um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Pastor, você corre perigo se ignorar estas três práticas

As exigências sobre um pastor são ótimas. Elas forçam cada pastor diariamente a escolher o que terá seu tempo e o que não terá.

Eu observei que esse processo de decisão sutilmente deixa de fora três áreas que muitos pastores admitem que não são essenciais, mas que se negligenciadas por um período mais longo podem ter efeitos prejudiciais significativos.

Por serem sutilmente negligenciadas, quando as consequências vêm, são difíceis de identificar.

Considere essas três áreas:

1) Falta de sono.

Sendo tão sábios e perspicazes quanto muitos pastores são, é incrível a quantidade de nós que pensamos que podemos funcionar em alto nível, tendo uma ou duas horas de sono por noite a menos do que realmente precisamos.

Pode haver um orgulho pecaminoso no trabalho quando compartilhamos “4/5 horas de sono e estou bem”. Enquanto isso, ficamos mal-humorados às 6 da tarde, adoecemos regularmente e regularmente damos às nossas famílias apenas sobras à noite.

Seja honesto sobre quanto sono você realmente precisa, então faça o que você precisar para descansar. Eu preciso de 8 horas por noite. Assim, eu vou conseguir.

E quanto a você?

2) Falta de exercício.

Isso se torna uma área de negligência mais perceptível quando os pastores ganham um monte de peso desnecessário. No entanto, o exercício regular não é apenas para gerenciamento de peso.

O exercício é um dos melhores aliviadores naturais de estresse que existe. Aumenta o seu nível de energia e é essencial para a sua saúde de maneira geral.

É incrível como alguém se sentirá mal (sei que eu me sentirei) se comer o que quiser e raramente se exercitar. Por causa do nível de estresse na vida típica do pastor, isso se torna mais ainda um aspecto essencial da vida do pastor, e nocivo quando negligenciado.

3) Falta de atenção espiritual à sua própria alma.

Os pastores passam muito tempo tendo que estudar para o próximo sermão ou estudo bíblico.

Há aquela devocional que você deve escrever para o boletim da igreja, ou um artigo para algum diário. Muito do nosso tempo de estudo e leitura é gasto nas tarefas de nosso chamado. Obviamente, a preparação de um sermão e a reflexão sobre a implicação teológica para uma situação de aconselhamento é espiritualmente frutífera e alimenta nossa alma com a palavra.

No entanto, descobri que há uma necessidade de escavar um tempo em que minha leitura de livros e o estudo da palavra de Deus sejam feitos exclusivamente para me concentrar em minha própria alma.

Não em um sermão.

Não em um ensino.

Não em um aconselhamento.

Precisamos ter certeza de que não estamos apenas orando pelo nosso rebanho, mas que um tempo concentrado é gasto orando pelo bem da nossa própria alma.

Uma vez que muito do que fazemos gira em torno da oração e do ministério da palavra, é uma armadilha fácil escorregar para onde tudo o que fazemos é preparação para alimentar os outros. Certifique-se de que há um livro que você está lendo, um salmo que você lê de manhã, ou um tempo de oração em seu dia que não tem nada a ver com qualquer outra coisa, exceto alimentar sua própria alma e ter comunhão com Cristo.

Estou de férias esta semana tentando honrar a minha palavra de usar todo o meu tempo de férias, por isso pretendo dar uma atenção especial a todas estas três áreas. Honestamente, avalie se você é negligente em qualquer uma dessas três áreas e faça os ajustes apropriados.

Estabeleça novos hábitos. Fidelidade consistente nessas áreas será essencial para a sua longevidade no ministério.

Por: Brian Croft. © Practical Shepherding, Inc. Website: practicalshepherding.com. Traduzido com permissão. Fonte: Pastors: Neglect These 3 Areas at Your Own Peril.

Original: Pastor, você corre perigo se negligenciar estas três práticas. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Tradução: João Paulo Aragão da Guia Oliveira. Revisão: Filipe Castelo Branco.

Comentários estão fechados.