e felicidade.

  • Evangelho

    A teologia da prosperidade não existe na bíblia , é uma invenção tendenciosa de igrejas que utilizam-se da fé das pessoas para ludibria-las, engana-las e o pior, utilizando a própria palavra de Deus, de maneira deturpada. Felizmente as igrejas batistas tradicionalistas, discordam da teologia da prosperidade,lá é exercitada a sã doutrina, a palavra de Deus sadia, sem intervenções mentirosas como as que tem ocorrido nestas igrejas que aderem a teologia da prosperidade. Jesus não se preocupava em acumular riquezas na terra, sua maior preocupação era levar a palavra de Deus a todos. Por isso a maior preocupação de uma igreja sadia, é levar a palavra de Deus, é louvar, é engrandecer o nome de Jesus e não arrecadar montantes de dinheiro. O dízimo é o bastante, se alguém quiser ofertar é bem vindo mas tem que o fazer deliberadamente, sem pressão de pastor ou ameaças do tipo- “quem não der tudo, não vai pro céu”. Uma completa asneira esta frase. Jesus jamais disse algo deste tipo. Leiam a bíblia e encontrará a verdade!

  • Carlos Alves Junior

    A prosperidade terrena e boa ,mas não podemos deixar ela ser de um serto modo nosso obigetvo. Principal Jesus disse do que adianta ganhar o mundo todo e perder a sua alma, lembre-se e bom mas riqueza não salva !!

  • Carlos Alves Junior

    Essas igrejas ai ta osso ,só querem dim dim kkkkk.

  • elias

    pega tua riqueza dê aos pobres então me siga .

  • Thiago

    Creio que o foco não deve ser ridicularizar os pregadores da prosperidade, mas apenas alertar as pessoas sobre os perigos da teologia da prosperidade. O foco deve ser combater as ideologias, não as pessoas.. Se as pessoas aprenderem que a teologia da prosperidade é um ensinamento que tira o foco do evangelho, então elas mesmas vão ter discernimento de não aderir certos ensinos.

    • Adriano Soares de Maltes

      Olha irmão tudo isso se resume em um versiculo,João cap 8 vers 32 conhecereis a verdade e a verdade vos libertaras.
      Apalavra também em Oséias cap 4 vers 6 que diz o meu povo foi destruido porque lhe faltou conhecimento.

  • Wesley

    Os pregadores desse evangelho da prosperidade tem destruído a sã doutrina, e não me diga que DEUS quer que você tenha conforto e seja paparicado, eu não conheço na doutrina apostólica esse evangelho pobre, fraco e materialista, eu vejo pessoas sendo martirizadas em coliseus mastigadas por leões, pessoas sendo decapitadas por causa da mensagem da cruz, esse evangelho não produz salvos produz condenados.

  • Antonio Junior

    não gostei do site,pulgas

  • PRA GRAÇA SERAFIM

    Essa Teologia tem levado muitos Líderes a deixarem a paixão pelas as vidas, pela paixão pelo o dinheiro. Que o Eterno tenha misericórdia.

  • osvaldo barbosa de medeiros

    ser salvo e herdar o reino sao pensamentos distintos de jesus, ser salvo basta crer, herdar tem controlar seus pecados e esfaziar se do mundo e dinheiro é mundo… como é que quer voce quer ser tratado por jesus la, no reino… reflexao…………………………………………………………………..

  • marcos

    a teologia da prosperidade vou dizer uma coisa ter bens materiais não é pecado estude trabalhe que Deus vai te abençoar o problema é que estao mais pregando as coisas dessas terra do que o reino de Deus estão esquecendo que somos peregrinos em terra estranha quando jesus disse não ajunteis tesouros nessa terra foi por causa do coraçao do homem pois onde esta o teu tesouro ai esta teu coração quero saber qual dos pregadores da prosperidade que venderia todos os seus bens e daria aos pobres vamos prega a cristo paulo disse se eu espera em cristo so nessa vida miseravel homem que sou

  • Raniele Pontes

    O crente do evangelho do Diabo se converte e fica alegre e diz: Me encontrei com meu Deus, tinha um carro velho e agora tenho dois novos; minha empresa tava falida, agora tenho quatro empresas; eu não saía para lazer, agora toda semana estou com minha família na casa de praia que comprei recentemente. O crente do evangelho de Cristo se converte e diz: Tinha dois carros, mas como eu podia viver só com um, vendi e distribuir com os necessitados da igreja; eu tinha uma empresa que me consumia todo o tempo da minha vida, então eu vendi parte das ações e agora meus sócios me ajudam e assim está ficando muito mais tempo livre para eu orar e trabalhar na obra de Deus; Eu gostava muito de lazer, mas agora como eu sei que Cristo está voltando e que a maior parte da humanidade está fora da arca, também estou usando este tempo pra vida devocional, pois Satanás não brinca de ser inimigo.

  • lael santos

    Dízimo para arcar com as despesas do templo? Onde está isto na Bíblia? Aliás, dízimo era uma ordenança para a nação de Israel e apenas os da Tribo de Levi tinham o direito de coletá-lo. Saiam do erro! Estamos na nova aliança; o nosso sumo-sacerdote é da Tribo deJudá. Nenhum dos apóstolos fez menção de dízimo…

  • Valdir Junior

    Eis uma discussão complicada. Eu penso que devemos imitar a Cristo, e Ele quando veio ao mundo: Nasceu em uma manjedoura; Foi reverenciado quando estava sobre um jumento emprestado e acabou sendo crucificado em uma cruz que não era sua. Eu penso que Deus não está se importando se nós teremos condições de andar de carro novo, ter uma casa nova para o nosso conforto ou se teremos “trocentos” pares de sapatos no armário. Afinal, com tanta gente faminta e desesperada, creio que Ele vá contemplar o nosso anseio de ajudar de alguma forma, seja com algumas marmitas para quem tem fome, ou com algumas roupas pra quem está com frio… Nós vivemos em um país capitalista, onde a onda do momento é preparar o evangelho pra ser o mais fácil possível: “Você tem que estudar, ter um emprego rentável, tem que casar, ter uma vida confortável e outras coisas mais. Lembro-me de um sermão onde o pastor da igreja Missão em Cariacica – ES falou que o padrão de crente vitorioso era o da Aline Barros. Achei um absurdo tal comparação! Principalmente porque a cada dia mais passo a admirar a igreja perseguida e sua forma de viver para Cristo mesmo nas situações mais dolorosas e difíceis. Diante da vida destes irmãos (igreja perseguida), me vejo cada vez mais longe do rótulo de cristão.
    ALGUÉM PARE ESSE MUNDO PORQUE EU QUERO DESCER!

  • Paulo Cesar

    Até a vinda de Jesus Cristo as Escrituras mencionavam o acúmulo de riquezas e bens materiais.

    Cristo veio para nos ensinar o completo desapego em relação as riquezas temporais. O Novo Testamento está repleto de passagens nesse sentido.

    A teologia da prosperidade, abraçada e ensinada pelos neo-pentecostais, é uma mentira que conduz à perdição. Entretanto, a ganância e o egoísmo pessoais não são menos danosos do que o que se ensina naquela teologia.

    Muitas vezes o conforto e a riqueza são fruto de trapaças e de avareza.

    Vocês protestantes podem alcançar a salvação retornando para a verdadeira Igreja de Cristo, qual seja, a Igreja Católica. Não caiam na armadilha de Lutero, Calvino e demais hereges.

    Convertam-se ao catolicismo, a Igreja que lhes deu as Escrituras.

    Fiquem na paz de Nosso Senhor Jesus Cristo, com as bençãos de Nossa Senhora.

  • Wesley Ferreira

    DISCORDO.

    Eu vejo esse homem como um grande homem de Deus, porem ao mesmo tempo que ele fala a verdade em grande parte do vídeo ele também a omite. Creio que isso não é por que ele seja mal caráter e sim pela simples falta de conhecimento sobre a teologia da prosperidade em algumas igrejas. Temos que entender que desde que o mundo é mundo as pessoas tem uma visão diferente de Deus, pois Deus se manifesta diferentemente entre ambas as pessoas. Exemplo disso são os dois cegos que foram curados por Ele. Um recebeu cuspe e lodo nos olhos e foi curado, o outro simplesmente recebeu uma palavra e também foi. Se fosse nos dias de hoje e se esses dois cegos se encontrassem provavelmente eles teriam discutido. Pois um iria questionar o Jesus do outro. Afinal um somente recebeu a palavra e outro recebeu lodo e cuspe. O Nosso Deus é grande e Ele se manifesta em varias Igrejas de forma diferente, assim aconteceu durante todos os séculos é só olhar a vida de: Lutero, Calvino, Jhon Wesley, William Seymour etc. O Que realmente temos que entender para saber julgar se uma denominação é de Deus ou não é o centro da mensagem, ou seja….O FAMOSO vá e não peques mais. A Verdadeira Igreja de Deus tem como base o reconhecimento do pecado e a luta contra Ele para uma vida separada para glória de Deus e quem esta em uma linha teológica errada provavelmente ira aceitar o pecado e apoiá-lo. Muitas Igrejas que pregam a teologia da prosperidade, são extremista e herege. Porem muitas outras também são santas e equilibradas. Muitas só querem enriquecer, outras realmente investem em AJUDAR e SALVAR muitas almas e estão em muitos lugares que muitas famosas Igrejas tradicionais não estão. Muitos líderes não visitam mendigos na rua e nem pregam para enfermos nos hospitais. Mas muitas Igrejas estão sempre lado a lado com essas pessoas e isso é inegável. Creio que não podemos julgar o movimento da teologia da prosperidade por alguns ou pela maioria como dizem algumas pessoas. Pois se assim fizermos vamos julgar o Cristianismo como um verdadeiro câncer em nossa sociedade, afinal muitos Cristão fizeram muita porcaria ao longo dos anos e continuam fazendo. É Por isso que o Ap. Paulo, inspirado pelo Espirito Santo nos orienta…

    Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.

    Porque está escrito:Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim,E toda a língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão. Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda.

    Romanos 14:10-14

  • Luiz Duarte

    Buscai o reino de Deus, e as demais coisas vos serão acrescentadas. A teologia da prosperidade faz tu seguir o deus da barganha dar para receber, Deus tem principios Ele não muda.

  • Luiz Duarte

    Chegar ao céu, requer obediencia a Deus e não sacrificio material ou financeiro, senão estariamos invalidando o sacrificio da cruz.

  • ferdinando pismel

    Pastor Paz de Deus sua imagem de missões sé linda solicito autorização para usarmos na nossa pagina do face book igreja internacional comunidade seara Paz Deus

  • http://facebook.com/profile.php?id=100000217159708 Giovanni Pinto

    Este evangelho da prosperidade infelizmente tende a se multiplicar nestes dias do fim e vários outros, um muito recente é o evangelho da circunstacialidade, um pequeno, mas bom texto sobre este assunto; http://giovannipinto.wordpress.com/2013/05/13/o-evangelho-da-circunstancialidade/

  • Diego Stallone

    Caros, os ebooks não estão disponíveis para download, está aparecendo “page not found”. Obrigado!

  • Maria Betannia

    Esse evangelho da prosperidade que se prega por aí,é antibíblico. O que me entristece é ver as pessoas sendo ludibriadas,por não ter conhecimento da verdade que encontramos na Bíblia. As pessoas buscam a DEUS pelas bênçãos que o Senhor pode dar,na maioria das vezes é benção material.Não buscam a DEUS pelo que ELE É.Geralmente não se tem arrependimento,vidas transformadas ou renuncia. Fica a falsa idéia,que Deus é só amor e bençãos,que jamais julgaria…esse não o evangelho de Cristo. ”Todo aquele que crê em Jesus Cristo,recebe perdão paz com Deus e vida eterna!. ”Porquer Deus amou ao mundo de tal maneira que deus o seu filho unigênito,para que todo o que nele crê não pereça ,mas tenha a vida eterna,”João 3:16.Então fica claro que o presente de Deus para as nossas vidas é sua Graça.Devemos agradecer a Deus pela salvação. A paz do Senhor