um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Passado, Futuro e o Evangelho

O Salmo 132 é o maior dos cânticos de romagem. Ele conecta o passado, o presente e o futuro em um grande poema de gratidão e esperança. Quando cantavam esse salmo, os peregrinos podiam dizer, uns para os outros, fatos do passado e ao mesmo tempo descansar nas promessas de Deus.

A mensagem do Salmo 132 é profundamente relevante em nossos dias por dois motivos básicos. Em primeiro lugar, vivemos numa época que supervaloriza o “moderno” desprezando os paradigmas do passado. Por outro lado, há aqueles que vivem “como se não houvesse amanhã” – como diz a canção da banda Legião Urbana.

Através do Salmo 132, o Espírito Santo nos ensina sobre os feitos de Deus no passado e abre o horizonte da esperança. Vejamos, pois, o que esse precioso salmo nos ensina.

O passado

Enquanto subiam para Jerusalém, os peregrinos faziam um exercício de memória. Eles cantavam as promessas que Davi jurou perante o Senhor. Eles lembravam da obediência de Davi e seu zelo pelo culto de Deus. O interesse de Davi era tão intenso que nenhum esforço foi negado no afã de recuperar a arca do Senhor.

A arca era um caixa de madeira e ouro com grande significado para a piedade do povo. Em dado momento, a arca foi tomada pelos inimigos de Israel, mas Davi, com força e intrepidez, recuperou esse grande símbolo da religião do povo de Deus.

De acordo com o Salmo 132, a recuperação da arca provocou no povo uma grande renovação litúrgica. Cheios de alegria, o povo de Deus, se deleitava da adoração humilde diante do Senhor. Sacerdotes e peregrinos juntavam as vozes em louvor misturando com preces em favor do ungido de Deus. O povo estava envolto numa atmosfera bela e santa de alegria em Deus!

Por várias gerações os peregrinos aprenderam a cantar este salmo. Dessa forma, eles garantiam que essa rica tradição passasse de uma geração para outra. Eles não eram um povo sem memória, antes, o passado tinha um lugar especial na piedade deles. Da mesma forma, precisamos lembrar que existe uma nuvem de testemunhas que nos precedem, irmãos valorosos que nos ensinam sobre fidelidade, coragem, alegria em Deus e adoração genuína.

O futuro

O Salmo 132 respeita a tradição, mas não é “tradicionalista.” Os peregrinos não eram excessivamente nostálgicos ao ponto de negar o progresso do tempo e da história da redenção. O Salmo 132 é um cântico de esperança que não nega o valor do passado.

No radar da esperança dos peregrinos estavam as promessas de Deus feita a Davi sobre o triunfo da sua semente no mundo. A nação e a cidade se envolvem com essas promessas e cantam sobre elas com vigor e entusiasmo. Não é só o passado que é importante, o futuro também é importante. Deus prometeu salvação, livramento do mal, descanso e reversão dos efeitos da queda no mundo.

Os cristãos quando cantam o Salmo 132 dão um relevante testemunho de esperança em um mundo que vive em desespero. Os atos de Deus no passado estão entrelaçados com promessas de salvação, descanso e restauração. O Salmo 132 é uma miniatura do grande eixo criação-queda-redenção!

O Evangelho

Deus fez promessas a Davi que encontraram seu cumprimento em Jesus Cristo de Nazaré. O rei Davi era apenas um tipo do Rei. Jesus é o profeta, sacerdote e rei. Nele encontramos a verdade, o perdão e a autoridade benfazeja de Deus. O que Jesus fez em nosso lugar nos garante redenção, descanso e esperança. Somente aqueles que confiam em Jesus podem cantar o Salmo 132 em seu significado pleno.

Se você se sente como um ser-jogado no mundo, sem passado e sem futuro, atente para a mensagem do Salmo 132. Davi foi fiel e Deus fez promessas de redenção. Jesus, o Filho de Deus, cumpriu perfeitamente as exigências da lei em nosso lugar e trouxe a redenção prometida a Davi. Quando confiamos em Jesus, não apenas podemos cantar o salmo 132, antes, com grande deleite de alma, podemos experimentar as promessas de paz, descanso para alma e o senso de que a história possui um rumo, a saber, a restauração de todas as coisas.

Volte-se para Jesus Cristo com fé e arrependimento! Somente assim você terá um senso do passado e do futuro em uma rica conexão de gratidão e esperança!

Por: Francisco Macena. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: Passado, Futuro e o Evangelho.

Comentários estão fechados.