um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Augustus Nicodemus – O Que É Uma Igreja Pragmática

O pragmatismo é uma filosofia que toma “por critério da verdade o valor prático e se opõe ao intelectualismo” (priberam.pt). Em outras palavras, se algo dá certo é porque e verdade – não precisamos ficar pensando sobre o assunto. O problema do pragmatismo puro é que ele é reducionista. Ele só vê consequências imediatas. Por exemplo: “Vamos despejar nossos produtos aqui no rio, assim enviamos o problema pra longe. Qual o problema? Funciona. Mas e a poluição?”

Essa filosofia alcançou muitas igrejas, infelizmente. Engraçado que para uma geração que é uma abominação ouvir “música do mundo“, não há nenhum problema em pensar através de uma “filosofia do mundo”. Ah, as sutilezas do mundanismo. Por exemplo, o que dita como um evangelismo deve ser feito? O que levar um maior número de pessoas para o templo? O que dita qual deve ser o conteúdo de uma pregação? O que agrada a galera? E, por aí vai.

O pragmatismo, em si, é incompatível com a Grande Comissão, pois Cristo ordenou que todos os seus mandamentos fossem obedecidos e isso envolve reflexão. Isso envolve pensar: como demonstro que Cristo é Senhor sobre tudo o que faço?

Porém, não devemos confundir pragmatismo sem princípios com sabedoria e discernimento. Por exemplo, o que faz com que a contextualização missionária de Hudson Taylor (vestir-se como os chineses de seu campo missionário) ser algo correto e colocar um ringue de luta livre no meio do culto algo errado?  Em uma palavra: princípios. É sobre isso que o Rev. Augustus Nicodemus fala no vídeo abaixo.

Por Augustus Nicodemus.Website: www.tempora-mores.blogspot.com.br.

Disponibilizado pela Escola Teológica Charles Spurgeon. Website: www.escolacharlesspurgeon.com.br

17 Comentários
  1. Gustavo Barroso Oliveira Diz

    Otima esplanação.

  2. Walter Lucas Diz

    muito bom

  3. Ademir Gonçalves Diz

    Quem completa a obra em nós é DEUS através do seu Espírito Santo, acredito por experiência própria que não importa, a princípio, para DEUS o porque estamos na igreja, o importante é que recebemos a palavra e somos lavados por ela, gradativamente, passo a passo, de fé em fé. DEUS nos dá as ferramentas para que possamos de algum modo evangelizar em nome de Jesus, usa quem quer e quem tem a revelação do Espírito de DEUS.

  4. Ademir Gonçalves Diz

    Quem completa a obra em nós é DEUS através do seu Espírito Santo, acredito por experiência própria que não importa, a princípio, para DEUS o porque estamos na igreja, o importante é que recebemos a palavra e somos lavados por ela, gradativamente, passo a passo, de fé em fé. DEUS nos dá as ferramentas para que possamos de algum modo evangelizar em nome de Jesus, usa quem quer e quem tem a revelação do Espírito de DEUS.

  5. Marck Souza Diz

    segurar os jovens na igreja, mas porque e por amor a quem eles estão na igreja?

  6. Reginaldo Sampaio Diz

    o fim de tudo isto e desastre total.

  7. Reginaldo Sampaio Diz

    o fim de tudo isto e desastre total.

  8. Marck Souza Diz

    A questão é exatamente esta, quem está dirigindo a igreja.

  9. Marck Souza Diz

    A questão é exatamente esta, quem está dirigindo a igreja.

  10. Marck Souza Diz

    A questão é exatamente esta, quem está dirigindo a igreja.

  11. Carlos Oliveira Diz

    Palavra de Deus é esta. Faço ressalvas em relação ao texto introdutório, pois o mesmo faz apologia subjacente a música mundana. Raríssimas exceções, esse tipo de arte não se dirige ao louvor de Cristo Jesus. Logo, não merece a atenção dos que servem ao Senhor.

    1. Luis Diz

      Engraçado que se invertessemos a pergunta, a crítica seria a mesma. Como se músicas do mundo fosse isentas de filosofias do mundo.

  12. janes Diz

    positivo,boa palavra!

  13. gerson Lopes Diz

    Muito equilibrado, sabedoria e inteligência desse servo de Deus
    abraço

  14. César Magno Diz

    muito bom, ótima explicação .

  15. Martins Cassarotti Diz

    Otimo comentario

  16. Helio Barros Diz

    isso é verdade, esse pragmatismo é vergonhoso, mais está acontecendo pq é mais fácil colocar em prática idéias de marketing do que passar algum tempo em consagração e oração pra saber qual a vontade de Deus, até Jesus passava tempo orando, precisamos lembrar de que o cabeça da igreja é o Senhor Jesus então é ELE quem decide as coisas e como faze-las !!!

Comentários estão fechados.