A glória eterna que aguarda os filhos de Deus

Joel Beeke mostra as maravilhas da glória eterna que esperam os crentes no novo céu e na nova terra.

Texto base: Ap 21.1-8

Esta vida é apenas a capa e a página de título de nossas vidas. O primeiro capítulo começa nos novos céus e nova terra e cada capítulo é melhor que o anterior. O mundo busca a utopia, mas a terra perfeita só virá pelo decreto do Pai, pela salvação através do Filho e regeneração do Espírito.

De quem é esta utopia?

Esta utopia é a utopia de Deus. V. 5: “E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas.”

Somente Deus pode trazer a perfeição. Os homens olham para a educação, para melhores leis para gerarem a utopia, mas só Deus pode trazê-la. Deus pode fazer um novo mundo e ele já o está começando agora pela obra do Espírito. “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas” (2Co 5.17). Hoje vivemos entre o já e o ainda não, crescendo em santidade, mas lutando contra o pecado; mas um dia tudo será feito novo.

Como irá acontecer?

João afirma que haverá um novo céu e nova terra, mas essa nova terra não é uma terra totalmente diferente. O termo em grego significa novo, mas não significa outro. É um novo mundo, mas não um outro mundo. Jesus fala sobre uma era futura de regeneração (Mt 19:28) – não algo absolutamente diferente, mas uma regeneração. Será um mundo físico e nós teremos corpos físicos ressurretos e imortais.

Neste novo mundo, João fala que Deus e Cristo estarão presentes em todo lugar: a cidade santa descia e o tabernáculo estará conosco – Deus habitará plenamente conosco. A presença de Deus será tangível e a fé se tornará em vista e veremos o Rei em sua beleza. Hoje, vemos como por um vidro embaçado, mas lá, face a face (Ap 22.4). Os anjos cobrem suas faces, mas nós seremos tão perfeitos quanto Cristo e poderemos contemplar a Deus face a face.

João fala, então, que “o mar já não existe”. Isso pode ter 5 significados: (1) não haverá mais separação de tudo que amamos; (2) não haverá mais perigo – todo mal estará fora e todo bem, dentro; (3) não há mais instabilidade – imprevisibilidade do mar; (4) não haverá mais conflito – interior e exterior; (5) não haverá mais sofrimento, dor ou pecado – não há nenhum negativo, mas os positivos são ainda melhores.

Acima de todas essas coisas, o céu é comunhão perfeita com o Deus Trino e para sempre nos regozijaremos em seu sorriso, banharemos em sua glória e festejaremos em sua presença. Deus é um Deus preparador. O Pai prepara a eternidade, o Filho, o local e o Espírito, as pessoas.

Quem estará lá?

V.7-8: “O vencedor herdará estas coisas, e eu lhe serei Deus, e ele me será filho. Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.”

Enquanto passamos por essa vida, ou vencemos o domínio do pecado ou somos vencidos. Sim, ainda pecamos, mas o pecado não tem mais domínio sobre o cristão. A diferença entre o crente e um descrente, dizia John Owen, é que o pecado abraça o crente, mas o descrente abraça o pecado.

Se essa vida é tão curta, por que viver nos prazeres desta vida? Sua pequena vida neste mundo determinará seu destino eterno. Isso é extremamente sério e a eternidade é extremamente longa. Pare de se esconder do Deus onipresente.

Veja outros vídeos da Conferência Fiel 2014

Acompanhe às reprises da Conferência Fiel 2014, onde estamos estudando nas Escrituras “A Obra do Espírito Santo”.

Por: Joel Beeke. © 2014 Ministério Fiel. Original: A glória eterna que aguarda os filhos de Deus

Gravado na Conferência Fiel 2014.

1 comentário
  1. Jose Jocélio Santana Rocha Diz

    Olha sinceramente, se não crermos que iremos para o céu, não cremos em Deus, Jesus fala claramente ( Eu virei e vos levarei para mim mesmo) quando ele fala na palavra ”levar”, se entende isso como uma viagem e não como uma permanência onde já estamos. A palavra de Deus é imutável, quando ele fala novos céus e nova terra, ele esta fazendo referencia ao lugar que ele esta preparando para os salvos, e não no conserto desse planeta terra em que vivemos,até porque a Bíblia fala que este munda já é do maligno.

Comentários estão fechados.