um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Relacionando Corretamente Igreja e Evangelismo

Evangelismo é algo que deve fazer parte da vida da igreja? É algo que devemos fazer de modo particular? Aprenda mais lendo o artigo de Jonathan Leeman:

Evangelismo é um esporte individual ou coletivo? Na verdade, as duas coisas.

Pense na pescaria. Há momentos em que você pode passear até o cais sozinho, sentar com os pés pendurados e lançar uma linha. Mas pergunte aos homens de uma traineira no oceano o que é necessário para puxar uma tonelada de sardinhas se contorcendo fora da água. Eles precisam desesperadamente um do outro.

A analogia da pescaria não diz tudo o que queremos dizer sobre a relação entre evangelismo e a igreja local, mas é bíblica e é um começo. Jesus disse aos discípulos que o seguissem e ele os tornaria pescadores de homens, e os enviou em duplas a pregar que o povo se arrependesse. (Marcos 1.17; 6.7, 13). Assim como pescadores em uma traineira, nós precisamos da igreja para fazer o trabalho de evangelismo.

Contudo, há um plano mais amplo que devemos observar com relação ao evangelismo e a igreja. Pense nos primeiros capítulos de Atos, onde os apóstolos proclamaram a ressurreição, e por trás deles estava a igreja, vivendo junta e tendo tudo em comum, “louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo” (2.47; também 5.13). De alguma maneira, a vida da igreja, sentada ali como pano de fundo para a proclamação do evangelho, servia como testemunho para o evangelho. Isso fez com que muitos em Jerusalém vissem os santos com simpatia, o que parecia levar a mais conversões.

Eram esses dias em Jerusalém que Pedro tinha em mente quando, mais tarde, descreveu a igreja como povo, sacerdócio e nação “a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas”, vivendo vidas tão exemplares que os pagãos veriam as suas boas obras e glorificariam a Deus (1Pedro 2.9, 12)?

Nos capítulos iniciais de Atos e de 1Pedro 2, tem-se a sensação de ver a igreja como uma colmeia, uma bola de zumbido e doçura do fazer o mel, fervilhando com a entrada e saída de ocupadas abelhas operárias. A colmeia é essencial para o trabalho individual da abelha e para parte do trabalho coletivo. O que tudo isso pode dizer sobre a relação entre evangelismo e uma igreja?

Nenhuma analogia vai longe o suficiente e captura tudo. Vejamos se podemos resumir a relação entre a igreja e o evangelismo na Bíblia em quatro declarações sistemáticas, e depois perguntar quais lições práticas se aplicam às igrejas.

Veja quais são as declarações e as lições práticas lendo ao artigo completo:

Leia o artigo completo

SetembroOut2013Por Jonathan Leeman. Extraído do site www.9marks.org. Copyright © 2014 9Marks. Original: Connecting Evangelism and Church

Este artigo faz parte da versão de Setembro-Outubro de 2013, do 9Marks Journal.

Tradução: Alan Cristie. Revisão: Renata do Espírito Santo – © Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: www.MinisterioFiel.com.br. Original: Relacionando Corretamente Igreja e Evangelismo

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

Comentários estão fechados.