um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Tenho que ir à igreja ou posso ouvir pregações online?

Se a vida espiritual vem através da Palavra de Deus (Isaías 55:10–11; Romanos 10:17; Tiago 1:21; 1 Pedro 1:23), por que não deixar a igreja para lá, com todos os seus aborrecimentos e apenas dedicar-se ao estudo da Bíblia? Pense no tempo que você pouparia, sem mencionar os problemas relacionais.

Ou, melhor, por que não baixar os podcasts dos três melhores pregadores a cada semana e ouvi-los? As chances são de eles serem melhores pregadores do que o velho pastor João da igreja do fim da rua. Posso ouvir um “amém”?

Suspeito que muitos cristãos devem ter uma vaga ideia de que há algo errado nesse conselho. Mas o fato de que esperamos tão pouco de nossos pregadores em termos de exposição bíblica, o fato de que poucos preciosos segundos são dedicados à verdadeira leitura bíblica em nossas reuniões semanais, o fato de que mal pensamos em não ficar acordados nas noites de sábado para não adormecermos no meio do sermão de domingo, sugerem que nós não compreendemos realmente o vínculo estreito que há entre ouvir a Palavra na igreja e o nosso crescimento cristão individual e coletivo.

Para os iniciantes, a Palavra de Deus cria a igreja, e não cristãos avulsos. Forma um grupo de crentes que estão unidos por uma aliança em um Senhor, uma fé, um batismo, e uma remissão de pecados. “Então, os que lhe aceitaram a palavra foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas”. (Atos 2:38, 41; 4:4; 6:7). A Palavra de Deus na verdade cria as igrejas locais. Nela, você e eu somos unidos a outros cristãos, e a igreja local é o lugar no planeta terra onde demonstramos e praticamos a unidade gerada na Palavra.

Portanto, você verá que o entendimento e a obra viva da Bíblia têm um maior benefício no contexto de membresia da igreja. Seguem sete motivos para que o nosso crescimento esteja centralizado no ouvir a Palavra de Deus no contexto da igreja local:

1. Pela obediência. O autor de Hebreus diz aos seus leitores, “Consideremo-nos também uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima”. (Hebreus 10:24–25). Como podemos animar e encorajar outros quando nós nos reunimos? Com a Palavra de Deus. É isso que vemos a igreja primitiva fazer—reuniam-se para ouvir e encorajar: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações”. (Atos 2:42).

2. Para receber os dons de Jesus. Paulo nos diz que depois que Jesus ascendeu aos céus, ele deu dons de pastores e mestres para sua igreja (Efésios 4:8– 11). Seus presbíteros são presentes. Eles são melhores do que qualquer presente que você possa encontrar em uma árvore de natal, porque com seus dons eles vão edificar a você e seus irmãos e irmãs em Cristo até que vocês alcancem a maturidade, unidade, e a medida da plenitude de Cristo (vv. 12–14). Pense nisso: Jesus o ama tanto que pegou um monte de homens pelo colarinho, os tirou de suas carreiras, e lhes disse para dedicarem suas vidas para servir você e seus amigos cristãos favoritos através do estudo e do ensino da Bíblia — toda semana. Você não fica maravilhado? E mesmo se o pastor famoso do podcast for um pregador melhor, ele não conhece a sua congregação e ele não está aplicando a Palavra a você como faria o velho pastor João.

3. Pelas ilustrações vivas da Palavra. Paulo escreve, “Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós”. (Filipenses 3:17; 2 Timóteo 3:10–11). Paulo quer que os cristãos tenham palavras e ilustrem essas palavras. Precisamos de uma comunidade eclesiástica ao nosso redor para nos exemplificar a mensagem. Pastores, em especial, devem vigiar sua “vida e doutrina”.

4. Pelas amizades divinas. Imitamos e seguimos os nossos amigos, adotando sua linguagem e padrões de vida. Gastamos dinheiro onde eles gastam dinheiro. Criamos nossos filhos como eles criam seus filhos. Oramos como eles oram. Os amigos de fora da igreja certamente são valiosos, mas as amizades que temos na igreja serão feitas pela mesma ministração da Palavra, dando-lhes a oportunidade de estender aquela ministração com mais atenção um sobre a vida do outro durante a semana.

5. Pelo aprendizado sobre como alinhar nossos corações ao coração de Deus por meio da canção. O cantar é uma atividade na qual a Palavra de Deus agarra nossos corações e alinha as nossas emoções e afetos com as dele. Portanto, as canções de uma igreja devem conter nada mais do que as palavras, paráfrases ou verdades das Escrituras. As igrejas cantam juntas porque isso nos ajuda a ver que os louvores, as confissões e as resoluções do nosso coração são compartilhados. Não estamos sozinhos.

6. Pelo aprendizado da oração. Se Deus alinha nossos afetos e emoções à sua Palavra pela canção, ele nos ensina a alinhar nossas vontades e ambições à sua Palavra através da oração. Aprendemos a orar biblicamente ao ouvir a oração dos santos irmãos mais velhos. As orações do cristão entram em conformidade com as intenções da Palavra de Deus. Assim, vamos adorar, confessar, agradecer e pedir por coisas que a sua Palavra revela.

7. Pelos não cristãos e pelo Evangelho. Pergunte a qualquer não cristão o que aconteceu em uma reunião de igreja que ele tenha ido, e (esperamos que) ele ou ela relate que a Palavra de Deus foi discutida, e talvez tenha sido tocada (leia 1 Coríntios 14:24). Paulo lembra os gálatas de que eles receberam o evangelho quando Cristo foi publicamente exposto por meio da pregação como crucificado (Gálatas 3:1). A reunião centralizada na Palavra é onde Deus colocou uma embaixada entre as nações para declarar: “Jesus é o Senhor. Volte-se para Ele”.

Portanto, escute com atenção aos domingos. Faça anotações. Depois, discuta a passagem com sua família. Que suas orações sejam guiadas pelos pontos principais da pregação durante o resto da semana. Encoraje seus presbíteros com a oração. E, assim, agradeça a Deus por sua Palavra, sua igreja, e seus ministérios. Que presentes incríveis.

Por: Jonathan Leeman. © Ligonier Ministries. Website: ligonier.org. Traduzido com permissão. Fonte: Listening to God’s Word in the Church.

Original: Tenho que ir à igreja ou posso ouvir pregações online? © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Tradução: Isabela Siqueira. Revisão: Vinícius Musselman Pimentel.

21 Comentários
  1. Leo Barbosa Diz

    Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia.
    Hebreus 10:25

  2. Anônimo Diz

    "O grande problema dessa pergunta é que ela ignora a questão coletiva do cristianismo – é o cristianismo egoísta e individualista que está presente em tantos lugares."… Talvez o grande problema seja a visão rasa de que somente numa "templo" a Igreja se faz presente… o conceito de coletividade do Cristianismo não pode se restringir apenas a uma ligar físico, ignorando a significância da coletividade espalhada no mosaico cristão que se desenha através do próprio Deus.
    Afirmar que somente na reunião de domingo, num prédio é que a Palavra de Deus pode ser ouvida é uma visão muito simplista.

  3. Frederico Fiuza Diz

    Bem, é mais uma dúvida do que uma afirmação, pois não fiquei suficientemente satisfeito com a explicação Leenan, pois o que nos une é o Espírito Santo, e não uma aglomeração de pessoas juntas, e o local no mundo onde mostramos nossa unidade (de fé, práticas e pensamentos), é no mundo, pois somos sal da terra e luz para o mundo, fomos chamados a dar exemplo e praticar o cristianismo nos “becos e valados” e não nos bancos da igreja.

    Minha dúvida seria a seguinte, não seria Cristo suficiente para minha salvação? Não seria Cristo a única necessidade do Cristão, em relação a salvação e manutenção da fé?

    Não nego o fato que quando em Cristo sentimos a necessidade de estar com outros irmãos, isso é inegável! Mas será que isso só pode ser satisfeito cedendo aos preceitos de uma instituição? Só consigo estar com os irmãos e ter em comum, a fé, práticas e pensamentos, apenas quando estou debaixo de uma placa denominacional ?
    Isso me aflige, sofri numa instituição, doeu muito! Temo passar por tudo de novo, apesar de já estar indo para outra denominação, mas vou com muitos receios… Será que vou ser obrigado a sofrer tudo o que sofri em detrimento a ficar com os irmãos debaixo de uma mesma placa? Espero que dessa vez não…

    1. Samuel Farias Diz

      O que ocorre Frederico é que a Bíblia cita que os Apóstolos no começo do ministério viviam em comunhão(Atos 2.42)

      O que ocorre é que quase impossível uma comunhão se cada um se “tratar avulso”,nunca haverá um apoio maior para um fortalecimento.

    2. @doramiguel99 Diz

      Entendo o que vc diz pois aconteceu comigo, no entanto meu irmão que lembrar q somos tentados a todo instante e a bíblia não isenta o local da igreja. Temos que continuar focados no q Deus diz e não no que vemos ou ouvimos de Senaqueribe, entende? A fé vem pelo ouvir a PALAVRA que flui de onde vc está, temos que procurá-la e obedecer antes de tudo, e, se Deus diz que devemos congregar, então não questionemos: vamos congregar. Se o teu irmão te feriu o que diz a palavra de Deus a esse respeito? Temos q ter a palavra de Deus como um todo e não só partes… Espero que o irmão continue congregando em sua igreja com a mente renovada (Romanos 12.2). Ore por mim e eu oro por você e que eu tb possa me manter firme na rocha… ninguém é infalível, mas Deus é!!

    3. Gnbvd Diz

      As placas denominacionais so causam divisão, veja o que mario persona diz em o evangelho em três minutos ou em o que respondi. Mário Persona

  4. Paulo Ricardo Dos Santos Diz

    Acho que as pregações online são um complemento pra pregação do meu pastor ou irmãos…porque a pregação online eu escolho o que vou ouvir, mas na pregação da igreja, Deus escolhe o que eu vou ouvir. E a sucessão da pregação, o momento de oração após a pregação, ah, isso é impossível de substituir!
    Gosto muito de ouvir John Piper, Paul Washer, Paulo Junior e Leonard Ravenhill, dentre outros, em momentos que me sinto triste ou quando me distraio na internet…mas eu jamais trocaria a comunhão da igreja e a pregação dos meus irmãos pela deles! eu preciso ouvir palavras que venham de Deus através de pessoas que estão diante de mim….

  5. Gilmar Diz

    O problema é a o que se entende quando se fala “Igreja”.
    Não dá pra viver sem se reunir, mas essa reunião, definitivamente, não precisa ser em um templo aos domingos.

  6. Luciano Santana Dos Santos Diz

    Gosto muito de escutar pregações online. Creio que ela não substitui de forma alguma a igreja local, a participação comunitária. Mas é ótimo poder escutar pregadores que tem zelo pela palavra de Deus, e o servem com dedicação e disciplina.

  7. Marcelo Gandia Diz

    subscrevo as palavras do leitor carlos marchiorato. Pois a imagem da igreja no sentido neotestamentário não aponta para edifícios de tijolos, tornando tal identificação como lamentável, por mais sagrada que sejam suas programações ou sublimes sua arquitetura. A Igreja no Novo Testamento destaca o caráter essencialmente espiritual da Igreja como uma criação do Espírito Santo e a posição Central de Cristo como fundamento e pedra singular. O problema é que pastores, missionários, diáconos, seminaristas, crentes e as escolas teológicas insistem nessa ideia simplista esquecendo-se de que o primeiro mártir Estevão morreu por atacar essa ideia. Esquecem-se de Pedro que diz que somos pedras vivas e não paredes mortas. O duro é ter que ouvir todo domingo essa baboseira.

    1. Frederico Fiuza Diz

      Eu sofro muito com isso, muito mesmo… na minha concepção (posso estar muito enganando e espero esclarecimentos, só ler acima), tentam “trancafiar” Deus na Instituição, pregam que crente sem “igreja”, não é crente, sendo assim, limitam a comunhão com os irmãos a uma instituição… será que para ter comunhão com os irmãos eu preciso sofrer com ora legalismo, ora liberalismo? Será que tenho que ficar vendendo minha consciência frente aos erros para permanecer lá, em detrimento as verdades da Palavra ?

      Sei que eu não sou perfeito, e não posso esperar perfeição de ninguém, mas cansei desse sofrimento, já me feri muito, estou tentando me recuperar… estou cansado de “vc já foi fiel ao Senhor?” referindo aos dízimos, estou cansado “braza fora da fogueira apaga”, se vc trabalha a semana toda e só pode ir um dia na igreja….

      Quero estar com os irmãos, quero muito mesmo, tanto é que estou indo a outro lugar contando que o amor me faça suportar, mas estou temeroso, MUITO….

      Acho que foi por isso que os “Os servos do dono do campo” queriam separar logo, trigo e joio, mas não foi feito,(Mt 13:24 afinal há um propósito para todas as coisas…

      Os servos do dono do campo

      Mateus 13:27
      Os servos do dono do campo

      Mateus 13:27
      Os servos do dono do campo

      Mateus 13:27

    2. Fernando Fausto Da Costa Diz

      eita…vc mesmo respondeu aos seus questionamentos…
      impossível ficar longe do corpo….rsrs
      igreja somos nós.
      ..

  8. Lútero Luango Diz

    Gosto muito de ouvir vários pregadores, mas ir a igreja é indispensável…

  9. Lútero Luango Diz

    Gosto muito de ouvir vários pregadores, mas ir a igreja é indispensável…

  10. Lútero Luango Diz

    Gosto muito de ouvir vários pregadores, mas ir a igreja é indispensável…

  11. Paulo André Ribas Corrêa Diz

    Na verdade, ele não falou que cultuar a Deus deve ser estritamente em uma igreja. Ele apenas mostrou porque é importante cultuar a Deus em uma igreja. Quando um crente deixa vim a igreja para escutar a palavra de Deus ministrada pelo pastor, que é usado pelo mesmo Deus que usa o "pregador da internet" (assim espero), ele se torna um crente vadio, estagnado, sem doutrina. Se a igreja não fosse uma instituição permitida por Deus, pode ter certeza de que, Ele não permitiria que ela estivesse em "pé" ainda. A Bíblia diz que, onde estiver dois ou três reunidos no nome Dele, ali Ele estaria. Minha conclusão é essa: Não deixe de frequentar a igreja, faça cultos domésticos, leia a Bíblia, ore, veja pregações pela internet. Mas lembre, não há clima melhor do que cultuar a Deus em uma igreja.

  12. Fernando Fausto Da Costa Diz

    somos o corpo e Cristo o cabeça….não dá para ficar fora do corpo, inevitavelmente ela se expressa em uma instituição…as vezes a instituição deixa de ser igreja…e passa a ser um local de reuniões, mero local de encontros…joio e trigo misturado, rsrs

  13. Felipe Lima de Sousa Diz

    As igrejas locais podem ter muitos problemas que tirem o ânimo e a fé de alguns no culto em um templo, mas devemos lembrar que em tudo Jesus foi nosso exemplo. Mesmo com todos os problemas religiosos da igreja daquela época, Jesus estava sempre lá. Estava sempre cultuando. Estava sempre no Templo. E se Jesus fez pra dar o exemplo, pra mim isso basta. Não importa o resto. Jesus estava dizendo claramente, é necessário que o corpo de Cristo viva em união. Se não se suportarem no Terra, quanto mais no céu.

    1. Rodrigo Oliveira Diz

      Nao existia igreja na epoca de Cristo. Jesus era da lei, entao tinha que cumprir a lei, por isso ia ao templo. O cristao deve se apartar do erro, segundo Paulo, nao se envolvendo com doutrinas vâs.Por isso, se no lugar onde voce se reune, o que fala ou lidera fala coisas antibiblicas, aparta te dele. Nao sei como fazer isso sem frequentar o local.

  14. Paulo Sala Diz

    Pertencer ao Corpo de Cristo é fundamental. Pertencer é agir junto com o Organismo, meu braço ou perna não podem visitar meu corpo. Gosto de ver ou ouvir mensagens que saem do Coração de Deus através de seus servos, mas viver junto com minha Família Espiritual é fundamental.

  15. Rodrigo Oliveira Diz

    è importante se juntar aos irmaos que creem em Jesus ? sim. Vemos esta pratica no periodo apostolico ? sim. Mas tambem vemos que Paulo diz para nos apartarmos do erro. Entao, é preciso tomar muito cuidado com quem voce se reune. Ouvir a palavra na igreja ? discordo frontalmente, a igreja é onde tiver 2 ou 3, se voce e sua mulher, seu filho se reunirem para ouvir a palavra debaixo de uma arvore, ai está a igreja. A igreja nao é um local fisico. A igreja é o conjunto dos salvos por cristo estando aqui no Brasil ou na lua. O unico motivo para essa insistencia de uma pessoa ter que sair de casa para ir a um lugar é arrumar um motivo para voce dizimar, ou seja, mais um modo de colocar o crente desavisado debaixo da maldiçao da lei.

Comentários estão fechados.