um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Pelo que William Tyndale viveu e morreu (Parte 5)

500 anos de Reforma Protestante

Em comemoração aos 500 anos de Reforma Protestante, o Voltemos ao Evangelho trará artigos semanais e biografias de diferentes reformadores: Girolamo Zachi (jan), Theodoro Beza (fev), Thomas Cranmer (mar), Guilherme Farrel (abr), William Tyndale (mai), Martin Bucer (jun), John Knox (jul), Ulrico Zuínglio (ago), João Calvino (set) e Martinho Lutero (out).

(Leia a Parte 1, Parte 2, Parte 3 e Parte 4 )

As palavras finais de Tyndale aos pastores

Suas palavras finais para nós nesta conferência sobre o tema “Como um Pastor Deve Morrer” são claras quando levamos em conta sua vida e seus escritos. Vou deixá-lo falar-lhes em suas próprias palavras a partir de seu livro The Obedience of a Christian Man [A Obediência de um Homem Cristão]:

Se Deus promete riquezas, o caminho é a pobreza. A quem ele ama, ele castiga, a quem ele exalta, ele derruba, a quem ele salva, ele primeiramente amaldiçoa, ele não traz ninguém ao céu, a não ser que ele o mande primeiro para o inferno. Se ele prometer a vida, antes ele mata, quando edifica, antes ele derruba. Ele não é um remendador, ele não pode construir sobre o fundamento de outro homem. Ele não trabalhará até que todos tenha musado remédio e chegado àqueles estados extremos, para que os homens vejam como a sua mão, o seu poder, a sua misericórdia, a sua bondade e a sua verdade, têm feitos tudo. Ele não permitirá que nenhum homem seja participante juntamente com ele de seu louvor e de sua glória.[59]

Vamos, pois, atentar diligentemente para onde nos chamam, para não enganarmos a nós mesmos. Somos chamados, não para disputar como os discípulos do papa, mas para morrer com Cristo para que possamos viver e sofrer com ele para que possamos reinar com ele.[60]

Pois, se Deus está ao nosso lado, o que quer que seja contra nós, sejam eles bispos, cardeais, papas ou quaisquer outros.[61]

Então, que a última palavra de Tyndale para nós seja a última palavra que ele enviou ao seu melhor amigo, John Frith, em uma carta antes de ser queimado vivo por crer e falar a verdade da Escritura:

A sua causa é o evangelho de Cristo, uma luz que deve ser sustentada com o sangue da fé… Se, quando somos golpeados por fazer o bem, sofremos pacientemente e perseveramos, isso é agradável a Deus; para esse fim somos chamados. Pois, também Cristo sofreu por nós, deixando-nos um exemplo de que devemos seguir os seus passos que não cometeram pecado. Por meio disso temos percebido o amor: por ele ter entregado a sua vida por nós; portanto, devemos ser capazes de entregar a nossa vida pelos irmãos… Não deixe seu corpo desfalecer. Se a dor estiver acima de sua força, lembre-se: “Tudo o que pedirdes em meu nome, eu vos darei”. E ore ao nosso Pai em nome de Jesus, e ele aliviará a sua dor, ou a abreviará… Amém.

#59 Tyndale, A Obediência de um Homem Cristão, p. 6.

#60 Ibid., p. 8.

#61 Ibid., p. 6.

Por: John Piper. © Desiring God Foundation.Website: desiringGod.org. Traduzido com permissão. Fonte: Why William Tyndale Lived and Died

Original: Pelo que William Tyndale viveu e morreu (Parte 5). © Ministério Fiel. Website: MinisterioFiel.com.br. Todos os direitos reservados. Tradução: Camila Rebeca Teixeira. Revisão: William Teixeira.

Comentários estão fechados.