Pastor, como você quer ser lembrado quando partir?

Nossa igreja recentemente cantou um hino de Joseph Hart e me lembrou do dia impactante em que fiquei diante de seu túmulo no cemitério Bunhill Fields, nos arredores da cidade de Londres. Esse cemitério fica fora dos limites da cidade porque esses túmulos são marcados como dissidentes (não conformistas), aqueles que não se submeteram à autoridade religiosa corrupta de seus dias.

No entanto, nesse cemitério você encontrará alguns dos pastores mais fiéis que proclamaram o evangelho em meio a dias difíceis. Homens como: John Bunyan, John Owen e o grande escritor de hinos Isaac Watts, todos têm túmulos marcados neste lendário local de descanso. Ver túmulos famosos ali não foi o que me causou mais impacto. Mas foi ver o túmulo do pastor menos conhecido – Joseph Hart. Fiquei mais profundamente impactado pela inscrição em seu túmulo singularmente diferente de tantos outros. A inscrição na lápide de Joseph Hart é a seguinte:

“Joseph Hart foi, pela livre e soberana graça e espírito de Deus, levantado das profundezas do pecado e libertado dos laços da mera profissão e farisaísmo, e levado a descansar inteiramente na salvação pela expiação consumada e perfeita obediência de Cristo”.

O túmulo de Joseph Hart captura a essência de quem somos em Cristo e por que nós, como pastores, nos entregamos ao ministério pastoral. Não é para o louvor dos homens, as recompensas terrenas que podemos receber, nem a fama e notoriedade que muitos pregadores populares recebem, especialmente em nossa cultura hoje. Nós trabalhamos, morremos um pouco a cada dia, e nos entregamos a esse trabalho de amor porque nós fomos,

“pela livre e soberana graça e espírito de Deus, levantados das profundezas do pecado e libertado dos laços da mera profissão e farisaísmo, e levadso a descansar inteiramente na salvação pela expiação consumada e perfeita obediência de Cristo”.

Queridos irmãos e companheiros pastores, não percam de vista para quem e pelo que trabalham ao pregar a Cristo e pastorear seu povo. Comece agora a considerar como você deseja ser lembrado. Você vai querer uma lápide como John Wesley (fora de Bunhill Fields) e tantos outros, com monumentos e palavras floridas que enunciam tudo o que você realizou para Cristo? Ou você deseja ser esquecido se isso significasse que Cristo não seria esquecido para as gerações futuras?

Por: Brian Croft. © Practical Shepherding, Inc. Website: practicalshepherding.com. Traduzido com permissão. Fonte: How should pastors want to be remembered when they are gone?

Original: Pastor, como você quer ser lembrado quando partir? © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Tradução: Paulo Reiss Junior. Revisão: Filipe Castelo Branco.

Comentários estão fechados.