um site cristão por Cristo e pelo Evangelho

Pregando Cristo no Antigo Testamento (1)

Esta é uma série de postagens sobre como pregar a Cristo no Antigo Testamento. Muitos tem pregado de forma errada usando o Velho Testamento para pregações moralistas ou de auto-ajuda. Pregador, quer aprender a pregar com base no Antigo Testamento? Esta série de postagem lhe dará uma boa introdução.

| Parte 1 | Parte 2 | Parte 3 | Parte 4 | Parte 5 | Parte 6 | Parte 7 | Parte 8 | Parte 9 | Parte 10 |

“E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.” (Lucas 24:27)

Algum tempo atrás falamos sobre formas erradas de se ler as Escrituras. A postagem gerou certa controvérsia, principalmente tendo em vista que nossa geração cresceu ouvindo sermões biográficos moralistas.

Como assim? Sermões biográficos moralistas?

Tenho sua atenção, agora? Para entender melhor o que estamos falando, veja o vídeo abaixo onde Matt Chandler fala como podemos ler a Bíblia à luz do Evangelho, usando o exemplo da história de Davi e Golias.

Por Matt Chandler © 2012 LifeWay Christian Resources. All Rights Reserved.

Tradução e Legenda por iPródigo.

Por fim, considere o que Spurgeon disse sobre pregar a Cristo em todos os textos:

Um jovem tinha pregado na presença de um respeitável teólogo, e ao final foi até o velho ministro e disse: “O que você achou do meu sermão?”.

“Em cada texto da Escritura há uma estrada para Cristo.” (Spurgeon)

“Um sermão muito pobre de fato”, ele disse.

“Um sermão pobre?”, disse o jovem, “ele me custou um longo tempo de estudo”.

“Sim, disso eu não duvido”.

“Por que você não acha que minha explanação do texto é muito boa?”.

“Oh, sim,” disse o velho pregador, “é muito boa de fato”…

“Diga-me porque você o considera um sermão pobre?”

“Porque,” disse ele, “não há Cristo nele”.

“Bem”, disse o jovem, “Cristo não estava no texto; nós não devemos pregar Cristo sempre, nós devemos pregar o que está no texto”.

Então o idoso disse: “Você não sabe, rapaz, que de cada cidade, cada vila ou vilarejo na Inglaterra, onde quer que esteja, há uma estrada para Londres? … Da mesma forma em cada texto da Escritura, há uma estrada… para Cristo. E meu caro irmão, seu trabalho é, quando chegar a um texto, dizer: ‘Então, qual é a estrada para Cristo?’ e então pregar o sermão, percorrendo a estrada até… Cristo. E… eu nunca encontrei um texto que não possuísse uma estrada para Cristo, e ainda que eu ache um que não tenha uma estrada para Cristo, eu faria uma; eu passaria por cima de cercas e valas, mas eu chegaria a meu Mestre, pois um sermão não pode fazer nada de bom a menos que tenha o perfume de Cristo nele

Nas próximas semanas veremos a base bíblica deste entendimento. Se você quiser devorar o assunto antes, recomendamos a leitura deste artigo.

90 Comentários
  1. Caio Diz

    Que precioso!

  2. Matheus Bertoluci Diz

    Que Top, eu já tinha ouvido falar nisso, em todos nossos sermões, Cristo tem que ser o alvo, a chave, a ESTRADA, este anexo da Mackenzie vai ser meu próximo estudo, Parabéns VE, trazendo a cada dia alimento extra para as nossas vidas ! ;D

  3. Hélio Diz

    A beleza da Teologia do pacto. Isso é lindo!

    1. Airton Cláudio Diz

      (:

  4. R.S. Cavelo Diz

    grande explanação,spurgeon de facto via Cristo em toda escritura.

  5. Celso Conceição Diz

    Excelente!

    Cristocentricamente correto!

  6. Vinícius S. Pimentel Diz

    O artigo da revista “Fides Reformata” é simplesmente indispensável!

    1. Vinícius S. Pimentel Diz

      Ah, e a imagem ficou excelente =)

  7. felipe Diz

    verdade quantas pregações eu não ouvi dessa maneira e até hoje se ouve muito por ai,Deus abençoe VE e que Cristo seja glorificado.

  8. Gaby Diz

    Graças a Deus, eu tinha lido a série sobre leitura da bíblia, e pude começar a ver Cristo em cada detalhe da bíblia. O mais maravilhoso, é que quando assisto ao “Rei Davi” da record, eu vejo o esforço em mostrar somente o homem e não Cristo, mesmo assim eu vejo Cristo tão claramente! Como eu não podia ver antes? Como??

  9. joao caio oliveira da silva Diz

    LINDO SERMÃO

  10. P. Guilherme Diz

    Realmente este texto é sem dúvida algo maravilhoso; ao ver que toda a biblia fala do nosso salvador Jesus Cristo. Isto é o que me adimira no reverendo C. h. spurgeon, ele sempre encontrava um meio para levar-nos até Cristo e nos colocar aos seus pés.

  11. Eduardo Diz

    Interessante, ainda esta semana eu conversava com um jovem na minha igreja, sobre avivamentos e coisas afins, e eu lhe dizia: Se quisermos que o verdadeiro e real avivamento chegue até nós, não podemos pregar avivamento, não podemos ensinar sobre avivamentos – com o objetivo que o avivamento se estabeleça simplesmente porque todos sabem o que é um avivamento – mas devemos pregar a Cristo e orar para que Deus derrame da sua graça. E ele me respondeu: Mas isso seria enfadonho, todos os sermões sobre Jesus.

    Sem nenhum demérito ao jovem, tomei esse exemplo apenas para ilustrar como as pessoas pensam nos dias atuais: Um evangelho pragmático, e com base na auto-ajuda.

    O referido jovem chegou a nossa congregação a pouco tempo, vindo de uma igreja neopentecostal adepta da teologia da prosperidade e apresenta muito desejo de conhecer o evangelho sem esses desvios. Ao final pude conversar com ele, por mais de uma hora, sobre como devemos ter a nossa vida e mente voltados, inteiramente, para Cristo.

    Que possamos voltar ao genuíno evangelho.

  12. lúcio Bezerra Diz

    Cristo, sim, é quem vence o gigante.

  13. Pry Coradete Diz

    Lindo e preciso!

  14. Thiago Alvim Diz

    Glória a Deus !

  15. Wagner Diz

    não gostei, muito pobre pro meu gosto esperava algo mais profundo, então devo crer que , a morte e o pecado eram maiores que Jesus, pq golias era maior que davi, comparação muito pobre, entendo que temos que pregar a Cristo através de kd texto, mais essa explanação francamente……., e não sou contra vc usar um texto pra trazer consolo pra alguem, a profecia não serve pra exortar, consolar ou edificar? Então não enfrentamos gigantes todos os dias, e não somos mais que vencedores, ate pq davi venceu o gigante atraves do poder de Deus, e todas as nossas vitorias contra o gigante não é atraves do poder de Deus? Espero mais do proximo post.

    1. Airton Cláudio Diz

      Não vejo isso como horrível: Você está olhando para as coisas físicas, olhemos para o Alto ou coisas espirituais. A Fé de Davi era MAIOR do que o Tamanho de Golias (físico), o vídeo tratou de coisas espirituais e não físicas. Mas… O Pecado pode até ser grande, mais onde abundou o pecado… SUPERabundou a Graça. (Rm5.20)

    2. Wagner Diz

      entendo irmão airton, mais vc fugiu do meu raciocinio, vamos la, eu vejo Cristo primeiramente no sacrificio do animal que Deus fez, para tapar a nudez de adão, eu vejo Cristo em Abrãao, no sacrificio de Isaque, eu vejo Jesus, quando abrãao, manda seu servo buscar uma noiva para Jesus, na historia de rute, e tantas outras, mais o que eu estou querendo dizer, que não é errado vc usar uma historia como davi e golias, para trazer consolo, conforto, pq existem muitos cristãos que buscam a Deus, e foram regenerados e passam por tribulações, então pergunto e errado usar o lado natural da historia, em uma igreja que seja ricamente amadadurecida pela palavra?

    3. Vini Diz

      Wagner,

      Para vencermos as dificuldades da vida não precisamos de 5 pedrinhas mágicas que as pessoas inventam o significado, precisamos confiar em Deus (como Davi o fez), mas mais que isso precisamos confiar em nosso General Cristo que venceu todo inimigo e nos fez em sua vitória mais que vencedores.

      Então, pregar Cristo em cada texto do AT não significa que não tem aplicação para nossa vida diária. Muito pelo contrário. Cristo é nossa vida diária.

      Paz

    4. Wagner Diz

      Amem vini, entendi agora ficou mais claro, mais eu gostaria que o VE, postasse algo sobre a verdadeira doutrina do amor de Deus, que é tão mal difundida dentro das igrejas, eu sei que ta muito corrido pra vcs e tudo mais, que tem muita coisa pra fazer, mais gostaria que pensasse sobre isso, A PAZ DO SENHOR.

    5. W.Lima Diz

      Amado irmão Wagner (meu xará rs), não faz isso… Você fez uma análise muito simplista do post acima. Note que existe um projeto por trás de tudo isso, somente com o objetivo de trazer de volta a centralidade de Cristo em nossas vidas e no evangelho pregado. Espero que sua resposta tenha sido somente fruto de uma olhada rápida, porque tenho certeza que se analisasse com cuidado concordaria com o proposto.
      Ainda temos o post finalizado com o texto de Spurgeon. Sabe quem foi Spurgeon? Um pobre e fraco assim como eu e você, mas fortalecido no Espírito para uma missão tão grande que a mais de um século depois não sou capaz de mensurar a maneira como esse homem se entregou pela nobre causa do evangelho. Não é a tôa que alguns o consideram como “príncipe dos pregadores”. Não estou aqui para pregar Spurgeon, e sim Cristo, e nem acho que devemos aceitar 100% de suas idéias, mas acho que vale à pena pensar duas (ou 10) vezes antes de discordar de homens assim. (se quiser saber um pouco sobre Spurgeon: http://www.youtube.com/watch?v=UzdU12ULNgw )

    6. Wagner Diz

      meu xara me manda seu e-mail, querido pois quero conversar melhor, vc e o irmão ailton claudio, realmente tenho muitas duvidas e preciso de alguem pra trocar ideias.

    7. Wagner Diz

      irmão Wagner conheço spurgeon, nossa amo seus sermões e seus devocionais, mais como vc disse não podemos concordar com tudo, longe de mim me comparar com spurgeon, meu Deus, nem de longe, estou começando, 4 nos na fé, mais irmão, gosto de ser como os bereanos, e se eu estiver errado me corrija, mais a menos que eu seja convencido pela palavra, gostaria de ouvir mais, se alguem então tem um livro, ou artigos, ou pregações eu agradeço.

  16. luiz augusto amado Diz

    graça e paz , amados penso que o irmão tenta atingir algo que esta sendo erroneamente usado mas usa ele tambem erroneamente as Escrituras pois Davi disse ao gigante :- “” Eu vou a ti no nome do Senhor dos Exercitos e ELE me dará a vitoria “”. Israel erroneamente fez de Davi um campeão mas Davi tinha experiencia com JEOVÁ no seu cotidiano e sabia que ele não tinha a minma condição de ganhar nem de Golias , nem de ursos nem de leões mas o Deus que ele cria o Deus de Abraão de Isaque e Israel sim Ele é o TODO PODEROSO!!!! uma pergunta quais são as cinco pedras que no caso descrito atiraremos no gigante ??? Amados o erro é querer consertar os outros abstendo da Biblia a sua fonte de libertação Deus escolheu Davi no texto de I SM 16 :1 ,diz no final EU me provi de um rei!!!! Voce pode entender isso Deus proveu-se , equipou-se , enriqueceu-se de um rei , de um elemento , de um instrumento para executar um projeto . VENCER UM GIGANTE que não era somente o homem filisteu mas tambem o que estava dentro dos corações , das almas dos israelitas. A primeira pedra , e mencionarei apenas a primeira pedra é que fomos tambem ESCOLHIDOS por DEUS em Cristo Jesus para uma boa obra vencer um gigante!!! Qual gigante?? Responde-,me voce, qual o gigante há pra ser enfrentado na sua caminhada de adorar ao SENHOR nosso Deus porque foi isso que motivou a Davi, assim tambem como a Neemias , a alegria do Senhor é a minha força , exalta-lo,engrandece-lo,honra-lo,AMA-LO !!! Foi isso que Jesus fez e nos ensinou tambem a fazer. Davi negou a si mesmo , tambem tomou a sua cruz e enfrentou o gigante. Deus nos abençoe para que nunca percamos o valor nem o sentido de Sua PALAVRA que é viva e eficaz em Cristo Jesus segue a paz !!!

  17. Sandyelle Diz

    Sou muito grata a Deus pelo bom alimento que o VE e outros sites postam. Creio que é muito importante a nossa vida ser totalmente voltada para Cristo.
    Que Deus, em Cristo, nos direcione a cada dia!

  18. Matheus Rocha Diz

    Gostei muito desse estudo. Simples, mas que fala muito ; )

  19. Guilherme Alves Diz

    É bem verdade que podemos extrair de cada texto sagrado muitas de lições para as nossas vidas, DESDE QUE o âmago da mensagem – Cristo – seja explicitamente destacado e esteja nelas intrinsecamente envolvido.

    Urgente e emergente!

    Voltemos.

    1. Chrys Morett Diz

       Amem, foi lindo o video mas eu posso observar assim? O povo com medo sou eu sim, antes do nascimento, lembramos que Davi naquele momento ja tinha o Espírito do Senhor dentro dele, e foi sim o Cristo através do Seu Espírito que acertou aquela pedra! Davi é a figura do homem onde o Espírito Santo habita e o que impossível ao homem é possível a Deus! Sinto muito mas discordo que eu não posso me valer dos heróis como exemplo para derrotar meus gigantes! Elias era homem como eu e orou e não choveu! Cristo é Cristo! Mas eu vou sim jogar aquela pedra e vou derrotar o gigante da minha alma, enfim, pois estou com Santo Espírito em mim, não tem como eu errar! Pedro teve medo mas quando recebeu o Espirito Santo pregou com autoridade e 3 três mil almas se converteram e depois ele Tiago enfrentaram as autoridades sem temer, assim foi Paulo e os outros gigantes! Cristo derrotou os pecados por mim, mas foi Davi que jogou a pedra, você pode jogar a pedra sim e se Deus estiver contigo não tem como errar!

      Chrys Morett

  20. FERNANDO JOSÉ Diz

    CRISTO CITADO NA PREGAÇÃO, CRISTO PRESENTE NA PREGAÇÃO, CRISTO OPERANDO NA PREGAÇÃO…. CADA LIVRO DA BÍBLIA É UM ELO, TODOS ESSES ELOS FORMAM UMA CORRENTE, ESSA CORRENTE É CRISTO!
    mas Cristo é tudo em todos. Colossenses capítulo 3 versículo 11

  21. Vinícius S. Pimentel Diz

    “Devemos sempre examinar o Antigo Testamento com o desejo de achar nele algo a respeito de Jesus Cristo. Estudamos essa porção da Bíblia com bem menos proveito, se nada mais vemos ali além de Moisés, Davi, Samuel e os profetas.”

    (J.C. Ryle. “Meditações no Evangelho de Marcos”. São José dos Campos/SP: Fiel, 2011, p. 6.)

  22. Day Diz

    Perfeito!

  23. Frank Brito Diz

    O meu autor favorito em termos de tipologia é o Peter J. Leithart. Pra quem lê em inglês, aconselho dar uma olhada em seu site:

    http://www.leithart.com/

    Seu livro “Deep Exegesis” é simplesmente sensacional.

    Mas com tipologia, temos que tomar cuidado pra não partirmos pra viagens achando que estamos sendo fiel as Escrituras. Antes de partir pra interpretação tipológica, devemos entender o sentido primário do texto. Por outro lado, não podemos ficar no superficial. Tudo exige uma reflexão profunda comparando Escritura com Escritura.

    A Lei de Deus proibe matar (Êxodo 20.13) e manda amar e não odiar e se vingar de nossos inimigos mesmo que sejam estrangeiros como foi Golias (Êxodo 23.2-5, Levítico 19.17-18, Deuteronômio 10.18-19, Provérbios 20.22, 24.17, 25.21, 26.24). Diz que a vingança pertence ao Senhor (Deuteronômio 32.35) como bem lembrou Paulo (Romanos 12.19). Jesus Cristo será o meio pelo qual Deus executará sua vingança contra os malfeitores no Juízo Final: “porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos”. (Atos 17.31)

    Como poderia então Davi ter matado Golias, procurando se vingar dele sem estar errado por isso? Isso não faria de Davi um transgressor da Lei que proibe o assassinato e manda amar nosso próximo até mesmo o estrangeiro? Isso não significaria que Davi estava fazendo vingança com suas próprias mãos e negando que a vingança pertence ao Senhor? Isso não pode ser compreendido realmente se não Cristologicamente.

    Paulo explicou que a vingança de fato pertence ao Senhor e por isso não devemos vingar por nós mesmos (Rom 12.19), mas ao mesmo tempo que os magistrados são os ministros de Deus para executar a vingança de Deus como seu representante legal (Rom 13.4). Davi não atacou Golias como um indivíduo autônomo, mas como parte do exértico de Israel (I Sam 17.26). Como parte do exército ele tinha o direito e dever de um magistrado de executar a vingança não propriamente sua, mas de Deus contra o malfeitor Golias. Mas se compreendemos que Jesus Cristo será o meio pelo qual Deus executará sua vingança contra os malfeitores no Juízo Final, compreenderemos então que o magistrado (como foi Davi) é um representante legal/tipo de Jesus Cristo no Juízo Final. O magistrado é o instrumento do Juízo de Deus na história. E o Juízo de Deus na história é uma antecipação tipológica do Juízo Final de Deus no fim do mundo. O magistrado que aplica o juízo é um representante legal na história de Jesus Cristo no Juízo Final. Desta forma, a pedra de Davi sendo arremeçada na cabeça de Golias é um tipo da Rocha-Cristo arremeçando os réprobos ao tormento eterno no Juízo Final. É por isso que a pena capital na Lei era por apedrejamento. O apedrejamento era Cristológico.

    Além disso, uma das maiores ênfases em relação aos magistrados e ao exército no Antigo Testamento (lembrando que o exército é parte da autoridade dos magistrados) é que a vitória militar não dependeria da força miliar inerente no próprio povo de Israel, mas dependeria da Divina Providência guiando conduzindo o exército a vitória. Por isso diz: “Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.” (Salmo 20.7) E também: “Ai dos que descem ao Egito a buscar socorro, e se estribam em cavalos, e têm confiança em carros, por serem muitos, e nos cavaleiros, por serem muito fortes; e não atentam para o Santo de Israel, e não buscam ao Senhor”. (Isa 31.1) A confiança nacional nas alianças políticas e na força do militarismo em si mesmo era sinal de incredulidade ao Deus do pacto. Israel deveria confiar não no que as nações confiavam, mas na promessa que dizia: “Perseguireis os vossos inimigos, e eles cairão à espada diante de vós. Cinco de vós perseguirão a um cento deles, e cem de vós perseguirão a dez mil; e os vossos inimigos cairão à espada diante de vos”. (Levítico 26.7-8)

    Isto também é Cristológico. Em termos humanos, Israel contra os filisteus seria equivalente ao Suriname contra o Brasil. De maneira semelhante, Jesus Cristo não recebeu o direito de julgar o mundo por da força de seu próprio braço (humano), mas pela Divina Providência ressuscitando-o dos mortos depois da mais absoluta humilhação: “Saiba pois com certeza toda a casa de Israel que a esse mesmo Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo”. (Atos 2.36) O contraste aqui é entre o que Jesus era, humanamente falando, e aquilo que ele veio a ser exclusivamente pelo poder de Deus. É com base nisso que Deus sempre avisava a Israel da necessidade de confiar no poder de Deus para a vitória militar. Se o magistrado (no caso de Davi, o exército) que aplica o juízo é um representante legal na história de Jesus Cristo no Juízo Final então para aplicar o Juízo em conformidade com a verdade e justiça de Deus, ele precisa se espelhar em Jesus Cristo que não edificou seu próprio poder em si mesmo, mas na confiança em Deus, compreendendo que toda autoridade só existe porque é sustentada por Deus (Rom 13.1). A história de Davi deixa isso em absoluta evidência quando mostra que Golias era maior e mais forte humanamente falando. Mas como o poder vem de Deus, ele pode dar ao que aparentemente é mais fraco. Isso é Cristológico porque foi assim que Jesus Cristo recebeu o poder e autoridade: em fraqueza.

    1. luiz augusto amado Diz

      Amado o aprofundamento foi excelente penso que o termo vingança ñ se aplica com clareza ao sentimento do jovem Davi, como depois ele explica ao rei Saul, que já não o era mais perante DEUS, no caso do resgate das ovelhas, do leão,e do urso, como tambem não foi vingança a vitoria de JESUS .Davi já possuia autoridade ,mal explicada por Samuel, para executar a vontade de DEUS porque fora escolhido e ungido por ELE, Davi não se conformava com nada q se opusesse a DEUS e, este é o gigante que tem sido nosso gigante q levanta-se não contra nós mas contrario ao q DEUS manifesta a partir de, como Davi mesmo em nossas falhas sabemos q nada nos separará do amor de DEUS em CRISTO JESUS , pensando nesse prisma as cinco pedras seriam os gomos do fruto do ESPIRITO SANTO em nós!! Gostei da sugestão do site e,do livro .DEUS permaneça enriquecendo-nos em graça e intimidade .Nele que nos fez filhos segue a paz

  24. Felipe Lima de Sousa Diz

    Um ponto fica meio confuso em minha mente, isso porque estou acostumado com as pregações que nos induzem a nos vermos no lugar de Davi, portanto, como Davi é sombra de Cristo, e Cristo é quem está representado em Davi, qual nosso posicionamento frente as circunstâncias? Assistir Deus realizar e vencer nossas batalhas, como dito, porque somos como Israel apavorados? Deve haver um certo posicionamento nosso também em relação às circunstâncias de: -Sim, eu irei de encontro com as situações da vida, mas acreditando que Cristo já venceu por mim, que Cristo vai à minha frente e nEle tenho minha vitória? O que pensar quando não houver conquista sobre Golias, mesmo confiante que Cristo o venceu por mim?
    Obrigado desde já aos irmãos que me ajudarem em minha fé! Aprendo muito com o blog, é realmente um grande deleite. Espero ter me feito claro :)

    1. Felipe Lima de Sousa Diz

      Vi alguns comentários feitos acima, mas ainda assim não entendi o que quiseram dizer. Aplicamos a palavra ou não?

    2. Vinícius S. Pimentel Diz

      Felipe,

      Você leu a exposição do irmão Frank Brito logo acima da sua? Ela mostra uma interpretação-aplicação bastante acurada.

      Entendo que a pergunta correta aqui não é: “Devemos aplicar o texto às nossas vidas?”. Ora, é claro que sim; afinal, “tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança” (Romanos 15.4).

      A pergunta é: “Como aplicamos o texto?” Vou tentar oferecer uma resposta afirmando que o ponto central aqui é ler passagens narrativas (como a história de Davi e Golias) tendo em vista:

      – Primeiro, o significado particular daquele acontecimento no contexto histórico imediato. Nesse caso, a história de Davi e Golias nos ensina a respeito do cuidado de Deus, o qual, por Sua providência soberana, livra o Seu povo das mãos dos seus inimigos, mesmo quando eles são mais fortes do que nós. Basta ler essa passagem bíblica à luz dos Salmos davídicos e você verá que era assim que o povo de Israel enxergava aquela história, e é assim que nós devemos enxergá-la.

      – Segundo, a maneira como aquele acontecimento em particular aponta para a nossa completa redenção em Cristo Jesus. Todos os livramentos temporais que Deus deu ao Seu povo ao longo da história apenas apontavam para a redenção do mundo que Deus realizaria por meio de Cristo. Assim, por essa ótica “redentiva”, a história de Davi e Golias apontava para a maneira como Jesus Cristo triunfaria sobre os grandes inimigos do Seu povo – a carne, o mundo, a morte e satanás. A história de Davi, enfim, aponta para o escândalo da Cruz: assim como Deus usou o fraco Davi para triunfar sobre um inimigo muito maior do que ele, assim também o Senhor usou a “fraqueza” para mostrar força e a “loucura” para mostrar sabedoria, ao usar a morte de Cristo para trazer vida ao mundo.

      Você consegue perceber as aplicações poderosas que temos aqui? Olhamos para Davi, e vemos a sua fraqueza; olhamos para o Deus de Davi, e vemos a Sua fidelidade, misericórdia, poder e sabedoria ao livrar Israel dos seus inimigos. Então, olhamos para nós mesmos, e vemos fraqueza outra vez (“Miserável homem que sou! Quem me livrará do corpo desta morte?”); mas contemplamos a Cristo, e vemos como Ele assumiu o nosso lugar em fraqueza e triunfou gloriosamente sobre todos os nossos inimigos.

      Quanta confiança e ousadia, quanta gratidão e louvor essa história desperta em nós!

    3. Frank Brito Diz

      “A história de Davi, enfim, aponta para o escândalo da Cruz”

      Esse é o ponto. Quando deixa de ser Cristocêntrico, a vitória de Davi deixa de ser a vitória sob a perspectiva do plano eterno de Deus e passam a ser as vitórias sob a perspectiva de meus próprios planos centrados em mim mesmo.

    4. Wagner Diz

      agora sim era disso que eu estava falando,ei frank me passa seu e-mail?

      obrigado aos irmãos ,vini, airton, vinicius e frank, mais profundidade.

    5. Felipe Lima de Sousa Diz

      Perfeita explicação! Totalmente entendido!
      Muito obrigado à todos e que Deus continue nos fazendo crescer na graça e no conhecimento :)

    6. Wagner Diz

      amemmmmmmmmmmmmmmmmm, agora sim

    7. luiz augusto amado Diz

      Graça e paz mano, interessante neste relato em I SM 17 é q depois de Saul ficar impressionado com o testemunho de Davi e, vestí-lo com as armaduras de soldado DAVI as retira por não ser habil e por ñ ter o habito, então encontra-se vestido de seu oficio, do seu habitual daquilo com o qual ele tinha experiencia, nós meu querido tambem precisamos estar assim habilitados pela relação diaria com o Senhor, nosso Deus,habeis pela comunhão cotidiana com JESUS o verbo encarnado, revestidos do entendimento que o ESPIRITO SANTO nos traz na BIBLIA, aprendo mano q uma palavra apenas uma palavra dentro do seu contexto nas Escrituras é capaz de transformar nossa caminhada, lembro-me de quando engatinhava q o Diante do Trono lançara um video e, havia um louvor extraido de um salmo q dizia :’uma coisa peço ao Senhor e a buscarei’. O Andre Valadão fazia um gestual de pegar algo q chamou minha atenção e fui saber o significado da palavra BUSCAR ou seja por-se em movimento, ir de encontro. É exatamente isso q DEUS espera e quer de nós ,assim como a corsa suspira pelas correntes de agua assim devemos ser em relação a Ele busque-o de todo o seu coração CRISTO te esclarecerá!!!Segue a paz em JESUS!

  25. Pr. Raphael Melo Diz

    Muito edificante, que mais e mais pessoas vejam esse vídeo e acordem do triunfalismo que vivemos no Brasil!

    Site da Igreja Apostólica Palavra Viva – Jesus-evangelho

  26. tiago hirayama Diz

    Ola irmãos do VE…sempre acompanho seus videos e comentários

    mas gostaria de contradizer esse video…a minha resposta para ele está aqui…

    Por favor, se puderem ler e despois responder aqui mesmo sobre a opinião de vocês

    Lembrando que apenas traduzi o artigo, mas concordo plenamente com a discordância que o autor do texto escreveu…segue o link da matéria…da resposta a esse video

    http://averdadenasescrituras.com/2012/02/03/pregando-cristo-no-velho-testamento-interpretacao-vs-aplicacao/

    1. luiz augusto amado Diz

      Graça e paz , Tiago é isso e só!!! Tão explicito q postei no meu face !!! DEUS lhe abençoe a este excelente site, aos irmãos q como familia aprendemos uns com os outros e tudo com fim de exaltar o nosso PAI e expandir a partir de nós o Seu reino na terra. Cristo nos faça prosperar até a Sua volta!!!

    2. Vini Diz

      Tiago, você leu o texto do mackenzie?

    3. tiago hirayama Diz

      Esse texto que enviei para vocês Vini, eu traduzi a partir do site http://thecripplegate.com/preaching-christ-from-the-old-testament-interpretation-vs-application/
      Que é de um rapaz encarregado de algumas funções na igreja Grace Community Church in Los Angeles.
      Me deixe o link para o texto da mackenzie aqui…vou dar uma olhada

      Mas sobre o video, a alegoria de Davi sendo Jesus e Golias sendo o pecado, não passa de boa intenção em prol de tentar achar Cristo aonde ele não está…

      é a mesma coisa que os pentecostais e neo-pentecostais fazem, eles colocam sentidos nos textos que não tem aquele sentido…

      assim como deixei meu post logo acima…gostaria de ser refutado por respostas biblicas sobre o que postei, para que se caso eu esteja errado, venha me arrepender de meu pecado e me aproximar de Deus…

      abraços

    4. Vini Diz
    5. tiago hirayama Diz

      Dei uma olhada rapida, apenas no resumo, mas me parece que está dando a entender a questão do velho testamento ser interpretado somente através do novo, não sei qual é o ponto da questão, mas que existe muita alegorização na interpretação do pastor Matt…

      Vou tentar ler o mais rapido possivel, qual é o ponto principal do texto? o que ele pode me ensinar ?

    6. Vini Diz

      Tiago,

      Alegoria é uma forma válida e usada pelos apóstolos, mas concordo com você que é “perigosa”.

      Contudo, a “estrada para Cristo” não consiste só em alegorias.

      Leia o texto e verás.

  27. tiago hirayama Diz

    escrevi errado ”depois”

    1. Wagner Diz

      tiago o texto que vc traduziu é bem forte, por isso, não sei se viu meu comentario, irmãos do VE mo vcs, realmente Deus tem mudado minha vida através desse blog mais, o pr. matt faio nessa, como eu disse para o pr.ciro zibordi, quando ele postou a fotu do Senhor Jesus tirando um braço de ferro com o diabo.

    2. tiago hirayama Diz

      Deus abençoe irmão

    3. tiago hirayama Diz

      aiaiai Vini…alegorizar é uma forma válida? te admiro e te respeito mas os apóspotolos são os apóstolos, tudo o que fizeram e falaram teve um propósito e foi inspirado…não posso me comparar com eles…

      Nós não temos de escolher entre (a) hermenêutica cristocêntrica, sobre uma mão, e (b) uma falha para ler a Velho Testamento como cristãos, sobre a outra. Devemos permitir que o texto fale por si mesmo, considerando tanto o que o autor original pretendia e o que o público original teria entendido. E devemos também fazer a aplicação fielmente a Cristo e ao Evangelho. O que precisamos é contextual, e uma interpretação histórica-gramatical com aplicação cristocêntrica.

      Novamente te falo, qual a diferença entre falar que Davi é a sombra de Jesus e Golias é a sobra do pecado, morte e o diabo…para Davi é você e Golias os seus problemas…a diferença é que uma é bem intencionada em querer mostrar Cristo aonde ele não está, e a outra é querer falar aquilo que todos desejam ouvir…mas as duas são alegorizações espiritualizadas que não nos mostra o real sentido do texto e o que realmente Deus quis que entendessemos…

      E então eu acho que Matt complica as coisas quando ele diz: sobre a história de Davi e Golias, Deus estava comunicando para nós e para Israel que um Salvador iria vir e iria matar o gigante do pecado e da morte de uma vez para todas. Em vez disso, o texto nos diz que Deus estava comunicando para nós e para Israel a sua soberania que é mais forte do que o maior guerreiro humano ou exército. Eu acredito que o princípio aqui é que Deus vai usar o fraco que confia nEle para confundir os fortes que confia em si mesmos (1Cor 1.27). Assim como Deus escolheu o jovem Abel sobre Caim, o jovem Isaac sobre Ismael, Jacó mais jovem sobre Esaú, o mais jovem Moisés sobre Arão, assim Ele escolhe o pequenino da ninhada, o pequeno pastor Davi sobre a cabeça e ombros mais alto que todo mundo, Saul. Deus escolhe o improvável em destaque, e em alguns casos, para triunfar sobre o que teria parecido ser a escolha óbvia. E, finalmente, Ele escolhe o presépio sobre o palácio real, a humildade sobre a pompa e circunstância, a cria de jumenta sobre um carro armado e a cruz sobre a coroa.

      Deus abençoe

    4. luiz augusto amado Diz

      Tiago e, irmãos qual é o problema de se aplicar a vivencia humana a sabedoria que DEUS permitiu ser vivida na BÍBLIA??? Acabou-se de falar de aplicações praticas!!! Os homens q estavam no palacio mesmo após terem sidos arguidos por Herodes ñ se deram o trabalho de comprovarem as profecias?! A letra por si só mata , os elementos racionais nunca irão subjugar os valores espirituais das ESCRITURAS .Aprendi nesta passagem q acreditar é uma coisa confiar é outra, os homens acreditavam nas historias de seus antepassados mas eram para eles historias ñ havia neles experiencia , intimidade com DEUS ,ao passo q aquele adolecente tinha, os sabios do oriente erroneamente buscavam o metafisico , e o metafisico permitiu q lhes encontrassem e, fizessem parte desse enredo para dizer a nós TEOLOGOS q não façamos como os doutores da lei e, ñ nos tornemos raça de viboras pois Paulo na pressunção de estar servindo matava depois de convertido ainda cheio de si foi excluido do apostolado para poder ter intimidade com JESUS. A muitos BAlaãos sim mas tambem muitos Caifas,há muitas igrejas de simão mas tambem varios adeptos do catecismo romano, Salomão por fim considerou vaidade todos somos vaidosos CRISTOuse de Sua graça para conosco a fim de q venhamos a seguir suas orientações mesmo quando seja seguir um homem levando um cantaro de agua!!!

    5. Vinícius S. Pimentel Diz

      Tiago,

      O texto que vc traduziu é realmente muito bom! De verdade, acredito que ele contribui bastante para o debate que estamos amorosamente travando aqui nestes comentários.

      Porém, embora o texto seja uma crítica franca e aberta contra o vídeo do Matt Chandler, eu acredito que ele não altera em nada o ponto central daquilo que os irmãos do VE estão defendendo aqui: que a verdadeira pregação cristã no Antigo Testamento irá apontar para Cristo. Ponto.

      A maneira exata como a pregação do AT deve apontar para Cristo é objeto de debates inclusive entre os teólogos reformados. Inclusive, o método proposto por Greidanus, que é exposto no artigo da Fides Reformata (e que está sendo postado, em partes, aqui no VE), não é unanimemente aceito em todos os seus pontos, sendo certo que ele não é imune a críticas.

      O ponto que precisa ficar claro, porém, é que o que se está propondo aqui é a pregação genuinamente cristã, genuinamente evangélica, que sempre abençoou a igreja ao longo de sua história. Essa pregação não troca o Evangelho pelo moralismo, não troca a Cruz por “cinco pedrinhas”, não troca a Expiação pelo mero exemplo, não troca a grandiosa história da Redenção pelas egocêntricas histórias pessoais dos ouvintes. Perceba que o próprio texto que vc traduziu concorda com tudo isso, em todos os pontos.

      A pregação genuinamente evangélica enxerga a totalidade da história bíblica tendo Cristo como o seu cume, e não descansa até fazer com que os ouvintes parem de olhar para os pedriscos no chão e enxerguem no alto a Rocha Eterna, que os construtores rejeitaram, mas que se tornou de uma vez para sempre a Pedra Angular.

      Portanto, se sua crítica se resume à maneira, talvez simplista demais, como o Chandler apresentou a história de Davi e Golias, eu posso me juntar a você. Mas espero que você não discorde de mim, ou do Greidanus, ou dos irmãos do VE, quando afirmamos que a igreja vive uma terrível crise em sua pregação por ter substituído o anúncio da Palavra da Cruz por historinhas moralistas agradáveis aos ouvidos.

      Em Cristo,
      Vinícius

    6. tiago hirayama Diz

      respondendo ao querido irmão vinicius, pimentel

      Você disse :”Porém, embora o texto seja uma crítica franca e aberta contra o vídeo do Matt Chandler, eu acredito que ele não altera em nada o ponto central daquilo que os irmãos do VE estão defendendo aqui: que a verdadeira pregação cristã no Antigo Testamento irá apontar para Cristo. Ponto.”

      Isso é a sua opinião ou argumento ??? Existem varios textos que apontam para Cristo, Cristo não precisa da alegorização para ser achado no velho testamento, ele está em varios lugares, e com certeza de qualquer ponto da biblia podemos sim, chegar até Cristo sem espiritualizar ou alegorizar o texto.

      Vou explicar as três formas de interpretação que são erradas.

      Espiritualizar é transformar o texto em uma analogia espiritual. Ex: Como Deus ajudou Davi a vencer o gigante, Deus irá te ajudar a vencer os gigantes da sua vida

      Alegorizar é olhar alem do sentido imediato do texto, para achar um profundo, escondido, um sentido mais espiritual. Ex: O amor e a sabedoria do Senhor (representado por Davi) destruiu o ensinamento falso (representado por golias) tudo isso para proteger o verdadeiro ensino (o exercito de israel)

      Moralizar é tirar um simples moralismo do texto, enfatizando “façam isso” ou “não façam isso”. Ex: Davi era corajoso quando ele enfrentou golias, então você deve ser corajoso também. Davi estava disposto a lutar seu inimigo, então você deve estar disposto a lutar seus imigos também.

      Essas três formas de interpretação não nos revelam o verdadeiro sentido do texto, e o verdadeiro ensinamento que Deus quis transmitir aos que leem

      Sabemos que unica hermeneutica válida para a interpretação dos textos é a histórica gramatical.

      Muitos reformados ficam tristes com aqueles que tiram textos fora do contexto, mas esse ensino que o pastor Matt and Greidanus tiram Histórias do seu contexto e colocam sua própria alegorização para encaixar suas interpretações biblicas, pois muitos não querem acreditar no que a interpretação literal das escrituras ensinam, e querem seguir agostinho que pensava que o milenio era no tempo dele, ele acreditava no milenio e pensava que ele estava dentro do milenio e que Jesus iria voltar depois dos mil anos…mas ja se passaram mais de dois mil anos, isso quer dizer que não estamos no milenio, então novamente os seguidores do agostinho mudaram sua interpretação e começaram a acreditar que não existe milenio, por isso começaram a invertar um novo jeito de interpretar a biblia, não do jeito normal, porque se todos nós interpretarmos literalmente, vamos acabar com a visão pré-milenianista, com o arrebatamento…e para evitar essa interpretação agora eles alegorizam e espiritualizam aquilo que eles não querem interpretar literalmente

      Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
      Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.
      2 Pedro 1:20-21

      Me responda uma coisa irmão, Se Davi matou golias que era o pecado, a morte e o diabo, porque o pecado, a morte e o diabo ainda existem???

      Na história de Davi, ele matou golias !!!

      Se você alegorizar uma coisa você vai precisar alegorizar tudo.

      Se Davi sendo rei teve varias esposas, isso quer dizer que Jesus teve varias esposas???

      Davi cometeu adulterio, isso quer dizer que Jesus irá cometer adultério contra sua noiva que é a igreja???

      Davi não era a sombra de Jesus assim como colocou o pastor Matt???

      ou Davi só é a sombra de Jesus quando ele vence o gigante e não quando ele manda matar Urias???

      Não interpretamos a biblia somente aonde queremos que ela seja interpretada, mas interpretamos corretamente para trazer o verdadeiro sentido e o verdadeiro ensinamento que as escrituras nos mostram.

      Em Cristo

    7. Vinícius S. Pimentel Diz

      Tiago,

      Você comete um erro aqui, ao confundir “apontar para Cristo” com “alegorizar a respeito de Cristo”. É verdade que o Matt sugeriu uma espécie de alegoria na história de Davi e Golias, mas eu não o fiz. Se você leu a interpretação do Frank Brito e a minha, aqui nos comentários, verá que tanto eu como ele afirmamos não que Davi é uma alegoria de Cristo, mas que a vitória do fraco Davi sobre o gigante Golias aponta (1) para a fidelidade de Deus ao Seu povo eleito, (2) para o poder de Deus que se aperfeiçoa na nossa fraqueza e (3) para o escândalo da Cruz, no qual a “fraqueza” de Deus se mostrou mais forte do que os homens.

      Onde está a alegorização?

      Se você tivesse lido o artigo a respeito da hermenêutica redentiva de Greidanus, teria entendido claramente que “pregar Cristo no AT” não é a mesma coisa que “alegorizar o AT para referi-lo a Cristo” – embora a interpretação tipológica seja aceitável em alguns casos.

      O fato é que, no final das contas, sua argumentação aqui cai no mesmo erro do qual você acusa o Matt Chandler: confundir hermenêutica cristocêntrica com alegorização.

      No mais, gostaria de observar que você se apegou ao vídeo do Chandler, quando o foco desta série do VE é outro, qual seja, o método histórico-gramatical-redentivo de interpretação do AT proposto por Greidanus (entre outros). Acredito que, se você ler todo o artigo fracionado nesta série, as concordâncias entre nós serão muito maiores que as divergências.

      Em Cristo,
      Vinícius

  28. Josinaldo Bezerra Diz

    É sempre bom ler algo que nos desperte e nos oriente sobre ver Cristo em cada pagina da Bíblia. Ele é o sentido para tudo, pois sem Ele nada do que foi feito se fez.

  29. Rafael Araújo Diz

    Olha eu não conhecia o site mais depois q conhecí nuca mais deixei de visitar!! são lições muito preciosas!!!

  30. daniel pc Diz

    Excelente! O que a imagem acima nos demonstra é que o pecado, a morte e o diabo, foram vencidos para sempre por Cristo, que cristo cumpriu tudo que nós não poderíamos fazer.
    Se temos que lutar todos os dias a questão é simples, é por que somos meros pecadores nessecitados da misericórdia de Deus, que vencem as batalhas porque Cristo venceu por nós, se Cristo não tivesse vencido os gigantes que outrora nos escravisava nós não teríamos a possibilidade de resistir e vencer absolutamente nada, é isso que a figura acima demonstra, e isso é o que alguns não entendem, isso é que o Wagner não entendeu, infelizmente muitas vezes tentamos nos aprofundar em assuntos teológicos de simples discernimento e acabamos nos tropeçando em confusão e mal entendimento, Deus nos ajude.

  31. Antonio Franco Diz

    oooowwwwww
    muito bom mano…
    ancioso pra devorar e prender mais sobre o nosso amado JESUS

  32. Bianca Wu Diz

    Muito bom este post, no novo testamento, pessoas tem que se espelhar em Jesus, colocando sua vida diante dele, assim como fez Davi colocando sua vida toda diante de Deus Pai para enfrentar o gigante (ele não fez nada por esforço proprio). Muitas pessoas se valem de versículos do velho testamento, criando rituais alegando que funciona, fazendo com que muitos fieis se decepcionam quando as coisas não acontecem.

    Temos que ver o que Deus fez antes da vinda de Cristo e ver o que ele pode fazer atraves do filho em nossas vidas.

  33. fabio gonçalves de lima Diz

    Nós nos acostumamos a ”pregar” para cristãos que já tem um tempo na fé.
    Muitas vezes vou a reuniões nos lares de pessoas não crentes e vejo os irmãos falarem passagens bílbicas de difícil entendimento muitas vezes até para nós do antigo testamento,e se perde uma bela oprtunidade de falar do salvador.Concordo,toda a escritura quer levar a Jesus.
    ouvi certa vez uma frase:um sermão que não fala de Jesus é uma casa sem telhados.

  34. Edward Diz

    Sr. “Livre-arbítrio”.

    Quer um Golias no seu caminho, para ver como você treme diante dele?

    Deixe de ser inconveniente. Relaxe. JESUS venceu o Golias, não você.

    1. Morett Diz

       Amem, foi lindo o video mas eu posso observar assim? O povo com medo
      sou eu sim, antes do nascimento, lembramos que Davi naquele momento ja
      tinha o Espírito do Senhor dentro dele, e foi sim o Cristo através do
      Seu Espírito que acertou aquela pedra! Davi é a figura do homem onde o
      Espírito Santo habita e o que impossível ao homem é possível a Deus!
      Sinto muito mas discordo que eu não posso me valer dos heróis como
      exemplo para derrotar meus gigantes! Elias era homem como eu e orou e
      não choveu! Cristo é Cristo! Mas eu vou sim jogar aquela pedra e vou
      derrotar o gigante da minha alma, enfim, pois estou com Santo Espírito
      em mim, não tem como eu errar! Pedro teve medo mas quando recebeu o
      Espirito Santo pregou com autoridade e 3 três mil almas se converteram e
      depois ele Tiago enfrentaram as autoridades sem temer, assim foi Paulo e
      os outros gigantes! Cristo derrotou os pecados por mim, mas foi Davi
      que jogou a pedra, você pode jogar a pedra sim e se Deus estiver contigo
      não tem como errar!

      Chrys Morett

  35. Joel de sa Diz

    Meu Deus! Como esse pequeno vídeo abriu minha mente. Essa é uma realidade hoje: As pregações nos púlpitos servem para alimentar o egocentrismo. Psicologia, sociologia e distrações não salva o pecador do inferno. Deus levante homens nesta geração para pregar a mensagem Cristocêntrica!
    Por Cristo, para Cristo, em Cristo sejam todas as coisas.

    1. Bruna Diz

      Concordo com o que escreveste. No entanto, no contexto descrito, a palavra “Egocentrismo” não é apropriada. Seria “egoísmo” mesmo! :)
      Fique na paz.

  36. Mayrah Felix Moraes Diz

    eu NUNCA ouvi isso!

  37. Celso Ricardo Diz

    Embora seja um destes que sempre apontam para o Alvo (Hb 12.2), fui impactado!

  38. Karine sampaio Diz

    Maravilha de Deus! Que alivio é ver as coisas da forma que elas são, porque assim fez Deus o Pai, tudo é Jesus, Por Jesus e pra Jesus… Nossa como conhecer as Escrituras sagradas da forma certa nos alenta e nos trás muito mais esperança na promessa de Deus em Jesus Cristo.

    Amém,

    Deus continue abençoando, e que todos os pregadores do Brasil e do mundo seja reformado, em nome de Jesus.

  39. Derick Araujo Medeiros Diz

    Primeiramente concordo plenamente com a visão do Matt Chandler, tendo em vista que as pessoas estão transformando a mensagem de cristo em mensagens para elas, e isso precisa acabar urgentemente, considerando principalmente quando a bíblia tem se tornado um livro de auto ajuda. Porém, há uma coisa muito séria aí se formos pegar numa outra perspectiva. 
    Há uma trindade: Pai (quando olhamos para o alto), Filho (quando olhamos para nós) e Espírito Santo (quando olhamos em volta). A posição do Matt no vídeo nos motiva a pensar que devemos olhar somente para o Pai (Cristo trava a batalha). Mas, o gigante já foi vencido, Cristo já morreu e ressucitou e creio que grande parte das pessoas precisam é de orientação para não tornar a bíblia um livro de auto-ajuda.
    Tenho certeza que se tomarmos a posição de Davi e pararmos de pensar que somos só o povo (não, não podemos ser só a multidão, eles estavam parados), assumindo a posição de Davi Deus trabalha em nós para vencer o gigante que nos incomoda. E se ainda sim surgirem questionamentos, Paulo mesmo disse que Cristo vive em mim. 
    Então, essa visão precisa ser bem pensada pois não podemos ficar de braços cruzados como o povo estava e deixar Cristo trabalhar. Existe hora de orar e hora de agir, e se tivermos fé em Cristo, ocupando a posição de Davi ele certamente trabalhará em nós.

  40. Mateus Diz

    Muiiiiito más muiito esclarecedora essa serie ..
    Deus abençoe muito; cada pessoa q tem se empenhado nesse trabalho…

    lindo e maravilhoso, desse evangelho genuino.

  41. Caio Diz

    simples e impactante ! como Jesus !!!
     

  42. leandro suzart Diz

    Concordo com muito desse material, penso assim em relação a pregação.Porém vejo um certo exagero. O que me dizem do texto de 1 Pe 3.1-6, o vs 6 enfatiza o exemplo de Sara para as esposas e não a apresenta como um modelo de Cristo, essa não é uma abordagem exemplarista como dizem, e o que dizer de hb 11, os herois da fé, e das passagens na carta de Tiago em que o mesmo usa o exemplo da humanidade de Elias para nos exortar acerca da oração, sem falar da paciencia de Jó. O problema é dogmatizar uma hermeneutica como sendo a mais apropriada e desprezar outras abordagens tambem pautadas na Palavra. Paulo chegou a extrair de uma passagem da Lei sobre o cuidado com os animais base para a remuneração do ministro veja lá 1 Tm 5.17-18.

  43. Giulliano Cordeiro Diz

    Na verdade achei muito forçada a interpretação no vídeo. Não acredito que seja por aí. A passagem de Davi revela um Deus todo poderoso que levanta algo ou alguém que parece ser um nada e faz disso o Grande. Ele é o Deus que faz do pouco o muito, do fraco um forte, Ele pode tudo de acordo com seu beneplácito.

  44. RenataAquino Diz

    Faz um tempo que peço a Deus ajuda e instrução do seu Santo Espírito na hora de ler o Antigo Testamento em especial. Pr que me tire o desanimo, desatenção e tudo mais e que eu entenda o propósito de Deus naquelas palavras. Agora sei que Deus me respondeu e o que terei em mente nas minhas leituras e também no preparo da aula para as crianças!

  45. Carlinhos Diz

    Essas postagens abriram minha mente de tão maneira que não sei explicar ! Vou passar isso para igreja onde congrego ! APDSJ

  46. Jacob Moreira Soares Diz

    Reamente importante, pois, toda Escritura nos remete a pessoa do nosso Senhor Jeus Cristo. Deus se revela ao homem como O Grande Eu Sou, que cria, sustenta e ampara. Em todas as batalhas e situações dificeis que passou o povo de Deus, Ele mostrou o Seu braço forte para lutar e defender. Vejo a plicação da história de Davi e Golias, tendo em vista o AT como sobra do futuro, NV, concordo plenamente de o que vence o inimigo gigante por nós é Jesus Cristo, que, em verdade, já venceu na cruz!

    1. Vera Fernandes Diz

      Grande verdade pastor!

    2. Wedjaneide Santana Diz

      a paz do senhor pastor, eu sou a neide irma de wilson e cunhada da evodia eu e a rods eramos muito amigo e perdi contato com ela se possivel pede pra ela entar em contato comigo no face pois ja mandei recado pelo o face da nani rose e ildine e nao tive resposta agradeço desde ja fica com deus.

  47. Michele Filha Do Rei Diz

    eu acho que devemo prega o que vivemos e uma opiniao

    1. Pastora Vera Diz

      vivamos o que pregamos que é a palavra de Deus

  48. Adair Brock Diz

    AMEM.QUE BENÇÃO.OBRIGADO JESUS , O ESPIRITO É O MESMO.

  49. Derah Felix Diz

    AONDE DEUS ESTÁ ALGUMA COISA ACONTECE

  50. Ivan Meireles Diz

    Eu gostaria de saber onde é que o Deus infinito não está no universo finito. Esta frase virou um jargão emocional.

  51. Robson Quaresma Diz

    Edificante!

  52. Claudia Vilalba Diz

    tenho aprendido tanto com as postagens do Voltemos ao Evangelho. Louvo a Deus por isso, por lançarem luz em meio as nossas ignorâncias e deturpações.

  53. ueverton fabricio Diz

    verdade todos os texto da biblia nos leva a jesus cristo e o seu incrivel poder

  54. Herica Coutinho Diz

    Muito bom, Deus seja louvado.

Comentários estão fechados.