um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Malaquias 3:10, o Dízimo e o Novo Testamento

“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias 3:8-11)

O que a bíblia fala sobre o dízimo? Qual a relação do dízimo com o Novo Testamento? Devemos dar dízimos e ofertas ou só ofertas? Devemos ser dizimistas? E Malaquias 3:10?

Anteriormente, postamos respondendo se o dízimo é válido para o dia de hoje e falando sobre a não continuidade do dízimo no Novo Testamento, sendo suplantado pelas ofertas voluntárias (postagem 1postagem 2). No vídeo abaixo, Augustus Nicodemus expondo o livro de Malaquias fala sobre a questão do dízimo. A posição dele é bem equilibrada e representa o nosso pensamento sobre o assunto.

Se você tiver alguma dúvida, sinta-se a vontade para perguntar. Se você não concorda, primeiro acalme seus ânimos (orar ajuda), depois leia as postagens anteriores e os comentários e, só depois, venha expor com argumentos bíblicos sua defesa.

Perguntas e Respostas

Estou acostumado a dizimar. Posso continuar ou estarei pecando?

Não há nenhum problema em dar ofertas voluntárias rotineiras e proporcionais a 10% a seu ganho. “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” (2 Coríntios 9:7)

Como igrejas, pastores e missões serão sustentados?

Da mesma forma, com a contribuição generosa e voluntária do povo de Deus que serve somente ao Senhor e não a Mamom.

Mas se você não pregar e ameaçar com as maldições de não dizimar as pessoas não dão.

Então, as pessoas de sua igreja estão fazendo algo que Deus não ama, pois Deus ama aquele que dá com alegria e voluntariedade.

Abraão deu o dízimo antes da lei, então o dízimo está instituído antes da lei.

Abraão também circuncidou-se antes da lei, isso não significa que você o deva fazer também. Veja nas postagens anteriores sobre isso.

Se eu não dizimar, serei amaldiçoada pelo gafanhoto cortador, o peregrino, o devastador e o devorador de Joel 1:4?

Primeiro, se você é um cristão genuíno, não há mais nenhuma condenação para você (Romanos 8:1), pois Cristo o resgatou de toda maldição (Gálatas 3:13) e você foi adotado por Deus. Isso significa que o Pai está continuamente buscando seu bem, isto é, você ser cada vez mais parecido com Cristo (Romanos 8:28,29) – e não mais parecido com os ricos deste mundo – e nosso Pai tomará até medidas disciplinares para isso, pois Ele o recebe como Filho (Hebreus 12:6). Portanto, isso significa que se o Pai achar melhor ele pode levá-lo a provações econômicas para aprender a ser generoso (2 Coríntios 8:2) e não colocar seu coração nas riquezas (Salmos 62:10).

Eu dei o dízimo e funcionou e conheço testemunho de pessoas que enriqueceram ao dar o dízimo.

Os que entram em sociedades secretas também enriquecem. Isso quer dizer que está certo? Não. Então, esse não é um argumento válido. Além do mais, ofertar a Deus não é uma moeda de troca ou uma barganha, mas um gesto de adoração e amor ao próximo. Se sua intenção ao dizimar ou ofertar é, no fundo, enriquecer, então você não ama a Deus, mas o usa para seus desejos pecaminosos e carnais.

Por: Augustus Nicodemus Lopes. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: Malaquias 3:10, o Dízimo e o Novo Testamento.

420 Comentários
  1. adriano costa Diz

    realmente , concordo 100 por cento com o texto e tambem com as explicaçoes, o grande problema nao é dizimo e sim disposiçao do coraçao das pessoas, nao temos como amar a DEUS e nao sermos generosos nessa area, DEUS realmente nao quer nada por obrigaçao e sim por amor a ELE, outra coisa muito errada nos dias de hoje sao os famosos textos fora de contexto como é o caso de malaquias, pra quem foi escrito e a situaçao do momento, agora sinceramente quando penso nas pessoas taxando valores especificos para contribuiçao logo penso , 10% é o seu melhor pra DEUS? Se for amém, mas o que realmente importa creio que seja entendermos o quanto amamos mesmo a DEUS, se for com todas nossas forças e entendimento , o resto sera apenas o desejo de glorifica-lo em nossas vidas! e as ofertas ou dizimos ou como quer que chamem , serao apenas uma extensao de nosso amor por ele!!!
    DEUS abençoes a todos!

    1. Wesley Diz

      “outra coisa muito errada nos dias de hoje sao os famosos textos fora de contexto como é o caso de malaquias, pra quem foi escrito e a situaçao do momento”
      Acho que essa frase não é valida, porque podeira pegar quase a biblía toda e dizer isso.

      Não estou dizendo que é o seu caso, mas a grande maioria das pessoas, não dá dízimo não porque acham que o amor delas pode ser demonstrado a Deus de outra forma, e que o dízimo é muito pouco ou algo assim, mas porque são mesquinhas e se preocupam muito mais em pagar as suas contas primeiro e depois dar um pouco do que sobrou a Deus.
      Repetindo: Não estou dizendo que seja o seu caso

    2. adriano costa Diz

      sim ,eu concordo wesley, muitos do povo hoje que se cristaos, realmente querem entender se é obrigatorio ou nao o dizimo para muitas vezes nao terem que contribuir financeiramente,e em relaçao ao amor ser demonstrado a DEUS de outras formas coloco a passagem de ! co 10:31, quer comam ou bebam façam tudo pra gloria de DEUS, eu entendo dessa forma, nao podemos separar o que fazer para glorificar a DEUS temos que realmente viver para glorifica-lo, quando falo sobre o texto de malaquias, eu acredito que devemos ler sim a biblia em seu contexto historico com exegese e hermeneutica, juntamente com se voce for no caso de malaquias ,ver para quem ele foi escrito era para os sacerdotes, que nao estavam contribuindo para disposiçao das viuvas e dos necessitados, era uma repreensao em cima deles, entao o que quis dizer é que hoje em dia muitas igrejas se posicionam colocando que quem nao for dizimista , DEUS ira amaldiçoa-lo , é disso que me refiro , texto fora de contexto vira pretexto para manipulaçao!!
      DEUS te abençoe

    3. Wesley Diz

      Ok Adriano! Concordo que texto fora de contexto virá pretexto, e que muitos usam isso hoje.

      Mas ainda acho válido o dízimo como prova de fé (voluntária) para com Deus. Pois como disse muitos hoje não concordam com dízimos por serem mesquinhos, e se preocuparem mais com suas coisas terrenas do que com Deus!

      Mas depois de ler tudo isso, estou sim achando que não é mandamento válido mais, mas isso eu vou comprovar eu mesmo lendo a bíblia. Ainda assim, mesmo que comprove continuarei dando meu dízimo :)

      Deus o abençoe também!

    4. felipe Diz

      Weslei, o problema é quando vc olha para os seus pais pasando por dificuldades financeiras e vc (no caso eu), entregando os dízimos e ofertas gordas na igreja, escutando o terror da ladainha de malaquias , enquanto seu pastor está comprando diversosi móveis e morando em uma casa de mais de 1 milhão de reais, e sua igreja tentando comprar um terreno de mais deR$15 milhões e depois gastar sabe lá Deus quanto um mega-templo…

    5. valdovino Diz

      valdovino meus amigos não se deixe enganar mais.quer ver um verdadeiro pastor, manda ele por um havaina nos pés e sair de casa em casa pregando o evangelho de graça somente no sábado e domingo e durante a semana trabalhando para se sustentar se voçe achar um no brasil me diga estes que estão ai jamais serão pastores estão mais prá Malaquias,

    6. samuel Diz

      caro irmao weslley isso nao é prova de fé amigo pois prova de fé vc ja tem. voce ja viu Deus? ele para na tua frente com a verdadeira face dele e comversou com vc vc vendo a gloria dele? mesmo asim voce crer pois esta escrito feliz sao os que nao viram e creram entao so em vc seguir Jesus cristo isso ja e a maior prova de fé

    7. Francieli Diz

      Impor a lei dos 10% como pretesto de que o povo não contribuiria de outra forma é o mesmo que menospresar o agir do Espírito Santo no coração do povo, é não crer no poder da pregação da Palavra…e a única desculpa pelo que se tem pregado sobre dízimos é a falta de temor dos sacerdotes em querer garantir sua renda, e de todos os que ele emprega, através dos dízimos…e o povo? não é vítima, é complacente!

  2. Pr Sergio Lorett Leitão Diz

    Se formos colocar ao pé da letra, sobre o dizimo no antigo testamento, e ao dizimo depois de cristo, nossa oferta ou dizimo terá que ser muito mais de 10%, muito mais.

    1. Jessika Viana Diz

      Eu também concordo com o Sérgio Lorett, quando estamos nos caminhos de Deus, tentando seguir com muita fé e obediência 10% é muito pouco. Mas eu interpreto da seguinte maneira, nos damos 10% do valor líquido ou o que o nosso coração anseia em oferecer, mas muitos estão esquecendo da contribuição espiritual. A gratidão que devemos ao nosso Pai.

  3. Rodrigo Amaro Diz

    O vídeo está fora do ar. É possível repô-lo? Obrigado. Graça e Paz!

    1. Vini Diz

      Já está funcionando agora.

    2. Priscila Moret Diz

      Este sempre foi meu pensamento sobre dízimos e ofertas. Deus abençoe este site!

  4. Fabio Bari Diz

    “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da LEI: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.(LEI)”
    Mateus 23:23

    Unica referencia de Dizimo no NT , uma carcada de JESUS aos PRATICANTES DA LEI , ou seja VELHA ALIANÇA , nunca em dinheiro (DT 14.22-29), nunca praticada fora de Israel

    ”Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra,(LEI) mas do Espírito(IGREJA)…Se era glorioso o ministério que trouxe condenação,(LEI) quanto mais glorioso será o ministério que produz justiça!(INDEPENDENTE DA LEI)
    Pois o que outrora foi glorioso, agora não tem glória,(LEI) em comparação com a glória insuperável.”
    2 Coríntios 3:6, 9-10

  5. Leo Pereira Diz

    Gostei do texto pois ele é bem equilibrado, não força nem para um lado, nem para outro. O Piper tem um texto muito bom sobre o dízimo no site dele. Obrigado por compartilhar esse texto!

  6. Frank Brito Diz

    Uma coisa que eu queria entender é porque os defensores da continuidade do dízimo nunca explicam porque o mandamento de dízimo passou a incluir dinheiro sob o Novo Pacto se sob o Antigo Pacto não incluia dinheiro.

    Eu só vejo a pressuporem que incluia, mas sem mostrar.

    1. Laryssa Diz

      Muito Simples! Antigamente não existia dinheiro. As pessoas eram ricas ou pobres de acordo com suas posses e rebanhos. Ou seja, era tudo na base da troca. Logo, para sustentar os sacerdotes era necessário rebanhos, comida, etc. Entendeu?!

    2. Laryssa Diz

      ** sustentar os sacerdotes e a obra de Deus (=

    3. Frank Brito Diz

      Isso não é verdade. Só no Pentateuco a palavra “dinheiro” aparece 48 vezes.Aqui está um exemplo:“Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não te haverás com ele como credor; não lhe imporás juros”. (Ex 22.25)Era na forma de ouro, prata, etc. Mas o fato é que nada disso era dizimado. Aqueles que não tinham terra/criavam animais não dizimavam ainda que tivessem dinheiro.

    4. Diego Monteiro Diz

      Gostei da resposta, mas, é pouca base para se afirmar que dinheiro também não era ofertado, pois havia ouro e tesouros que também eram guardados nos tesouros da casa de Deus.

  7. Frank Brito Diz

    A discussão toda costuma girar em torno de uma compreensão errada da natureza e conteúdo do dízimo.

  8. tiago hirayama Diz

    Amem queridos…esse assunto concordo plenamente com o Pr. Augustus

    Até gostaria de deixar uma explanação que traduzi a alguns meses atrás sobre o dizimo…

    Traduzi a partir de um estudo do Dr. Ian M. Duguid

    http://averdadenasescrituras.com/2011/09/06/dizimos-qual-deles-voce-pratica/

  9. Alisson Barateli Bodelon Diz

    Infelizmente, o dízimo é observado como lei, sobretudo, no seio da igreja evangélica brasileira, e não como um princípio, com raríssimas exceções. O que era “princípio desde o princípio” foi estabelecido por Deus como lei para a nação de Israel, servindo como um tipo de imposto a ela cobrado, a fim de “girar”,movimentar a economia da nação, promovendo assim, o sustento da classe sacerdotal e levítica, bem como JUSTIÇA SOCIAL! Na verdade, esse “sistema de administração financeira eclesiástica” atual, que inclui o dízimo de todos os rendimentos daqueles que se encontram relacionados com tais ministérios, é regido na maioria das vezes pelo diabo, e não por Deus! Pois explora os mais pobres e necessitados, além de extorquir os mais abastados, mediante um “autêntico estelionato da fé”! O que deveria ser revertido para os mais pobres e necessitados, hoje, é deles exigido! Geralmente, apenas o “Clero”, acaba usufruindo de todos os recursos contabilizados na comunidade ou ministério. Não há repasse algum para órfãos e viúvas (que representam os necessitados dentre os congregados), muito menos para os estrangeiros e peregrinos na terra (que representam os mais necessitados dentre os não congregados no contexto social em que a comunidade se encontra)conforme ordena a lei do dízimo que tanto enfatizam (Dt 14.22-29)! Só enfatizam o que lhes é mais interessante. Que vergonha! Que ultraje ao Espírito da graça! Precisamos entender que o nosso verdadeiro dízimo, no Brasil, é dado ao nosso governo que nos cobra aproximadamente, na atualidade, 30% de impostos(ou mais) em relação aos nossos rendimentos, e ainda assim, não consegue promover justiça social em nossa nação para sua vergonha.
    A ordenança eclesiástica acerca do dízimo foi introduzida, embora com pouco êxito inicial, no Concílio local de Mâcon, no ano 585 Apenas uns duzentos anos após isso é que ganhou força, passando a ser considerado tributo obrigatório à Igreja Católica (por Carlos Magno, de 777 d.C). Portanto, para aceitarmos a prática do dízimo, principalmente com o grande desvio de finalidade como vemos hoje, teremos que desprezar o estudo da Bíblia e também a história da Igreja, incluindo os apóstolos e os líderes dos primeiros séculos da história do Cristianismo. “Os que possuem alguma coisa e queiram, cada um conforme sua livre vontade, dão o que bem lhes parece, e o que foi recolhido se entrega ao presidente. Ele o distribui a órfãos e viúvas, aos que por necessidade ou outra causa estão necessitados, aos que estão nas prisões, aos forasteiros de passagem, numa palavra, ele se torna o provedor de todos os que se encontram em necessidade.” (JUSTINO MÁRTIR, 100 A 165 d.C.).
    1 – Para que grupo de Israel Malaquias é dirigido? Veja Malaquias 1:6; 2:2 e 2:7-8.
    2 – O que é a “Casa do Tesouro” na Bíblia? Veja Neemias 10:38.
    3 – Quem deveria levar os dízimos à Casa do tesouro? Ver em Neemias 12:44 e 10:38 novamente.
    4 – O que é o “devorador” na Bíblia? Ver em Levítico 11:22 e Joel 1:4.
    5 – O que são as “janelas do céu”? Ver em Gênesis 7:11 e 8:2.
    6 – Quem estava “roubando a Deus”? – Malaquias 2:7-8.
    Logo concluímos que o dízimo diz respeito a aliança mosaica, e não a nova aliança.
    Deus nos ajude a nadar contra essa maré corrupta e corruptora!
    Saúde a todos!
    Somente a Deus glória!

  10. Clovis Filho Diz

    Não procede essa história de que o dízimo é coisa da Lei e não do Novo Testamento. O princípio do dízimo e da oferta já é encontrado logo nos primeiros capítulos da Bíblia Sagrada, e nos mostra o quanto é importante honrar a Deus com os nossos bens.
    Abraão não deu seu dízimo por que a Lei ordenava. Como se vê, ela nem existia ainda. Ele deu o seu dízimo por que tinha fé. Porque cria que Deus era a fonte de tudo em sua vida. Glória Deus! Este é um princípio tremendo para as nossas vidas. Abraão entregou o seu dízimo ao rei de Salém, um sacerdote do Deus altíssimo chamado de Melquisedeque, cujo nome significa “Meu Rei é Justo/Legítimo”. No Novo Testamento, mais especificamente no livro de Hebreus, capítulo 7, nós descobrimos que este rei e sacerdote é na verdade um tipo de Cristo no Velho Testamento. Ora, se Melquisedeque é um tipo de Cristo, pela fé, Abraão pagou o seu dízimo ao Messias de Israel, Jesus Cristo.
    Ps. Dízimo significa 10% e ponto final. Não tem como negociar essa porcentagem.

    1. Vini Diz

      Sim, sua análise está certa. Abraão deu exatamente 10% de tudo a um tipo de Cristo. Só que sua análise deve parar por aí, pois não há nenhum suporte bíblico para “então também devemos dar”.

      Paz =]

    2. Mateus Diz

      Abraão tbm levou seu filho p altar p oferecer a Deus…
      Como Abraão fez, nós tbm devemos fazer, correto?

    3. Moisés Diz

      É lamentável esse tipo de comparação, Mateus. O mesmo ocorre com o texto publicado mais acima que descreve que Cristo determinou aos fariseus e mestres da lei: “Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.(LEI)” – Mateus 23:23. Leiam novamente o texto: “Vocês devem…, sem omitir aquelas”.
      Quanto ao fato de Abraão ter levado seu filho para o altar para o oferecer a Deus é ignorância de nossa parte pressupor que essa SOMBRA apontaria para outro filho de qualquer pecador que seja, a não o ser o repousar sobre CRISTO, O FILHO UNIGÊNITO DE DEUS.
      Meu interesse não é contender e sim deixar claro que não há erro em dizimar, ofertar ou oferecer nossas finanças para a propagação do Evangelho. Quanto aos muitos desvios de seus propósitos, a Bíblia diz que cada um dará conta de si mesmo a Deus. Não é porque se tem maus administradores na instituição religiosa chamada igreja que deveríamos negligenciar nossas contribuições, nossos dízimos e ofertas. Em fim, NÃO HÁ PECADO E NEM ERRO EM DIZIMARMOS, pelo menos é o que eu creio.

    4. Mateus Diz

      Minha intenção tbm não foi de comparar…
      Foi apenas para mostrar que um ato de determinada pessoa não se torna uma regra para as outras.

    5. borges Diz

      temos então que nos circuncidar tambem pois veio antes da Lei não é?

    6. Bosco Diz

      Abraão deu 10% de depojos de guerra, como explica MacArthur em sua pregação “God’s plan for giving” Abraão viveu 160 anos e nada ficou registrado de que ele tenha dado qualquer outro dízimo e pelo menos um do aumento de suas rendas. Estou preparando monografia sobre o tema e precisei recorrer a várias obras em inglês pq no Brasil ainda existe pouca coisa bíblica sobre o tema. Traduzi o livro do Matt Narramore sobre o tema e ele me autorizou a distribuí-lo, quem quiser uma cópia envie e-mail pra [email protected]
      Pretendo ao terminar a monograifa traduzir a série de sermões de MacArthur, são ótimas.

    7. Bosco Diz

      Quem desejar o livro coloquei no rapidshare, já que estava no megaupload e ele faleceu:
      https://rapidshare.com/files/1317215948/Narramore__Matthew_E.-Dízimo-Inferior__Obsoleto_e_Extinto.pdf

    8. Eric Henrique de Oliveira Diz

      Vamos avaliar a intenção de Abrao em dar o dízimo para Deus, se foi por fé ou troca(barganha)….. fica a dúvida e a analise mais profunda do texto

    9. Sanlopes Diz

      OTIMO. CLOVIS FOI ISSO QUE O SENHOR ME ENSINOU.JESUS TEM A MESMA ORDEM DE MELQUISEDEQUE.E AO CONTRARIO DO QUE DIZEM EM MAT 23;23 NÃO ERA SO PARA OS FARISEUS.VEJA O INICIO DA PREGAÇÃO AQUEM ELE SE DIRIGIA.:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,Mateus 23:1

  11. DISLENE FAÉ Diz

    amém ..agradeço por esta palavra..existem muitos perecendo dentro de igrejas que exploram seus bolsos ,por não conhecerem esta palavra!

  12. Carlos Ribeiro Jr. Diz

    Concordo com o Rev.
    Nâo temos mais a Lei para o dizimo, mas é algo que eu particularmente considero muito importante continuarmos a praticar (até pq o NT assim fala), colocando sempre Deus em 1º lugar tbm nas nossas finanças.

  13. Gaby Diz

    Senti falta do versículo: “Mas ai de vós, fariseus, que dizimais a hortelã, e a arruda, e toda a hortaliça, e desprezais o juízo e o amor de Deus. IMPORTAVA FAZER ESSAS COISAS, e não deixar as outras.”
    Lucas 11:42

    Neste versículo Jesus fala da importância de dar sim o dízimo e não só o fazê-lo como também observar o amor e o juízo de Deus.
    Devo passar por cima desta recomendação do próprio Jesus?

    1. JOSADACK Diz

      Jesus viveu e cumpriu a Lei. Mas quando morreu e ressuscitou nos deu a Graça.

    2. Vinícius Albuquerque Diz

      “Digam-me vocês, os que querem estar debaixo da lei: Acaso vocês não ouvem a lei?
      Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da escrava e outro da livre.
      O filho da escrava nasceu de modo natural, mas o filho da livre nasceu mediante promessa. Isso é usado aqui como uma ilustração; estas mulheres representam duas alianças. Uma aliança procede do monte Sinai e gera filhos para a escravidão: esta é Hagar. Hagar representa o monte Sinai, na Arábia, e corresponde à atual cidade de Jerusalém, que está escravizada com os seus filhos. Mas a Jerusalém do alto é livre, e essa é a nossa mãe. Pois está escrito: “Regozije-se, ó estéril, você que nunca teve um filho; grite de alegria, você que nunca esteve em trabalho de parto; porque mais são os filhos da mulher abandonada do que os daquela que tem marido”.
      Vocês, irmãos, são filhos da promessa, como Isaque. Naquele tempo, o filho nascido de modo natural perseguia o filho nascido segundo o Espírito. O mesmo acontece agora. Mas o que diz a Escritura? “Mande embora a escrava e o seu filho, porque o filho da escrava jamais será herdeiro com o filho da livre”. Portanto, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre.” – Gálatas 4.21-31

      “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. Ouçam bem o que eu, Paulo, lhes digo: Caso se deixem circuncidar, Cristo de nada lhes servirá. De novo declaro a todo homem que se deixa circuncidar que está obrigado a cumprir toda a lei. Vocês, que procuram ser justificados pela lei, separaram-se de Cristo; caíram da graça. Pois é mediante o Espírito que nós aguardamos pela fé a justiça que é a nossa esperança.
      Porque em Cristo Jesus nem circuncisão nem incircuncisão têm efeito algum, mas sim a fé que atua pelo amor.” – Gálatas 5.1-6

      Gálatas é um livro que expressa bem como deve ser a nossa relação com a lei. Somos filhos da livre, não devemos agir como filhos da escrava. Paulo fala aí, especificamente, da circuncisão, mas vale para todo tipo de lei fora do grupo das leis morais.

      A recomendação da igreja primitiva para os cristãos que não eram judeus foi escrita no Concílio de Jerusalém, descrito em Atos 15:

      “Os irmãos apóstolos e presbíteros, aos cristãos gentios que estão em Antioquia, na Síria e na Cilícia: Saudações. Soubemos que alguns saíram de nosso meio, sem nossa autorização, e os perturbaram, transtornando suas mentes com o que disseram.
      Assim, concordamos todos em escolher alguns homens e enviá-los a vocês com nossos amados irmãos Paulo e Barnabé, homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, estamos enviando Judas e Silas para confirmarem verbalmente o que estamos escrevendo. Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor a vocês NADA ALÉM DAS SEGUINTES EXIGÊNCIAS necessárias: Abster-se de comida sacrificada aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Vocês farão bem em evitar essas coisas. Que tudo lhes vá bem.” – Atos 15.23-29

      “Nada além” significa “nada além”, “nada mais que”.

      A resposta dos cristãos a isso foi a alegria (Atos 15.31). Acho que devemos fazer o mesmo.

    3. Luis Henrique Diz

      Gaby, Jesus nunca ensinou aos que estavam debaixo da Lei a desobedecê-la. Nessa passagem o Senhor está apenas demonstrando a hipocrisia dos fariseus diante da lei que eles diziam guardar, mas anulavam por suas tradições religiosas.

      E seu argumento falha exatamente aí. Perceba que Jesus também manda que o leproso que foi curado (Mc 1:40-44) ofereça o que estava estipulado por Moisés pela sua purificação (Lv 14:2-32). Se o que Jesus ordenou dentro desse contexto continua válido hoje, qualquer cristão com lepra que fosse curado atualmente teria de oferecer o sacrifício de algum animal por sua purificação à algum sacerdote, como ordenou Moisés. Mas esse não é o caso, e também não estabelecemos a doutrina cristã dessa maneira.

      Jesus aparece como o doador de uma Nova Aliança e estabelece essa transição no seu ministério. Ele nasce sob a lei (Gl 4.4), usa a interpretação correta da Lei contra os fariseus várias vezes, ordena o seu cumprimento aos judeus de sua época, mas se apresenta como o Supremo Legislador que cumpre e sustenta a autoridade da lei eternamente (Mt 5:18) e com a consumação de sua obra estabelece uma Nova Aliança, baseada em seu sangue, que não está firmada nas velhas ordenanças (Hb 9:10,15).

      Dentro desta Nova Aliança, Jesus estabeleceu apóstolos. É na doutrina destes apóstolos que perseveramos (At 2.42), e recebemos fundamentos doutrinários que estão alicerçados em Cristo (Ef 2.20). Dentro desse corpo doutrinário do NT não existe nada que justifique o dízimo como é proposto atualmente, partindo de um incompreensão do significado da Lei, do próprio dízimo e do contexto de Malaquias, como exposto na fala do Rev. Augustus Nicodemus.

    4. borges Diz

      Lei novamente o texto, e verá que Jesus fala o que era mais importante na Lei era o que? e quando ele falou q deveria fazer aquelas coisas sem omitir outras ele estava falando do que Diz o texto de Deuteronomio 27 e 28 que os israelitas deveriam guardar toda a lei e não apenas uma parte

  14. Wesley Diz

    Sempre dei dízimo e me sinto bem dando ele.
    Claro com esses argumentos, me parece não ser necessário dar dízimo, mas ainda sim considero uma atitude importante e generosa.
    Dar ofertas também é, mas na parte do dízimo parece um sacrifício maior, e mais generoso, não sei se faz diferença, mas eu me sinto bem em dar o meu dízimo e continuarei a dar. :)

    1. Elissandra Diz

      Concordo

    2. borges Diz

      ninguem fala em não dar, mas dar como barganha e com medo das maldições

    3. Wesley Diz

      Eu posso te afirmar Borges, não dou com barganha e muito menos com medo de maldições.

      Primeiro porque na igreja onde congrego eu não ouço falar sobre maldições, pregam muito sobre Deus abençoar quem dízima mas sobre maldições não.

      Segundo porque eu penso (rs), leio e oro!

  15. PAULO DAL MEDICO Diz

    Concordo plenamente com todos as palavras do texto de Alisson Baratelli Bodelon que Deus esteje em sua vida meu amado, para dar luz a quem em trevas esta, pois eu ja estava e continuo apoiando sua luta. pois em malaquias 3.10 foi dirigido pelo profeta ao sacerdote e não aos congregados, ele disse essa parte toca a vós que roubais as nações
    porventura quem são as nações, e os ladroes não continua até hoje o espirito é o mesmo, pois ele é de geração em geração até que serão posto em cadeias eternas.

  16. Kássio Diz

    Concordo plenamente. Eu acredito que grande parte das pessoas que não devolve o dizimo devido ao fato de verem alguns “pastores” administrarem de forma incorreta.
    Agora uma dúvida que tenho o membro pode administrar o seu próprio dizimo, ou seja, ele pode escolher se devolve para a igreja, ou para alguém em necessidade ou para alguma obra missionária?

  17. borges Diz

    Por favor terminei esses dias de dar um estudo na igreja sobre dizimos e ofertas a luz da Biblia e sim expliquei que dizimo não tem nenhuma doutrina apostólica sobre o assunto, mas sim ofertas voluntarias de um coração generoso.
    mas me fizeram esta pergunta e fiquei de dar a resposta,sobre os conselhos em Provérbios:
    Honra ao SENHOR com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos;
    E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.
    Provérbios 3:9-10
    vale para os Cristãos?

    1. Vini Diz

      Borges,

      Creio que sim.

      E digo isto: Que o que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em abundância, em abundância ceifará. Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; (2 Coríntios 9:6-8)

      Aquele que separa primeiro ao Senhor está mostrando que Deus é mais importante que o dinheiro. Contudo, não devemos cair em extremismos mágicos como “se você ofertar sua primícia, nunca irá passar necessidade”

      Isso não é necessariamente verdade. Jó passou necessidade, mesmo sendo justo. Paulo mesmo sendo apóstolo passou necessidade.

      Paz

    2. borges Diz

      OBRIGADO PELA RESPOSTA,
      MAS ME DIGA SE PASSAMOS NECESSIDADE O QUE QUER DIZER ESTAS PALAVRAS DE PAULO AOS FILIPENSES? ELES ABENÇOARAM PAULO COM OFERTA VOLUNTÁRIA CREIO Q PELO AMOR AO APÓSTOLO E ELE DISSE:
      Mas bastante tenho recebido, e tenho abundância. Cheio estou, depois que recebi de Epafrodito o que da vossa parte me foi enviado, como cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus.
      O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.
      Filipenses 4:18-19

    3. borges Diz

      É SÓ PARA EU ENTENDER NÃO ESTOU QUESTIONANDO.

    4. borges Diz

      Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37:25

  18. jose luiz Diz

    se eu guardar o dizimo, eu nao estarei guardando a lei, e o sacrificio de jesus nao foi em vao , afinal em hebreus diz , mudando o sacerdote muda a lei, hj nao temos mas um sacerdote segundo a ordem de arao, hj temos um sacerdote segundo a ordem de melquisedeque,ou seja sacrificio perfeito.
    criticamos tantos os irmaos que guardam o sabado ,etc…,sera que se ensinassemos a verdade nao seria mas rentoso, do que ameaçar a igreja ,como posso ser salvo, e ladrao, na primeira reuniao em atos 15 ,fik imposta 3 ordenanças pra igreja ,e la nao se fala de dizimo, fikem na paz pr jose luiz

  19. Paulo Victor Diz

    Irmão Vini,

    Admiro bastante o rev. Augustus Nicodemus, mas não concordo com essa visão.
    Faço das palavras do saudoso Edwin Louis Cole as minhas: O dízimo é a alfabetização da Escola da Fé. O dízimo é algo que já está dentro da minha alma. Eu nem discuto mais essa questão! Mas só queria mesmo registrar meu ponto de vista!

    Deus abençoe!

    1. Borges Diz

      mas nao está nas doutrinas da nova aliança

  20. Edson Diz

    O dizimo somente fazia parte do culto iraelita?

    1. Edson Diz

      israelita?

    2. Borges Diz

      não, antes da Lei de Moisés Abraão deu o dizimo por reconhecimento e gratidão e Jacó tambem, não pela força da Lei,Depois da saida do povo do egito Deus estabelece a Lei no Sinai, com o povo de israel, baseado na obediência Exodo 19 e 20 veja:Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha
      Êxodo 19:5 Perceba que tem um SI, veja agora na releitura da lei em DT 28 E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.
      Deuteronômio 28:1 veja que Deus falou se ouvirem se obedecerem a toda a LEI virão essas bençãos, mas veja tambem que viriam maldições pela desobediencia:Será, porém, que, se não deres ouvidos à voz do SENHOR teu Deus, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão:
      Deuteronômio 28:15 se nao cumprissem toda a aliança.
      Depois o dizimo é acrescentado a lei como ordenança:No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR. Levítico 27:32 e como todo restante da lei deveria ser obedecida cabalmente, por isso Paulo diz em Gl 3 que todos que estão debaixo da lei estão sobre maldição, porque maldito é quem nao permanecer em toda a lei para cumpri-la disse Paulo pois ninguem guardava toda a lei, por isso em malaquias 3 Deus repreende o Povo Judeu dizendo que estavam roubando a Deus nos dizimos e nas ofertas pois era uma Lei, por isso viria aquelas maldições pois estavam descritas na Lei.Por isso Jesus falou aqueles fariseus em Mt 23.23 que eles deveriam guardar toda a Lei e nao só oque era bom pra eles, pois entregavam o dizimo e negligenciavam o mais importante, eles deveriam guardar toda ela.Mas em galatas 3 paulo tambem diz que aquele que está em Cristo foi resgatado da maldição descrita na lei, pois Jesus se fez maldito por nós.E não deixou nenhuma doutrina na graça sobre a obrigatoriedade do dizimo, nem os apóstolos, mas das ofertas voluntárias de um coração grato a Deus cheio de generosidade,reconhecimento e gratidão.II Co 8 e 9.

  21. MARCO Diz

    EM MALAQUIAS 3: 8 ao 12 FALA NOSSOS DEVERES COM OS 10% DE TUDO QUE DEUS NOS DA.
    O DIZIMO EMBORA INCLUSO NA LEI, ERA PARTE DE UMA VIDA DE FÉ ABRAÂMICA E FAZ PARTE DE UM VIVER FIEL.
    O DIZIMO EXPRESSA OBEDIÊNTEMENTE A CONFIANÇA DE DEUS É A NOSSA VERDADEIRA FONTE.
    FRACASSAR EM DAR O DIZIMO SIGNIFICA DESONRAR E ROUBAR A DEUS.

    1. Borges Diz

      não fala não? fala dos deveres do povo de israel sob a lei do antigo testamento, lei de novo e verá, mas leia o capitulo inteiro irmão.Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.
      Desde os dias de vossos pais vos desviastes dos meus estatutos, e não os guardastes; tornai-vos para mim, e eu me tornarei para vós, diz o SENHOR dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar?
      Malaquias 3:6-7

  22. Jeter Diz

    Concordo plenamente com o Dr. Nicodemus. Pego aproximadamente 10% do que ganho e dou como oferta, que pode ser à igreja ou a alguma instituição ou pessoa a quem meu coração assim desejar. Quando sou questionado sobre dízimo por algum pastor peço ao mesmo que me circuncide e então passaremos a guardar o Sábado.
    Que DEUS nos abençoe a todos.

  23. Fábio Diz

    Não se dá dízimo pra enrriquecer, quem faz isso não dá forma correta…. Sou totalmente a favor do dízimo e encontro isso no Novo Testamento.
    O problema é que as pessoas só querem as cosias que lhe são favoraveis, como no caso de Malaquias, DEUS falava para Israel e os sacerdotes realmente…. Mas todos se incluem como sacerdote e parte da Israel espiritual……..
    Por que Jesus ficou ao lado do gasorfilácio no momento dos dízimos e ofertas?
    E quando JESUS disse que não veio revolgar a lei e sim o cumprimento dela. Quando se diz a lei, não se diz uma parte dela, mas sim ela toda…. Não concordo, e sinceramente não creio nessa teologia…. Fala que é proporcionalmente, o que é proporcional pra você? Pode ter várias deduções…..

    Acho que perdi meu tempo assistindo esse video.

    1. Borges Diz

      Irmão? onde está no novo testamento uma doutrina de Jesus ou dos apóstolos colocando o dizimo como pratica cristã? a nao ser mateus 23.23 e hebreus 7 que em seu contexto não fala de dizimo como pratica para a igreja.Mas Jesus fala aos fariseus que devem guardar toda a lei e nao apenas parte dela ( Jesus falava ainda no tempo da lei e sabedor da lei como ele era, tinha lido Dt 28 guardar toda a lei, para quem estava debaixo da Lei), e em hebreus o escritor apenas fala do sacerdocio de cristo superior ao dos levitas.Como assim todos se incluem no Israel espiritual?Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz, aos que estão debaixo da lei o diz, para que toda a boca esteja fechada e todo o mundo seja condenável diante de Deus. Romanos 3:19 não é para os que estavam sob a lei? onde na Biblia a igreja é chamada de Israel??? vc ja leu Romanos? Jesus ficou ao lado do gazofilácio para Ensinar seus discipulos que a oferta válida não era aquela que lhe sobrava,ou por uma lei que os obrigava a dar, mas de um coração voluntário e generoso como o da viuva.
      E quando Jesus disse que veio para cumprir a lei, ele falava de dar cumprimento o que a Lei dizia sobre ele, ou então teremos que nos circuncidar:E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. Lucas 24:44
      Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. Mateus 5:17 Ele nao veio destruir mas para dar cumprimento ao que ela dizia sobre ele.A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus, e todo o homem emprega força para entrar nele.
      Lucas 16:16
      E sim como Israelita que era Jesus cumpriu toda a Lei e deu cumprimento a ela.Por isso em mateus sempre diz: para que se cumprisse o que estava escrito…
      O dizimo como ordenança da lei nao vigora no novo testamento, se não haveria claramente descrito no novo testamento, por Jesus ou os apostolos como as doutrinas verdadeiramente cristãs como JUstificação, novo nascimento, batismos etc.Oque é ensinado é a oferta voluntária e generosa lei II Co 8 e 9.
      mas se vc viu no novo testamento por favor me mostra pois quero aprender.
      Deus abençoe

  24. Leandro Marques Diz

    Se todos pensassem desse jeito, provavelmente não haveria mantimento na casa do Senhor! não haveriam quem pregue, não haveria a quem pregar ! provavelmente o evangelho não me alcalçaria e talvez a vcs tb! vcs estão aqui para servir ! deixem esses questionamentos para os farizeus! escutem os seus lideres escutem aqueles que choram por vc, seus pais na fé ! eles sofreram por vc! eles dizimaram por vc ! no mais, orem ! perguntem a Ele ! Deus abençoe a todos

    1. Vini Diz

      Essa pergunta já foi respondida nas Perguntas e Respostas. Mas já que você insiste, por favor, mostre uma vez que qualquer ministério do Novo Testamento foi sustentado por dízimos.

    2. Leandro Marques Diz

      Vini, antes de responder da maneira que a minha carne queria, resolvi ver a sua pagina, e só posso falar que Deus é bom e eternas são as suas misericordias e pesso a Ele que te ilumine em tudo que voçe fizerr, Deus abençoe sua vida e sua familia.

    3. Vini Diz

      Que nosso Deus nos guie em sua bondade.

    4. borges Diz

      ESCUTAMOS OS LIDERES MAS ACIMA DELES ESTÁ O SENHOR DA PALAVRA, E APRENDEMOS A NÃO IR ALÉM DAS ESCRITURAS E ESTAMOS FIRMES PERSEVERANDO NAS DOUTRINAS APOSTÓLICAS E NÃO NOS ACHISMOS.
      E eu, irmãos, apliquei estas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por amor de vós; para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro. 1 Coríntios 4:6
      E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. Atos 2:42
      E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos.
      E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum.
      E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister.
      E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,
      Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.
      Atos 2:43-47

      Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. Atos 4:34
      NÃO HAVIA DIZIMO E NAO HAVIA NECESSITADOS
      DURANTE OS 2 MILENIOS DA HISTORIA DA IGREJA ELA NUNCA ACABOU POR CAUSA DE DIZIMO PORQUE:Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; Mateus 16:18

  25. Lincoln Diz

    Aproveitando o tema gostaria saber a opinião dos irmãos a respeito do ensino que muitas igrejas hoje disseminam sobre o entregar as primícias – assim como na antiga aliança, ao sacerdote (que hoje equivaleria ao pastor, bispo, etc.) – o qual não concordo, e algumas vezes me questionei sobre esse tipo de ensinamento que ouvia na congregação que eu era membro. Esse tipo de ensinamento se dissemina hoje principalmente nas igrejas envolvidas com movimento G12, e que estão ligadas ao MIR (Ministério Internacional da Restauração) do Renê Terra Nova, portanto gostaria da opinião dos irmãos…

    1. borges Diz

      Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7
      Esses homens e estas “visões” fazem com que as pessoas sejam interesseiras, avarentas,sempre querendo dar para receber mais em troca, barganha e veja que a Biblia diz que a avareza não era nem para ser contada entre nós a igreja:
      Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos; Efésios 5:3
      E veja isso:
      Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei. Hebreus 13:5
      NÃO PRECISO DE SACRIFICIOS DA FOGUEIRA SANTA DE ISRAEL NEM DE CAMPANHAS DE PRIMICIAS A DOUTRINA CRISTÃ NÃO ENSINA ISSO.
      PORQUE DEUS NÃO NOS DEIXA E NEM NOS DESAMPARA.
      Nossa base para ofertas de como fazer está em II Co 8 e 9

  26. Lincoln Diz

    Ao moderador:

    Veja se a pergunta abaixo fica melhor para a vossa aprovação e consequente divulgação, sem citar nomes ou ministérios.

    Aos irmãos que estão opinando:

    Aproveitando o tema gostaria saber a opinião dos irmãos a respeito do ensino que muitas igrejas hoje disseminam sobre o entregar as primícias – assim como na antiga aliança, ao sacerdote (que hoje equivaleria ao pastor, bispo, etc.) – o qual não concordo, e algumas vezes me questionei sobre esse tipo de ensinamento que ouvia na congregação que eu era membro. Esse tipo de ensinamento se dissemina hoje principalmente nas igrejas envolvidas com o movimento G12, portanto gostaria da opinião dos irmãos…

  27. Leandro Diz

    Glória a Deus pelo texto acima e também pelo vídeo de Augusto Nicodemus. Realmente o Deus do Ouro e da Prata não precisa de nossas ofertas dada como um sacrifícios e sim como um privilegio e alegria de poder ajudar a igreja a levar e proclamar o evangelho aos irmãos que Deus ainda acrescentará a sua Igreja. Deus seja louvado.

  28. ricardo Diz

    O dízimo foi dado por Abraão. por Isaque, e por Jacó antes da instituição da Lei ou da Aliança em Moisés, ou seja, é anterior á Lei. Como consideramos isso. Pois analisamos o dízimo após a Lei, não a partir de sua aparição na Bíblia que é antes a Lei.?/???

    1. Vini Diz

      Ricardo, já respondemos essa pergunta na seção de Perguntas e Respostas e nas duas postagens anteriores.

    2. Borges Diz

      vini vc conhece o ctb da igreja batista reformada? como funciona?

    3. Vini Diz

      CTB?

    4. borges Diz
    5. borges Diz

      PENSEI QUE CONHECESSE

    6. Vini Diz

      Não conheço rs

      Mas me interessei =]

      Valeu

    7. borges Diz

      Mas tem videos do ctb da igreja batista reformada vida nova, do site bom caminho é deles o ctb

    8. borges Diz
  29. Eric Henrique de Oliveira Diz

    Estamos isentos da lei. Nossas ofertas são necessárias para a manutenção da igreja local e para a expansão da pregação da palavra… contribuamos com o coração, com o que Deus poe no nosso coração segundo nossa prosperidade.Abçs aos irmãos!!!

  30. P. Guilherme Diz

    De fato! tudo o que foi explanado por vcs é verdade e coerente com a palavra de Deus, ultimamente tem sofrido perseguições e também difamações por pregar que a contribuição financeira na igreja deve ser dado por um coração grato a Deus e de forma voluntária, isto tem me custado um preço muito grande, pois alguns da minha igreja estão dizendo que eu estou pregando contra o dízimo, entretanto não é nada disto o que eu tenho feito, mas o Senhor nos mandou pregar o evangelho, ou seja, apresentar Cristo e este crucificado, temos que apresentar a sã-doutrina e não custumes e tradições dos homens.

  31. Frank Brito Diz

    Isso não é verdade. Só no Pentateuco a palavra “dinheiro” aparece 48 vezes.

    Aqui está um exemplo:

    “Se emprestares dinheiro ao meu povo, ao pobre que está contigo, não te haverás com ele como credor; não lhe imporás juros”. (Ex 22.25)

    Era na forma de ouro, prata, etc. Mas o fato é que nada disso era dizimado. Aqueles que não tinham terra não dizimavam ainda que tivessem dinheiro.

  32. davi jose correa Diz

    gostei do comentario e quero dizer que concordo plenamente com o que foi falado tenho o mesmo pensamento e por isso sou criticado mesmo mostrando na biblia que o dizimo e lei e que so recebiam o dizimo quem era da tribo de levi e nos somos da tribo de jesus ou seja da tribo de juda hebreus 7:5 obrigado pelas palavras aqui faladas espero que tenha muitos acessos para abrir o entendimento de muitos dos meus irmaos em cristo e se alguns querem tanto o dizimo que e lei cumpra-se toda a lei nao teras herdade alguma sobre a terra e de treis em treis anos daras o dizimo aos orfaos, viuvas e forasteiros.

  33. Cleyton Gadelha Diz

    A Exposição completa do livro de Malaquias, em vídeos, está no site da Escola Charles Spurgeon. Vale a pena conferir.

  34. Jacke Diz

    O que vc doar que a mão esquerda nao saiba. Cada um doe o que Deus tocar no coração, 2%..10%….90%
    Deus conhece nosso coração la no mais intímo,quando na biblia fala de Ananias e Safira (livro de Atos dos Apóstolos 2.44, 45) por que eles morreram???
    *Não porque nao doaram tdo como haviam falados,mas porque mentiram,e o senhor conhecia o coração deles,nao a quantia que eles tinham!

    1. Esley Santos Diz

      O que mais me chama a atenção é a quantidade de comentários quando o tema é “dinheiro”, comparado a quantidade de comentários nos outros temas do site.
      Deus abençoe a todos.

    2. Vini Diz

      Confesso que me chamou a atenção também rs

    3. Vini Diz

      A errarem quanto a quê?

    4. Vini Diz

      Meu irmão,

      Demos base bíblica significativa e no vídeo acima temos Augustus Nicodemus, um dos teólogos mais respeitáveis do Brasil.

      Por favor, diga-nos onde erramos em nossa interpretação. Sei que como irmão que foi edificado por este blog e que ama seu irmão, você vai me mostrar a partir das Escrituras onde estou errado.

      Paz

    5. alexandre Diz

      vini a paz, é interessante notar que não se vê igreja que faça um estudo aprofundado de dízimo, porque não convém-lhes. eu conheço uma pessoa que se formou em um seminário renomado no Brasil, a qual defendeu um tese da não existencia do dízimo pra nossos dias, a mesma foi aprovada pela banca de formatura sem nenhuma correção na sua tese, todos pastores concordaram com ela, entretanto, disseram pra mesma que pedindo o dízimo já está difícil imagine sem ele! Então a irmã sabiamente disse: o nosso compromisso é com a verdade, quanto ao sustento Jesus disse que quando fosse pelo caminho não levasse alforje ou bolsa, ou seja é Ele que dá a provisão abraços

    6. wesley Diz

      Davi,
      nós te amamos kra, só não concordamos com seu ponto de vista.
      Que a paz do Senhor Jesus esteja sobre vc.
      Abraços!!!

    7. Davi Ferreira Diz

      Meu ponto de vista, não foi esclarecido totalmente. Eu acredito que devemos honrar a Deus com Ofertas e Dízimos, porém, hoje em dia as pessoas parecem alugar seus assentos nas igrejas, e dar ofertas por medo de ir para o inferno ou coisa assim. Quantos pastores fraudulentos, filhos do Diabo, exploram a fé das pessoas vão receber sua condenação em breve, não existe meios de combater isso. Eu sou contra essa exploração da fé, tanto quanto voces. Jamais tomaria dizimos, caso fosse pastor, de pessoas humildes que mal tem onde morar, comer ou vestir. Acho que aqueles que podem contribuir, que contribuam, com alegria, sem ser por constrangimento ou medo. Aqueles porem que não podem devem ser ajudados e não receber mais cargas. A biblia é muito clara quanto ao repartir. Eu fico indignado de ver, pessoas humildes se desviam, porque naum conseguem dar dízimos e se sentem condenadas por isso, isso é horrível e me dá nojo. Mais acho que quem pode dar dízimo e oferta, então dê, quem não dá não vai pro inferno por isso, dar dízimos não entram nos pecados que levam a segunda morte. Porem falar que ninguem precisa mais dar dízimo, tb não me soa bem, as igrejas e a obra sempre foram sustentadas pelos dízimos, Essa é a minha opinião, caso não ficou claro. Obrigado

    8. samuel Diz

      meu amigo vini realmente eu concordo e tenho plena ciencia que o dizimo nao é obrigado nem um referencial para os dias de hoje nem mandamento pois os proprios judeus da atualidade nao dao o dizimo e sim fasem contrubuiçao aos pobres e por que nossos irmao tem uma visao muito pelo lado de instituiçoes denominacionais entao criouse uma raiz alengando-se de experiencia e tudo mais referente a dizimo.
      eu perdi uma amiga muito proxima faziamos evangelismo junto visitas em casas e muitos trabalhos arduos em prou do evangelho, mais por causa de meus olhos serem aberto para nao pratica do dizimo(pois creio eu que voce dando o dizimo sabendo que a finalidade que estao fasendo é errado pois que se fosse pelo modo da antiga aliança a finalidade é de as partes da contribuiçao do dizimos era para se repartido entre todos os sarsedotes e parte tambem para suprir o pobre a viuva o orfao e o peregrino e nao para manutençao de templos) entao por falta de amor dela para comigo ela se apartou de mim nao andamos mais juntos perdi uma boa amiga tento reatar mais todavia ela fica longe de mim por que ela crer que tem que dar o dizimo e eu nao. nesse caso voce ver que muitas pessoas como os farizeus dao enfase a dizimo, sacrificios,ofertas,guardas dos sabados mateus 23.23 e nao para a essencia, finalidade e proposito dos mandamentos de Deus que se resume no amor. fica na paz que Deus possa abrir os olhos de todos os nossos irmaos sem que nos fiquemos sem nossos entequeridos

  35. Daniel Diz

    Atualmente, é impossível dar o dízimo por que não existem mais os levitas e tudo o mais necessário para a definição bíblica de dízimo. Mesmo que alguém coloque 10% da sua renda no tal gazofilácio, isso não seria dízimo.

  36. Daniel Diz

    Imaginem Jesus Cristo ensinando uma nova lei aos israelitas: não mais levareis os dízimos ao Templo Judeu, mas trareis aos meus discípulos em nossas reuniões cristãs. Desse modo os fariseus teriam provas suficientes para condená-lo, enquanto que, na verdade, eles não tinham nada de que acusá-lo. Isso é uma evidência de que o dízimo não era um mandamento aos primeiros cristãos. É possível que, dessem dízimo na templo (para não serem perseguidos pelos guardas do templo) e também contribuissem com a obra dos apóstolos e com os irmãos em necessidade.

    1. Filipe Venceslau Diz

      Existe uma incoerência com sua afirmação, caro Davi. Você diz não saber de nada. Como, sem saber, você pode dizer que alguém sabe alguma coisa? Não convém examinar as escrituras, pra ver se tudo é assim mesmo? (At. 17.11)

    2. ROBSON Diz

      Paz seja convosco Daniel Ferreira.

      não tenho o hábito de participar dos debates ,porém, sempre observo a troca

      de idéias.

      Observando seu comentário, me pareceu que vc esta magoado, minha

      esperança e oração é que isso não perturbe seu coração.

      Espero que ajude; Paulo e Pedro tinham suas diferenças, porém, a intenção

      dos dois foi a gloria de Deus.

      Acredito que o fato não é quanto, quando e nem a frequencia com que se

      oferte, porém, Aquele que sonda a sua intenção avaliará o seu ato diante

      Dele, afinal, será que o Único e Verdadeiro Deus avalia somente a disciplina,

      ou um coração disciplinado, contrito e humilde…

      Meu irmão Davi Ferreira a vida na terra não é facil.

      Deus o abençoe na pessoa de Jesus Cristo e que vc seja completo com a

      presença do Espirito Santo.

    3. Davi Ferreira Diz

      Obrigado pelos comentários, eu não sei muito para falar dobre o
      assunto, acredito que a obra de DEus deve ser sustentada, com
      dízimos e ofertas, acho que é complicado dizer as pessoas que
      não precisam dar o dízimo, que isso está no velho testamento.
      Quem dá o dízimo sabe da benção que é, a enquete mesmo
      mostra isso. A paz estejam com todos e com você ROBSOM…

    4. Vini Diz

      As respostas a seus comentários vão ficar sem sentido, mas deletei, respeitando seu pedido.

  37. Anderson S. Abrantes Diz

    Nós não somos obrigados a dar o dízimo, mas temos que ter consciencia de que há a necessidade de mantermos a obra do Senhor financeiramente.

    Eu já vi lideres de igrejas permitirem que os membros fiquem devendo dízimos, que absurdo!

    o irmão não tem como dar o dízimo devido à dificuldades financeiras e fica devendo o dízimo, para dar em outro mês. Outros enganam as pessoas que estão devendo, dando um péssimo testemunho de cristão, para pagar o dízimo.

  38. Romani Diz

    Mateus 23:23 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.

    Se Jesus está dizendo que: “deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.”, por acaso não é um dever de todo cristão praticar o juízo, a misericórdia, a fé e também o dízimo?

    Se Jesus coloca como dever, por acaso não é Lei? E Lei de Jesus?

    1. Vini Diz

      Esse argumento ignora com quem Jesus estava falando (fariseus) e o contexto que Jesus estava falando (Velha Aliança).

    2. Romani Diz

      Não Vini, não ignorei o fato de Jesus estar falando com Fariseus.
      Jesus é a Nova Aliança, que veio para cumprir e ampliar a Aliança da Lei em seus sentidos Espirituais e também Cerimoniais. Lembre-se de que Ele também estava falando com Fariseus a respeito do Sábado e deixou claro que na Nova Aliança Ele é o Senhor do Sábado e mudou esta Cerimônia, o que Ele não fez com o Dízimo. O mesmo ocorreu com a mulher pega em adultério, em que ele ampliou o sentido da lei que não foi usada de forma literal. Da Páscoa ele instituiu a Santa Ceia entre outras…
      Jesus afirma neste texto que o dízimo não foi abolido na Nova Aliança. Porém se não for devolvido com alegria, na confiança de que devolveu a Deus que é capaz de cuidar de tudo, inclusive do dízimo e das ofertas que entregamos, mesmos sendo administradas por homens, então é melhor não fazê-lo mesmo!

      E com todo respeito a você Vini, não tenho a pretensão de convencê-lo de nada, até porque o único que pode convencê-lo e convertê-lo de seus pensamentos é o Espírito Santo.

      Minha pergunta foi dirigida ao Sr. Augustus Nicodemus, como uma contribuição ao seu raciocínio sobre o assunto, mas realmente a conversão das finanças de um cristão é unicamente obra do Espírito Santo!

      Que a Paz de Deus, que excede todo entendimento guarde e domine seu coração e mente!

      Em Cristo.

      Romani.

    3. Romani Diz

      Em tempo, quando ler “Da Páscoa” favor entender “Na Páscoa”, pois ele não substituiu uma pela outra.

    4. Vini Diz

      Eu tenho a “pretensão” de apresentar argumentos para que o Espírito converta seus pensamentos. Se assim posso ter.

      “Jesus afirma neste texto que o dízimo não foi abolido na Nova Aliança.”

      Isso foi um pouco longe, amigo. Você não pode assumir que porque Jesus disse que os fariseus deveriam ofertar que isso quer dizer que isso é aplicável na Nova Aliança. Tem uma grande distância entre os dois pontos, e nenhuma ponte construída.

      Paz

    5. Romani Diz

      Realmente eu não consigo entender a distancia entre o que Jesus mandou fazer que eu não deva fazer neste texto…

      Mas, vamos ficar por aqui nesta discussão, até porque não chegaremos a lugar nenhum com discussões assim, pois está claro que cada um de nós tem um conceito muito diferente sobre um assunto que não é condição de salvação para ninguém…Corremos sério risco de porfiar!

      Um dia, eu espero que pela Graça e Misericórdia no nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, possamos ouvir juntos, olhando face a face com Ele, ensinamentos e e esclarecimentos sobre todo conhecimento e sabedoria. Diretamente do único que é o Caminho, a Verdade e a Vida!

      Esta esperança é que consegue dar Paz!

    6. Vini Diz

      Paz, meu irmão Romani.

      Mas só para você refletir. Em Mc 7 Jesus acusa os fariseus de trocarem a lei de Deus pelas tradições ao não executarem pena capital a filhos que amaldiçoam seus pais.

      Esse mandamento é ainda válido? Caí no mesmo padrão que você quer colocar no texto do dízimo

      Paz

    7. Romani Diz

      Vini, eu entendo que não podemos misturar as Leis Espirituais e Morais (imutáveis), com as Cerimoniais (específicas para cada dispensação e alteradas nas Alianças)e muito menos com as Leis Civis que foram escritas para o povo de Israel.

      Observe, meu irmão que se continuarmos argumentando, nossa conversa irá avançar por um caminho sem fim, entrando em outras questões muito complexas, como a pena de morte por exemplo, e daqui a pouco, estaremos discutindo Escatologia e outras questões que são debatidas durante séculos, via Blog, o que é impossível de ser feito.

      Ficamos assim: Romanos 14:22 ” A fé que tens, tem-na para ti mesmo perante Deus. Bem aventurado é aquele que não se condena naquilo que aprova.”

      Eu dizimo com fé para a Glória de Deus, e você não dizima confiando na fé de que está correto fazendo assim, creio verdadeiramente que para a Glória do mesmo Deus. Repito: Dízimo não é condição de salvação!

      Temos muitas almas perdidas, aguardando nossa atenção e tempo que estamos dispondo nesta discussão.

      Acabei de fazer uma oração por você, para que o seu empenho em conhecer a Palavra de Deus demonstrado nesta nossa conversa, possa continuar sendo usado para ganhar muitas outras almas ainda para a Salvação em Jesus Cristo!

      Que Deus continue te abençoando!

      Em Cristo.

      Romani.

    8. Vini Diz

      Romani,

      Que Deus nos conduza em fé e amor. E Romanos 14 seja um árbitro para nossa paz e comunhão

      Paz =]

    9. Sanlopes Diz

      OTIMO ENTENDIMENTO ROMANI.LEMBRANDO QUE ESSA PASSAGEM NÃO ERA SO DIRIGIDA A FARISEUS.COMO MUITO SE HOUVE.POREM VEJA EM MAT 23;01 A QUEM JESUS FALOU ISSO:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,Mateus 23:1

  39. Teresa Mesquita Diz

    Concordo com o tema em questão. Já fiquei muito revoltada em ver alguns casos em que pessoas passavam por problemas financeiros, a igreja sabia, mas a liderança e muitos irmãos em suas pregações massacravam essas pessoas por não estarem dando o dízimo. Ai me questionei: Por que ao invés de cobrarem de alguém que já ta atolado em problemas, devendo conta de água, luz e sem comida no prato, não ajudam, já que a igreja primitiva fazia isso, pois eles vendiam TUDO e repartiam com os que não tinham. Esse tipo de atitude só faz com que muitos se sintam piores do que já estão e acabem se afastando com mágoa da igreja. Muitas vezes essas pessoas nem podem participar de ministérios ou até mesmo orar.

    Então a igreja só espera que entre recursos e não está disposta a ajudar quem precisa?

    Quando vejo algum pastor dizendo que na igreja primitiva os irmãos davam TUDO QUE TINHAM, devia explicar também que DAVAM E REPARTIAM ENTRE ELES, pois tinha muita gente pobre, como hoje tem dentro das igrejas. Mas não, preferem massacrar, cobrar, chamarem de ladrões. Acredito que devemos dar o dízimo sim, para manter a igreja, mas também para ajudar quem passa por problemas..Sejam com cestas básicas ou dinheiro mesmo.

    Graça e paz!!

  40. Wildemar da Costa Almeida Diz

    nnn

  41. alexandre Diz

    Graça e paz aos irmãos em Cristo. A minha grande preocupação é quando no passado criticamos muitas das vezes as indugências, das quais a igreja católica impunha as pessoas para serem salvas, não será o mesmo caso quando, ouvimos na igreja que: quem não da o dízimo está roubando a Deus. A grande verdade é que o engano do dízimo está chegando ao fim, como sabemos dízimo é lei, e porque gardão está parte da lei e o resto não? Ml 3:10 é um tratamento com Israel, porque usam isto pra igreja hoje? Chega de impor tributos pesados nos irmãos, a verdade libertará sempre como diz Jo 8:32. se algum irmão quiser tenho estudo bem embasado sobre o assunto, fiquem na paz e na liberdade de Cristo

  42. Rodolfo Diz

    Por favor se puderem ler e me falar mais sobre isso.

    No Antigo Testamento os israelitas faziam ofertas e davam o dízimo (em dinheiro ou em bens). Os recursos eram utilizados para os serviços do Templo de Jerusalém, manutenção da classe sacerdotal e também para socorrer os pobres. Na atual dispensação não encontramos o dízimo, mas encontramos as ofertas, e o destino não mudou muito: os recursos continuam sendo usados para a manutenção da obra de Deus e para socorrer os irmãos necessitados.

    Escrevi algo nestes links:
    http://www.respondi.com.br/2007/01/devo-dar-o-dzimo.html
    http://www.respondi.com.br/2006/12/voc-dizimista.html

    O que muda na atual dispensação (modo como Deus se relaciona com Seu povo) é que não temos um Templo de Jerusalém para manter, e nem uma classe sacerdotal. Mas temos necessidades na obra do evangelho, nas reuniões, no auxílio àqueles que saem para a obra e também, obviamente, nas necessidades pessoais dos irmãos mais pobres. A maneira como isso é feito está descrita aqui:

    1Co 16:1-3 “Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia.No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que se não façam as coletas quando eu chegar. E, quando tiver chegado, mandarei os que, por cartas, aprovardes, para levar a vossa dádiva a Jerusalém”.

    Obviamente naquela época só existia um testemunho da Igreja ou corpo de Cristo no mundo, representado pela presença de igrejas ou assembléias locais onde essa coleta era feita entre os que estavam em comunhão. Porém, considerando a confusão em que se transformou a cristandade hoje, principalmente porque no mundo ocidental qualquer pessoa para quem você perguntar dirá que é cristã, no lugar onde estou congregado a coleta é feita apenas entre aqueles que estão reconhecidamente reunidos. Isto é, se algum visitante quiser contribuir sua oferta não será aceita por não sabermos ainda quem é aquela pessoa.

    Existe um princípio bíblico para não aceitar aquilo que tenha uma origem questionável, que foi o caso de Abraão, quando o rei de Sodoma ofereceu a ele os bens resultantes da batalha e Abraão negou-se a receber qualquer coisa vinda do rei de Sodoma:

    Gên 14:21 “Então o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas; e os bens toma-os para ti. Abrão, porém, respondeu ao rei de Sodoma: Levanto minha mão ao Senhor, o Deus Altíssimo, o Criador dos céus e da terra, jurando que não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu, nem um fio, nem uma correia de sapato, para que não digas: Eu enriqueci a Abrão”.

    O contrário disso foi quando Saul venceu Agague e, ao invés de matá-lo como Deus tinha ordenado, preservou sua vida e tomou para si todos os bens e rebanhos. Foi aí que começou a ruína de Saul:

    1Sm 15:9 “Mas Saul e o povo pouparam a Agague, como também ao melhor das ovelhas, dos bois, e dos animais engordados, e aos cordeiros, e a tudo o que era bom, e não os quiseram destruir totalmente; porém a tudo o que era vil e desprezível destruíram totalmente”.

    No entanto, um belo exemplo de obediência vemos no povo judeu no livro de Ester. Quando o rei Assuero deu liberdade ao povo judeu de revidar contra seus atacantes e também tomar todos os seus bens, inclusive os de Hamã, o agagita (descendente de Agague) em Ester 8:11 “Nestas cartas o rei concedia aos judeus que havia em cada cidade que se reunissem e se dispusessem para defenderem as suas vidas, e para destruírem, matarem e esterminarem todas as forças do povo e da província que os quisessem assaltar, juntamente com os seus pequeninos e as suas mulheres, e que saqueassem os seus bens”.

    Todavia os judeus apenas atacam seus inimigos, mas não tomam nada de seus bens, obecendo ao mesmo princípio que Saul havia desobedecido:

    “…porém ao despojo não estederam a mão”. Et 9:10, 15, 16

    A coleta entre os cristãos não deve ser a única maneira de alguém contribuir com seus bens para a obra de Deus e necessidade dos santos. Existe também o exercício individual, por exemplo, ao colaborar com algum trabalho evangelístico que consideramos idôneo, ao colaborar com as necessidades de um irmão ou irmã que tenha deixado seu trabalho regular para dedicar-se exclusivamente à obra do Senhor, ou mesmo ao colaborar com algum irmão ou irmã que esteja passando por necessidades. Portanto, a coleta feita no primeiro dia da semana não é a única forma de expressarmos nossa preocupação com as necessidades do povo de Deus.

    Vamos colocar as coisas de forma prática: quando vocês estiverem em comunhão à mesa do Senhor poderão ofertar durante a coleta nos lugares onde participarem da ceia do Senhor. Mas, enquanto não participam da ceia, creio que o Senhor dará a vocês discernimento de como devem agir nas muitas outras maneiras que podem ofertar. Espero que entendam que esse cuidado todo é para ficar bem longe do que a cristandade faz hoje, não só aceitando contribuições de quem quer que seja, mas principalmente pedindo por elas. Quando Abraão se encontrou com o Rei de Sodoma, disse que não queria nem mesmo uma correia de sandália vinda dele. Muitas “igrejas” hoje seriam capazes de pedir, não só a correia, mas Sodoma inteira.

    Tem um artigo interessante escrito por um irmão do passado, porém está em inglês. É possível usar uma tradução capenga feita pelo Google indo neste link http://translate.google.com/ e colando o link http://www.stempublishing.com/authors/hole/Art/Liberality.html no espaço. Lembre-se de selecionar para traduzir do inglês para o português. Não fica perfeito, mas dá para entender o sentido.

    1. Vini Diz

      O texto é bom, mas discordo que o dízimo era de bens/dinheiro. O dízimo da lei era de produtos agropecuários e existia dinheiro na época. Já o dízimo de Abraão foi de tudo. Tudo o que não fala. Pode ser tudo tudo ou um tudo específico.

      Quanto a só ofertar durante a ceia achei estranho. Não vejo essa restrição no NT.

      Paz

  43. Ana Paula Diz

    Quando o assunto é dinheiro as pessoas mudam rapidinho seu conceito de fé!!
    Ei, você que acha que o dinheiro é seu, NADA É SEU, TUDO É DO SENHOR, então pare de se justificar querendo comparar o antigo e o novo testamento. Se os pastores vão usar o seu dízimo para fazer a obra do Senhor ou se vão usá-lo em benefício próprio é problema deles com Jeová. Faça a sua parte. Devolva o que é de Deus. Dizime!

    1. Vini Diz

      Ana,

      Tudo é de Deus ou 10%? Devo devolver 100% ou 10%?

      Paz

    2. Ana Paula Diz

      Apenas devolva com alegria. As pessoas ficam querendo barganhar financeiramente com o Senhor e isto é nojento! Deus não precisa do nosso dinheiro, Ele quer nossa fidelidade. O ser humano, embora criado à semelhança Dele, não é perfeito, se corrompe fácil e é principalmente com o dinheiro que mostra sua fidelidade ao Senhor. Não se prendam a valores, 5%, 10%, 100%, TUDO É DELE. Meu breve testemunho: Sou evangélica há 4 anos e nunca havia dizimado pois nunca “sobrava” para o Senhor. Estava com meu contra cheque comprometido com empréstimos e o que sobrava do meu salário líquido ia para a mão de 3 agiotas. Em novembro do ano passado separei 10% do meu salário bruto e mesmo sabendo que ficaria com a corda no pescoço, entreguei ao Senhor com paz em meu coração. Passou dez, jan, fev e eu não pude mais dizimar porque tinha que pagar os agiotas, mas o Senhor pode infinitamente mais do que pedimos ou pensamos e nestes 3 meses eu consegui liquidar 7 mil reais de dívida com agiotas, coisa que eu não consegui há 2 anos, apenas pagava os juros, e o Senhor ainda providênciou mais 20 mil reais para eu quitar 4 empréstimos no meu contra cheque, eu ganhei 20 mil de presente da minha mãe, sem eu pedir, sem ela saber da minha aflição. Tudo isso após meu 1º dízimo… Então queridos, tenham fé porque Deus vai te honrar, ELE NÃO QUER SEU DINHEIRO, QUER SUA FIDELIDADE.

    3. Sanlopes Diz

      SO QUEM TEM EXPERIENCIA COM O DIZIMO ENTENDE QUE QUEM RECEBE HOJE O NOSSO DIZIMO E JESUS ATRAVES DE SEU CORPO QUE E A IGREJA NA TERRA.

    4. Day Diz

      Honra o Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda… Não adianta tbm dar o dizimo e achar q pode fazer o q quiser tudo q fazemos deve ser feito para glorificar a Deus! 

    5. Sanlopes Diz

      PARABENS ANA E ASSIM MESMO.QUALQUER DUVIDA ORE A DEUS E PEÇA DIREÇÃO DO SENHOR E CUIDADO COM ALGUNS VIDEOS DA INTERNET QUE FALAM CONTRA O DIZIMO.FIQUE COM DEUS

  44. Day Diz

    olá gostei muitooo isso é realmente biblico e Deus ministrou isso também quando eu li a palavra então vou dar meu breve testemunho eu estou sem emprego faz um tempo e nestas férias consegui ganhar uma grana aaai orei e li a palavra pq eu queria fazer com o meu dinheiro a coisa certa logo vou começar a facul e eu preciso de grana ia guardar o dinheiro mas Deus colocou em meu core pra dar 40% e com o restante ao invés de guardar pra facul cuidar da minha saúde afinal o corpo é templo do espirito eu fiz isso mas dando os 40% nas minhas contas não ia dar pra usar o restante para o que eu precisava mas foi incrivel pq encontrei tudo do melhor e do mais barato e a grana deu e Deus ainda me abriu a porta de um emprego q é perfeito pra mim agora q a facul vai começar ! só meio período na parte da tarde pq eu estudo de manhã (3 anos sem emprego) e Deus já colocou em meu coração que todo meu primeiro salário será todo Dele como primícias para Deus fiquei muito feliz com isso Deus é muito bom! Mas nem para por aaai várias coisas que eu precisava roupas, maquiagem, inscrição pro veredas e alguem pagou minha aula de técnica vocal por um ano nosssa ganhei tudo incrivel! Um dia pensei que eu queria uma calça jeans rosa e ganhei no outro dia! Mas o mais legal ainda é que eu aprendi muuuuuita coisa principalmente que é muito boom declarar quando c for dizimar que eu sirvo a Deus o único e não a Mamom que Ele tem o primeiro lugar no meu coração e ainda Confiar no Deus q é dono de todas as riquezas,! bom isso me deixou muito feliz não ligo para o que fizeram com a grana cada um dará contas de si próprio ao perfeito Juiz então como disse Paulo em Filipenses e o Meu Deus segundo Suas riquezas e Glória a de Suprir todas as vossas necessidades em Cristo Jesus! obrigada Jesus foi dificil mas eu finalmente aprendi o caminho é estreito mesmo ninguém disse q é fácil obedecer a Deus ;D

  45. rodolfo Diz

    se puder dar uma olhada nesses blogs por favor
    abraço

    http://www.3minutos.net/2012/01/304-o-prototipo.html

    http://www.respondi.com.br/2012/02/sera-que-nao-estou-congregado-ao-nome.html

    depois me responde melhor se der
    no meu email
    [email protected]

  46. RAFAEL FCACHENCO FILHO Diz

    Eu considero que há risco em dizer que o dízimo seja, no Novo Testamento, uma referência, ou uma boa tradição. Também o Dr. Augustus Nicodemus não mencionou (pelo menos no vídeo de 20 minutos que foi postado não consta a menção) o que Jesus disse sobre o assunto em Mateus 23:23: “Ai de vocês, escribas e fariseus hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os princípios mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.”
    Se Jesus disse explicitamente que os fariseus deviam praticar estas coisas (ou seja, praticar a justiça, a misericórdia e a fidelidade) SEM OMITIR AQUELAS (ou seja, dar o dízimo da hortelã, do endro e do cominho), essa instrução de Jesus não omitir-se em entregar o dízimo foi dada somente aos mestres da lei e aos fariseus? Ela não se aplica a nós? É óbvio que Jesus dirigiu essas palavras primeira e especificamente aos fariseus. Mas creio também ser óbvio o fato de não podermos dizer que essas palavras não se aplicam também a nós. Podemos dizer que as palavras de Jesus aos fariseus em Mateus 23:26 “Fariseu cego! Limpe primeiro o interior do copo e do prato, para que o exterior também fique limpo.” se aplicam somente a eles? Nós, igualmente, não devemos aplicar também a nós essas palavras de Jesus, ditas primária e especificamente aos fariseus?

    Eu poderia concordar com o Dr. Augustus Nicodemus se ele quis dizer que o dízimo é o referencial MÍNIMO, oferecido de acordo com os princípios que o Dr. Augustus Nicodemus expôs, que estão claros no Novo Testamento (generosidade, regularidade, proporcionalidade), e também com uma atitude de não negligenciar a misericórdia, a justiça e a fé ou fidelidade. Jesus também ensinou em Mateus 5:20 “Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus.”
    Ora, se os mestres da lei ou os fariseus, mesmo com toda a sua hipocrisia, e mesmo negligenciando os princípios mais importantes da lei, traziam os dízimos até da hortelã, do endro, e do cominho, para a nossa justiça ser muito superior, ou exceder em muito à dos escribas e dos fariseus, nós temos de aprender muito em termos de generosidade.

    Outra questão que me vem à mente, é que até Atos 10, a igreja era composta unicamente por judeus, para quem na Antiga Aliança, como o Dr. Augustus Nicodemus muito bem expôs, o dízimo era parte integrante do culto. Se o dízimo para eles já era parte integrante do culto no Antigo Testamento, e se até Atos 10 a igreja era composta unicamente de Judeus, o que deveria nos levar a supor que no início da igreja eles não deram continuidade a essa prática?
    Na verdade, há abundante evidência de que, conforme o ensino de Jesus em Mateus 5:20, eles em generosidade e amor, excederam em muito aos mestres da lei e aos fariseus, contribuindo não somente com 10% de suas posses, mas com muito mais. Em Atos 2:45 lemos que eles, vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a necessidade. Em Atos 5:34 e 35 lemos que não havia necessitados entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, trazendo o dinheiro da venda e os colocavam aos pés dos apóstolos, que distribuíam esses recursos segundo a necessidade de cada um.

    Eu pude observar uma preocupação do Dr. Augustus Nicodemus com a qual concordo e da qual compartilho, de que hoje o produto de tanta generosidade nas mãos de pessoas não íntegras e dignas de confiança, em muito diferentes em seu ensino e vida do ensino e vida dos apóstolos, pode e tem causado problemas, escândalos, sendo usado para fins que não os prescritos na Palavra de Deus, e todo cristão deve estar atento a isso. Mas mesmo assim não concordo que um cristão deva contribuir com menos de 10% da sua renda com o Reino de Deus. Creio que os cristãos são também responsáveis por observar como aqueles a quem tem sido confiada a responsabilidade de administrar os seus dízimos e ofertas estão administrando esses recursos, e que a contribuição generosa, de no mínimo 10% para a igreja, e também de percentuais além deste, destinados ao trabalho missionário e a pessoas realmente necessitadas é sim responsabilidade do cristão no Novo Testamento.

    1. Vini Diz

      Rafael,

      1) Você acertadamente diz que Jesus fala aos fariseus no texto do Evangelho. Contudo, não é “óbvio” que se aplica também a nós. Os fariseus também sacrificavam animais, participavam das festas judaicas e eram circuncidados. Devemos fazer isso também?

      2) Quanto a comunidade judaico-cristã primitiva você precisa entender que o dízimo era de produtos “agropecuários” (e nunca dinheiro) para sustento dos levitas e outras necessidades. Então, certamente temos uma descontinuidade aí. Não se pode assumir que eles dizimavam.

      3) No Novo Testamento SÓ vemos generosidade através de ofertas voluntárias dos primeiros cristãos. Além dos 10%? Provável. Só que isso não significa que eles davam o dízimo + ofertas.

      O Piper argumenta como os “filhos da graça” podem dar menos que os “filhos da lei” (10%), falando que devemos dar no mínimo 10%. Contudo, o que é certo é que temos que dar com “generosidade, regularidade, proporcionalidade”.

      Paz

    2. Pr. RAFAEL FCACHENCO FILHO - Igreja Batista Betel - Bauru - SP. Diz

      Eu concordo plenamente com o Piper. Me parece um contrasenso admitir como certo que eu devo dar com generosidade, regularidade e proporcionalidade e na hora de eu expressar de forma concreta essa generosidade, regularidade e proporcionalidade, e mais, diante da necessidade que a obra de Deus tem também de recursos financeiros, eu querer destinar menos de 10% dos recursos que Deus disponibiliza em minhas mãos para investir na obra de Deus. O próprio Dr. Augustus Nicodemus reconhece o dízimo como um bom referencial. Se os judeus já não tivessem começado a aprender a dizimar no Antigo Testamento, que referencial eles teriam para exercer generosidade? Sem nunca ter tido um referencial de contribuição, de repente eles se disporiam a contribuir com muito mais do que o dízimo, vendendo seus bens e propriedades, depositando o produto da venda aos pés dos apóstolos, e aceitando que o produto fosse distribuído entre todos?
      O dízimo para os judeus não era do lucro líquido auferido da atividade agro-pecuária. Eles entregavam 10% de toda a produção agropecuária. Não eram descontados os eventuais custos que eles tivessem, que por menores que fossem, existiam, conforme vemos pelo menos através de exemplos como o da parábola dos lavradores na vinha (Mateus 20:1-15). Também em relação aos rebanhos, se Jesus se refere em João 10:12 à figura do mercenário, que cuidava de ovelhas recebendo um salário, quem possuía rebanhos tinha no mínimo gastos com esses mercenários, e provavelmente tinha outros gastos. É possível conceber que alguém conduza uma atividade econômica de natureza agropecuária a custo zero? E esses custos não eram descontados dos dízimos. Concedo que pelo menos da época de Moisés até o início da monarquia, apesar dos custos de produção, que concordo, não temos elementos para mensurá-los, mas que certamente existiam, eles não tinham a produção onerada com a carga tributária que hoje pesa sobre nós. Mas depois do estabelecimento da monarquia, já no fim do reinado de Salomão, a carga tributária já era opressiva. E nem por causa disso no Antigo Testamento o dízimo da produção agropecuária deixou de ser uma expressão de culto e de obediência à aliança, como bem expressou o Dr. Augustus Nicodemus em sua exposição de Malaquias. Toda essa experiência através dos séculos não exerceu uma ação pedagógica e não plantou sementes, que sob a influência da graça de Deus e do derramar do Espírito Santo sobre a Igreja não germinaram em expressões de generosidade?
      Como você disse, no Novo Testamento, só vemos generosidade. Será que se a igreja de Jerusalém, transbordando da graça de Deus, cheia do Espírito Santo, não tivesse transbordado também em generosidade, generosidade essa expressa no investimento de todos os recursos aportados para em termos concretos viabilizar a vida em comunidade que eles viveram nos primórdios da vida da igreja, teria sido possível à igreja causar o impacto e experimentar o avanço que ela experimentou em seu início?
      Qual a utilidade, em termos práticos, de argumentarmos que no Novo Testamento temos em relação à questão da contribuição, os princípios da generosidade, da regularidade, e da proporcionalidade, sem reconhecermos um referencial de generosidade? Sem um referencial, a generosidade pode se tornar muito subjetiva. Eu devo pensar que o referencial que Jesus disse claramente que se aplicava aos fariseus não se aplica a nós, e ao desconsiderar esse referencial devo então substituí-lo por qual outro referencial? Por um meu próprio? Devo ensinar de forma universal o que Paulo diz especificamente aos coríntios em 2 Coríntios 9:7 como referencial, esquecendo-me de que tanto o meu coração como o coração de todo ser humano é também enganoso e desesperadamente corrupto? Até que ponto os corações foram transformados pela graça e foram cheios do Espírito Santo, a ponto de tornarem-se generosos o suficiente para contribuírem de uma forma que diante de Deus seja generosa, regular e proporcional?
      Eu concordo que, sem a graça de Deus, sem a genuína ação santificadora do Espírito Santo, qualquer referência pode se tornar um ato legalista e destituído de sentido, e ser até mesmo corrompido e distorcido, aliás, como qualquer outra prática religiosa sobre a qual não se discute a continuidade no Novo Testamento, como por exemplo, a prática da oração.
      Mas não vejo a prática do dízimo como algo restrito à Antiga Aliança. Como outras ordenanças da Antiga Aliança, o dízimo aponta para algo superior. O que na Antiga Aliança era símbolo e sombra de coisas futuras, na Nova Aliança foi concretizado de forma muito mais abrangente. Os fariseus ofereciam sim, sacrifícios e praticavam a circuncisão da carne. Na Nova Aliança nós temos o sacrifício único e perfeito de Cristo, o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo, nós temos a circuncisão do coração. Na Antiga Aliança os israelitas dizimavam. Na Nova Aliança, o nosso desafio é exercitar uma generosidade que seja expressão de amor a Deus, de justiça, de misericórdia, que exceda em muito ao dízimo. Creio que ainda hoje, enquanto estamos ainda passando pelo processo de santificação operado pelo Espírito Santo em nossas vidas através da Sua Palavra, a prática do dízimo é um referencial válido como ponto de partida, que sob a influência da graça de Deus e vivificado pela ação do Espírito Santo, pode ser usado por Deus para ensinar e nos exercitar a sermos mais generosos.
      Em termos concretos, eu nunca vi ninguém defender a não continuidade da prática do dízimo no Novo Testamento para ensinar a prática de uma generosidade superior à prática do dízimo. Se alguém ensina o exercício de uma generosidade que exceda ao dízimo, nesse caso eu tenho de concordar que essa generosidade está de acordo com o ensino do Novo Testamento. Caso contrário, vejo o perigo de deixar a Igreja sem um referencial de generosidade. Essa ausência de referencial em geral tem como conseqüência que o investimento para o Reino de Deus, com raríssimas exceções, se torna inferior ao dízimo, e passa a ser guiada pela subjetividade de um contexto hedonista, consumista e egocêntrico, no qual a prioridade é a satisfação dos interesses particulares, das ambições pessoais e dos desejos egoístas.

    3. Sanlopes Diz

      SO PARA LEMBRA-LO JESUS TEM A MESMA ORDEM DE MELQUISEDEQUE QUE RECEBEU DIZIMOS. HOJE QUEM RECEBE O NOSSO DIZIMO E JESUS

    4. Sanlopes Diz

      RAFAEL E VERDADE SE APLICA A NOS TAMBEM.POIS NO INICIO DESTA PREGAÇÃO EM MATEUS 23;01,MOSTRA A QUEM JESUS SE DIRIGIU VEJA:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,Mateus 23:1

  47. Lucinda Alves Diz

    Muito bom! Parabéns! Finalmente começo a ouvir ensinar sobre este tema de forma bíblica! Graças a Deus porque os líderes começam a ver além da tradição que herdaram!

  48. João Viana Diz

    Eu creio que o dízimo não é para os dias de hoje. Mas Jesus nos desafia a não dar apenas 10% mas sim a dar 100%. Muitos são contra os dízimos por serem avarentos, pois não amam o próximo como a si mesmos logo estão tão agarrados ás suas riquezas que não as partilham com ninguém. Estamos debaixo da graça e como Deus nos amou a nós ao ponto de se despojar por nós, teremos que como seus filhos fazer o mesmo pelo próximo. Mateus 25 a partir do versiculo 32. Tiago 2:17. Existem maus dispenseiros de Deus que usam o nome de Deus em vão (coisas vãs) mas Deus é que é o Juíz. Amados se amarem o próximo como a vós mesmos e se secorrerem os necessitados não se esquecendo daqueles que Deus institui como vossos liders religiosos então estarão agindo correctamente. Deus abençoe.

  49. Diego Ramos Diz

    Que Deus Abençoe ao V.E e á Augustus Nicodemos, pelo esclarecimento embasado na Palavra do Deus Vivo ao Povo Cristão.minha linha de pensamento e compreensão iguala com os argumentos e explicações deste comentário expositivo.
    Desejo á todos os Cristãos (estou incluso) que sejam Cristocêntrico e não Mosaico muito menos Araônico, Pois não foram Moisés e Arão que morreu por nós, mas Sim Cristo Jesus, que além de nos redimir a fim de sermos feitos herdeiros seu, nos prometeu a Vida Eterna que nele está. Que Cristo possa ser o centro de tudo em nossas vidas á Ele Toda honra, Glória, Louvor e Majestade, pois somente Ele é Digno de Receber o nosso Melhor.

  50. Alan Rebouças Diz

    Não entendi. Ele falou de dizímo sim. Como ele mesmo falou, pode chamar o nome que quiser, mas o princípio é o mesmo. Tenho que colaborar pra casa de Deus, ajudar no sustento dos presbíteros. . Constância,generosidade e proporcionalidade. Creio que aqueles que não amam a Mamom, dizimarão sim

  51. jenir Diz

    Que assunto mais polêmico! Quando se trata de dinheiro a conversa é longa. Quero deixar registrado aqui que depois de ver esse vídeo fiquei convencida de que devo dar o dízimo. Antes eu tinha muitas dúvidas por isso não era dizimista apesar de ser crente a muitos anos mas a forma desinteressada e clara como foi exposta essa questão me abriu o entendimento. Antes só ouvia cada um puxando brasa para sua sardinha. Agora estou livre para contribuir de acordo com minhas posses sem medo de pecar.Leiam Rm. 8,1 e Gl 3,13. e sintam-se como eu.

    1. Leonardo Nascimento Diz

      E se não existir templo, onde devemos devolver os dizimos??? O Dizimo só existe por q existe templo, sem templo n existe dizimo?
      De todos os 10 mandamentos, o único q

  52. Dr. Benedito Nunes Diz

    0 dizimo é uma coisa seria o crente que não contribui é o mesmo que roubar de Deus á sua décima parte todos os meses.

    1. Leonardo Nascimento Diz

      E se não existir templo, onde devemos devolver os dizimos??? O Dizimo só existe por q existe templo, sem templo n existe dizimo?

    2. samuel Diz

      meu caro irmao , se voce nao der ou nao devouver (interprete como quiser , muitos dizem que é dovoluçao mais no caso de abrao esta escrito que ele deu o dizimo, gn 14.20) voce nao esta roubando a Deus isso é uma interpretaçao errado fora do texto que diz “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas… vaso preste bem atençao! uma pergunta te faço voce crer que a oferta é voluntaria?se voce crer que sim está certo pois a biblia diz Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7
      e tambem em exodo Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada. Êxodo 25:2.
      por que em Malaquias 3:8 diz Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
      se voce interpretar que se nao der o dizimo esta robando a Deus, logo deve-se interpretar que nao dar oferta estar tambem roubando a Deus! mais é impossivel robar a Deus na forma de nao dar oferta pois as escrituras afirmam que é voluntario e nao dever nem mandamento Não digo isto como quem manda, mas para provar, pela diligência dos outros, a sinceridade de vosso amor. 2 Coríntios 8:8 ( leia todo o texto capito 8 e nove para entender melhor) ue entao como é que a maioria diz que nos roubamos a Deus? a resposta é raiz de interpretaçao érrada, falta de aplicaçao da exegese e hemineutica. e por que muitos defendem isso? por que achan que isso salva as congregaçoes. nota que quando argumentace sobre este assunto , fazem muitas pergunta como se nao houver dizimo entao como vamos pagar arcondicionado aluguel e outros gastos. mais Deus nao criou o dizimo com a finalidade de manter Templos!! e sim o que diz em Números 18.21, 24, 26 – O pagamento do dízimo teve ordenança, fazendo parte do contexto da lei do Antigo Testamento, e tinha caráter de caridade, pois a sua principal finalidade era suprir as necessidades dos Levitas que não tinham parte nem herança na terra prometida, e também dos estrangeiros, órfãos e viúvas.
      Para terminar por que Deus disse que estavam roubando a Deus nos dizimos e nas ofertas? a resposta que se voce ler o livro de malaquias todos principalmente do capitolo 2 até as partes que falam sobre o dizimo voce vera que o rabar a Deus era que estava sendo feito um Desvio de finalidades no dizimo por que esta escrito E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 3:5 … parei por aqui se nao vou escrever um livro a paz irmao espero ter esclaresido auguma coisa.

  53. João Diz

    Olá. Boa noite.
    Apreciei em muito a explanação sobre a vida financeira da igreja.
    Sei que, infelizmente, falso pastores tem usado do medo e tudo mais, incluindo falsas promessas, para os membros da sua comunidade contribuir.
    Sei de algo simples, e vivido, se é Deus quem me chamou, ele suprirá. A mim cabe o esclarecimento e seguir ao que fui chamado fazer: instar a palavra.
    Deixe-me exemplificar.
    Conheço um pastor que, quando chegou em sua nova igreja, a situação financeira dela era de dar medo, e muito pastores não iriam para lá porque a igreja não podia pagar o salário que eles queriam. O que o novo pastor fez? Foi orar, buscando o fortalecimento para instar a palavra. O foco do ministério não foi o apelo financeiro. Havia problema financeiro, os quais foram tratados. Qual foi o resultado? Pagaram as dividas e por fim, mantém a saúde financeira da igreja. Nunca vi ele fazer um apelo financeiro. Jamais!. Almas tem se convertido a Cristo e até a reforma na igreja foi iniciada. Não foi um passe de mágica. Levou tempo. O que ele fez e faz? Pregar a palavra, instruir, admoestar, em resumo, o serviço de um pastor.
    Por outro lado conheço outro pastor que tem frisado muito a questão do dizimo e ofertas, o mantenimento da igreja e sua estrutura. Chegou a ter fazer eventos que no fundo visavam isso. Qual o resulto? Perda do foco. Aumentou os dizimos e as ofertas? Não! O que é mais triste? A exortação de Paulo dada a Timóteo foi deixada de lado.
    Uma vez ouvi o seguinte dito pelo Pr Paul Washer: “há três coisas que derrubam um pastor: mulher, fama e dinheiro”.
    A realidade é triste. A tentação de agir como muito “pastores televisos” é constante, contudo não podemos.
    Como diria um conhecido meu que ainda não faz parte do aprisco de Cristo: “em nossos dias, falta pastores de almas”.
    Que Deus tenha misericórdia de nós.

    Vini, obrigado pela postagem.

  54. Eduardo Santana Diz

    Concordo que o dízimo não é lei cristã, portanto não é uma obrigação do cristão. Jesus não deu tal ordem a seus discipulos e nem os apóstolos à igreja. Acessem o link :

    http://filhodoreino.blogspot.com/2009/12/o-dizimo-e-mesmo-obrigacao-do-cristao.html

  55. Manoel Ruíz de Oliveira Diz

    O dizimo e as oferta eram para manutenção do templo, desejado Pelo Rei Davi em constui-lo, mas, foi Salomão quem o eregiu. Era o Local que o Senhor Deus dos Céus e da Terra havia prometido que ali apareceria. Então para manutenção do templo era necessário que as ofertas e os dizimo fossem entegue, para o sustento dos Levitas, que foi a tribo escolhida para transporte dos utencilios do templo e para o Sacerdote Arão e seus desendentes que eram os únicos que tinham a autorização de Deus para oferecer os sacrificios e os Holocaustos.
    Na Epoca de Malaquias o Povo havia esquecido de todas as ordenanças que o Senhor Deus havia desiguinado, atraves dos mandamentos, leis e estatutos. Tudo que o povo de Israel Plantasse (frutos) ou nascesse em sua casa(primogenito), ou seja, as primicias eram pra ser ofertado para o Senhor Deus no templo. O povo de Israel já não estava mais dedicando ao Senhor as primicias. O povo estava oferecendo o coxo o aleijado, o cego o doente conforme está encrito em Malaquias 1: 8 á 10.
    O Senhor Deus simplesmente desafiou o povo de Israel em Malaquias 3:10..
    “Me ofertem as primicias (os primeiros frutos da terra) e os primogênitos (o primeiro macho nascido em casa sem defeito) mas, não me dêem o que sobra e o que não
    presta(doente)”.
    Quando O senhor Jesus Cristo chegou no templo a situação havia piorado e o proprio Senhor Jesus Espulsou os que no templo vendiam e compravam LC19:45 e 46, ou seja as ofertas e os dizimos para o templo já haviam se trnasformado em comercio..
    Vocês já imaginaram como seria nos dias de hoje se templo ainda existisse, com tantos lobos vestidos de Ovelha?
    O Templo não existe mais. O veu do templo foi rasgado em dois MT:27:51..

    O Sabado existe antes da Lei e ninguem o guarda, o dizimo tem sido polêmico por causa de muitos que querem se beneficiar.
    Quando Deus Pai todo Poderoso nos dar o novo Nascimento través do sacrificio de seu Filho Jesus Cristo, que é a justiça de Deus Pai, quando pela fé temos de Deus a sabedoria do alto, quando amamos a Deus Pai de todo o nosso coração, com todo o nosso entedimento e com toda a nosso vida e ao proximo como a nós mesmo, nós não dizima-mos nós ofertamos voluntariamente..
    E quando ofertamos com amor (não o amor hipocrita), não nos limitamos sómente em 10%…

  56. Altamir Diz

    Muito bom o vídeo,me fez muito bem, vou mudar de atitude a partir de agora.

  57. Alan Diz

    Eu achei muito perigosa essa postagem…esse é um ótimo blog.. porém a bíblia é totalmente clara com relação a isso, “E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Vejo o dizimo como um bônus para o povo de DEus, você nao vai ao inferno porque nao da o dizimo porém você não terá o devorador repreendido, é uma escolha do povo de Deus… e qual o problema de ajudar pessoas que estão engajadas no trabalho para o reino de Deus?? Quando eu dou o dizimo estou demonstrando confiança em Deus, ao depositar dependência até nas minhas finanças, essa é uma escolha do povo de Deus! Shalom!

    1. Vini Diz

      Alan,

      Não somos contra ajudar a obra do Reino? A postagem deixa bem claro que devemos ofertar generosamente.

      Contudo, a bíblia também é bem clara que Moisés quase for morto por Deus por não circuncidar seu filho. Devemos circuncidar nossos filhos?

      Paz

    2. Edson Diz

      Olá Vinícios,

      Creio que vcs devem tomar muito cuidado com seus comentários, pois eles podem levar muitas pessoas a absorverem o espírito da dúvida e se vcs não sabem, a dúvida é a linguagem do diabo para neutralizar a palavra de Deus, todas as vezes que satanas usou de linguagem falada na bíblia ele usou á duvida:
      ex1 – com eva
      ex2 – com Deus no livro de Jó
      ex3 – com Jesus

      É completamente anti bíblico substituir o dízimo por oferta e vice e versa, uma coisa é dízimo outra coisa é oferta.
      Se vc cre na palavra do Senhor Jesus veja o que Ele diz sobre dízimos:

      (Mateus 23:23) – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.

      “DEVEIS FAZER ESTAS COISAS” ou seja agir com Juizo, misericordia e fé “SEM OMITIR AQUELAS DIIIIIZIIIIMOOO será que O Senhor Jesus precisa ser mais claro?

      Com relação a circuncisão do filho de MOSÉIS, vc faz uma tremenda confusão mostrando pouco conhecimento bíblico mais uma vez.
      A circuncisão foi o sinal do estabelecimento de uma aliança de Deus com Abraão, ela não poderia ser quebrada, não entrarei em minúcias mais era um direito de quem quebrasse a aliança matar o transgressor, por isso que Abraão ao estabelecer o pacto com Deus teve que cortar um animal em duas partes e colocar uma de frente com a outra e passar pelo meio das partes. Esta aliança era feita até mesmo em casamentos, simbolizando que quem descumprisse sua parte seria morto como o animal
      Resumidamente tal aliança é a mesma que fazemos hoje com O Senhor Jesus, e da mesma forma quem descumprir tal aliança não será morto eternamente?
      Portanto nós não temos que circuncidar nossos filhos mais somos obrigados a circuncidar o nosso coração
      Receio que estas dúvidas em nada contribuem para o evangelho, se o objetivo do site é VOLTARMOS AO EVANGELHO comece promovendo a FÉ E NÃO AS DÚVIDAS

    3. Vini Diz

      Edson,

      Já respondi esse argumento milhares de vezes. Não voltarei a fazê-lo. Por favor, procure nos meus comentários.

      Paz

    4. [email protected] Diz

      Experiências com Deus…

      Minha visão, em relação ao Dízimo, e Ofertas: Levando em consideração, o exemplo da igreja Primitiva, Atos cap, 2. aqueles irmãos buscavam a Deus continio, mas que igreja abençoada, porque, não ser assim, nos dias de hj? ah,entendo…porque a maioria dos Lideres, estão visando fortalecer seus reinos, e seus bem estar, infelizmente…

      Jesus, deixou bem claro…Buscai primeiro, o Reino do Céu, e as outras coisas, serão acrescentadas, então vamos lá…Fico com a palavra do Mestre, dos mestres, que eu, buscando o seu Reino, ele acrescentará tudo na minha Vida, dai vou vendo que verdadeiramente, Deus vem cuidando de mim, agora…e porque não reconhecer as providências Divina na minha Vida, e não contribuir, com as ofertas voluntarias para sua obra, e fico tbm, com a palavra do Apostolo Paulo, cada um contribua, de acordo o proposito de seu coração, Deus ama, aquele que dá com alegrias, e não com tristeza, IICorintios, cap, 9, vs 07 agora…independente de ser Dízimos ou não, a casa de Deus, é um Celeiro, e esse mesmo Celeiro precisa ser abastecido pelo os seus Filhos, para que sua casa seja zelada de todas as formas. Na minha conversão ao Senhor, me lembro, aceitei Jesus numa quinta feira, e no domingo, na escola dominical, os Obreiros vieram passar as salvas, para recolher, dízimos e ofertas como falam, era o primeiro da fileira do banco, o Obreiro sábio, me pulou, dai passou uns dois bancos, dai fui atrás dele, pra saber, como fazia para ajudar, dai ele disse…amem irmão, depois do amem final, eu explico para o irmão, ou seja…o propio Espirito Santo, me direcionou, despertou-me, a contribuir na casa dele, é certo que os Pastores ensinam, e uns batem nessa tecla ate demais, e no meu ponto de vista, não precisa, Deus, é o dono da obra, tem uns irmãos, que são avarentos, não gostam muito de contribuir, e Deus conhece os tais, mas o mesmo Deus levanta outros, para ajudar na sua obra.

      Lembrando…Devemos pegar, o livro de Atos dos Apostolo, cap 20, vs 29, e pegar as referências, a primeira refs, vai te mandar, lá no livro de Mat: cap 7, vs 15, fala de que? de falsos profetas, continuando as refers, fala, que os homens fariam dos Fiéis, Presas, colossenses, cap2, vs 08 fariam Negocios IIPedro, cap, 2, vs 03, homens servido a Deus, por Torpe Ganancias, Tito, cap, 1, vs 11, os Tais, não servem a Deus, mas seu Ventre, livro de Romanos, cap 16, vs 18,19, os Tais, são, Obreiros Flaudulentos, IICorintios cap, 11, vs 13, 14, 15. homens Avarentos, IITimotéo, cap 3, vs 2, a 5… Obs: Devemos sim contribuir, mas devemos observar, o nosso Lider, se ele, encaixa, ou não, nesses versiculos citados acima, se ele é um homem de Deus, e se ele é transparente. Digo isso, porque vinha decepcionado com muitos, e Deus, me levou, a fazer um estudo de 15 dias, no livro de Atos, cap 20, vs 29, e referências a seguir, Deus é Maravilhoso, ele ñ deixa os seus escolhidos, ser enganados.

      Por:

      Roshemberg Magno:

      Campinas 19 de dezembro de 2012.

      Qwe Deus em Cristo, possa continuar nos abençoando.

    5. Sanlopes Diz

      POIS EDSON VOCE ESTA CERTO.MUITOS DIZEM QUE ESTA PASAGEM ERA SO PARA OS FARISEUS MAS ESTÃO TREMENDAMENTE ENGANADOS.POIS NO INICIO DESTE DISCURSO OLHE SO A QUEM JESUS ESTA SE DIRIGINDO:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,Mateus 23:1

    6. dione Diz

      Alan
      graça e paz.
      irmao o nome de JESUS eh sobre todo nome…se confiarmos que o dizimo repreende uma casta de demonios vamos estar dizendo quue o nome de JESUS eh limitado….pense nisso como pode existir uma casta da qual nem o nome do nosso SANTO SALVADOR é suficiente para repreender…JESUS alem de suficiente para repreender qualquer demonio tbm eh suficiente para sustentar um pastor ou missionario chamado por ele sem qualquer oferta dos irmaos, ele tanto pode fazer cair do ceu o sustento como pode levantar impios para abençoar seus servos…mas em todas igreja existem irmaos como voce que nao sao avarentos e dao com coraçao grato para ajudar aqueles que se esmeram pela palavra de DEUS.
      Shalom

  58. Rodrigo Diz

    Clareza nas explicações, gostei muito do ideal adotado por vocês… Conconrdo com a pregação do Augustus, o dízimo não deve ser adotado como lei, mas pode ser adotado como um referencial e assim pode ser adotado como um referencial para a igreja, mas não como lei… O princípio mais resguardado no NT é que a igreja tem o dever de contribuir, não só com os dez por cento, como no VT… Minha afirmação tem como base o ensinamento deixado pelo apóstolo Pedro em sua segunda carta no Cap3: 1b-2, que nos ensina a recordarmos as palavras proferidas no passado pelos profetas, os ensinamentos de Cristo e o dos apóstolos, então nada contra o dízimo ser adotado como um referencial…

  59. Cláudio Diz

    Veja este comentário do Pr. John MacArthur sobre o dizimo !!!

    Abraços…..

    Does God require me to give a tithe of all I earn?

    Pr. John MacArthur Jr. http://www.gty.org/

    Two kinds of giving are taught consistently throughout Scripture: giving to the government (always compulsory), and giving to God (always voluntary).
    The issue has been greatly confused, however, by some who misunderstand the nature of the Old Testament tithes. Tithes were not primarily gifts to God, but taxes for funding the national budget in Israel.

    Because Israel was a theocracy, the Levitical priests acted as the civil government. So the Levite’s tithe (Leviticus 27:30-33) was a precursor to today’s income tax, as was a second annual tithe required by God to fund a national festival (Deuteronomy 14:22-29). Smaller taxes were also imposed on the people by the law (Leviticus 19:9-10; Exodus 23:10-11). So the total giving required of the Israelites was not 10 percent, but well over 20 percent. All that money was used to operate the nation.

    All giving apart from that required to run the government was purely voluntary (cf. Exodus 25:2; 1 Chronicles 29:9). Each person gave whatever was in his heart to give; no percentage or amount was specified.

    New Testament believers are never commanded to tithe. Matthew 22:15-22 and Romans 13:1-7 tell us about the only required giving in the church age, which is the paying of taxes to the government. Interestingly enough, we in America presently pay between 20 and 30 percent of our income to the government–a figure very similar to the requirement under the theocracy of Israel.

    The guideline for our giving to God and His work is found in 2 Corinthians 9:6-7: “Now this I say, he who sows sparingly shall also reap sparingly; and he who sows bountifully shall also reap bountifully. Let each one do just as he has purposed in his heart; not grudgingly or under compulsion; for God loves a cheerful giver.”

    For further study:
    John MacArthur, God’s Plan for Giving (tape series).

    1. Cláudio Diz

      Desculpem….. faltou a tradução que segue abaixo:

      Deus requer que eu dê o dízimo de tudo quanto ganho?

      Pr. John MacArthur Jr. http://www.gty.org/

      Dois tipos de contribuição são ensinados consistentemente durante toda a Escritura: contribuir para o governo (sempre compulsório) e contribuir para Deus (sempre voluntário).

      A questão tem sido muito confusa para alguns que entendem mal a natureza dos dízimos do Velho Testamento. Os dízimos não eram primariamente ofertas a Deus, mas os impostos para financiar o orçamento nacional em Israel.

      Porque Israel era uma teocracia, os sacerdotes Levíticos atuavam como um governo civil. Assim, o dízimo Levítico (Levítico 27:30-33) foi um precursor do imposto de renda de hoje, tal como era um segundo dízimo anual requerido por Deus para suprir uma festa nacional (Deuteronômio 14:22-29). Taxas menores foram também impostas ao povo pela lei (Levítico 19:9-10; Êxodo 23:10-11). Assim, a doação total requerida dos Israelitas não era 10 por cento, mas bem mais de 20 por cento. Todo o dinheiro era usado para a gestão da nação.

      Toda doação aparte daquela necessária para executar o governo era puramente voluntária (cf. Êxodo 25:2, 1 Crônicas 29:9). Cada pessoa dava conforme o que estava em seu coração; nenhuma percentagem ou quantia era especificada.

      Crentes do Novo Testamento nunca são ordenados a dizimar. Mateus 22:15-22 e Romanos 13:1-7 nos contam sobre a única contribuição necessária na era da igreja, que é o pagamento de impostos ao governo. Curiosamente, nós, na América (EUA), atualmente pagamos entre 20 e 30 por cento de nossa renda ao governo – muito semelhante ao requerimento sob a teocracia de Israel.

      A orientação para a nossa entrega a Deus e Sua obra é encontrada em 2 Coríntios 9:6-8: “Lembrem disto: quem planta pouco colhe pouco; quem planta muito colhe muito. Que cada um dê a sua oferta conforme resolveu no seu coração, não com tristeza nem por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. E Deus pode dar muito mais do que vocês precisam para que vocês tenham sempre tudo o que necessitam e ainda mais do que o necessário para fazerem todo tipo de boas obras.“

      Para um estudo mais aprofundado: John MacArthur, O plano de Deus para a contribuição – http://www.gty.org

  60. luiz augusto amado Diz

    Amados, penso que Abraão ofertou a DEUS por adoração e, assim , tão somente assim devemos nos relacionarmos com DEUS por amá-lo e, por amá-lo obedecer, ofertar, buscar estudar, orar,jejuar , tudo por este fim AMOR a DEUS. Cristo opere em nossas almas nos fazendo amar ao Pai assim como Ele o ama!!!

  61. erick reis Diz

    Muito bom!! Muito esclarecedor! Obrigado pela mensagem.

  62. Al Diz
  63. Bianca Wu Diz

    Eu ainda não consegui enxergar que nao devemos dar o dizimo.

    em Mateus 23:23

    “Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas (entendo que continuar dizimando), sem omitir aquelas (que é a justiça, misericordia e fidelidade).

    eu continuarei pq a igreja não anda sem este recurso pois são poucos que ofertam de coração, e são alguns que não podem ofertar, e outros que nao querem.

    Deus vem me abençoando e os 10% não me faz falta nenhuma.

    Não faço isso por imposição do pastor e sim por obediência a Deus.

    1. Sanlopes Diz

      BIANCA PERMANEÇA FIRME SENDO DIZIMISTA.SE VOCE TEM DUVIDAS ORE A DEUS,PEÇA DIREÇÃO DELE MAT23;23 E O SUFICIENTE E POR CERTO NO DIA DO ARREBATAMENTO MUITOS VÃO FICAR POR DESOBEDECER AQUILO QUE JESUS ORDENOU.

  64. Thiago Diz

    Eu tenho uma dúvida já a um bom tempo que, pode-se dizer, engloba esse mesmo tema: De que forma eu posso ler os livros poéticos do Antigo Testamento sem acabar tropeçando na maldita teologia da prosperidade?

    1. Vini Diz

      Entender que Deus não tem mais uma nação como Israel, e que o cumprimento da prosperidade é em Cristo e na outra era, onde reinaremos com Cristo.

  65. David Diz

    Jesus disse (no Novo Testamento):

    Lc 11:42 “Ai de vocês, fariseus, porque dão a Deus o dízimo da hortelã, da arruda e de toda a sorte de hortaliças, mas desprezam a justiça e o amor de Deus! Vocês deviam praticar estas coisas, sem deixar de fazer aquelas.

    Salientando: praticar estas SEM DEIXAR DE FAZER AQUELAS.

    1. Vini Diz

      A quem Jesus disse? Vivendo em que contexto? O da Nova ou Velha Aliança?

    2. David Diz

      Em primeiro lugar, que não se fale mais, para não ser herético, que não há dízimo no Novo Testamento.

      Também não se diga que Jesus o aboliu.

      Quando Jesus disse que os fariseus deveriam continuar dizimando, estava validando um mandamento da Antiga Aliança.

      Muitos desses ainda continuaram válidos (ou se pode matar? adulterar?).

      Jesus disse: Mt 5:17 “Não pensem que vim abolir a Lei ou os Profetas; não vim abolir, mas cumprir.

      O que ele fez foi trazer o sentido real e interior, que valida o exterior. O problema dos fariseus não era fazer ou deixar de fazer, mas sua motivação interior (coração).

      Você, Vini, está tão obcecado na liberdade que pensa ter para não dar o dízimo que demonstra desconsiderar a clareza do “a Cesar o que é de Cesar, a Deus o que é de Deus”.

      E o contexto serve para nos explicar melhor o sentido, nunca nos excluir da aplicação.

    3. samuel Diz

      isso voce ja respondeu certo so falta ouvri com o coraçao dae a Deus o que é de Deus(jesus falou isso estando no templo, a casa de meu pai sera chamada casa de oraçao) e a cesar o que é de cesar (pegando a moeda disse de quem é essa figura? responderam é de cesar! entao da a cesar o que é de cesar o denario a moeda o money o dolar o dinheiro o real, e a Deus o que é de Deus!)

    4. Sanlopes Diz

      GOSTEI DAVID.EM MATEUS 23;01 VEJA A QUEM O SENHOR DIRIGIA ESTAS PALAVRAS:Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,ESSE ARGUMENTO QUE ERA SO PARA OS FARISEUS REALMENTE E UM ENGANO QUE O DIABO TEM DISSEMINADO ENTRE OS CRISTÃOS PARA QUE NÃO DEVOLVAM O DIZIMO DO SENHOR PARA MANUTENÇÃO DE SUA OBRA,POIS SE REALMENTE FOSSE VALIDO MUITAS OUTRAS PASSAGENS DO NOVO TESTAMENTO,TAMBEM SERIAM INVALIDADA POIS NELAS O SENHOR FALOU DIRETAMENTE AOS FARISEUS.OUTRA COISA ALGUNS DIZEM MAS NESTA PASSAGEM O NOVO TESTAMENTO AINDA NÃO ERA VALIDO,ESSE ARGUMENTO SE CHOCA CONTRA LUCAS16:16 QUE DIZ:A lei e os profetas duraram até João; desde então é anunciado o reino de Deus.TEM MAIS JESUS TEM A MESMA ORDEM DE MELQUISEDEQUE QUE RECEBEU DIZIMO.HOJE QUE RECEBE NOSSO DIZIMO E O SENHOR JESUS.UM CONSELHO NÃO SE DEIXE LEVAR POR ALGUNS ESTUDOS DA INTERNET QUE E DOUTRINA DE DEMONIOS PURA.

    5. Vini Diz

      David,

      Herético? Você chamaria alguém de herege por causa de uma questão tão secundária?

      Mas para ver a coerência do seu argumento:

      1) Jesus disse aos fariseus (mesma situação modelo):

      “E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e quem maldisser, ou o pai ou a mãe, certamente morrerá.”
      Marcos 7:9-10

      Você acredita que este mandamento e sua pena continuam?

      2) Não, Jesus não estava validando o mandamento. Não há nada no contexto, nem no Novo Testamento que sequer dê essa ideia. Isso é uma imposição sua ao texto.

      3) Onde na Lei (a qual Jesus se refere no texto) é dado dízimo de dinheiro. Mostre, por favor.

      4) Quanto a seus “insultos” sinto dizer, mas estão longe da verdade. Defendo o que há por todo Novo Testamento: ofertas voluntárias, generosas e proporcionais.

      Paz, David

  66. O dízimo é confirmado pelo próprio Cristo.

    Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.
    Mateus 23:23

    Observe que Cristo afirma “deveis, porém, fazer estas coisas e nao omitir aquelas” ou seja deveis continua dizimando a hortelã, o endro e o cominho, mas sem omitir o juízo, a misericordia e a fé.

    Espero que estaja respondido.
    Fique na paz!

    1. Vini Diz

      Já respondemos esse argumento nos comentários.

    2. eudo Diz

      Prezado
      Leia:
      DÍZIMO:ENGANO CAVALGANDO A VERDADE (encontrem no Google).Mas se depois de ler, ainda acreditar que deva continuar dizimando então, sugiro que entregue o dízimo diretamente nas mãos do Senhor! Como? Leia Mateus 25:31 a 46 e saberás!!!!!!!

    3. Eudos1 Diz

       Caro Irmão
      Jesus vivia sob a Lei, ele era judeu!
      Mateus 5
      18 ” Porque em verdade vos digo que, até que o
      céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só
      til, até que tudo seja cumprido.

      Atente irmão “até que tudo seja cumprido”

      Se mesmo assim achar que deva dizimar dê diretamente nas mãos do Senhor! Mateus 25 : 31 a 46
      Fique na Paz

    4. Ramiro Diz

      Ele também curou o leproso e mandou e que fosse apresentar ao sacerdote. Ele também foi circuncidado. O irmão já circuncidou também? Cristo estava debaixo da Lei, Ele como Homem  tinha que cumprí-la pois era um judeu verdadeiro. Ele mesmo disse que veio cumprir a Lei e não anular. Mas, depois que cumpriu “rasgou a cédula da dívida (LEI) que estava não só contra os judeus, mas, contra toda a humanidade. A Lei foi escrita direcionada especifícamente para o povo de Israel. É só ler mais a Bíblia. Agora se alguém quiser continuar dando dízimo tudo bem. Só não CONDENE os irmãos que não dão. Fique na Paz do Senhor.

  67. sidnei Diz

    certa vez passava por um grande problema financeiro. ao comentar com o Pr da Igreja, ele me mandou dar dízimo, mesmo tendo dito a ele q não tinha dinheiro. parece q via o dízimo como algo mágico e não como ato de amor. parece q dízimo e por amor a nós mesmo e não ao Senhor e ao seus filhos (irmãos).
    há propagandas motivacionais para aumentar a coleta dos dízimos e ofertas baseada em testemunhos isolados, pessoas que estão enriquecendo, para servir de referencia ao entendimento atual.
    entendo q o verdadeiro dízimo é aquele que é motivado pelo amor a Deus e a Sua obra, ao Evangelho e aqueles irmãos que de fato necessitam.

  68. James Nascimento Diz

    Não vejo porque tanta discussão sobre esse assunto. Sabemos que a lei não tem poder sobre os que estão em Cristo e que a vontade de Deus se manifestou no mundo quando, após a morte do salvador, o povo vendia tudo o que tinha e repartia entre si, assim, ninguém passava necessidade. Essa não é a vontade de Deus? O que são os 10% em comparação com isso? Não concordo também com a construção de templos pois isso era um constume pagão e, se o dinheiro usado pra pagar água, luz, aluguel etc. fosse usado para sustentar os necessitados até mesmo os 10% seriam mais do que o povo precisa.

    Que Jesus nos ajude a compreender essas coisas e, se eu estiver errado, que Ele me ajude no mesmo.

    1. Pulsério Flores Diz

      Você vai congregar aonde?Não deixemos de congregar, como é costume de alguns; antes,
      admoestamo-nos uns aos outros, tanto mais quanto vedes que vai se
      aproximando aquele dia.” Hebreus 10:25 . Deixar a congregação isso vai criar uma grande apostasia e um palco para manifestação do Anticristo e a criação de uma igreja única,ecumenismo por conta do esfriamento espiritual.

    2. Alex Lima Diz

      Antes de perguntar ao colega; Onde ele vai congregar?!

      Leia a bíblia e busque a resposta pra seu achismo no exemplo de cristo e dos apóstolos,onde e como eles congregavão ?!

      Quando achar,volte aqui e admita que seu anceio por conforto de um teto,paredes,ar condicionado,poltrona e uma banda ao vivo preencherm mais seu ego e mostram sua limitação como cristão.
      Abraço.

    3. Pulsério Flores Diz

      Aprenda escrever primeiro,deixe de ser analfabeto! Cristo,Congregavam,anseio…

    4. Pulsério Flores Diz

      Provérbios 24:21 – Teme ao Senhor, filho meu, e ao rei, e não te entremetas com os que buscam mudanças.

    5. Mary Alice Soares Diz

      Primeiro se Jesus nao quizesse que houvesse congregacao (templo), como existia naquele tempo, ele nao entraria la para ler o Profeta Isaias, e tbm nao entraria no templo para expulsar os cambistas. Porque Deus fala em Apocalipse as 7 igrejas e aos 7 anjos, sem nao fosse preciso nos irmos a igreja?
      “Alegrei qdo me disseram vamos a casa do Senhor”
      Salmos 122:1

    6. Mary Alice Soares Diz

      Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam;

  69. RAFAEL PEREIRA Diz

    Olá Pessoal,

    Gostaria de perguntar uma coisa: alguém tem alguma referência da escola teológica charles spurgeon? Tipo, alguém conhece? É uma boa escola para se realizar um curso teológico?

    Se alguém puder me responder, fazendo a gentileza!

    Desde já, agradeço a atenção.

    até mais

  70. Rafael Luís Diz

    Creio eu que o que me guarda não é o dízimo mas sim Cristo que derramou o seu sangue em meu favor. Deus quer o meu dinheiro? a obra deve ser sustentada com o dízimo? Na verdade o que Deus quer é um coração quebrantado e contrito, cada um contribua está proposto em seu coração e não por constragimento ou medo. Creio também que o que sustenta a obra é também Cristo e não o dinheiro dos irmãos, a confiança está no dinheiro ou em Cristo? quando nos libertamos da lei e da religião entedemos que essa questão vai alem de 10 por cento.
    10 por cento são crentes na média, temos que desejar ser acima da média. Temos que desejar ser como Cristo. Por isso hoje vivemos um evangelho fraco onde estamos acostumados com o pecado, onde temos pecado de estimação.
    Jesus mandou Pedro pescar um peixe, este qual estava com uma moeda para que ele pagasse o tributo. Devemos nos preocupar com o dinheiro ou com quem estamos, se tivermos com Cristo certamente ele dirá o que devemos fazer e ainda que seja entre milhares de peixes um certo peixe morderá a nossa isca.
    Que Deus abra os nossos olhos para o que de fato importa. CRISTO nosso Salvador.

  71. eudo Diz

    ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Prezados
    Leiam:
    DÍZIMO:ENGANO CAVALGANDO A VERDADE (encontrem no Google).Mas se depois de ler, ainda acreditar que deva continuar dizimando então, sugiro que entregue o dízimo diretamente nas mãos do Senhor! Como? Leia Mateus 25:31 a 46 e saberás!!!!!!!

    1. Janete Silva Diz

      essa sua posição mostra claramente que vc é uma pessoa que ainda não deixou Jesus entrar verdadeiramente em seu coração,e o pior ,usando a propria biblia para defender o seu ponto de vista,não me espanta,porque esse tbem foi a atitude de satanas quanto ousou tentar a Jesus,o diabo usou o que esta escrito na própria bíblia mais foi repreendido poe DEUS.

    2. pedro Diz

      Muito bem, e quando teve aquela discussão o q. alguns sugeriam q. fosse feito com o dinheiro daquele perfume pelo qual Jesus recebeu daquela mulher…Judas q tomava conta das finanças mentindo sugeriu…q. fosse dado aos pobres…mas uma vez ai ponto de vista…no caso de Judas pior ainda ele era ladrão das ofertas!

    3. HAMILTON Diz

      È ISSO AI AS PESSOAS QUEREM CONTINUAR ROUBANDO O QUE É DO SR, NA PRATICA DO ROUBO.

    4. adilson Diz

      gostei e concordo plenamente com voce

    5. nelci de carvalho Diz

      Oh Dizimo

      O Dizimo é um voto com o Diabo. Se você passar 2 meses sem dar Pregar o Evangélico Deus não vai quebrar o braço do teu filho(a) e nem vai queimar sua TV e muito menos o devorador vai entrar na sua vida. Mas se você passar 2 meses sem dar o dizimo o devorador vai quebra o braço do seu filho e queima sua TV.

      Malaquias 3:8,9,10 Trazer todo o Dizimo e oferta ossada para que haja mantimento a minha casa
      O que é Dizimo ? Dizimo é na verdade 10% que você ganha

      O que é Oferta alçada ? Ocamento as Igrejas que tira Dizimo nunca vão te dar essa resposta Ex: você tem 100 R$ tira 10 R$ que é teu dizimo para quando você precisar não ir para o mundo pedir ajuda. vá que teu dizimo está na Igreja. sobro 90 R$ !!! faça seu ocamento dos 90 reais o que sobrar é a oferta da igreja no velho testamento na lei do Dizimo era nosso e não da igreja, como Jesus aboli-o o dizimo em Matheus 23:23 então ele juntou Dizimo e oferta para comer oque é teu e ainda muito mais campanha proposito e voto hebreus 7:01 a 11 ficara preso no dizimo no Hebreus até morto da dizimo que morto é esse ? não está mais sendo cristão mais todo mês ele vai levar o dizimo por causa do devorador. Deus não justifica ninguém pelo dizimo, sim pela obra e pela fé seu filho Jesus Cristo.

      Hebreus 7:12 te libertara da lei do dizimo assim que mudando o sacerdote se faz mudança de lei

    6. Sanlopes Diz

      A igreja é o corpo de cristo na terra.

  72. Lívia Diz

    Para complementar, tem um bom texto, sobre Dízimo, escrito por Túlio Cesar Costa Leite.

    O autor faz um análise de diversos versículos que trata sobre o dízimo.

    http://www.monergismo.com/textos/dizimos_ofertas/o-dizimo_tulio.pdf

    1. Ramiro Diz

      Baixei este estudo do Túlio C. S. Leite e encontrei fundamento nos seus argumentos. O Livro “O engano cavalgando a verdade” de Venefredo Villar também é muito elucidativo. Também sempre fui um defensor radical do dízimo, até que eu tomei conhecimento, do outro lado da versão. Não acho correto excluir as pessoas da Igreja do Senhor Jesus Cristo, porque não são dizimistas. Tudo bem se alguém quiser entregar voluntariamente 10% de sua renda. Agora OBRIGAR e dizer que o irmão é LADRÃO é outra conversa. Porque guardar uma parte da Lei e não toda a Lei. Então convenhamos que os Adventistas estão certos por guardarem o Sábado? Jesus sabendo do comércio que faria com a Sua Igreja, não deixou instituído dízimo. É só olhar para os escândalos financeiros das Universais, Mundiais. Enquanto isso, o órfão, a viúva, e os verdadeiros missionários estão passando fome com suas famílias. Suntuosos templos, onde a liderança vive de forma suntuosa, em suas mansões, seus carros blindados. E os irmãos tem que tirar da boca dos filhos para sustentar tudo isso. É por isto que as igrejas estão ficando cada dia mais vazias, de pessoas e principalmente da presença de Deus.

  73. samuel Diz

    meu caro irmao , se voce nao der ou nao devouver (interprete como quiser , muitos dizem que é dovoluçao mais no caso de abrao esta escrito que ele deu o dizimo, gn 14.20) voce nao esta roubando a Deus isso é uma interpretaçao errado fora do texto que diz “Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas… vaso preste bem atençao! uma pergunta te faço voce crer que a oferta é voluntaria?se voce crer que sim está certo pois a biblia diz Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. 2 Coríntios 9:7
    e tambem em exodo Fala aos filhos de Israel, que me tragam uma oferta alçada; de todo o homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada. Êxodo 25:2.
    por que em Malaquias 3:8 diz Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
    se voce interpretar que se nao der o dizimo esta robando a Deus, logo deve-se interpretar que nao dar oferta estar tambem roubando a Deus! mais é impossivel robar a Deus na forma de nao dar oferta pois as escrituras afirmam que é voluntario e nao dever nem mandamento Não digo isto como quem manda, mas para provar, pela diligência dos outros, a sinceridade de vosso amor. 2 Coríntios 8:8 ( leia todo o texto capito 8 e nove para entender melhor) ue entao como é que a maioria diz que nos roubamos a Deus? a resposta é raiz de interpretaçao érrada, falta de aplicaçao da exegese e hemineutica. e por que muitos defendem isso? por que achan que isso salva as congregaçoes. nota que quando argumentace sobre este assunto , fazem muitas pergunta como se nao houver dizimo entao como vamos pagar arcondicionado aluguel e outros gastos. mais Deus nao criou o dizimo com a finalidade de manter Templos!! e sim o que diz em Números 18.21, 24, 26 – O pagamento do dízimo teve ordenança, fazendo parte do contexto da lei do Antigo Testamento, e tinha caráter de caridade, pois a sua principal finalidade era suprir as necessidades dos Levitas que não tinham parte nem herança na terra prometida, e também dos estrangeiros, órfãos e viúvas.
    Para terminar por que Deus disse que estavam roubando a Deus nos dizimos e nas ofertas? a resposta que se voce ler o livro de malaquias todos principalmente do capitolo 2 até as partes que falam sobre o dizimo voce vera que o rabar a Deus era que estava sendo feito um Desvio de finalidades no dizimo por que esta escrito E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 3:5 … parei por aqui se nao vou escrever um livro a paz irmao espero ter esclaresido auguma coisa. 2

  74. samuel Diz

    meus irmaos realmente eu concordo e tenho plena ciencia que o dizimo nao é obrigado nem um referencial para os dias de hoje nem mandamento pois os proprios judeus da atualidade nao dao o dizimo e sim fasem contrubuiçao aos pobres e por que nossos irmao tem uma visao muito pelo lado de instituiçoes denominacionais entao criouse uma raiz alengando-se de experiencia e tudo mais referente a dizimo.
    eu perdi uma amiga muito proxima faziamos evangelismo junto visitas em casas e muitos trabalhos arduos em prou do evangelho, mais por causa de meus olhos serem aberto para nao pratica do dizimo(pois creio eu que voce dando o dizimo sabendo que a finalidade que estao fasendo é errado e é pecado distorcer aquilo que ja esta escrito pois que se fosse pelo modo da antiga aliança a finalidade é de as partes da contribuiçao do dizimos era para se repartido entre todos os sarsedotes e parte tambem para suprir o pobre a viuva o orfao e o peregrino e nao para manutençao de templos) entao por falta de amor dela para comigo ela se apartou de mim nao andamos mais juntos perdi uma boa amiga tento reatar mais todavia ela fica longe de mim por que ela crer que tem que dar o dizimo e eu nao. nesse caso voce ver que muitas pessoas como os farizeus dao enfase a dizimo, sacrificios,ofertas,guardas dos sabados mateus 23.23 e nao para a essencia, finalidade e proposito dos mandamentos de Deus que se resume no amor. fica na paz que Deus possa abrir os olhos de todos os nossos irmaos sem que nos fiquemos sem nossos entequeridos

  75. Airtonpaivajunior Diz

    Este homem não sabe do que está falando, dizimos em toda a biblia nunca foi dinheiro, e quem roubava a Deus eram os sacerdotes levíticos, este livro de Malaquias é direcionado somente a eles, quando Paulo fala que devemos ofertar com alegria e não por tristeza ou necessidade, também não é para sustentar pastor, Paulo afirma que seria melhor morrer do que viver do Evangelho. Temos que fazer como o povo de Beréia, não acreditar em tudo que falam, mas buscar da palavra de Deus.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Ah, ele sabe sim rsrs

      Concordo que não era dinheiro. Prove que Malaquias é só direcionado para levitas.

      Sim, pastores são sustentados por ofertas. Paulo o foi, mas por vezes preferia trabalhar.

    2. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Ah, ele sabe sim rsrs

      Concordo que não era dinheiro. Prove que Malaquias é só direcionado para levitas.

      Sim, pastores são sustentados por ofertas. Paulo o foi, mas por vezes preferia trabalhar.

    3. Airton Diz

      Meu irmão, leia este livro do inicio que vc vai ver que Deus se dirige aos sacerdotes, eram eles que roubava a Deus naquela época …Esta promessa de malaquias 3:10 não é para nós que vivemos a nova aliança…Dizimos faz parte da lei, se vc quer ser dizimista, vc vai ter que apedrejar mulheres adulteras, vai ter que se circuncidar e cumprir todas as 600 e tantas leis…Portanto, nenhuma destas leis tem validade na Nova Aliança, estude mais a biblia e não de ouvidos aos mercadores da fé, os cães gulosos dos dias de hoje. Abraço e que Deus abe3nçoe

    4. Flavio Henrique Diz

      quem roubava a Deus era a nação!

    5. pedro Diz

      Isso mesmo, essas pessoas estão discutindo um assunto q. nem sabem direito o q. estão falando…precisa-se de um cuidado especial, p se publicar o q. se pensa!

    6. pedro Diz

      Mas a própria Bíblia ñ diz q. os q. pregam o evangelho, vivam do evangelho? Como vc explica isso? Penso q. depende de caca um pregador individualmente…

    7. Airton Diz

      “Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.” (I Coríntios 9 : 14) é disso que vc tá falando certo! Então vamos ver onde o Senhor Jesus fala disso…”E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa.” (Lucas 10 : 7)…Portanto meu irmão, viver do Evangelho é isso ai, o que tiver pra comer é para comer, o que tiver que vestir, é para vestir…calçar e descansar conforme houver…hoje em dia os aproveitadores estão usando tudo o que diz respeito do Evangelho como (funções, altos salários, cargos, títulos e etc…) Veja que Jesus manda ir e pregar o Evangelho, Jesus em momento nenhum mandou construir templos, nunca falou que vc deve ir a templos, nunca mandou formar pastores em institutos teológicos, criar conselhos estaduais, nacionais, e etc. Era simplesmente para sair e falar o que havia ouvido e crido de casa em casa, onde estivesse (praças, campos, montes). Meu irmão, o seu congregar começa na sua casa, na sua familia. Mostre aos seus familiares e amigos Jesus Cristo, eduque-os no Evangelho, não leia a biblia como os religiosos fazem, leia todo o livro e ai faça uma análise do que vc leu e verá que é muito diferente da forma que os líderes ensinam. Grande abraço e estou sempre a disposição

  76. Luiz Diz

    Por favor, irmãos! Estamos na Graça, Jesus morreu para acabar com a obrigação da lei. Ele veio para nos libertar, inclusive do dízimo. A contribuição não deve levar, nem em pensamento, o nome de dízimo. Jesus morreu em vão? Se querem ensinar, ensinem a Verdade.

    1. Vinícius Musselman Pimentel Diz

      Não entendi se esta mensagem é para o site. Se for, você não leu a postagem, pois não estamos defendendo a continuidade do dízimo.

  77. Cesar (Sorocaba) Diz

    Vi muitas críticas aqui no site contra o pastor Augustos Nicodemos, mas, toda crítica deve ser construtiva, e fundamentada na Escritura, refutar sob a graça, conhecer o ministério dele é importante, respeito é necessário, não vi no vídeo nada grave para condená-lo, glória a Deus que ele já está pregando sob a graça, não forçando nada e creio que com um ministério transparente, e sendo edificante para muitas ovelhas, continuemos rumo a Cristo, prossigamos em conhecer a Deus.
    Para meditar: Estaria a tradução de Malaquias 3:8-11 esposta aqui acima correta? Ou tendenciosa para a teologia da prosperidade?
    Paz e Vida a todos os cristãos!
    O Dízimo e a Graça…
    É fundamental para o cristianismo que haja contribuição a instituição
    precisa de dinheiro sim, mas precisa de quanto? O seu ensino é
    necessário para todo e qualquer cristão, principalmente nestes últimos
    tempos, quando muitos instrutores religiosos, por falta de interpretação
    apropriada das “Santas Escrituras” ou por falta de fé ensinam errônea e
    forçosamente os cristãos a contribuírem de acordo com a Lei de Moisés,
    recebida no Monte Sinai (At. 15.5-11).

    Por este motivo, procuro esclarecer a questão do dízimo na época da
    graça, em virtude de não observarmos na Igreja Primitiva uma doutrina
    para contribuição baseada em percentual, mas uma doutrina de
    espontaneidade, sem mínimo nem máximo, ou seja, de acordo com o que o
    cristão “propõe” em seu coração, não com tristeza, nem com
    constrangimento, porque Deus ama ao que dá com alegria (2 Co 9.7).
    Inúmeros cristãos, hoje, em toda cristandade, estão em dúvida
    quanto à determinação e validade deste pagamento, que alegam
    erroneamente, os que o pregam, ser espontâneo. Pagamento que até tem
    feito com que muitos cristãos, por falta de determinação espiritual,
    levem à obra de Deus (dizendo ser o dízimo) uma quantia que na realidade
    não traduz 10 por cento do que ganham e, às vezes, não mais do que
    metade deste percentual. E isto ainda quando, sem concordar com tal
    doutrina, líderes estendem as mãos e exigem de seus fiéis o que eles
    mesmos não praticam, fazendo-se assim transgressores. (Rm. 4.15).

    Esse sustento a uma posição de aparência não condiz com o falar
    verazmente segundo o coração (Sl. 15.1,2).

    Deus tem um esclarecimento para você, leitor, pois a Sua vontade é que
    cada um contribua pela determinação do Espírito de vida, em Cristo
    Jesus, não pela tradição dos homens, segundo o que nos orienta o
    apóstolo Paulo, quando diz: “tende cuidado, para que ninguém vos faça
    presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição
    dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo” (Cl.
    2.8).
    É conveniente que se leia este estudo desprovido de contrariedade,
    analisando todo trabalho, conferindo referência por referência, imitando
    os bem-aventurados bereanos que “de bom grado receberam a Palavra,
    examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim” (At.
    17.11).

    Minha oração é que Deus dê graça, paz e sabedoria a todos e que possam
    tirar o melhor proveito do que aqui exponho, visto que não tenho por
    intenção o ataque e ferimento a alguém, embora não deixo de ser veemente
    e incisivo em pontos necessários, para que, como disse o apóstolo
    Paulo, “a verdade do Evangelho permaneça entre nós” (Gl. 2.4-5).

    Enquanto a Lei e os Profetas exigiam a prática da ordenança dos dízimos
    para o povo da “Aliança Levítica”, era profetizada a liberdade de
    contribuição para o povo da “Nova Aliança” (o cristianismo).

    O DÍZIMO ANTES DA LEI

    Se Abraão vivesse na época do cristianismo, certamente não daria
    continuidade a algumas obras que praticara antes da Lei, como:
    circuncisão, sacrifícios de animais, nem tampouco a lei dos dízimos;
    pois Abraão amava verdadeiramente a Deus e sempre preferiu servi-Lo de
    acordo com a Sua perfeita vontade.

    Alguns ministros religiosos aplicam a lei do dízimo ao cristianismo, sob
    alegação de o dízimo ter sido praticado antes da Lei e, inclusive, pelo
    patriarca Abraão; mas, tal alegação não tem fun-damento espiritual;
    pois, vale ressaltar que nem todas as obras praticadas anteriormente à
    Lei, inclusive, por Abraão, podem ser aplicadas no cristianismo.
    Antes da Lei, além do dízimo, eram praticadas obras, como:
    – Celebração de sacrifícios de animais
    (Gn 8.20; 22.13; 33.20);
    – Circuncisão (Gn 17.10-11; 17.23; 21.04; etc.).

    Obras essas, praticadas anteriormente à Lei pelo povo de Deus,
    inclusive, obviamente, pelo patriarca Abraão. Porém todo cristão entende
    claramente, pelo ensinamento do Espírito Santo, que tais obras não
    devem ser aplicadas no cristianismo. Isso nos confirma que, muitas das
    obras que foram praticadas antes da Lei e também por Abraão, não se
    enquadram na prática do verdadeiro cristianismo.

    Quanto ao Dízimo, por ser o imposto de renda da nação de Israel,
    observamos que só foi devidamente cobrado pelas autoridades
    eclesiásticas, durante o tempo em que o ministério religioso era
    incorporado ao Estado, ou seja, unificado à administração política.

    Por esse motivo Abraão deu “um” dízimo a Melquisedeque, (dos despojos de
    uma batalha) porque Melquisedeque não era somente sacerdote, mas também
    era rei (Gn 14.18 ; Hb 7.2).

    Melquisedeque também governava o país. Os dízimos legalistas sempre
    foram os impostos de renda da nação de Israel; uma parte era para a
    administração sacerdotal, outra se destinava à administração política,
    muito usada na “Assistência Social”, outra para as festas.

    O livro de Deuteronômio, 14.28-29, diz que deveriam recolher os dízimos
    da colheita para que houvesse alimentos em suas cidades, para os
    levitas, o estrangeiro, o órfão e a viúva (Dt 14.28-29; 26.12-14).

    Os dízimos deveriam ser levados, não aos sacerdotes, mas aos levitas (Ne
    10.37).

    Os levitas deveriam levar aos sacerdotes o dízimo dos dízimos, como
    oferta instituída por Deus (Nm 18.26-28).
    Aos sacerdotes era repassado, pelos levitas, somente um décimo do valor
    dos dízimos (o centésimo da renda do povo 1%) o que se chama de “dízimo
    dos dízimos” (Ne 10.38; Nm 18.26-28).

    No caso de Melquisedeque, coube a ele receber todo o dízimo pelo fato de
    administrar os dois ministérios, o religioso e o político, pois era
    sacerdote, mas também era rei (Gn 14.18; Hb 7.2).

    Contudo, o dízimo era oferecido a Deus em razão de o país ser
    administrado religiosamente, pois a religião e a política caminhavam
    juntas. Eram dois ministérios em uma só realidade. Mas o ministério
    cristão foi constituído, sem dúvida, separado da política.

    A partir do momento em que o cristianismo se desvinculou do Estado, a
    administração política passou a pertencer ao reino deste mundo, e o
    ministério da Igreja de Cristo é totalmente desvinculado desse reino:
    são coisas distintas, pois o próprio Jesus declarou: “O meu Reino não é
    deste mundo” (Jo 18.36). Porém, tanto no tempo da dispensação da Lei,
    como na época de Abraão, a administração religiosa era unificada ao
    Estado. Por isso o ministério cristão não pode tomar por base e
    fundamento casos anteriores à Lei com o intuito de cobrar o dízimo de
    cristãos hoje.

    Observa-se que os que cobram o dízimo argumentam, baseando-se no fato de
    Abraão ter dado o dízimo por fé. Sendo assim, deveriam também pela
    mesma fé circuncidar-se e oferecer sacrifícios. Por acaso a circuncisão e
    os sacrifícios de Abraão não antecedem à Lei? E também não foram
    praticados por fé?

    Abraão foi o primeiro a praticar a obra da circuncisão (Gn 17.10-11;
    17.23; 21.04). Paulo, porém, escrevendo aos Gálatas, 5.2-4, diz que se o
    crente se circuncidar, Cristo para nada aproveita e o tal é obrigado a
    guardar toda a Lei.

    Abraão também oferecia sacrifícios de animais, mas como todos sabem,
    segundo a instrução do escritor aos Hebreus (Hb 10.5-9), os sacrifícios
    já não são mais.

    Desta forma, ainda que Abraão tenha vivido antes da Lei, era uma época
    cujas obras eram bem diferentes das obras do cristianismo. Pois, antes
    da Lei, a morte ainda reinava pelo pecado de Adão (Rm 5. 14).

    Por que Abraão oferecia sacrifícios de animais e praticava a
    circuncisão? certamente porque ainda não estava em prática a Graça da
    Salvação que há em Cristo Jesus hoje.

    Podemos afirmar, com absoluta certeza espiritual, que, se Abraão vivesse
    na época cristã, não praticaria tais obras.
    CONCLUSÃO
    É Deus quem dá o crescimento espiritual, mas nós é que temos de
    busca-lo. Devemos limpar tanto a vida material como a espiritual para
    crescer. Todos temos necessidade de crescer espiritualmente para não
    sermos enganados nem derrubados.
    Deus quer que cresçamos e busquemos isto de coração. A finalidade é
    sermos adultos espirituais, vivermos firmes em Cristo, vencendo todo o
    mal, recebermos as abundantes bênçãos de Deus e fazermos a Sua obra como
    Ele quer.
    Nós cresceremos espiritualmente através do estudo da Bíblia, da oração e
    do servir a Deus todos os dias. Aprendamos de Cristo. Cresçamos em
    Cristo. Vivamos em Cristo e sirvamos a Cristo, Amém. Leia a Bíblia…
    Comece a viver o Novo Testamento…

    1. Goncalves Diz

      Com todo respeito as pessoas que são contribuintes das igrejas evangélicas que pregam a obrigatoriedade na contribuição do dízimo. Os líderes destas igrejas deveriam ter no mínimo a obrigação de fazer a chamada ” prestar contas” mensalmente aos fiéis.

  78. Cesar - Sorocaba Diz

     

    Chorei

     

    Chorei…

    Ao ver tantos olhares aguados,

    ovelhas gemendo aos prantos

    debaixo de jugo e fardo pesado.

    Ovelhas gemendo aos prantos

    Tantos olhares aguados, chorei…

     

    Para que tantos tropeços ao evangelho?

    tanto tormento,

    lágrimas, sofrimento?

     

    Chorei…

    Ao ver atrás dos púlpitos,

    lobos sem escrúpulos

    prometendo o que não podem dar.

     

    Chorei…

    Ao ver um povo iludido

    clamando por socorro

    mergulhado em dor

    e densas brumas…

     

    Esta a razão de eu,

    simples poeta

    declarar meu protesto

    expondo a verdade

    das Escrituras Sagradas:

    – Minh’ alma então se acalma.

     

    Que venha a verdade,

    o amor ágape

    e choro verdadeiro,

    que caia a tradição oral,

    renasça a tradição escrita!

    E não andemos segundo

    a tradição dos homens…

     

    Que venha sobre todos nós o Cristo,

    a liberdade, a plenitude da Graça!

     

    É o Criador

    Que dá vida aos homens,

    perfume às flores,

    que fez rasgar o primeiro raio no horizonte…

    cair as primeiras gotas,

    as nascentes nos altos dos montes

    e no fundo dos mares;

    – a água, a terra, o ar, o fogo,

    o ouro, a prata, o bronze, e o ferro…

     

    Foi Deus

    Que pôs em meu peito

    um coração que pulsa,

    pôs estrelas no céu

    e o estendeu ao infinito,

    deu curso natural ao mundo,

    rumo as correntes marítimas

    e ao circuito dos ventos.

     

    Foi Jesus

    Que morreu na cruz

    por amor a você e a mim…

     

    Escrevo

    por ver razão,

    projeto e propósito

    em toda a complexa criação…

     

    O riacho serpenteia

    a montanha, água fria escorre

    entre as ramagens,

    o vento acaricia

    as folhas das árvores,

    – o leão ruge na mata, equilíbrio…

     

    Foi Deus!

    não há por mais

    que o homem tente explicar

    na existência do mundo

    outra explicação racional…

     

    Com temor

    sei que escrevendo

    e assim me expondo

    exclamo sem medo:

     

    Jesus chegou!

    – A lei passou!

    Acorda legalista segado!

    O modelo sob ordenanças,

    ineficaz, não funcionou!

     

    Sentir profundo:

    O pranto no rosto,

    o medo estampado,

    o medo do não toque,

    o medo do não prove,

    o medo da vida,

    O temor na guarda de costumes

    O zelo nas tradições,

    O medo do demônio devorador,

    o medo da morte.

     

    Ao ver o caos no mundo

    e ouvir o homem dizer:

    Está tudo se cumprindo,

    é o plano de Deus!

    Fico indignado!

     

    Sei que há um culpado:

    – o próprio ser humano.

     

    A bala perdida que matou

    a menina de 12 anos…

     

    O mundo num caos…

    Predestinação fatalista, absurdo!

    Desequilíbrio, não foi Deus…

     

     

    Foi Deus

    que criou o homem,

    mas, em seu livre arbítrio

    entre o bem e o mau…

    muitas vezes escolhe o mau…
    – morre…

     

    Foi Deus

    que pôs no campo

    o jasmim,

    criou e formou todo o universo

    e esse mundo,

    que no tempo de Sua visitação,

    trará o seu prometido fim…

     

    Vamos parar de culpar Deus?

    assumir a responsabilidade

    e reconhecer Aquele que é
    o Grande Eu Sou:

     

    É Deus,

    O SOBERANO,

    O PRINCÍPIO,
                                                           O FIM!

     

    Mário Vigna – 2007 (Cesar – Sorocaba)

  79. Cesar (Sorocaba) Diz

    Qual Jesus está sendo pregado? Já faz muito tempo que o nome
    de Jesus vem sendo desrespeitado. Infelizmente, o nome “Jesus” vem
    perdendo significado e fundamento. Jesus é o Nome que é sobre todo o nome, o
    qual, um dia, toda língua confessará como Senhor, o Nome proclamado com poder e
    autoridade pelos apóstolos do Novo Testamento, diante do qual os poderes
    malignos tremem e se dissipam até hoje, repito, todos, TODOS, TODOS OS DEMÔNIOS
    SE DISSIPAM! Liberta mudos, surdos, cura, O Eterno cordeiro de Deus que tira o pecado
    do mundo e que independe da conjunção correta das vogais e consoantes.
    Entendam! Não estou falando do Nome que transcende o nome histórico, cultural
    ou original de “Jesus”. O Nome do Verbo de Deus, O Logos, O Amém é
    irretocável, não há como ser mal interpretado, distorcido ou distanciado do
    Nome do Deus Conosco, Príncipe da Paz, Maravilhoso, Deus Forte e Conselheiro
    visto que este Nome faz efeito é no coração dos que creem e não em suas cordas
    vocais. Jesus levou sobre Si as nossas dores, enfermidades e pecados. O castigo
    que nos trás a Paz foi posto sobre Ele, apesar dele mesmo não ter cometido
    nenhum mal ou pecado… orou por seus inimigos e os abençoou, ensinou o perdão
    e o amor incondicional. Se ofereceu como fiador e resgatador das nossas dívidas
    de sangue, mesmo sendo, nós, ainda pecadores e maus, sem merecimento algum
    cravou na cruz toda divida que era contra nós toda maldição da lei (Gálatas
    3:10 – 3:13). O Jesus, Senhor, ensinou a dar de graça o que recebemos de graça.
    E por graça, misericórdia e bondade Dele nos salvou quando expôs os principados
    e as potestades ao vexame de serem subjugados e vencidos por Ele, em Sua morte
    inocente e morte de cruz. Jesus nunca pediu ou pede oferta para abençoar,
    curar, prosperar ou livrar do “devorador” era e é o mesmo Jesus
    anunciado pelo nosso irmão e apóstolo Pedro, na entrada do templo, ao
    paralítico que, de um salto, se pôs em pé pelo poder do Nome do Senhor. Há quem
    insista em fazer de Jesus um deus pedinte, mesquinho e barganhador, um deus
    nada misericordioso, que ama somente na medida em que é amado e servido por
    aqueles “da fé” ou da “visão”, que mede pelo bolso, que
    despreza os que não sabem pronunciar seu nome corretamente ou não se desgastam
    em sacrifícios intermináveis de campanhas, atos proféticos e propósitos
    puramente humanos. Qual Jesus está pregando? Das multidões, das massas de
    manobra, do mercado do Jesus Gospel, da moda e das fábricas de
    “levitas?” e “ungidos?” que proclamam com os pulmões cheios
    de emoção o nome do Jesus Show e o Jesus Curandeiro ou Exorcista, que fazem o
    que fazem não para anunciar a chegada do Reino de Deus, mas para lucrar e
    construir o seu reino particular de mansões e catedrais nada celestiais. O
    próprio Senhor nos preveniu que viriam em seu nome: “Muitos, naquele dia, hão
    de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome,
    e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos
    milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de
    mim, os que praticais a iniquidade.” (Mateus 7.22-23) O Jesus do Evangelho
    simples e puro, não pode ser confundido com o Jesus que ensina a obtenção
    egoísta dos bens de consumo, da ostentação e acúmulo de tesouros onde a traça e
    a ferrugem destroem, dos templos de lustres de cristais, mármore e ouro
    construídos na areia das vaidades de alguns dos modernos
    “apóstolos?”, “missionários?”, “sacerdotes?” e
    “pastores?”. O Jesus, Palavra da Vida, não é dobrado pelos decretos
    do homem, não é convencido pelo muito falar, não é “profetizável” de
    acordo com a vontade do homem, mesmo que este seja um “homem de
    Deus”, mas o Jesus Senhor é galardoador de todos os que o buscam com
    gratidão e consciência da boa notícia de que já está tudo pago e que é tudo de
    graça agora, para qualquer um. (2 Coríntios 3:6) – O qual nos fez também
    capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito;
    porque a letra mata e o espírito vivifica. (2 Coríntios 3:7) – E, se o
    ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira
    que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa
    da glória do seu rosto, a qual era transitória, (2 Coríntios 3:8) – Como não
    será de maior glória o ministério do Espírito? (2 Coríntios 3:15) – E até hoje,
    quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. (2 Coríntios
    3:16) – Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará. (2
    Coríntios 3:17) – Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor,
    aí há liberdade. (Atos 17:24) – O Deus que fez o mundo e tudo que nele há,
    sendo Senhor do céu e da terra, não HABITA em templos feitos por mãos de
    homens; (Atos 15:10) – Agora, pois, por que tentais a Deus, pondo sobre a
    cerviz dos discípulos um jugo que nem nossos pais nem nós pudemos suportar? (Atos
    15:11) – Mas cremos que seremos salvos pela graça do Senhor Jesus Cristo, como
    eles também. (Atos 15:19) – Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles,
    dentre os gentios, que se convertem a Deus. Não é difícil diferenciar o Jesus,
    Pão da Vida, do Jesus que vive do pão, do dinheiro depositado no altar não com
    gratidão, mas como bolsa de valores. O Jesus da Verdade ensina que a vontade
    soberana é sempre de Deus e não dos caprichos humanos. O Jesus Vivo não é o
    Jesus da religião, do templo ou do proselitismo institucional, político e
    eleitoral, mas sim o Jesus que tem as chaves da morte e do inferno, que tem as
    Palavras de Vida Eterna. Não digo estas coisas a fim de ofender ninguém, pelo
    contrário! Minha oração é para que aqueles que falam em nome deste Jesus
    poste-ídolo, arrependam-se e creiam no Evangelho genuinamente enquanto há
    tempo, pois “Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim
    também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão,
    dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano
    Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos
    seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será difamado o
    caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com
    palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua
    destruição não dorme.” (2 Pedro 2.1-3) O Jesus, Verdadeiro Deus, não é o
    Jesus Mitra ou Maytreia, não é o Jesus restrito ao Cristianismo ou “panelinhas
    espirituais” somente, não é o Jesus Acusador ou Exterminador dos infiéis. O
    Jesus, Consolador, é o caminho de volta para Deus sem preço, sem mistério, sem
    magia, sem véus, sem vestes, em qualquer tempo ou lugar, até mesmo onde não se
    conhece o nome Jesus, mas se confessa na vida o Nome sobre todo o nome do Jesus
    Senhor. Que os cristãos vistam-se com vestes de justiça… O Deus que tem o
    Nome sobre todo o nome te abençoe rica, poderosa e sobrenaturalmente! (Adaptado
    do original de Pablo Massolar).

  80. juniorsenador Diz

    Quero parabenizar o Blog por este video !!!

    Aff !!! até que enfim colocaram alguém que tem moral para falar sobre o assunto !!!

  81. Valdemir Clemente Leite Diz

    Vamos por partes

    1. Valdemir Clemente Leite Diz

      Faz-se necessario (problema na tecla do acento agudo) avaliar todos os lados desta questão, haja vita este mundo, o qual eh regido por um sistema babilônico, com sua simbologia e adorações a varios deuses, dos quais Mamom eh um deles, nos impõem um dificuldade gigantesca em deletarmos tais praticas existentes nesta Matrix. Coisas estas praticadas, tal qual se praticava na antiga Babilônia como cidade fortificada. Muito bem, como muitos sabem ou se não sabem deveriam pesquisar e se informar para poderem enxergar as coisas com mais clareza no tocante a este mundo ser dominado e controlado pela Maçonaria/ Illuminati. Pesquisando mais profundamente não sera dificil peceber que não ha nenhuma determinação do Pai ou do Filho para q fossem construidos “templos” ou “igrejas”. Este eh um ponto a ser investigado. Outro ponto e q, aqueles q defendem o dar o dizimo (a expressão dizimar, pelo menos no meu dicionario esta palavra significa outra coisa: “exterminar, aniquilar, arruinar”. So por isso muitos são condicionados a falar uma coisa q significa outra, os quais, na maioria das vezes são integrantes destas cupulas. Eu desconfio quando esta bandeira eh levantada tão alta ou seria por ignorância, por serem dependentes dos lideres religiosos q pensam por eles, porque tem preguiça de ler, “examinar tudo”? Este eh um outro ponto e uma outra historia. Tratando dos assunto mais especificamente, o q fica claro para mim, e eu, de certa forma ja desconfiava. Faço uma outra pergunta : quem inventou o dinheiro? O Pai Eterno ou o homem? Facil de responder. A palavra esta sendo dirigida a quem, la em Malaquias (ler o livro atenciosamente desde o começo). Outra facil: hortelã, arruda e todas as hotaliças são sinônimos de Dolar, Real, Euro, Libra, etc…? Voltemos à Malaquias. Mantimento, fruto da terra e vide nos remete a dinheiro?

  82. Valdemir Clemente Leite Diz

    Este senhor esta se apegando ao capitulo 3, mas O Eterno neste momento esta se dirigindo aos sacedotes. Leiam, examinem. No capitulo 1°, a palavra e dirigida a “Israel”. No capitulo 2 eh explicitamente dirigida aos sacerdotes. Quem “recolhia” o dizimo, (o produto da terra, da colheita) o sacerdote ou o povo? Sem contar q ainda tem uma historinha no meio da pregação para conseguir a simpatia da plateia. Assim como ele muitos outros assim o fazem para beneficio proprio. Eles estão a dizer: “Venham e ouçam”, enquanto o Messias ordenou: “Ide e pregai”. A pregação eh muito sutil, ela mascara o desejo de angariar fundos monetarios. O velho Testamento não pode ser referencial, pois ele e sombra dos eventos futuros. Casa de Deus? Deus habita em casa feita por mãos humanas? Deus virah em cima de mim, caso eu não dê o dinheiro? Isto eh uma ameaça? Ele se contradiz o tempo todo: uma hora a palavra esta direcionada aos israelitas em outro oa pove de hj, eh querer subestimar a inteligência alheia em beneficio proprio na maior cara de madeira. So estando muito hipnotizado ou cheio de religiosidade ate o ultimo fio de cabelo. Muito sutil. Eu ja acreditei muito nestas prgações, com suas teias de aranhas. Assistam quantas vezes forem necessarias, comparem o q ele dizsuas biblias ao lado e prestem bastante atenção nas contradições deste senhor. Se um fizer isto e conseguir enxergar serah uma grande alegria.

    1. pedro Diz

      E Abraão q. fez isso antes da lei, e ae?

  83. LULU Diz

    GENTE DIZIMO É UMA QUESTÃO DE FÉ SOU DIZIMISTA E ME SINTO MUITO FELIZ EM ABENÇOAR OREINO DE DEUS, GASTEI TANTO DINHEIRO COM COISAS ERRADAS POR QUE NÃO ABENÇOAR A CASA DE UM DEUS TÃO PODEROSO QUE MUNDOU MINHA VIDA

  84. ROBSON Diz

    COMO PODE UM PASTOR COMO ESSE ESTUDADO INTELIGENTE,MAS COMO SENDO DONO DE IGREJA VOCE ACHA QUE ELE VAI FALAR QUE O DIZIMO FOI ABOLIDO A E ERA SO PARA OS LEVITAS,JESUS DISSE EU DOU OLHO AO CEGOS,E ESSES QUE DIZEM ENXERGAR CONTINUAM CEGOS.

  85. Guga Reis Diz

    é isso ai
    dizimo é para a tribo de lev

  86. Julio Junkes Diz

    Instituições com seus CNPJ’s, denominações, instituições, água, luz, telefone, salários, ar condicionado, microfones, instrumentos musicais, sistemas de som, cadeiras, etc, etc, etc. Na igreja primitiva não haviam estes custos, alguns presbíteros eram sustentados e algumas vezes haviam arrecadações como a mencionada em 1 Coríntios que foi exclusiva para ajudar os crentes de Jerusalém que estavam passando por necessidades. Ademais os crentes eram ensinados a ajudar os necessitados, principalmente se fossem outros crentes. Evidentemente o dízimo foi extinto junto com a Lei. Infelizmente estes pastores bem intencionados sabem disso mas são obrigados a arrecadar somas elevadas para cobrir os custos absurdos das instituições. Graças a Deus já temos no Brasil grupos vivendo o verdadeiro evangelho, longe das denominações, se reunindo em casas e usando o dinheiro naquilo que Deus realmente quer que seja utilizado conforme o padrão do Novo Testamento. Quanto a porcentagem para a obra de Deus gostaria de lembrar que fomos comprados com tudo que somos e temos, portanto 100% do que temos pertence a Cristo. Logo defendo que o Cristão deva utilizar bem mais de 10% na obra de Deus, porém para os custos e causas apontados no Novo Testamento, e não com aluguéis, compra de equipamentos, aquisição de imóveis, contas de água, luz e telefone e outro custo qualquer relacionado com qualquer destas instituições, que por sua vez deveriam apenas ser uma ferramenta usada pela igreja, mas hoje as igrejas estão escravizadas às instituições com seus estatutos e necessidades. Obrigado.

  87. Ana Gonçalves Diz

    deus abençoa quem nao vai a igreja?

  88. Paulo Hahn Hahn Diz

    Paulo Hahn Hahn..Dizimo.É.10.%..''''''''

  89. Janete Silva Diz

    DÍZIMO É UMA QUESTÃO DE OBEDIÊNCIA A DEUS E NÃO UMA OBRIGAÇÃO, E TODOS AQUELES QUE DESEJAREM SER NASCIDO DE DEUS E

    DISCÍPULO DE JESUS CRISTO , O CARÁTER DELES É OBSERVANDO E VOLTADO A OBEDIÊNCIA A DEUS.

  90. Janete Silva Diz

    DÍZIMO É UMA QUESTÃO DE OBEDIÊNCIA A DEUS E NÃO UMA OBRIGAÇÃO,E TODOS AQUELES QUE DESEJAREM SER NASCIDO DE DEUS E

    DISCÍPULO DE JESUS CRISTO ,O CARÁTER DELES É OBSERVANDO E VOLTADO A OBEDIÊNCIA A DEUS.

  91. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

    1. Paulo Hahn Hahn Diz

      Prá.Obra.de.Deus..''''

  92. Nilce Do Amaral Diz

    Dízimo é bíblico … E se está na bíblia eu cumpro!!!

    1. Dheinny Marques Diz

      Pelo jeito vc não leu nada do que está escrito no artigo né? Só veio aqui escrever abobrinha e pronto…
      Como tem gente tapada!

  93. Lina Sousa Diz

    O Dizimo é uma contribuição para ajudar nos gastos da igreja e não para enriquecer pastores que na realidade teriam que ser servos pois Cristo com toda grandeza veio a terra e se fez servo e nunca gostou de Hipocresia

    1. Carlos Sitoe Diz

      Que igreja esta referindo para ajudar nos gastos?

  94. Elton Figueiró Diz

    Eu tenho algo mais certo a se fazer, e simples se crer em Deus for o bastante então não a dúvidas e sim obedecer o que o próprio Deus diz.

  95. Sandra Regina Diz

    A obediência é o pedido de Deus. A questão não é o dízimo, mas o amor ao Senhor de todo o universo, cujo trono está sobre o céu dos céus. Eu mesma me envergonho diante de Deus quando sinto em meu oração as lembranças do que ele faz por mim e eu ainda o desobedeço. Que filha sou? Peço perdão a Deus, que é o dono do ouro e da prata e rogo dia e noite que ele me ensine a ajudar e lembrar dos pobres como Ele deseja, e manter a sua casa de oração com dignidade.

  96. Sandra Regina Diz

    A obediência é o pedido de Deus. A questão não é o dízimo, mas o amor ao Senhor de todo o universo, cujo trono está sobre o céu dos céus. Eu mesma me envergonho diante de Deus quando sinto em meu oração as lembranças do que ele faz por mim e eu ainda o desobedeço. Que filha sou? Peço perdão a Deus, que é o dono do ouro e da prata e rogo dia e noite que ele me ensine a ajudar e lembrar dos pobres como Ele deseja, e manter a sua casa de oração com dignidade.

  97. Sandra Regina Diz

    Devemos ler a bíblia e parar com esse comércio que está havendo com o evangelho de Cristo, essa barganha com o nome de Deus, o Sr. Jeová, Senhor de Israel e dos gentios. Onde já se viu construir fortunas em nome de Deus e templos enormes para alimentar a vaidade de alguns pastores. Leiamos a bíblia porque é nela que aprendemos a vida eterna, os princípios de Deus e nos livramos dos enganos. O povo está aprisionado pela psicologia de alguns pastores, pois não meditam na lei do Senhor. É só meditar para se libertar. Gente! São milhões nas mãos de alguns pastores! Que vergonha! Até o Estado precisa intervir para defender alguns cristãos da ganância desses pastores concentradores de renda. Se eles são ou não de Deus, o próprio Deus sabe e os julgarão, mas se são de satanás apenas estão praticando o que seu pai lhes ensina a ganância e o amor ao dinheiro, por isso os cristão não devem ser enganados por essas atitudes de coletas de dinheiro.

  98. Jorge Almeida. Diz

    A Biblía é a mesma no Ant Test e no Novo Test, 10 é na minha opinião o que o Pr.vai fazer o Problema é dele.

  99. Jorge Almeida. Diz

    A Biblía é a mesma no Ant Test e no Novo Test, 10 é na minha opinião o que o Pr.vai fazer o Problema é dele.

  100. Jorge Almeida. Diz

    A Biblía é a mesma no Ant Test e no Novo Test, 10 é na minha opinião o que o Pr.vai fazer o Problema é dele.

    1. pedro Diz

      Com certeza!!!!!!!!!!

  101. Cherry Tomato Belchior Diz

    Não entendo o porque da discussão. Se a palavra diz “CADA UM CONTRIBUA CONFORME PROPOR NO CORAÇÃO” que seja assim ora. Quem propor dar 10% que dê, e quam propor no coração dar mais que o dízimo dê mais e quem quizer dar menos que dê menos, contanto q seja com alegria. Importa que cada um comntribua e se sinta feliz em fazê-lo, pois a obra não pode parar.

  102. irmao abreu Diz

    meus amados irmãos, sabemos que a palavra mantimentos, expressa um significado de: alimentos- manutenção-custeio-,etc… 10% é para manutenção do lugar de encontro dos irmãos.

    alguns pagam aluguel, mantem o pastor que trabalha para o Senhor, luz, agua, eventos, alimentação (os da fé primeiro), divulgação do evangelho, sabemos que isso não é barato; sou tesoureiro e posso te afirmar que não dá. a palavra do Senhor é para ser examinada com a mente de Cristo e não com a nossa propria interpretação, vamos rever o entendimento que o Espirito Santo tem dado, pois é um só.

    1. Lis. Diz

      Estou de acordo com o Jairo de Carvalho Costa. Sei, tambem, irmao Abreu, que voce procura fazer um bom trabalho. Creio que o “templo” que voce frequenta e trabalha eh pequeno, isto eh, possui poucos membros. Mas se cresce e o dizimo comeca a entrar como agua, ai eu quero ler o seu comentario. Quero saber para onde esta indo o dizimo de fato. Um cristao cheio do Espirito Santo nao se importa em dar, inclusive, 50% do salario. A questao eh, que SOMOS LIVRES DA LEI. Do contrario voce deveria ser circuncidado, nao poderia estar comendo determinados tipos de alimentos, teria de ser barbado (jamais aparar a barba), qualquer pessoa que sangrasse ou possuisse ferimentos deveria estar isolada, e todas as demais 500 e mais um pouco de leis judaicas. E o pior da lei: OLHO POR OLHO E DENTE POR DENTE. POR QUE AS IGREJAS SE APEGAM SOMENTE AO DIZIMO E TODAS AS DEMAIS LEIS FECHAM OS OLHOS? OU TUDO OU NADA, VERDADE? Aprendamos com o bom samaritano e nao com os demais. Eh o que esta faltando. Nosso compromisso eh pregar as BOAS NOVAS e levar ao proximo o arrependimento, a confissao dos pecados, a um novo carater cheio de amor, a receber o batismo da agua e do Espirito e a saber que Jesus eh o caminho, e a verdade, e a vida e que ninguem vai ao Pai senao por Ele.Joao 14:6. Felipe nao fundou uma igreja para levar as Boas Novas ao Eunuco e a batiza-lo, verdade? Atos 8.

    2. jackson Diz

      sou contra tambem a ser batizado e ter que ser obrigado a ser membro da Igreja, e se eu quizer só ser batizado? o eunuco disse esta ai a agua o que me impede de ser batizado? só crer em Jesus e não sou obrigado a fazer nehum cadastro!

    3. RobsonRojas Diz

      Você não é obrigado a nada. É o novo nascimento no Espírito Santo que te leva a ajudar aos outros e a estar em comunhão com os irmãos. Essa comunhão não é necessariamente nos templos, pois como vemos em atos os primeiros cristãos se reunião até nas casas. Há uma referência a reuniões no templo, mas não dentro, somente no pátio.

    4. Ana Monteiro Diz

      ser batizado e não querer um compromisso, é apenas ser religioso…aí, vc pode ser qq coisa…e nenhum pastor obriga ng a ser desta ou daquela igreja…somos livres para escolher uma…Mas sem compromisso com nenhuma, isto me parece o mesmo que ser seguidor de uma tal religião que (eles sim) induzem os pais a batizar criancinhas, para que desde pequenos fiquem submissos a uma determinada religião…

    5. Willian Diz

      Pela biblia você não é obrigado a ser membro de uma igreja para o batismo, uma vez que você entende o significado do batismo, a razão para tornar-se membro é voluntária e pessoal, a igreja local é necessária para que as pessoas que mantém a mesma fé estejam em comunhão com cristo e ajudem umas as outras a manterem-se mais firmes nesse propósito.

  103. Jairo de Carvalho Costa Diz

    Você vive sob os rígidos preceitos da Lei da Antiga Aliança? Você é circuncidado? Você convocaria uma assembléia para apredejar uma mulher da Igreja encontrada em adultério? Ou você vive sob a Graça da Nova Aliança de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual não exige sacrifícios, mas que andemos em amor e misericórdia uns para com os outros? Na Graça 10% não é referência, o amor sim é a verdadeira referência. Sendo assim, sem constrangimentos mas com alegria, cada um dê o que propuser em seu coração.

    1. Bruno Diz

      Amigão Jesus não veio para abolir a Lei mas Sim para cumprí-la, Leia esta passagem Mateus 5:17-18, inteira e se ainda tiver dúvidas só o Espírito Santo para te Ensinar.

      na parte B do capítulo: “Porque em verdade vos digo, até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra”

      em amor …

    2. Manoel Fernandes Diz

      ,eu irmao jesus abirrogou a lei sim leia em hebreus 7

  104. Gilberto Diz

    Pelo que entendi em corintos 9:9 a oferta tem o significado de caridade, a qual devemos distruir entre nossos irmãos necessitados.

    Outra
    referência bíblica muito usada pelos pregadores, para pedir dinheiro, está na
    segunda carta aos Coríntios 9.6-8, assim descrito:

    O que semeia pouco, pouco também ceifará; e o que semeia em
    abundância em abundância também ceifará. Cada um contribua segundo propôs no
    seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com
    alegria.

    Mas esta citação não é uma ordenança para se tomar ofertas para
    a obra do Senhor, este texto é uma referência sobre o amor ao próximo, em forma
    de caridade, citados em todos os livros do Novo Testamento.

    E para não pairar dúvidas que a ordenança é sobre a caridade, se
    continuarmos a leitura, no versículo seguinte (9) do mesmo capítulo,
    está escrito: Distribuiu,
    deu aos pobres, a sua justiça permanece para sempre.

  105. Rangel Diz

    Fico pensando sobre esses questionamentos, por que é tão difícil a obediencia a Deus, creio que devemos dizimar pq amamos a Deus, demonstramos que não somos apegados a dinheiro, e ao que defendem a não pratica de dizimar é porque na realidade tenta fugir de entregar apenas uma parte daquilo que Deus abençoou, O SENHOR realmente não precisa de nossos dizimos e ofertas, mas deseja nossa obediencia, infelizmente quando o assunto é dinheiro muitas pessoas buscam argumentos para não dizimar, penso que se sentem confortaveis para não fazer isso mostrando versiculos do novo testamento trazendo satisfações sem culpas. Mas Deus é um só o que me interessa é respeitá-lo e ser fiel a sua pessoa. Deus os abençoe!

    1. HAMILTON Diz

      OK! COMPANHEIRO É ASSIM QUE SE FALA E VIVE.

  106. Carlos Sitoe Diz

    Dízimo era para antiga aliança na para a nova.

    1. valter Diz

      O dizimo só é para antiga aliança, para os avarentos que tentam abolir o antigo testamento….

    2. HAMILTON Diz

      EI! COMO QUE A IGREJA VAI CUMPRIR O IDE DE JESUS (ORDEM) COM O TEU …

  107. Carlos Sitoe Diz

    O Dizimo era para os levitas nao para nós e em cristo ele foi abolido.

    II Cor 3.14
    mas o entendimento lhes ficou endurecido. Pois até o dia de hoje, à leitura do velho pacto, permanece o mesmo véu, não lhes sendo revelado que em Cristo é ele abolido;

  108. Carlos Sitoe Diz

    Para melhor entender a cerca da palavra é preciso primeiro saber o que é a igreja e entender o verdadeiro Modelo de Jesus para Sua Igreja.

  109. Carlos Sitoe Diz

    meu, nosso verdadeiro pastor é Senhor Jesus Cristo

    1. HAMILTON Diz

      VOCE É UM DAQUELES QUE NÃO APRENDEU AINDA A SER SUBMISSO MAS O TEMPO LHE ENSINARÁ.

  110. João Andrade Diz

    ==SE OS COLETORES , CUMPRISSE A SUGUNDA PARTE DO VERSICÚLO, SERIA UMA BENÇÃO (pra mantimento das ovelhas) Mal 3:10b. E OS COLETORES SÓ TEM DIREITO DE 10 P/CENTO (dizimo dos dizimos) / MAS COMO NO NT NÃO TEM DÍZIMO, ELES PEGAM TODA LÃ E SE BANQUETEIAM , EM MORDOMIAS PASTORAIS . E AS OVELHAS NADA ! NO NT SÓ OFERTAS E COLETAS , VC PODE DAR 10 P/CENTRO , MAIS NÃO É OBRIGATORIO , E NEM MELDIÇÃO VEM SOBRE TE ==

  111. José Junior Diz

    Atualmente. vemos o espetáculo de missionários
    evangélicos que constroem para si mesmos grandes
    mansões. lares luxuosos, etc. Quando isso sucede,
    sabemos que o dinheiro está sendo empregado
    egoístlcamente, e não para o serviço do Senhor. Há
    uma grande diferença entre o altruísmo e o egoismo;
    mas alguns missionários evangélicos parecem nunca
    ter aprendido a diferença. Direi agora o que penso
    sobre tudo isso. O próprio fato de que há crentes
    disputando sobre se devem contribuir ou não com
    uma miserável parcela de dez por cento mostra o
    baixo nível de espiritualidade em que se encontram.
    Quanto maior for a espiritualidade de um crente,
    maior será a sua liberalidade para com o dinheiro com
    que contribui para a causa do evangelho, ou com que
    alivia as necessidades das pessoas ao seu redor. Se
    gastarmos alguns minutos lendo os capitulos oitavo e
    nono de 11 Coríntios

    1. Ronny Silva Diz

      Mas te digo uma coisa amigo, faça a sua parte com Deus, cumpra o que diz a palavra do senhor.

  112. ailton Diz

    porque os pastores não cumprem tambem atos 4 ; 34 e35 le irmao eles os pastores só querm receber ñ querem repartir

  113. Juliana Pimentel Unhas de Fibr Diz

    vcs discutem muito e na verdade não conseguem responder a duvida de muitos cristãos…deve- se dar o dizimo ou não??não sou contra em dar como alguns aí dizem uns mizeros 10%,MAS contra sustentar pastores com esse dinheiro…recebo uns 1500 por mes q teria q dar 150 por mes ao pastor mas e quem recebe acima de 10,000??oq a igreja vai fazer com tanto dinheiro sendo que pra pregar a palavra não se nescessita de dinheiro..então fico confusa ..acho q quando a pessoa resolve se dedicar a pastoreiar ovelhas, ela não tem q cobrar por isso se ao menos eles!! sem querer generializar restituisem esse dinheiro em comida,roupas ,calçados par os pobres…mas não muitos por aí vivem de fortunas ,carros importado bons ternos e aindam se privam de pregar o evagelho,pois não foi uma nem duas vezes q vi, obreiras sairem no sol quente para pregar o evagelho e os bonitos dos pastores estarem em casa sen fazer nada…então ate o senhor me revelar outra opinão a minha e esta…restitui o dizimo em alimento e não dinheiro q e a causa de muita gente afastando da igreja ,,pois entaum se tiver alguem q não concorda comigo ´por favor me corrija e me prove aonde estou errada …

    1. Airton Diz

      Jesus em nenhum momento mandou construir templos nem tampouco mandou dar dizimos porque esta lei foi para os judeus e quem podia receber dizimos eram os sacerdotes levitas, mudou o sacerdócio, portanto o nosso sacerdote hoje é Jesus, não vivemos mais o tempo da lei e sim da graça…Que Deus nos ajude e não venhamos a padecer…

    2. HAMILTON Diz

      A BÍBLIA DIZ EM AP QUE ELE NOS FEZ REI E SACERDOTE P/SUA GLÓRIA

    3. Ana Monteiro Diz

      Não se deve construir templos? Ué !!! Em Lucas 19.47, Jesus entra no templo para ensinar, diz a Palavra…ué!! este templo um dia foi construído, não foi?

    4. Jairo Emerson Schmitt de Carva Diz

      Ele entrou no templo para ensinar. Não mandou fazer templos para que pudesse ensinar.

    5. Airton Paiva Diz

      Ele entrava nos templos (que não era dEle) para ensinar o amor, a misericórdia. Voce já parou pra pensar porque quando Jesus ou seus discípulos pregavam tanto em templos como no monte, nas casas, na praia muitos se convertiam? Se convertiam de que, dentro dos templos por exemplo? Lembre-se que toda vez que pregavam nos templos (Jesus e seus discipulos) eram expulsos, apanhavam, eram presos e até Estevão morreu apedrejado porque pregava em um templo.

    6. HAMILTON Diz

      EI. NÃO ESTAMOS NA ÉPOCA DAS CAVERNAS OU DA TROCA ALIAS NEM INDIO VIVE MAIS ASSIM, COMO ENVIAR PESSOAS E SUSTENTAR EM OUTRO PAIZ? TU FALA PORQUE NÃO É VC A ENVIADA. SE CONVERTA E ENTENDERAS.

    7. Ana Monteiro Diz

      Conheço pastor que não recebe da igreja, porém, se recebesse, não estaria errado, pois a Pal diz: ”Digno é o obreiro do seu salário”…dia a Palavra, em I Timóteo 5.18b além disso, como as contas seriam pagas se não dizimassem e ofertassem? Como enviariam missionários para fazer a obra no interior e/ou outros países?

    8. John Lennon Diz

      A obra do Senhor é com amor, as ofertas que são para nós ajudar o próximo e nós mesmos, dependendo das nossas necessidades, cujas pastores ou líderes não têm como trabalhar devemos ajudar com as coisas necessárias. E não sendo preguiçoso, vivendo nas causas dos Irmãos. Leia os capítulos finais de Timóteo 1 e 2. Sobre o trabalho, aqueles que não trabalham que também não comam. O trabalho é digno do seu trabalho.

  114. gil Diz

    boa noite vc acha que se o critão ñ for dizimista fiel mais ajuda quando pode, ñ é uma pessoa verdadeira com deus

  115. João Batista de França Diz

    DÍZIMO, É UMA QUESTÃO DE FÉ, SÓ DISCUTE DE FORMA CONTRARIA QUEM NÃO TEM FÉ, E CONSEQUENTEMENTE NÃO É SALVO. TODO SALVO DIZIMA, SABENDO QUE O SEU DIZIMO, PODE AJUDAR NA EVANGELIZAÇÃO, ALUGUEIS DE SALÕES, COMPRA DE TERRENOS, CONSTRUÇÃO DE TEMPLOS, MOBILIARIO, SOM, PAGAMENTO DE SALÁRIO PARA MISSIONÁRIOS E PASTORES,
    A liberdade e os direitos dos apóstolos

    1Co.9.2 Se eu não sou apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor.
    .
    1Co.9.4 Não temos nós direito de comer e de beber?

    1Co.9.6 Ou só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?

    1Co.9.7 Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não come do leite do gado?

    1Co.9.8 Digo eu isso segundo os homens? Ou não diz a lei também o mesmo?

    1Co.9.9 Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura, tem Deus cuidado dos bois?

    1Co.9.10 Ou não o diz certamente por nós? Certamente que por nós está escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança, e o que debulha deve debulhar com esperança de ser participante.

    1Co.9.11 Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais?

    1Co.9.12 Se outros participam deste poder sobre vós, por que não, mais justamente, nós? Mas nós não usamos deste direito; antes, suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo.

    1Co.9.13 Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar participam do altar?

    1Co.9.14 Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.
    JOÃO BATISTA DE FRANÇA – PROJETO MISSIONÁRIO NORDESTE

    1. Valter Diz

      Concordo plenamente com o irmão, Todo aquele que não dizima por fé e coloca desculpas é porque também é um avarento, e precisa tomar cuidado com o demô
      nio tranca rua para não o pegar de surpresa.

  116. João Batista de França Diz

    Discordo de alguns pastores e missionário, no que respeita a obra, tais obreiros agem de forma contraria aos princípios bíblicos, fraudam a fé dos fieis, cometem injustiças, defendo a prática dos dízimos para manutenção da obra do evangelho.

  117. diane Diz

    meu esposo ficou 2 meses sem da o dizimo não estavamos com condiçoes e o pastor não deixou ele pregar nem fazer mais nada na igreja so ficou sentado no banco e ele ficou muito triste por achar que o pastor so queria seu dinheiro apessar de ser pouco nos voltamos a dar o dizimo mais o pastor não sabe colocamos na salva sem ele ver e ele continua ate hoje sem fazer a obra de deus so prega quando Deus da opordunidade no seu trabalho.pastor mata ovelha por causa do dinheiro.

    1. HAMILTON Diz

      A BÍBLIA DIZ: SE FIEL NO POUCO E COLOCAREI SOBRE O MUITO , FAÇA ISSO E SR PELEJARA PELA SUA CAUSA

    2. TEOLOGANDRADE Diz

      EU DIZIMAVA MESMO SABENDO QUE ESTAVA FAZENDO ERRADO ATÉ O DIA QUE A PASTORA LIGOU PARA MINHA CASA PARA COBRAR O DIZIMO EU JÁ TINHA DADO ; AI EU DEIXEI DE DIZIMAR AI FOI ENTÃO QUE EU FIQUEI DE LADO NA IGREJA OS IRMÃO ATÉ NA RUA NÃO FALAM COMIGO ; ESCUTO VARIAS PIADAS POR TER FEITO BACHAREL EM TEOLOGIA E SER ESTUDANTE DA PALAVRA DE DEUS .EU ESTOU MUITO TRISTE PORQUE ATÉ MEU FILHO ADOLECENTE ESTÁ PAGANDO POR ISSO.

    3. Ronald Deison Diz

      Oh meu irmão TEOLOGANDRADE, Jesus ama você e a sua família. Entenda que Jesus já tinha predito que no meio da igreja haveriam pessoas desse tipo e até piores, portanto, se alguém te amaldiçoar, abençoe-o e siga em frente e que nada seja motivo para você abandonar a fé, pois tem pessoas carentes de Deus que dependem de você levar uma palavra de Deus a elas. Meu irmão! Tem outros lugares que você pode procurar para ver se encontra o evangelho sendo pregado, embora hoje seja difícil encontrar um ministério sério, mas ainda existem, mesmo assim, não se impressione com os irmãos ou coloque todas as suas expectativas neles para que eventualmente você não venha se frustrar. Pessoas de todo tipo encontramos e não são todas que verdadeiramente são guiadas pelo Espirito Santo. Converse com o seu filho, você deve ser o maior exemplo de Deus na vida dele e não se preocupe com o que o homem que apenas tem aparência de Santarrão pensa. Sirva a Deus e não ao homem, do contrário obedecerás a criatura ao invés do criador. Você não está limitado a um templo ou a uma congregação para pregar a palavra do Senhor.

    4. Ronald Deison Diz

      Irmãos, Jesus ama você e a sua família. Entenda que Jesus já tinha predito que no meio da igreja haveriam pessoas desse tipo e até piores, portanto, se alguém te amaldiçoar, abençoe-o e siga em frente e que nada seja motivo para você abandonar a fé, pois tem pessoas carentes de Deus que precisam de que vocês cheguem até elas. Não é só nesse lugar que abrem a bíblia para falar de Deus, tem outros lugares, embora hoje seja difícil encontrar um ministério sério, mas ainda existem. Não se preocupem com o que o homem pensa. Sirvam a Deus e não ao homem, do contrário obedeceram a criatura ao invés do criador. Vocês não estão limitados a um templo ou a uma congregação para pregar a palavra do Senhor.

  118. DECIO Diz

    Conclusão que cheguei, é que dízimo, nem ofertas, é obrigação de ninguem, Jesus já pagou nossa conta, podemos dar ofertas de livre e expontanea vontade para obras destinada a pregaçao do evangelho, porém, nao como obrigação. E penso que quem prega dizimos são aqueles MERCENÁRIOS DA FÉ.

  119. DECIO Diz

    O pregador tem falácia, fala de referencia, se não é lei não é obrigação, entao poque esquece dízimos e fala de ofertas segundo o coraçao, não como obrigação. Volto a repetir quem prega dízimos é mercenário da fé.

  120. Leonardo Schuenck Diz

    É chocante como tem gente, que não entenderam o que significa contribuir com a obra, o dar dízimo ou oferta seja lá o nome que querem dar.Uma coisa é fato o dízimo é uma das coisas mais espirituas que herdamos do velho testamento, pois é fato dê e tire prova da generosidade de Deus, porem não pode ser feito como troca, deve ser dado com liberalidade que tambem é um dom que vem de Deus, uma dica que dou a vc que não dá o dízimo porem é um cristão, ore peça a Deus para te dar o dom da liberalidade em dar (doar) Deus irá te caacitar para isso.Dízimo totalmente espiritual, porem não obrigatório o problema é que hj as igrejas se envolveram emm muitos grandes projjetos que vivem pedindo ofertas, QUEREM ABRAÇAR O MUNDO, PREGAR EM TODAS AS NAÇÕES MAS MUITAS VEZES SE ESQUECEM DE FAZER PARA AQUELE QUE ESTÁ ALI EM SEU ALCANCE DO NOSSO LADO!!!Voltemos ao evangelho, Deus é simples a vida co Ele é simples!!!!Deus esteja conosco!!!!

    1. Vdd existe sim o dizimo e a oferta dentro da igerja sendo q o dizimo é a obrigaçao do servo do Senhor devolve-lo e nao é muito sao apenas 10% doque o Senhor nos da atraves do nosso trabalho e a oferta é voluntaria pode ver malaquias 3.10 a biblia nao mente

  121. Augusto Rodrigues Diz

    É necessário um estudo bem aprofundado sobre o dízimo, um bom começo é este link
    http://pt.wikipedia.org/wiki/D%C3%ADzimo,

    1. João Bosco Vieira Diz

      Augusto Rodrigues conheces minha monografia sobre o assunto? http://pt.scribd.com/doc/96753612/DIZIMO-Joao-Bosco-Costa-Vieira

  122. Rubens Souss Diz

    Nem falo nada. Uns irmãos ai abaixo comentando que "a lei não está mais sobre nós, por isso, o dízimo não é mais obrigatório". E é verdade, a lei não está mais sobre nós, porém, temos que observar que o dízimo foi instituído antes da lei! Basta…

  123. Rodrigo Diz

    Jesus disse para agirmos com justiça e nao deixar de dizimar.

  124. Kesser Romualdo da Silva Diz

    QUEM QUESTIONA SOBRE DIZIMAR OU NÃO; NA VERDADE NÃO É CUMPRIDOR E NEM SEGUIDOR DA PALAVRA, POIS ELA É LITERALMENTE CLARA A ESSE DEVER DO ( CRENTE/ CRISTÃO ) OU SEJA, DEVOLVER 10% DE TUDO QUE DEUS NUS DÁ, QUALQUER VERSÃO CONTRÁRIA, NÃO PASSA DE QUERER JUSTIFICAR O INJUSTIFICÁVEL.

  125. Hamilton Cardoso Diz

    Concordo. O ofertar com amor um pouco é mais que o ofertar por medo de maldição. Cuidar das necessidades da igreja é algo que as pessoas que congregam deve fazer de coração. Tambem a retribuição ao pastor. Discordo de o tempo dedicado a pelavra no culto, metade ou mais seja pregação de oferta e principalmente proferindom maldições.

  126. Carlos Santos Diz

    O dizimo e uma farca somente empobrece o crente e enriquece o pastor

  127. Claudia Farmhouse Diz

    compadre awwwwww, fx?? lga me pls need to talk .xoxo

  128. DRIELY Diz

    O MELHOR A SE DIZER E QUE CADA UM CONTRIBUA CONFORME PROPOS NO SEU CORAÇAO…II COR:9,7

  129. alana Diz

    o certo e que deus detesta falsas promessas, se o dinheiro e da pessoa, e essa pessoa resolve fazer um voto com deus de dar 10% de tudo que deus lhe conceder, não vejo nenhum problema nisso. vejo sim. se a pessoa prometer, e depois que for abençoada, não cumprir, então não haja por emoção ou desespero, vigie e analise o tamanho da sua fe. todos que crerem, serão livres pelo sangue de jesus, não para pecarem, mas para terem vida, e vida ampla.
    então a carga passa a ser de quem recebe. deus me livre de tamanha responsabilidade, tratar com o dinheiro de tanta fe, so um louco mexeria no que pertence a deus, ai desses no dia da prestação de contas.

    1. ANDRE PEREIRA Diz

      DIZIMO É A ENTREGA VOLUNTARIA COMO FORMA DE GRATIDÃO POR TUDO QUE DEUS
      TE DÁ. E ELE SERVE PARA SUSTENTAR A IGREJA, QUE TAMBEM FAZ PARTE DO SEU
      CORPO ( DO QUAL VC CUIDA E NUTRE PARA QUE TENHA SAÚDE) E SOCORRER AOS
      NECESSITADOS.
      ISTO É LEI (AT) E ISTO É GRAÇA(NT).

  130. ANDRE PEREIRA Diz

    DIZIMO É A ENTREGA VOLUNTARIA COMO FORMA DE GRATIDÃO POR TUDO QUE DEUS TE DÁ. E ELE SERVE PARA SUSTENTAR A IGREJA, QUE TAMBEM FAZ PARTE DO SEU CORPO ( DO QUAL VC CUIDA E NUTRE PARA QUE TENHA SAÚDE) E SOCORRER AOS NECESSITADOS.
    ISTO É LEI (AT) E ISTO É GRAÇA(NT).

    1. AIRTON Diz

      “E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos.” (Hebreus 7 : 9) VEJA, ATÉ LEVI, PORTANTO NÃO EXISTE MAIS, REFUTE COM AS ESCRITURAS POR FAVOR, O QUE VC OU OUTROS PASTORES ACHAM NÃO TEM VALOR, ABRAÇO!

  131. joao Diz

    DIZIMO É O MINIMO QUE VOCE DEVE OFERECER A DEUS POR TUDO RECEBIDO.

  132. Jean Moraes Diz

    Também queria saber, Carlos Sitoe. Pelo menos eu, não preciso de dízimo e oferta para pregar, pois eu sou o Templo do Espírito Santo e não quero receber NADA para repassar a palavra dada por Deus!

  133. Lisette Berlin Diz

    Jean Moraes Estou de acordo com voce. A questao nao sao os 10%, mas a Verdade. O verdadeiro cristao ajudara ao proximo com muito, muito mais do que 10%. Agora, sofro, quando vejo filhos dando dizimo a "igreja", enquanto os pais passam necessidades. O amor ao proximo nao esta em primeiro lugar? E quantas familias na igreja estao passando necessidades e nao recebem apoio adequado, porque a aparencia da igreja deve agradar as demais pessoas da sociedade nao crista?

  134. Lisette Berlin Diz

    Nao eh a toa que ha tantas "igrejas" por ai. Por que as pessoas nao abrem as portas de sua casa para reunir os convidados para a Ceia do Senhor? Quem disse que faz-se necessario a construcao de templos e pessoas ficarem sendo sustentadas por outras? Que eu saiba, o homem deve viver do suor de seu trabalho, isto eh, viver do salario que recebe conforme a profissao que exerce. Estou errada?

  135. JOÃO CARLOS Diz

    MINHA IRMÃ, EM 1 CORINTIOS CAP 3 VERC 16 AFIRMA NÃO SABEIS VÓS QUE SOIS O TEMPLO DE DEUS E QUE O ESPÍRITO DE DEUS HABITA EM VÓS?
    por tanto a verdadeira igreja somos nós, o nosso corpo é o templo do ESPÍRITO SANTO, onde houver dois ou mais pregando a meu respeito ali estarei eu no meio deles diz o SENHOR JESUS, o local não importa desde que o verdadeiro objetivo seja louvar a DEUS e digno de aceitação.. Quanto ao dízimo e ofertas Atos cap 17 verc 24 e 25 afirma o DEUS que fez o mundo e tudo que nele há , sendo senhor do céu e da terra , não habita em templos feitos por mãos de homens, nem tampouco é servido por mãos de homens, como que necessitando de alguma coisa; pois e ele mesmo é quem da a todos a vida, e a respiração, e todas as coisas,. por tanto minha irmã se deseja em seu coração obediência a DEUS, seja piedosa e haja com sabedoria praticando obras com justiça e amor ao próximo, porque quem ama o próximo esse está em DEUS e DEUS fará morada nele, assim estará cumprido a lei.Por tanto não seja egoista, uma vez conhecendo a palavra do evangelho ide e anunciar a todos quanto puder, honrrando a DEUS com dignidade com bons exemplos, e se crer, tudo o que pedirdes será dado a vós , de acordo com a vontade do PAI CELESTIAL. DEUS te abençoe.

  136. Adilson Diz

    a verdade é que a maioria das pessoas amam o dinheiro e tem dificuldades em devolver o dizimo, e dão cada desculpas,,,

  137. Angela Maria Diz

    Nos Dias de hoje nao precisamas dizimar ou precisamos

  138. Angela Maria Diz

    Isso e uma lei mosaica nao lei de jesus

  139. Enéas da Silva Fragoso Diz

    não há nenhum registro afirmando que a igreja dos gentios davam o dízimo ou passagens bíblicas dizendo que paulo ou pedro ou qualquer um dos apóstolos falando para a igreja dar o dízimo,o texto que usam quando jesus fala em mateus 23.23 acerca do dízimo jesus estava se referindo não a igreja mas a judeus. a lei ainda imperava no tempo de jesus. tudo que vemos tanto em atos dos apóstolos quanto nas epístolas é que a igreja era liberal quanto as contribuições. paulo disse a igreja de corintios “cada um separe uma quantia de acordo com a sua renda”(1CO 16.2) e “cada um dê segundo o que propôs no seu coração”. não acham que se fosse um dever cristão dar o dízimo, Paulo ou Pedro ou qualquer um dos apóstolos teriam falado? as pessoas costumam usar o texto de abraão que trouxe o dízimo a melquisedeque, mas não mostram abraão fazendo de novo, peraí, se o dízimo tem que ser dado mensalmente (ou toda vez que receber um dinheiro extra) porque esses homens não davam o dízimo com tanta frequencia como se dar hoje(e olhe que abraão não era pobre)? Depois o dizimo foi instituido por Deus ao povo de israel para entregar aos Levitas pois eles não tinham terras, mas não só os levitas eram beneficiados com o dízimo mas tambem as viúvas, os órfãos e os estrangeiros(Lv 27;Nm18;Dt14.22). sem falar o texto mal interpretado de malaquias 3.10 nas igrejas e o povo que não entendem ficam a mercê de pastores que não explicam. o texto de malaquias falava sobre os sacerdotes que estavam sendo negligentes quanto a entrega dos dízimos “a casa do tesouro” ou seja o deposito do templo de jerusalem, os levitas que deveriam entregar o dízimo dos dízimos não estavam entregando (leiam Ne 10.37).

  140. Enéas Fragoso Diz

    não há nenhum registro afirmando que a igreja dos gentios davam o dízimo ou passagens bíblicas dizendo que paulo ou pedro ou qualquer um dos apóstolos falando para a igreja dar o dízimo,o texto que usam quando jesus fala em mateus 23.23 acerca do dízimo jesus estava se referindo não a igreja mas a judeus. a lei ainda imperava no tempo de jesus. tudo que vemos tanto em atos dos apóstolos quanto nas epístolas é que a igreja era liberal quanto as contribuições. paulo disse a igreja de corintios “cada um separe uma quantia de acordo com a sua renda”(1CO 16.2) e “cada um dê segundo o que propôs no seu coração”. não acham que se fosse um dever cristão dar o dízimo, Paulo ou Pedro ou qualquer um dos apóstolos teriam falado? as pessoas costumam usar o texto de abraão que trouxe o dízimo a melquisedeque, mas não mostram abraão fazendo de novo, peraí, se o dízimo tem que ser dado mensalmente (ou toda vez que receber um dinheiro extra) porque esses homens não davam o dízimo com tanta frequencia como se dar hoje(e olhe que abraão não era pobre)? Depois o dizimo foi instituido por Deus ao povo de israel para entregar aos Levitas pois eles não tinham terras, mas não só os levitas eram beneficiados com o dízimo mas tambem as viúvas, os órfãos e os estrangeiros(Lv 27;Nm18;Dt14.22). sem falar o texto mal interpretado de malaquias 3.10 nas igrejas e o povo que não entendem ficam a mercê de pastores que não explicam. o texto de malaquias falava sobre os sacerdotes que estavam sendo negligentes quanto a entrega dos dízimos “a casa do tesouro” ou seja o deposito do templo de jerusalem, os levitas que deveriam entregar o dízimo dos dízimos não estavam entregando (leiam Ne 10.37).

    1. RobsonRojas Diz

      Concordo

  141. Enéas Fragoso Diz

    as pessoas não procuram entender e pesquisar sobre o dízimo, qual é o verdadeiro significado.
    a primeira referencia sobre o dizimo esta em Gn 14 abraão dando o dízimo ao sacerdote melquisedeque, com o objetivo de agradecer a Deus pela sua conquista em uma batalha. Depois Deus institui o dizimo como meio de suprir a necessidade dos levitas, orfãos, viúvas e estrangeiros. o dízimo hoje não tem nenhum respaldo bíblico para a igreja. eu quero que procurem no novo testamento qualquer referencia em que, depois que jesus morreu, paulo ou pedro ou os pais da igreja recomendando dar o dizimo. o dizimo começa a se manifestar a partir da igreja catolica atraves do concilio de macon.

  142. Rosani Netto Diz

    Dízimo é ato de fé.

  143. Jonas Freitas Diz

    Nem Jesus, nem os Apóstolos nem qualquer outro Discípulo nos deu esse exemplo de fé dizimista nas Escrituras da Nova Aliança. Se é um ato de fé, porque então não foi ensinado nem praticado pro nenhum deles?? A palavra de Deus é Jesus ele ele nosso exemplo, porque não ensinou nada sobre dizimos??

  144. Jonas Freitas Diz

    Já que é um dever do (crente/cristão). Me mostre um texto sequer, onde JESUS, os Apóstolos ou qualquer outro Discípulo ensina ou pratica o ato de dizimar.

  145. Jonas Freitas Diz

    Me mostre um texto sequer, onde JESUS, os Apóstolos ou qualquer outro Discípulo ensina ou pratica o ato de dizimar. Na Bíblia existe a LEI que foi até a morte de Jesus e a GRAÇA que começou após sua morte.

  146. Jonas Freitas Diz

    Me mostre um texto sequer, onde JESUS, os Apóstolos ou qualquer outro Discípulo ensina ou pratica o ato de dizimar. Na Bíblia existe a LEI que foi até a morte de Jesus e a GRAÇA que começou após sua morte.

  147. Wanderson Matheus Diz

    Para ajudar quanto a isso, leia Mt.23.23: Jesus falou para os fariseus darem os dízimos, mas não esquecerem das outras coisas. Ele não exclui os dízimos, mas aprovou a prática deles e recomendou que praticassem a justiça, a misericórdia e a fé.

  148. Lourdes Maia Neves Diz

    nós servos de deus damos o dizimo porque esta escrito na palavra deus,q quem não da odizimo está roubado deus….

  149. DANIELLE RIBEIRO SANTOS Diz

    O meu entendimento bíblico é esse: o dízimo é o piso mínimo para com a obra de Deus!

    “E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui.” Gálatas 6:6

    Uma das característica do verdadeiro servo do Senhor é ser generoso para com todos, especialmente, com os da família da fé e para com a obra do Senhor, a avareza não é predicado cristão. Os avaros são idólatras. E nenhum idólatra herdará o Reino de Deus.

    “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;” Colossenses 3:5

    “Porque bem sabeis isto: que nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus.” Efésios 5:5

    Porém, as ofertas e o dízimo devem ser oferecidos de boa mente, não por medo ou obrigação mas, por gratidão e por entender e querer contribuir com a boa gestão da Obra de Deus feita entre os homens.

    Acho, simplesmente ridículo determinados pastores e crentes que ficam querendo se sobressair causando polêmica e cuidando da vida e da obra alheia… se o servo de Deus quer dizimar ou não dizimar ou que tal denominação tem ou não esse costume não é dá conta dos outros… Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.Romanos 14:5

    Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.Romanos 14:4

  150. Paulo Cesar Djalma Diz

    bem vamos la :
    JESUS ensinou a dizimar quando disse , dai a DEUS o que é de DEUS , e a cesar o que é de cesar mt 22,21, quem criou o ceu , a terra e tudo o que existe ?, Foi DEUS …então estamos devolvendo uma parte de tudo o que pertence a ele, ageu 2.8
    A realidade da comunidade da igreja primitiva era muito diferente dos nossos dias , não havia tantas despesas , os cultos eram em casas e praças publicas . Mesmo assim é sabido que judas iscariotes , era o responsável em arrecadar doações e administrar na compra de comida para JESUS e seus discípulos. Da-se a entender que o que se arrecadava , era o suficiente e porisso o tema , DIZIMOS e OFERTAS , dispensou maior atenção .
    Mas com o passar dos séculos e a transição para cultos em templos , as Igrejas tem mais e mais despesas, agua, luz, telefone, internet , aparelhos eletrônicos , instrumentos musicais , manutenção predial ( pintar , reformar , trocar lâmpadas , vidros dos vitros , etc.) Manter a casa de DEUS limpa, pintada e bem iluminada é responsabilidade do pastor local . Também há igrejas que pagam prestações ( instrumentos , aparelhos , de bancos ou cadeiras , ou do próprio imóvel ) .
    Tudo isso e algumas outras que agora me fugiu a memória , explica porque nos nossos dias dízimos ofertas ,estão em grande evidencia , Se você ama o seu DEUS e quer ver casa DELE sempre zelada com as portas abertas contribua com alegria seus dízimos e ofertas .
    Assim como são as colunas que sustentam uma construção , os dizimistas e ofertantes , sustentam a casa de DEUS , cada coluna retirada enfraquece a construçao e cada dizimistas infiel dificulta e até impossibilita que sua igreja mantenha as portas abertas . Seja fiel mesmo no pouco e ponha em prova a promessa de DEUS ml 3.10, JESUS viveu de doações , a igreja de hoje vive de doações , a diferença é que hoje as despesas são maiores …Olha eu conheço os dois lados e falei do que conheço e vivo na pratica , espero que tenha ajudado

  151. Anisio Augusto Santos Junior Diz

    Wanderson Matheus
    a nova aliança so foi feita depois da morte de Cristo .
    Jesus falou este é o meu calise da nova aliança .
    mt 23:23 o pessoal ainda vivia debaixo da lei .
    assim como Jesus foi Justo . perante a lei dos homens e perante a lei de Deus.

  152. Anisio Augusto Santos Junior Diz

    evite comentários validos ,não conclusivo .

  153. Thiago Breno Lima Mendonça Diz

    Wanderson Matheus , querido wanderson, Jesus até então estava debaixo da lei, ele veio cumprir a lei, na cruz do calvário ele disse está consumado, ou seja fiz o que vim fazer, cumpri a lei, porque nenhum homem jamais tinha cumprido toda a lei, somente Jesus como filho de Deus cumpriu. a igreja do Senhor começa a funcionar a partir de atos 2. na descida do Espirito Santo, foi gerada na cruz do calvário, ou seja gerou o corpo de Cristo, mais só começou a funcionar a partir da descida do Espirito Santo, porque um corpo sem Espirito não tem vida. a partir daí procura onde fala de dízimo. a partir da igreja atos 2. fica na paz.

  154. Thiago Breno Lima Mendonça Diz

    Hebreus 7:12 te libertara da lei do dizimo assim que mudando o sacerdote se faz mudança de lei

  155. Anônimo Diz

    Wanderson Matheus em Mt,23:23 Jesus está exortando os Judeus na antiga aliança a praticarem a justiça e de modo algum está passando ordem para a igreja. Jesus tbm mandou um leproso oferecer sacrifício no templo por sua cura no entanto quem vai fazer isso hoje?. O dízimo hoje é tão voluntário e não obrigatório quanto foi para Abraão. "O JUSTO VIVERÁ POR FÉ".

  156. Thiago Breno Lima Mendonça Diz

    que o Senhor possa abrir seu entendimento.
    sou Pastor, e te digo baseado na palavra, o dízimo não é para igreja.

  157. Compadre Quito Diz

    Wanderson Matheus jesus falou da hortelã, do endro e do cominho e não de dinheiro. mt23;23 ok

  158. Rogério Born Diz

    a

  159. Rogério Born Diz

    para começo de conversa o texto de malaquias se refere aos Sacerdotes da época que roubavão mantimentos dos depósitos de ISRAEL mantimentos que eram destinados aos semitas povo pobre da época e viúvas Sacerdotes estes que deviam dar o dizimo e que o roubavam.
    Ninguem fala o significado da palavra dizimo que vem de dizimar matar e pegar o que era de quem foi morto então quando o pastor fala pra dar o dizimo é pra o irmãozinho que frequenta a igreja ir la e matar toda a família de vizinhos ricos mais próximos pegar seus bens e trazer pra igreja .
    Essa historia de dar dizimo pra igreja é furada mentira de pastor que não quer trabalhar.
    Deus não quer seu dinheiro, Deus quer seu amor e sua fé.
    Mas o povo é sego e tem preguiça de pensar por i mesmo e ai vem qualquer charlatão e distorce tudo que ta escrito pra tirar dinheiro do povo.

  160. Rogério Born Diz

    Lourdes Maia Neves tu nem sabe o significado da palavra dizimo que é dizimar matar e pegar a coisas de quem foi morto se tu já matou alguém e pegou o seu dinheiro pra dar pra igreja ai tu deu um dizimo. se tu pega teu próprio dinheiro e da não e´dizimo

  161. Rogério Born Diz

    Paulo Cesar Djalma mas que barbaridade tu escreveu ai da onde o que jesus disse tem a ver com dizimo?????? tu nem sabe o significado da palavra dizimo!!!!! dizimo quer dizer matar e pegar os pertences do morto e repartir, Jesus nunca mandaria tu matar alguém.
    agora o que tu falo de pregar e praças e em casas ai sim isso deveria de acontecer até hoje cada traria um alimento pra reunião se falaria sobre a palavra e nada de envolver dinheiro

  162. William Rafael Diz

    +ou-, qué a opinião dum burro que nao tem o 2 gral? kkk acho q ta meio equivocado esse raciocinio, DIZIMO é uma coisa, DIZIMAR é outra, acho q tu comfundiu um pouco as coisas, tem uma parte na escritura que mensiona sim esse negocio de mata e da dzimo, abrraao mato os reis e deus os DESPOJOS a meoquisedek, DESPOJOS= objeto de roubo, ai siim comcordo, mais dizimo e dizima não é a mesma coisa, o dizimo dos 10% tem siim, tanto tem como é um dos 700 preceitos da lei de moisés que foi ABOLIDA, mais comcordo que o dizimo era pra se dado aos POBRES e nao pra lider religioso nem um, mais éssas leis de moises ERAO PARA OS JUDEUS UNICA E EXCLUSIVAMENTI, NAO PRA NOS QUE SOMOS BRASILEIROS, pq naquele tempo nos eramos imundos filhos da prostituição eo criador queria distancia de nós como ta escrito, nos fomos salvos depois pelo sacrificio do salvador, e eu desafio q qualque protstante ou lider religioso do mundo a me comtrapor sobe isso, CM BASE NA ESCRITURA, NAO EM ACHOMETROS. mais é isso ai mano, só a opinião dum burro, aceite se quisé.

  163. Rogério Born Diz

    BAAAH MAS QUE COISA SERA QUE NINGUÉM ENXERGA O SIGNIFICADO DA PALAVRA DIZIMAR QUE QUER DIZER MATAR!!!!!! SE TU MATA UMA PESSOA PEGA SEUS DESPOJOS OU SEJA SEUS PERTENCES E REPARTE COM A IGREJA AI SIM É UM DIZIMO AGORA DIZER QUE DIZIMO É TIRAR 10% DO QUE VOCE PRODUZ É UMA BARBARIDADE SEM TAMANHO. UMA COISA TÃO FACILD E SE ENTENDER MAS QUE NINGUEM ENXERGA

  164. Rogério Born Diz

    DEUS NÃO ABITA EM TEMPLOS FEITOS POR MÃOS DE HOMENS!!!!!!! O SIGNIFICADO DA PALAVRA DIZIMAR QUE QUER DIZER MATAR!!!!!! SE TU MATA UMA PESSOA PEGA SEUS DESPOJOS OU SEJA SEUS PERTENCES E REPARTE COM A IGREJA AI SIM É UM DIZIMO AGORA DIZER QUE DIZIMO É TIRAR 10% DO QUE VOCE PRODUZ É UMA BARBARIDADE SEM TAMANHO. UMA COISA TÃO FACILD E SE ENTENDER MAS QUE NINGUEM ENXERGA

  165. Rogério Born Diz

    Isso é o que o teu passtor te ensino mas olha só
    DEUS NÃO ABITA EM TEMPLOS FEITOS POR MÃOS DE HOMENS!!!!!!! O SIGNIFICADO DA PALAVRA DIZIMAR QUE QUER DIZER MATAR!!!!!! SE TU MATA UMA PESSOA PEGA SEUS DESPOJOS OU SEJA SEUS PERTENCES E REPARTE COM A IGREJA AI SIM É UM DIZIMO AGORA DIZER QUE DIZIMO É TIRAR 10% DO QUE VOCE PRODUZ É UMA BARBARIDADE SEM TAMANHO. UMA COISA TÃO FACILD E SE ENTENDER MAS QUE NINGUEM ENXERGA. essa é a verdade.

  166. Rogério Born Diz

    ta faladdo e explicado

  167. Rogério Born Diz

    e o dizimo é alimento e não dinheiro

  168. William Rafael Diz

    Rogério Born sim era 10% dos frutos colhidos da terra, dinheiro da em arvore? O.o entao nao emtendo oraciocinio do sistema religioso..

  169. Paulo Wendt Wendt Diz

    com +- 1600 religioes ou filosofias de vida que existem , cada pessoa se adapta a uma ee feliz naquela fe .independente dos absurdos que cada uma possa ter e pregar

  170. William Rafael Diz

    1600? só no brasil são mais de 20 mil denominaçoes evangelicas diferentes, se a pessoa disse ''eu sigo a RELIGIÃO EO PASTOR'' ai tudo bem eu nem discuto, agora se ela disse que segue o criador eo messias eu digo que é mentira e provo isso cm a propria biblia que eles carregão debaixo do braço e tem preguiça de ler, pq o evangelho do salvador é um, eo que a religiao prega é outra bem diferente.

  171. Kesser Romualdo da Silva Diz

    Rogério Born Pelo visto, você é o que esta mais está preocupado com esta matéria, pois está sendo o que mais tenta justificar, quando na verdade não justificou; mas a mizericordia de DEUS, dura para sempre.

  172. Rogério Born Diz

    Kesser Romualdo da Silva AVA!!!!! ENTÃO ME PROVA NA BIBLIA ONDE ESTA ESCRITO QUE O DIZIMO É DINHEIRO!!! E QUE É DINHEIRO PRA IGREJA!!!! ME PROVA TE DESAFIO!!!!! DIZIMO É COMIDA PARA OS POBRES!!!!! E NÃO TEM NAAAAADA A VER COM DINHEIRO. A PASSAGEM DE MALAQUIAS 3:10 FALA DISSO E DOS SARCEDOTES QUE ROUBAVAM DOS ESTOQUES DE COMIDA QUE ELES TINHAM QUE TRAZER PARA SUSTENTAR O POVO POBRE E AS VIUVAS DAQUELA ÉPOCA!!!! E NÃO SEI DA ONDE QUE PASTORES DISTORCEM ISSO PRA DIZER QUE DIZIMO É PRA SUSTENTAR IGREJA E PASTOR VAGABUNDO. E OUTRA NÃO SEI PRA QUE EXISTIR IGREJA SÉ PRA TER UM MENTIROSO REGENDO,SO PRA MENTI E ENGANA O POVO VO TE FALA QUE ACHO QUE PASTOR NENHUM TEM CONHECIMENTO DA VERDADE PRA PODER ENSINAR O POVO O VERDADEIRO CAMINHO DE DEUS. LAMPADA PARA OS MEUS PÉS E LUZ PARA O MEU CAMINHO.

  173. Adrianne Diz

    O dízimo é um problema para alguns crentes, por causa da Teologia da Prosperidade que é ensinada nos púlpitos de algumas denominações religiosas que aparecem na televisão, que distorcem as Escrituras Sagradas.

    Concordo que devemos contribuir de coração em ofertas para expansão do reino de Deus, para alcançar almas de vários lugares, investir em materiais de estudos espirituais, fazer distribuições das bíblias e panfletos gratuitos (sem propaganda de placas), enviar evangelistas e missionários em várias regiões e para o sustento e despesas deles, construção de bases para evangelização, ajudar os órfãos, viúvas, estrangeiros, pobres, enfermos e outros necessitados, ajudar e construir abrigos aos necessitados, ajudar pessoas que vivem em países pobres e etc. Não devemos ser avarentos e amar ao deus Mamon. Temos que amar e servir o próximo, se doar, dar e dividir os bens quando necessário.

    Mas, na verdade eu quero comentar aqui sobre o verso de Malaquias 3:10.
    Quem já leu o livro inteiro de Malaquias na Bíblia, percebeu que a palavra “sacerdote” está presente em vários capítulos, portanto quem roubava de Deus naquela época do Antigo Testamento, eram os sacerdotes e não os fiéis. Alguns interpretam e escolhe somente um verso para justificar o seu entendimento e não lê o livro inteiro. Temos que ter discernimento e revelação da verdade da palavra de Deus, temos que ter uma visão mais ampla e cuidado na
    palavra de Deus, pois podem haver mal interpretação e distorção, por causa dos
    próprios interesses.

    Nestes versos abaixo do livro Malaquias, entendi que não se pode explorar a nação, pois será maldito o enganador que era o sacerdote. Deus fala também sobre a vinda de Jesus, o mensageiro que fará justiça.

    Agora, ó SACERDOTES, este mandamento é para vós. (…) (Malaquias 2:1-17) [quem quiser ler todo o capítulo]

    E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que DEFRAUDAM o diarista em seu SALÁRIO, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos. (Malaquias 3:5)

    O filho honra o pai, e o servo o seu senhor; se eu sou pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o meu temor? diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó SACERDOTES, que desprezais o meu nome. E vós dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?

    (…) E dizeis ainda: Eis aqui, que canseira! E o lançastes ao desprezo, diz o Senhor dos Exércitos; vós ofereceis o que foi ROUBADO, e o coxo e o enfermo; assim trazeis a oferta. Aceitaria eu isso de vossa mão? diz o Senhor.

    Pois seja maldito o enganador que, tendo macho no seu rebanho, promete e oferece ao Senhor o que tem mácula; porque eu sou grande Rei, diz o Senhor dos Exércitos, o meu nome é temível entre os gentios. (Malaquias 1:6-14)

    Roubará o homem [sacerdotes] a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas. [alimentos, animais e outros]
    Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. [rouba de Deus e de toda a nação]
    Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa [no Antigo Testamento, a glória de Deus permanecia temporariamente e não sempre nos templos construídos por homens, mas já no Novo Testamento e atualmente, Deus habita nos que vivem pela graça por meio do Espírito Santo, ou seja Deus habita em nós que somos templo do Espírito Santo], e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes. (Malaquias 3:8-10)
    E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos. (Malaquias 3:11)

    Alguns homens religiosos querem colocar medo nos fiéis por não cumprirem suas obrigações impostas pelo sistema religioso e falam de modo ameaçador que o devorador é o inimigo e que vão ser amaldiçoados se não cumprirem. Mas, na verdade o devorador é o gafanhoto que pode atacar as plantações de alimentos, que naquela época era retirado o dízimo dos
    alimentos, e o inimigo não pode tocar naqueles que já vivem pela graça de Deus em obediência (santificação, arrependimento constante e etc).

    É bom ler o capítulo 3 de Malaquias inteiro ou melhor ler desde o capítulo 1 até o 4, para compreender melhor a escritura.
    Infelizmente, em algumas denominações ainda se pregam de maneira equivocada porque seguem o que aprenderam (tradição) ou do seguimento do sistema religioso.

  174. Anônimo Diz

    Entendo que Dízimar é um ato de amor ao próximo,pois o governo não paga as contas das igrejas ,só cobra imposto e a instituição precisa se manter para anunciar o evangelho .Sou prova das bençãos de Deus a Bíblia diz, fazei prova de mim diz o senhor Malaquias 3á 18.Deus nos dar em dobro setenta vezes mais.

  175. Rogério Born Diz

    Wanderson Matheus le direito la o Salvador oprovou dar alimento aos pobres e numca fez referencia alguma que fose dinheiro e muito menos pra igreja mesmo porque ele era contra os templos

  176. Rogério Born Diz

    vai le direito a biblia e me prova que tem que dar dinherio pra igreja

  177. Rogério Born Diz

    Diácono Tiago Claudino de Souza le direito la dizimo é comida para os necessitados e me prova , e outra me prova que o Salvador madou ir a templos pelo que sei ele condenou essa pratica

  178. Rogério Born Diz

    Cristina Moreno MAS PELO QUE SEI O SALVADOR CONDENOU A PRATICA DE IRMOS A TEMPLOS, E DIZIMO NÃO É DINHEIRO PRA IGREJA É COMIDA PARA OS POBRES COMO FALA MALAQUIAS 3:10 OS SACERTODES TEINHAM QUE TRZER ALIMENTO PARA DOAR AS FA MILIAS POBRES E ACABAVÃO ROUBANDO AI O SENHOR DISSE VOCES ROUBAM OS MANTIMENTOS E AINDA VM FALAR EM MEU NOME DANDO PROVA DE MIM!!! SE VC COMPRAR UMA CESTA BASICA E LEVAR PARA UMA FAMILIA CARENTE AI VOCE TA PRATICANDO O VERDADEIRO DIZIMO E QUEM DISSE QUE PRECISAMOS DE TEMPLOS PRA DIVULGAR O EVANGELHO TEMOS CASA PARA VISITAR PRAÇAS PARA PREGAR PRA QUEM DESEJA OUVIR A IGREJA DE QUE O SALVADOR SE REFERE NA BIBLIA É O NOSSO CORPO E NÃO UM TEMPLO FEITO DE PEDRA.

  179. Rafael Evandro Diz

    Wanderson Matheus os fariseus estavam de baixo da lei e não da graça.

  180. Rafael Evandro Diz

    Paulo Cesar Djalma seu argumento é sem nexo e coerência a lus da bíblia,

  181. ronildo Diz

    nao se deve discutir a palavra de Deus,mas sim observar e praticar o que esta escrito,a questao nao e vc ir pela conversa dos outros se deve dar ou nao o dizimo,a questao e faça uma analize da sua vida financeira se vai td bem.entao faça uma prova com Deus devolvendo o dizimo se Deus nao muda a sua historia ,claro que isso tem que ser uma atitude de fé e de amor e nao de ganancia.claro que lembrando tb não e so a pessoa devolver o dizimo ,mas tb ela deve manter uma comunhao com Deus,ama-lo adora-lo e servi -lo

  182. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  183. Marcelo Lopes Ferreira Diz

    me desculpe mais leia o começo des do 1 capitulo que ele Deus fala com sacerdotes que largaram suas esposas da tribo e casaram se com mulheres estranhas 2 cap 02 Ele chama a atenção dos sacerdotes da deslealdade que eles estavam cometendo , cap. ele diz em resposta para o povo( respeite a lei gramatical) o povo pergunta quem te roubais Ele diz , , e o povo olha as virgulas colocadas quem estava roubando era os sacerdotes que saqueavam a igreja e tiravam dos orfãs e viuvas ,dos que nao tinham, 3 Jesus nao constituiu igreja alguma ou mandou as pessoas construirem igrejas astronomicas enquanto o povo passa necessidades sendo que os dizimos eram arrecadados para sustento do povo carente e sacerdotes , paulo cita isso , nao e para pastores ficarem ricos não e andar de carroes se quiser isso nao tem problema algum mais que seja do seu proprio sustento , minha opinião e que estes tipos de pessoas estão avacalhando o nome do Eterno, como diz paulo por vossas causas o nome do Senhor e blasfemado todos os dias , estes tais so pensam em dinheiro e muitos nao conhecem suas ovelhas e nem participam do sofrimento alheio , a questão e que as igrejas são sincretizadas ,falam mal da catolica mais cobram indulgencias igual a elas cobravam no passado. O Eterno e bom , como o pastor disse deus vem pracima de vosse que e isso que deus e esse misericordia , fala pro dona da microsoft que nao vai a igreja e nao quer nem saber disso bilionário aff!vou parar poraqui

  184. Edvaldo Souza Monteiro Diz

    Rogério Born se vc trabalhar e não receber como vc vai pagar suas contas em mundo capitalista?

  185. Edvaldo Souza Monteiro Diz

    Rogério Born devemos nos lembrar que o que temos em mãos não é nosso e, quem nos comprova isso é a própria morte.

  186. Robson Rojas Andrade Diz

    Paulo Cesar Djalma. Discordo… Jesus não deixa explícito que seja de dízimo que ele esteja falando… Além disso, todas essas despezas são supérfluos para a igreja. E também o dízimo só começou a ser cobrado uns 500 anos depois de Cristo. Veja também o que acontece nos momentos de avivamento da igreja: Simplicidade de vida sem necessidade de grandes gastos.

  187. Robson Rojas Andrade Diz

    Você deve estar se referindo ao dízimo entregue a Melquisedeque… Tem alguns problemas nesse dízimo: Não era das posses ou dos ganhos do trabalho, mas sim de espólios de guerra; E se Melquisedeque sumiu depois dessa passagem a quem Abraão continuou dando dízimo?; Esse dízimo não foi ordenado por Deus, mas pura e simples por vontade de Abraão.

  188. Junhior Klonner Diz

    Rogério Born É MUITO BOM LER COISAS DE PESSOAS ASSIM IGUAL A VOCÊ, POIS TEM MUITOS QUE USAM DA MA FÉ PARA TIRAR DINHEIRO DE PESSOAS E INVENTAM ATÉ DEMÔNIOS PARA ARRECADAR DINHEIRO PARA BENEFICIO PRÓPRIO, ESTA IGREJA EM SI NÃO É A CASA DE MEU PAI, POIS ESTES TEMPLOS AONDE SÃO CONSTRUÍDOS NÃO PASSAM DE MERCADOS A IGREJA DE MEU PAI É AQUELA AONDE UM OU MAIS ESTÃO REUNIDOS PARA APENAS FALAREM DELE E DE SUAS OBRAS E NÃO DE DINHEIRO DO DIZIMO E DAS OFERTAS QUE ELES FALAM DE MANHA, A TARDE E A NOITE ESTÁ NÃO É CASA DE MEU PAI E SI DE EXPLORADORES DA FÉ.

  189. Wesley Ferreira Diz

    Tudo que Deus quis que continuasse para nós como mandamento foi novamente revelado no novo testamento. O Dizimo é um ato de Fé bíblica que foi instituída antes da lei, no meio da lei e depois da lei.

    Mas é questão de Fé, o povo que é apegado ao dinheiro sempre vai inventar desculpa para não honra a Deus em primeiro lugar. Por isso que existe diferença entre Igrejas e Igrejas.

  190. Luiz Alves Diz

    Meu Deus.
    O debate é sempre bom,mas olha no que se transforma.
    Vendo os comentários aqui,encontramos tanta soberba,sabedoria humana,intolerância…
    Vejo comportamentos que em nada se parece com o mestre.
    Ah DEUS.
    Torço para que um dia o homem se arrependa,e se curve a DEUS.
    Preocupe-se em se parecer com JESUS,vá onde não tem amor e ame,vá até onde reina a escuridão,e seja LUZ!
    Shalom.

  191. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  192. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  193. Tiago Cesar Diz

    meu Deus quanta ignorância, dar o dízimo meus caros é continuar a propagar o evangelho, quem sustenta a igreja onde vc frequenta a prefeitura, o estado ou o governo? Onde vc descobriu e aprendeu a verdade conhecendo a Jesus é que deve estar de pé para que venham outros e se libertem como vc entendeu se és que está liberta, pois com essa visão só Deus mesmo e mostrando!

  194. Tiago Cesar Diz

    vc deve dar dízimos se Deus tocar no coração meu caro, igreja nenhuma exige isso, agora falar em igreja católica estude a época da inquisição e verá que tempo nenhum a igreja evangélica a verdadeira , a clássica matou em nome de DEUS

  195. Marcelo Lopes Ferreira Diz

    Tiago Cesar eu te garanto que estudei a inquisição e muito mais que vc pode imaginar estudo teologia a 4 anos ,faculdade betesda e se eu for expor a realidade sobre textos originais biblicos , o que aconteceu no concilio de niceia ia render , mas o dizimo , e palhaçada Deus tocar no coração eu não sou catolico hj não vou mais em igreja nenhuma pois o sistema religioso de hj e uma porcaria fizeram um escambo da palavra de Deus .

  196. Marcelo Lopes Ferreira Diz

    em primeiro lugar , Malaquias e um texto circular e quem conhece gramática quem estava roubando era os sacerdotes e não o povo , pelo fatos dos primeiros capítulos explica que eles estavam sendo desleais e casaram com mulheres estranha, citar hebreus sobre melquezedec sobre o dizimo que abrão pagou leia direito Abraão pagou espólios de guerra 10% para o rei de salen e 90 % ele devolveu para os reis que foram roubados pelos 7 reis , então no novo testamento nem citam dizimos , o problema e que os pregadores fazem hj com a distorçoes da palavra devemos ajudar a manutenção da igreja com certeza mais aplicar da forma que esta sendo aplicada , o diabo roubando se não pagar vc estara na maldição , isso fere toda a palavra se ta escrito que Jesus ja nos resgatou das maldiçoes e que ele se manifestou em carne para desfazer toda as obras do diabo , e vendo o jeito que as pessoas estao fazendo e contraditorio , acho que todos deveriam meditar um pouco ter mais fé em Deus do que ficar criando motivos para ter fé e coragem Deus ja nos abençoou independente de dar mos ou não o principio da fé e :o firme fundamento das coisas que não se viram e a certeza das que se esperam certo!, se eu acreditar que eu não tenho por que o diabo esta me roubando logo não tenho fé e se eu der o meu dinheiro para comprar a fé ,Deus e mercenario ?e claro que não ! o que dizer deste eik batista ,Bill gates bilhonarios e não são crentes , o que vcs dizem sobre isso , eles são pessoas que creram em seus trabalhos , se vc que dizimistas fiel então deveria ser mais ricos que eles e so cansei .

  197. Anônimo Diz

    Wanderson Matheus

    Continue lendo todo o texto filho, Ele Jesus disse; Nem um J ou til se omitiria da lei até que tudo se cumpra, isto é até cruz, Jesus também viveu debaixo da lei, tanto que até circuncidado Ele foi. Também disse: Não vim revogar a léi (excluir" vim cumpri-la e foi o que fez na cruz! e nos deu a nova aliança, nos deu a Graça! pra quem já está acostumado nesse sistema vai ser dificil entender, Tem que orar muito e pedir entendimento ao Senhor pois naquele dia, dia de sua volta, vai ter que explicar isso ao Senhor, essa omissão da verdade!

  198. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  199. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  200. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  201. Nelci Genu Reis Diz

    concordo com o dizimo , não com ofertas q sertos pastores pedem , ja estão milionarios e as pessoas continuam dando ofertas se liga né , Deus nosso paizinho não ta nem aí pro nosso dinheiro Ele sonda nosso coraçao ,é acorda povo de Deus !!!!!!!!!!!!!!!!

  202. Eduardo Pessoa Diz

    William Rafael KKKKKKKKKK BOA EVANJEGUE SRSRSRS

  203. Eduardo Pessoa Diz

    Marcelo Lopes Ferreira FALOU TUDO Marcelo Lopes Ferreira

  204. Eduardo Pessoa Diz

    Paulo Cesar Djalma hoje as despesas são maiores ..claro carros importados relogiso de ouro mansões de pastores claro q são maiores…

  205. Robson Rojas Andrade Diz

    Quem quer cumprir um item da lei deve comprir ela toda. Mas quem quer ser salvo pela lei rejeita o messias como os judeus fizeram e como alguns primeiros cristaos fizeram… portanto, se voce quiser colaborar com sua igreja faca isso de boa vontade, nao por obrigacao ou necessidade mas com alegria. estipule um valor (11% 9% ) que seja um compromisso pessoal e nao um compromisso imposto. sou muito abencoado por Deus e nem sempre dizimo. Dizimo obrigatorio eh mito. Se fosse obrigatório a igreja NO SECULO 6 nao teria rejeitado a proposta DE AGOSTINHO de resgatar o dizimo (NESTA EPOCA JA EXISTIAM TEMPLOS CRISTAOS E SER CRISTAO ERA ATE OBRIGATORIO) .

  206. RobsonRojas Diz

    Quem quer cumprir um item da lei deve comprir ela toda. Mas quem quer ser salvo pela lei rejeita o messias como os judeus fizeram e como alguns primeiros cristaos fizeram… portanto, se voce quiser colaborar com sua igreja faca isso de boa vontade, nao por obrigacao ou necessidade mas com alegria. estipule um valor (11% 9% ) que seja um compromisso pessoal e nao um compromisso imposto. sou muito abencoado por Deus e nem sempre dizimo. Dizimo obrigatorio eh mito. Se fosse obrigatório a igreja NO SECULO 6 nao teria rejeitado a proposta DE AGOSTINHO de resgatar o dizimo (NESTA EPOCA JA EXISTIAM TEMPLOS CRISTAOS E SER CRISTAO ERA ATE OBRIGATORIO) .

  207. Marcelo Lopes Ferreira Diz

    William Rafael o fato do dizimo e um seguinte dizimo criado ali na bíblia pelo judeus por uma ,para nos intedermos a historia , quando foi criado a lei do dizimo foi pelo motivo da formação de um povo sem um governador formado ou eleito quem comandava era os sacerdotes , veio com um imposto pago pelo povo para os órfãs e viúvas por que na quela época os órfãs e viuvas não tinham valida nenhuma e os sacerdotes não trabalhavam conforme a propria escritura diz que eles não tinham parte de herança alguma , a historia de abraão ocorre com o dizimo dado ao sacerdote mequiozedek como espolio de guerra era um costume da época ele deu , 10 % ao sacerdote e 90 % para os reis roubados certo por que ele não pegou 90 % para ele simplesmente por um tratado que existia na epoca , mais os outros reis deveriam seder alguns outros dotes para ele , eu não vejo problema algum alguém dar ofertas e dizimo eu vejo problema que as pessoa usam para enriquecimento ter carros zeros etc.. e colocar que Deus não abençoa quem não der o diabo vai te roubar essas coisas se lermos alguns textos veremos que não ha cabimento falar sobre maldição, os caras querem ter mega templos e ai exprimem o povo e muitos estão passando necessidades em suas casas ai fica dificil.

  208. Marcelo Lopes Ferreira Diz

    Paulo Cesar Djalma usar estes textos todos circulares ageu ?o povo vinha do cativeiro e cada um estava preocupado consigo mesmo e não estavam nem ai pra construção do templo e os demais que estavam com fome , dar a Deus o que e de Deus usar este texto não explica nada pelo fato dos costumes da epoca dos tributos , se vc ver em atos que as pessoas vendiam suas propriedades e davam aos pes dos apostolos certo?mas ele dividiam ao povo nada ficava pra eles , dizimo em genesis foi criado como um imposto de um povo em formação que servia para ajudar aqueles que não podiam viuvas ,orfãs e sacerdotes que não trabalhavam , leia o que Deus diz ao profeta quando o povo pede um rei e veio saul a ser rei , ele que iria ter o dominio sobre isso tudo , dar ofertas na igreja eu concordo so nao concordo com a ganancia as igrejas não tem obras sociais e os praticantes da teoria da prosperidade enriquecem e muito enguanto o povo passa fome .

  209. Roque Santos DA Conceião Diz

    Eduardo Pessoa POR QUE AS PESSOAS SEMPRE QUE DISCORDAR DAS COISAS DE DEUS ?

  210. Paulo Hahn Hahn Diz

    Paulo Hahn Hahn..Dizimo.É.10.%..””””

  211. Paulo Hahn Hahn Diz

    Paulo Hahn Hahn..Dizimo.É.10.%..””””

  212. Paulo Cesar Gonçalves Geraldo Diz

    Gostaria de lembrar que a Gramática nos ensina a falar e a escrever corretamente.

  213. Paulo Cesar Gonçalves Geraldo Diz

    Gostei da palavra do pr. Augustus. Foi bem equilibrado e expôs claramente o assunto. Infelizmente, o vídeo é curto, mas deu para esclarecer bem, isto é, para quem entende, é claro.

  214. Paulo Cesar Gonçalves Geraldo Diz

    O correto é “oferta alçada” e não “ossada” (o que significa “um monte de ossos”). Pessoal, me perdoem, mas como poderemos ensinar se nem mesmo sabemos escrever direito? Fica meio difícil…

  215. Ronald Deison Diz

    Hoje eu não tenho mais certeza em devolver o dízimo. Um dos grandes problemas decorrentes hoje no que se refere a esse assunto é o uso de Malaquias 3:10 no momento do ofertório. A maioria das pessoas quando leem essa passagem, não se dão conta do contexto histórico da época, é nesse momento que se instala a heresia, porque fica entendido que a pessoa tem que devolver o dízimo, a questão é que ninguém devolve dízimo voluntariamente dessa forma, eles devolvem o dízimo porque pensam que iram sofrer algum castigo de Deus, e isso na realidade, caracteriza uma apreensão na vida do crente, porque queiram os lideres admitir ou não, mas eles acabem mexendo com o psicológico dos irmãos. O que se percebe é que o dinheiro arrecadado ali, é empregado em algumas despesas essenciais daquele lugar, que na verdade são para o próprio proveito e bem estar do crente. É como disse alguém uma certa vez: “Deus não precisa de microfone, poltrona, energia elétrica, ventilador ou central de ar, quem se beneficia dessas coisas somos nós mesmos.” Por isso, seria bom que os pregadores prestassem atenção no que eles falam para que esse ensino distorcido não continue gerando controvérsias, ora, se o assunto tem repercutido, é porque alguma coisa está errada e ninguém quer ser enganado, principalmente quando envolve a Palavra de Deus, que na maioria das vezes a usam para tirar algum proveito, mesmo eles sabendo que nenhum engano ficará encoberto. Não me admira que em alguns lugares as pessoas sejam torturadas psicologicamente, isso infelizmente acontece porque os oportunistas se aproveitam delas por conta do analfabetismo bíblico e da falta de interpretação correta das Escrituras. Quanto as ofertas nas “igrejas”, penso que os termos usados, de que estamos ofertando a Deus, não condizem com as Escrituras sagradas no novo testamento, porque estas afirmam que quando se vendia tudo e depositava aos pés dos apóstolos, era para que todos tivessem tudo em comum e ninguém tivesse falta de nada, e isso não é o que vemos hoje em quase todas as denominações. O objetivo principal não é ajudar aos mais necessitados, muito menos os órfãos e as viúvas, além do que não se vê eles prestando contas com os irmãos. Prova disso é que, quem manda nesses tipos de ministérios são os lideres e não a igreja local que ali se encontra. Fiquei admirado que em uma denominação tradicional histórica, a igreja local apresenta o relatório detalhado para cada membro de tudo que entra e sai, e é ela quem tem voz e poder de decidir de acordo com a competência pastoral do líder, quanto a permanência dele ou não, embora eles erroneamente usem Malaquias 3:10, como eu havia falado. Eles demostram se preocupar como próximo, quanto alguma necessidade que ele esteja passando, mas mesmo assim vejo que ainda poderia ser feito muito mais. Agora imagine se em todas essas instituições religiosas o cristianismo fosse vivido na base da compaixão, amor e justiça, talvez não existisse tanta indiferença entre esses ministérios. Se você me perguntasse: “Então o que deveria ser feito?” Sem dúvida o trabalhador é digno do seu salário, mas ser pregador da palavra de Deus, não poderia se tornar um meio de vida, ou de ganhar a vida. Em relação as ofertas, os irmãos podem contribuir sim, mas não se iludirem de que estão ofertando a Deus, quanto ao dízimo, penso que não tem fundamento, pois Jesus não devolvia o dizimo, não ensinou sobre isso aos cristãos e os apóstolos muito menos fizeram ou ensinaram sobre isso. Todavia aquele que se sente a vontade para doar que fique a vontade, é uma escolha pessoal. Um dos grandes cuidados que todos devem ter, é com os mercenários que resgatam da antiga aliança, a oferta alçada, a oferta das primícias e a mentira do exercício da fé, com ofertas de todo tipo de valor, colocadas nos envelopes, em que correspondem a benção que a pessoa almeja alcançar. Os termos que os charlatões costumam usar para esses tipos de ofertas são: VOTOS COM DEUS/ O SACRIFÍCIO/ O PROPÓSITO COM DEUS/ O SEU TUDO E O SEU MELHOR PARA DEUS. Cuidado com os falsos profetas que só estão interessados na lã da ovelha, ou que cuidam melhor das mais gordas do que das mais magras. Um pastor verdadeiramente abençoado por Deus, é aquele que anda no temor do Senhor e tremor na sua palavra. Que renúncia a si próprio e não possui bens e riquezas e farturas, enquanto alguns irmãos na fé passam por privações.

  216. Ronald Deison Diz

    Hoje eu não tenho mais certeza em devolver o dízimo. Um dos grandes problemas decorrentes hoje no que se refere a esse assunto é o uso de Malaquias 3:10 no momento do ofertório. A maioria das pessoas quando leem essa passagem, não se dão conta do contexto histórico da época, é nesse momento que se instala a heresia, porque fica entendido que a pessoa tem que devolver o dízimo, a questão é que ninguém devolve dízimo voluntariamente dessa forma, eles devolvem o dízimo porque pensam que iram sofrer algum castigo de Deus, e isso na realidade, caracteriza uma apreensão na vida do crente, porque queiram os lideres admitir ou não, mas eles acabem mexendo com o psicológico dos irmãos. O que se percebe é que o dinheiro arrecadado ali, é empregado em algumas despesas essenciais daquele lugar, que na verdade são para o próprio proveito e bem estar do crente. É como disse alguém uma certa vez: “Deus não precisa de microfone, poltrona, energia elétrica, ventilador ou central de ar, quem se beneficia dessas coisas somos nós mesmos.” Por isso, seria bom que os pregadores prestassem atenção no que eles falam para que esse ensino distorcido não continue gerando controvérsias, ora, se o assunto tem repercutido, é porque alguma coisa está errada e ninguém quer ser enganado, principalmente quando envolve a Palavra de Deus, que na maioria das vezes a usam para tirar algum proveito, mesmo eles sabendo que nenhum engano ficará encoberto. Não me admira que em alguns lugares as pessoas sejam torturadas psicologicamente, isso infelizmente acontece porque os oportunistas se aproveitam delas por conta do analfabetismo bíblico e da falta de interpretação correta das Escrituras. Quanto as ofertas nas “igrejas”, penso que os termos usados, de que estamos ofertando a Deus, não condizem com as Escrituras sagradas no novo testamento, porque estas afirmam que quando se vendia tudo e depositava aos pés dos apóstolos, era para que todos tivessem tudo em comum e ninguém tivesse falta de nada, e isso não é o que vemos hoje em quase todas as denominações. O objetivo principal não é ajudar aos mais necessitados, muito menos os órfãos e as viúvas, além do que não se vê eles prestando contas com os irmãos. Prova disso é que, quem manda nesses tipos de ministérios são os lideres e não a igreja local que ali se encontra. Fiquei admirado que em uma denominação tradicional histórica, a igreja local apresenta o relatório detalhado para cada membro de tudo que entra e sai, e é ela quem tem voz e poder de decidir de acordo com a competência pastoral do líder, quanto a permanência dele ou não, embora eles erroneamente usem Malaquias 3:10, como eu havia falado. Eles demostram se preocupar como próximo, quanto alguma necessidade que ele esteja passando, mas mesmo assim vejo que ainda poderia ser feito muito mais. Agora imagine se em todas essas instituições religiosas o cristianismo fosse vivido na base da compaixão, amor e justiça, talvez não existisse tanta indiferença entre esses ministérios. Se você me perguntasse: “Então o que deveria ser feito?” Sem dúvida o trabalhador é digno do seu salário, mas ser pregador da palavra de Deus, não poderia se tornar um meio de vida, ou de ganhar a vida. Em relação as ofertas, os irmãos podem contribuir sim, mas não se iludirem de que estão ofertando a Deus, quanto ao dízimo, penso que não tem fundamento, pois Jesus não devolvia o dizimo, não ensinou sobre isso aos cristãos e os apóstolos muito menos fizeram ou ensinaram sobre isso. Todavia aquele que se sente a vontade para doar que fique a vontade, é uma escolha pessoal. Um dos grandes cuidados que todos devem ter, é com os mercenários que resgatam da antiga aliança, a oferta alçada, a oferta das primícias e a mentira do exercício da fé, com ofertas de todo tipo de valor, colocadas nos envelopes, em que correspondem a benção que a pessoa almeja alcançar. Os termos que os charlatões costumam usar para esses tipos de ofertas são: VOTOS COM DEUS/ O SACRIFÍCIO/ O PROPÓSITO COM DEUS/ O SEU TUDO E O SEU MELHOR PARA DEUS. Cuidado com os falsos profetas que só estão interessados na lã da ovelha, ou que cuidam melhor das mais gordas do que das mais magras. Um pastor verdadeiramente abençoado por Deus, é aquele que anda no temor do Senhor e tremor na sua palavra. Que renúncia a si próprio e não possui bens e riquezas e farturas, enquanto alguns irmãos na fé passam por privações.

    1. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

      Acabei de ler seu comentário. Sou da mesma opinião. Achei perfeito.
      Parabéns. DEUS ABENÇOE SUA VIDA.
      ATT – Cesar Alonso Carrera
      Meu email. [email protected]
      Abraço

  217. Hanndrios Diz

    1º – Não existia culto a Deus, pois só quem entrava no templo eram os sacerdotes e quando o povo estava na trajetória para canaã o sacerdócio levítico ainda estava sendo moldado, e se existia me mostre nas escrituras uma passagem que o povo estava no templo adorando ao criador, cantando, batendo palmas,rodopiando e pulando. 2º – Ele fala que o povo cultuava ao criador oferecendo sacrifício, isso não está nas escrituras, o povo fazia sacrifícios quando pecava, achando que o criador limpava todos os seus pecados, e outra, se o culto ao criador era oferecer sacrifício todo sábado então porque mudou? 3º- Os dízimos era de ano em ano ou de 3 à 3 israel separava 10% da sua colheita e todo animal primogênito e sem defeito para entregar aos sacerdotes levitas,pois eles quando entraram em canaã não tiveram como Herança terras para plantar e nem animais,pois essa tribo foi escolhida pelo criador para exercer o sacerdócio, então quando as demais 11 tribos levavam os dízimos, o sacerdote se alimentava dele e repartia para a viúva, o órfão e o estrangeiro,pois como israel foi estrangeiro na terra do Egito, assim também todo estrangeiro que chegar em israel também terá parte do dízimo para seu mantimento,e outra coisa, se a pessoa morasse longe do templo e não desse para ele levar o dízimo para os levitas ele poderia vender seu dízimo e com o dinheiro e fazer um banquete para o povo se alimentar, e ainda podia comprar bebida forte, esse senhor insiste em falar a palavra culto,mas não existia o culto e não existia igreja,quero que ele me prove nas escrituras,rapaz esse senhor disse que além dos animais e alimentos o povo levava dinheiro para os sacerdotes,isso é uma blasfêmia eu peço que ele me prove se o dízimo era dinheiro naquela época,quero ver alguém me provar. 4º Ele cita 2 carta aos coríntios no cap 8 olha o que fala neste capítulo: Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes.Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem.
    Mas, não digo isto para que os outros tenham alívio, e vós opressão,
    Mas para igualdade; neste tempo presente, a vossa abundância supra a falta dos outros, para que também a sua abundância supra a vossa falta, e haja igualdade;
    Como está escrito: O que muito colheu não teve demais; e o que pouco, não teve de menos.
    2 Coríntios 8:11-15 Meus irmão nesta passagem paulo estava arrecadando alimentos, roupas,acredito que até dinheiro, mas das pessoas quem tinham em abundância, e sem obrigatoriedade,pois as pessoas que tivessem pouco não precisava dar,pois paulo pelo amor do criador ensinava a igualdade e o repartir, então ele arrecadava em um lugar e levava para outros irmãos de outro lugar ou cidade,por acaso está falando de dízimo aí? e outra que deve ser dado a pastor? leia o capítulo todo e veja o que realmente está falando. 5º – Ele citou também o capítulo 9 de da segunda carta de paulo aos coríntios na qual ele diz que fala sobre dar o dízimo então vamos ver se ele está falando realmente a verdade, vou novamente anexar a passagem aqui e vocês podem acompanhar com a bíblia e tirar suas conclusões: Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.
    E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra;
    Conforme está escrito:Espalhou, deu aos pobres;a sua justiça permanece para sempre.
    2 Coríntios 9:7-9 Aí eu pergunto: Esta passagem está falando sobre dar o dízimo? ou está falando em ajudar os pobres? Vou novamente repetir, Paulo arrecadava roupas, alimentos,até dinheiro para dividir com os pobres e necessitados pessoal, leiam as escrituras e não deixem enganar, é muito simples entender. 6º- Ele também cita a primeira carta de paulo a Timóteo e diz que paulo está ordenando que o ” pastor” deve receber salário, kkkk chega a ser engraçado, vou colocar novamente a passagem para você ver o que paulo está falando veja: Se algum crente ou alguma crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que se possam sustentar as que deveras são viúvas.
    ¶ Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina;
    Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário.
    Não aceites acusação contra o presbítero, senão com duas ou três testemunhas.
    1 Timóteo 5:16-19 Paulo fala que os presbíteros que governam bem sejam estimados por duplicata honra e depois ele cita as escrituras como exemplo, ele fala que o salário que o povo deve pagar o presbítero é uma honra duplicada, e outra, vocês sabem o significado da palavra presbítero? vou colocar agora para vocês verem: O termo ancião vem do latim antianus via francês arcaico ancien referindo-se a pessoa de idade avançada, antigo, velho, venerável, respeitável.

    A palavra hebraica equivalente é za·qen e identificava os líderes do Antigo Israel, quer no Âmbito de uma cidade, da tribo ou em nível nacional.

    Já presbítero vem do grego, πρεσβυτερος, presbyteros, pessoa de idade, ancião. Daí derivam-se outros títulos como preste.

    Padre, significando pai. Ou seja presbítero não é cargo eclesiástico, mas se refere a pessoa de idade,por isso paulo fala que eles devem ter duplicada honra. Pessoal o dízimo é coisa da lei, isso é um roubo não façam isso leiam as escrituras e não deixem se enganar.

  218. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

    ORIGENS DO DÍZIMO E A JUSTIÇA EM CRISTO

    Dízimo é um preceito da LEI de Moisés (Números 18:24). Porque os dízimos dos filhos de Israel, que oferecerem ao Senhor em oferta alçada, tenho dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.
    Embora Abraão tenha DIZIMADO antes da LEI, no lugar do número dos sacerdotes, os quais se encontravam nos seus lombos (Hebreus 7:9-10). E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos. Porque ainda ele estava nos lombos de seu pai quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro.
    O dízimo passou a ser um pacto (Deuteronômio 12:6-17). E ali trareis os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e os vossos votos, e as vossas ofertas voluntárias, e os primogênitos das vossas vacas e das vossas ovelhas.
    E ali comereis perante o SENHOR teu DEUS, e vos alegrareis em tudo em que puserdes a vossa mão, vós e as vossas casas, no que abençoar o SENHOR vosso DEUS.
    Não fareis conforme a tudo o que hoje fazemos aqui, cada qual tudo o que bem parece aos seus olhos.
    Porque até agora não entrastes no descanso e na herança que vos dá o SENHOR vosso DEUS.
    Mas passareis o Jordão, e habitareis na terra que vos fará herdar o SENHOR teu DEUS; e vos dará repouso de todos os vossos inimigos em redor, e morareis seguros.
    Então haverá um lugar que escolherá o Senhor vosso DEUS para ali fazer habitar o seu nome; ali trareis tudo o que vos ordeno; os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e toda a escolha dos vossos votos que fizerdes ao SENHOR.
    E vos alegrareis perante o SENHOR teu DEUS, vós, e vossos filhos, e vossas filhas, e os vossos servos, e as vossas servas, e o levita que está dentro das vossas portas; pois convosco não tem parte nem herança.
    Guarda-te, que não ofereças os teus holocaustos em todo o lugar que vires;
    Mas no lugar que o SENHOR escolher numa das tuas tribos ali oferecerás os teus holocaustos, e ali farás tudo o que te ordeno.
    Porém, conforme a todo o desejo da tua alma, matarás e comerás carne, dentro das tuas portas, segundo a bênção do Senhor teu Deus, que te dá em todas as tuas portas; o imundo e o limpo dela comerá, como do corço e do veado;
    Tão-somente o sangue não comereis; sobre a terra o derramareis como água.
    Dentro das tuas portas não poderás comer o dízimo do teu grão, nem do teu mosto, nem do teu azeite, nem os primogênitos das tuas vacas, nem das tuas ovelhas; nem nenhum dos teus votos, que houveres prometido, nem as tuas ofertas voluntárias, nem a oferta alçada da tua mão.
    Um contrato, entre Deus e os israelitas (Deuteronômio 14:22-28). Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo.
    E, perante o SENHOR teu DEUS, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias.
    E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o SENHOR teu DEUS para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado;
    Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o SENHOR teu DEUS;
    E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o SENHOR teu DEUS, e alegra-te, tu e a tua casa;
    Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas; pois não tem parte nem herança contigo.
    Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;
    Todavia, nem os gentios nem nenhum representante da Igreja de CRISTO estava lá para ouvir este pacto, ficando assim, a Igreja atualmente, comprometida com o dízimo. Porém, como Jesus cumpriu toda a lei (Romanos 10:4). Porque o fim da LEI é CRISTO para justiça de todo aquele que crê.
    Ao estabelecer um Novo Testamento (Hebreus 8:13). Dizendo a Nova aliança, envelheceu a primeira. Ora, o que foi tornado velho, e se envelhece, perto está de acabar.
    Nem mesmo o judeu tem qualquer compromisso com a observância do dízimo, uma vez convertido a CRISTO. Email. [email protected]

  219. [email protected] Diz

    Na vedade é q temos q ofertar com alegria e não por obrigação Assim como quando não eramos cristão Que ofertavamos ao diabo mais de 10por cento Nos vicios nas jogatinas e nas prostituições….E as vezes num sabiamos aonde ia dinheoro levado pelo diabo E é cérto q o diabo quer parar com a obra de Deues a qualquer custo pensem nisto amados

  220. Dai Costa Diz

    Abraão deu o dízimo não por que mandaram mas sim por gratidão,o próprio Jesus não censurou…mas chamou à atenção que outras coisas são importantes como juízo,misericórdia ea fé.A própria palavra fala em Hebreus que aqui recebem homens que morrem,ali aquele que se testifica que vive.No fim dos tempos serão levados com comichões nos ouvidos e não sofrerão a sã doutrina.VAI LER A BÍBLIA CRENTE E PEDIR DISCERNIMENTO AO ESPÍRITO SANTO.

  221. LEONIR KLEINSCHMITT Diz

    EU DIZIMEI DURANTE 11 ANOS E A MINHA VIDA NÃO MUDOU EM NADA EM RALAÇÃO FINANCEIRA,O DÍZIMO ERA SÓ PARA O POVO DE ISRAEL,JESUS FEZ UMA NOVA ALIANÇA COM O POVO,E HOJE EU TENHO CERTEZA QUE O DÍZIMO É IR CONTRA O EVANGELHO DE CRISTO,ATRAVÉS DE MUITOS ESTUDOS E PESQUISAS E ORAÇÃO EU SENTI QUE HOJE O QUE É VÁLIDO SÃO AS OFERTAS.

  222. Mia Fran Diz

    Deus não vem em cima de ninguém por causa de qualquer quantia que seja. Começou tão bem, terminou tão preso, deu voltas e parou no mesmo lugar. Neste estudo deveria ser ensinado também o que é casa de Deus, já que somos nós hoje, é muito cômodo continuar com uma visão de Templo – Casa de Deus, quando se é um pastor desse sistema. É claro que pastor nenhum confrontará totalmente o sistema, por que estaria perdendo adeptos e dinheiro.
    Uma boa explanação deveria ter sido feita sobre o devorador, que não é um demônio.

  223. Iuri Viegas Diz

    Primeiramente bom dia, tarde, noite ou madruga (depende do horário que você vir essa mensagem). Gostaria de compartilhar um fato da minha igreja e fazer uma pergunta. Sou Presbítero da ICEB e em uma das igrejas locais, da qual faço parte, existe um histórico triste de grandes números não dizimantes. Estudos sobre o assunto foram dados diversas vezes. Recentemente, um certo grupo pequeno de membros, na figura de seu representante, afirmou não ver a palavra dízimo no novo testamento, por isso não dizima e não concorda com a ” crucificação”( termo utilizado pelo mesmo) de membros que não dizimam na igreja local porque ajudam em missões (não se sabe onde ao certo), pois a assembléia da igreja tinha proposto remover os membros que estivessem envolvidos em ministérios e que não dizimassem mesmo estando trabalhando. O conselho da igreja tem se reunido para tratar desse lobinho e dos demais, mas gostaria de saber qual seria o conselho dos irmãos e do Augusto Nicodemos, se possivel.

  224. walter passos Diz

    do que adiana não dar ou devolver o dizimo e a oferta , as pessoas gastam todo seu dinheiro com cigarros,bebidas,festas,orgias,doenças etc… eu era assim gastava muito também, hoje devolvo o dizimo sou ofertante e o dinheiro sobra; acabaram-se as brigas porque não chego mais bêbado e nem drogado em casa, não sou mais uma pessoa doente e minha família é muito feliz. Eu só gasto,dou ou devolvo como vocês preferirem apenas 10% de toda minha renda e quanto mais eu dou mais eu tenho pois nunca vi Deus ficar devendo nada pra ninguém é dando que se recebe.Abraço a todos.

  225. Giovani Silva Diz

    O Dr. Augustus falou de proporção. citou a seguinte frase: Cada um contribua de acordo com o que tiver recebido de Deus…. Onde esta escrito este texto?

  226. edilson Diz

    gostaria de saber, se é correto o pastor usar o dizimo para fins proprios, como compra carro, reformar sua casa alguem pode me responder?

  227. Carlos Oliver Diz

    Concordo,porque não tem nada que nos obrigue a dar dinheiro pra á igreja ou pra o pastor,e sim dar alimentos pra ajudar os que precisam.

    1. Ana Monteiro Diz

      E a igreja não precisa do dinheiro? Como pagará as contas? O único interessado nesta falácia é satanás e seus súditos…

  228. vando erikson Diz

    O dizimo não é obrigatório nos dias de hoje…quando Deus usou Malaquias foi para advertir os sacerdotes da quela época…quem era os sacerdotes da quela época??ladrão,prostituto,mentirosos…tira do templo e levava para as suas casas…foi por isso que Deus fez uma pergunta….poderá o homem roubar a Deus…porque os sacerdotes eram ladrões…o que entrava no templo eram para as viúva,os órfãos,para os estrangeiros,para os jornaleiros….pra onde estavam indo as ofertas???ou seja….pra onde esta indo os alimentos que entrava no templo???Deus falou que iria mandar o anjo do concerto…pra que???

  229. Gilxwill Magogil Souza Diz

    eu examino as escritura e sei que cristo e o centro de tudo,e que foi morto ressucitou liberta o homem do pecado da paz alegria cura batiza com o espirito santo ,se eu de o dizimo ou nao isso nao afeta na minha salvacao ,o que afeta a salvacao do homem eele ser amante do dinheiro bens materias,temos que orar sem cessar buscar a perfeicao em cristo ele e salvador nao perca seu presioso tempo querendo impedir que pessoas salvas em jesus der o dizimo se fizer estar certo sem esquecer o amor se nao fizer estar certo sem esquecer o amor ,busque cristo te esclarecerar ,

  230. Gilxwill Magogil Souza Diz

    o coracao kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ele quer a alma,corpo e espirito ,kkkkkkkkk so coracao e e acogueiro e kkkkkkkkkkkk pendura o coracao joga fora o eins,bofe,intistino,olho,cabeca,pe,mao,kkkkkkkkk muito fraco para como paulo apolo e outros para uma disputa biblica,vc so fala em dizismo kkkk muito fraco (a biblia diz que eles disputava acerca da verdade)

  231. Ana Monteiro Diz

    Sou dizimista, ofertante, ninguém me jogou na Justiça para me obrigar a nada…e mais: NADA ME FALTA…muito pelo contrário, pois sou abençoada…quando eu era inconstante, ofertava quando cismava,estava enrolada financeiramente…quando entendi a necessidade da obra de Deus, e passei a ser fiel(espontaneamente), por orientação do Espírito Santo de Deus, tudo mudou…nada devo a ninguém e NADA ME FALTA…ao contrário…estou muito bem…Acho que uma verdadeira conversão irá mostrar a Verdade a estes que têm tantas dúvidas…Deus abençoe a vcs todos!!

  232. fabio junior Cordeiro Diz

    Jesus nao veio revogar a lei ,mais vazer-la ser cumprida.estamos debaixo da graça quando estamos em obediencia ,apartir do momento que sairmos da obediência,estamos debaixo da lei .

  233. j. rodrigues da silva Diz

    Ola pessoal! Diante dos comentários deixados nesta listagem do qual fala
    muito do dizimo, vi que alguns defendem o pagamento de dízimos, e outros os
    dízimos e os sábados, outros não, quem defendem um item da lei, tem por
    obrigação de cumprir os outros itens, porque está escrito se guardar NOVE e
    errar um erraram-se todos, se guardar o SÁBADO e der DIZIMO E não cumprir os
    outros já errou todos, Tiago 2; 10. Olha o filho de DEUS veio a terra por que o
    SR. DEUS não viu um justo sequer na terra, todos estavam desconstituídos da
    gloria do SR. DEUS por que todos erraram na lei, Melquisedeque aparece em três
    livros das sagradas escrituras gênesis 14; 18.e salmos 110; 4.e em hebreus 7.em
    hebreus ele diz que mudando o sacerdócio muda também a lei,a lei que condenava
    passa ser graça=perdão=misericórdia=favor=anistia=dádiva…eu deixo a minha
    opinião como eu intendi ao ler hebreus capitulo 7. Aonde Melquisedeque ordena que
    em dias futuro venha um novo sacerdócio, sacerdote eterno cristo é o sacerdote
    que entra e sai á hora que quer da presença do Senhor DEUS, intercedendo por
    você e por mim, o Senhor Jesus disse em Mateus 22; 34-40, Marcos 12; 28-34, e Lucas
    10; 27 quais são os maiores mandamentos, leia hebreus 7;18. Ele diz; porque o
    precedente mandamento é ab-rogado, inutilidade, abortado, anulado, cancelado, cassado,
    derrogado, infirmado, invalidado, residindo, revogado e terminado por causa da
    sua fraqueza e inutilidade. Os irmãos e irmãs que quer salvar a vossas almas
    olham para CRISTO o bom pastor João 10 diz que CRISTO foi o único a morrer por
    nos, mas viriam os mercenários, ladrões, e salteadores, o que diz o senhor Jesus
    em João 10; 12, mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas,
    ver vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa. O
    senhor JESUS não recebeu dízimos e nem os apóstolos, o senhor JESUS disse; eu
    vim para servir e não para ser servido, ordenou de graça recebeste de graça dá.
    que diz o salmo 23 o senhor é meu pastor; nada me faltará. Deitar-me faz em
    verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Sobre a lei mosaica
    abolida Lucas 16; 16. 2 coríntios 3;14. Romanos 6;14 e romanos 7;6. Leia esses
    livros sobre os gananciosos deste século; 1 Tess. 2; 3-9. 1 Tess.4; 6-11. 2 Tess.3;6-18.
    2 Pedro 2; 1-22. 2 Pedro 3;3-18. 1 João 2;25. 1 João 3. 2 coríntios 4;1-15. 2 coríntios
    12;11-18. O apocalipse 22; 17 dizem que é de graça a salvação. Ver também o
    verso 19. Espero que eu tenha ajudado, até aquele grande dia quando o nosso
    pastor cristo vir nos buscar em nuvem de gloria, abraços.

  234. Leandro Lira Diz

    A Paz de Cristo amado irmão Pra vc Mateus, porque Deus castiga a quem ele ama porque vc e conhecedor da palavra e para que essa prova que vc passe vc tenha experiência , para passar para outros que não gosta de Dizimar,entende que alguns nem todos não julgando os sabe estão na igreja mais não dizimam entende e que também isso sirva de lição não se apegarmos as riquezas desse mundo dize na palavra de Deus que não devemos ajuntar tesouro na terra onde a traça a ferrugem consomem, eu sou uma prova viva amado não deixa seja fiel com nosso Deus. que ele cumprira conforme a sua palavra. que essa palavra é verdadeira sim e nós devemos sim dizimar para que a obra de Deus não se acabe por amar ao próximo devemos todos dizimar entende por causa da obra, mesmo com pouco que vc dizima não esquenta Deus proverá tudo na sua vida amado Amém fica na Paz de Deus.

    1. j.rodrigues da silva Diz

      amem irmão leandro lira! que a paz esteja em ti em sua casa em sua família em seus amigos. leandro, se nos fizermos um dos itens da lei, sacrificial temos que fazer todo o processo ritual da lei que é faze a circuncisão,guardar os sábados, ter o sumo-sacerdote para levar o sangue de animal ao santo dos santo aonde fica a arca de deus,e tem que ser um levita, filho da tribo de Levi não pode ser de outra tribo porque assim ordenava a lei moisaica,tem que ter os preparativos rituais para os sacrifícios de animais, e outros que deus mandava fazer, e só quem poderia executar era alguns da tribo de Levi, as outras onze tribo filhos de jaco não ousavam-se tocar as suas mãos nessa obra. sendo eles também judeus, nos gentis nem pensar, se quer faze alguma cousa tem que ser completo, não pode ser pela metade, como o senhor diz em gálatas ou a lei ou a graça. se nos tivesse que andar pela lei moisaica teriam primeiro que ressuscitar os sacerdote levíticos para oferecer alguma cousa pelos pecados de se mesmo e do povo. e rejeitar o filho de deus, como fizeram no passado matando-o,por que o espirito santo de deus falou na boca de paulo e desse os que querem andar nos itens da lei da graça de filho de deus já esta caído, gálatas 5;4. paulo a postulo desse; aprendei um com os outros, em 1 corintios cap. 12 diz que ha diversidades de dons, um para isso e outros para aquilo.porem o espirito é o mesmo. e por que um ganha salario e o outro não, por acaso não está escrito que de graça recebeste e de graça dai, o melhor dízimos que deus se agrada é nos ter misericórdia ajudar a nossa família nas necessidade,o próximo em aperto , o que deus lhe deu é seu. aquele que não trabalha o senhor desse que também não coma, se o dia for pouco complete com a noite. mas tem gente por ai que ver um povo humilde simples e começa a querer a passa aperna. em apocalipse diz que guarda o que tens para que não lhe roube a tua coroa.abraços.

  235. Jackson Fonseca Diz

    Boa Tarde a todos que como eu, busca cada vez mais entender qual é o contexto cristão para o presente momento.

    Muitos dizem que enquanto se discute temas como esses, outros mais importantes são deixados de lado; Em parte concordo com essa indagação, porém não se pode negar que nada tem sido tão desgastante ao evangelho do que aos escândalos financeiros, é como se fosse uma palavra conjunta ”crente-oportunista”, e em muitas das situações com razão.

    O ato do dízimo é mandamento judaico e ponto final, isso é fato, assim como vários outros ritos foram exclusivos do povo judeu daquela época, havia essa necessidade ”obrigatória” desses ritos em pro do tabernáculo pois Deus se manifestava através do tabernáculo; Hoje o ”tabernáculo” nada mais é (ou deveria ser) do que uma escola onde se aprende os ensinamentos de Jesus Cristo e da nova aliança, para que essas funcionem é necessário angariar recursos e louvável que os membros custem esse obra, Os administradores que devem ser eleitos por preceitos e votações, devem ser transparentes em tudo que entra e sai, O pastor e os demais assalariados, devem ter uma vida simples porém digna, com todos as ”necessidades” supridas, porém se quiserem a mais, como automoveis, casas de luxo, que vem buscar recursos para isso fora da igreja e se essa busca comprometer o trabalho na igreja, que abandone o cargo.

    Acho interessante o ponto de vista do apostolo Paulo, que foi o nosso segundo maior mestre, é relatado na carta aos corintios que é digno que o trabalhador coma do seu trabalho, que quer dizer, é justo que os ministros vivam no ministério; Porém Paulo transcende e diz ”Mas eu de nenhuma destas coisas usei, e não escrevi isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória. 1 Coríntios 9:15” Paulo pregava o evangelho é trabalhava construindo tendas, e ele vai mais além ele diz que contribui para que o evangelho seja pregado.

    Sumarizo meu pensamento; Se o ministro se qualificou e da carga de horário, deve ser sustentado pelo ministério, e quanto mais se qualifique mais deve ser valorizado, o seu salário deve ser fixo é equiparado ao do mercado de trabalho.
    Caso contrario, deixem de se acomodar dentro da igrejas, os que assim fazem da mal exemplos não só aos membros, mais a toda sociedade, e como disse o nosso apostolo de dores ”Paulo”

    Não quer trabalha? também não coma.

  236. Jackson Fonseca Diz

    Boa Tarde a todos que como eu, busca cada vez mais entender qual é o contexto cristão para o presente momento.

    Muitos dizem que enquanto se discute temas como esses, outros mais importantes são deixados de lado; Em parte concordo com essa indagação, porém não se pode negar que nada, tem sido mais desgastante ao evangelho do que aos escândalos financeiros, é como se fosse uma palavra conjunta ”crente-oportunista”, e em muitas das situações com razão.

    O ato do dízimo é mandamento judaico e ponto final, isso é fato e não se discute, assim como vários outros ritos foram exclusivos do povo judeu daquela época, havia essa necessidade ”obrigatória” desses ritos em pro do tabernáculo pois Deus se manifestava através do tabernáculo; Hoje o ”tabernáculo” nada mais é (ou deveria ser) do que uma escola, onde se aprende os ensinamentos de Jesus Cristo e da nova aliança, Deus se manifesta em nós em qualquer lugar a qualquer hora, basta entroniza-lo em nós, para que a igreja instituição funcione é necessário angariar recursos e é louvável que os membros custem esse obra; Os administradores, que devem ser eleitos por preceitos e votações, devem ser transparentes em tudo que entra e sai no caixa da instituição; O pastor e os demais assalariados, devem ter uma vida simples porém digna, com todos as ”necessidades” supridas, porém se quiserem ganhar mais, que produzam mais, coisas como automoveis, casas de luxo, não cabem para a realidade brasileira, que vá buscar recursos para isso fora da igreja, e se essa busca comprometer o trabalho na igreja, que abandone o cargo.

    Acho interessante o ponto de vista do apostolo Paulo, que foi o nosso segundo maior mestre, é relatado na carta aos corintios que é digno que o trabalhador coma do seu trabalho, que quer dizer, é justo que os ministros vivam no ministério; Porém Paulo transcende e diz ”Mas eu de nenhuma destas coisas usei, e não escrevi isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória. 1 Coríntios 9:15” Paulo pregava o evangelho é trabalhava construindo tendas, e ele vai mais além ele diz que contribui para que o evangelho seja pregado.

    Sumarizo meu pensamento; Se o ministro se qualificou e da carga de horário, deve ser sustentado pelo ministério, e quanto mais se qualifique mais deve ser valorizado, o seu salário deve ser fixo é equiparado ao do mercado de trabalho.

    Caso contrario, deixem de se acomodar dentro da igrejas, os que assim fazem da mal exemplos não só aos membros, mais a toda sociedade, e como disse o nosso apostolo de dores ”Paulo”

    Não quer trabalha? também não coma.

  237. Juarez Araujo Diz

    sou pastou e estou sendo deligado da minha cogregaçao porque prego uma obra voluntaria e os demas nao aceita o que eu faço prego a verdade

  238. Juarez Araujo Diz

    espero sua resposta juaez araujo pastou que prega a verdade sobre o dizimo que nao e mas valido

  239. Juarez Araujo Diz

    nao vivo mas a lei vivo o amor quem viver alei viver maldiçao

  240. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

    A BÍBLIA NOS ENSINA COMO DEVEMOS PROCEDER, A BÍBLIA NÃO NOS DEIXA SER ENGANADOS E NEM LESADOS. A BÍBLIA NOS ENSINA TUDO CORRETAMENTE. É SÓ ESTUDAR AS ESCRITURAS. O que a Bíblia Ensina Sobre a Igreja e seu Dinheiro? O dinheiro está no âmago de muitos problemas das igrejas. Algumas delas enchem seus cofres, exigindo dízimos de seus membros para financiar estilos de vida extravagantes dos dirigentes da igreja. Muitos usam o dinheiro da igreja para construir grandes empresas. É isto que Deus quer? Aqueles que verdadeiramente procuram seguir Jesus precisam buscar sua vontade no Novo Testamento. Ali encontramos tanto instruções dadas por apóstolos inspirados, como exemplos de como as igrejas obtinham e usavam o dinheiro no serviço do Senhor. O que a Bíblia diz sobre as finanças da igreja Ao entrarmos neste estudo, será útil lembrarmos de dois princípios básicos sobre as igrejas do Novo Testamento: ì No plano de Deus, a igreja é um corpo espiritual, com uma missão espiritual. Muitos dos problemas das igrejas modernas, relacionados com dinheiro, são resultado de decisões humanas de deslocar o centro das atenções de sua missão espiritual para os interesses sociais, políticos ou comerciais. í No Novo Testamento, as igrejas locais eram autônomas, cada uma servindo independentemente sob a autoridade da palavra de Cristo. O Novo Testamento não fala de nenhum tipo de estrutura de organização ligando as igrejas locais. As hierarquias enormes das denominações, tão comuns nestes dias, nunca são encontradas no Novo Testamento. Como as igrejas do Novo Testamento recebiam dinheiro? 1. Normalmente, das contribuições dos cristãos. As igrejas, geralmente, recebiam seu dinheiro de contribuições voluntárias dos membros. “Quanto à coleta para os santos, fazei vós também como ordenei às igrejas da Galácia. No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte, em casa, conforme a sua prosperidade, e vá juntando, para que se não façam coletas quando eu for.”(1 Coríntios 16:1-2). “Pois nenhum necessitado havia entre eles, porquanto os que possuíam terras ou casas, vendendo-as, traziam os valores correspondentes e depositavam aos pés dos apóstolos; então, se distribuía a qualquer um à medida que alguém tinha necessidade.” (Atos 4:34-35). Paulo ensinava que os cristãos deveriam dar voluntariamente e com alegria: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria.” (2 Coríntios 9:7). 2. Em casos excepcionais, de outras igrejas. Em casos de necessidade, tal como aquela causada por severa fome na Judéia, as igrejas pobres receberam assistência financeira das congregações mais prósperas de outros lugares (Atos 11:27-30). É por isso que Paulo enviou instruções à igreja Coríntia (também mencionadas em Romanos 15:25-32) sobre as doações para ajudar os irmãos pobres de Jerusalém (1 Coríntios 16:1-4; 2 Coríntios 8). Como as igrejas do Novo Testamento usavam seu dinheiro? 1. Para ensinar o evangelho. Desde que a missão principal da igreja é espiritual (1 Timóteo 3:15), não é surpresa que as igrejas do Novo Testamento usassem seu dinheiro para espalhar o evangelho. Exemplos deste emprego dos fundos arrecadados incluem o sustento financeiro de homens que pregavam o evangelho (1 Coríntios 9:1-15; 2 Coríntios 11:8; Filipenses 4:10-18), e dos que serviam como presbíteros (1 Timóteo 5:17-18). 2. Para acudir os santos necessitados. Quando os cristãos pobres necessitavam de assistência, o dinheiro da oferta era usado para acudir àquelas necessidades (Atos 4:32-37; 6:1-4). Aplicações: O que Deus autorizou para nossos dias? Desde que a Bíblia registra tudo o que precisamos saber para servir a Deus de modo aceitável (2 Pedro 1:3; Judas 3; 2 Timóteo 3:16-17), aqueles que hoje procuram servir ao Senhor praticarão somente o que é autorizado no Novo Testamento. Deus não nos deu permissão para tentar melhorar seu plano. O modelo do Novo Testamento pode parecer muito simples, e não sofisticado, às pessoas que estão rodeadas por imensos empreendimentos multinacionais, mas os fiéis precisam contentar-se em fazer a obra de Deus à maneira de Deus. Nossa missão não é juntar grande riqueza ou construir enormes organizações. Nossa missão é servir Jesus e mostrar a outros como fazer o mesmo. Os verdadeiros cristãos não estão interessados em competir com o mundo, mas simplesmente procuram agradar a Deus. As igrejas que seguem o modelo do Novo Testamento receberão seu dinheiro de contribuições voluntárias dos cristãos. Nos casos em que há mais irmãos pobres do que a congregação é capaz de ajudar, elas podem também receber assistência de outras congregações. Então, este dinheiro será dedicado à obra que Deus autorizou. A principal missão da igreja sempre será espiritual, alcançando os perdidos e edificando os salvos. Os recursos financeiros da igreja serão usados para cumprir sua missão de proclamar a pura mensagem do evangelho. Quando há casos de necessidade entre os discípulos, a igreja pode usar o dinheiro ofertado para dar assistência. Quando as igrejas mais prósperas sabem de tais necessidades nas congregações mais pobres, elas podem fazer como as igrejas da Galácia, Macedônia e Acaia fizeram, ou seja, enviar dinheiro para ajudar seus irmãos mais pobres (veja 1 Coríntios 16:1; 2 Coríntios 8:1-4; 9:1-2). Mais aplicações: O que Deus não autorizou para os dias atuais? Já examinamos o modelo encontrado nas Escrituras. E o que se nota é que as igrejas de hoje estão autorizadas a receber e usar seu dinheiro do mesmo modo que as igrejas do Novo Testamento, e não têm permissão de Deus para fazer mais do que isto. Aqueles que vão além da palavra de Cristo, para fazer o que não foi autorizado, pecam contra ele (1 Coríntios 4:6; 2 João 9). Em resumo, basta dizer que podemos fazer o que Deus permitiu, e nada mais Mas algumas práticas se tornaram tão comuns que é fácil presumir que elas estão certas, ainda que não tenham base nas Escrituras. Seria impossível fazer uma relação de todos os abusos do plano de Cristo, mas podemos examinar alguns exemplos para desafiar cada leitor a examinar tudo o que sua igreja pratica. Paulo disse: “Julgai todas as cousas, retende o que é bom; abstende-vos de toda forma de mal” (1 Tessalonicenses 5:21-22). Aqueles que amam o Senhor não temerão uma investigação aberta e honesta de suas práticas, e abandonarão alegremente qualquer coisa que Deus não aprovou. Examinemos alguns exemplos de práticas que a Bíblia não autoriza: Exigir dízimo. Muitas igrejas pregam que o dízimo é necessário hoje, e sugerem que aqueles que não dão 10% não serão abençoados por Deus. Eles deixam de fazer a distinção que Jesus e os apóstolos fizeram entre o Velho e o Novo Testamento. O dízimo era parte da Lei de Moisés, dada por Deus aos israelitas. Passagens tais como Malaquias 3:10, que é usada freqüentemente para exigir o dízimo atualmente, foram escritas para os judeus alguns séculos antes que Cristo morresse para completar essa lei. Não estamos sob essa lei (Gálatas 3:23-25; 5:1-4; Romanos 7:6). Não há uma única passagem no Novo Testamento que autorize as igrejas a exigir dízimo. Igrejas proprietárias de negócios. Longe da ênfase espiritual da igreja primitiva, algumas igrejas possuem e operam tudo, desde redes comerciais de televisão até lojas de roupas. O dinheiro contribuído pelos membros é investido em negócios, e os lucros então são usados para sustentar os demais programas da igreja. Este pode ser um modo eficaz de aumentar as rendas, mas não é bíblico. A mudança de foco de coisas espirituais para coisas políticas e sociais. É claro que cada seguidor individual de Cristo tem responsabilidade de praticar a justiça e ajudar aqueles que estão em necessidade (Efésios 4:28; Tiago 1:27). Além disto, a igreja tem responsabilidade de ajudar cristãos necessitados (2 Coríntios 8:1-4; etc). As igrejas do Novo Testamento não eram instituições sociais que tentavam sustentar todo o mundo, nem era seu trabalho ganhar poder político ou providenciar divertimento ou escolas. As igrejas do Novo Testamento se dedicavam claramente a uma missão bem mais importante: a salvação e preservação das almas eternas. Continuemos nesta dedicação! Substituindo o plano de Deus pelas organizações e planos humanos. O plano da Bíblia é simples. A igreja local é suficiente para cumprir a obra que Deus lhe deu para fazer. Nada encontramos no Novo Testamento sobre sociedades missionárias, instituições educacionais ou sociais sustentadas pela igreja, etc. Não encontramos igrejas planejando grandes obras e depois pedindo fundos de outras congregações para completar seus planos. Cada igreja local era suficiente para cumprir sua missão dada por Deus. Fazendo a obra de Deus à maneira de Deus Quando buscamos servir o Senhor nas igrejas locais, vamos nos contentar em fazer a obra de Deus como ele instruiu. Cada esforço para “melhorar” o plano de Deus mostra falta de fé nele e na absoluta suficiência de sua palavra. Vamos confiar nele e vamos amá-lo o bastante para obedecê-lo (João 14:15). Será que depois de LER TUDO ISSO, e comprovar na sua BÍBLIA, ainda vais continuar a DESOBEDECER A DEUS E A SUA PALAVRA. JESUS ESTA VOLTANDO. FIQUEM TODOS NA PAZ DO SENHOR. meu email. [email protected]

  241. Celso Mengue Diz

    VC está errado moço.quem dizima da condições de a obra de Deus avançar, está ganhando almas pro Reino, não é pra vc enriquecer porque deu dizimo, mas para enriquecer o reino dos céus, quem não dizima está dizendo pra Deus: to nem aí pro teu reino Deus, porque não precisa salvar mais nimguem eu já to salvo então ta tudo certo, vc é um irresponsável e ainda ta levando mais gente com vc.

  242. Alex Lima Diz

    Primeiramente quero dizer que sou afavor de contribuir para as igrejas sérias que usam as arrecadações de maneira bíblica a ajudar aqueles a quem Deus deixou sua ordenança que outrora está sendo usurpada por Malditos que retém o DIREITO dos desamparados.

    Em Deuteronômio 26:12/14:28-29 ,Deus nos deixa claro que são os detentores por direito dos DÍZIMOS deixando claro quem são os que tem o direto à receber o dízimo, eles são: Os levitas, viúvas, órfãos e estrangeiros, ou seja; OS DESAMPARADOS.

    Tbm em Deuteronômio fala que quem detém esse direito, são tidos como: Malditos! Dt.27:19

    Essa é a ordenança e vontade de Deus aos que estão debaixo da lei e assim devolviam o dízimo aos detentores legais dessa bênção e ajuda.

    A palavra em Malaquias fala de uma repreensão não ao povo em seu contexto,mas ao sacerdotes por roubarem a Deus.

    No NT não podemos imputar o DÍZIMO aos GENTIS e bem como vi vídeos do PR. Nicodemus ele mesmo não afirma que a prática tem uma base bíblica sólida, pois como ele mesmo diz: há mensões sobre algo parecido,porém são contribuições, OFERTAS voluntárias muito parecidas a prática do DÍZIMO ,sendo que não são, são OFERTAS com o mesmo intuito de manter a comunidade, os menos favorecidos e as missões. Antes os Levitas eram os detentores ,já no NT são os apóstolos, ambos com base bíblica sólida que eram os administradores de tal prática. Hoje não temos um administrador biblicamente falando. Porém o mais perto disso por Respeito a patente e a vocação são os pastores. Eles não são levitas,muito menos foram chamados diretamente por Jesus a serem apóstolos, mas são autoridades espirituais no nosso tempo por vocação, porém biblicamente não tem esse direito de recolher,seja DÍZIMO, seja oferta,pois biblicamente não tem exemplo,nem modelo e nem base pra afirmar q na bíblia pastores podem ou faziam isso,sem falar que biblicamente falando,as denominações de hoje tbm não são “casa do tesouro”. Hoje eles fazem isso por se auto colocarem na posição de líderes e adms das suas denominações e por respeito damos este voto de confiança a eles,porém se eles não cumprem a vontade de Deus em usar os DÍZIMOS, OFERTAS voluntárias e etc à ajudar contundemente as arrecadações a quem de fato,DIREITO e exemplos bíblicos recebiam a ajuda,infelizmente eles são ladrões e malditos pois estão usurpando um direito dos desamparados e dos missionários que não se limitam as 4 paredes de uma denominação.

    Hoje não biblicamente não a necessidade de fazer o ato de dizimar,porém não isenta ninguém de contribuir voluntariamente a obra,pois o contribuir voluntariamente em minha humilde opinião é uma responsabilidade muito maior que simples 10%.

    Acredito que Jesus não construiu templos de barro por saber do comércio que viraria em sua maioria,Jesus trabalhava de casa em casa,cidade em cidade,pregavam em praças e onde tinham oportunidades,essa igreja de carne e osso ia a qualquer lugar e não se limitava as 4 paredes de um templo e faziam comunidades que se reunião em qualquer lugar. Porém hoje somos mais “frescos” com tudo,gostamos de conforto,queremos uma poltrona,tecnologia, uma banda e etc para satisfazer nosso ego e preguiça de não admitir nossas limitações e comodismos ,pois no sol ou na chuva evangélico não congrega,não anda pra evangelizar,ele quer ar condicionado, um teto e o mais parecido que sua casa confortável. Cristão de verdade transpassa essas comodidades e faz do ato de congregar uma missão a estar onde for e como for para cumprir sua missão de estar em comunhão ativa e em perfeita adoração com Deus!!!

    Esse é o tempo do despertamento igreja,vá e veja além das 4 paredes e não se prendam a NADA, só cumpra as ordenanças de Deus dando com alegria a quem merece de fato e DIREITO investindo não nas coisas terrenas,mas em seres humanos que com FÉ serão habitantes da Jerusalém celestial.

    Fiquem na paz e na graça de Deus.

  243. Edson donteiro Diz

    Sou dizimista por amor. E não por esperar nada em troca. Não deveria o n.testamento sem o velho. A questam eq o homem muda tdo. E se axa capaz de falar mais que o próprio deus. Aleluia!!!

    1. Erivaldo Diz

      Amigos eu também era dízimista um até um dia depois de entregar o dízimo
      na volta para casa meu filho disse pai me dá um sorvete
      Então eu disse a ele que não tinha pois avia dado na igreja os 10%dízimos como antes costumava fazer
      Era domingo chegando em casa mais uma vez meu disse pai
      Vc podia fazer churrasco
      eu filho hoje não dá
      então estava visualizado o face Booker
      Lá estava pastor postando foto fazendo churrasco com sua família
      Fiquei quieto
      No dia seguinte o banco me liga cobrando
      Meu carro na garagens Sem gasolina
      Agora se eu for fala vão dizer que eu estou em pecado
      Deixei de ser dízimista eu e minha esposa hoje comemos do melhor
      Deus não deixou de nós abençoar
      Ao contrário nossa vida melhorou 100%pra glória de Deus
      Irmao toma iniciativa assim como eu
      Porque eu ouvia o sujeito pedir dinheiro pro aluguel
      Eu tirava da mesa da minha família
      Pra dar na mão deles
      sujeito faz estudo de teologia
      pra enganar as pessoas
      vivem aprofundar mais e mais
      Distorce a palavra de Deus
      Fazendo o povo bar ganhar com Deus
      Deus não é Deus de propina
      meus irmãos
      Deus e amor
      E caridade
      valorize o que Deus te deu
      Não semeia no vento
      Oferece pra Senhor um coração um quebrantado um espírito retritô não desprezarãs o Deus de Israel
      salmos. 51:16.17
      Deus que sejamos fiel
      Guardando seus mandamento
      E proveitos

  244. mauricio Diz

    Aos pés de Cristo ,e admirado com sua capacidade de administrar e amar ,nesse conceito de dízimos,sempre haverá uma grande discussão,como em muitos outros assuntos ,mas em Cristo a lei que prevalece e prevaleceu sempre foi o amor ,dai a compreensão divina de que os recursos para que a casa de Deus e seus trabalhos físicos com proporções espirituais deviam ser por parte da igreja [pessoas] em amor ressalto com parte do seu ganho ,voluntariamente e com a justa noção o bastante de que o todo desse rendimento é a bondade de Deus no auxilio da força para conquista desse tal.Entendo o que o pastor disse claramente ,da não obrigação e de não ser uma lei no novo testamento , mas sobre nós que recebemos o espírito impera a lei do amor e contribuir para que a obra de Deus possa ser feita e ela precisa de recursos sim como foi citado ,então o que justifica não termos como base o que a lei que o próprio Deus deu no velho testamento já que é muito justo e proporcional .Termino perguntando não seria de Deus provando o amor ? não deixando como lei no novo ? Mas tendo o mesmo principio sem uma letra escrita em papel ,mas escrita no coração .

  245. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

    A PAZ DO SENHOR JESUS A TODOS OS IRMÃOS.
    Gostaria de saber dos pastores uma resposta CONCRETA e VERDADEIRA, sobre a seguinte pergunta: O DÍZIMO DO VELHO TESTAMENTO é VERDADEIRO nos dias atuais segundo a BÍBLIA, ou a VERDADE é OFERTAS DE AMOR no NOVO TESTAMENTO, segundo a BÍBLIA. [email protected]
    Fiquem todos na PAZ DO SENHOR JESUS.

  246. Samuel Leonardo Diz

    Boa noite tentarei ser o mais breve pois o
    assunto demanda tempo!!
    Tenho quer dar dizimo na nova alianca?
    O dizimo e anterior a lei ?
    Jesus me ensinou a dizimar em mt 23
    Em hb 7 o autor confirma o dizimo?
    Se quiser posso dar 10 por cento voluntariamente?
    Bom elaborei estas perguntas para tentar elucidar o caso meu email estar no final para qualquer
    Duvida tentarei ser susinto
    Abrao deu o dizimo antes da lei .bom ali o dizimo foi um jeito que Abrao usou para reconhecer a soberania de melquisedec sobre levi que estava no seus lombos e seria a tribo sacerdotal vide hb 7:5 nunca mais teve se relato de abrao dando dizimo e este era rico!
    Circunsicao e anterior a lei entao sob este argumento vamos continuar circuncidando”vi um comentario que sa nao era mandamento e sim costume ao contrario do dizimo
    Bom em gn o senhor deixa claro que este seria o sinal de sua alianca com israel vide Gn sinal de alianca ou costume ?kkk
    Bom mateus Jesus ensina sobre dizimo?
    Jesus era judeu nascido debaixo da lei pra cumpri la Gl 4:4
    Foi cincuncidado apresentado conforme a lei mt 2 :23.24
    No propio vers jesus mostra que fala da lei
    Ali e vt a biblia como eu e vc conhece foi montada pela igreja catolica
    Nova alianca ou novo tetamento se preferir so comeca com a morte do salvador ate ali jesus era judeu cumprindo a lei
    “Este e o calice da nova alianca no meu sangue ”
    Nova alianca amigos somente comeca no sangue
    Em hb9:16,17 ele diz que nao ha testamento sem a morte do testador
    Entao so ha “novo testamento” com a morte do testador (jesus) ali comeca a nova alianca ate isso estamos falando da lei de Moises!
    Em hb 7 esta escrevendo a judeus recen convertido que ainda covivem com o sacerdocio levitico pra lhe mostrarem que agora tinha um novo sumo sacerdote no ceus entao ele usa de vers e historias do vt conhecidas daquele povo pra fazer uma comparacao toda a carta e escrita com o unico proposito de demonatrar a superioridade do sacerdocio de cristo sob o de levi nunca foi para criar doutrina sob dizimo!! Hb 8:1
    Muitos dizem mais posso dar 10 por cento voluntario amigo dez por cento pode mais se toda vez vc da 10 vc ta dando o dizimo da lei .vc pode da 10 .5 .0

  247. patrão do morro Diz

    Dízimo e lei, certo mais não diz que é dinheiro,e sim parte da colheita e e pra ser levada a casa do tesouro, que fica em Jerusalém, não levar para igreja pra pastores se encheram de luxo,

  248. roger Diz

    Corretíssimo! Hoje vivemos pela graça, devemos seguir o que diz em Corintios, “dar segundo o seu coração”, devemos sustentar(custos) a igreja com nossas ofertas, cada um dá segundo tem condições ou conforme quer; o verdadeiro cristão será tocado pelo Espirito santo e vai contribuir com a obra, o Pastor que prega dízimo não confia em Deus, não confia que ele pode sustentar a igreja somente com ofertas. O dízimo ficou no antigo testamento no mesmo momento que o Véu do templo se rasgou…”ah mas Jesus isso, Jesus aquilo”…Sim, Jesus veio pra cumpria a lei, pois o testamento(novo testamento) só funciona depois da morte do testador, o que significa que a graça nos alcançou apenas após a morte de jesus. Resumindo…Antes da morte de Jesus, Dízimo, depois da morte de Jesus, Oferta.

    1. Airton Paiva Diz

      Bom dia meu irmão, veja, toda vez que nas escrituras fala em dar alguma coisa não é para denominação ou instituição religiosa nem sustentar custo nenhum, porque, na verdade não deveriam existir e cuidado ao falar do Espírito Santo, ele não está aqui para tocar ninguém a dar dinheiro para esta obra, e as ofertas sempre foram para ajudar pessoas necessitadas, órfãos e viúvas, a verdadeira igreja (pessoas).Quando Jesus veio a terra detonou toda denominação/instituição religiosa existente e quando se refere à igreja não está relacionando a isto, até porque o significado de igreja é “sair para fora”. Concluindo, dízimos não existe mais e qualquer oferta que for dada é para pessoas, falam que a religião é o ópio da humanidade, eu digo que na verdade este ditado correto seria assim “AS DENOMINAÇÕES/INSTITUIÇÕES É O ÓPIO DA HUMANIDADE” abraço.

  249. Taisa Diz

    Olá a paz , gostaria de saber biblicamente, se após a morte de Cristo ele aboliu essas leis cerimônias nós fazendo cada um sacerdotes, sabemos que o dízimo já não é imposto na a Nova aliança, porém como faço então para honrrar a Deus com minhas primícias já que quem recebia as mesmas eram os sacerdotes no templo de Deus, oque hoje somos nós, então se eu quiser entregar a Deus uma oferta financeira como faço na nova aliança?

  250. Mattheus Silva Diz

    Não concordo com o dizimo, pois como hoje em dia os pastores ao invez de pegar e ajudar nos mantimantos da igreja eles pegam os dizimos e usam em próprio bem, sendo que deveria ser para manter a igreja e ajudar ao próximo, por isso só dou oferta e quando sinto vontade pois estarei dando de coração e nao por obrigação.

  251. Mary Alice Soares Diz

    Estou vendo que no Brasil tem muitos cristaos “maos de vaca,” amam mais ao dinheiro do que a Deus e por isso que muitos estao sempre na miseria, sem empregos e muitas das vezes nao tem nem como pagar suas contas…se vcs nao abrirem a mao como Deus podera enche-la? Ja sei, muitos nao vao aceitar o que eu estou falando, mais a opiniao de vcs pra mim e irrelevante!
    Para quem nao sabe que a biblia fala em ofertas no Novo Testamento e so ler:
    (2 Corintios 9:7) (Lucas 21:1-4).
    (Atos 20:35) (Filipenses 4:18)(Atos11:29,30)
    “Ha quem de generosamente, e ve aumentar a suas riquezas; outros retem o que deveriam dar, e caem na pobreza”
    Proverbios 11:24

    1. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

      A PAZ DO SENHOR.

      Gostaria de saber como pode PREGADORES que se dizem tão sábios e cheios do ESPÍRITO SANTO agirem com esta pratica tão mentirosa e tão perversa. Pois vejam OVELHAS DO SENHOR. Prestem bem atenção na PALAVRA DE DEUS não no homem, o homem é falho, mais a PALAVRA é a VERDADE e nela não tem MENTIRA. Vejam como estes FALSOS PROFETAS falsificam a PALAVRA só para se beneficiarem, e lesar a cada um de nós. Vejam como eles os PREGADORES são se vocês não lerem a PALAVRA nunca saberão mais esta escrito bem claro na PALAVRA que o pagamento do DÍZIMO era só para os JUDEUS, e não em DINHEIRO, não era em DINHEIRO, não era em DINHEIRO. Era em ALIMENTOS, Era em ALIMENTOS, ALIMENTOS. E com a única finalidade de ALIMENTAR OS LEVITAS, não era permitido trazer DINHEIRO, só ALIMENTOS. Então se os PREGADORES de hoje querem estar e continuar na LEI tem que receber o ou cobrar o DÍZIMO em ALIMENTOS e com estes alimentos AJUDAREM OS POBRES DA PRÓPRIA IGREJA OU IRMÃOS CRISTÃOS. Porém estes PREGADORES só querem o DÍZIMO em DINHEIRO. E destes já DEUS deixou escrito sobre eles, em 2. pedro 2. 3 – E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.

      Agora a pergunta que não quer calar as OVELHAS DO SENHOR. O DÍZIMO é da LEI. JESUS CRISTO já nos LIBERTOU de toda a LEI, e não só parte dela. E Tiago 2. 10 Diz assim: Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.

      Então senhores PREGADORES se vocês são OBEDIENTES A DEUS E A SUA PALAVRA e vocês pregam a VERDADE para quem DEUS deixou estes versículos colocados nesta mensagem. Para nós OVELHAS ou para vocês PREGADORES. E se esta pratica de cobrar e pagar ou devolver o DÍZIMO baseado em Tiago. 2. 10 quando JESUS CRISTO VOLTAR NÓS E VOCÊS IREMOS SER JULGADOS PELA GRAÇA OU PELA LEI. Respondam a suas OVELHAS EM SUAS IGREJAS as OVELHAS NÃO PODEM CONTINUAR SENDO ENGADAS DESTA FORMA, SEM UMA EXPLICAÇÃO BÍBLICA com TEMOR A DEUS. Agora não quero dizer com isso que não devamos OFERTAR, esta sim é a ORDENANÇA DO DEUS VIVO E ETERNO PARA O NOVO TESTAMENTO QUE É OS DIAS ATUAIS.

      OFERTAS de AMOR. LIVRE DAS MALDIÇÕES DE MALAQUIAS USADA PELOS PREGADORES PARA SE BENEFICIAREM DO DINHEIRO DAS OVELHAS.

      FIQUEM NA PAZ. Meu email é [email protected]

  252. Cesar Alonso Carrera Alonso Diz

    PASTORES E IRMÃOS EM CRISTO.

    Uma PERGUNTA: Sou DIZIMISTA fiel, mais eu perdi o emprego, estou desempregado. Não vou poder continuar sendo DIZIMISTA fiel. Minha pergunta é: A IGREJA vai me ajudar com as minhas necessidades, de ALUGUEL, COMPRA MENSAL, PAGAMENTO DE ÁGUA E LUZ, prestações de compra de roupas, e calçados, já vencidas. Ou mesmo eu tendo sido FIEL nos DÍZIMOS, por tantos anos, e necessitando agora, vão me ajudar só com uma CESTA BÁSICA. Respondam se tiverem coragem. Pois deveria ser da mesma forma, AJUDAR O NECESSITADO, ainda mais se este é IRMÃO DA IGREJA, e é DIZIMISTA. Vou aguardar respostas para, ver e sentir o grau de AMOR dos nossos PASTORES. Meu email é [email protected]
    FIQUEM NA PAZ DO SENHOR JESUS

Comentários estão fechados.