Habitando no Interior [Quem é o Espírito Santo?]

Um presente para você! Estudaremos na Conferência Fiel 2014 sobre a obra do Espírito Santo, mas gostaríamos que você já fosse estudando sobre a pessoa do Espírito. Para isso, o Ministério Fiel, em parceria com o Ministério Ligonier, disponibilizará gratuitamente as aulas do DVD “Quem é o Espírito Santo?” de Sinclair Ferguson para que você possa aprofundar-se em seu aprendizado.

Sumário das Aulas

Introdução da Mensagem

As tentações suportadas por Jesus no deserto são relatos notáveis da força da justiça de Jesus em face das mais árduas condições. Tendo recebido a aprovação do Pai e a unção do Espírito em seu batismo, Jesus, debilitado e sofrendo, teve sucesso onde o nosso ancestral, o primeiro Adão, fracassou, abrindo caminho para um ministério que culminaria na sua vitória na ressurreição. Contudo, Jesus não passou por essas provações sozinho, mas recebeu as ministrações e o auxílio do seu companheiro, o Espírito Santo, a mesma pessoa que levou Jesus ao deserto. O Espírito orquestrou esses eventos e auxiliou Jesus para que ele pudesse repreender o Diabo e seguir à sua posição de direito como nosso Salvador.

Leitura bíblica

Gênesis 1.2; 8:6–19; Deuteronômio 29.29; Mateus 3.13–17; Marcos 1.9–11; Lucas 3.21–22, 23–38; 4.1–13; João 1.29–34; 2 Coríntios 5.17; 13.14

Objetivos de aprendizado

  1. Receber uma compreensão mais intensa da nossa limitação em entender a o inter-relacionamento das pessoas da Trindade;
  2. Compreender o significado por trás do batismo de Jesus e das tentações no deserto;
  3. Compreender a função do Espírito no batismo de Jesus e nas tentações no deserto.

Citação

As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei. —Deuteronômio 29.29

Esboço da palestra

I. O Mistério da Trindade

A. —Deuteronômio 29.29: Há muitas coisas a respeito da Trindade que nós não seríamos capazes de entender se Deus as dissesse para nós.

B. Deus escolheu não expor outros aspectos a respeito da Trindade.

C. Ainda assim, apesar dos fatos anteriores, Deus expõe informações a respeito da inter-relação da Trindade em sua Palavra, e Jesus provê o acesso para conhecer o Pai e o Espírito.

II. A revelação do Espírito Santo no Batismo e nas Tentações de Jesus

A. No batismo de Jesus, o Espírito Santo desce sobre Jesus na forma de uma pomba.

i. Há uma analogia entre a aparição da pomba e Gênesis 1.2

1. O Espírito Santo, em seu poder, começa uma nova criação no batismo de Jesus, similar à sua obra criativa conforme registrado em Gênesis 1.

2. O fato de Lucas dispor a genealogia de Jesus após o batismo testifica seu poder criativo que remete ao início da criação.

3. 2 Coríntios 5.17: “Se alguém está em Cristo, é nova criatura”.

ii. A aparição da pomba remonta ao relato de Noé em Gênesis 8.6-19.

1. Noé não podia prover o descanso prometido por seu nome.

2. O batismo de Jesus demonstra que ele irá receber o dilúvio do julgamento de Deus no seu verdadeiro e final batismo na cruz.

iii. O local do batismo de Jesus no Jordão também possui significado.

1. Os israelitas cruzaram o Jordão em chão seco para a Terra Prometida com a arca da aliança.

2. Jesus irá guiar o seu povo ao descanso eterno da Terra Prometida.

B. A unção de Jesus

i. O Espírito Santo unge Jesus para cumprir os ofícios de profeta, sacerdote e rei.

1. Profeta = entregar a mensagem de Deus

2. Sacerdote = oferecer a si mesmo na cruz.

3. Rei = reinar sobre o seu povo e toda a terra

ii. Essa unção significa que Jesus entra em um estágio diferente e dinâmico da história redentiva.

C. A tentação de Jesus

i. O Espírito Santo “lança” Jesus no deserto para que o Diabo pudesse tentá-lo.

1. A tentação de Jesus se assemelha à tentação de Adão.

a. Enquanto Adão suportou tentação em conforto, plenitude e paz, Jesus suportou a tentação em aridez, necessidade e hostilidade (observe a declaração de Marcos sobre as feras selvagens ao redor de Jesus).

b. Enquanto Adão falhou uma única tentação do Diabo, Jesus rejeitou as três tentativas dele e o colocou em fuga.

2. O Espírito Santo leva Jesus ao deserto para que ele possa capacitá-lo a vencer as vilezas do Diabo e movê-lo à função do segundo Adão.

ii. O mesmo Espírito que, em Jesus, venceu o Diabo reside no povo de Deus hoje, que servem como profetas, sacerdotes e reis em virtude da morte, da ressurreição, da ascensão e do envio do Espírito por Jesus.

[dt_call_to_action content_size=”normal” text_align=”left” background=”fancy” line=”true” style=”2″ animation=”right”]

Sumário das Aulas

Assista às outras aulas com Sinclair Ferguson:

Sumário de Aulas[/dt_call_to_action]

Por: Sinclair Ferguson. © 2014 Ministério Fiel. Original: Habitando no Interior.