um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

O Memorial de Guerra (A arte da Guerra para Mulheres)

Conte a sua história

“Então, lhes direis que as águas do Jordão foram cortadas diante da arca da Aliança do Senhor; em passando ela, foram as águas do Jordão cortadas. Estas pedras serão, para sempre, por memorial aos filhos de Israel.” Josué 4.7

Ao contarmos às novas gerações o testemunho do poder de Deus, imprimimos em suas mentes e corações a confiança de que sempre seremos guiadas por Deus.

Sim, nosso Deus anda no meio de seu povo, ele vai a frente, mas também protege nossa retaguarda. Sim, ele anda conosco, no meio de nós. Emanuel[i].

Entre uma batalha e outra, quando a guerra cessar é bom que você possa se recordar cada luta vencida. Lembre-se de onde veio a sua força[ii]. Quem te protegeu e sustentou. Medite[iii] na palavra de Deus que nos guia. Confie nas estratégias[iv] de guerra do Senhor dos Exércitos. Guarde no coração as vitórias. Não deixe de anotar as grandes dificuldades e a geografia por onde caminhou. Cada vale[v] enfrentado com fé com certeza te fez uma guerreira mais bem preparada. Cada montanha transpassada que fortaleceu os músculos da sua fé em seu salvador. Lembre-se dos abrigos que o Senhor dos Exércitos providenciou nas grandes dificuldades. Pense em como foi possível enfrentar os gigantes. Recorde cada irmão que o Senhor providenciou para andar ao seu lado: consolando[vi], edificando, ensinando.

Edifique um memorial que estampe em sua mente o vigor e a força do Todo-Poderoso Deus pelos campos de batalha.

Nós não andamos sozinhas, não lutamos com nossas próprias forças, nós temos um Senhor dos Exércitos que batalha por nós, que vai a nossa frente[vii], que fere o inimigo até apagar a influência dele em nossa terra prometida.

O que um memorial de guerra pode fazer por nós?

Um memorial vai te dar um profundo relacionamento com Deus — algumas lutas são muito particulares, como por exemplo, aquelas que acontecem em lugares ocultos de nossos próprios corações, ali onde apenas você e Deus conhecem. Então, poder recordar-se das maravilhas que Deus fez por você, fará com que você crie um profundo relacionamento com Deus. Uma cumplicidade entre Pai e filha que lhe trará deleite e aumentará sua confiança nos cuidados dele por você.

Um memorial vai fortifica sua fé no Salvador — Lembrar-se do poder de Deus em meio as guerras vai manter sua fé afiada como uma espada cortante. A fé não permitirá que você foque nas dificuldades, ela fará que você mire no céu onde está nosso Senhor[viii].

Um memorial vai resgatar sua alma do abatimento — No dia em que estiver perdendo as forças por causa do cansaço das muitas lutas, ter um memorial do que Deus tem realizado em sua vida será um estímulo para seguir em frete.

Um memorial vai renovar sua esperança na graça futura[ix] — Sempre que você olhar para as promessas que o Deus Altíssimo já cumpriu você vai ter suas esperanças renovadas para a vida na terra prometida, diante do trono de Deus.

Um memorial vai suscitar louvores em sua alma! — Louvores brotam de lábios que amam, brotam dos corações agradecidos[x]. Quanto mais andamos com Deus em meio as batalhas, mais o conhecemos. Conhecer o Deus que nos protege e guia pelos campos de batalha nos fará abrir a boca para louvá-lo em sua grandeza e majestade. Mas, se sua batalha ainda não sessou, você pode louvá-lo por fé.

Um memorial vai fazer você confiar na volta de Cristo[xi]! — Maranata! O mais importante do memorial é Cristo. Ele não vai nos abandonar nesse mundo tenebroso em meio as lutas. Cristo é o mesmo hoje e sempre. Ele está conosco hoje. Ele virá nos resgatar. Nós viveremos com Jesus Cristo eternamente.

Celebrando as vitórias

“Este dia vos será por memorial, e o celebrareis como solenidade ao Senhor; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.” Êxodo 12.14

Quando o anjo do Senhor passou na terra do Egito matando todos os primogênitos dos egípcios e livrando todos os israelitas da escravidão foi deixada uma ordenança para que fosse celebrada a vitória de geração em geração.

Venha celebrar e se alegrar no Deus da nossa salvação!

Avente, ovelha!

 

[i] Mateus 1.23 Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco).
[ii] Êxodo 13.3 Disse Moisés ao povo: Lembrai-vos deste mesmo dia, em que saístes do Egito, da casa da servidão; pois com mão forte o Senhor vos tirou de lá; portanto, não comereis pão levedado.
[iii] Josué 1.8 Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.
[iv] 1 Samuel 17.47 Saberá toda esta multidão que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra.
[v] Salmos 23.4 Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.
[vi] 2 Coríntios 7.6 Porém Deus, que conforta os abatidos, nos consolou com a chegada de Tito.

João 11.19 Muitos dentre os judeus tinham vindo ter com Marta e Maria, para as consolar a respeito de seu irmão.
[vii] Êxodo 13.21 O Senhor ia adiante deles, durante o dia, numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite. Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite.
[viii] Colossenses 3.1-2 Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra.
[ix] Isaías 56.5 Darei na minha casa e dentro dos meus muros, um memorial e um nome melhor do que filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que nunca se apagará.
Isaías 66.22 Porque, como os novos céus e a nova terra, que hei de fazer, estarão diante de mim, diz o Senhor, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome.
Apocalipse 21.34 Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram.
[x] Mateus 21.16 Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e crianças de peito tiraste perfeito louvor?
[xi] Lucas 22.19 E, tomando um pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim.

Por: Renata Gandolfo. © Voltemos ao Evangelho. Website: voltemosaoevangelho.com. Todos os direitos reservados. Original: O Memorial de Guerra (A arte da Guerra para Mulheres).

Comentários estão fechados.